BelezaLifestyle
Bem Estar, Novidades de Beleza
20 jul 2021, 11 comentários

Novo Tratamento Para Melasma – Lavieen + Picoway + Drug Delivery

Oi gente linda e cheia dos melasmas! Este post é apenas pra quem sofre com essas manchinhas que são as mais difíceis de tratar de toda a dermatologia do universo hahaha. Sério, quem tem sabe bem o que estou falando. Pra quem não sabe, nem queira saber do que se trata rsrsrs. Mas enfim, como gosto de explicar tudo, MELASMA são aquelas manchas escuras no rosto, mais comum em mulheres (mas homens também tem), que aparecem na testa, nas bochechas, no buço, às vezes até no pescoço e colo. Algumas são beeeem escuras e podem mexer muito com a auto estima da pessoa. O melasma pode ter várias causas para o seu surgimento: uso de anticoncepcional, problemas hormonais, muita exposição ao sol, genética, tipo de pele, gravidez, existir (hahaha, não resisti)…

O tratamento dele é bem chato pois, dependendo do tipo da mancha, nada tira ela do lugar ou então ela diminui, mas com 5 minutinhos de exposição ao sol, ela volta. Sejamos realistas, o melasma NÃO TEM CURA, apenas tem controle e olhe lá. O uso de protetor solar é obrigatório para quem tem melasma viu? Tem que usar dia sim, dia também, pois qualquer tipo de luz ativa a produção de melanina, que é o que dá cor à nossa pele. Então, luz do sol mancha? Mancha. Luz do computador mancha? Também. Ir pra praia e ficar na sombra mancha? AHAM. Pra não correr o risco de ganhar um melasminha, só se vivêssemos em total escuridão. Ou seja, sem chance.

O melasma pode ser dividido em três categorias: epidérmica, quando a camada mais superficial da pele é afetada; dérmica, com ocorrência das manchas na derme superficial e profunda; e, por fim, a forma mista, caracterizada por surgimento das marcas na epiderme e derme.”

Quem me acompanha há mais tempo aqui no blog sabe da minha luta antiga contra essas manchas. Já fiz praticamente de tudo. Na verdade, acho que já fiz tudo. Todos os cremes, todos os laser, tudo. Protetor solar eu bebo no litro hahahaha. Já tive leves melhoras, mas ficar 100% livre, nunca. Inclusive durante uma época a única coisa que eu fazia, além da proteção solar, era rebocar o rosto com maquiagem mesmo. Na verdade, até hoje, minha maior aliada é a maquiagem pesada para disfarçar essas manchas.

Mas, preciso contar de um tratamento que iniciei há uns 3 meses e que FINALMENTE tenho notado uma diferença expressiva: o Lavieen aliado ao Picoway e Drug Delivery.

Antes de falar desse tratamento, queria contar um pouco sobre o médico dermatologista que está cuidando de mim, o Dr. Bruno Vargas. Já sou paciente dele há vários anos e o descobri pela internet, um dia que eu estava pesquisando sobre melasma e vi que ele tinha um site chamado PORTAL DO MELASMA. Poxa, um médico especialista nisso era tudo o que eu queria né? Para minha sorte, ele é de Belo Horizonte, fui nele e nunca mais larguei! Ele traz os equipamentos mais modernos para sua clínica e como ele sabe que meu melasma é o mais resistente do universo, sempre que tem uma novidade no assunto ele me chama pra provar. Dessa última vez, eu tinha interrompido um tratamento que tinha recem iniciado de Picoway, um laser de picosegundos, por causa da pandemia. Acho que fiz duas sessões e parei. Mas daí o tempo passou, a gente se adaptou às regras de segurança, comecei a sair da toca e ele me vem com um “plus” pro tratamento que eu já estava fazendo: um novo laser que aliado ao Picoway estaria trazendo ótimos resultados para peles com melasma. Fui correndo e vou mostrar pra vocês as fotos do antes e do durante, pois estou na metade do tratamento e já beeeem contente.

Mas calma, deixa eu contar antes do que se trata o Lavieen, o Picoway e o Drug Delivery.

Retirado do site da Clinica Bruno Vargas, diz assim:

“Picoway 

O picoway é uma tecnologia referência no clareamento de manchas. O laser mais rápido do mundo emite pulsos em picossegundos, provocando a microfragmentação da melanina. 

Com isso, ela se quebra em pedaços infinitamente menores do que por meio de outros equipamentos, e eles são naturalmente absorvidos pelo organismo. Assim, o processo de clareamento da mancha se torna mais ágil e efetivo.

Lavieen + drug delivery

O BB Laser Lavieen é uma novidade no mercado de dermatologia e conta com a exclusiva tecnologia MakeUP Technology.  O nome se refere ao resultado de pele uniforme que é similar àquele quando aplicamos BB Cream, porém duradouro. 

O Lavieen trabalha na camada mais superficial da pele, fazendo uma espécie de “varredura” que promove o clareamento de manchas e o aumento da firmeza da pele. A efetividade contra o melasma é comprovada por estudos científicos. 

Como o Lavieen faz microperfurações na pele, torna-se possível associar ao laser a técnica de drug delivery com clareadores e antioxidantes, na qual os ativos passam pelos microcanalículos e são entregues com precisão ao local necessário, garantindo uma absorção profunda.”

O Dr. Bruno me indicou 6 sessões desse protocolo e já estou na terceira sessão… prontas para ver a evolução do tratamento? Olha só:

Antes de começar o novo protocolo! Reparem nas manchas na testa e bochecha, além das espinhas.

1 mês após a primeira sessão. Olhem como tudo clareou e as marcas das espinhas sumiram! Como disse antes, são 6 sessões, sendo uma por mês.

Aqui um mês após a segunda sessão! Clareou muito! A pele ficou muito mais uniforme e a textura está infinitamente melhor.

Comparativo lado a lado. Olhem como a pele está viçosa.

Gente, é incrível né? Tô doida para fazer as fotos de cada mês!

Antes de iniciar a sessão, é necessário passar um creme anestésico no rosto e ficar cerca de 30 minutos aguardando fazer efeito. Não dói, o Picoway dá uns mini estalinhos e o Lavieen é como se “raspasse” a pele mas totalmente suportável. Depois resfria o rosto, que fica um pouco vermelho e só. Ah, após os laser, ocorre o Drug Delivery, que são uns creminhos e séruns clareadores e antioxidantes. No dia do tratamento não pode passar maquiagem (após o laser) e tem que usar uma pomadinha durante 3 dias. No dia seguinte ao laser já pode usar make e a partir do terceiro dia pode voltar com os produtos de tratamento diário (cremes, serum, tônico etc).

Só sei que durante ANOS e ANOS de tratamentos, cremes, manipulados e afins, é a primeira vez que estou vendo um resultando tão aparente e real. Além das manchas mais claras, a melhoria na textura da pele tem me surpreendido MUITO. A pele está mais firme, mais tonificada, com glow e aparência de saudável.

Prometo voltar ao final do tratamento pra gente comparar e ver a evolução do combo Picoway + Lavieen + Drug Delivery mas se parasse hoje eu já estaria bem satisfeita!

Lifestyle
Bem Estar
30 mar 2021, 24 comentários

Emagrecer ou Ser Emagrecida?

Senta que lá vem história…

Nos últimos 7 anos, ganhei cerca de 14kg. Se for olhar pela lógica saudável da coisa, cerca de 2kg por ano não é tão assustador assim. É até “aceitável” porém é aquela coisa… ganha um kg, deixa pra lá, acha que logo consegue perder. Ganha 2… 3… 4… 8… 10kg e quando percebe, aquele seu peso que você achava super normal e ok, virou uma lembrança e cada vez mais difícil de ser revivida.

Pois foi assim que quando me pesei e vi que de 60, 62 kg, já estava com quase 75 kg, a luz vermelha acendeu. Não me achava “gorda” confesso, ainda mais por eu ter 1,73 de altura, estava tudo muito bem espalhado hahaha. Mas sabe quando você se sente pesada, com dificuldade de fazer algumas coisas, quando coloca algumas roupas que antes ficavam tão bem e agora não ficam mais? Pois é. Eu estava assim. Vi que precisava fazer algo, mas cadê força de vontade? Todo mundo falando que eu estava bonita, marido não reclamava de nada, mas na hora de amarrar um tênis, eu lembrava que eu não era assim. Também sentia que meus braços não “fechavam” com o tronco direito, ficava meio levantadinho, fora o atrito entre as coxas que antes não existia e agora mal me deixava cruzar as pernas!

Um dia o Leo (meu marido) se pesou ao meu lado e estava com 77kg (ele) isso porque virou vegetariano durante a pandemia e perdeu bastante peso. Eu com quase 75, ele, bem mais alto que eu. E na minha cabeça, me julguem, eu não poderia nem deveria ser mais pesada que ele.

Só que desta vez eu quis realmente emagrecer e não ser “emagrecida”. Não queria remédio (já tomei sibut&*ˆ%$, fiz GH, HCG, mas sempre perdi pouco peso e voltava rápido), não queria dieta louca, alimentos difíceis de achar, queria algo que mesmo que se fosse devagar, fosse menos doloroso, menos agressivo e que durasse pra sempre. Ou seja, aprender a comer e fazer exercícios. Não teve jeito, era isso mesmo.

Pedi informacao no Instagram sobre nutricionistas em BH, mas daquelas raiz, que me dessem COMIDA COMIDA para comer e não barrinha X, pózinho de pirlimpipim, farinha feita pelas anciãs virgens do Himalaia, queria comida simples que eu pudesse achar em qualquer supermercado. Recebi MUITAS, eu disse, MUITAS, indicações, cada pessoa me indicou uma nutricionista diferente praticamente, só duas tiveram poucas repetições e entrei em contato com a duas. A que me respondeu mais rápido, ganhou minha presença kkkk

Bom, fui e vou falar pra vocês… eu sou uma pessoa difícil. Daquelas que já foi em todas as nutris da cidade, da mais cara a mais barata e que sabia exatamente o que ouviria naquele consultório. Mas fui, o que tinha que fazer eu já meio que sabia mas… fui. Chegando lá, após apresentar alguns exames, ficou decidido que tipo de REEDUCAÇÃO ALIMENTAR eu faria. Reeeducação viu gente, nada de dietas temporárias malucas que me deixassem ansiosa, triste ou sofrida.

Aliada a reeducação, resolvi pegar firme nos exercícios. Não parei durante a pandemia, mas treinar em casa, digo, dentro de casa, na sala, não é a mesma coisa que ir pra rua. Voltei pras aulas presenciais com meu personal trainer, na quadra e academia do prédio, com todos os cuidados, e comecei o desafio. Uma coisa curiosa é que detesto fazer ginástica, sempre acho que estou perdendo tempo, que poderia estar fazendo outra coisa mas aprendi a engolir o choro e ter isso como rotina na minha vida. Afinal, além de querer emagrecer, tenho problema nos joelhos e o remédio pra isso é…. MUSCULAÇÃO.

Nos primeiros dias perdi 2kg e lembro de ter ficado meio incrédula: “ah, com um copo d’água recupero esse peso“, afinal, foram anos sem conseguir emagrecer nada, como assim já tinha perdido 2? Mas os dois foram realmente eliminados, e não perdidos porque não voltei a encontrar rsrs. Aquilo me deu um gás sabe… Vi que poderia perder mais! Me agarrei nas indicações da nutri, virei a paciente chata que manda mensagem com dúvida de tudo e depois de um tempo, tudo ficou meio que automático.

O exercício ajudou demais, afinal a gente perde gordura mas tem que definir os músculos né? Os dois aliados não tem erro! Só que, é devagar. Bem devagar. Tem mês que não perco NADA, nenhum grama sequer, mas do nada, um kg some. O negócio é não desistir, porque quando a gente começa a ver as mudanças no corpo, vai dando cada vez mais vontade de fazer direito.

E vivem me perguntando: “Constanza, como é sua dieta? Conta pra gente o que você come todo dia!” Gente, minha dieta é MINHA dieta, é tão pessoal que não gosto de indicar muita coisa do que faço não. Só que reduzi o consumo de glúten e derivados de leite e gostei muito do resultado. Outra coisa que posso adiantar e acho que vale pra geral é diminuir o consumo de álcool. Ainda mais nessa pandemia que eu estava bebendo todos os dias, sim, TODOS OS DIAS! Não tipo alcóolatra, mas uma long neck um dia, uma taça de vinho outra, uma gin tônica outro dia… Daí minha nutri pediu para eu beber apenas 2 vezes por semana, moderadamente. Olha, como a gente desincha viu?

Bom, comecei essa historia toda em Outubro do ano passado, já são 5 meses que estou em reeducação e perdi quase 10 kg, estou atualmente com 66 kg. Estou super feliz, minha meta são 63 kg e vou manter o foco para conseguir até antes de Julho. Sei que não pode ter pressa, caso contrário a gente perde o foco e tem vontade de desistir! Tô mais disposta, animada, continuo odiando malhar mas vou de qualquer jeito, na força do ódio mesmo, mas me olhar no espelho e gostar do que vejo, vale esse “esforço”. Entre “aspas” porque comer direito e se exercitar não é mais do que nossa obrigação, cuidar do nosso corpo é cuidar da nossa moradia e como falei esses dias, é nossa escolha: ou cuida da saúde, ou cuida da doença. AHHHH, e meus exames melhoraram MUITO. Estavam ok antes, mas agora estão ótimos.

Pela primeira vez em MUITOS anos, em MUITAS tentativas frustradas de perder peso e emagrecer, estou conseguindo. Quando paro pra pensar que já se foram praticamente 10 kg, quase não acredito, pois não imaginava poder perder nem 1 kg sequer.

Ser “emagrecida” é fácil, rápido mas não é saudável e nem duradouro. Emagrecer é um aprendizado, lento, às vezes difícil, mas que quando o resultado vem…. ele fica!