LifestyleBeleza
Bem Estar, Novidades de Beleza
21 set 2020, 19 comentários

Pés Ressecados?

Tava pensando… essa quarentena teve tantos efeitos que a gente nem esperava… Jamais imaginaria que ficar 6 meses dentro de casa deixassem meus pés ultra ressecados e rachados! Mas só fico descalça e isso acabou com meus pezinhos. Fiz uma enquete no Instagram e MUITA gente está passando pelo mesmo problema! Resolvi reunir aqui as melhores dicas que recebi, caso você também esteja com os pés ressecados! Olha só o que me aconselharam:

  • Footner – foi um dos mais indicados e até comprei ele hoje. São umas “meias” de plástico com um liquido dentro. Você coloca o pé dentro desse plástico e em seguida coloca uma meia normal por cima pra segurar a meia de plástico. Fica uma hora e depois tem que lavar os pés. Eles descamam completamente em uma semana! Espero que dê certo. LINK
  • Bepantol – também MEGA indicado. Muitas meninas falaram para besuntar o pé de bepantol antes de dormir e por uma meia. LINK
  • Ureadin 20 – também indicadíssimo. Aliás, muitas falaram em cremes com uréia. O Ureadin é da Isdin e tem 20% de uréia. Quero comprar. LINK
  • Tônico de ácido glicólico, tipo aquele da The Ordinary. Dizem que fica pé de neném. Como morro de dó de usar o meu no pé, me falaram para passar o restinho que fica no algodão, depois que passar no rosto, no calcanhar. Parece que faz milagres. O meu tônico da The Ordinary comprei na Magaline Shop. LINK
  • Creme Sebo de Carneiro – NUNCA tinha escutado falar mas um MOOOOOOOONTE de gente indicou! Tem alta concentração de ureia e cacau e é baratinho, custa tipo 7 reais! Quando vir na farmácia vou comprar também hahaha. LINK
  • Urea Repair Plus da Eucerin, outro creme com uréia, mas esse tem 10%. O Ureadin tem maior %. LINK
  • Homeopast – também bastante indicado. Creme de alta hidratação, com calendula, aveia e lanolina. LINK
  • Creme Nivea da Latinha Azul – esse todo mundo conhece né? Também indicaram besuntar o pé e calçar meia ao dormir.
  • Vasenol (vaselina) – Besuntar o pé, por meia e dormir.
  • Oleo de coco, mesma coisa.
  • Gota Milagrosa, outra coisa que eu nem sabia que existia. É a base de glicerina. LINK
  • CeraVe para os pés – outro creme super hidratante com 3 ceramidas e acido hialurônico. Falaram muito bem dele! LINK

Além disso, uma receitinha se repetiu váaaarias vezes, anota aí: 100 ml de glicerina, 100% de agua oxigenada cremosa volume 10 e 10 comprimidos de aspirina infantil (ou Melhoral adulto) amassados até virar pó. Mistura tudo e passe no pé todas as noites durante uma semana e durma com meia!

Também indicara vaselina misturada com óleo de bebe e mesma coisa, passar no pé e dormir.

Ah, sempre que for passar um creme nos pés antes de dormir, para potencializar o efeito, é bom enrolar um plástico filme neles antes de por a meia!

Além disso, beber MUITA água e NÃO LIXAR os pés, pois lixar deixa eles mais grossos ainda.

  • Acho que as principais dicas para melhorar os pés ressecados estão aqui. Alguém tem mais dicas?
LifestyleComportamento
Bem Estar, Cotidiano
24 jul 2020, 81 comentários

Ser Ou Não Ser Vegetariano?

Aposto que estão lendo este título com estranheza, afinal eu nunca falei sobre isso e vivo comendo carne.

Sim, sou carnívora, adoro um churrasco e ao mesmo tempo AMO AMO AMO os animais. Contraditório, eu sei, e nem sei explicar se o fato de eu comer carne é vergonhoso e incompreensível ou não diante do meu amor pelos bichos. Sério, não sei me defender.

Mas bem, o Leo, meu marido, virou vegetariano. Já tem alguns meses e no começo eu falava: “mas você nem gosta de cachorro!” e não é que ele NÃO GOSTE de cachorro, é que ele nunca teve um na vida e não sabe como lidar com esse amor que a gente sente por eles e que nos faz tratar como se fossem pessoas da família. Leo nunca me forçou a virar vegetariana e eu nunca o forcei a voltar a comer carne, é questão de respeito mútuo mesmo.

Mas bem, esses dias ele me chamou e disse: “escrevi o motivo de ter virado vegetariano, queria que você lesse.” E eu li, e achei tão interessante que resolvi publicar para vocês.

Vem com a gente:

“Nunca tive cachorros ou gatos ou muita proximidade com animais. Quando criança, meu pai tinha alguns passarinhos, mas fora disso, meu contato com animais sempre foi distante.

Esse é um dos principais enganos quando me perguntam porque virei vegetariano. “É porque gosta de animais?

Outra coisa que supõem de forma errada tem a ver com questões espirituais. “Você é espírita ou segue alguma religião que obriga a não consumir carne?” A resposta é não. 

Embora eu tenha um interesse e procure um caminho espiritual, não é por este motivo.

Então, porque me tornei vegetariano?

Para entender isto, dois pontos são fundamentais.

Primeiramente, embora não tenha animais de criação, tem sido muito marcante perceber o carinho intenso e a relação de verdadeira amizade que diversos amigos, parentes e até minha própria esposa Cony, tem com seus animais de estimação.

Para muita gente, o animal de estimação chega a ser uma pessoa da família. Muitas pessoas tem uma relação tão terna com animais, que chega a ser uma prioridade cuidar deles, mais até do que de outros seres humanos. 

Isto tudo pra dizer que esse carinho com os animais é muito marcante e, embora não tenha um bicho de estimação, entendo perfeitamente o tanto que esses animais são queridos e acrescentam na vida das pessoas. Eles são capazes de demonstrar carinho, tem uma relação com seus donos que é inviolável como no caso dos cães, e tem sentimentos que, poderíamos dizer, remetem a emoções humanas, como alegria, dor, prazer.

Obviamente, os animais de estimação, como gatos, cachorros, etc, não são comidos, mas o que os diferencia de um bovino, um suíno, um leitão, ou outros animais que estão na cadeia alimentar humana? Tais animais também tem vida e sensibilidades. Também nascem com instinto a vida. É nosso direito tirar a vida deles? Temos essa possibilidade, mas eticamente é o melhor a ser feito?

Em segundo lugar, gostaria de contar minha experiência com a alimentação em si. Fiz um caminho que foi até mesmo natural, de reduzir o consumo de carnes, quando nem pensava em ser vegetariano ainda.

Comecei, naturalmente, a enriquecer meu prato com outros sabores. Comecei a acostumar e até curtir alimentos que nunca havia gostado. 

Ë curioso como nosso paladar se adapta e convido a todos para experimentar aos poucos novos gostos. É lógico que ao provar um brócolis, ou uma baroa, ou um repolho, pela primeira vez, a experiência não foi agradável para mim. Mas aos poucos, parece que o paladar acostuma, e alguns desses alimentos estão entre meus preferidos hoje em dia.

E com essa redução de carne, meio que sem querer, comecei a me sentir mais leve, com uma digestão menos pesada, com menos peso no estômago e gazes intestinais, o que foi positivo. Além disso, tem impacto nos níveis de colesterol, tive mais facilidade de manter peso, etc.

Do ponto de vista nutricional, é interessante saber que é plenamente possível substituir as carnes de forma muito eficiente com diversos alimentos como as leguminosas como feijão, lentilhas, grão de bico e ervilha e também produtos de origem animal mas que não são carnes, como ovos e queijos. Algumas colheres de feijão já substituem um bife, em termos de proteínas. A vitamina B12 é a mais complicada de ser substituída, mas uma vez que não me tornei vegano, ovos e queijos continuam na minha dieta e são fontes muito boas dessa vitamina.

Dessa forma, porque matar animais para matar a fome, se existem alimentos que substituem a carne plenamente?

Sabemos que a indústria da carne é também muito poluente e que desmata nossas florestas e degrada diversos recursos naturais. 

Enfim, esse assunto é muito mais amplo e tem diversos pontos de vista que não deu tempo de abordar.

Respeito quem consome carne mas existem boas razões para mudarmos nossos hábitos e fazermos escolhas em nossas vidas. Viemos ao mundo para aprendermos a viver e evoluirmos como seres humanos, e porque não fazer novas escolhas?”

  • Dá uma bela chacoalhada no cérebro né? Não sei se prefiro continuar fazendo “vista grossa”, se aprendo a defender o meu não vegetarianismo, ou se faço um mea culpa e assumo ser um ser não tão bom por gostar de comer carne. O que vocês acham?