Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
29 jan 2023, 10 comentários

Mi casa, su casa – Sala de Estar

Senta aqui na sala de estar e me diz: Como foi a semana fufu? Aqui foi muito bom retornar pras redes, falando do que eu amo fazer e com muita liberdade. Melhor ainda foi ver algumas pessoas de volta aqui, contribuindo e me enchendo de carinho nos comentários, muito obrigado.

Essa semana o tema é sala de estar, aqui pelas terras brasileiras a sala de estar geralmente tem acúmulo de funções. É Estar, TV, continuação do jantar, um pouco sala de jogos e mais recentemente em muitas casas também virou um pouco escritório.

Conforme a rotina de cada família essa sala vai precisar de mais ou menos coisas. Por isso é tão importante um planejamento. Medidas básicas, listar quais móveis tem prioridade, e por favor, muita atenção às circulações. Aquele sofá gigante que cabe toda a torcida da seleção brasileira que as pessoas insistem em ter fica feio, desconfortável e deselegante. Anota umas medidas “generalizadas” para circulações na sua casa de modo global:

Passagem mínima: 60cm. Ideal: 80cm, mas se você tem um espaço generoso, deixe 100cm. Por que eu digo generalizada? Pelo fato da necessidade de termos uma boa proporção, e resultar em um ambiente coerente. Por exemplo, um sofá de 320cm encostado em uma parede e com uma passagenzinha de 60cm do lado vai ficar bem bosta. Seria mais harmonioso uma luminária ou mesinha junto à parede, um sofá de 240cm e aí sim, uma passagem de 60cm.

Já conversamos sobre sofás em 2015, veja AQUI. Muito cuidado também com sofá em L. Um sofá com chaise ou uma composição de sofá e poltronas deixa o ambiente mais moderno, pois proporcionalmente temos mais itens de menor “peso”… quando eu digo peso aí é sobre o impacto que a peça tem no espaço. Lembra do “conjunto de sofás dois e três lugares”? Ele ainda existe nas lojas mais populares, mas basta dar uma olhada com 5 centavos mais de atenção nos sites de imagens pra perceber que dificilmente nos dias de hoje vemos ambientes com esses conjuntinhos, 99,5% das vezes são itens diferentes.

Para escolher o mobiliário eu sempre indico itens maiores e mais caros neutros e peças menores com bastante personalidade e que reflitam seu estilo pessoal. Brinque também com materiais. Tecido, couro, mármore, vidro, madeira… essa mistura também enriquece a decoração, e não deixem de lado a cor que você mais ama pra usar no sofá. Quem acompanha a mais tempo já sabe que eu defendo o impacto de cor no sofá, pra transbordar a cor que te deixa feliz pela sala.

E falando em decoração, uma pintura na parede, ou a inclusão de um revestimento, seja de um simples papel de parede ou um revestimento em pedra, painéis de mdf / madeira ou porcelanato são formas de mudar substancialmente um ambiente dentro de prazos e investimentos bem variados, ou seja, dá para encaixar para quase todo mundo.

Não deixemos de pensar em quadros, tapetes, almofadas e mantas, que podem adicionar cor e dar o tom de um ou outro estilo, sempre refletindo a personalidade de quem habita esse local.

Iluminação, ah o tema que é sempre tão negligenciado e talvez seja o segundo mais importante. Não é necessária uma obra para diversificar a iluminação nos seus espaços, atualmente temos recursos valiosos para que isso aconteça.

Pense em abajures, luminárias de piso, rebatedores para teto, e até arandelas podem ser feitas a partir de tomadas.

Quando eu falo em abajures e de luminárias de coluna (ou de piso) aproveite e coloque nessas peças lâmpadas inteligentes, que já estão bem mais acessíveis e que podem tanto ser utilizadas pelo celular ou um controle que elas mesmas trazem, como por comando de voz através de assistentes virtuais, como Alexa ou o Google Assistent. Controlar intensidade e cor da iluminação é algo que traz muito conforto e versatilidade na sua casa. E já que estamos falando disso…

Flexibilidade é um predicado que é muito bem-vindo ao se pensar em uma boa sala de estar. Podemos prever um sofá cama e podermos hospedar mais pessoas, um telão e transformar-se em um cinema, área para um computador e obtermos um outro posto para trabalho, uma mesinha para jogos se for do seu agrado, são muitas as possibilidades.

Como sempre, se tiver alguma dúvida, algo a complementar, coloca aqui embaixo nos comentários.

Para falar comigo diretamente, além do email azuosexclusive@gmail.com, pode mandar DM no Instagram @Lelodsgn Aproveita e me diga, como seria a sua sala ideal?

Imagens do post coletadas da internet e projetos autorais, caso reconheça, me avise para eu colocar os créditos.

Até a próxima semana!

#bença!

Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
22 jan 2023, 15 comentários

Mi casa, su casa – Hall de Entrada

2023 chegou e vai ter posts por aqui! Patroa liberou retornar com tudo por aqui e tudo que posso dizer é que teremos novidades na área de decoração e interiores aqui com mais frequência. Mas depois de tantos anos, tantos nomes já conhecidos tanto aqui quando na rede das fotinhos, me contem nos comentários, como vocês estão? Pode chamar no Instagram também, estou reativando meu perfil de conteúdo de design para ficarmos mais próximos. É o @lelodsgn

E vamos resgatar o drink do dia? Eu estou muito fazendeiro de apartamento, e hoje, apesar de estar nubladinho, tudo que eu queria era um belo suco refrescante, aceitam…. abacaxi com hortelã?

Minha ideia é um passeio por todos os ambientes de uma casa, então se tiver pergunta de qualquer ambiente residencial deixa nos comentários que já me ajuda a preparar as próximas matérias. E vamos começar por onde? Por ele, o ráu (ou rróu)!

Hall de entrada é aquele ambiente que você não precisa ter. É isso mesmo. Se tiver espaço, ótimo, mas não perca qualidade de vida para espremer um hall de entrada em um imóvel com metragem enxuta. Particularmente eu não acho que exista necessidade de sacrificar espaço para ele em apartamentos, a não ser que ele já seja previsto na planta, não há necessidade nenhuma de criar um hall onde só chegam pessoas anunciadas.

O hall, nada mais é que uma “porteira” para vários cômodos. Se fosse na rua ele seria uma rotatória. Falando de utilidades, devemos ter uma dimensão onde você pode ter um aparador para deixar chaves, boletos, apoiar uma compra ao chegar em casa. Se teu espaço permitir, o próximo passo é ter um assento para pôr/tirar sapatos, caso seja seu desejo.

Esse hall também costuma ser muito bem decorado. Ele é muito amigo do lavabo, que é a drag queen da casa, mas menos afrontoso, é mais como uma prima perua do interior do que uma drag-cômodo.

Para decorar? Espelhos, iluminação dramática, cores que representem a personalidade dos moradores, arte. Como recepcionamos as pessoas aqui, nosso hall quando existir não deve passar desapercebido.

E não necessariamente ele precisa custar caro. Pois recentemente fiz um projeto pra uma leitora do Fufu diretamente da Bahia. Ela estava chegando em um novo imóvel alugado e na distribuição da sala cabia um mini hall. Formado por apenas 3 itens ele faz bonito ao receber moradores e visitas.

Let´s get real here: Aparador R$ 417,00 Espelho grande R$ 277,00 e luminária de coluna R$ 658,00. Caso fosse um projeto apenas de hall, por menos de R$ 1.800,00 um belo ambiente -já considerando o investimento no meu projeto também – estaria completo.

Em suma, tratando-se de um imóvel de locação, tudo que foi aplicado vai junto na mudança depois. São todos itens que podem ser adquiridos pela internet, sem necessidade do investimento com um marceneiro e desenvolvimento de mobiliário exclusivo. Incluí na proposta uma textura (ou papel de parede) no fundo, porque mesmo que você tenha que retirar depois, vale a pena investir numa casa que te faça feliz, que te faça se sentir representado e pertencente do local onde você vive.

Caso esteja em fase de projeto para construir seu imóvel, vale a pena pedir pro profissional para ter esse espaço. Sobretudo em casas é ótimo poder abrir a porta, deixar o ar fluir e o hall neste caso serve como um bloqueio visual para curiosos. Além de muitas outras funções que ele pode ter, adequando-se a rotina de cada família.

O hall pode ter as mais distintas medidas imagináveis. Em apartamentos ele pode inclusive estar fora da unidade, desde que o condomínio permita e o(s) vizinho(s) concorde(s). Acho que o item mais característico e que eu sempre tento incluir é um espelho. tudo por causa daquela conferida antes de sair de casa, que é sempre muito bem vinda:  Baton no dente, cabelo de louca(o), calcinha marcando 9:00 no popô não é legal.

Se você não é adepta da calcinha modelo meia noite, que seja 13:50 né? A elegância está nos menores detalhes.

Vamos para umas inspirações?

Aí você me pergunta, e se eu quiser gastar o mínimo possível e ainda assim dar uma animada na entrada da minha casa? Vai de tinta, ou de adesivo… vale até plantinhas permanentes:

Se o problema é não ter espaço, aplicar formas geométricas também é um recurso que faz milagre. Falando em recursos, vou descrever alguns recursos dos quais tirar partido, combinados ou não, para montar um hall de sucesso:

Cor diferente + espelho;

Papel de parede + quadro por cima;

Aparador = abajur ou luminária de piso;

Plantas + poltrona.

Quem me lê, sabe que eu não acredito em regras, apenas em direcionamentos, em aprender composições. Mas faça do seu hall algo que transmita sua personalidade. Porque não um balanço? Ou uma fonte?  Enquanto você não interfere em outro indivíduo, vale tudo para ser feliz.

Agradecendo desde já a quem lê o Fufu AND não esqueçam de comentar e sugerir temas, ou deixar suas dúvidas de qualquer ambiente para nós trabalharmos colaborativamentchy nas próximas informações.

Imagens autorais e também da internet, caso não queira alguma imagens sua aqui entre em contato para substituição.

#Bença!