Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
03 nov 2019, 20 comentários

Tem jeito decor 58- Mountain High

Olá Fufuland!

Hoje teremos trilha no post, porque é uma das minhas musgas preferidas, e tem tudo a ver com o projeto da Liliane, PLAY:

E se alguém foi assistir esse show, prfvr, não me conte porque essa é uma frustração do fã aqui. E se você foi no outro show, que também já acabou, não me conte either, frustração de fã [2]. #Gratidão

Liliane mandou o seguinte email:

“Lelo,
Adoro seu jeito bem humorado e fico aguardando suas dicas de decoração.
Help-me!! Construímos uma casa nas montanhas capixabas com pretensão de vender, mas vamos curtir-lá um pouco antes.
Uma casa nas montanhas é um sonho, mas só conseguimos por causa de um investimento anterior, não teríamos condições financeiras para tanto. Assim, tudo que colocamos lá é com muito suor.
Vamos lá:

A sala e a cozinha são integradas, o pé direito é alto, a sala por enquanto só tem um jogo de sofá de madeira que compramos usados e mandei acertar o estofado.


A ideia era deixar a tv na parede de frente da entrada, mas tô achando que esse jogo de sofá ocupa muito espaço, colocar uma mesa de jantar e uma bancada separando a cozinha ou apenas uma mesa entre a cozinha e a sala? a parte da cozinha sem pintar vai ser revestida.


Se fizer dois ambientes sala de estar e jantar preciso colocar dois lustres?  A sala estar/jantar tem uns 25 m2.

Lelo, tá um quadro em branco, mas tô com dificuldades de achar um jeito. Segue a planta, se puder explicar como usar cortinas pq as janelas são baixas e o pé direito é alto.

Também fique a vontade para sugerir uma cor ou detalhe para a fachada da casa, ainda vamos pintar.
A casa é muito gostosa passamos o final de semana lá, primeira vez, ainda tá meio acampamento, já que falta muita coisa,mas meus filhos adoraram.

Se soubesse que vc existia de verdade tinha tirado mais fotos, ainda temos que ajeitar o quintal, tá com resto de obra, mas aos poucos vai tomando cara de lar. 
Já ansiosa pelo meu tem jeito.
Obrigada
!”

Liliane, que casa incrível! Tem muito potencial, como você disse, uma tela em branco. Acabei fazendo dois estudos um pouco diferentes, porque o layout que vocês pensam, inclusive já deixaram os pontos preparados para isso, talvez não seja o mais acertivo para enaltecer a grandiosidade dessa casa. Pega o chocolate quente e #VEMKOTIO!

Nessa primeira versão eu fiz uma proposta com um pequeno hall de entrada, com as duas poltronas que já foram adquiridas, uma mesinha que serve de apoio para trabalhar rapidinho num notebook, fofocar com uma amiga, fazer uma ligação pra família e com certeza, contemplar a vista. Logo atrás posicionei um sofázão (250×105) de frente para a televisão – afinal, não vai ser numa casa que é um refúgio que vamos deixar de assistir as séries, filmes e campeonatos sem estarmos jogados confortavelmente. Essa disposição está seguindo os pontos elétricos que vi nas fotos.

Fiz uma cozinha bem de casa de fazenda, super funcional e com um mesão (180×90) para a família toda.

Confesso que nessa versão me preocupei mais com os custos. Então incluí um painel até a altura da passagem para o corredor, e para cima, um papel de parede com textura de linho, para ficar aconchegante e criar uma área de interesse, um lustre sobre a mesa de jantar um tapete no hall de entrada. Aquele relógio é para esconder o quadro de luz 🙂 mas também é muito útil ter um relógio, especialmente na cozinha.

No caminho para o setor íntimo, três espelhos refletem a luz e trazem aquele brilho e glamour que precisamos para deixar os ambientes mais interessantes. O mobiliário da cozinha eu alinhei com a altura das portas, e utilizei um revestimento tipo tijolinho branco, pra dar uma iluminada naquele canto. Também sugeri todos os balcões inferiores em um acabamento amadeirado, conversando com o home e trazendo um conforto psicológico, e a torre e os módulos superiores, em um tom de cinza ou bege clarinho, fugindo do branco para não “apagar” o estrelismo do tijolinho. Usei um cooktop, mas é perfeitamente possível manter seu fogão, apenas te peço que quando fizer o mobiliário mova o botijão para fora por questões de segurança, especialmente em um imóvel que terá uso esparço. (Aliás, já pensou em colocar no Air B n B?) Bom mesmo seria investir em um cooktop de indução, muito mais seguro.

Agora vamos falar do pé direito duplo.

Não haverá possibilidade de você fugir de mega cortinas não. SE as esquadrias tivessem espaço para embutir uma rolôzinha, até seria possível disfarçar, entretanto usar uma cortina baixa com pé direito duplo é o cúmulo da feiúra (e da economia porca).

O resultado é um “achatamento” do principal diferencial da construção. então em algum ponto, essa escala grandiosa precisa ser celebrada. As cortinas fazem isso muito bem, e nesse caso utilizei duas pinturas exageradas (160×160 cada) pra causar aquele sirico-tico de inveja na sogra.

Agora a segunda versão.

Novamente fiz um mix de coisas que você sonhou com o que eu acho que funcionaria melhor. Neste outro layout, temos uma mesa generosa com diâmetro de 160cm e pé central, assim acomodamos seis pessoas confortavelmente. Girei o home para a porção entre as janelas, fugindo de reflexos, dando oportunidade de que quem estiver cozinhando consiga espiar a tela mais facilmente e mantendo a mesma proposta de lareira (já explico, guentae) uma das poltronas vintage que você tem e mesas de apoio.

Como eu falei antes, pé direito duplo precisa ser jogado (sem dó) na cara da sociedade, tem que levar as coisas até lá em cima pra pessoa chegar e Pá! Ser obrigado a erguer o queixo procurando NAONDGEE que isso acaba. Lustre também somente vejo necessidade sobre a mesa (gosto de deixar a 190cm do chão, mas depende de onde sai a luz propriamente).

Não sei como foi a assessoria que foi contratada contudo, na Nest quando trabalhamos com vãos altos raramente exploramos luzes no teto. É muito mais glamouroso usar arandelas, luminárias de coluna e outros recursos. E mais um ponto a se pensar é a manutenção. Em um ambiente com altura acima de 300cm precisamos (quase sempre) alugar um andaime pra trocar uma lâmpada, que dizer: Ninguém troca, vai ficando uma favela trevosa até que queima tudo e fazemos um aluguel só pra trocar todas.

Aqui, mantive os acabamentos da cozinha, porém já inclui um tijolinho bege, e fiz uma brincadeira com um tom azul “anoiteceu” acima do mobiliário da cozinha. Isso com uma barra iluminando de baixo pra cima ficaria deslumbrante e o custo e baixíssimo.

Você não bebeu todos os drinks bonitos com ácudo hialurônico da festa da Cony, tem quatro quadros ali sim. Quatro generosos quadros (140×140) que para terem um custo amygo, podem ser uma imagem comprada da internet e impressa em canvas, ou então comprar as 4 telas em branco e seguir algum tutorial youtubístico para deixar esse paredão deslumbrante. Esse painel na parede “fecha” o ambiente da sala de um jeito bilionário, e é só um revestimento coladinho na parede mesmo. Pode fazer com chapa de 15mm e o negativo tem 9mm (esse detalhe está alinhado com a porta/janelas – esses detalhes fazem a diferença):

Na primeira versão “escondi” a coluna atrás da cortina, nessa tirei proveito dela para afastar o painel e passar a fiação do televisor. É uma proposta mais poderna, onde o aparelho fica deslocado no painel, centralizado com o sofá, resultando em menos material e mais leveza (apesar de ir até o teto).

A lareira em questão, é uma lareira ecológica, alimentada por álcool de cereais, que exige um vão livre de 60cm de altura para não queimar o que tem acima dele. Sempre fazemos um grande nicho em pedra, assim tudo fica mais seguro. Um litro de álcool de cereais proporciona até 6 horas de calorzin.

Nessa segunda cozinha, a única diferença é que tirei um gaveteiro da ponta e segui com uma bancada:

Atente-se que eu fiz uma bancada “média” pois se ela fosse baixa (que segue altura de mesa 73-78cm) ia ficar parecendo um canto de castigo, visto que tem uma mesa do lado. Se fosse alta (105-110cm), formaria um “dente” nada elegante no mobiliário. então apenas “apoiei” essa chapa vindo da pedra que você já tem e descendo na lateral formando um pé. Para essa bancada, que deve ficar entre 95 e 97cm você precisa de banquetas com assento próximos de 60cm, que não são muito comuns por terra brasilis.

Particularmente não gosto da bancada ali. Preciso o fluxo solto. Aliás fiz ela um pouco menor do que a proposta da sua planta, deixei com 210×40. fica mais concisa e ainda totalmene funcional.

Para quem gosta de medidas: uma medida de largura mínima para bancada de lanches é 60cm por pessoa. E a profundidade para servir é 35cm, então 230x50cm tem sobras desnecessárias. Só espreme a passagem e não permite que outra pessoa sente de frente.

Não tenho informação nenhuma sobre a sua fachada, e nosso combinado aqui é um ambiente por pessoa 😉

PORÉM, fuja do comum, “camufle” a casa com os tons mais escuros e revestimentos amadeirados, fica elegantérrimo.

Desculpe a demora Lili. Acabei me atrasando (9 horinhas para fazer esse post- jantei pipoca aqui na frente do computadô.)

Fufu-delícias, ajudem com mais ideias nos comentários.

#Bença!

Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
20 out 2019, 24 comentários

Tem Jeito Decor 57 – Sala Rycah

Olá Fufucitizens! Tudo bem com vocês? Já estou na correria de final de ano, então o caos em breve será instaurado, HAHAHA.

A Laura mandou um email pleníssimo pedindo ajuda. Vem ver a história dela:

Lelooooo!
Tudo bem? Gostaria de dizer primeiramente que sou sua fã número 1! Adoro suas ideias e também seu senso de humor. Leio a coluna às segundas feiras, e seus textos me alegram e inspiram para iniciar bem a semana!! Essa semana acho que vai usar beem o seu ar condicionado, porque pelo menos em Porto Alegre o verão chegou!!

Agora, vamos ao assunto:Eu e meu marido compramos uma casa em Porto Alegre, bem grande porém bem antiga, e reformamos ela inteira. Por motivos de “acabou a grana”, não conseguimos mobiliá-la toda. Fizemos apenas o mínimo essencial para nos mudarmos.Agora estamos projetando os móveis e já definimos várias coisas. Porém a sala de TV está nos tirando do sério. Já fizemos projetos com pessoal de marcenaria, e também com nossa arquiteta, mas não ficamos felizes com nenhum desenho….. Mas tenho certeza que você vai poder nos ajudar!!
A planta da sala é assim:

O problema está no desenho da área da TV. Ali onde tem uma lareira já está meio resolvido, deve ficar assim: (só pra saberes o estilo mais ou menos, mas pode ficar à vontade pra dar uns pitacos)

Seguem algumas fotos de como está o ambiente por enquanto: (não repare na bagunça por favor)

De mobiliário definitivo temos apenas o sofá, que compramos recentemente meio que por impulso, mas na hora de alocar achamos que ficou grande demais e faltaria circulação e um lugar pra colocar uma mesinha lateral. Ele tem 3,10m de largura total. Pra adequar ao espaço nós optamos por separar um dos módulos e colocar “em L”, e pensamos em fazer um móvel sob medida pra unir as duas partes, tipo uma mesinha com móvel nas costas do sofá pra colocar itens acessórios à piscina que tem no quintal (ex bóias, brinquedos, almofadas etc). 
Te envio algumas fotos que nos serviram de inspiração pra saberes o estilo que pensamos pra nossa sala. Em resumo, queremos uma sala linda, porém acolhedora e confortável!

Então, se tiver qualquer dúvida me fala! Te juro que se você conseguir resolver nosso problema vou te contratar pra fazer os projetos do andar de cima onde ficam os quartos. 😉
Espero q a minha mensagem seja escolhida antes de o meu marido pirar! Kkk
Beijos e até mais! 

Laura” 

Primeiro, muito obrigado pelo carinho Laura! Estar aqui com vocês me fez crescer muito como profissional e também como pessoa. É maravilhoso trocar experiências a cada post, cada comentário, cada mensagem que recebo.

Agora vamos pro job! Que casarão espetacular! Não importa que acabou a grana… no @Joy106D estamos com o mesmo problema, HAHAHAAH.

A base que criaram para a casa está muito facil de trabalhar, o piso tem um tom neutro, e com esse pé direito inacreditável e sala ampla é fácil de trabalhar. Gostei bastante da proposta para a lareira. Quando vi as referências do que desejam para o home, e o item quejá compraram, entendi o dilema. Eles não se combinam, e não tem despacho que faça essa turma andar junto.

Todo o moniliário que te agrada nas referências tem uma horizontalidade bem modernista, textura de cimento queimado ou tijolinhos…. e o projeto da lareira vai mais pro lado do contemporâneo, com paredes revestidas em madeira, mármore em tons sóbrios (prepara o bolso para esse item que vai ser um baita rombo) e estofados de linhas limpas e simples. A verdade é que por ser um pé direito alto, qualquer composição mais horizontal fica estranha, porque fica desproporcional. seria necessário reambientar a lareira para que tudo ficasse delicado numa proposta mais linear.

Fiz uma proposta misturando um pouco dos dois mundos, e vou pontuar também umas tretas sérias pelo caminho. #vemkotio !

Realmente 310cm de sofá é uma medida generosa e sei que foi tentador e irresistível comprar a peça. MAS acredite em mim, fazer dele uns transformer, só vai deixar a situação pior. Como os módulos são bem profundos e essa mesa no canto que estão considerando vai parecer um espaço de oferendas. Não vai fazer sentido nenhum ter esse espaço gigante desperdiçado. Minha sugestão é comprar um módulo de canto, transformando ele num sofá em L de verdade, ou então substituí-lo por um com 270cm de largura, solto nas duas laterais. Com essa disposição de sofá menor e livre nos canto a composição parece ser mais convidativa, e podemos incluir mais uma poltrona Egg e um puff de 150cm de largura.

Considerando qualquer das opções, eu usaria um aparador com abajoures e decorações atrás do sofá, pois ele também é parte importante para a sala da lareira/música.

Já o móvel para TV, tentei unir o que te agrada com o que já haverá do outro lado, simplificando para não pesar, nem parecer que fugiu o marceneiro e teve que complementar o ambiente com outra pessoa.

Nas laterais coloquei painéis de madeira desde o rodapé até o teto, e como o pé direito é alto, vai ter uma emenda. Desculpe meus colegas de profissão que não tomam esse cuidado, porém na Nest a gente gosta de mostrar a vida como ela será. No seu caso, optei por fazer um painel com 100cm em cima, e outro até completar a parte debaixo. Como existe limitação de painéis de 270cm, é sempre bom ver essas questões técnicas. Até porque na sequência usei um belíssimo espelho champagne, com a mesma largura e com a mesma divisão, por motivos de: espelho muito grande custa muito caro. E se conforme o tamanho tem que aumentar muito a espessura o que encarece outra vez. O espelho traz o brilho e o glamour que você está buscando pelas referências que mandou. Para ficar tudo coerente, use a largura do detalhe do gesso para definir o tamanho dessa composição de madeira + espelho na parede.

Para a porção central eu apliquei uma textura de tijolinhos, também presente nos ambientes que te agradaram e defendo que será uma opção mais elegante do que o prostituído cimento queimado.

PS: VOLTAY JENT! Ficou um pouco vaga a explicação do tijolinho. É que o termo mais adequado seria revestimento de tijolinho, não textura. Textura é o que a gente procura para aplicar nas maquetes 3D. Vou deixar uma opção aqui para a Laura, e para ilustrar melhor para vocês o que eu gostaria que fosse aplicado ali. A marca Castelatto (lusho, poder e ryqueza) tem a linha Ecobrick e o Stone marfim com certeza faria sucesso nesta sala. Veja esse projeto lindo da Arquiteta Mariana de Araújo Oliveira:

Foto: Fav Jr.

Agora temos que falar sobre o ar condicionado. QUENHÉ que foi o filho de uma ronca-e-fuça, que inventou de colocar essa evaporadora num lugar que não é nem centralizado com a parede, nem numa faixa lateral? Faça o favor de maltratar essa pessoa com requintes de crueldade. Se for arrumar, centralize, é a posição mais agradável aos olho… agora, se estiver sem ânimo pra isso, aceita que dói menos…

As vozes na minha cabeça: Eu ia dar com a testa de quem instalou la lateral do ar (segurando pela nuca ) até que o negócio chegasse no centro da parede e ficasse bem retinho.

Agora a parte decorativa. Um tapetão é um must have, especialmente no sul. Sei que agora POA tá uma filial do Saara, mas em abril você vai lembrar de mim. Um geométrico com fundo claro fará tudo ficar ganhar destaque e imponência.

Sempre que eu projeto para alguém do sul eu tenho medo de ofender, então nunca faço propostas em azul, nem vermelho. Como tô cansado de verde, hoje fui de lavanda, mas você poder optar por qualquer tom que faça seu coração acelerar.

Usei o mesmo tom grafite dos nichos da área da lareira para o móvel abaixo da TV, e uma composição de mesas em mármore, espelho e seat gardem, que são super úteis para levar las larerais do estofado e dar suporte para a pipoca e/ou bebidinhas. Aqui foi uma mesa de mármore de 80x25x80, duas mesinhas de espelho de 40x30x40 e 2 seatgarden de metal e madeira de 40x45x40. Como parede pelada não é agradável, 4 quadros de 80×80 preenchem o espaço e trazem vida. Na lateral direita do home-titi optei por uma luminária de coluna, entretanto, se te agradar uma planta altaé uma opção super válida, eu apostaria em um bambu mussô. Apenas uma dica: não use nada muito alto nas laterais (especialmente no lado direito) se não centralizar o ar condicionado porque deixa um lado muito mais pesado do que o outro.

Espero ter ajudado, ao menos, a entender o que está fazendo você e o husband detestar tudo que propõe para a sala.

Boa sorte com a sala rycah!

Fufuzada, não esqueçam que eu ADORO ler as dicas de vocês nos comentários, então contem pra gente o que acham que poderíamos fazer também.

Na fila do #TJD temos Liliane e depois a Jeane então se alguém mais quiser, é só mandar no email (azuosexclusive@gmail.com) imagens, se possível algumas medidas e falar sobre o que gostaria que tivesse no ambiente.

#Bença!