Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
22 jan 2023, 15 comentários

Mi casa, su casa – Hall de Entrada

2023 chegou e vai ter posts por aqui! Patroa liberou retornar com tudo por aqui e tudo que posso dizer é que teremos novidades na área de decoração e interiores aqui com mais frequência. Mas depois de tantos anos, tantos nomes já conhecidos tanto aqui quando na rede das fotinhos, me contem nos comentários, como vocês estão? Pode chamar no Instagram também, estou reativando meu perfil de conteúdo de design para ficarmos mais próximos. É o @lelodsgn

E vamos resgatar o drink do dia? Eu estou muito fazendeiro de apartamento, e hoje, apesar de estar nubladinho, tudo que eu queria era um belo suco refrescante, aceitam…. abacaxi com hortelã?

Minha ideia é um passeio por todos os ambientes de uma casa, então se tiver pergunta de qualquer ambiente residencial deixa nos comentários que já me ajuda a preparar as próximas matérias. E vamos começar por onde? Por ele, o ráu (ou rróu)!

Hall de entrada é aquele ambiente que você não precisa ter. É isso mesmo. Se tiver espaço, ótimo, mas não perca qualidade de vida para espremer um hall de entrada em um imóvel com metragem enxuta. Particularmente eu não acho que exista necessidade de sacrificar espaço para ele em apartamentos, a não ser que ele já seja previsto na planta, não há necessidade nenhuma de criar um hall onde só chegam pessoas anunciadas.

O hall, nada mais é que uma “porteira” para vários cômodos. Se fosse na rua ele seria uma rotatória. Falando de utilidades, devemos ter uma dimensão onde você pode ter um aparador para deixar chaves, boletos, apoiar uma compra ao chegar em casa. Se teu espaço permitir, o próximo passo é ter um assento para pôr/tirar sapatos, caso seja seu desejo.

Esse hall também costuma ser muito bem decorado. Ele é muito amigo do lavabo, que é a drag queen da casa, mas menos afrontoso, é mais como uma prima perua do interior do que uma drag-cômodo.

Para decorar? Espelhos, iluminação dramática, cores que representem a personalidade dos moradores, arte. Como recepcionamos as pessoas aqui, nosso hall quando existir não deve passar desapercebido.

E não necessariamente ele precisa custar caro. Pois recentemente fiz um projeto pra uma leitora do Fufu diretamente da Bahia. Ela estava chegando em um novo imóvel alugado e na distribuição da sala cabia um mini hall. Formado por apenas 3 itens ele faz bonito ao receber moradores e visitas.

Let´s get real here: Aparador R$ 417,00 Espelho grande R$ 277,00 e luminária de coluna R$ 658,00. Caso fosse um projeto apenas de hall, por menos de R$ 1.800,00 um belo ambiente -já considerando o investimento no meu projeto também – estaria completo.

Em suma, tratando-se de um imóvel de locação, tudo que foi aplicado vai junto na mudança depois. São todos itens que podem ser adquiridos pela internet, sem necessidade do investimento com um marceneiro e desenvolvimento de mobiliário exclusivo. Incluí na proposta uma textura (ou papel de parede) no fundo, porque mesmo que você tenha que retirar depois, vale a pena investir numa casa que te faça feliz, que te faça se sentir representado e pertencente do local onde você vive.

Caso esteja em fase de projeto para construir seu imóvel, vale a pena pedir pro profissional para ter esse espaço. Sobretudo em casas é ótimo poder abrir a porta, deixar o ar fluir e o hall neste caso serve como um bloqueio visual para curiosos. Além de muitas outras funções que ele pode ter, adequando-se a rotina de cada família.

O hall pode ter as mais distintas medidas imagináveis. Em apartamentos ele pode inclusive estar fora da unidade, desde que o condomínio permita e o(s) vizinho(s) concorde(s). Acho que o item mais característico e que eu sempre tento incluir é um espelho. tudo por causa daquela conferida antes de sair de casa, que é sempre muito bem vinda:  Baton no dente, cabelo de louca(o), calcinha marcando 9:00 no popô não é legal.

Se você não é adepta da calcinha modelo meia noite, que seja 13:50 né? A elegância está nos menores detalhes.

Vamos para umas inspirações?

Aí você me pergunta, e se eu quiser gastar o mínimo possível e ainda assim dar uma animada na entrada da minha casa? Vai de tinta, ou de adesivo… vale até plantinhas permanentes:

Se o problema é não ter espaço, aplicar formas geométricas também é um recurso que faz milagre. Falando em recursos, vou descrever alguns recursos dos quais tirar partido, combinados ou não, para montar um hall de sucesso:

Cor diferente + espelho;

Papel de parede + quadro por cima;

Aparador = abajur ou luminária de piso;

Plantas + poltrona.

Quem me lê, sabe que eu não acredito em regras, apenas em direcionamentos, em aprender composições. Mas faça do seu hall algo que transmita sua personalidade. Porque não um balanço? Ou uma fonte?  Enquanto você não interfere em outro indivíduo, vale tudo para ser feliz.

Agradecendo desde já a quem lê o Fufu AND não esqueçam de comentar e sugerir temas, ou deixar suas dúvidas de qualquer ambiente para nós trabalharmos colaborativamentchy nas próximas informações.

Imagens autorais e também da internet, caso não queira alguma imagens sua aqui entre em contato para substituição.

#Bença!

Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
19 fev 2017, 42 comentários

Tem Jeito Decor 30 – Sapucaí da Alessandra

Fufus! Faltando uns diazinhos para o carnaval me chega essa belezura!

Mentira, tá na fila faz meses 🙁 #sorry mas eu tô fazendo na ordem… nem tem saído muitos Mi Casa Su Casa, pra adiantar essa coluna =D

Então a Alessandra comprou um apartamento, e ele tem uma sapucaí na entrada. Como é um prédio não vamos poder ESTAR CHAMANDO a bateria da Grande Rio pra ritmar o post.

Vamos ver o que essa Fufu deseja:

“Oi Lelo! Adoro sua tag no Futilish, já me deu muitas ideias novas para o ap novo que comprei com meu namorado! Mas tem algo que tenho medo de errar muito que é esse corredor enorme na entrada!

Ele tem quase 6 metros de comprimento até acabar essa parede da esquerda. Já pensei em colocar quadros, aparador no centro com um espelho, mas minha maior dúvida é como deixar essa sensação de corredor infinito um pouco mais suave! A parede lá do final é da sala de jantar, e terá uma mesa (que ainda não foi decidida) encostada contra parede e com esse lustre em anexo abaixo.

Acredito que essa parede do fundo também deve ser importante para amenizar a sensação de corredor infinito.Essa abaixo é a planta do ap.

Pra você ter uma ideia, a nossa cozinha será em tons brancos, com portas de espelho em cima e de vidro preto abaixo, com o granito preto e os eletros todos de inox. Nosso sofá será cinza, painel provavelmente branco,e a bancada é branca. Enfim, estamos seguindo essas tonalidades e tentando colocar cor nos acessórios. A largura do corredor é 1,2m e o pé direito tem mais ou menos 2,45 com forro de gesso já. Já pensamos em inverter a sala de estar e de jantar, mas não tínhamos ideia de como deixar os espaços bons.
Me ajudaaa Lelo, agradeço desde já e um beijão!”
Menina, assim como eu já te disse no email, parabéns pelo apto novo =D
Infelizmente eu não tenho como não salientar um detalhe sobre seu corredor … que vai ficar lindo, já já você verá. Mas precisamos atentarmo-nos que ele custou praticamente 10% do valor do seu imóvel. E isso é muito dinheiro pra colocar num corredor. Façamos de conta que seu ninho de amor custou 300 mil… esse corredor vale 30K !
Vamos tratar ele com carinho.
Você está certíssima, a parede lá do fundo é importante para que a sensação de profundidade seja maior ou menor. Ela precisa ser clara, porque uma superfície escura dá impressão de maior distância. E também não deve ser espelhada, pois refletiria essa profundidade e evidenciaria a longa distância.
A ideia na verdade é compartimentar o corredor pra ele parecer mais curtinho. Como o pé direto é um pouco baixo, mas a largura do corredor é boa, vamos tirar proveito disso.
Pega o salto e vamos tudo desfilar no corredor #vemkotio!
Opção 01
A opção um é bem decorativa-contemporânea-pensadora-poderosa:
Basicamente eu separei 1,30m na entrada e 1,30m no fical do corredor e meti o pau… construí colunas na parede e no teto em madeira freijó.
A parede também ganhou uma tinta grafite (quase preto) fosca, criando uma ilusão de profundidade.
Então o que falta? falta um lugar para deixar a chave, a bolsa e etc…
Um buffet em laca branca e portas espelhadas serve para apoiar essas coisas todas, e para preencher o espaço entre as janelas, 2 luminárias de coluna e caso você aprecie um toque mais clássico, dois espelhos venezianos.
  
A descrição do teu imóvel está bem branco e preto. Talvez um de vocês (ou os dois) sejam corintianos ou santistas, então eu evitei o verde e sugeri uma mesa azul petróleo, pra dar vida ao espaço.
Como eu disse antes, precisamos fazer a parede do jantar ficar clara para que ela não denuncie o longo espaço entre ela e a porta.
Agora vamos pra segunda?
A segunda é super atual – com várias referências ao clássico:
Painéis com arandelas embutidas, espelhos bisotados e novamente a parede um pouco mais escura.
Os dois painéis brancos ficam soltos no início e no final do corredor 40cm e também estão soltos do teto e do chão 15cm.
Os 8 espelhos bisotados fazem alusão ás boiseries, uma releitura glamourosa das molduras de castelos.
Claro que, nos castelos essa moldura variava em riqueza de detalhes e ornamentações conforme a excentricidade e fortuna do país.
No castelo de Versalhes (construção 1664 até +- 1730) um dos palácios que eu mais admiro, o Titio Louis  XIV tava podendo, tava pegando a corte geral, amava a cunhada casada com o irmão meio baitola, a mulher dele viu a coisa ficar preta e pariu um herdeiro negro…  então se ele já estava nesse circo, porque não socá ouro nas paredes, não é:
Inxalá! Chega de aulínea de história.
Logo em frente aos espelhos, um aparador com vasos decorativos, plantas e espaço para apoio de chaves, carteira etc… deixe uma bandeja bonita pra essa função aí. Isso tudo será refletido no espelho, que também proporcionará mais luz através do reflexo da janela:
As outras paredes estão em um cinza moderno, o aparador preto e branco, com vasos e bandeja de flores recebem quem chega.
Os dois garden-seats, que são peças coringa, preenchem e enobrecem o hall e ainda podem migrar em dias de festa e serem novos assentos ou mesas de apoio para bebidas e aperitivos.
Essa visão de quem chega ao apartamento me parece muito nobre. Nessa versão o azul é um pouco mais royal, pois eu gosto dele contrapondo com o dourado.
AND hoje vai ter opção #03!
Contudo, vamos bebericar um cadin que ontem eu fiz cosplay de gênio e entrei na garrafa de espumante:
Na opção três, eu fiz uso daquelas cores que a humanidade ama: bérge, bérgin e berjão.
A parede esquerda de quem entra, ganhou um tom marrom chocolate-com-leite, acabamento fosco, e foi adornada com diversos quadros.
Eu propus aqui pôr do sol, pois a ideia é de que seu corredor seja uma galeria, com luz direcional e obras que tenham algo relativo entre elas.
Na parede em frente, plantas altas e 2 cadeiras, como se fossem um convite para sentar e apreciar seu espaço de arte.
No fundo da parede de jantar, um revestimento 3D – o da imagem é o modelo Duna da Castellato, que tem ondas maravilhosas e que deveria ser branco, mas meu computador resolveu que elas são bege. Confesso que gostei. No espaço entre o hall e o jantar, um buffet suspenso acomoda um bar. E a parede recebeu faixas de espelho champagne.
Espero que algo tenha agradado vocês Alessandra, muito obrigado por participar e pela paciência. Sei que vai ter bastante Fufu comentando e contribuindo com ideias incríveis.
Obrigado por lerem, por participarem, por acompanharem essa minha patroa magnânima no Instagram @Futilish e por me prestigiarem também pelo Instagram e Snapchat, meu usuário é @tiolelofoz.
Eu recebi vários Tem Jeito Decor estas últimas semanas e não pude responder todos, mas podem deixar que assim que der eu mando um alô!

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.