20
Sep 2015
Mi casa, su casa – Vazio
Mi Casa Su Casa

Fufu, já pensou no vazio? Não, eu não estou falando da minha conta bancária.

vazio

Nem de fome por que, né, falou em vazio, a Gervázea ( minha lombriga de estimação ) já urra pedindo alimentos.

va-zi-o
adjetivo
  1. 1.
    que não contém nada (ou contém apenas ar) ou quase nada.
    “copo vazio.”
  2. 2.
    em que não há ou há poucos ocupantes ou frequentadores.
    “um cinema vazio.”

 

O vazio é muito importante na decoração, sem ele, os ambientes ficam pesados e muitas vezes incômodos. É algo sensorial, que a gente não entende direito, mas simplesmente “percebe”.

Sabe aquela casa de tia quem tem vasinhos, toalhinhas, bibelozinhos, bandejinhas em profusão?

Ou aquele escritório que tem 7 trilhões de livros colocados numa estante de qualquer jeito? Que aí vocÊ olha e só quer dar um jeito de fazer uma limpa?

cheio

escri

Às vezes é simplesmente um local onde você se sente irritada. Talvez falte o vazio.

Esse vazio! É o que faz – por exemplo – que uma loja que tem uma imensa gama de produtos nas araras não venda tanto quanto uma que tem exposições menores de produtos.

Sabe aquela falta de vontade de “garimpar” algo? Provavelmente é porque sentiu incômodo com a forma que seu cérebro interpretou o local.

O “vazio” que eu quero dizer pra vocês, não é necessariamente deixar um ambiente com pouca coisa. Este vazio é um espaço onde seus olhos possam descansar. Involuntariamente, quando entramos em um lugar, você percorre esse espaço e se relaciona com ele. Se tiver um local pra essa triagem “respirar“. provavelmente será um local interessante.

Vejamos algumas imagens:

neo classico

Viu que mesmo um ambiente tradicionalista, clássico, pode se revelar atual e aconchegante?

sala

Moderno e clean, pode ser um local super agradável.

CLASSICO novo

Veja que, apesar de cheio de detalhes, o ambiente clássico está com uma sensação de leveza incrível.

cozinha detai perolizedo

Essa cozinha, que combina dourado, madeira e azul, tem paredes com cor, porem “vazias” pois são lisas.

É primordial ter o vazio em mente quando se vai decorar um ambiente onde há muito espaço pra preencher, e a melhor das formas de ilustrar é com uma estante:

estante 1

estante2

Perceberam que a mistura de livros, objetos e alguns espaços mais vazios torna o “passeio dos olhos” interessante e calmo?

É diferente de um amontoado de coisas, onde uma coisa tá esmagada entra a outra, soterrada por mais uma e tentando chutar o rim da coisa de trás.

É tipo a favelização do nicho.

Agora uma apenas com livros:

estante3

Vejam que foi utilizada metade da capacidade de cada nicho, e assim já se inicia um certo desconforto visual.

De forma geral, quando estiver imaginando seu ambiente, pense nesse ponto de descanso. O vazio pode ser clarinho, numa proposta bem atual:

atual

Mas também pode ser um detalhe numa cor profunda, porém, lisa.

bordo

O post hoje foi corridinho, mas não menos importante.

Agradeço todo mundo que está seguindo no snap e instagram viu! Essa semana eu estou cuidando de uma obra exclusivamente até quarta, então to fotografando muita coisa legal.

resize_Snap

Logo eu mostro pra vocês.

 

Bença!

 

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

43 Comentários
  1. #1
    Cris
    20.09.2015 - 11:50

    Tio Lelo vc arrasou!!!!! Achei que só eu tinha essa coisa contra “poluição visual”!!!! As vezes o ambiente fica tão cheio de coisas, que até aquelas mais interessantes perdem a graça!!! Concordo com tudo que vc escreveu ai!!! Temos que ter cuidado com os decoradores, principalmente quando são donos de loja, alguns insistem em nos ’empurrar coisas’ só para vender!!! Parabéns!!! Já estou esperando o próximo post…

    • #2
      22.09.2015 - 22:28

      Oi Cris!

      SAbe, eu sempre testo os vendedores que me atendem. Eu pergunto a opinião dele a respeito de algo que eu sei que não está bom, ou que não vai funcionar ( sim, eu sou esse nível de filho da mãe ) e se ele for sincero e der a opinião realística ( e não a resposta fominha, tentando empurrar mercadoria ) aí ganha meu respeito.
      Falta gente no comércio que se preocupe mais com a satisfação do cliente do que com número final da venda.

      Obrigado pela participação, Beijo!

  2. #3
    Priscila
    20.09.2015 - 12:24

    Boa tio Lelo! Acho que podemos ter um ambiente com muitas informações porém harmonioso. Isso deve ser”um desafio”…
    Beijos

    • #4
      22.09.2015 - 22:30

      Oi Pri!

      Claro que é possível, o estilo kitsch está aí pra fazer os acumuladores felizes, mas mesmo nele, tem que tem um ponto de fuga. Senão a impressão é de baderna.

      Obrigado por ler a gente, beijo!

  3. #5
    Gabi
    20.09.2015 - 17:45

    Apesar de corridinho, no meu ponto de vista é o mais importante. Tem muita gente que vai aprendendo a decorar, pega gosto, e quando vê, amontou a casa com coisas legais, mas coisas demais. Dica over e cansativo. Outro dia fui na casa de uma amiga e a princípio parecia bem decorada, mas depois fui ficando agoniada com o tanto de papel de parede, de coisinhas, na parede do banheiro tinha quadro demais, me deu gastura até pra fazer xixi. Ter essa noção que o vazio é necessário é muito importante.

    • #6
      22.09.2015 - 22:33

      Oi Gabi!

      Desculpa, mas eu tô aqui imaginando vc fazendo pipis olhando pra própria calcinha arriada, tentando não ser atacada pou um tsunami de quadrinhos . HAHAHAHHA

      Vc é prova viva de que o vazio acalma e funciona!

      Obrigado pela participação.

      Beijo!

  4. #7
    Mariana
    20.09.2015 - 22:19

    Como sempre arrasando! Amo ler tudo que você escreve! Sempre assuntos e dicas úteis! <3

  5. #9
    Kaa
    21.09.2015 - 08:32

    Dica simples mas MEGA importante!

    Sou de origem alemã e parece que a minha raça tem dificuldade de se desfazer, desapegar das coisas, dae já viu! O que menos vejo na casa de parentes e vizinhos são pedaços de parede vazios. Tão brega e me sinto sufocada…

    • #10
      22.09.2015 - 22:42

      Oi Kaa!

      Então eu tenho de um lado, alemães e do outro italiano com índio…
      Então essa herança tem desde arco e fleXXXa passando pelo varal de macarrão até os biscuits dos alemón!

      SO CO RRO !

      Beijo, obrigado pelo carinho e pelas participações viu! ABraço extra!

  6. #11
    Bel
    21.09.2015 - 11:06

    Ótimo post!!!! Adoro ambientes cleans, com espaço livre!!
    Bjuu querido

    • #12
      22.09.2015 - 22:46

      Oi Bel!

      Eu já gostei mais de “vazio” mas ambientes muito clean, podem ficar sem personalidade… eu costumo chamar de “hospitalar”. MAs se vc trabalhar com texturas diferentes, todas em um mesmo tom, fica lindo, e fica clean tbm.

      BEijo!

  7. #13
    lia
    21.09.2015 - 14:32

    Uma estante cheia de livros pra mim é muito amor , quanto mais melhor kkkkkkk
    De resto concordo muito, menos é mais na decoração também!

    • #14
      22.09.2015 - 22:47

      Oi Lia!

      Eu sou formado em letras… entóm… tenho 3 estantes bufando de livros… o truque é deixar uma parede do lado sem nada… pode fintar de fúcsia… mas nada de encher de quadrin!

      beijo!

  8. #15
    Tati de Porto Alegre
    21.09.2015 - 14:36

    Ish, tudo o que eu queria era estar sentadinha naquele segundo ambiente lá: biblioteca, poltronas de couro, livros demais, meio escuro, bah, tudo de bom! Já a penúltima foto é depressão total: nem um detalhe que me mostre a personalidade dos donos, tudo pálido e sem personalidade.

    Vazio demais me deprime, cada um, cada um, mas eu me sinto triste sem um canto de poluição visual. Bom senso é só o que precisa 😉

    • #16
      22.09.2015 - 22:52

      Oi Tati!

      Mas não precisa ser tuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo vazio, só um pedacin!

      Só um canto pra seus olhos descansarem… pode ser uma porta lisa, nem precisa ser branca. Basta ter uma única informação, como o bordô da última foto, que foi o que eu quis ressaltar.

      Obrigado pela participação!

      Beijo!

  9. #17
    Melissa
    21.09.2015 - 16:04

    Mais um excelente post! Já estou ansiosa pelo próximo, como sempre 😛 Beijos e ótima semana

    • #18
      22.09.2015 - 22:55

      Oi Melissa!

      Excelente semana pra vc tbm!

      Beijo enorme!

  10. #19
    Graziela
    21.09.2015 - 17:31

    Adorei o post. Concordo plenamente.
    Não sei se é minha miopia ou as fotos estão meio sem foco.
    Bjos

    • #20
      23.09.2015 - 00:46

      Oi Graziela,

      Sua miopia tá ótima, foi o operador aqui que esbagaçou com algumas fotos ao colocá-las no post.

      Beijo!

  11. #21
    Rebeca Gabriela
    21.09.2015 - 18:23

    Descobri o porque eu não gosto da Forever 21, do Shopping Morumbi!! A loja tem roupas incríveis, mas é extremamente amontoada… Dá um cansaço mental…

    • #22
      25.09.2015 - 08:33

      Oi Rebeca,

      Viu como é uma “sensação” que a gente nao consegue explicar?

      Simplesmente nos sentimos sem vontade de seguir em frente…

      obrigado pela participação, beijo!

  12. #23
    Fábia
    21.09.2015 - 22:54

    Cony e tio Lelo, falando em casa vazia, decoração e tals, me ajudem: QUAL TIPO DE LIXO É MAIS ADEQUADO PARA BANHEIRO??
    To num dilema danado!!
    Aquele que tem a tampa com puxador e a gente abre manual? Um que abre com o pé? Ou aquele que a tampa afunda com o “peso”?
    Acho um bom assunto para refletir!
    Parece simples, mas juro que não consigo chegar num consenso… =(
    Aceito opiniões de leitores!

    No mais, vcs sempre arrasam nas postagens!
    Super beijo

    • #24
      Kaa
      23.09.2015 - 16:51

      Bah também acho que o lixo merece um post! Primeiro pq o coitado é sempre esquecido nas decorações… ninguém fala dele, né?! Segundo porque se falando de assunto chato o Lelo já faz a gente rir, imagina num post sobre lixo de banheiro??!! hahah
      Ah faaaz Lelinho, mal posso esperar!

      Na minha opinião Fábia, lixeira com pedal viu?! E de bom tamanho (nem grande que fica acumulando papel cagado da semana passada, nem pequeno que eu naqueles dias consiga encher o bendito numa vezada só! kkk Já me aconteceu na casa de uma amiga e fiquei morrendo de vergonha… mas não tinha jeito.

      Agora lixeira bonita é outro drama, né?! Ou custa um absurdo ou é feia. Espero que eu esteja desatualizada…

      Bjos

    • #25
      25.09.2015 - 14:41

      Fábia e Kaa..

      Acho que o lixo, de modo geral, é um excelente post.
      Vamos fazer sim.

      Beijo e obrigado por lerem a gente =D

  13. #26
    Lu
    21.09.2015 - 23:59

    Tio Lelo,

    Arrasou.

    Só faltou falar que o minimalismo é o grau máximo da sofisticação. Sofisticação é para poucos e não advém somente do dinheiro (vide peruas que são super exageradas e ridicularizadas na mesma proporção).

    Adoro seus posts. Nesse post sobre exageros vc diminuiu o tamanho!

    Bjs e parabéns

    • #27
      25.09.2015 - 14:43

      Oi Lu,

      O minimalismo é muito sofisticado, vc tem razão.
      Mas ele é muito traiçoeiro, pois pode parecer inacabado e deixar o ambiente com cara de “falência”.
      Tem que ser pontuado com texturas e diferentes superfícies para ser interessante e rico.

      Obrigado por participar, beijo!

  14. #28
    MARINA
    22.09.2015 - 01:32

    Achei super didático! Tao bom aprender dessa maneira leve e descontraída! Foi super útil … sinto “preguiça” de procurar produtos em lojas com liquidação justamente por estarem amontoados e/ou bagunçados (araras de roupas cheias!).

    • #29
      25.09.2015 - 14:49

      Obrigado Marina, eu também tenho PAVOR de loja de balaio.
      HAHAHAH

      Beijo!

  15. #30
    Magali
    22.09.2015 - 07:13

    Lelo!
    Sou sua FÃ! Preciso de um help, pergunta tardia sobre o tema cortinas/persianas…

    O que é mais eficiente para bloquear a entrada de calor (sacada fechada com blindex escuro, em apartamento poente): Duette ou persiana de metal??

    Cortinas não são opção, porque tenho dois miaus que adorariam afiar as garras numa cortina RYCAH, que toca o chão.

    Beijo!!!

    • #31
      23.09.2015 - 00:50

      Olá Magali!

      A duette é a cortina com a melhor taxa de bloqueio de calor, quanto mais bolsas de ar ela tiver, mais ela bloqueia. Já a persiana de metal, existem as thermoscreen, que tem uma película refletiva atrás que joga parte a looooz e do calor embora. mas numa proporção muito menor. Me diga, seu prédio permite uso de toldos?

      beijo!

      • #32
        Magali
        24.09.2015 - 11:53

        Não aceitam toldos…
        A Duette fica ruim se colocar só até a altura em que acaba o vidro (um pouco abaixo disso)? Se eu colocar até o chão, os gatos atacarão, hehehehe

        • #33
          Tio Lelo
          27.09.2015 - 23:00

          O Mínimo que vc precisa passar é 10 cm pra cada lado, pra evitar frestas de luz que desbotam chão e queimam móveis.
          Não precisa ir até o chão não, especialmente as cortinas que não são de tecido.

          Beijo!

  16. #34
    Thaís Fernandes
    22.09.2015 - 20:40

    Falou pouco mas falou bonito demais!!!
    Arrasou na dica!
    :*

    • #35
      25.09.2015 - 14:50

      Obrigado Thaís!
      Volte beber com a gente!

      =*

  17. #36
    Ariadne
    23.09.2015 - 00:15

    Lelo, socorro!!! Estou prestes a me mudar e ainda não me decidi em relação a cortina do meu quarto! Tenho uma janela de 0,90m de largura que fica ao lado da cabeceira da minha cama e com um criado mudo embaixo, qual o melhor comprimento para cortina?? Seria mesmo ideal uma cortina até o chão?

    • #37
      25.09.2015 - 14:54

      Oi Ariadne,

      Quando a cortina é mais moderninha, tecnologica como uma Rolô, Romana ou Duette ela pode chegar até o móvel apenas. Já as de tecido são volumosas, e podem “atochar” a mesa de cabeceira, daí eu prefiro que elas passem atrás da mesa.
      Outro truque, caso tenha o espaço necesário, é fazer a mesa mais larga que o tecido, aí a cortina não precisa ir até o chão, pois não dá pra ver mesmo.

      Beijo!

  18. #38
    Rose
    23.09.2015 - 14:21

    Nossa Lelo!!! Como sempre top… Olha que maluquice, eu me sinto super incomodada em ambientes muito carregados, cheio de informações, por mais arrumado que esteja sinto como se estivesse bagunçado…
    Essa semana fui escolher a decoração da festa de 6 anos do meu filho caçula e não conseguia gostar de nada, justamente por isso, a maioria das propostas são carregadas de informações, eu até sei que crianças gostam, mas eu queria algo mais clean e acabei tendo que montar isso com a empresa que contratei.
    Agora eu sei que gosto de “vazios” rsrs… Beijos Tio Lelo!!! Arrasa… Sou sua fã

    • #39
      25.09.2015 - 14:59

      Oi Rose,

      Obrigado por participar, é gratificante quando vocÊs também nos ajudam a “viver” as coisas que compartilhamos.

      Excelente festa pra vocÊ e teu pequeno. (nada de pole dance na festa – por enquanto)

      Beijo!

  19. #40
    Melina Portugal
    23.09.2015 - 19:31

    Perfeito! É o que estou tentando mudar na minha casa! Eu e meu marido somos desorganizados e temos tendência a juntar porcarias. Resultado: uma casa entulhada! Mas já consegui dar um jeito na sala. Aos poucos vou arrumando o resto.

    • #41
      25.09.2015 - 15:01

      Oi Melina!

      Eu super faço um exercício desse de “desentulhar” todos os anos, em agosto.
      Simplesmente vc tem que decidir em 2 segundos se guarda ou não.
      Não é pra ficar ponderando se gosta, se precisa ou se vai usar.
      Quando vc olha para algo, seja objeto ou roupa vc já sabe se ele vai ou fica.

      É meio extremista, mas é incrível como um lugar com menos coisas tem uma energia mais gostosa.

      Obrigado pela participação, BEIJO!

  20. #42
    Pam
    27.09.2015 - 14:16

    Acho que é impossível encontrar alguém mais adequado para falar de decor nesse blog!!!

    Posts bem escritos, gostosos de ler, bem ilustrados, engraçados, leves, muito informativos e sem “achismos”, coisa de quem sabe bem do que está falando!

    Tio Lelo, nos posts mais longos ou nos mais corridinhos, é sempre bom te ver por aqui!

    • #43
      Tio Lelo
      27.09.2015 - 23:02

      Oi Pam!

      Obrigado pelo carinho!

      Volte sempre, beijo!

Comente