LifestyleLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
15 mar 2020, 22 comentários

Tem Jeito 67 – Sala da Rita, feat Nayara.

Olá Fufulêses!

Quem acompanha o titio naquela rede de falsidades (vulgo Instagram* @nestinteriores @paraguaipink @lelodsgn @joy106d @tiolelofoz ) sabe que eu não apareCY por aqui semana passada pois fui convidado por uma loja para visitar a maior feira de revestimentos da América Latcheeeeeena. E valeu cada segundo de esforço e abdicação para estar na Expo Revestir, muito obrigado Panorama Concept ! Quem é da área, apenas vá.

E por isso dei uma atrasadinha no #TJD da Rita feat Nayara… já explico, agarra teu álcool gel da Giovana Baby e #vemkotio!

” Oi Lelo,Chegou a minha vez no “Tem Jeito”, ou melhor, a vez da minha mãe (Rita).Gostaríamos de repensar a sala da minha casa. Como pode ver, as paredes são todas brancas, sem quadros.

Não temos muita criatividade pra isso.Pensamos em mudar a televisão para a parede em frente à janela, com um painel legal e o rack fixado na parede. A mudança da televisão seria para colocarmos um sofá maior, desses bem confortáveis. Como pode ver na foto, precisamos de um aparador pro telefone.

Temos um pé de máquina antigo, mas não sabemos como adaptar pra combinar com a nossa sala.Nossa casa recebe muitas pessoas, inclusive minhas sobrinhas pequenas.

Estamos abertas a todo tipo de sugestão (quadros, cor da parede, modelo de sofá).Envio também a planta de casa. Ela foi construída há 29 anos e já passou por algumas reformas.


Beijos e muito obrigada por esse espaço!

Nayara Rosa”

Obrigado pela Planta Nayara. Eu fiquei pensando se postava ou não, mas optei por sim para vermos como o comportamento mudou em 20 anos. Hoje é impensável uma casa com áreas social e de serviço separadas assim. E a parte íntima no “meio” de tudo seria motivo de eu apanhar do professor Everton na faculdade. #carrasco

Porém, que saudades de quartos amplos, salas imensas e cozinhas confortáveis! Hoje Estar, Jantar, cozinha AND lavanderia ficam compactadas no espaço que vocês tem como sala, muitas vezes até menos que isso.

Aproveitei essa sala enorme do jeito que vocês gostariam, trazendo o televisor para um painel suspenso nas costas da suíte, um sofázão de 290cm e para deixar ele reinar, uma cortina na largura dele centralizado na parede (não dá para saber se a janela está centralizada, mas parece que sim). Use um semi blackout para que não haja reflexo na tela durante o dia.

Como a largura é generosa, pude usar a base da máquina de costura de vocês como um aparador, logo ao lado da porta, apoiando o telefone e onde uma bandeja comporta as chaves e bolsa de visitas, além de decoração.

Ainda temos uma BAITA planta para trazer vida para o ambiente e do outro lado, muito apoio também, calma que eu já explico.

Entretanto uma coisa que me chamou a atenção é que a ao entrar em casa precisava de algo mais impactante.

Então eu trouxe o painel da sala virando no corredor, mais ou menos 120cm, e fixando nele um espelho com uma pegada mais clássica. A grande vantagem é que é só a espessura da chapa de mdf (15mm) e o espelho, então não “afoga” a passagem do corredor. Lá na parede do fundo, habemus um revestimento tipo tijolinho (bege clarinho), que proporciona uma textura nova e interessante.

Esse quadro grandão tem duas funções: trazer cor e esconder o quadro de luz atrás da porta. Então atente-se para que ele cumpra essa missão de esconder o que não queremos ver, mas que deixe livre o interruptor que na foto percebi que está na mesma parede.

O painel de que faz as vezes de rack, tem 120 de altura e fica suspenso, solto do chão 60cm. Ele possui dois nichos na lateral esquerda, para apoiar eventuais aparelhos e itens decorativos e acima de tudo: Equilibrar a composição do painel “empurrando” televisão e deixá-la o mais centralizada possível com o sofá. O tapete redondo traz um movimento moderno e evita que tenhamos pontas pelo meio do caminho.

No canto da sala, uma mesa de apoio (diâmetro 90cm e altura 70>80cm) apoia o abajur, controles, livros/revistas e porta retratos. Ainda temos uma super estilosa & desejada Poltrona Coconut, Design de George Nelson de 1955.

Emoldurando e celebrando a peça de costura que vocês têm (podem usar um tampo de madeira, ou mármore para criar o aparador) fiz boisseries. Você pode dividir o espaço em igual, criando três partes, ou deixar a do meio um pouco maior que o aparador (eu faria 20cm mais largo) e os outros completando o espaço. Importante é que eles tenham sempre o mesmo espaçamento entre as laterais e o vão entre o quadrado debaixo e o retângulo de cima.

A cor das paredes é super suave, contudo não é branco, apliquei no seu projeto o Branco Partitura da Coral.

Espero que tenham gostado 🙂

Um mega beijo!

Deixa eu ver como está a filinha de #TJD…

Rayanne, Gabriela, Ludimila, Andressa, Jéssica, Mariane e Jane.

Coloquei até no Trello, para não me perder mais. Vocês conhecem essa ferramenta? É muito útil, junto com o Google Agenda, mantém minha vida nos trilhos.

Quero todo mundo dando ideias nos comentários, até porque como vocês sabem, eu respondo todo mundo 😀

#Bença!

* Para alguém que detesta o IG, eu tomo conta de 5 contas, então me perdoem pelo mal humor solene ao me referir ao pobrezin.

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
22 comentários em “Tem Jeito 67 – Sala da Rita, feat Nayara.”
  1. Nayara15/03/20 • 18h26

    Amei!!! Fiquei o dia todo dando F5 pra ver o projeto!!!
    Já vou mostrar pra minha mãe e mandarei fotos quando ficar pronto!
    Muito obrigada, Lelo! Muito sucesso na sua carreira!

    • Tio Lelo15/03/20 • 18h31

      Má minina, eu mando email avisando quando publico, HAHAHAHAHA
      Beijão Nayara, qualaquer dúvida me grite que eu te ajudo.
      (não financeiramente AHHAHAHA)

  2. Thaís15/03/20 • 19h32

    Lelo, como sempre, arrasando! AMEY esse painel “virando a esquina”

    • Tio Lelo15/03/20 • 20h10

      Hey Thaís!
      Eu gosto muito desse recurso, acredito que dá uma enriquecida no visual.
      Beijo grande, obrigado por ler o Fufu!

  3. Fany15/03/20 • 21h32

    Ó eu aqui de novo Lelo! Amei o projeto e adorei o “ painel virando a esquina”.
    Aqui , como agora fico pensando em coisas mais simples e menos trabalhosas pergunto:podemos trocar as cortinas sem empobrecer o Ryco projeto?
    Dá, please ,umas informações sobre a baita planta. Queria uma assim bem cheiona mas, artificial claro! Bjks, Fany

    • Tio Lelo15/03/20 • 21h42

      Fany meu anjo, adoro ver você aqui!
      A única forma que eu vejo de mudar as cortinas sem deixar o ambiente pobrinho seria fazer caixilho com painéis de parede a parede, embutindo uma cortina rolô bem clean, ou uma persiana de madeira no mesmo tom dos painéis… Mas impossível não é.
      Plantas artificiais são lusho poder AND investimento. Uma plantona dessa deve custar uns 3 mil e nesse caso, acho que é mais válido apelar para uma planta de baixa manutenção dentro de casa mesmo.
      Beijão!

      • Fany16/03/20 • 12h23

        Lelo, rolo bem clean sem o caixilho não rola? E aqueles rolo Stillo com listas horizontais tb sem caixilho ficam pobres? Vc bem podia fazer um post dessas cortinas de rolos que vedam sol! Fica a sugestão! Bjks

        • Tio Lelo16/03/20 • 15h36

          Vai ficar parecendo recepção de clinica 😛
          MAS, poder, pode. Eu não faria. hahahaha

      • Leiliane16/03/20 • 14h43

        Oi Lelo!!! Você sempre arrasa ne!!
        O projeto ficou lindo e funcional… Gostaria de um post seu com dicas sobre como decorar mesas de centro e mesas laterais!! Tenho muita dificuldade em encontrar itens bonitos e com preço honesto!!!
        Já estou indo procurar os outros 3 perfis que ainda não sigo!!! Beijos!!!

        • Tio Lelo16/03/20 • 16h01

          Hey Leiliane! Excelente ideia! Já coloquei aqui na lista de temas.
          Obrigado por ler o Futilish e comentar, aquece nossos corações cancerianos.
          Super Beijo!

  4. Ana Paula16/03/20 • 09h37

    Leloooo, que ótima solução para o espaço!
    Amei a parede de boiserie, parece que deu vida à parede.
    Parabéns pelo projeto, como sempre você arrasa!
    Um dia ainda mando minha sala junto com um grito de socorro.
    Beijão!

    • Tio Lelo16/03/20 • 15h32

      Olá Ana Aluap!
      O Boiserie tem essa capacidade de deixar as coisas interessantes sem grandes esforços.
      Obrigado por ler a gente, vou esperar teu grito de socorro. Beijão!

  5. IZABELA16/03/20 • 10h19

    Meu Deus, ficou Muito bom!
    Eu amei d+ Como que mudou e virou OUTRA sala! To de cara!
    Parabens Lelo! Perfeito

    • Tio Lelo16/03/20 • 15h33

      Hey Iza!
      Obrigado por ler o Fufu =)
      Eu também gostei bastante do resultado.
      Super bêxo!

  6. Bruna Tibério16/03/20 • 10h22

    Ficou A CARA DA RYQUEZA. Simplesmente ameeeeeei

    • Tio Lelo16/03/20 • 15h40

      Obrigado por ler a gente aqui no Fufu Bruna!
      Volte sempre quer coisas RYKAX!
      Beijo!

  7. Rayanne16/03/20 • 17h22

    Uau!!! Que sonho de sala enorme! Pra quem tem criança é um sonho, rsrs. Amei muito! Ansiosa pelo meu TJD! OH MY GOOOOOOD!!!! 😀

    • Tio Lelo16/03/20 • 17h31

      Tá quase Rayanne!
      Já já chega sua vez, um beijo!

  8. Mariana Netto19/03/20 • 16h20

    Meu Deeeeeus ficou MARAVILHOOSOOOOOOOOOOOOOOO

    • Tio Lelo22/03/20 • 23h30

      Agradecido Mariana,
      Volte sempre.
      Beijão!

  9. Camila Maschio21/03/20 • 21h39

    Lelo, me dá uma ajuda, please! Tem algum jeito de eu descobrir quais foram as cores de MDF usadas nos móveis que fiz anos atrás para minha casa? Eu queria fazer uma reforma e fazer uns móveis novos, mas não sei mais a marca e as cores que usaram , e o marceneiro não está mais aqui na minha cidade!
    Tô triste! Tento procurar no Google “cores de MDF”, mas não encontro…

    • Tio Lelo22/03/20 • 23h32

      Hey Camila!
      Dificilmente ainda terão as mesmas, e mesmo que tenha, não vai ficar igual por causa da exposição ao tempo.
      LOGO, o melhor é você complementar com outras cores/texturas. Também pode optar por aplicar fórmica sobre as peças existentes (todas ou algumas) e deixar tudo com carinha de novo.
      Para conciliar isso tudo seria legal você ter auxilio de um profissional, mesmo que seja apenas uma consultoria, sem projeto.
      Beijão!