22
Aug 2015
Mi Casa, Su Casa – Luxo e Alto Padrão
Mi Casa Su Casa

Hey Fufu!

Eu quero falar hoje sobre uma coisa que eu demorei a… deglutir. Eu quero falar sobre luxo, alto padrão e o que pode ser luxuoso sem precisar ser caro. Tenho um problema com isso. E eu quero a sua ajuda, então me diga: O que você entende como luxo?

Eu vou te mostrar o que o Google Images entende como luxo:
resize_joia

E obviamente…

resize_marca-de-luxo

Aqui na nossa terra bonita por natureza, temos impressão que o alto padrão e o luxo são a mesma coisa. E na faculdade de arquitetura tentaram fazer descer goela abaixo que não. E no curso de Design reafirmaram que não, mas foi só a vida mesmo, essa carrasca abusada, que me fez levar uns tapas na fuça e enxergar a realidade.

Então eu quero compartilhar com vocês o luxo de se viver. Novamente, para o Google Images, quando perguntando sobre luxury home eu vi:

resize_frances

Não Google… o tio não consegue conviver com todo esse frufru de gesso. Me veja uma dose de lujo Joaquin Torres:

resize_luxo moderno

Ahhhh bom, agora sim. O español Joaquin Torres em seu Studio A-Cero, é um dos meus favoritos. E vocês vão achar tudo muito igual, muito frio, muito liso, muito vazio e muito chato. Eu concordo tá? Uma das maiores dificuldades que existe é manter-se fiel a sua estética e não se tornar repetitivo.

Seguindo, pra gente não fugir demais ao tema, você pode morar lindamente num apartamento de 50m2 (que é a metragem mais comum desses imóveis populares “pré-aprovados” pelo projeto de financiamento Minha Casa Minha Vida) e ter um imóvel de alto padrão.

O que manda no tal do imóvel de alto padrão, é o tipo de acabamento empregado. O papel de parede de 3000 reais o rolo. Aquele piso aquecido, a cozinha magnífica com geladeira de 20 mil… sabe, eu atendo com certa frequência sim um público com um budget mais alto do que a maioria da população. Mas eu também atendo o humano “classe média” e eu acredito que essa cultura de apartamentos de alto padrão com uma suíte e beliche pras crianças – porque pra caber os filhos só empilhando, é um falso luxo.

Certa vez eu li uma entrevista numa revista e as celebridades tinham que responder: “O que é luxo pra você?” A maioria disse TEMPO.

Eu já acho que não adianta ter tempo e não ter conforto. E o conforto não é necessariamente caro. Existem pequenos luxos no “morar bem” e é nessa viagem que eu quero que vocês embarquem comigo. Então pega a prancheta pra ideias e #vemkotio!

Banho de banheira é gostoso? É. Mas aí você me diz: “Não cabe uma banheira na minha casa tio.” Benhê, põe de pé!

resize_HIDRO VERT

Tudo bem que a gente não vai ficar lá mergulhado esperando cozinhar tipo um ovo pochê, mas existem várias opções no mercado desse “mimo” que massageia pontos específicos do corpo e ajudam a relaxar. E consomem menos que os 300 litros de água que em média enchem uma banheira, porque a gente cansa de ficar de pé, HAHAHA existem opções com banco também. Este tipo de produto pode ser instalado facilmente, peça ajuda para o vendedô da loja pois eles variam bastante na forma de alimentação que a água precisa chegar, então ele visita sua casa/obra e já mostra as opções viáveis.

Agora que a gente tomou um banho delicioso, precisamos seguir a linha do eu me amo, tirar o bicho da seda do bolso e adquirir um belo jogo de toalhas (e lençóis também).

resize_toalha

Uma boa toalha te faz aquele carinho assim que você sai do banho e não precisa penhorar o anel de noivado pra ter toalhas. Você sabe como se classificam os tolhas? Por peso! Peso relacionado ao metro quadrado. Então procure uma intermediária, geralmente elas variam entre 300 e 800 gramas por M2 e uma toalha de uns 500 já vai te fazer sentir-se em um hotel de luxo.

Eu sempre relaciono tomar banho com dormir, porque meus hábitos são de tomar banho para dormir e para acordar. Como ninguém relaxa indo para o trabalho já emendei o assunto com o dormir:

resize_cama

Eu sou BEM pão duro sabe e, por anos eu achei desperdício investir dinheiros em lençol. Porque né, é um pano gente! Mas é nesse pano que você recarrega as energias, pensa na vida, pratica aquele esporte que cria novos humanos (hihihi).

Aí um dia eu saí de casa sem o tio Patinhas que habita meu ser e comprei um jogo de cama de algodão 200 fios, que nem é tão caro assim, foi mais ou menos 250 dinheirinhos brasileiros. Cinza clarinho, altamente combinante com meu humilde dormitório (que é uma composição de bronze, azul denin e grafite) cheguei a mi casa, estiquei o bicho na cama (sem lavar, porque cria anticorpos) e dormi uma das melhores noites da minha vida. Talvez seja psicológico, totalmente placebo, mas eu “sabia” que aquilo não era percal.

A gente (eu) consome esses lençóis que esfoliam a gente (R$39,90), toalhas de banho anoréxicas (R$ 12,90) que fazem a gente secar “de verdade” ao vento… então eu me convenci de que eu finalmente tinha me dado algo bom. Imagine como deve ser 400? 600 fios? Deve ser incrível. Aqui na fronteira eu vi 1500 e 2000 fios de algodão egípcio disponível num shopping… parecia manteiga Fufu! Eu alisei aquela maravilha, olhei a etiqueta de U$ 470,00… Mas não tem jeito, não tenho renda – ainda – pra esse mimo.

Se você tem essa relação de desejo de casa bem decorada, em breve teremos novidades tá! Quem viver verá.

Que mais que pode te dar um prazer luxuoso sem custar uma parte da buxada da gente?

Uma bela mesa. Agora eu tô falando de esmero meu bem, esmero.

resize_Mesa

Antes de tudo eu vou deixar uma coisa bem clara: eu tenho aversão ao “item X de visita”. Sabe aquele jogo de louça que só usa pra visita? Ou o jogo de copos de visita (extensível para toalhas, faqueiros e tudo mais)? Me diga: Pra quê? Se você não vai usar, tira uma foto e guarda no email. Doa pra paróquia ou pra um grego quebrar no casamento.

resize_grego

Agora os adendos: se você tem um item tipo “relíquia”, destes tesouros de família, eu entendo a carga emocional e acho válido eles habitarem uma cristaleira lindíssima. MAS, se você trabalhou e comprou algo que te faz sentir melhor, pra que guardar pra usar com gente de fora? Quem suou o corpinho? Não sejamos egoístas conosco mesmos. Vamos nos permitir!

Eu indico pra vocês que tem pouco espaço (como eu) a escolher dois jogos que sejam combináveis, pra poder atender tanto a família na função diária, quanto o número de convidados que geralmente recebe. Tô falando de um mix como por exemplo, um aparelho listrado e um florido:

resize_listra flor

Mas daí talvez você seja um FUFU menino, ou simplesmente não goste de flor, então que tal misturar um grafismo com um modelo com borda? Veja:

resize_geometrico borda

O único cuidado que eu digo pra vocês terem, é fazer um rodízio de tempo em tempo, pra uma louça não ficar mais “usada” que a outra e elas se fundirem bem sempre.

Outros itens fáceis de adquirir e manter que transformam as mesas: vasos, jogo americano, toalhas, sousplat (aquele pratão que a gente quer usar pra colocar nossa comida preferida #gordinhobehavior) e… chegamos numa polêmica: guardanapos de tecido.

resize_guardanapo

Não amigz, não é viadagem extrema, estamos falando de bem viver e por melhor que seja seu guardanapo de papel, ele nunca terá o glamour dos de tecido. É igual o sutiã de renda X o de algodão. #NotGlamorousAtAll

Daí em diante é uma sequencia de coisinhas que a vida vai te fazendo desejar, anéis de guardanapo, castiçais, toalhas diferenciadas, no quesito decorativo mesmo, como as truteiras e boleiras, pense sempre em diferentes alturas na composição da mesa… e destes detalhes de mesa um dos primeiros objetos que você vai precisar é: um belo jogo de taças.

resize_tacas

E aí eu te digo, vai ter quantos? Eu apostaria em um jogo sem muita firula, pra não ser marcante demais e todo mundo ficar te zoando: “Vamos lá na casa da fulaninha, que vai servir a gente com aqueles copos roxos com desenho de dragão alaranjado.” Não pessoa, não. Vai de básico se não puder ter cinco jogos diferentes. Dê preferência um produto que tenha opção de reposição unitária (que é difícil de achar) porque taça + bons drink = quebradeira.

Numa pesquisa rápida achei jogos de 30 taças a partir de R$ 399,90 o que eu acho bem digno. Dae pra você que se espantou, trinta taças são 6 de cada uma das mais comuns. Se estivéssemos no Brazeeeeel colônia, seria muito mais. Caso você realmente seja alguém que AMA receber (é um ato de amor e de paciência) veja quantas variações é possível “acumular”:

resize_tipos de taca

Eu fiz este post empolgado com os acontecimentos dessa semana, a feira Têxtil que eu visitei em São Paulo, um blog de enxoval que eu acompanho e tudo mais. Espero que tenha deixado vocês com vontade de brincar de casinha =D

São luxos pessoais, que segundo os conhecedores e profissionais não são alto padrão. Talvez pra você que está lendo, seja uma bela adega, ou uma TV maravilhosa, comenta aí, o que te faz feliz?

Alguma sugestão pra semana que vem? Me digam!

Ah, também estou em processo de me acostumar a usar mais o Snapchat, pois eu adoro os da patroa (o usuário é Futilish), e quero ser uma pessoa mais sociável assim como ela. Então, me adicionem se quiserem saber das minha maluquices e de projetos nos quais eu ando trabalhando. Tem de tudo um pouco, tá? Café, reclamações do frio e tudo e tal.

resize_Snap

Bença!

assilelo