Comportamento
Chora Que Eu Te Escuto
04 fev 2021, 53 comentários

Chora Que Eu Te Escuto!

Vamos de Choradeira?

Chora 01 – Daphne

Olá Cony! Primeiramente queria te parabenizar pela sua autenticidade, apesar dos anos trabalho como influencer você não perdeu a essência e nem parece engessada como tantas outras, é de se admirar.Vamos ao meu chora! Tenho 32 anos caminhando para os 33 não sou feia, me cuido muito e sou independente desde muito nova, sempre tive problemas com minha auto estima, mas nada que atrapalhasse fortemente a vida, namorei 4 vezes sempre tive muitos amigos, mas… desde os meus 25 anos tenho candidíase recorrente e isso atrapalha demais minha vida sexual, não tenho coragem de transar com alguém se eu não estiver em um namoro justamente por isso e não namoro nem fico com ninguém mais firme a 4 anos. A candidíase crônica não tem cura e eu já fiz vários tratamentos para amenizar mas nada resolveu por muito tempo. Se eu como muita besteira ataca, se tá muito quente ataca, tudo ataca eu ja não sei mais o que fazer, fico muito chateada, isso minou minha vida sexual de uns anos pra cá que é praticamente 0. Fora isso sempre tive problemas ginecológicos, mioma, pólipo uterino, fluxo menstrual intenso…enfim…tô enviando esse chora pra ver se alguma leitora passa pelo mesmo problema e trocar experiências, indicações de médico em qualquer lugar do país também aceito (tamanho o desespero,rs). Obrigada Cony , um grande beijo!

Mulher, teve um Chora muuuuito parecido com o seu tempos atrás e a moça conseguiu melhorar! Dá uma olhadinha neste post LINK e neste daqui LINK, ambos sao Choras com leitoras que tinham esse mesmo problema. Ah, leia os comentários viu? TODOS.

Chora 02 – Eloise

Oi Cony, Obrigada por nos deixar chorar. Muitos problemas são resolvidos com o simples fato de colocarmos pra fora. Meu chora é o seguinte: Comecei a namorar uma pessoa que eu já conheci há uns anos atrás, sabia ter boa índole, ser responsável, etc. Quando começamos a namorar, ele estava morando com a ex, o processo de divórcio estava correndo e nessa época ele ainda não tinha se mudado porque veio a pandemia e atrasou a mudança. Porém eles já não tinham mais nada e ele estava cuidando do filho dele, não dormiam na mesma cama, viviam como dois colegas. Uns anos atrás ele descobriu uma traição dela e mesmo assim ficou com ela e ele me disse que foi pelo filho, que não queria ser um pai distante. Ele teve uma infância muito difícil, a mãe o agredia fisicamente. E eu acredito que ele e ex não estavam mais juntos, mesmo morando na mesma casa, mas sempre senti ciúmes, porque estamos distantes, estou em Brasília e ele em São Paulo. Tentei me afastar algumas vezes, pedi para esperar ele resolver toda essa situação do divórcio, expliquei que sou ciumenta e isso me faz mal, mas a carência e o apego não me deixaram ir embora. Fomos levando com alguns momentos bons e outros ruins, sempre brigando muito. O tempo passou e  ele enfim saiu da casa da ex.Só que ele vive situações que me fazem achar que ele ainda gosta dela e que nunca quis se separar.A ex está grávida do namorado atual e eu percebo um certo incomodo dele com isso e ele diz que não, que só me contou que ela está grávida para que eu não descobrisse sozinha e achasse que a criança era dele. Passamos o final de semana juntos, estava tudo bem. Ontem o filho dele ligou chorando por estar com saudades dele e ele me contou que o namorado da ex deu um skate e ensinou o filho dele a andar e por isso ele estava com ciúmes. Quando ele falou do namorado da ex, ele disse “o cara lá deu um skate para meu filho”. Eu disse pra ele que pra mim isso era ciúmes dela, porque ele sempre fala do atual da ex assim, “o cara lá”, “o pai da barriga” etcFalei que ele sempre está incomodado e não é só ciúmes do filho.Ele apelou, disse que meu ciúme estava demais, que eu estava roubando o momento do filho dele, que ele estava desabafando comigo, abrindo meu coração e eu só pensei em mim e nos meus ciúmes.Eu disse que pra mim estou apenas sendo sincera. Eu sinto que ele não queria mesmo se separar, queria ficar na casa onde os dois moravam, com o filho dele. Mas ela não quis mais e ele foi levando como podia, dando desculpas pra ela para não sair. E enquanto ele estava lá, ele se metia na vida dela, dizia que não ia aceitar ela levar outra pessoa lá e quando ela levava, ele chamava ela de irresponsável por ter deixado o filho com a tia para namorar.Aí ele me justificava dizendo que não era ciúmes dela, e sim cuidado com o filho dele, com o que o filho dele está passando.Ele tinha comprado para os dois uma cama cara de casal e ele deixava “o lado” onde ele dormia antes com algumas roupas dele dobradas e me disse que sentia ciúmes da cama porque ele lutou muito pra comprar e a ex é muito bagunceira e não cuidava de nada na casa.Eu falei pra ele que parecia um cachorro marcando território e foi mais uma briga.
Eu não consigo aceitar e entender nada disso. Nada.Ele disse hoje que ia me silenciar no whatsapp pra não ler mais as minhas atitudes escrotas e eu disse que então ia bloquear, ficar longe e que não aceito mais ver ele apegado com a ex. Bloqueei.Será que eu estou imaginando coisas? Será que ele não sente nada por ela e eu sou a vilã da história? Eu não quero mais voltar com ele e passar por isso de novo. Ou eu volto e digo que estava mesmo com ciúmes e vou parar, ou eu fico longe dele com a certeza de que estou saindo de um relacionamento abusivo e que ele realmente ainda gosta da ex.

Miga, é o seguinte: se não confia no cara, não se relacione. Só de morar longe você já tem ciúmes, ele tem ex e tem filho e eu super acho que você tá com ciúmes do filho dele, o que obviamente não é saudável nem maduro. Vejo um pai com cuidado com o filho, ELE SIM tem ciúmes do filho com o atual da ex e você tá picuinhando ainda mais essa relação. Olha só que doentio o que você escreveu: “expliquei que sou ciumenta e isso me faz mal, mas a carência e o apego não me deixaram ir embora. Fomos levando com alguns momentos bons e outros ruins, sempre brigando muito.” Vê se isso é um relacionamento legal? Falando a real, vocês já partiram pro tal do “bloqueio no whats”, pros xingamentos, pro desgaste e acho que esse namoro já era. Mesmo se voltar, você não vai conseguir deixar esse ciúmes de lado e se não for pelo filho ou pela ex dele, vai ser por qualquer outra coisa, como a distância por exemplo, que você mesma falou. Vai fazer uma terapia, tentar resolver essa sua insegurança porque se continuar assim, vai te atrapalhar em qualquer relacionamento viu?

  • Choras ABERTOS! Só mandar seu email para constanza@futilish.com e no assunto colocar CHORA QUE EU TE ESCUTO!
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
53 comentários em “Chora Que Eu Te Escuto!”
  1. Adriana04/02/21 • 22h08

    A dica é para a moça do chora 01. Colega, sigo um médico maravilhoso no Instagram, Dr. Victor Sorrentino, médico integrativo, já vi vários casos como o seu que ele tratou, com vários testemunhos. Siga-o lá no Instagram, lá tem os contatos da clínica dele em Porto Alegre, para você marcar uma consulta.

    • Sara06/02/21 • 08h37

      Amiga do chora 01: óvulo de ácido bórico (compra on-line no site da farmácia eficácia) e probiótico intestinal todos os dias.

  2. Hallini04/02/21 • 22h14

    Chora 1, @urogine,já que ela disse que poderia ser médico de qqer lugar do país, Dra, Raquel e Luíza com certeza sabem como ajudar.
    Chora 2. Você realmente está querendo se colocar em primeiro plano, existe ex mulher, ex marido, MAS NÃO EXISTE EX FILHO. Você não parece ser madura para ter um relacionamento com um homem com filhos. Se ele já sofreu na infância, com certeza ele quer o melhor para o filho e por isso toda a preocupação e cuidado.

  3. Cecília04/02/21 • 22h22

    Eloise, acho que o namoro já era, como disse a Cony. Só discordo dela em um ponto: parece que o cara tem sim ciúmes da ex e/ou da relação do atual namorado dela com o filho. Claro que você também está com ciúmes dele e enxerga a situação meio distorcida. Mas acho que ele também não está bem resolvido com o divórcio. Tá tudo mto nebuloso. As relações entre pais, filhos e padrastos/madrastas não é fácil e precisa de maturidade de todos e mta segurança em relação aos relacionamentos que já acabaram. Se for pra embolar as coisas, como no seu caso aí, não vale à pena. O risco de você se machucar e tbm machucar a relação do pai com o filho é alto. Sai fora.

  4. Paola04/02/21 • 22h25

    Daphne, eu ja tive o mesmo probleminha chato que vc. No MEU caso, só melhorou quando fiz uma dieta low carb e tomei probióticos. Mas não indico fazer a low carb por conta própria, va numa nutri especialista, que vai acompanhar seus exames e te aconselhar melhor. Os probioticos que tomei foram manipulados e receitados por uma médica especialista em medicina preventiva, ela que também me encaminhou a nutricionista. Boa sorte 🙂

  5. Priscila04/02/21 • 22h26

    Namorar homem com pacote extra (ex, filho, ainda em processo de divórcio) não é pra QQ um.
    Eu sou zero ciúmes, meu ex namorado também dividia a casa com a ex e eu não me preocupava, pq na minha cabeça era claro: se rolasse QQ coisa, não é pq eu facilitei e sim pq é do caráter dele.
    Porém, atualmente, mesmo eu sendo zero ciúme, é uma situação que eu não mereço. Eu não mereço viver um relacionamento onde meu par não está inteiro comigo. Mesmo que tenha filho de outro relacionamento, a relação tem que estar amadurecida e clara, do nível que se a criança tiver um padrasto, que será bem aceito pq tá tratando bem o filho da mesma forma que eu, no papel de.madrasta trataria.
    Entretanto, no caso 2, ela já se entitulou ciumenta, com brigas e indo pro desrespeito. E quando se perde o respeito, não há nada que possa mudar

  6. Camila04/02/21 • 22h28

    Amiga do Chora 01, dá uma olhada no insta @lactosenao, lá tem um destaque sobre candidíase. Acredito muito que podemos melhorar nossa saúde readequando a alimentação, pelo menos mal não vai fazer. Seja persistente!

  7. Larissa04/02/21 • 22h30

    Sobre o caso 2 discordo totalmente da Cony. Acredito sim que a confiança e importante é você precisa evoluir nisso para próximos relacionamentos. Mas ele tá muito apegado a ex. Quem separa e mora junto ? Não importa o que fosse eu já tinha saído de lá, não tinha pandemia que me segurasse

  8. Carol04/02/21 • 22h33

    Cony, quase chorei quando li esse depoimento da moça com candidíase. Eu tinha de vez em quando, e depois de fazer uma ninfoplastia minha situação piorou muitooo. Era crise atrás de crise. Por sorte, um dos ginecologistas (dentre tantos que fui) me sugeriu ir em uma alergologista. Ela foi minha salvação! Trato há 2 anos e 5 meses com ela: vacinas semanais juntamente com remédio manipulados. Foi minha libertação, foi meu alívio! O nome da médica é Dra. Monica Itabayana 31 3291-2671. Desejo de coração que essa moça se cure o quanto antes!

  9. Flávia04/02/21 • 22h51

    Para o chora 1. Procura a Dra. Karina Bianca Sinforoso no Instagram. Você vai amar. E candidíase tem cura sim. Você vai ficar ótima!

  10. Cristina Kelm04/02/21 • 23h13

    Chora 1 Procure um profissional (fisioterapeuta) para ver se vc não tem vaginismo. Esse problema leva a candidiases de repetição! Sua história é bem parecida com a da minha filha. Bjs

  11. Tabitha04/02/21 • 23h21

    Para Daphne: ha 3 anos tinha problema com candidiase, um médico de SP que conseguiu melhorar em 80%, tinha TODOS OS MESES, havia feito todos os tratamentos, inclusive com vacina… e nada adiantava, agora apenas 2 ou 3x no ano. dr Arnaldo Bagdade, atende no instituto edmundo Vasconcelos em Sao Paulo SP. É horrível, mas tenha fé e pensamento positivo!

  12. Vanessa05/02/21 • 00h02

    Chora 1: minha irmã tinha candidíase recorrente como vc. Foi assim por anos, era bem triste ve-la passando por isso.
    Ela está há 8 meses sem ter. É um trabalho duplo: emocional e físico. O nosso corpo somatiza MUITO nosso emocional, por mais que a gente ache que não (eu mesma tive infecção urinária dos 18 aos 27, n tinha um boy com quem saísse que n pegava infecção e no fim parou dps de melhorar meu emocional/psicológico).
    Mas indo agora pra parte física: o que também ajudou a minha irmã foi ler um livro chamado ‘candidíase: a praga’. Ela teve que fazer uma dieta beem rígida.
    Nas duas primeiras semanas comia só carne, ovo, folhas e coco, basicamente. Mas depois outros alimentos foram sendo permitidos. De qualquer forma, ela ficou 6 meses sem beber, comer doce, e até hoje cortou a cafeína de vez.
    Talvez valha a pena ler o livro e tentar. Isso realmente é uma praga e espero que vc melhore, ninguém merece candidíase.

  13. Sophia05/02/21 • 01h58

    Daphne, mulher! Passei mais de um ano com esse problema, de chorar de desespero porque N A D A melhorava. Dieta, Fluconazol de várias maneiras, óvulos, achei que fosse o Mirena, fiz terapia, óleo de tudo que foi coisa, vacina, fiz até constelação familiar e olha que eu sou cética, até que… melhorou! Minha santa ginecologista me salvou! No meu caso era a albicans mesmo, bem resistente. O que ela me passou: Fica longe de sexo, siririca, qualquer coisa que estimule a ppk por bem um mês pra dar uma aquietada aí nos fluidos. Itraconazol (uma caixa vem 4, toma 2 de uma vez e os outros 2 uma semana depois – confere com tua/teu gineco se você pode), se tiver namo ou esquema, põe pra fazer o mesmo tratamento (fala com @ médic@), abandona a calcinha durante esse período de recuperação – inclusive eu joguei fora todas as minhas calcinhas porque eu sentia que estavam “contaminadas”, sabe? (alô Cony! post de looks confortáveis sem calcinha, saia longa, calça de algodão e tal). Por último, usa supositório vaginal de ácido bórico (manipulado) por 15 dias toda noite antes de dormir (de manhã vai vazar ao se levantar e aí você corre pro banheiro pra limpar, depois durante o dia fica sussa). Eu evitaria alcool durante esses dias também pra ajudar o processo de desinflamação! Comigo e outras várias amigas funcionou. Digo várias amigas porque MUITA mulher passa por isso mas tem vergonha de conversar sobre, até você abrir o jogo e descobrir que um monte de amiga sua próxima passa pelo mesmo problema! Boa sorte!!! Qualquer coisa que eu lembrar, eu volto aqui pra te dizer!

    • Sophia05/02/21 • 02h03

      Ah, o Itraconazol que usei foi o Itraspor 100mg.

  14. Bruxado7105/02/21 • 03h19

    A menina do chora 2 tem de confiar na intuição dela. O boi não berra pelo bezerro, mas pela vaca.

  15. Bruna05/02/21 • 06h16

    Chora 01
    Querida, já tive demais candida de repetição! Muito sofrimento!
    Sabe o que me curou? Vacina! Descobri que eu era alérgica ao fungo da Cândida
    Aí a repetição vem por causa da alergia
    Não sei se vc é de Belo Horizonte
    Aqui tem uma médica pioneira nessa questão da alergia, desenvolveu a vacina e tudo mais
    Se não for de bh, entre em contato mesmo assim e veja se ela tem alguém na sua cidade para indicar

    Tratei com a vacina dois anos
    No primeiro ano, vc aplica uma vez na semana
    No segundo, de 15 em 15 dias
    Vc aplica na gordurinha da barriga, então é tranquilo (não dói)

    Minha vida mudou!!!
    http://candidiasederepeticao.com/

    • Milena Ferreira05/02/21 • 11h49

      Na minha terra em Minas tem mesmo esse ditado.

  16. Adriana Mara05/02/21 • 06h59

    Sobre o caso da candidíase.

    Se você tiver diu de cobre, retire para constatar se não está com foco de fungo. Eu tive candidíase de repetição por muito tempo, fiz de tudo e nada resolvia, até que meu médico teve um estalo de que poderia ser o diu. E era! Ele estava com 2 focos de fungo, visíveis. Nunca mais tive desde que retirei.

    Outras possibilidades:
    1) você já fez exame para identificar o tipo de fungo e a quais remédios ele é sensível? Isso pode ajudar a direcionar o tratamento.

    2) existe um tratamento de imunidade com vacinas, que você toma por muito tempo. Pode contribuir.

    3) existe também uma dieta bem restritiva que contribui para a melhora, candidíase pode ter muito a ver com disbiose intestinal, além de outras questões. Eu indico a nutricionista Pri Riciardi (@pri_riciardi), ela é de Curitiba, mas atende à distância. Tem muito conhecimento sobre alimentação e desregulações no corpo feminino.

    Desejo melhoras, já passei por isso e sei que não é nada fácil! Caso queira conversar, pede meu e-mail para a Cony.

  17. Beatriz05/02/21 • 07h13

    Chora 01
    Menina, candidíase tá muito relacionado a alimentação!
    Segue a @soranacamilo no insta, ela tinha candidíase recorrente e curou através da comida.
    Inclusive fez uma live essa semana com uma nutri maravilhosa explicando o porque está relacionado.

  18. Tatiane05/02/21 • 07h16

    Chora 1,
    Esse problema é excesso de carboidratos na dieta.
    Faça low carb e sinta a diferença!!!
    Bjos

  19. Luciana Regina Ribeiro05/02/21 • 07h28

    Chora 01 vc já falou um dos motivos dessa candidíase… o consumo exagerado de açúcar e carboidratos refinados é um dos maiores motivos…

  20. Juliana05/02/21 • 07h51

    1. Vc disse provavelmente não tem cura pq é crônico, pode amenizar. Bom, a dúvida é como ter vida sexual com tudo isso? No minuto q vc estiver bem se jogue pro primeiro homem q passar na sua frente e durma com ele.
    2. Vc precisa de alguém sem histórico pq alguém com toda essa bagagem te faz mal.
    Encontre um bobão q nunca pegou ninguém e está só esperando uma mulher tira-lo p/dançar, tem vários.
    Foque no q vai te fazer feliz.

    • Fani10/02/21 • 15h50

      É sério isso??

  21. roxane05/02/21 • 09h04

    Para a Eloise: Caia fora desse relacionamento, por favor! Esse cara é problemático, dá muitos sinais de que vai te levar à loucura. Acredite em mim: silenciou seu whats. O próximo passo será te bloquear. E depois, desbloquear, se reaproximar como se nada tivesse acontecido e depois, ao seu menor sinal de expressar o que sente frente a algum comportamento dele, vai se afastar novamente. Não queira viver esse ciclo enlouquecedor, acredite, experiência própria. Eu acho que vc deve se afastar definitivamente enquanto é tempo. Beijos e boa sorte

  22. Iza05/02/21 • 09h22

    Daphne, você já falou que tentou de tudo né, mas não custa falar, vc ja tentou partir pro psicologico e entender o fundo emocional dessa quantidade de coisas em seu aparelho reprodutor feminino? Sofro de endometriose e depois de mtas cirurgias e tratamentos medicamentosos parti para tratar o inconsciente e me ajudou d+ viu. Espero que vc consiga achar algo que funcione para você, boa sorte.

    Eloise, miga, concordo 100% com o que a Cony disse. pq que voce quer ficar com esse carA? é o que a Cony falou, o relacionamento ja tava uma B****, voltar para que? eu hein! Agora aqui, ser ciumenta o tempo todo não é normal não viu? é insegurança mesmo.. não tem isso de “eu SOU ciumenta” a gente pode estar insegura e sentir ciumes.. concordo com a Cony, vc devia ir tratar isso pq deve interferir na sua vida toda.

  23. Camila05/02/21 • 09h45

    Para o CHORA 01: uma aluna está fazendo tratamento hemodinânico e não sente mais nda! O caso dela era bemmmm severo, ela se incomodava ao vestir calcinha! Espero que te ajude!

  24. Lívia05/02/21 • 09h47

    Chora 1
    Olá! Eu sugiro que busque probióticos para mulher (women probiotics) e também que cuide muito da alimentação, além de não consumir leite. Para mim, foi o que funcionou, tive recorrente por uns anos da minha vida e depois disso tive só episódios pontuais. Boa sorte!

  25. Gabriela05/02/21 • 11h20

    Veja o insta da Karinerocha.
    Ela se curou de candidíase crônica só com alimentação saudável.
    Abs

  26. VAnessa05/02/21 • 11h42

    Daphne, eu tinha candidíase com muita frequência também e os sintomas nunca eram “leves” como nas minhas amigas.. ficava com a periquita super inflamada, a ponto de doer pra vestir calça jeans, me lavar no banho ou depois ir ao banheiro por exemplo.. Usei todos os remédios possíveis na época e nada, os sintomas voltavam pouco tempo depois.
    Coincidência ou não, parei de ter isso quando abandonei a pílula anticoncepcional e os absorventes (passei a usar coletor menstrual). Não sei dizer qual dos dois ajudou mais, mas fica aí a dica.
    Melhoras!

  27. Luciana Guimarães05/02/21 • 13h48

    Oi! Pra pessoa do chora 1: já usou óvulos de ácido bórico? Tinha o mesmo problema que você. Depois de usar A-CA-BOU!

  28. Aline05/02/21 • 16h29

    E eu esperando q ia ter chora com todas as letras do alfabeto tal qual a tradição da família Bridgerton hahahahaha

    • Constanza05/02/21 • 20h42

      Hahahahahahaha, ALGUÉM CAPTOU OS NOMES rsrsrs, menina mas confesso não consegui gostar da serie. To no terceiro capitulo ainda e sofrido viu, vendo na força do ódio kkkk

      • Aline Salas9805/02/21 • 21h44

        Eu gostei mais depois do quarto episódio, mas é um romancinho mesmo (com mtas cenas picantes)

      • Bru09/02/21 • 10h13

        sim. são baseados em livros. leia os livros; bons

  29. Monica Dias Teodósio05/02/21 • 16h44

    Sugiro médica ginecologista integrativa, Isabela Braga em Alphaville SP- telefone+55 11 98946-3237. Indico fortemente o trabalho dela. Boa Sorte!

  30. Vívian05/02/21 • 17h42

    Para a moça do primeiro chora !
    Eu tinha o mesmo problema ,fui a muitos e muitos médicos e nada adiantava …
    Até conhecer uma senhora em uma destas consultas e ela falou toma água de coco que resolve ,acaba a coceira o mal cheiro e o corrimento diminui muito e com o passar do tempo até acaba .
    Sofria tanto que pensei não custa tentar !
    E não é que funcionou , não tenho mais nada .
    Somente um copo de água de coco todos os dias. Compro o coco tiro a água e congelo as porções de um copo ,falta tudo na minha geladeira ,de menos água de coco …
    bjs

  31. Isabelle05/02/21 • 19h07

    Daphne, eu também tive candidíase de repetição e era um sofrimento, vivia em crise, mal tinha um intervalo sem. Fazia todos os tratamentos recomendados pela ginecologista, tomava as medicações, mas não adiantava muito. Pesquisando, cheguei até uma alergologista que fazia um tratamento com vacinas (já tem muito tempo que fiz, mais de 7 anos com certeza), Dra. Cristina Haibara, aqui em BH. Fiz o tratamento, que se eu não me engano, era uma vacina por mês, por um ano. Foi um milagre! Desde então, acho que tive apenas uma vez, e mesmo assim, coisa que um fluconazol resolveu! Dá um Google pra saber mais informações sobre ela, pois depois que fiz o tratamento não tive mais contato. Espero ter ajudado!

  32. Sandra05/02/21 • 19h58

    Gente é super normal pai e mãe sentir ciúmes dos filhos com os novos parceiros do(a) ex, lendo alguns comentários aqui percebi o tanto de gente imatura. Se não segura a onda de namorar alguém que tem uma história anterior e tem filhos, caia fora, pois vai ser um inferno para você, para ele e para a criança. Está tudo bem se a pessoa admite que para ela não rola, é muito mais maduro e saudável.
    Só acho engraçado que a gente fala tanto que as pessoas tem que ser desconstruídas e blá blá mas não é o primeiro caso que vejo de mulher que tem problema com namorado que tem filhos, agora quando é a mulher que tem filhos a gente acha lindo homem que fica, que ama e esculacha se o cara fala que não encara mulher que tem filhos. Vai entender.

    • Ana Bárbara06/02/21 • 23h59

      Juro, pensei a mesma coisa. Me coloquei no lugar dele. Se eu tivesse um filho, me separasse, a madrasta desse um skate para ele e o ensinasse a andar, eu também ficaria suuuuper enciumada, independente do meu relacionamento com o pai. Acho que isso é instinto, não querer que alguém tome algo que é seu e, nesse caso, é o filho. Não vi nada que me fizesse pensar que o cara está mal resolvido com a mãe. Apenas preocupado com o espaço que essa nova pessoa vai ganhar na vida do seu filho.

  33. Sandra05/02/21 • 20h01

    Para a candidíase. No meu caso, conversando com a ginecologista a única coisa melhorou efetivamente foi cortar (ou diminuir drasticamente) açúcar e trigo. Eu tinha o tempo todo e no meu caso ela se manifestava causando dores fortes na uretra, dores ao urinar, ardência vaginal e sensação de vagina e vulva cortada, lacerada. Um infernooooo.

  34. Marle05/02/21 • 20h23

    P/ chora 01
    Olá querida, assisti um vídeo no YouTube que tem muita informação sobre o assunto,
    Dr. Dayan Siebra candidíase
    E Cátia Damaceno.
    Baci

  35. Hellen05/02/21 • 20h24

    Chora 1: vi a Dra Quesia do Villa mil falar sobre cápsulas de ácido bórico. Uma amiga já usou e não teve mais episódios. Já tentou?

    • Sophia05/02/21 • 21h54

      Foi minha salvação também! Tenho ainda pra caso eu sinta qq coisa de tao traumatizada que fiquei por ter passado um ano com esse negócio..

  36. Monica06/02/21 • 00h03

    Para o caso 1: banho de assento de chá de camomila! 2 vezes por dia durante 1 semana! Um jeito natural e super simples, essa planta é milagrosa! Você também pode beber chá que ajuda muito!

    • Sandra06/02/21 • 21h08

      Eu sempre tenho chá de camomila em casa, é ótimo para inflamações, banhos de acento, se tiver queimadura de sol ou acne inflamada. Amoooo.

  37. Mari06/02/21 • 02h44

    Chora 2: Certeza que o cara ainda é apaixonado pela ex. Provavelmente ela quis terminar o casamento e ele usou o filho como motivo pra ficar na mesma casa. Ele poderia muito bem ter se mudado pra um lugar próximo e mantido a convivência com o menino. Agora que ela engravidou e ele viu que acabou mesmo ele está revoltadinho. Moça do chora, não seja estepe desse macho! Ele vai querer te usar como apoio até curar a dor de cotovelo. E essa parte aqui: “só me contou que ela está grávida para que eu não descobrisse sozinha e achasse que a criança era dele”. Muito estranho, viu? Por que você ia pensar que ela estava grávida dele? Aí tem coisa…

  38. Flavia06/02/21 • 11h23

    Há dois anos tive a maldita candidíase de repetição, pensa num trem chato que tira qualquer um do sério!
    Minha nutri percebeu que se tratava de uma disbiose intestinal e modificou minha dieta para uma chamada foodmap. Foi tirar com as mãos!
    Foi um processo um pouco longo, mas que valeu muito a pena, pois me fez perceber as reações do meu corpo a cada alimento introduzido. Hoje não preciso usar mais essa dieta, mas sempre que percebo uma mudança da minha flora( e essa dieta me ensinou isso), corpos alguns alimentos que alimentam o fungo.

  39. Alessandra06/02/21 • 12h50

    Conta, só queria dizer de novo parabéns pelo espaço que vc abre aqui!

    Há um tempo eu postei um chora de infecção de urina de repetição, eu já tava desesperada e me curei, graças às dicas que encontrei aqui nos comentários! Eu sempre falo que esse blog salvou minha vida kkkkkkkkkkk

    Obrigada e parabéns!

  40. Nize06/02/21 • 13h34

    Sobre o chora 2: acho difícil a gente palpitar porque a forma como você nos conta a história dá a entender que ele realmente tem uma demarcação de território em relação à ex. Mas pode ser que você enxergue dessa forma e isso transpareça no seu relato. Independente do que realmente é, não acho nada natural e nem saudável morar com ex parceiro. Eu sei que tem uma criança envolvida, mas dá para ser presente e suprir todas as necessidades da criança e suas morando em outro lugar e se fazendo presente na vida do filho. Um ex casal sobre o mesmo teto vai ter muitas dificuldades. São espaços, sonhos e vidas que eram comuns e deixaram de ser. Fica difícil romper tudo isso de forma saudável. Nossa cama deixa de ser nossa. Nossa liberdade de ir e vir fica afetada pelo compartilhamento do espaço. Fica difícil não ter intromissões.
    Eu não aceitaria uma relação nesses termos. Acho que pra ser bom, cada um tem que vir em paz e completo. Independente do fato de ser o seu ciúmes que estava atrapalhando ou ser ele que ainda é apegado, não se imponha esse tipo de relação. Esclareça as coisas para ambos. Procure ajuda para sei ciúme excessivo e não aceite um homem preso num emaranhado desses. Filhos não são empecilhos quando os ex são bem resolvidos.

  41. Bru09/02/21 • 10h10

    Chora 2 – preguiça. Parecem 2 adolescentes. Já acabou né fia?

  42. Renata09/02/21 • 13h41

    Moça do chora 1, conheço uma nutricionista que trabalha muito com isso, e costuma ter excelentes resultados. É a @pati_nutri (Instagram), ela atende presencialmente no Rio de Janeiro ou online. Vale a pena tentar. Boa sorte!

  43. Taina17/02/21 • 10h24

    Um pouco atrasada pra comentar e vi varios comentarios similares mas queria deixar aqui minha experiencia. Eu tinha muuuuita candidiase de repeticao tambem e morria de vergonha, assim como voce comentou no Chora 1. Depois de alguns anos, comecei a ter tambem inflamacao intestinal sem parar, e nem sabia que tinha a ver. Fui numa gastro pra tentar ver a inflamacao intestinal, descobri que era intolerante a lactose, fiz tratamento pra recuperar meu intestino, etc etc…e depois de muitos anos me dei conta que nunca mais tive candidiase. Conversei sobre isso com a nutri que me ajudou e ela me disse que tinha tudo a ver, que se temos disbiose intestinal, sao grandes as chances de ter candidiase. E disbiose ‘e um desequilibro no intestino causado por qualquer alergia/intolerancia, no meu caso da lactose. Longa historia pra dizer, quem sabe voce busca algo assim? Espero que ajude!