Comportamento
Chora Que Eu Te Escuto
16 Maio 2019, 100 comentários

Chora Que Eu Te Escuto

Hoje estou tão revoltada com um caso que até fiz live dele no Instagram para desabafar.

Começarei por ele:

Chora 01 – Kelly

“Oii Cony!! Antes de mais nada, parabéns pelo seu trabalho,  você é a única blogueira que eu acompanho regularmente, e ja lá vão muitos anos ! O meu chora é sobre relacionamento.

Namoro a 9 anos com um rapaz, eu tenho 31 anos e ele 32! Vivemos juntos a quase 3 anis! O problema é que ele nunca trabalhou, nesse tempo que namoramos, nunca vi um esforço da parte dele em mudar essa situação, resultado quem banca a casa sou eu. No início, era para eu morar sozinha, mas ele foi ficando, e ficou de vez! Eu não me importava de assumir as contas de casa, porque era tudo novo, mas agora me incomoda!! Ele não sai para procurar emprego, ele não tem aquela ambição em trabalhar por conta própria, passa o dia vendo seriados e jogando video game!! Eu sei que arranjar emprego tá difícil, mas se ninguem te emprega, pelo menos tentar fazer algo para reverter a situação!

Para mim é frustrante, ter que colocar a comida na mesa, pagar as contas, enquanto ele fica esticado sem fazer nenhum!!  Mesmo quando ele tem uma graninha, ele não consegue (ou não quer) tirar para me ajudar!! A falta de ambição dele preocupa-me!

Desde o início do namoro, quando a gente sai, eu é que tenho que pagar a conta, o pior é que quase sempre saimos com um amigo dele, e ele olha pra mim dizendo para eu pagar a conta de nós três.

Se ele organizasse a casa, enquanto eu trabalho, se calhar eu n haveria de me chatear tanto, mas tive que contratar uma diarista para me ajudar, porque dificilmente ele faz algo (lava a loiça mas isso foi depois de muita luta).

Assunto casamento e filhos nem se fala! 9 anos de namoro e nem uma aliança de noivado a vista! Sinto que estou a perder o meu tempo, que infelizmente não vai voltar.”

Minha linda, não quero ser rude ou muito dura com você, mas por favor, SAIA DESSE RELACIONAMENTO ASSIM QUE PUDER. Não é assim, não tá certo, ele é um vagabundo, está te fazendo de trouxa até pros amigos dele! FIA, ONDE JÁ SE VIU MACHO PEDIR PRA PAGAR A CONTA DELE E DO AMIGO DELE??? NÃAAAAAAAAAAAAAAAO! NÃO ACEITE ISSO! Você merece alguém que te valorize, que te apoie, que seja seu parceiro, seu companheiro, alguém que tenha objetivos de vida com você, não um sanguessuga que vive as suas costas no bem bom! Tá errado! TÁ MUITO ERRADO! Isso não é relacionamento, isso não é amor, ele é um APROVEITADOR e você não está enxergando. Você pegou um homem para criar, está sendo mãe dele e acho que nem isso, nem mãe se trata assim. GRAÇAS A DEUS QUE ELE NÃO FALA EM CASAMENTO! FOGE DESSA CILADA. Mas ó, vou te pedir uma coisa… Saia dessa relação aos poucos, sei lá, o fato dele te fazer pagar a conta dos amigos me soa como alguém desequilibrado ou sem o mínimo carinho e amor por você. Tenho medo dele te agredir ou sei lá o que. Vai aos poucos, se posicione lentamente, coloque regras, A CASA É SUA E É VOCE QUE MANDA AÍ, e procura a ajuda de uma terapia para conseguir sair dessa da maneira mais sábia, tranquila e segura que conseguir. Mas não admita mais as folgas dele. Por favor, se valorize.

Chora 02 – Brenda

“Dessa vez é problema com minha irmã. Na verdade nossa criação foi feita por dois loucos, meu pai que não bate muito bem e minha mãe que por ser completamente submissa, enlouqueceu junto. Eu sou a mais velha e desde muito cedo foi colocada muita responsabilidade em mim, eu precisava ter comportamento de adulto, precisava ser responsável pela minha irmã, precisava ajudar em casa e tudo mais.

Sempre fui bocuda e não aceitava injustiça, por isso apanhei e muito, dos dois, de deixar marcas físicas e emocionais. De ser ameaçada caso contasse aos professores ou qualquer pessoa.

Mas com ela a coisa era diferente, ela sempre foi mais “esperta”, malandrona,  falava e fazia o que eles queriam ver e ouvir. Por isso nunca apanhou do meu pai, que era pior, e se apanhou da minha mãe, honestamente não me lembro. Ela mesma já admitiu que percebeu a diferença e disse que aprendeu fazer isso para não passar pelo mesmo que eu.

Além dessa diferenciação, eles estimularam rivalidade com coisas bobas, por ex, ela comia o chocolate dela primeiro e falava que queria mais, minha mãe explicava que tinha acabado e ela falava que eu ainda estava com o meu. Óbvio que minha mãe fazia eu dividir, pq eu estava errada em não comer rápido e ela não podia passar vontade, porque poderia morrer(literalmente) de vontade, é sério, era a explicação.

Maaaas, sempre fui muito esforçada, nadando contra a maré, comecei trabalhar cedo,  sai de casa cedo tb em um casamento de merda, estudei, tive uma filha, estudei mais, me separei, casei de novo, vivo feliz em um apê que compramos juntos, lutamos juntos e me considero super esforçada, aquela que arregaça as mangas, mata um leão por dia e ainda divide as contas. Tudo o que tenho e que fiz, foi com meu suor tb. Nunca ganhei nada de ninguém, nem de marido.

E minha irmã é a famosa exploradora de homens. Casou com um cara que ela achou que daria uma vida confortável e assim que ele começou ficar mal de dinheiro,  pulou fora. Já teve uns 4 namoros “super sérios”, depois dessa separação, expondo meu sobrinho a todos eles. Inclusive sendo “namorada” de cara casado que bancava ela e o apartamento em que vivia com meu sobrinho.

Hoje ela está com um cara que ninguém sabe direito o que faz da vida, porque ele não gosta de se “expor”. Já reformou o apartamento dele pelos gostos dela, já pagou diversas cirurgias plásticas pra deixá- lá como ele gosta, ela não trabalha (óbvio), na maioria do tempo nem ele, não precisa cozinhar pq almoçam e jantam fora todos os dias, viajam pra caramba, curtem a vida a doidado. Ela explora meu ex cunhado que é um banana e ainda paga até o convênio dela e sustenta meu sobrinho.

Bom, já perdoei meus pais, já entendi que aqui se faz, aqui se paga…
Mas não suporto ouvir falar dela!
Quero mudar isso, até mesmo pq estou tentando melhorar, fazer reforma íntima e tudo mais, mas não a suporto.
Nem nos falamos mais, pq eu disse que não concordava com exploração do ex dela.

Só sinto isso quando minha mãe comenta dela, em todo o resto do tempo, mal me lembro da existência.

O que fazer para conseguir seguir adiante? Para parar de sentir raiva por tudo ser tão suado pra mim e ela só na vida boa sem esforço. Espero pelos conselhos das leitoras tb.”

Você está se contradizendo… disse que mal lembra da existência dela mas quer parar de sentir raiva por ela conseguir tudo de uma maneira mais “fácil”. Essa disputa e essa comparação que seus pais permitiram na sua infância/adolescencia tá aí até hoje e acho que só muita terapia para desvincular da vida da sua irmã. A vida dela é DELA, se ela consegue as coisas de um jeito que você não faria, isso é problema DELA. Se a vida vai dar volta e vai fazer ela pagar, não se sabe, pode ser que nada aconteça e isso NÃO PODE te atingir! Foca na SUA vida, na sua família, no seu trabalho e esquece de verdade o restante. Terapia já.

Chora 03 – Donna

“Cony seu blog é o meu preferido eveer. Até já escrevi um chora, sou a Gin e recebi uma enxurrada de críticas hahaha Mas não ligo, precisava mesmo daqueles puxões de orelha. Agora passado 1 ano e meio da separação, apartamento novo, reorganizei minha vida com a minha pequena é lógico.

Estou bem feliz psicológicamente falando, financeiramente não tá lá aquelas coisas mas dou um jeito sempre. Nunca faltou nem faltará nada pra minha filha nem pra mim. Trabalho pra caramba, sou esteticista e micropigmentadora, minha profissão tem seus picos, mas sou forte.
Saio aproveito a vida de solteira, até uns meses atrás tava tudo okay.
Mas conheci um carinha, o oposto do meu ex: querido, carinhoso, romântico, amoroso. Estamos ficando, ele mora a 30 km daqui, nos vemos mais fins de semana. Maas, o problema é sempre o MAS kkk. Ele mora com a avó, porque perdeu a mãe quando tinha ainda 3 meses e tals, uma história bem triste. Mas precisa morar com a avó ainda? Caraamba ele não dorme na minha casa porque a avó não gosta. E fico putassa com isso. Acho que ele já está passado da idade de morar sozinho ou ao menos se mandar.
Ele já falou em namoro algumas vezes, conversamos todos os dias no WhatsApp já que ele não mora aqui,
Ele me cobra conhecer a minha filha (nunca deixei ele vir aqui ela estando em casa), ficou chateado comigo porque não convidei pro meu aniversário, mas a vó não deixa ele dormir comigo (Oi?). Como é que vou ter segurança de assumir um namoro com um cara mandado pela avó?
SOCORRO”

Tá procurando sarna pra se coçar né fia? Se morar com os pais depois de uma certa idade já é fator agravante pra escolha do boy (eu acho, eu faço a cruz pra homem que mora com mãe/pai) morar com a avó então… e ainda não poder dormir fora porque ela não deixa? Ahhhhh, pára né? Não perguntei a idade dele, mas se tiver mais de 18 anos, é bom abrir o olho. E outra coisa, PRA QUE alimentar uma relação que tem situações que tem deixam “putassa”? Pra que isso? Pra que conviver com algo que não te agrada? Cês tão querendo é sofrer mesmo…

  • Choras ABERTOS! Podem mandar seus desabafos, suas dúvidas, suas angústias para constanza@futilish.com e no assunto colocar CHORA QUE EU TE ESCUTO. O conselho aqui é direto e reto ok? Quer carinho, cafuné, colinho, vai conversar com sua mami.
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
100 comentários em “Chora Que Eu Te Escuto”
  1. Jessica16/05/19 • 18h37

    Caso 1:
    Amiga, vem namorar cmg e pagar meu cartão de crédito! Kkkkkkkkk
    Brincadeiras à parte:
    Mulher acorda pra vida e larga esse esse despacho de encruzilhada, essa âncora, esse desocupado, manda ele ir atrás de outra mãe e vc cuide de ir atrás de um adulto de bem!

  2. Jessica16/05/19 • 18h51

    Brenda, pessoas que constroem pequenas casas em cima de um Rocha terão paz e estabilidade, mas aqueles que constroem um castelo em cima de areia rapidamente podem perder tudo. Eu sendo você estaria muito feliz de ter saúde e paz para cuidar de sua família e poder dormir com alguém que vc gosta de verdade, além de dar bom exemplo a seu filho. Já já sua irmã está velha, doente e feia e não terá nada, nem um amor verdadeiro pra contar história.

    Donna/ Gin,
    Menina, que agonia é essa pra botar boy desconhecido de outra cidade na sua casa? Namoro à distância de dois adultos não da certo, tá na cara que esse rapaz tem outra.
    Quanto morar com avó eu não sei nem o que comentar, ele pode ser muito responsável e ela cuidadosa com ele. Mas acredito mesmo é que ele seja casado!

    • Anônimo17/05/19 • 09h19

      Menina que show de sensatez!
      Concordo com tudo!
      Só o caso da Donna eu achei que ele cuidava da vózinha mas depois do seu comentário abri o olho também kkkkkkkkk
      Agora tenho certeza que ele é casado!

    • Rita17/05/19 • 14h05

      As vezes ele tem outra, ou as vezes ele se sente responsavel pela vozinha! Either way, concordo com a Cony, se é algo que te deixa putassa pra que seguir com isso? A chance de se frustrar futuramente é bem grande!

    • Ana17/05/19 • 17h38

      Adorei a analogia da rocha e da areia, foi essa a sensação q tive lendo o caso 2. A irmã dela vai se estrepar muito na vida. E olha desculpa mas a forma que ela fala da irmã me pareceu um pouco inveja.

      • Jessica18/05/19 • 11h06

        Não, penso nem na situação de se estrepar como uma vingança , mas de não construir nada para o futuro.
        Ela não tem outra profissão a não ser namorada de cara rico, não tem nada para ela e para o filho, não tem uma relação verdadeira. Que tipo de exemplo ela deixa pra o filho, se nem a própria valoriza a família?
        Quando os caras se cansarem dela ou deixá-la, ela não terá nada além da pensão do filho, pois a beleza , saúde e roupas passam e se acabam com o tempo.
        Ao contrário de nossa amiga que está batalhando para manter sua família com dignidade e tendo apoio do marido, justamente por isso não entendo o motivo dela se comprar com algo que não pertence a irmã verdadeiramente.
        Sua vida eh muito boa e é de verdade!!!! ❤️

  3. Fane16/05/19 • 19h29

    Kelly: É sério mesmo?? Pelo amor de Deus!!! Fuja desse encostado que só quer se aproveitar! Com tudo isso vc ainda quer q ele pense em casamento e filhos??? Como comprar aliança se não paga nem uma saída com o amigo??? Demorô para sair disso! #indignada KKkkk

  4. Bela16/05/19 • 22h28

    Kelly : menina, pula essa fogueira !! Devolve essa oferenda pro mar ! Mas … Pelo perfil dele… Vai dar um trabalhinho se livrar desse encosto ! E não duvide dele pedir pensão depois ! Ou metade do apartamento… Alegando união estável. Fica esperta e se livra desse embuste o qnto antes ! Boa sorte !!

    • Bruna17/05/19 • 10h25

      Isso é uma união estável sim! E ele terá direito a metade do patrimônio que adquiriram a partir da união! Boy lixo e problemático! Procura psicólogo e advogado também! Boa sorte! Mas tome coragem e pule fora, pq a vida é curta!

      • Andrea17/05/19 • 12h33

        No dia da live falei que ela precisava de advogado pq ele consegue fácil pensão alem de metade do patrimônio. Mas tomei uma sapatada de uma das pessoas que estavam na live. Atualmente, a justiça da igualdade de direitos, ou seja ele tem os mesmos direitos que só tinham as mulheres até alguns anos atrás. Esta moça não parece ter a noção da enrascada em que ela está.

        • Constanza17/05/19 • 13h58

          Serio? Não vi isso… vc esta certíssima!

          • Leitora do Fufu17/05/19 • 17h36

            Não duvide da capacidade das pessoas. E aquela história que vc só conhece quem é quem depois do divórcio é totalmente REAL. Eu me separei há mais de X anos. O divorcio correu tudo bem, foi amistoso, deu “tudo certo”. Pois bem, agora, depois de mais de X anos meu ex marido reapareceu me cobrando um dinheiro que ele tinha me dado enquanto estávamos casados pra completar a compra de um carro, alegando que na ocasião ele me emprestou esse dinheiro. E agora quer que eu pague esse “empréstimo”. E além disso ele está me chantageando pra pagar.

          • Constanza17/05/19 • 23h34

            que horror!

        • Jessica18/05/19 • 10h49

          Menina, aconteceu isso com uma pessoa conhecida. O cara tomou metade do carro, do ap e de todas as coisas do ap que ELA montou e ainda nem moravam juntos.
          Nesse caso acho mesmo que ela tem que comprar a aliança e casar no civil com separação de bens, pra depois se separar desse embuste.

      • Aline17/05/19 • 12h51

        Caramba! Ainda tem isso! Pelo tempo de relacionamento, é realmente união estável e não vai ser surpresa se o cara querer levar metade do patrimônio dela. Pela descrição, é malandro nato.

        Moça do Chora 1: procure além de um bom terapeuta para recuperar seu amor próprio, um bom advogado para ajudar possíveis problemas que irão surgir.

    • Rita17/05/19 • 14h02

      Pensei a mesma coisa. Quando se separarem, ele vai atras dos ”direitos” dele e você vai sair no prejuizo! Lamentavel! O cara não é um companheiro, ele é um filho! Procure um advogado para te aconselhar a n ter tanto preju! Boa sorte minha querida

    • Ana17/05/19 • 17h41

      União estável sim, mas pensão pode até ter (porém duvido), mas por pouquíssimo tempo pq ele não eh nenhum idoso ou inválido ou ficou dono de casa pra cuidar do filho. Só se o juiz for tão boy lixo quanto ele pra dar essa pensão. A pensão nao eh um direito automático de quem ganhava menos na relação não.

      • Thais20/05/19 • 11h01

        Que é união estável não há dúvidas. Quanto à pensão, embora seja absurdo, acho que é bem possível que seja deferida pelo menos por um tempo, porque ele não tem emprego, então não vão deixar a criatura passar fome. Enfim, mega necessário que ela procure um advogado e dê um pé na bunda do embuste urgente. Já fica o alerta pra outras leitoras aí…

  5. Aline16/05/19 • 23h23

    Minha nossa… e a moça do Chora 1 ainda pensa na possibilidade de se casar com um cara assim??
    Eu não consegui nem ler os seguintes de tão chocada que fiquei com esta história. Sério.

  6. Priscila16/05/19 • 23h30

    Kelly,

    PELAMORDEDEUSSSSSS, larga esse homem! Ele não te valoriza e não vai te valorizar NUNCA!!!!! Tive uma amiga que passou por algo MUITO parecido: esquece, deleta, vira a página porque nessa relação você só vai se frustar! Ele nunca vai mudar! E a Cony falou certinho: aja com MUITO cuidado, pois também acredito que ele não vai ser legal no término. CORAGEM e cuide de você!

  7. Luiza16/05/19 • 23h40

    Gente! Desde quando 30 km é uma super distância para ser considerado um “namoro à distância? Moro em SP e da minha casa até a faculdade são 35 km e eu vou todos os dias para a aula.

    • Tata18/05/19 • 13h51

      Kkkkk pensei nisso também.
      Que desculpa furada para não se ver, hein?
      30km não é nada! Percorro isso duas vezes por dia para trabalhar e tá tudo certo.

  8. Cris16/05/19 • 23h42

    Kelly, você já tem um filho, que já está na idade de sair de casa e arrumar um emprego. Surreal essa situação, e o quão pequeno é o seu amor próprio.

  9. RM16/05/19 • 23h55

    Miga do chora 1: eu já estive nessa situação…e o pior de tudo: casei com a criatura. Resumo da ópera: quando finalmente tomei atitude de dar um pé ele ainda levou metade do que eu tinha. Conselho de quem já esteve no seus sapatos: saia desse relacionamento JA!! Mesmo perdendo metade dos meus bens, estou extremamente aliviada de ter saído dessa. Com certeza devia ter feito isso antes. Se pelo menos eu tivesse tido a sua coragem de escrever um chora pra Cony talvez teria dado um fim antes, mas enfim, ainda dá tempo!Vai construir as coisas pra vc, o tempo passa e a hr que vc perceber passou a vida se privando das coisas pra sustentar folgado! Sorte pra vc !! bjs

  10. Jackeline17/05/19 • 00h30

    Kelly, não tem o que dizer, se livra desse encosto. Conheço um cara assim, quase 35 anos, sem emprego e que a namorada banca quase tudo pra ele,incluindo a cervejinha de segunda a segunda, e sabe o que ele comenta com os amigos? Que ninguém manda ela ser trouxa e enquanto ela ficar ele vai abusar, e detalhe, ele tem rolo com várias outras porque tem tempo livre de sobra enquanto a namorada trabalha ,e pode ter certeza que o seu também tem, porque homem que passa o dia coçando só pensa em bebida, vídeo game e putaria. Vai se livrando desse traste aos poucos,procura um advogado, regularize a situação dos seus bens para ele não alegar união estável e pegar metade do que é seu, e eu também sinto como a Cony que quando vc quiser se separar, ele possa fazer alguma besteira :/ Pense num plano,tome MUITO cuidado, peça ajuda e se livre desse encosto.

  11. Jackeline17/05/19 • 00h38

    Caso 2: Olha sei que é difícil, porque é sua irmã, mas segue sua vida. Não fique olhando o que ela faz,ganha, com quem vive, não procure saber. Existem muitas pessoas espertas assim no mundo, quando caem doentes não tem uma viva alma pra ajudar,sinto mesmo só pelo seu sobrinho.
    Caso 3: Amiga já pensou se vocês começam a namorar??? Ele mora longe,vocês vão ter que viajar pra ver um ao outro e não vão poder dormir juntos,não vão poder sair e voltar tarde É isso mesmo que vc quer? Você acha que um relacionamento assim vai dar certo? A resposta é simples, ooooou ele tem outra e isso é uma ladainha, nunca duvide da capacidade de um homem de fazer merda.

  12. Alice17/05/19 • 00h42

    1- Amiga, para de ser otária, desculpa parecer grossa, mas pqp o cara é um lixo e nem se esforça pra disfarçar e vc com certeza se acha um lixo pra merecer isso, cuide da sua auto estima antes de arrumar outro homem pq se vc acha normal sustetar vagabundo que te trata como escrava…

    2- Família é quem te quer bem, o resto é parente, isso serve até pros pais, deixe sua irmã viver a vida dela e viva a sua.

    3- Não vejo problema algum em morar com a avó, estamos passando por uma crise profunda de desemprego e instabilidade e nem todo mundo pode se dar ao luxo de morar só, mas um homem adulto que ainda obedece a avó não dá né?

    • Ana C19/05/19 • 14h22

      Não é caso financeiro, ele é super bem de vida. O pai dele deixou ele bebê com a avó por conta da morte da mãe, mas sempre deu assistência. Montou uma empresa pra ele, pagou faculdade e deu um apartamento.
      O caso é comodismo, menino mimado.
      Não quero pra mim, pulei fora meesmo.

  13. Mara17/05/19 • 01h24

    Brenda a maior força deste universo é o amor! De verdade, o amor vence tudo, até a morte. Ame sua irmã, com todos os defeitos, com todas as misérias, pq você também deve ter as suas, como todo mundo. Eu vejo uma ferida grande, talvez um sentimento de não ter sido tão amada, de não ter sido não elogiada, de não ter sido tão protegida, de não ter sido a preferida! Estas feridas não cicatrizam da noite para o dia, são feridas que precisam de cuidados a longo prazo. Perdoe sua irmã, você não é a juíza dela, nem a Advogada do seu ex cunhado, deixe fluir e reconheça sua pequenez… lutar contra isso só te fará sofrer, não está na sua alçada e nunca estará… a única coisa que está a seu alcance é aceitar com serenidade a irmã que você tem, é decidir amá-la mesmo contra sua própria vontade. Acorde todos os dias e diga a você mesma: Hoje eu decidi amar a minha irmã (diga o nome dela), mesmo sendo mentira, mesmo sendo o contrário, diga para você. No dia seguinte repita, e repita até você sentir de coração que a ama. Eu tenho certeza que conseguirá, e quando você amar verdadeiramente, você terá aniquilado toda essa energia ruim, você terá se libertado dela, pois quem ama não senti ódio, não sente ressentimentos, não julga. Ame, permita-se tentar essa terapia do amor! (1Cor 13,7-8) “7.Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo. 8.O amor jamais acabará.”

    • Brenda17/05/19 • 19h41

      Obrigada pelo comentário! Precisa ouvir isso <3

    • Emanuelle19/05/19 • 14h12

      Vc é uma pessoa de luz. Maravilhosa. Me fez chorar. Gratidão pelas palavras e pelo ensinamento. Deus te abençoe

  14. Glaucia17/05/19 • 02h38

    Caso 2 – constelação familiar ja!!

  15. Priscila17/05/19 • 06h55

    Kelly, não consigo entender porque um cara que nunca trabalhou na vida, nunca fez nada por você, está a nove anos com você e você ainda pensa em usar aliança, casar, etc… Se ele nunca te pagou um cachorro quente e ainda insinua para você pagar contas de amigo, você ainda tem esperança de ganhar uma aliança e pedido de noivado?

    Brenda, a vida da sua irmã é dela, essa comparação iniciada na infância perdura até hoje, acredito que no fundo você tenha uma briga interna entre ser contra as coisas que ela faz X o vínculo familiar que unem vocês. Vá viver a sua vida. É o melhor a ser feito.

    Donna, por você morar com a sua filha não deveria nem pensar em levar um homem para dormir na sua casa nas condições que você colocou. Se ele realmente mora com a avó, pode ser Na fatores, como ser uma idosa que necessita cuidados especiais, mesmo gozando de boa saúde (minhas avós são vivas e tem 93 e 95 anos, são lúcidas, saudáveis, mas tem as dificuldades físicas naturais da idade, e necessita de ter uma pessoa ao lado cuidando delas). E mesmo que ainda morasse com os pais, ainda assim não deveria ser critério de avaliação para eliminar. Entretanto, isso está com cara de homem casado.

  16. Thays17/05/19 • 07h17

    Cony, tô chocada em relação ao caso 1… gente, será que não tem ninguém da família dela p/ intervir nisso e dar um sacode?? Nossa… ele é super folgado e explorador e ela um monge! Mas o pior de tudo é que pela escrita dela, se vê que ela por comodidade e evitar “chatear” alguém, vai ficar na mesma…
    O caso 2 percebi uma inveja super compreensiva em relação a irmã, que é uma vítima da situação como ela… são duas “sobreviventes”, cada um do seu modo e nada mais é que inveja o que ela sente, inveja do carisma da irmã, por ela sempre ter pessoas que cuidam dela em todas as fases, etc. De verdade que a irmã deve ser muito agradável e levar a vida mais leve. Talvez isso falte na irmã mais velha e quando ela conseguir enxergar isso e ver que não tem que julgar a irmã(nem ninguém), quem sabe ela consiga superar os traumas e ser também mais leve, mais amorosa e menos odiosa… pq é chato para quem está ao lado conviver com alguém raivoso, indignado todo o tempo e que aponta dedos… talvez se inspirando na irmã ela consiga ser amada como ela é.

    • Brenda17/05/19 • 19h44

      Quanto ao carisma, é exatamente o contrário. Eu tenho amigas de anos que posso contar sempre. Minha irmã pode contar só com o marido/namorado da vez. Ela não tem mais ninguém, ela não gosta de ninguém.

      • Dani23/05/19 • 13h15

        Eu acho que a irmã não tem é caráter, não liga para os sentimentos dos outros. Mas acho bom perdoar porque vai que a irmã está namorando um cara não muito certo na vida e é assassinada um dia? Será que Brenda não vai se arrepender de não ter convivido com a irmã?

  17. Deborah17/05/19 • 07h18

    Caso 1: moça, PELO AMOR DE DEUS, corre que é cilada. Sério. Você parece mãe desse cara. E olha que eu tenhonum filho e quando ele faz umas gracinhas de ficar com preguiça, eu dou uns gritos com ele e ele volta pro eixo rapidinho. Esse cara tá abusando de você e você não percebe. A hora que te faltar uma grana, faltar jeito de bancá-lo, ele vai te dar um pé na bunda sem pensar duas vezes. E tem mais: como você tem coragem de pensar em casamento e achar ruim ele não tocar nesse assunto com você depois de 9 anos. Putz!!! Você tem que se livrar desse embuste pra ontem. Eu sei que é difícil, que quem vê de fora vê melhor. Mas você, mais do que ninguém nesse mundo, tem que se amar e querer pra si alguém tão legal. Olha, tá cheio de cara bacana nesse mundo, cheio de cara que vai te fazer feliz, te inspirar a ser alguém melhor. É só abrir o coração e a mente pra algo novo. Saia disso, pelo seu próprio bem. Você merece demais. E não aceite mais essa situação. Comece colocando regras. Pq é aquela coisa, se é você que banca, o barco tem que tocar a sua maneira. Imponha respeito, mande caçar um serviço. Ameace. Você vai ver como tudo vai ficar mais claro pra você. Boa sorte!!

    Caso 2 Brenda: Apenas viva sua vida. Faça terapia. Você tem uma história bonita. Superou um casamento merda, uma família abusiva, não depende de ngm e parece que tem um marido bacana. Você construiu a sua vida sem
    Precisar explorar as pessoas. Apenas sinta orgulho e siga em frente. Lembre-se que algumas coisas são questão de caráter. Alguns tem. Outros não. Talvez sua irmã não tenha e tudo bem. Isso não pode te afetar.

  18. Josiane17/05/19 • 08h42

    Para a moça do chora 1 (Kelly): Sugiro que além de terapia para sair desse relacionamento, procure também um advogado, porque ele pode alegar união estável e ser dependente financeiramente de você, exigindo até mesmo pensão (é o fim, mas sei que existem casos assim). Então procure um advogado para saber como fazer tudo da melhor maneira possível.

  19. Bruna von Rondow17/05/19 • 08h44

    Chora 1 – Moça, desculpa minha sinceridade, mas é sério que sua preocupação é que ele não fala em casamento?????? Isso é Deus te dando livramento!!! Acorda pra vida!!!! Pula fora desse relacionamento enquanto pode. Faz terapia, pede ajuda pras amigas, qualquer coisa, mas toma uma atitude!
    PS: Cony, sinceramente… Onde que que as mulheres andam com a cabeça? Esse caso 1 me deixou “full pistola” kkk!!! Eu não sei o que acontece… É uma cegueira, um amor por traste que eu nunca vi igual… Gente do céu! Eu vejo isso nas minhas amigas, sabe? Um monte de mulher incrível se sujeitando a cada tipo de situação… Não consigo entender como que é possível…

    • Constanza17/05/19 • 12h20

      tb fiquei bem pistola!

    • Rita17/05/19 • 14h11

      Esse tipo de comportamento da mulherada é carencia afetiva. Vivemos numa sociedade tão carente de amor e cheia de relações descartaveis que qualquer migalha que recebem, as pessoas se agarram!

  20. Érika17/05/19 • 09h03

    Caso 2: te entendo, o que você sente é inveja. Eu sei que a palavra é feia mas é isso mesmo. Inveja de ela ter tudo de mão beijada, dinheiro, plásticas, apartamento bonito e etc. Eu sei, a vida não é justa, não espere isso. No fim tudo tem prós e contras. Você acha que na vida de aparência dela não tem os contras? Tem sim! Se preocupe com sua vida, com seu crescimento, com seu aprendizado. Aceite que as escolhas são diferentes porque, sim, você também escolheu viver assim, de maneira digna e corajosa. Siga em frente sem olhar para trás!

  21. Natalia17/05/19 • 09h38

    Chora 1 – Kelly: Amiga, passei pela mesma situação. Parece que estava lendo um relato meu. Vou te falar o que eu fiz: terminei o relacionamento e mandei ele ir embora da minha casa. A situação foi acabando com meu emocional aos poucos, você não merece passar por isso. Tira esse cara da sua vida o quanto antes. Não foi fácil, eu gostava dele até, mas a situação foi ficando insustentável. Sai dessa vida, faça isso por você e pela sua felicidade.

  22. Shirley Santos17/05/19 • 09h58

    Kelly … seu instinto maternal tá falando mais alto que qualquer, possível, bom senso. Por favor, né ?!? Relacionamento, seja qual for, é matemática básica : somar, dividir, multiplicar e subtrair, mas nunca sozinha, sempre por 2.
    Brenda … Terapia já. Você é adulta agora. Cuida da sua vida e esquece a vida da tua irmã. Cada uma no seu quadrado,
    seja ou esteja aonde estiver.
    Donna … Veja bem, se ele mora com a avó por que sustenta ela, louvável, mesmo assim isso pode ser administrado de longe. Mas, se é sustentado e controlado, a ponto de não poder dormir fora de casa, DÁ LICENÇA, né ?!? Meu filho com 16 anos já dormia fora de casa.
    Bjs Cony, sua linda !

  23. Vanessa17/05/19 • 10h10

    Kelly: minha filha, sai fora desse cara o quanto antes! Que absurdo! Que abuso! O que você ganha com esse relacionamento? Só perde. E ele não te ama! Só quer abusar de você porque percebeu que você não se valoriza. A coisa só tende a piorar. E aposto que ele deve estar te traindo também. Homem à toa dentro de casa sustentado pela mulher não dá outra. 32 anos e não trabalha? Nunca vai trabalhar. Pelo menos enquanto achar uma boba pra bancá-lo. Você não precisa disso. Dispensa ele e deixe o caminho aberto para que apareça uma pessoa que te mereça. Muito triste por você. Te desejo força, sorte, amor próprio e auto estima. Bjos.

  24. carol17/05/19 • 10h16

    Brenda: pra mim vc esta invejando a vida que ela tem.

  25. Vanessa17/05/19 • 10h17

    Donna: Minha filha, o que é isso???? Avó???? Isso tá me cheirando é a homem comprometido, isso sim. Sai fora o quanto antes. Isso não tá cheirando bem. Procure alguém que você mereça e que te mereça. Boníssima sorte!

  26. Vanessa17/05/19 • 10h21

    Brenda: Minha filha, esquece ela e cuide de você. Se com você está tudo bem, o que te interessa se as coisas pra ela parecem melhores? Durma tranquila com sua honestidade e caráter. E lembre-se: nem tudo é o que parece ser. Quem disse que ela é feliz assim? Quem disse que dorme tranquila? Você não sabe o que se passa dentro da casa dela. Não sabe as coisas às quais ela se submete pra ser bancada. Na hora de dar satisfação dos seus atos ao Pai, você vai tranquila, isso que é o mais importante. Felicidades!

  27. Bruna17/05/19 • 10h22

    BRENDA…Sugiro que vc faça constelação familiar, vai te ajudar e muito a resolver esses problemas familiares, Procura um terapeuta que faça, pesquisa sobre…vai te ajudar a se colocar no lugar de filha e irmã e a entender padrões de comportamento familiar, principalmente pra isso não ser transmitido para os seus descendentes.
    Outro detalhe: “”””Ela explora meu ex cunhado que é um banana e ainda paga até o convênio dela e sustenta meu sobrinho.”””” se esse ex dela é o pai do menino não há mal nenhum em sustentá-lo, do contrário, É OBRIGAÇÃO sustentar, independente de qualquer coisa! Pai tem mais que pagar pensão pra filho, no mínimo.

    • Brenda17/05/19 • 19h49

      Concordo que ele tem que pagar tudo pro meu sobrinho, só coloquei no e-mail, pq acho que continuar pagando certas coisas pra ela, é burrice. Dê pra ele, não pra ela.

  28. Thaline17/05/19 • 10h32

    Parece que a Kelly do chora 1 é bem carente e não se vê com uma pessoa melhor, aí acabou se sujeitando a qualquer coisa, mas qualquer coisa MESMO! então ela terá que trabalhar primeiramente a auto estima e estabelecer pra ela que tipo de cara merece, que padrão de homem ela quer como companheiro, para só então perceber que esse aí está muito AQUÉM do que ela realmente merece. mas esse é um exercício interno e de auto descoberta, pq se vc acha que merece pouco, é com pouco que vc terá de lidar.
    Se ama menina, se descubra, vc vai ver que é merecedora de coisas boas e relacionamentos bons.
    beijos

  29. Leila Braga17/05/19 • 10h40

    Chora 1, Meu deus! Grave, gravíssimo! Realmente além de um encostado concordo que a índole dele não deve ser boa, porque não se incomodar com a situação é no mínimo suspeito! Não pense 2 vezes sai correndo e pra bem longe! Não pense nem 1 minuto mas ele tem um lado bom, isso não é nem um pouco normal!

  30. Jane17/05/19 • 10h40

    CHORA 1: PELAMORRRRRDEDEUUSSSSS… miga esse cara é um encosto!!! e você é burra! Me desculpe por te chamar assim!! Mas tem horas que precisamos de um tapa na cara e de um sacode nivel hard!!!!

    Primeiro: a culpa é sua por tratar ele como filho! Sim!!!! assuma! Mas ele NÃO É SEU FILHO!! E mesmo que fosse, você não tem obrigação de sustentar marmanjo. Você NÃO É responsável por ele.

    Segundo: Claro que ele não vai trabalhar, nem procurar emprego! Muito cômodo!! Ele tem a vida perfeita. Casa, comida, roupa lavada, sexo, contas pagas, saídas pagas (e até contas de amigos pagas) e passa o dia todo vendo TV e jogando. Pra quê ele vai procurar emprego? Pra que ele vai se estressar e cuidar das despesas e da vida dele se você já faz isso por ele hein??

    Terceiro: como é que você pode pensar em casamento com ele??? pirou??? que tipo de pai ele seria?? é com esse tipo de homem que você quer mesmo, de verdade ter uma família? ter um filho??

    Quarto: leia novamente seu Chora e imagine que está se referindo a outra pessoa. O que você diria para ela? o que você pensaria dessa historia, desse tipo de situação?

    Quinto: Porque você se sujeita a bancar tudo para ele e para o amigo dele?? Preste atenção em você, nos seus sentimentos, nos seus pensamentos. As pessoas nos tratam da forma que permitimos sermos tratadas. De onde veio essa “referencia” de achar que tem que se sujeitar a tudo para ter alguém? Ou achar que não merece nada melhor que isso? As vezes não nos damos conta do nível de carência extrema que estamos. Ou então vivenciamos e vimos no passado situações de relacionamentos doentios e abusivos que fizeram a gente acreditar que “relacionamento a dois é ruim”, é “aos trancos e barrancos” ou que “temos que suportar tudo”, “porque a vida é assim mesmo”! Mas te digo uma VERDADE!! Relacionamento não é isso não!! Não creia e nem aceite que relacionamento é o que você está vivendo no momento. Acredite que você MERECE mais e PODE sim ter muito mais!

    Se liberte!! Pense em que tipo de pai você quer para o seus filhos (isso, se você quiser ter filhos), pense em que tipo de homem você quer do seu lado. E quando se separar e largar este traste se dê um tempo sozinha. Descubra o que te deixa feliz, FELIZ de verdade. Claro que é bom ter alguém do nosso lado. Mas alguém que some, não que subtraia e explore. E lembre-se nós somos a nossa melhor companhia. “É melhor estar só do que mal acompanhada”. E concordo com a Cony… saia dessa relação aos poucos.

  31. Jane17/05/19 • 10h45

    CHORA 1: PELAMORRRRRDEDEUUSSSSS… miga esse cara é um encosto!!! e você é burra! Me desculpe por te chamar assim!! Mas tem horas que precisamos de um tapa na cara e de um sacode nivel hard!!!!

    Primeiro: a culpa é sua por tratar ele como filho! Sim!!!! assuma! Mas ele NÃO É SEU FILHO!! E mesmo que fosse, você não tem obrigação de sustentar marmanjo. Você NÃO É responsável por ele.

    Segundo: Claro que ele não vai trabalhar, nem procurar emprego! Muito cômodo!! Ele tem a vida perfeita. Casa, comida, roupa lavada, sexo, contas pagas, saídas pagas (e até contas de amigos pagas) e passa o dia todo vendo TV e jogando. Pra quê ele vai procurar emprego? Pra que ele vai se estressar e cuidar das despesas e da vida dele se você já faz isso por ele hein??

    Terceiro: como é que você pode pensar em casamento com ele??? pirou??? que tipo de pai ele seria?? é com esse tipo de homem que você quer mesmo, de verdade ter uma família? ter um filho??

    Quarto: leia novamente seu Chora e imagine que está se referindo a outra pessoa. O que você diria para ela? o que você pensaria dessa historia, desse tipo de situação?

    Quinto: Porque você se sujeita a bancar tudo para ele e para o amigo dele?? Preste atenção em você, nos seus sentimentos, nos seus pensamentos. As pessoas nos tratam da forma que permitimos sermos tratadas. De onde veio essa “referencia” de achar que tem que se sujeitar a tudo para ter alguém? Ou achar que não merece nada melhor que isso? As vezes não nos damos conta do nível de carência extrema que estamos. Ou então vivenciamos e vimos no passado situações de relacionamentos doentios e abusivos que fizeram a gente acreditar que “relacionamento a dois é ruim”, é “aos trancos e barrancos” ou que “temos que suportar tudo”, “porque a vida é assim mesmo”! Mas te digo uma VERDADE!! Relacionamento não é isso não!! Não creia e nem aceite que relacionamento é o que você está vivendo no momento. Acredite que você MERECE mais e PODE sim ter muito mais!

    Se liberte!! Pense em que tipo de pai você quer para o seus filhos (isso, se você quiser ter filhos), pense em que tipo de homem você quer do seu lado. E quando se separar e largar este traste se dê um tempo sozinha. Descubra o que te deixa feliz, FELIZ de verdade. Claro que é bom ter alguém do nosso lado. Mas alguém que some, não que subtraia e explore. E concordo com a Cony… saia dessa relação aos poucos e se puder faça terapia, pra te ajudar a entender porque você está nesse tipo de situação.
    E lembre-se… nós somos a nossa melhor companhia. “É melhor estar só do que mal acompanhada”.

    Se cuide! e volte para nos contar sua volta por cima e seu SORRIA!

  32. Ca17/05/19 • 11h13

    Nossa, passei raiva lendo os 3 choras de hoje! rs…

    Chora 1: Kelly, vamos exercitar esse amor próprio! Como assim você quer casar e ter filhos com um encostado desse?! Você tem que se colocar em primeiro lugar, não esse cara! COLOCA ELE PRA FORA JÁ! Ele nunca vai aprender nada tendo você para fazer tudo para ele, já acostumou assim, não tem mais jeito! E quanto mais tempo essa situação perdurar, pior para você!

    Chora 2: amiga, entendo sua raiva e frustração, mas você não vai conseguir mudar nada na sua irmã, só vai ficar alimentando esse seu sentimento ruim! Concordo com a Cony, só muita terapia para te fazer seguir em frente! Deixa ela colher o que planta sozinha, não é responsabilidade sua. Vida que segue! Cabeça erguida com tudo que você conquistou!

    Chora 3: Também achei muito estranho essa situação, para mim essa história de que a avó “não deixa” ele dormir com você é uma desculpa furada! Tem coisa aí… ainda mais ele morando longe. Os sinais estão aí gritando e você não quer enxergar. Pula fora enquanto é tempo.

    • Constanza17/05/19 • 12h18

      Nem tinha pensado no fato dele poder ser casado acredita?

      • Shirley Santos17/05/19 • 17h53

        Putz, pensei nisso depois q já tinha enviado o comentário.
        Mas, agora, tô achando bem provável.
        Investiga isso Donna.

      • Ana C19/05/19 • 14h18

        Casado não gente, acabei conhecendo a vó dele. E como as cidades são próximas, temos alguns amigos em comum. É só um mimado mandado pela avó.
        Mas já pulei fora, antes de ver meu chora publicado.

        • Thais20/05/19 • 11h03

          Graças!! Parabéns!

  33. Taina17/05/19 • 11h27

    Alguém comentou aqui o que eu ia dizer, mas vou reforçar:
    KELLY, ARRUMA UM ADVOGADO! Nao só larga desse encostado, mas antes disso tenha uma reuniao com advogados, veja exatamente o que fazer porque esse ser vai te pedir pensao hein! Nao sou advogada mas entendo que basta os amigos testemunharem e pronto, tu te ferrou nessa! Entao, se fosse amiga minha eu diria, antes de botar ele pra fora, arruma um advoagdo, explica a situacao e pergunta como agir pra ter menos problemas!

  34. rafaela hanae osera17/05/19 • 11h41

    1 – POR FAVOR, nos ouça.Seu namorido quer apenas uma nova mãe para mantê-lo. Por favor, você precisa disso? pra que? Saia enquanto há tempo e vai VIVER.
    2 – Vai viver sua vida amiga. Aprendi com muita terapia que avida do outro é do OUTRO. Contanto que não influencie a minha vida, problema do outro. O que quer que avida reserve a ela, problema dela.
    Corte o fato de ter que ouvir da tua mãe sobre a outra, foque na sua vida e vida que segue.
    3 – Fuja louco. Não se enfia em outra merda não amiga. Homem que tem relacionamento problemática com a sua progenitora (mãe, vó) devemos apenas manter distância.

  35. Monique17/05/19 • 12h13

    Brenda, constelação familiar e muita terapia pra vc! Enquanto estamos enroladas nas bagunças da nossa família, a nossa vida não vai pra frente! Foram anos se sentindo diminuída por causa da sua irmã, uma competição diária, você precisa se curar disso, não pode continuar carregando esse fardo! Faz constelação, viu? O que a gente não traz pra luz, não consegue curar!

  36. Thais17/05/19 • 13h10

    Chora 1: Dê graças a Deus que não casou com esse traste. Antes de terminar procure um advogado pq tá na cara que ele vai querer metade das tuas coisas e pensão!

    Chora 2: terapia.

    Chora 3: Sua vida estava ótima, concordo com a Cony, não procure sarna pra se coçar…

  37. Regina17/05/19 • 13h13

    Chora 1- Só conseguia pensar como que essa moça tem algum tesão de ir pra cama com um cara desses. Pq o papel de mãe, boba, e trouxa ela já faz. Se valoriza querida! Se vc se banca e banca ele, pode muito bem viver sozinha. É melhor ser solteira, encalhada, sozinha do que ter um encosto desses Ainda há tempo de recuperar seus 9 anos PERDIDOS.

    • Ana17/05/19 • 17h51

      tb nao entendo como pode ter tesão num vadio fracassado desse

  38. Olívia17/05/19 • 13h36

    Caso 1: Já fui cega igual a vc, comprei um AP, mobiliei, noivamos (até a aliança eu comprei), mesmo minha mãe me dizendo que ele era um vagabundo, um encostado, eu era cega e não enxergava isso, para mim ele era nerd, amava jogar, assistir séries, documentários e filmes, ele falava diversas línguas e eu o achava inteligente demais.
    Por sorte não nos casamos, pois os pais dele mudaram para 300k de onde morávamos e ele foi junto.. Isso nos distanciou, mas ainda éramos noivos, eu queria casar e ele me enrolava, não queria, só dizia que um dia casaríamos….
    Foi aí que conheci outro cara, trabalhador, estudioso, objetivo e começamos a ficar e separei do meu ex noivo.
    Só aí que abri meus olhos de como ele se aproveitava de mim, eu bancava tudo, viagens, roupas, passeios, absolutamente TUDO, hoje eu vejo como eu era trouxa, sinto uma raiva tão grande de pensar que passei por isso.
    Mas o conselho que quero te dar hoje é, SAIA DESSA enquanto ainda dá tempo, não tenha filhos ou case com esse traste desse.
    SE AME, SE VALORIZE, se não consegue enxergar isso, saia, conheça novas pessoas, faça novas amizades, mas por favor SAIA DESSA.
    Beijos.

  39. Luciana17/05/19 • 13h53

    Chora 1. Meninaaaaa, poe essa coisa pra fora logo !!!! não concordo que tem que ser aos poucos não, pq ele vai ficar fazendo chantagem emocional com vc, certeza, e vai ser mais difícil ainda. Ainda mais que tem essa vidona boa aí, obvio que nao quer perder. Sério, faça isso o quanto antes e chame alguma amiga, parente, pra te amparar e ficar com vc caso ele comece a dar show.

  40. Kelly17/05/19 • 14h13

    Obrigada a todas pelos conselhos, tapas e puxões de orelhas. Eu estou a ler cada comentário com lágrimas nos olhos, mas certa que fiz a melhor coisa ao enviar o meu chora. Cony, muito obrigada, eu vi a live ontem, não esperava, mas agradeço-te do fundo do coração. Assumo, a culpa é minha, eu é que deixei a situação chegar a este extremo. O que vou fazer primeiro é me consultar com um advogado, para saber como agir nesta situação, procurar um psicólogo para fazer terapia, e sair deste relacionamento o quanto antes.

    • Constanza17/05/19 • 23h39

      Ô minha queridaaaaaa! Isso mesmo, conversa com um advogado, coloca sua cabeça no lugar, e como fico feliz que vc tenha visto a live ontem! Nunca fiz live de chora e vc viu!!!!! E era para você!!! Isso é apenas mais um sinal, te mostrando o quanto você precisa sair desse relacionamento. Vai nos contando como estão as coisas, se esta dando certo, se precisa de alguma. Fique a vontade para me escrever quando precisar viu? Força e coragem! Vai dar TUDO CERTO!

  41. Ligia17/05/19 • 14h22

    Nossa, MUITO CHOCADA com o caso da Kelly!!
    Eu acredito que você deveria procurar advogado, psicólogo, se precaver bem, na surdina, pra ver como vai se livrar dele. Mas na hora de mandar ele embora, tem que ser direta! Pega as coisas dele, tira do apartamento, troca a fechadura, faz BO, avisa o condomínio inteiro que ele tá proibido de entrar, e faz isso de uma vez por todas! Não espere que ele vai sair numa boa, ou que vai saindo aos poucos, porque ele não vai fazer isso!! Na hora do aperto, ele vai tentar te seduzir, vai dizer que vai mudar, se fazer de vítima… Pode até ser que ele encontre algo pra fazer, um emprego, mude alguma coisa, mas isso vai ser só fogo de palha, só por medo de perder a vida boa… em pouco tempo ele se encosta de novo em ti, e aí você volta pra essa situação!

  42. MELISSA17/05/19 • 14h33

    CHORA 1: Amiga: eu acho que todo mundo já falou o que eu penso, que basicamente é cai fora desse boy lixo e vai viver sua vida com quem gosta de você e tem planos reais de dividir a vida com você. Agora outra coisa que eu pensei foi: por que você aceita isso? Por que você quer casar com um cara que é um encosto na sua vida, que não te valoriza, que não divide as contas com você, que não é uma pessoa esforçada e trabalhadora? Por que você quer estar num relacionamento com alguém que, pelo seu relato, é o oposto de você? Você é batalhadora, trabalha, paga suas contas, se cuida, tem a sua vida… você não acha que merece alguém assim também? Por que querer alguém tão diferente? As vezes a gente se prende em umas situações e nem sabe porque. Meu conselho é: pensa nisso. O que te prende a ele? É insegurança? Medo de ficar sozinha? Necessidade de estar “por cima”? Pra mim cabe uma terapia aí… Espero que fique tudo bem!

    CHORA 2: Amiga, faz o seu. Vive a sua vida. Aproveita a sua família e as suas conquistas. Valoriza o seu dinheiro, a sua casa, o seu relacionamento. A sua irmã é adulta, seguiu a vida dela e você deve fazer o mesmo. Para de gastar energia com uma pessoa que, por mil motivos, tem uma vida diferente da sua e fez escolhas diferentes das suas. Claro que é difícil as vezes ver quem a gente não acha que é legal se dando bem. Claro que tem uma parte (ruim) nossa que quer ver o outro se esforçando tanto quando a gente pra conseguir as coisas. Claro que quando você tá cansada da sua rotina, trabalho e afazeres, deve dar uma invejinha de quem tudo “fácil”. Mas olha: a gente não pode julgar se o outro merece ou não ter a vida tranquila, conseguir tudo e etc. Cada um tá vivendo o seu processo, a sua trajetória. Ela tá vivendo a dela. Segundo: quem falou que a vida dela é boa? É tranquila? É melhor que a sua? Ninguém! Você não sabe! Você vê a vida dela de fora. Ninguém sabe da vida e dos sentimentos do outro. A gente vê a aparência, vê por alto. Julgue menos a sua irmã e valorize mais o que você conquistou. Olha pra sua vida. A dela é responsabilidade dela.

  43. Raissa17/05/19 • 14h49

    Chora 1: Amiga, como muitas falaram aqui, procure uma terapia e um advogado! Falta amor próprio e você está pensando no passado, o tempo não volta e não adianta mais ficar pensando que passou esse tempo todo junto para acabar, você é nova e tem como se reerguer e conquistar todos seus desejos e sonhos!
    Ah, não faça as coisas sem pensar, converse com o advogado para agir primeiro. E caso seu apê seja alugado, se mude assim que ele sair de casa, não sei, não me sentiria segura ai…se for próprio, aluga e mora em outro lugar, pensa nisso também! Espero que você tenha coragem de mudar sua situação e volte aqui para escrever seu Sorria!

    Chora 2: Também indico terapia e constelação familiar. Sugiro também que veja os vídeos de Gisela Valin no Youtube, ela fala bastante de distância saudável e h’oponopomo para se perdoar e perdoar o outro. Dói mexer no que feriu, mas é preciso para cicatrizar e seguir em frente. Você vai ver que será uma pessoa bem melhor depois desse processo de autoconhecimento!

    Chora 3: Eu também nem atentei para o fato de que ele possa ser casado, mas faz sentido mesmo…Se é maior de idade e paga as contas, pq não pode dormir fora de casa? Pode morar com o papa, se a pessoa quer, a pessoa dá um jeito. Sai dessa enrascada já!

  44. Roberta17/05/19 • 14h52

    Chora 2: Desculpe, mas infelizmente você sente inveja da sua irmã, e isso é muito triste, por mais que ela tenha os defeitos dela, você não deve julgar e tampouco se incomodar com a forma como ela vive, só o amor é capaz de mudar o seu sentimento, é viver com raiva da própria irmã é algo lamentável! Abra seu coração e sua mente!

  45. Nubia17/05/19 • 15h05

    Kelly, isso que mora com vc não pode ser chamado de homem, ele é um MULEQUE! CAI FORA O QUANTO ANTES E PARA DE PERDER TEMPO. Vc não vai mudá-lo, e ele não está disposto a ser um cara diferente, então cai fora!!!!!!!!!!
    Se ele te ameaçar, falar que vc nunca mais vai encontrar um cara, se faz de surda, mas saia desse relacionamento urgente!!!!!!!

  46. Anna Pessoa17/05/19 • 15h28

    Barrados no Baile…oh..oh… adorei os nomes de hoje!!!

  47. Tanara17/05/19 • 15h45

    Chora 1: vivi situação parecida: vivi 4 anos com um traste que abusava financeiramente de mim, me traía, explorava, e quando finalmente terminei com ele, teve a petulância de entrar com processo na justiça “exigindo” metade de meu patrimônio, que adquiri com MEU próprio esforço. Então, fique muito esperta, você só conhece uma pessoa quando separa dela. Aconselho você a cair fora dessa enquanto é tempo.

  48. Leitora do Fufu17/05/19 • 17h25

    Nada pior e mais broxante que homem encostado. Eu sai com um assim uma vez, comecei reparar que ele não tinha emprego fixo, que só trabalhava de vez em quando, ai desistiu de trabalhar. Então de vez em quando ele fazia uns bicos de tradução, entrava uns troquinhos e ele estava TOTALMENTE satisfeito com isso. Continuei reparando quando a gente saia e ele fazia questão de dividir TODAS as contas por menor que fosse o valor, nunca nem mencionou, numa conta de 20 reais “ah deixa que eu faço essa” (longe de mim ser sustentada por macho, mas… gentilezas né? Pelo menos ter a boa vontade. Enfim). A gota d’água foi quando eu comecei reparar que ele levava a mãe no supermercado, não pelo simples fato de fazer companhia ou ajuda-la, mas pq a mãe FAZIA as compras pra ele e colocava gasolina no carro dele quando ele a levava. E então reparei que a mãe comprava as roupas dele inclusive as cuecas. E eu não comprovei, mas eu tenho quase certeza que a mãe tb pagava o condomínio dele. Pq era impossível com os bicos que ele fazia bancar o apto que ele morava. Ah gente… não deu… Fui embora sem dó nem remorso. Eu já estudei muito, trabalho PRA CARAMBA, ninguém me banca… não vou me sujeitar a esse tipo de coisa.

  49. Kelly17/05/19 • 18h05

    Não sou a Kelly do Chora 1, mas total captei a ideia dos nomes.
    Beverly Hills né 🙂

  50. Hellen17/05/19 • 18h10

    Kelly, saia fora desse malandro miga!!! Não se acomode com pouco, pq é isso que ele está te dando, a mínima! Que falta de respeito!! Um relacionamento saudável é baseado no companheirismo, união, doação de ambas as partes, esse cara está te usando, sai dessa furada enquanto da tempo!!! Onde já se viu pagar conta pra amigo? OMG!!! E aqui, cuidado que ele pode querer arrancar até suas calcinhas em breve, já que ele é um encosto, daqui a pouco tá pedindo pensão…
    Brenda, que complicado hein! Mas, faça terapia e tente seguir sua vida sem mágoas! As vezes, o que achamos certo e errado, não é o mesmo pra outra pessoa! Não pensa que Deus vai cobrar, que a pessoa vai pagar, pq isso vai amargurar você! Pq, talvez esse dia não chegue, tem pessoas aproveitadoras que morrem assim… estão sempre aproveitando de tudo e todos, querendo se dar bem! Aconteça o q acontecer…
    Donna, não vejo problemas em morar com a avó, desde que o cara seja decidido, esforçado e queira evoluir um relacionamento, se ele quiser pode sair da casa da avó e manter uma casa com você sim. Ele já te convidou para conhece-la? Caso não, como assim está indignado em não conhecer seu filho? Cuidado pode ter outra. Mas, uma coisa é fato, tem muitas coisas nele que te incomodam, né gata! Abra sua vida pra alguém que te complete mais. Aproveita a vida, o bem mais precioso você já tem, um filho! Vai namorar e ser feliz! Se aparecer alguém que realmente te complete amorosamente, alguém pra dividir e somar, e que te mostre que vale a pena evoluir o relacionamento, vai fundo, caso contrário, só curte bastante os momentos!!!

  51. Nina17/05/19 • 19h25

    Sinceramente, eu PRECISO que a Kelly mande uma devolutiva contando que se livrou desse encosto. POR FAVOR.

  52. Jane17/05/19 • 20h55

    Chora 1 por favor venha aqui nos contar o que você decidiu! O que está passando agora pela sua cabeça depois de tudo que falamos aqui.

  53. Ju17/05/19 • 22h10

    Chora 2: eu nunca me dei bem com meu irmão, pensamos muito diferente, valorizamos coisas diferentes e vivemos de forma diferente. A gente passava uma tarde junto e ja saía discussão. Isso desde adolescentes ate a pouco tempo, ele tem 40 e eu 36 hoje. Mas qdo meu filho nasceu ano passado, eu decidi q era importante eles terem uma boa convivência, ja q é neu único irmão, e decidi enterrar mágoas e me esforçar para ter uma boa convivência. No começo foi muito difícil, mas é possível, e com o passar do tempo vai ficando mais fácil. Eu decidi ama-lo por ser meu irmão, e não pela pessoa q ele é.

  54. Natália17/05/19 • 22h59

    Chora 1: é cilada, Bino! Tá claro, claríssimo, cristalino que esse cara é o maior encostado da vida! Nem pais são tão complacentes… Filha, acorda pra vida! Chuta esse malandro da sua vida!

    Chora 2: deixe sua irmã pra lá. Você tem sua vida, ela a dela. Pelo seu relato, ela não faz nada pra provocar você, não lhe pede favores, não vive aparecendo na sua vida… Ela tá vivendo a vida dela. Esqueça essa inveja e viva a sua vida!

    Chora 3: moça, você passou por uma separação, refez sua vida, cuida da sua filha e depois da revolução você arranjou um moleque?! “Ai, ele é carinhoso”… Apenas pare e encontre um HOMEM! Homem pra dividir a vida, com grana, com emprego, com ambição. com sonhos.

    • Ana C19/05/19 • 14h16

      Meninas muitíssimo obrigada pelas mensagens. Quanto a ser casado/comprometido, não é, tenho certeza, já conheci a vó dele. É só um menino mimado, o que me encheu o saco, a cada pouco a avó liga. Mesmo antes de ver meu chora publicado, dei um basta e acabei com tudo que no final não era nada.
      Não quero sarna pra coçar realmente.

  55. Andressa18/05/19 • 00h58

    Kelly, peça férias no trabalho e invente para ele que você foi demitida. Fiquei o dia todo no sofá fazendo nada igual ele, sem gastar um centavo pois está desempregada… e aguarde para ver quanto tempo ele vai “aguentar” essa situação. Te garanto que rapidinho ele pula fora.

    • Thais20/05/19 • 11h11

      hahahaha adorei a ideia!

    • silvia20/05/19 • 12h04

      hahaha adorei. faz mesmo. nada como sentir na pele né? aí a gente vê quem ele é de verdade.

  56. LIVIA18/05/19 • 15h43

    Vou dar o meu palpite para o caso 1, mas não só esse, quero falar com todas as mulheres que tem um relacionamento e pensam em casar e PRINCIPALMENTE ter filhos. Obs: sou casada e me planejando para engravidar em breve.
    Mulheres, casamento pode ser lindo, maravilhoso, a maior felicidade do mundo, mas para isso acontecer é critério fundamental que a pessoa seja alguém confortável de conviver, afinal será (idealmente) para o resto da vida (e ainda que não seja, o marco é para sempre). E o que eu quero dizer com confortável? Quero dizer algo que não demande esforço sobre-humano, que você tenha que matar 1 leão por dia para dar certo, que tenha que ficar cobrando amor e atitudes básicas como responsabilidade. Mesmo sendo um ótimo relacionamento ainda assim tem seus percalços então procurem alguém que a princípio facilite sua vida e torne ela mais fácil, mais gostosa de viver, não uma vida pior!! Drama só tem graça na televisão (e olhe lá…).

    Sobre ter filhos, meu principal ponto. Se você casou (ou quer) e pensa em ser mãe, é fundamental pensar em que tipo de pai esse homem vai ser, qual exemplo de vida ele vai dar, quais características de personalidade seu filho vai herdar. Isso é importante demais!! Às vezes a mulher descobre que o cara é embuste depois, mas tem muita vez que a mulher já tá metida num relacionamento de merda e acha que casar & ter filhos vai salvar a situação, não é isso que acontece!! Não estou culpabilizando as mulheres pelo mau caratismo dos homens, apenas que fiquem espertas!!

    Casamento só acentua como o relacionamento já era antes…nunca ouvi falar de um péssimo namoro, conturbado, turbulento, que virou um casamento conto de fadas depois.

    Beijos Cony e leitoras!

  57. Brenda18/05/19 • 20h43

    Bom, após ler todos comentários, me lembrei que eu tinha me arrependido de enviar o chora, segundos depois de fazer. Agora sei o porquê. Nem tive coragem de ler novamente o que escrevi, mas tenho certeza que deve parecer que vivo em função de me preocupar com ela e com o “castigo” que ela terá ou não. Mas não é bem assim, em 99,5% do meu tempo, cuido da minha vida. O 0,5% restante era minha angústia e agora tenho a resposta. Eu escrevi nesse 0,5%, que é o momento que minha mãe me envenena. Acredito que o que tenho que fazer é “não beber o veneno” e assim sigo minha vida em paz. Obrigada por todos comentários. Aliás, vou procurar a constelação familiar, pelo histórico familiar todo, não pela minha irmã.

  58. Ana C19/05/19 • 12h55

    Meninas, muitíssimo obrigada pelas mensagens.
    Quanto ao ele ser casado, naaao, já conheci a família dele e tals.
    Essa ladainha de avó é real, ela liga a cada hora. Maas essa ladainha de avó é verdade, ela liga a cada hora pedindo que horas vai voltar, mesmo antes de ver meu chora publicado, cansei me encheu o saco tomei uma atitude, dei um basta. Essa atitude é pura imaturidade, coisa de menino mimado.
    E criança já tenho uma em casa, por mais que ele tenha 27 anos.
    Mandei pro inferno,

  59. Tai19/05/19 • 22h08

    Kelly, não sei se você vai ler esse comentário, tendo em vista que tantas pessoas já comentaram. Mas gostaria muito de te dizer que você é responsável pela sua vida e felicidade, mas é vítima de um relacionamento abusivo sim. Você não é burra, é uma pessoa carente quero foi fisgada por um aproveitador. Quem já passou por uma relação dessas sabe os mecanismos que esses caras têm pra nos enlouquecer ao ponto de acharmos que somos as algozes, as erradas da história. Então não se sinta “ burra” ou “trouxa”, se perdoe, diga a si mesma que daqui por diante seu amor-próprio será maior que qualquer coisa e procure sim uma terapia e acessoria jurídica.

    Um outro ponto é – trabalhe na terapia o porquê da necessidade afetiva do casamento, pois ela está te levando para o buraco e quase te prendendo numa armadilha ainda pior. Acredite , o “antes só que mal acompanhada” é real. Um dia você vai olhar pra trás e se perguntar porque ficou tanto tempo com esse encosto. Sorte e felicidade pra você!

    Caso 2

    Linda, acho que você se sente injustiçada desde criança e esse sentimento permanece, porque as estratégias da sua irmã só foram se sofisticando. Sinto muito pela sua infância, sou solidária a você e, se pudesse, te daria dois conselhos:

    1- Não se obrigue a ter uma relação eternamente difícil com a sua família. Se romper é o melhor, rompa de vez. Família pode ser muito bom, mas não deve ser a nossa cruz. Sua saúde mental em primeiro lugar.

    2- Abandone esse sentimento de comparação com a sua irmã e passe a valorizar a sua luta, a sua trajetória, a mulher que você lutou pra ser. Você é uma batalhadora e isso vale muitos mais que qualquer outro sentimento que possa te prender a ela. Se isso continuar, você vai viver eternamente em função de se comparar a ela. Quebre esse ciclo, essa energia é muito adoecedora. Acho muito legal a dica da constelação familiar.

    Siga em frente e centrada na sua felicidade e bem estar.

    Acho ótimos os conselhos das meninas

  60. Karol20/05/19 • 08h40

    Kelly minha filha, desculpa, mas minha mente me conduziu a acreditar que ele tem um caso com esse amigo e que tá com você só pra bancar ele. Quando ele achar outra pessoa mais trouxa e com dinheiro, ele larga vc. Isso não existe!

  61. Karen20/05/19 • 09h07

    Olá! Essa é a primeira vez que comento…. mas pelo fato de ter passado por algo parecido com o caso da Kelly, não consegui me abster.
    Realmente quando estamos num relacionamento ficamos cega e cada vez a situação piora…. porém 9 anos já passou demais… saia dessa e não caia na conversa de que ele vai melhorar e que te ama… não ele não te ama… ele ama sua conta bancária, ama o comodismo…. Te garanto que após vc terminar ele arrumará uma outra para sustenta-lo e vc verá que ele não passava de um oportunista. SE AME ! ABS.

  62. fernanda20/05/19 • 12h35

    Acho tãooooooooo preconceituoso quando dizem: “x anos e ainda mora com os pais”… ninguém sabe o que acontece dento de cada Lar. E se ele mora com a avó por motivos financeiros ( ele a ajuda), se ele precisa morar com ela pois ganha pouco, entro outros vários fatores. Acredito que ele seja casado, mas precisamos olhar as coisas de outro prisma, e mais… ás vezes nos colocarmos no lugar do outro não é errado.

    • Constanza20/05/19 • 13h12

      Pra mim é sinal, não é preconceito não.

      • Ana C21/05/19 • 23h33

        Não é preconceito não, é um sinal. Vem como a Cony disse. Nunca liguei para o fato de morar com a avó, achava ate bacana ele cuidar dela. Mas ser comandado como um moleque, como eu vi. Ahh da licença. Quanto a ser casado tenho certeza que não é, conheci avó dele, temos amigos em comum…
        É só comodismo e mimo mesmo

  63. Psicóloga de boteco20/05/19 • 15h26

    KELLY – corre que é cilada, Binooooooooooo!!! Você ainda é muito nova, e mesmo que não fosse, corre do mesmo jeito! Nin-guém deve ficar com parceiro/a vagabundo/a. Você não tem filho desse tamanho. Saia fora já, ponha esse impiastro pra fora da sua casa, pois ele não te ama, ele ama estar encostado em você. Claro, tudo devagar como a Cony disse, vai desapegando e vai caindo fora. Vai cortando o financeiro aos poucos, deixa de dar comida e roupa lavada pra ele, que ele já se esperta. Toma seu café da manhã na padaria, almoça e janta fora no quilo e não deixa nada pra ele comer em casa. Vai cortando tudo o que você faz pra ele e foca só em você.

    BRENDA – ai menina, só muita terapia. Leia tudo o que puder sobre raiva entre irmãos, inclusive o livro Dois Irmãos de Milton Hatoum (teve um seriado da Globo). Tem um que chama Irmãos sem rivalidade que joga muita luz sobre isso. Mas o mais importante é você entender que deve cuidar só da sua vida. A vida da sua irmã não te diz mais respeito, tem que esquecer e bola pra frente. Doi mas a gente tem que trabalhar a dor e continuar vivendo.

    DONNA – sabe, Cony, que eu fico meio perdida com essa nova geração. Na nossa geração (40 pra cima), morar com os pais era um fracasso, mas hoje em dia já nem sei. Eu é que não namoraria um cara que mora com a mãe/vó, mas tô fora do mercado faz tanto tempo que agora nem sei se ainda existe gente que mora sozinha ou com amigos. De qualquer maneira, acho que um sujeito adulto que não dorme com a namorada porque a vovó não quer é cilada, Bino!

  64. Josi20/05/19 • 16h34

    chora 1:
    Como as meninas disseram, talvez seja difícil de mandar ele embora… Eu faria o seguinte:
    1°: fazer ele sair do apartamento. Inventa que vai se mudar, e que vai morar um tempo com teus pais, ou que perdeu o emprego, mas faça ele sair da sua casa, nem que você tenha que devolver o ap pra imobiliária (caso for alugado), ou botar ele pra locação se você for proprietária. Duvido que se ele voltar pra casa dos pais eles vão deixar ele ficar sem fazer nada. Quem sabe só com o fato dele saindo daí, o relacionamento não melhora? Quem sabe indo pra casa dele, os pais não colocam ele pra trabalhar?
    2°: depois que ele sair, termine se tiver decidido. E se quiser continuar com ele, apenas namore, e no dia que ele quiser sair da casa dos pais dele, ele que case com você primeiro. Simples.

    Também gostei de uma idéia que comentaram, sobre tirar férias, inventar que foi demitida e que acabou o dinheiro… Não gastar mais nenhum centavo com ele, e ver se o amor todo que ele sente não vai acabar…

  65. Psicóloga de boteco22/05/19 • 12h02

    L

  66. Samanta01/06/19 • 19h20

    Fosse eu Kelly, vendia o apartamento, botava o boy num spa por uns três dias e de sa pa re ciaaaa….