19
Jan 2016
Chooooora Que Eu Te Escuto
Chora Que Eu Te Escuto

Não, não é um revival desta polêmica tag que sumiu por motivos de: mimimi exagerado. Acho assim… se a pessoa me mandou um mail pedindo minha opinião para um determinado assunto, ela deve estar preparada para ouvir certo? Nem sempre vamos passar a mão na cabeça, pode ser que sim, mas pode ser que não também. Enfim, era tanta gente julgando tudo, tanto barraco nos comentários que resolvi dar um tempo.

Porém, esta semana, coincidentemente, recebi três emails pedindo ajuda, e todos me deixaram um pouco confusa quanto a resposta… Mesmo sem ter a chamada do Chora Que Eu Te Escuto em aberto, senti uma angústia muito grande nessas três mulheres e resolvi dar um espaço aqui para que elas leiam conselhos e opiniões. São dois casos bem diferentes, vejamos:

01 – Bruna

¨Olá Cony, tudo bem? Por favor me ajude, preciso de você. Acompanho o seu blog diariamente, e acho que você é a pessoa certa para me ouvir “Fala que eu te escuto”. Eu e o meu marido estamos juntos há 21 anos, e o meu sonho é casar no TAHITI, com uma cerimonia típica do país, já efetuei contato com o hotel, será no Hilton. A cerimônia será na praia, somente eu e o meu marido, gostaria da sua ajuda para o modelos de vestidos, aliás não tenho certeza se quero vestido, gostaria de algo diferente.

Mas agora me deparei com outro problema, avisei na empresa em que trabalho (chefes) sobre a minha saída (férias) para realizar o meu sonho, e o um dos chefes falou “você educadamente está nos excluindo do seu casamento, uma maneira de não convidar ninouém” .

Então, o meu maior problema é: aviso aos amigos que vou me casar? Ou aviso somente na volta do casamento? Faço convites informando do nosso casamento mas que infelizmente não temos como levá-los? Os nossos pais não irão, então é somente eu e ele. Acho que as pessoas não entenderão que nós não queremos festa, apenas a cerimônia íntima, não queremos gastar com igreja/decoração/jantar , etc e tal, nós queremos é ser feliz, porque o que importa é o amor.

Por favor me ajude, como informar aos amigos e família sobre a nossa escolha, convites e roupas…¨

Bruna, ZERO CONVITES! Eu acho! E quanto avisar que vai casar, sim avise! Ninguém tem NADA com a escolha de vocês de casar longe e sem convidados. Avise, tranquilamente e naturalmente: ¨Vamos no casar no Tahiti! Só nós dois, será super íntimo!¨ Na verdade, comunique a quem perguntar ou quem for realmente muito chegado de vocês. E sobre seu chefe, achei de uma falta de educação enorme o que ele falou. Já sobre a roupa, eu iria com um vestido branco esvoaçante e com rendas a la Martha Medeiros e um coroa de flores bem coloridas.

af87a2c03dc8ee2634622e978616af5f

02 – Fernanda

¨Cony (bancando a íntima já, haha),

Boa tarde, antes de começar meu (confuso e complicado) e-mail queria dizer que adoro seu blog, acompanho há 04 anos e sempre me deu muita inspiração, adoro o DDL, as tags relacionadas a roupas que as pessoas compram ou tem e não sabem como ou com o que utilizarem, e especialmente aquela onde nós leitoras fazemos nossos desabafos! É tão gratificante ler as opniões e até mesmos as situações de outras pessoas e saber que não estamos sozinhas, que para tudo tem uma solução, e que não se deve deixar abalar ou desistir!
Por isso começo a minha história assim..
Tenho 27 anos, sou filha única, moro em Florianópolis (nascida e criada), adoro morar aqui, amo meus amigos, minha família – meus pais são pessoas incríveis, me apoiaram em muitas coisas entre elas a escolha da profissão, morar sozinha em outra cidade, me ajudaram em muitos momentos (tanto emocionalmente quanto financeiramente) – e a eles sou muito grata por tudo, todos os dias! Sou formada há pouco mais de 03 anos, e nesse ano devo finalizar o Mestrado, realmente faço aquilo que adoro, que imaginei, e que já sabia desde os meus 11/12 anos de idade.
Agora falemos da questão do coração… Namoro há quase 04 anos, fomos morar juntos cedo, com uns 05 meses de namoro aproximadamente, ele é uma boa pessoa, trabalha, é super dedicado com o que faz, me trata bem, nunca me faltou com respeito, é companheiro, amigo, legal. Bom até ai você deve estar se perguntando do que eu posso reclamar né (haha)! Acontece que ele tem todas essas qualidadades e mais algumas, mas eu não me sinto feliz! Ano passado (2015) foi um ano muito complicado no nosso relacionamento, tivemos algumas discussões e até pensei em terminar, não conseguia mais imaginar o meu futuro com ele, na verdade não me imagino nem daqui há 05, 10, 15 anos. O que me falta é coragem sabe, ou até mesmo medo, medo de mudar, de decepcionar as pessoas ao redor, afinal toda a minha família adora ele, minha mãe então não pode ser mais puxa-saco do cara (hehe). Afinal quando voltei para morar em Floripa trouxe ele comigo e acabamos morando 01 ano com os meus pais, acho que isso foi o suficiente para que todos ficassem apegados a ele. O que acabei sentindo por ele foi carinho e amizade, é como se fossemos dois amigos morando juntos, dividindo um apartamento, as contas, os afazeres, porque é basicamente isso, mal ficamos juntos, mal nos beijamos, mal nos abraçamos, e sei que isso me faz mal! Eu tive alguns relacionamentos anterior a esse, e nunca tive problema com términos, quando estava insatisfeita e percebia que não iria melhorar, eu não hesitava em terminar, com esse é diferente, eu tenho receio das pessoas me julgarem por eu ser egoísta, por eu ser má, e por nunca conseguir levar um relacionamento a sério, além de todas as questões familiares, tem a família dele, desde o começo eu sinto um pouco de dificuldade de me relacionar com a mãe dele – o que você faria se no ínicio do relacionamento os pais do seu namorado falassem constantemente da ex dele? – bom isso me deixava extremamente irritada e minha mãe acha que era exagero , mas realmente tenho essa dificuldade de lidar com a família dele, a mãe é intrometida, gostar de dar opinião, e trata os filhos como se fosse um bebê. Outra questão que me faz sempre desistir é a irmã dele, ela está com um problema sério de saúde (câncer), está acamada, perdeu os movimentos, e depende da mãe e de uma cuidadora para lhe ajudar, com esse motivo eu me sinto mais cruel ainda, como eu iria terminar com ele sabendo de todo esse sofrimento, de tudo que eles estão passando, e sabendo que todo o processo será lento. Ás vezes eu até penso em esperar ela melhorar para poder terminar com ele, mas nessa espera já se passaram mais de 06 meses, e pode ser que leve mais algum tempo ou até anos! Já conversei com ele algumas vezes sobre a nossa situação, em um curto período de tempo tudo muda, mas em questão de dias volta a ser igual, aquele relacionamento frio, vazio, sem emoção, não tem mais aquele embrulho no estômago ao vê-lo – coisa de adolescente, onde o coração tinha mil batidas por segundo haha. Eu sou uma pessoa romântica, espotânea e super animada, e infelizmente às vezes não me reconheço mais, parece que perdi um pouco da minha essência, do meu brilho, acontece que fiquei presa nessa situação, não posso fazer nada, e já tentei de tantas formas melhorar, mas acho que eu não quero mais,que tudo ficou desgastado com o tempo, e com tantos outros fatores, o que acho é que sou nova ainda para ter que viver de um relacionamento de aparênicas, mas no fim das contas é o que faço todos os dias! Até pensei em conversar com meus pais, mas conhecendo bem eles, sei que seria muito ruim, minha mãe ficaria muito triste, iria chorar, e até mesmo ficar doente, meu pai brigaria muito comigo, para esse tipo de coisa ele é muito tradicional, e pelo fato de eu morar junto há tempos seria difícil mudar a cabeça dele, ele tem um temperamento forte!!
Essa minha situação é intensa, é cheia de dúvidas, de certezas – que quero ser feliz, quero conhecer outras pessoas, quero me sentir amada, mas ao mesmo tempo não quero ser a vilã ou má com as pessoas, e neste caso tudo acabou dependendo de mim, me sinto pressionada!
Escrevi esse e-mail em meio a lágrimas e soluços, porque jamais imaginava que iria passar por algo tão difícil! Desculpa pelo tamanho do e-mail, mas realmente precisava me abrir, desabafar, e contar isso para alguém.
Essa é parte da minha história…¨
 
Menina, só acho que você deveria pensar em você, na sua vida, na sua felicidade. Você claramente está muito insatisfeita e sempre colocando os outros a frente de sua felicidade. Ou é a sua mãe que vai sofrer, ou a cunhada doente, ou a sogra chata (achei uó isso de ficar falando da ex, eu, meiga do jeito que sou, iria falar na hora para parar com isso). Olha bem como você é feliz com suas escolhas pessoais: disse que é formada no que sempre desejou, desde criança, faz mestrado, super focada. Porque vai deixar que um namoro seja a pedra no seu sapato? A vida passa muito rápido, a gente tem que ser feliz enquanto dá! Sei também que não podemos ter tudo, mas o quadro que você mostrou pra gente é de desanimo e insatisfação GERAL no namoro. Sem beijos, sem carinhos, problemas com a família dele, e você sequer se vê dividindo sua vida com ele. Me conta… pra que esperar mais? Também está muito claro que você é um pessoa muito boa, de coração bom, se preocupa com o sofrimento e problemas alheios mas, e você? Até quando ficar fechando portas pra não ventar nos outros quando o que você quer é abrir a casa toda e deixar o sol entrar? Hein? A casa é sua. Sua vida. Quem cuida e sabe o que é melhor, é você. E JAMAIS, NUNCA, EVER, perca sua essência!
9371fd495b26008e0f8419d2dc36bfb4
03 – Gabriela

Oi Constanza, não vou ficar aqui falando que amo o seu blog, que acompanho ele todos os dias e que sou uma grande fã sua. Vou falar o meu problema, e queria muito de verdade uma ajuda. Sou uma pessoa muito solitária, me sinto sozinha e vazia.
No início do mês de dezembro, meu noivo resolveu por um fim em nosso relacionamento. Ele é evangélico e quis endireitar sua vida com Deus, já que não ficamos sem sexo quando estamos juntos e já tentamos várias vezes. No começo eu bati o pé não queria de jeito nenhum, afinal são 6 anos de relacionamento. Entrei na igreja fiquei firme, ia nos cultos estava sempre presente. Ia na casa dele, sentava no sofá e ele me esnobava. Aí surgiu uma amiga minha que ficava me chamando pra ir na casa dela, e eu nunca ia pois o primo dela morava lá e meu noivo não gostava dele. Até que no natal, eu estava sozinha em casa e resolvi passar a noite de natal na casa desta minha amiga. E o que que aconteceu? Fiquei com o primo dela. Mas foi aquela ficada sem sentimento, sem tesão, só beijo, eu estava muito carente, havia bebido, aí ele chegou com lábia e deu no que deu. Me arrependi muito. Me arrependo muito. De dezembro até hj emagreci 8 kg, estou mal, com diarréia, fraca e muitas dores de cabeça.
No dia 3 de janeiro, meu ex conversou com o pastor dele. Explicou o que estava querendo pra vida dele e que estava muito feliz que eu também estava indo pra igreja, mas não entendeu pq de uma hora pra outra eu sumi que eu só ficava na casa dessa minha amiga. Que ele queria voltar comigo, mas queria q eu estivesse firme na igreja também.
E tudo isso acontecia, mas nos falávamos pelo whatsapp todos os dias. No dia 4 de janeiro, convidei ele pra vir na minha casa e ele aceitou. Fiquei muito feliz dando pulos de alegria. Quando eu cheguei do meu trabalho liguei pra casa dele para avisar que ele já podia vir, pois eu estava em casa. e ele disse q já estava vindo. Passou uns 10 minutos ele me ligou. Me perguntou se eu tinha ficado com essa tal pessoa e  eu disse que não. Ele me perguntou de novo e eu continuei negando. Até q ele desligou o telefone e veio até minha casa. Ele estava irado, transtornado, confuso. Disse que alguém enviou uma conversa que eu tive com esse primo da minha amiga para ele.
Aí eu contei pra ele o que havia acontecido. Choramos e ficamos conversando e ele me contou o que ele havia conversado com o pastor, porque até então eu não sabia. E ali ele realmente colocou um fim no nosso relacionamento.

Foi tudo de forma amigável, nos falamos todos os dias, fiz uma viagem e ele me acompanhou por dois dias. Nos beijamos, transamos, tudo foi feito como se realmente estivéssemos juntos. Só que ele não quer voltar, disse q vai ficar com vergonha se alguém souber e perguntar pra ele. Vai ficar com vergonha de andar comigo na rua.

Só que meu coração se encheu de esperança, não quero desistir desse relacionamento. Eu amo ele. Mas será q eu amo? Será q é posse? Estou com tantos sentimentos dentro de mim. Será q se eu continuar insistindo vai dar tudo certo? Me ajuda Cony, não precisa publicar na sua página, mais me da um conselho de amiga, pq eu acho q foi essa minha amiga q mandou a conversa pro meu noivo.

Mil beijos, Me desculpa os erros de português, estou mandando do celular e é horrível de escrever.

Obrigada!

Gabriela, cuidado pois desconfio que você esteja cercada de COBRAS! Uma: não simpatizei com seu noivo, desculpe. Não me pareceu uma boa pessoa. Como assim teria VERGONHA de andar ao seu lado por você ter ficado com uma pessoa enquanto estavam terminados? OI????? Em que planeta ele vive? Outra… te obrigar a seguir a religião dele para que tudo fique lindo e florido? E outra, receber a conversa que você teve com o primo de sua amiga? HEIN? Muito confuso, muito babado, muito estranho. Eu se fosse você, me recolheria, aproveitaria para por a cabeça no lugar e pensar se isso não é carência e vontade de ter alguém por perto mesmo. Sinto que você está abrindo mão de muita coisa para ter alguém do lado. Sei lá… não tenho bons feelings, mas também sei que toda história tem 3 lados: o seu, o dele e a verdade.

  • Universitárias, me ajudem com esses casos.
149 Comentários
  1. #1
    Isabela
    19.01.2016 - 14:02

    Bruna, eu me casei em Las Vegas esse ano, e só contei para nossas famílias, duas amigas muito íntimas e minha equipe do trabalho.
    Acho que seu chefe foi bem intrometido rss Se vocês resolveram se casar dessa forma, só diz respeito a vocês e ninguém mais!
    Logo após a cerimônia nós postamos uma foto no Facebook e aí sim os amigos descobriram e adoraram. Só um primo chato e uma tia velha reclamaram que podíamos ter avisado, mas enfim, foi a nossa escolha.
    Sobre a cerimônia, só posso falar que eu amei ter casado de uma forma tão intimista, o momento foi só nosso, muito lindo!
    Quanto ao vestido, dá uma olhada no site da Galeria Tricot, usei um vestido deles na minha cerimônia do civil aqui no Brasil (legalizamos tudo assim que voltamos de viagem).
    Aproveite bastante e não se importe com os outros! <3

    • #2
      Bruna
      19.01.2016 - 14:50

      Obrigada Isabela…….

  2. #3
    Jéssica Diane
    19.01.2016 - 14:04

    Bruna Mulher!!! Pelo amor de deus, vai, realiza seu sonho, nao tem que ficar dando satisfação pra ninguem nao, eu heim!! haha!! Que sejam muito felizes! <3

  3. #4
    Jéssica Diane
    19.01.2016 - 14:09

    Fernanda…

    concordo com a Cony em tudo! E cruel mesmo é não pensar em você mesma, né? Daqui a pouco a vida passa e você ai num relacionamento medíocre. E ele também, tão legal assim…não merecia alguém que o amasse de verdade, e não uma amiga que finge de namorada? Então…

    Beijos

  4. #5
    Lane
    19.01.2016 - 14:11

    Cony!!!
    Só quero dizer que você é a melhor pessoa, SÉRIO!!! Quando leio seus conselhos, me identifico ainda mais!

    • #6
      Constanza
      19.01.2016 - 14:25

      Brigada amore

  5. #7
    Jéssica Diane
    19.01.2016 - 14:11

    OW Gabrielaaaaa, tenha mais dignidade mulher!!! Que história mais maluca…que noivo mais estranho!!!

    Boa sorte pra você heim, beijos.

    • #8
      Gabriela
      19.01.2016 - 18:03

      Meninas agradeço a todas pelas palavras.
      Vivi um momento de cegueira, onde a culpada de tudo era eu. Cansei de pedir desculpas quando eu não estava errada só para ficarmos bem.
      Cansei de ouvir nãos, não usa calça legging, não usa short curto, não usa roupa de academia… Vivia em em mundo fechado onde eu não encontrava a realidade.

      Dói, dói sim, pois afinal foram 6 anos de relacionamento.
      Mais eu sei que eu tenho muito para viver, para conhecer a aproveitar desta vida.

      Obrigada Cony pelos seus conselhos VC é como sempre maravilhosa!
      Obrigada meninas, algumas palavras foram escritas aqui, que eu realmente necessitava ler.

      • #9
        Jackeline
        20.01.2016 - 05:21

        Gabi,tenho uma amiga que a uns 2 anos atras passou a mesma coisa que você.O carinha queria uma “vida com Deus”,mas também queria transar e ficava nesse vai e vem, e nisso ,ela abrindo mão de TUDO por ele e fazendo tudo por ele,não saia da igreja, nada de shorts,vestido curto nem pensar,legging nem pensar,batom vermelho jamais e pasmem, até esmalte escuro não podia,e toda vez que transavam, a culpa era DELA de desviar o foco dele de Deus.O plus do caso dela,foi ele afastar ela de todos que ele achava que não prestavam, e pra completar, o pastor da igreja era tio dele.Em alguns meses de relacionamento ela estava ferida,magoada,triste e excluída do mundo e eles romperam.Nesse tempo ela ficou com meu primo (namoraram antes disso por 3 anos ) e não deu em nada, depois o outro pediu pra voltar, e sim ela voltou,mas disse que voltaria a usar td o que deixou de usar, e ele disse que então seria escondido, pois tinha vergonha dela se portando “daquele jeito”.Até que por uma intervenção familiar, ela se livrou desse traste. Sorry pelo textão,mas sério, você ve como isso é um ciclo vicioso que não tem fim ? Você não deve seguir religião só pra ser feliz num relacionamento, fora que uma relação cheia de ultimatos não faz bem pra ninguém,se joga vai ser feliz, e se tiver vontade de transar,transe sim,você não é pior que ninguém por isso e lembre-se , de Santo no mundo, só Jesus.

      • #10
        Jéssica Diane
        20.01.2016 - 10:45

        AI que bom viu!!! Que você seja MUUITO feliz vice??

  6. #11
    Camila Arcanjo
    19.01.2016 - 14:23

    perae que deu um nó aqui na minha cabeça no terceiro caso: ele não queria mais transar com vc pra viver mais perto de Deus… até aí ok, cada um com sua religião e eu não julgo isso…. mas ai ele vai, conversa com o pastor e vcs vão viajar, quem sabe pra tentar se aceitar, da forma que ele ve que Deus vai aceitar… e ai, durante a viagem, vcs transam…. ele se afastou de Deus de novo? e ai ele resolve que tem vergonha de andar do seu lado pq vc beijou outro cara enquanto vcs não estavam juntos???

    Só tenho uma coisa a dizer: é CILADA BINO!!!!

    • #12
      Constanza
      19.01.2016 - 14:25

      Tb acho! Cilaaada!

    • #13
      Vanessa Maria
      19.01.2016 - 14:43

      Incoerência desse cara, total!

    • #14
      aline n. fermiano
      19.01.2016 - 16:05

      ia falar a mesma coisa….

    • #15
      eduarda
      19.01.2016 - 16:56

      KKKKKKKKK…. muito incoerente… e geralmente quem ta dentro da historia nunca ve isso…
      espero que vc tenha força para se desapegar dessa historia, querida!
      Vc merece!

    • #16
      Ana
      20.01.2016 - 08:43

      Tb acho… Fujaaaa!

  7. #17
    Diandra
    19.01.2016 - 14:30

    Saudade dessa tag!
    Assino embaixo de todos os conselhos da Cony!
    Força pras duas ultimas gurias <3

    • #18
      aline n. fermiano
      19.01.2016 - 16:07

      saudades tbm….os conselhos da Cony são os melhores

  8. #19
    Rayssa
    19.01.2016 - 14:33

    Muitoooo novela mexicana esse terceiro caso! Muito confuso e cheio de intrigass, imaturidade e maldade da parte do noivo e da “amiga”. Acho que ela tem que correr léguas dessa história e todos os envolvidos!

  9. #20
    Nathalia
    19.01.2016 - 14:38

    Sobre o caso de Fernanda…
    Me identifiquei, tb fiquei junto de uma pessoa (casada) por 6 anos… porem nos ultimos 2 passei pelo que vc descreveu: dividir tudo, como amigos somente. Eu tomei a decisão de ser feliz, pq não estava feliz… e me separei. Doi mt ter q se readaptar a uma nova rotina, sem a companhia de tantos anos, doi ter q contar pras pessoas que nunca vão entender seus motivos pra terminar( leia bem isso: NÃO VÃO ENTENDER) Porém, vc deve preocupar primeiro com vc e depois com aqueles que vc ama. Creio que as pessoas que nos amam, acima de tudo nos querem felizes. Se vc não está feliz, aqueles que te amam tb nao estarão. A vida é muito curta pra jogar fora tempo… pra deixar pra depois.

  10. #21
    Gabi
    19.01.2016 - 14:39

    Bruna, quem ta precisando tomar um simancol é esse chefe aí. Puta cara deselegante, intrometido. Não crie caraminhola na cabeças por conta dele não.

    Cony, você arrasou demais no comentário pra Fernanda. Bonito de ver!

  11. #22
    Vanessa Maria
    19.01.2016 - 14:40

    Nossa Cony que legal que essa tag voltou e entendo super o fato de vc ter dado um tempo com ela…
    Concordo com vc em todos os casos aqui expostos. Agora o que me chamou a atenção foi o segundo caso…
    Fernanda, não deixe que os outros dominem sua vida. A vida é sua, é uma só e é curta, não dá pra ensaiar e tentar de novo. Tem que viver agora!
    Se vc tem certeza de seus sentimentos, não deixe passar mais tempo. Chame o seu namorado e abra com ele tudo. Converse francamente com ele e mostre inclusive para ele que ambos tem o direito a felicidade.
    Olha, minha irmã foi namorada/noiva de um menino excelente por 9 anos e já estava de casamento marcado quando terminou tudo. Foi uma tristeza para as famílias na época pois meus pais adoravam aquele noivo dela…
    Só sei que ela conheceu o marido poucos meses depois de ter terminado com o noivo, se casaram 1 ano depois e estão juntos ha 13 anos e felizes!
    Enfim, acho que a vida é sua e vc não deve perder tempo! Seja feliz com suas escolhas e viva!

  12. #23
    Andy
    19.01.2016 - 14:45

    O caso da Bruna e da Fernanda apesar de serem duas histórias completamente diferentes, têm algo em comum: as duas se sentem obrigadas a fazer algo que não querem para não desagradar alguém.
    Já fiz muito isso, mas, hoje, ando tentando aplicar o seguinte lema na minha vida: não tenho que agradar os outros me desagradando o tempo todo.
    É claro que não estou pregando o egoísmo e nem dizendo que não devemos ceder em nada, mas acho que as duas devem fazer o que querem.
    Ambos os casos envolvem escolhas pessoais e importantes, que não devem ser influenciadas por terceiros.
    No caso da Bruna, ela não deveria se sentir constrangida com a falta de educação alheia. O chefe foi muito mal educado e a falta de educação dele não deve fazer com que ela se sinta obrigada a convidar alguém.
    Concordo com a Cony, basta dizer que vai se casar só pra quem perguntar e pros mais íntimos já emendando que será uma cerimônia só para os dois.

  13. #24
    Pri
    19.01.2016 - 14:45

    Pro caso 1 – Fique feliz por conseguir realizar seu sonho! Depois de 21 anos de relacionamento, isso merece muita comemoração. E esquece os outros, eles são só os outros!

    Pro caso 2 – Embora seja fácil dizer, pense em vc… Nota-se que vc tem por caráter e até mesmo respeito dificuldade em pensar só em vc. Mas talvez se as coisas terminarem e vc conseguir continuar como amiga do rapaz, afinal é isso que vcs são, pode ser que vc possa seguir sua vida e ainda assim apoia-lo.

    Pro caso 3 – Xente, manda um whisky pq eu me perdi! Primeiro te deixa sozinha no natal, não quer transar e quer te forçar a ir pra igreja dele, mas na hora de viajar, esquece os “princípios”, tipo eu acho que ele deveria ter vergonha de Deus, se ele respeita tanto a religião dele.

    “Não eraaa amoooorrr, não era! Não era amooooor era: Cilada!”
    🙂

  14. #25
    Lola
    19.01.2016 - 14:48

    Acho que todos os casos aqui tem um mesmo tema, né Cony? Mulheres que estão pensando mais nos outros e não em si mesmas, ficam divididas entre suas vontades e agradar a terceiros… Meu conselho pras três é: se libertem, gatas! ;D

    Caso 1 – Quem vai casar é você e seu noivo. NINGUÉM tem nada a ver com a vida e escolha de vocês, não tem que dar satisfação nem fazer festa, gastar dinheiro só para agradar os outros. Vai realizar os sonhos de vocês e muitas felicidades!!

    Caso 2 – Quando tava pensando em terminar com meu namorado de 4 anos, também fiquei com esses pensamentos, que meus pais e irmão adoram ele, que a família dele gosta de mem e etc. Não vale a pena colocar os outros em primeiro lugar e esquecer da sua vida, ficando presa num relacionamento de fachada, como eu também estava, insatisfeita em tudo. Tira uns dias sozinhas, se acha que é melhor seguir em frente, segue, conversa bem sério com ele, exponha seus motivos, porque isso só diz respeito a vocês dois. Espero que consiga resolver seus sentimentos 🙂

    Caso 3 – Esse cara é um ‘pouquinho’ controlador, hein? Não sou religiosa e não gosto muito de religiões como a do seu ex. A personalidade dele também não ajudou muito, então eu realmente não fui com a cara dele… Acho que você deve seguir em frente, siga sua vida e suas vontades, não a desse cara e do pastor dele, daqui a um tempo você vai estar presa numa religião que aparentemente não é a sua, só por ele, sabe?

  15. #26
    Larissa
    19.01.2016 - 14:54

    #conysincera Hahaha.. Sobre a Gabriela, concordo com o que a Cony disse. E esse ex parece ser confuso, não sabe o que quer. Que história é essa de ter vergonha de andar na rua com você? Ninguém tem nada com isso! E eu te digo uma coisa, se é sentimento de posse ou carência, você deve parar pra refletir, porque se fizer isso você vai saber se ama ou não. Duas pessoas indecisas na relação já se pode imaginar o fim.

  16. #27
    Débora
    19.01.2016 - 14:54

    Impressionante como eu realmente me identifico MUITO contigo, Cony! Concordo com todos os conselhos. A colega que quer casar no Tahiti: realizem seus sonhos! É o mais importante. O casamento é de vocês e devem vivê-lo como seus corações desejam e ninguém tem o direito de opinar. Não se sinta culpada de modo algum. A colega que não tem coragem de terminar o relacionamento: busque primeiro sua felicidade e não a dos outros. As pessoas que muito lhe amam, no caso principalmente seus pais, podem até reagir negativamente no início, mas em breve verão o quanto lhe fará bem, vendo sua felicidade eles logo sentirão paz e alegria em vê-la bem. Super me identifiquei com seu problema, pois já passei por isso (no meu caso a mãe dele era doente), presa num relacionamento por pena/medo e quando decidi terminar foi um salto para felicidade! A sensação de novamente ser eu mesma, plenitude, a liberdade de ser quem você é inigualável! Hoje sou casada, serei mãe em breve e sou feliz como nunca imaginei. Nunca imaginei que haveria tanta felicidade guardada no mundo para mim! Acredito que sua felicidade não está longe de você.

  17. #28
    Aline
    19.01.2016 - 14:58

    Sobre o primeiro caso: manda esse chefe ir carpir um lote! Que pessoa mais sem noção! Ninguém é obrigado a comunicar ninguém sobre suas decisões pessoais, a não ser que elas interfiram no ambiente profissional, o que eu entendi que não é o seu caso, pois você está saindo de férias. Segundo, mesmo que tivesse festa para convidados, você convida quem você quer, e não quem acha que deve ser convidado. Eu casei e fiz festa e tive que ver muita cara feia por não ter convidado, teve até “amiga” que rompeu comigo porque não estava na lista. Paciência, eu não to nem aí!!!

    Sobre o terceiro caso: também diria CORRE QUE É CILADA BINO! Não gosto de gente que usa a religião como chantagem, e me pareceu o caso desse ex/atual namorado. Eu correria pra novas experiências e novas amizades, o mundo é grande e as oportunidades aparecem pra quem as procura!

  18. #29
    Carol Messeder
    19.01.2016 - 15:01

    Caso 1
    desagradável esse seu chefe hein. Explica pra ele q casamento é a celebração do amor de vcs e não obrigatoriedade de pagar boca livre pros outros. Tire muitas fotos que mostrando vocês dois sozinhos na cerimônia, dessa forma sua família e amigos vão entender que era realmente algo íntimo.
    Caso 2
    Olha entendo q a situação é MT difícil principalmente por ele ser um cara legal, é MT mais fácil mandar um babaca pastar né. Te sugiro pensar da seguinte forma: ele é tão legal, uma pessoa tão boa, não merece ter alguém que o ame e possa faze-lo feliz? Vc claramente não o ama (e não tem nada de errado com isso, ok) mas pode ter alguém lá fora q pode oferecer esse amor q vc não pode. Ficar com o cara por culpa/comodismo é uma bosta pra vc e pra ele também, pense nisso! A vida é uma só, não vale a pena desperdiçar num relacionamento vazio…
    Caso 3 – nossa, MTA cilada! Pra começar essa sua amiga aí, grandes chances de ela ter te entregado hein. E o teu noivo, tb não tem noção do que quer, primeiro não quer transar e termina, aí fica puto pq vc ficou com outro (sendo q foi ele q terminou!!!), aí depois quer sexo de novo… Aproveita esse drama pra dar o fora, de boas. Vai ser difícil pq vc gosta mesmo dele, mas honestamente, mesmo q ele resolva ficar com vc toda vez q vcs brigarem ele vai jogar isso na sua cara…

    • #30
      Juliana
      20.01.2016 - 11:14

      Melhor comentário publicado!

  19. #31
    19.01.2016 - 15:02

    Bruna – vestido longo ou saia longa! pra mim, noiva tem que ser de longo, mesmo porque na praia, se bater um vento e vc estiver de curto, já era! vai pagar calcinha no altar! Aquela Adrianna Sant’anna, ex BBB, casou na praia com um vestido longo de renda e coroa de flores. Ficou LINDA! Procura pra ver 🙂 Quanto aos convites, só avise aos íntimos (família e melhores amigos) e aos outros só depois! Ninguém tem nada com isso! Chefe MALA!

    Fernanda – Fia… já pensou se – Deus a livre – a irmã dele falecer? Aí você não vai terminar por pena.. você vai ficar presa nessa situação pra sempre se ficar pensando assim! Imagina se fosse ao contrário.. Gostaria que alguém ficasse contigo apenas por pena??? Sem querer estar contigo? Eu me sentiria péssima!! Vc tem 27 anos, sua vida está passando. É sua mãe que vai ficar o resto da vida com quem ela não gosta? NÃO! Não é ninguém, é VOCÊ que vai conviver com as consequências, por isso só o seu coração deve mandar!!!
    Outra coisa… se ele te conhece bem (como imagino que conheça, depois de 4 anos juntos), ele sabe que vc está infeliz! E se ele não muda, é porque também não deve te amar mais, mas está apegado. Sinceramente, você sabe o que você tem que fazer. Se livre da culpa. Seus pais podem amar ele mas amam mais você e vão ter que entender! Nenhum pai quer ver a filha infeliz e é isso que você está.
    Morar fora do país me fez perceber uma coisa: TEMOS QUE SER EGOÍSTAS. Porque as pessoas SÃO. Elas vão seguir a vida sem você, ninguém vai morrer por sua falta. Todo mundo segue seu rumo, siga o seu!! Beijos e seja feliz!!!

    Gabriela – Complicado heim? Primeira coisa que me veio à cabeça é se a religião é tão importante pra você ou é só exigência dele. Eu acho meio bobeira essa história de seguir uma religião por causa do parceiro. A fé é – ou deveria ser – algo pessoal, e não algo imposto ou conveniente. Enfim, essa é minha opinião.
    E tenho que concordar com a Cony, esse seu noivo parece um babaca. Se ele não resiste ao sexo, como pode exigir isso de você? Como te julgar uma pessoa pior por isso?
    Ele termina, deixa vc sozinha no Natal e te julga por um beijo enquanto estavam terminados? Depois segue “ficando” com vc, TRANSA (ué, mas e a religião?), mas não quer voltar por VERGONHA? Vergonha de você? Vergonha deveria ter ele de te cobrar e julgar e ainda aproveitar do sentimento que ele sabe que você tem pra transar sem compromisso. Pelo seu relato, ele é um grande de um babaca. Vai viver sua vida. Você não é solitária por não ter um noivo. Procure Deus, se vc realmente acredita, não pelo seu noivo, mas por você. E busque sua felicidade!! Um beijo e boa sorte!!

  20. #32
    Maira
    19.01.2016 - 15:02

    Cony minha fia, depois de três pauladas dessa, só com a ajuda das universitárias mesmo pra dar conta.

    Bruna…caso fácil o seu, comunica só para a família e os mais íntimos sobre o seu casamento, sem convite e nada mais…pronto, sem drama, quem gosta de vocês vai entender e respeitar, o casamento é de vcs, o sonho e a escolha idem…ponto final.

    Fernanda…fiote, se coloque em primeiro lugar e faça as suas próprias escolhas, não cabe a ninguém a sua felicidade, então pq perder tempo em adiar o que você está cansada de saber? Quando você fala que seu pai é uma pessoa muito tradicional e que a sua mãe até adoeceria pelo o seu término, fiquei pensando se os dois não ficariam infelizes por verem a filha tão infeliz e anulada em um relacionamento fracassado.
    Não espere a sua cunhada ser curada ou não; seu mestrado acabar, seus pais te apoiarem, seu namorado mudar, sua sogra deixar de ser inconveniente, a chuva passar, o sol voltar; o que for, aja agora, não adie mais a sua decisão, você é tão feliz em outras áreas, pq não ser também na amorosa? Você merece.

    Gabriela…só uma pergunta; seu ex namorado não tem vergonha de ser FDP e te levar pra cama descaradamente mas tem vergonha de te assumir pras pessoas? Fia, acorda né, desculpe, mas quem tem que ter vergonha é você de ficar se submetendo a esse tipo de relacionamento…essa desculpa que o cretino do seu ex deu é a pior que já ouvi na vida…sai fora, você merece um cara melhor, que te assuma com orgulho, amor e acima de tudo, respeito.

    Bjocas

  21. #33
    Ana
    19.01.2016 - 15:03

    Minha resposta vai para a Fernanda, já que eu não concordo tanto assim com o conselho da Cony!
    Acredito de fato que você tem que ser feliz, viver sua vida e pensar mais em você, mas na medida que você escolhe dividir uma parte do tempo com uma outra pessoa, você tem que arcar com todas as consequências que esse fruto possa vir a gerar.
    Quem passou por uma situação de saúde na família talvez concorde comigo, que esse não é o momento para você terminar com ele. Não é o momento de jeito maneira! 🙁 por mais que vá lhe trazer uma melhora, mas você sendo uma pessoa tão boa (como parece ser), você vai conseguir contornar essa situação da melhor forma possível sem precisar terminar o relacionamento. Imagina se fizessem isso com você?
    Por mais que ele tenha amigos, família que o apoiam e que estão com ele, é com ele que há quase 4 anos você acorda e dorme todo santo dia, ele com certeza é seu porto seguro no momento, e você vai querer terminar um relacionamento em um momento desse? Muita gente vai julgar meu comentário, mas passei por um caso de câncer na família, e não é fácil! Tudo muda e no final, você muda também, mas uma coisa que nunca vai mudar: o amor pelas pessoas que tiveram carinho e dedicação por você naquele momento.
    Eu sei que não é uma decisão fácil, mas se coloque no lugar dele. Ele realmente precisa de um amigo e já por alguns anos você vem sendo a pessoa número um dele. Não desfaça isso no momento que ele mais precisa, por mais que você não saiba quanto tempo isso pode durar.
    Te garanto, ele sabe que você quer terminar e não termina por conta disso, e ele não termina porque precisa de um apóio, e por mais que a amizade permaneça com o término, não será nunca a mesma coisa. Faça a coisa certa, esteja do lado dele, porque independente do que aconteça, ele vai sempre reconhecer o seu esforço e dedicação e se a situação se prolongar bastante, você toma algumas medidas maiores, mas sempre de um jeito muito delicado.
    Enfim, sua situação é difícil, mas vai ai o meu conselho. Espere! Reze, peça um guia a Deus.
    E além do mais, vai que você daqui um tempo percebe que vocês podem dar certo junto? Se você tiver acabado com ele em um momento como esse, ele nunca vai esquecer e lhe perdoar, do contrário, ele sempre nunca vai te esquecer e você vai ser a mulher mais maravilhosa que já existiu para ele! Boa sorte.

    • #34
      Nayara
      20.01.2016 - 10:10

      Concordo demais contigo. Com certeza em certos momentos a gente tem que parar e pensar mais em nós mesmo. Mas é pouco de egoísmo não pensar nele agora. Eu passei por isso. No caso, minha mae morreu de câncer uns anos atrás e foi dolorido demais. Eu só me segurei pq minha meu noivo do meu lado. Hoje eu penso que se ele não tivesse comigo eu não conseguiria ter feito tudo sozinha. Ou teria surtado com álcool e drogas, ou largado o emprego, ou adoecido, ou sei lá o que. Só sei que ele foi meu Porto seguro. Relacionamento e isso, é estar com as pessoas nos momentos mais difíceis . ele não é qualquer um que você conheceu semana passada. É seu companheiro, parceiro, amigo. Se coloca no lugar dele e pensa se você tivesse com um parente amado nessa condição. Só mesmo quem passou por uma doença dessa na família sabe o tanto que e dolorido. Fácil falar pra menina largar o cara é pensar nela mesmo. Deus que me livre namorar com alguém assim tão individualista.

  22. #35
    Marcia galvão
    19.01.2016 - 15:08

    Fernanda, EU passei por tudoooo isso, tirando morar junto, mas TODOS amavam o cara, mas eu não tinha paixão, tesão… Era carinho, amizade, admiração..mas AMIZADE! tentei terminar três vezes, o cara ate tentou ” se matar ( teatro) mas foi horrivel, me senti um monstro..mas eu precisava ser feliz, pensar em mim… Crie coragem… Tente se imaginar daqui ha uns anos com ele..dessa mesma forma… Não vai rolar.. Voc~e vai ficar infeliz…e no fim, não podemos nos responsabilizar pelo que as pessoas falam e pensam de nós! Cuide de você! beijos

  23. #36
    Marina
    19.01.2016 - 15:11

    Queria falar pra Gabriela do terceiro caso pra CORREER!! De verdade, correr rápido, e sem olhar pra trás!
    Tenho quase certeza que seu ex, na cabeça dele, te coloca como a “culpada” do distanciamento dele com Deus. E po, vamos combinar né, ele transa com você porque QUER, ninguém está obrigando ele a nada. E ninguém merece carregar esse tipo de culpa, ainda mais uma que NÃO TE PERTENCE!
    No mais, acho o fim você ter que seguir uma religião para poder ficar com alguém. Se é algo que você quer, tudo bem, mas não me parece ser o caso.
    Agora o fim da questão mesmo foi ele dizer que teria vergonha de andar com você. Tá de brincadeira né?? Eu que teria vergonha de andar com uma pessoa tão manipuladora, com síndrome de coitadinho como ele parece ser!
    Seu ex está acabando com seu amor próprio, e você está deixando. Nunca permita isso menina, você é mais que isso!

  24. #37
    Ozzy
    19.01.2016 - 15:14

    Gente… esse negócio de religião é complicado né?! Quando me falam que foram pedir conselho pro pastor, os pelos do corpo todo se arrepiam…

    • #38
      Jéssica Diane
      19.01.2016 - 15:33

      Parece uma coisa muito bizarra ne? rs. Mas acho que pra quem ta envolvido e meio “normal”…sei la

    • #39
      Jackeline
      20.01.2016 - 05:30

      Tem gente que leva o pastor como psicologo e segue a risca o que ele diz.Sou evangélica e na igreja sempre teve pastor, mas não é porque ele é uma “autoridade” na igreja, que eu vou ficar pedindo conselho de relacionamento e fazendo tudo o que ele diz, eu hein

  25. #40
    Luciana F
    19.01.2016 - 15:20

    Bem…Sou curta e grossa e delicada como um trator kkkk.Vamos lá:

    Caso 1: Conhece aquela expressão: “Ema ema, cada um com os seus problemas”? Ninguém paga as suas contas e nem lava as suas calcinhas. Realize o seu sonho, não ligue para os “mimimis” dos outros;
    Caso 2: Vc está se anulando para poupar os outros,vale mesmo a pena? Pense, pense, a resposta está dentro de ti;
    Caso 3: Seu namorado é um babaca e não duvido nada que a sua”amiga” esteja querendo te dar “pedal”. Por experiência própria, não vejo com bons olhos pessoas que se revestem da religião para apontar os erros dos outros, não estou colocando um determinante na frase (todas),mas as evangélicas mais fervorosas com quem eu convivi eram as piores, as mais venenosas, invejosas, fofoqueiras e gostavam de criar intrigas, inclusive tinha uma que considerava amiga que tentou “roubar” um namorado que eu tinha na época (bitch de m***da) rsrs.

  26. #41
    Ana Souza
    19.01.2016 - 15:27

    Cony, adoro seu posicionamento nos casos relatados, mas não consigo simpatizar com essa tag justamente pelo posicionamento das mulheres. Como assim moça do terceiro caso, você quer levar um relacionamento com esse cara se um dia se disse seu noivo. Que tipo de marido será?

    Mulheres, mais empoderamento por favor!

    Bjus gata!

  27. #42
    19.01.2016 - 15:38

    O caso da Bruna, acho que você tem mais é que ser feliz se casando no Tahiti e sem se sentir mal por não convidar ninguém. Do jeito que as coisas estão caras, você está certíssima. Eu tenho um casal de amigos que se casou na disney. Eles convidaram os amigos mais próximos, mas obviamente que era no esquema de cada um paga o seu. Alguns foram, outros não. Pode ser uma ideia tb. Ah, e seu chefe é um mala.
    O segundo caso deu preguiça de ler, e o terceiro…. O terceiro me deu uma preguiça do seu noivo, amiga. Tb não fui com a cara dele. Não gosto de gente que fica usando religião como muleta. Pra começar que não entendo qual é o problema em transar. Mas enfim, cada um com suas opiniões. O que acho ruim é você se converter para agradá-lo, e toda essa caraminhola aí me deixou confusa. Por via das dúvidas, acho que seria legal você correr de todo esse povo aí.
    Beijos

  28. #43
    ana
    19.01.2016 - 15:39

    Entendo que a Fernanda está infeliz na relação, mas se vcs forem terminar relacionamento porque não sente mais embrulho no estômago, faísca, fogo, nunca vão ficqr com ninguém muito tempo porque isso tudo PASSA SEMPRE. Tem que ver é se vc ama ele ou não. Pelo jeito, não, então tem mais é que terminar mesmo.

    • #44
      Isa SV
      21.01.2016 - 17:16

      Pensei exatamente a mesma coisa!! Em um relacionamento longo, esse lance de borboletas no estomago passa! É normal! O que fica mesmo é o companheirismo do casal, admiração, amizade, amor e respeito de um pelo outro.

  29. #45
    Ana
    19.01.2016 - 15:39

    Bruna, vai casar mulher… cague e ande para a opinião alheia, seu chefe é um completo sem noção… Avise as pessoas que vcs amam em tom de “olha q legal oq faremos” e não soando como convite… Muitas felicidades para vcs!!!

    Fernanda, uma pessoa independente, inteligente e do bem assim como vc não pode jamaisss se enterrar numa relação dessas, não compre problemas que não são seus, mostre que se importa com ele e com o estado da irmã dele, ofereça um ombro amigo, mas siga sua vida, não use isso de bengala para ficar onde não te faz mais feliz! Boa sorte!”

    Gabriela amiga, já ouviu falar em livramento divino??? Corre daí, pelamor… Ta tudo errado! Primeiro, não da para ter uma relação com uma pessoa de convicção religiosa tãooooo diferente, segundo que não faz sentido todo esse papo de não poder transar, ele te ignora, aí viaja e rola sexo, então nem sei se essa convicção religiosa é tão convicta assim… e terceiro: CORRE DESSA “AMIGA”… tem algo mto errado aí…. repito oq disseram acima… CILADAAAAA!!!

  30. #46
    Marielle
    19.01.2016 - 15:40

    Com relação ao primeiro caso, passei por uma situação bem parecida, mas casamos na nossa cidade mesmo, Curitiba. Em alguns momentos pensei que seria mais fácil se fosse longe, porque a gente sofre por não poder convidar as pessoas, mas enfim…faz parte. Achei extremamente mal educado esse chefe! Hoje em dia quase ninguém convida pessoal do trabalho, só quem pode e quer mesmo esbanjar. O meu casamento foi para apenas 15 pessoas e Tb tive essas dúvidas. O que eu fiz foi como a Cony falou, contei naturalmente para as amigas e disse que seria algo muito íntimo. Todos, exceto um parente, entenderam. Até hoje fico triste porque a amizade com esse parente esfriou, mas acho que poderia tentar entender, não convidei nem uma tia, apenas pais e irmãos. Eu sofri um pouquinho com isso, mas como fazia questão de casar na igreja, foi o jeito. E foi lindo, foi fofo e não me arrependo.
    Boa sorte!

  31. #47
    Marielle
    19.01.2016 - 15:42

    Ah e foi super divertido ver as pessoas descobrindo tudo no dia, nas fotos do face. Foi divertido e alegre. E mesmo desse tamanhico de festa gastei viu?!

  32. #48
    Jéssica Diane
    19.01.2016 - 15:42

    Cony, vou rasgar uma seda…

    Caraca, como você é sensata, né? Alguém pode te julgar por ter um blog de moda, e tal (tem umas blogueiras bem cabeça de ovo SIM, vamos combinar). Mas você não, a gente vê pelos conselhos que você é muito madura, fala a verdade sem cair naqueles clichês de auto-ajuda chatos, rsrs

    Enfim, é isso. Beijos 😉

    • #49
      Constanza
      19.01.2016 - 15:44

      ❤️❤️❤️

    • #50
      Camila costa
      19.01.2016 - 20:20

      Jéssica, concordo com VC…adoro o jeito sensato e direto da Cony, sem tá alisando ninguém…e o pior clichê: ” oi bloguetes”…AFF não suporto…prefiro muito mais o bruaca de Cony (é bruaca né?)..uhulll Cony, palmas pra você!

      • #51
        Constanza
        19.01.2016 - 20:56

        Isso mesmo bruaquinha rsrsrs

  33. #52
    Laura
    19.01.2016 - 15:44

    Caso 3: Foge que esse cara é BABACA! Ele transou com você e depois diz que tem vergonha de sair na rua? Isso não é religião, isso é canalhice!

  34. #53
    Andrea
    19.01.2016 - 15:53

    Gabyyyy O amor por ser eterno…Pode ser renovado…Não gostei do machismo do seu noivo!!!

  35. #54
    19.01.2016 - 15:55

    Acho muito legal celebrar o casamento em uma viagem, apenas o casal… penso em fazer isso, e não vou me preocupar com o que dizem. Sei que não é fácil, mas ninguém tem nada com isso, rsrs…

    Os outros casos são mais complexos, falam muito de sentimentos e eu não sei opinar muito bem, só posso dizer o que vivi.

    Passei 7 anos namorando e abrindo mil concessões, mudando minha vida, com “dó” de terminar quanto queria, achando que ele ia sentir muita falta, achando que ele era o homem da minha vida e que mesmo se eu sofresse com as atitudes dele, não ia achar ninguém como ele, bla bla bla… até que em uma bela quarta-feira, de repente, ele me largou me dando motivos tão clichês que vocês dariam risada. Ou seja, eu passei 7 anos só pensando nos outros e no final ele acabou fazendo isso.

    Hoje, passei por vários relacionamentos e não deixo mais esse tipo de coisa acontecer. Terminei alguns, pensando sempre em mim. Não tenho mais medo de terminar, se for preciso. Atualmente estou namorando mas exponho sempre o que quero, o que penso e minhas expectativas. Senão não dá certo não.

    Adoro essa categoria do blog, Cony, fiquei triste quando você não postou mais, mas entendo o quanto é difícil lidar com os sentimentos e opiniões das pessoas.

    By the way, não canso de dizer que seu “post sobre o fim”, de uns anos atrás, ficou na minha barra de favoritos por meses até eu superar o fim desse namoro de 7 anos. Agradeço de coração por aquilo, Cony. Lia mil vezes por dia, rsrs.

    Tenho um blog sobre emagrecimento, perdi 25 quilos depois de um pé na bunda e de perder o emprego, uma mudança radical na minha vida, sem remédio, sem dietas radicais, quem quiser visitar é http://www.marilianaopodeparar.wordpress.com

    • #55
      Ana
      20.01.2016 - 09:04

      Semana passada mesmo eu voltei para ler os “chora que eu te escuto”, tava precisando “ouvir” conselhos… EU AMO ESSA TAG!!!

  36. #56
    Amanda Medeiros
    19.01.2016 - 16:06

    Fiquei um pouco nervosa com o caso 3…
    Fala sério!!

    Sobre o caso 2, força e vida que segue. Coloque-se em primeiro lugar (principalmente nas questões sentimentais) ou você nunca vai ser feliz.

  37. #57
    Karina
    19.01.2016 - 16:06

    Bruna, não se importe com o que os outros vão falar ou pensar sobre o seu casamento, porque SEMPRE alguém vai falar. Vc quer casamento íntimo e já estão falando, eu fiz festa para 300 pessoas e também falaram. Faz do jeito que vocês sempre sonharam e FIM! As outras meninas, eu concordo com a Cony! Força aí, gente!

  38. #58
    Sabrina
    19.01.2016 - 16:25

    Sem comentários para o caso 3, pra mim é coisa de louco, eu hein!

  39. #59
    Mona
    19.01.2016 - 16:38

    Independentemente de tudo o que li, só quero dizer uma coisa: Para tantas pessoas que seguem ESSE blog e já conhece o perfil, qual o motivo do MIMIMI? Pelamordedeus! Arriégua! #prontofalei

  40. #60
    19.01.2016 - 17:01

    Eu leio as opiniões da Cony e acho que fui eu quem escreveu! kkkk Temos personalidades bem parecidas!

    @Bruna, vai e casa querida! Não tem que ficar dando satisfação para essas pessoas, até pq, sempre vai ter alguém reclamando, não importa o que a gente faça. Então eu acho que o melhor é a gente viver nossos sonhos, pq pelo menos a gente vai sair feliz no fim da história!

  41. #61
    Andréia Simão
    19.01.2016 - 17:03

    Vamos lá:
    Bruna, case e não convide ninguém;
    Fernanda e Gabriela, na verdade vcs já sabem que tá tudo errado. Atitude, meninas!! Para ser feliz é preciso coragem;
    Cony, love you!!!

  42. #62
    Ana Miranda
    19.01.2016 - 17:04

    Bruna, estou passada com esse seu chefe.
    Que falta de noçao, de respeito, que maria-fifi…
    Nossa merecia uma resposta super atravessada e grosseira.
    Se nao quiser se indispor diz q ele sera bem vindo se for,é tao
    longe q duvideó que ele vá…
    Mas ainda to passada com a falta de simancol das pessoas, ngm tem nada que palpitar quando se trata da vida alheia.

    • #63
      Ana Miranda
      20.01.2016 - 00:21

      Uma duvida aqui lendo os comentarios, quando vc casa em outro país e convida as pessoas vc tem que pagar pela passagem delas? Acomodacao tb?

      Nunca viajei pra ir a casamentos fora do país mas ja pra outros estados e em todos casos paguei tudo do meu bolso e nao achei errado, penso nos noivos q ja tem taaaaantas despesas, imagina pagar passagem pra geral.

      • #64
        Constanza
        20.01.2016 - 10:51

        Até onde sei, os convidados que bancam tudo! Os noivos só facilitam dando dicas de hotel e tal…

  43. #65
    Tati
    19.01.2016 - 17:33

    Bruna: que indelicado esse seu chefe. Fico pensando se ele a convidaria para o casamento dele, se fosse o caso. Duvido muito! Preguiça de gente sem noção… Em relação a avisar aos outros, eu contaria só para os familiares mais próximos e melhores amigos. O restante das pessoas pode descobrir quando vc mudar o status no facebook e postar uma foto bem linda. Quem torce pela sua felicidade irá entrar em contato com vc para transmitir bons desejos e não para perguntar pq não foi convidado.

    Fernanda: acho muito importante vc também avaliar o lado do seu marido. Sei lá, há alguma coisa que vc tb possa estar fazendo que o deixa desmotivado na relação? Casamento é uma relação bilateral, provavelmente vc não é a única insatisfeita. Mas ainda assim, considere sempre a sua opinião e não fiquei pensando em terceiros para decidir algo.

    Gabriela: seu noivo vive no ano de 2016 também? Por favor né, pareceu cena de Novela dos anos 20. Até as religiões se modernizaram e vc ter beijado outra pessoa enquanto estavam separados não é o fim dos tempos. Bem que dizem que ser religioso não influencia no caráter de ninguém, acho que é o caso dele. Eu fujo de pessoas incoerentes e contraditórias.

  44. #66
    Alice
    19.01.2016 - 17:37

    Notei uma enorme preocupação da Fernanda com sua imagem perante os outros, em parecer ser uma pessoa boa acima de tudo. Mas fazer o que você quer da sua vida não é ser uma pessoa ruim, de jeito nehum. Tá faltando um pouco mais de maturidade pra assumir seus desejos, atos e consequências sem se vitimizar ou ficar com medo da opinião dos outros.

  45. #67
    beta
    19.01.2016 - 17:40

    Bruna, olha um vestido lindo pra vc se casar no Tahiti: http://www.ateen.com.br/vestido-noite-eva-04-12-0303/p

  46. #68
    Anne
    19.01.2016 - 17:43

    Gabriela,te aconselho a descobrir o que você quer e espera para seu futuro. Pelo que vejo o seu namorado tem um chamado do Senhor para a vida dele, com certeza ele está lutando contra os seus desejos e anseia iniciar o ministério. Você certamente conhece a verdade e sabe que o Senhor tem um ministério para cada um e ele só quer de nós obediência, por mais que muitas não entendam isso aqui no blog, vc certamente entende pq como mesmo disse em cima ,já esteve firme na Igreja. Algumas perguntas:É Com ele que você quer passar os últimos dias da sua vida??? Você está disposta a renunciar os prazeres para obedecer o que o Senhor ensina na Bíblia??? Você gostaria de fazer parte do ministério do seu namorado e futuro marido? Você seria capaz de deixar Deus ser o centro do seu namoro, pq não é fácil para seu namorado estar tentando renunciar uma coisa e você estar querendo outra??? Beijos, espero que vc tome a decisão certa, uma decisão que traga paz para o seu coração.

  47. #69
    Juliana
    19.01.2016 - 17:46

    caso 1 -> Bruna, Vá ser feliz e realizada, a melhor sensação q existe é a gente poder fazer as coisas que gostamos, que uma vez sonhamos, que trabalhamos e lutamos por isso…isso é a mais pura forma de liberdade, vc se permitir ser e viver as coisas que fazem sentido pra vc, não o que as outras pessoas esperam que você faça ou seja..

    caso 2 -> Fernanda, lendo o seu caso senti muita coragem em vc e por vc mesma..em querer mudar, dizer sim pra vida.
    Algumas vezes complicamos tanto nossa própria vida ao criarmos resistência em varias situações que vivemos, somos livres ..sempre penso assim quando alguém me pergunta por que fiz ou deixei de fazer algo, pode ser uma coisa simples..eu penso, “sou livre para qualquer coisa que eu quiser” então se não está fluindo, deixe ir mesmo..tenha uma boa conversa com o seu namorado, creio que não deixaram de ser amigos pela pessoa que você parece ser e podem passar por isso e com os demais problemas como bons amigos, quanto aos seus pais como você mesma disse, sempre te apoiaram em tudo então é até esperado que eles fiquem chateados em um primeiro momento com a sua decisão.,,mas tenha em mente que é a sua vida em questão.
    Notas sobre ela:
    Ela deixa a sua essência do lado de fora… a poesia dos olhos que ama os detalhes, os medos trapezistas e as dores que andam na noite.
    Ela não esconde nada, carrega a necessidade urgente de se entregar, ela escolheu viver e sentir tudo.
    As vezes ela é ferida aberta…Em outras sorriso aberto…Mas nunca deixa a porta fechada pra vida!”
    (Zack Magiezi)

    caso 3 -> Gabriela, a sensação que tenho é que você está canalizando energia em uma pessoa sem personalidade nenhuma. Posso receber muitas condenações mas não respeito pessoas que levam a vida baseada em opinião de um pastor, religião cega as pessoas se elas não possuem discernimento..sou bem curta e grossa quanto a isso pois já vi casos de pessoas se casarem “por que o pastor disse que era para ser assim”, pera lá..eu definitivamente não tenho paciência para esse tipo de coisa…é muita falta de personalidade e amor próprio deixar que outra pessoa conduza nossa própria vida baseada no que ela acha correto ou não..me poupe e poupe você, sua mente, sua paz de espirito. Busque uma vida leve, como disseram em outro comentário acima, a vida está ai com todas as suas possibilidades, se afaste de pessoas e sentimentos mesquinhos e como você mesma disse que tem dúvida se realmente o ama, isso pode ser apenas apego, passa….deposite diariamente doses cavalares de auto amor em você e vá viver uma vida nova.

  48. #70
    Ingrid
    19.01.2016 - 18:17

    Conny, pelamor mantém essa tag! Melhor tag da vida, amo seus conselhos! Você é Mara, só falta ser minha best friend

  49. #71
    Neita Lira Just
    19.01.2016 - 18:17

    Bruna, quando casei, não pude convidar meus amigos e nem família, mas não deixei de realizar o meu sonho. E a cerimônia foi super simples, mas com muito significado! Todos os nossos amigos que souberam depois do nosso casamento, ficaram super felizes com a novidade! Não fiz convite e nem nada, e fui avisando aos poucos, conforme ia encontrando o pessoal, já que não estamos em nenhuma rede social.. Tenho certeza que as pessoas que amam vcs ficarão muito contentes por vcs poderem realizar esse sonho! Parabéns!!!!!

  50. #72
    Bruna
    19.01.2016 - 18:21

    Para o caso 3: tem uma coisa que ninguém falou e que parece confuso para mim. Você primeiro diz que ele terminou o relacionamento de 6 anos e que você não aceitou e que por isso passou a frequentar a igreja dele. Depois, já no final, você fala que ele descobriu, vocês conversaram, choraram “E ali ele realmente colocou um fim no nosso relacionamento”. Ou seja: Ele não tinha acabado definitivamente antes? Estavam dando um tempo? Ou não deixaram exatamente claro o que tinham e deixaram para ver o que passaria? Seja como for, isso mudar um pouco as coisas e até faz com que entenda o fato dele ter ficado chateado de você ter ficado com outra pessoa. No entanto, no final, acho que NADA disso de verdade importa. Não sou evangélica, mas tenho VÁRIOS amigos evangélicos e, se ele realmente segue a religião, como parece ser o caso, é muito, muito complicado ele seguir essa relação. E, no final, acho que é isso o que mais pesa. Também não acho legal você abraçar a religião dele se não é isso o que você quer, porque você estaria deixando de ser você pelo outro, e isso não seria honesto com você e muito menos legal. No final de tudo isso, acho apenas que essa guria e o primo dela, armaram para você e que o seu namorado não é pra você porque a questão da religião pesará e muito sempre. Esse acho que é o motivo concreto do término.

    • #73
      Gabriela
      19.01.2016 - 23:07

      Oi Bruna, ele já havia terminado comigo sim. Eu só não queria aceitar. Ficava andando atrás igual um cachorrinho.
      Até q veio as festas de fim de ano e eu resolvi sair do meu quarto e fazer algo diferente.

  51. #74
    Mah
    19.01.2016 - 18:31

    Bruna: case bem linda, bem longe, só vc e seu marido e BOA.
    Chefe mala.
    No mínimo deve achar que você seria obrigada a pagar as despesas da viagem caso o convidasse hahahaha

    Gabriela:
    1) Seu namorado: estranho
    2) Esse print de conversa: estranho
    Primeiro porque a conversa entre vc e o carinha deveria ter ficado só no celular do carinha.
    Segundo, o carinha tirou um print e mandou para alguém. Seria esse alguém o seu namorado, ou sua amiga?
    Se for seu namorado: afaste-se desse cara
    Se foi sua amiga: afaste-se dela.
    Na dúvida: afaste-se DOS DOIS.
    Ainda sobre o casinho que você teve com esse cara: como diria o Ross “WE WERE ON A BRAKE”
    Seu namorado fez drama a toa… e falando nele:

    Acho que vocês tem propósito diferentes na vida.
    O dele não te faz feliz e o seu não o faz feliz.
    É melhor cada um seguir o seu caminho.
    Sei lá, as vezes numa dessa ele até vira pastor e tal. Já se imaginou casada com pastor? Gostaria?
    Você era feliz na religião dele?
    São coisas a se pensar…

    Fernanda:
    O que todo mundo já disse faz muito sentido.
    Mas veja só se você não está passando por uma crise de idade da relação.
    Tem momentos que as coisas esfriam um pouco, e cabe aos participantes dar uma reavivada na coisa.
    Se mesmo com a tentativa você achar que não é mesmo o que você quer pra sua vida (que é o que me parece), bola pra frente.
    Se você for adiar o término por causa de cada problema que as pessoas fora da sua relação têm, você não termina nunca. Pra morrer basta estar vivo, para ficar doente também, desempregado também… Ou seja, qualquer um que esteja vivo pode se ferrar a qualquer momento e fazer você ficar com dó de terminar.

  52. #75
    Joyce
    19.01.2016 - 18:55

    Fernanda, vc já tem a resposta, só (ainda) não quer enfrentar. Lendo seu relato parecia o meu sendo escrito mas com um relacionamento de 7 anos. Qdo me dei conta q me sentia infeliz e q não o via em meu futuro, não tinha como querer me enganar, sabia q era o fim. É difícil tomar essa decisão, a gente se acomoda e ainda tem medo de decepcionar a família, no meu caso os planos para o casamento estavam em andamento, todo mundo esperando por isso, como lidar?
    Demorei bem mais do q deveria para enfrentar a situação e terminar, mas hj eu vejo q foi a melhor decisão q poderia ter tomado.
    Pense em vc, se ponha em primeiro lugar, ele está passando por uma situação difícil por conta da irmã mas poderá apoiá-lo como amiga, converse com seus pais, eles irão te entender, antes de td eles querem sua felicidade.
    Não demore como eu, a vida passa rápido, sempre terá algum “empecilho” qdo pensamos mais nos outros q em nós mesmas.

    Gabriela, esse seu ex tem mtas caras não? Vc quer ficar com uma pessoa q já te disse q teria vergonha de andar com vc? Q se preocupa mais com o q os outros pensam? Q fala uma coisa e faz outra? Relacionamentos longos são mais complicados por isso, a gente se acomoda e nem sabe mais se ama realmente ou não, fica com medo de ficar sozinha, não saber enfrentar o q vier pela frente.
    Ele terminou, aproveite e dê um tempo, não converse mais com ele, nada de msgs, realmente se afaste e ponha as ideias no lugar.
    Boa sorte!

  53. #76
    Mary
    19.01.2016 - 18:57

    Conyyyy, escreve um livro! Como me faz bem ler seus conselhos, por mais diferente que seja a situação em que estou, sempre consigo absorver alguma coisa! Você consegue enxergar as coisas tão bem e se expressar melhor ainda, sou fã!! Nem vou falar mais nada, porque achei suas dicas valiosas e penso da mesma forma 😉

    • #77
      Constanza
      19.01.2016 - 20:58

      ÔOOOO GENTE, que lindeza! To toda toda rsrsrs

    • #78
      Lus
      21.01.2016 - 08:38

      AAH eu concordo! <3 ainda compraria várias cópias para distribuir para as amigues, com crtz.

  54. #79
    Camila
    19.01.2016 - 19:06

    Fernanda, confesso que fiquei absolutamente chocada ao ler seu caso, pois parecia que era alguém contando minha história… hahahahah (inclusive a parte da irmã acamada, do medo das pessoas me julgarem, da idade, de ser filha única, de ter mudado muito minha essência por causa do namoro que era completamente boring, etc…)
    Então vou te contar uma coisa: eu estava absolutamente na MESMA situação que você. Namorava uma pessoa que era absolutamente fofa. Namorado exemplar… MAAAAAS, não dava. Durante alguns anos eu me senti a pior pessoa do mundo por não ser apaixonada pelo rapaz e não terminava pelo simples fato de que pensava que eu seria a maior crápula se fizesse isso e que o destino me castigaria por se má agradecida com o cosmos, com Deus ou com qualquer força que exista por aí. Pois bem… no final das contas terminamos no começo do ano passado e hoje posso dizer com tranquilidade que foi a melhor coisa que aconteceu comigo em 2015. Voltei a ser quem eu era, cheia de energia e vontade de fazer as coisas. Muita gente ficou chocada, mas paciência… Aprendi a internalizar o FODA-SE (desculpa a falta de modos, mas não tem palavra melhor). Quando você aprende a tocar o F*** de verdade, de dentro para fora, as coisas mudam na sua vida. Como a Cony disse, a vida é muito curta para fazermos o que o nosso coração diz que não está certo. E sinceramente, você não acha que seu namorado não merece ser amado de verdade? Se você estivesse no lugar dele, ia querer ter do lado alguém que não tem certeza de querer estar com você, mesmo levando em consideração a situação tumultuada? Eu, particularmente, não consigo me imaginar namorando uma pessoa que não tenha certeza absoluta de que quer estar comigo! Além do mais, é difícil darmos o melhor de nós numa situação dessas… eu tinha plena consciência de que eu não era o melhor que podia para o meu ex namorado e sabia que isso acontecia simplesmente pelo fato de que eu não me via/não queria dividir a vida toda com ele…
    Todos nós merecemos ser felizes, inclusive ele! Todo término é tumultuado no começo, mas depois a poeira abaixa e tudo se acerta, para todo mundo! “Courage, dear heart!”

  55. #80
    Jéssica
    19.01.2016 - 19:10

    Cony
    Acho que vc é muito sensível e educada nos conselhos, vc fala o que deve ser dito respeitando o momento delicado que a pessoa está vivendo.
    Parabéns. Te admiro.

    • #81
      Constanza
      19.01.2016 - 20:57

      Obrigada 🙂

  56. #82
    Vivi
    19.01.2016 - 19:27

    Fico indignada como o povo fica enchendo o saco por causa de uma festa de casamento! Apesar de morar com meu noivo, não temos planos para fazer uma festa de casamento… Mas sempre tem alguém que fica insistindo que temos que casar, dar uma festa!!! Case no Tahiti e seja feliz!!!

  57. #83
    Gabriela
    19.01.2016 - 19:45

    Meninas,

    O meu muito obrigada pelos conselhos. Foram de muita importância para mim.

    Ele sempre foi do tipo controlador, cheio de regras e sermões.
    Mais como dizem o amor é cego, e demorou, mais percebi que mereço algo melhor.

    Claro que não é fácil, são 6 anos de relacionamento mais vou ficar firme e dedicar mais tempo pra mim. Afinal eu mereço.

    Não posso deixar eu ser manipulada e culpada pela a decisão de outra pessoa.

    Enfim, obrigada meninas. Obrigada Cony, por ter me dado um espaço no seu blog, e pelos seus conselhos sem mesmo me conhecer.

    Beijos

    • #84
      Jane
      20.01.2016 - 13:10

      Gabriela, eu sou evangélica e sei como é dificil ficar lutando contra nosso sentimento e nossa fé, e isso vai da convicção de cada um. Mas o seu ex-namorado é um mala sem alça e sem rodinha e ainda tem um peso de chumbo dentro(ou seja, dificil de carregar né!?. A questão não é ele ouvir ou não o pastor dele, porque o pastor é humano como todos nós, portanto sujeito a falhas como todos nós. A questão é que cada um tem que ter seu próprio relacionamento com Deus. Aprender a ter discernimento, entendimento e clareza de ideias. E relacionamento com Deus é muito diferente de ter uma religião! E é muito fácil jogar a culpa e a responsabilidade das nossas escolhas no outro! Porque né, não foi eu que decidi! Foi o pastor!! Fala séeeeerio!!!! Não devemos ser religiosos e sim espiritualizados. Não deixe a sua felicidade nas mãos de outra pessoa. Você é a única pessoa responsável pela sua felicidade. São suas escolhas e é VOCÊ quem vai pagar o preço por elas. E outra coisa, não se afaste de Deus por ter conhecido alguem que ainda é muito imaturo, machista, egoista e confusto como seu ex. Deus sempre vai ser Deus! E Deus quer o melhor para seus filhos, Ele quer o melhor para VOCÊ!!!. Então amiga, cooooorreee! Se afaste, medite e decida ficar somente com quem te deixa feliz. Sabemos que nossa decisão está certa quando sentimos paz dentro do nosso coração. Por mais dificil que seja, por mais que doa, por mais medo que possamos sentir, se você decidiu por algo e seu coração se acalmou e ficou em paz, então ESSA é a decisão certa! Bjs

  58. #85
    19.01.2016 - 20:16

    Minha TAG favorita do blog é essa!!!

    Deveria voltar a aparecer com mais frequência aqui por aqui, pelo menos uma vez por semana!

    Bjim
    http://www.agentecurte.com

  59. #86
    19.01.2016 - 20:32

    Para as três: não percam o precioso tempo da juventude de vcs: se preocupado em agradar alguém seja família ou não, se preocupando com o que pensam ou vão pensar de vcs e ao lado de quem não lhe dá valor! Vão ser felizes!

  60. #87
    Ana Carolina
    19.01.2016 - 20:56

    Cony do céu, você é demais!!!
    Será que nós leitoras do lado de cá podemos pedir para as meninas nos contarem como decidiram?? #ACURIOSA É que que eu já tive situações parecidas com as TRÊS!!!!

    1- Bruna…Acho que seu chefe está é com inveja!!! Faça como sonhou e vá ser feliz!!! Quando eu fui casar, acabei abrindo mão do meu sonho para agradar a sogra e me arrependo até hoje…

    2- Fernanda… Tive uma situação parecida e te digo: Fui muito mais feliz depois que decidi me preocupar comigo em primeiro lugar!!!

    3- Gabriela… HAHAHAHA quase pedindo o seu telefone para te ligar e batermos altos papos! A minha situação só não foi tão parecida porque eu não estava noiva… De resto, posso falar: Corre que ainda dá tempo!! Quer saber como terminou o meu caso?? O ex casou com a filha do pastor um ano após nosso término! Eu? Quase morri quando fiquei sabendo… Mas passou… Estou aqui vivinha e FELIZ!!! Desejo que você fique bem e seja feliz!!!

  61. #88
    Aline
    19.01.2016 - 21:29

    Amei a volta do fala q te escuto e me identifiquei totalmente com a Bruna. Estou na mesma situação. Vou me casar esse ano mas nunca sonhei com festa, queria só meu noivo e eu. Muita gente tá enchendo o saco por isso: família, amigos e amigos do trabalho. Falam p fazer pelo menos um churrasco. fui ver de como fazer isso é teria que chamar muita gente e ia gastar o mesmo q uma festa. Dai já começaram a inventar q o churrasco teria que ser diferente, pq o casamento eh mais especial que um churrasco normal. Isso me irritou muito e decidi não fazer nada e só casar no civil. Sonhava com um casamento como vc disse e vou pensar nisso! Pedi ao meu noivo falar com a família dele que não terá festa e falei com a minha. Depois pretendo contar aos amigos, colegas de trabalho e simplesmente ignorar as reclamações! Gostaria muito de saber como foi o casamento qdo for! Bjs e td de bom p vcs!

  62. #89
    Priscila
    19.01.2016 - 21:32

    Fernanda como algumas poucas disseram, existe um caso de doença na família e penso que isso possa influenciar no jeito que ele está agora. Não existe o momento certo para por um fim, entretanto avalie se esse fato não está interferindo nele.
    Quando o meu pai esteve doente com câncer e depois veio a falecer, estava em um relacionamento que não estava bem e que caminharia para o fim. Porém ninguém terminou naquela época e ficamos juntos por mais algum tempo, ficamos mais próximos. Hoje não estamos mais juntos, não posso ouvir o nome dele pq descobri várias mentiras mas essa época da qual ele não saiu do meu lado eu consigo abstrair e sentir muita gratidão pelo apoio.
    Espero verdadeiramente que vocês se entendam, e que acima de tudo, sejam felizes independente do que seja resolvido.
    Beijos e fica bem.

  63. #90
    Luara
    19.01.2016 - 21:52

    Sobre o terceiro caso, não me surpreenderia se vc descobrisse que quem contou a historia da ficada pro seu ex foi a sua amiga. No mais, deixe esse cara pra la. Um cara que nao tem vergonha de trasar contigo, mas tem vergonha de andar de maos dadas e te acusa de infiel sendo que vcs tinham acabado, é um hipócrita! Kd a religiao dele na hora q vcs viajaram e transaram?? Arranje alguém que te ame de verdade.

  64. #91
    Diana
    19.01.2016 - 22:24

    Fernanda, sei que o contexto é complicado, mas vc realmente quer abrir mão da sua felicidade para evitar que as pessoas te julguem? Pense um pouco mais em vc. O fato de a irmã dele estar doente é mto triste, mas com ou sem vc ele passará por isso, a dor não muda e ele buscará apoio na família e nos amigos para passar por isso.

  65. #92
    Mariana Alves
    19.01.2016 - 22:26

    Bruna, no seu lugar eu teria soltado um belo de um “Aaah, mas eu precisaria de um bom aumento pra fazer uma festa prum tanto de gente no Tahiti!”.

    Hahaha

    • #93
      Dani
      20.01.2016 - 06:50

      Hahahaha boa!
      Também sou dessas que usa o momento sem noção dos outros pra mandar umas sinceridades, quem fala o que quer ouve o que não quer!

  66. #94
    Caroline G.
    19.01.2016 - 22:43

    Conyyyy! Jamais pare com o “chora”. Eh muito bom ler seus conselhos, ajuda muita gente! Sempre vão ter comentários maldosos, fazer oq, ninguém agrada a todos. Mas pode ter certeza que quem eh leitora mesmo curte muito sua sinceridade e autenticidade. Beijos

  67. #95
    Camila
    19.01.2016 - 23:25

    Fernanda fia, eu não boto muita fé nessa história que todo mundo falou aí em cima de que você está se anulando e que deve se colocar em primeiro lugar, desconfio dessas interpretações benevolentes da vida. Acho que o que ainda te segura nessa relação é que ainda que inconsciente você deve se sentir importante, tem um ganho narcisico de se achar indispensável na vida dessas pessoas. E choque de realidade: nós não somos. Você tá lidando com gente adulta que tem como se virar cada um com os próprios problemas da vida seja qual escolha você fizer. E você também, assuma o que você quer e banque sua decisão sem achar que precisa arcar também com o que cabe aos outros.

    • #96
      Tati
      20.01.2016 - 17:45

      Eu tb pensei nisso, Camila. Não que seja o caso da menina do post, mas tem pessoas que precisam se sentir indispensáveis e úteis para os demais senão a vida não tem sentido. Claro que de forma inconsciente, mas acontece sim. É como mãe de uma criança que boicota o desenvolvimento e a independência do filho senão ela perde a função de super mãe.
      Assim como todo mundo falou, a vida vai seguir pra ela se terminar o casamento e para os demais também, estejam doentes, apaixonados ou pensando que não existe marido melhor para ela.

  68. #97
    Danielle
    19.01.2016 - 23:42

    Fernanda, pula fora em quanto ha tempo – se vc ficar por causa dos outros, você vai ficar infeliz e vai ressentir todas essas pessoas por terem “feito” vc ficar! E outra, vc ainda nao tem filhos. Aproveita que vc ta nova, faz o que ama, e vai aproveitar a vida. A vida nao tem que ser perfeita ao lado de quem a gente ama, mas vc tem que pelo menos estar empolgada com a possibilidade de uma vida juntos. Boa sorte! 🙂

  69. #98
    Marcela
    20.01.2016 - 02:00

    Mãe de homem sempre trata o filho que nem bebê, né?

  70. #99
    Lillian Araújo
    20.01.2016 - 02:02

    Cony, você devia fazer um grupo no facebook do Futilish. Participo de um de blog famoso e é mt legal, pq a moça seleciona bem quem entra (só leitoras do blog) e o grupo é secreto, aí só convidadas ou você faria um post aqui pra gente colocar nosso email e você convidaria por email. Acho que seria um espaço legal pra reunir suas leitoras lindas. Pensa com carinho mt amor nessa ideia rsrs Bjos!

    • #100
      Constanza
      20.01.2016 - 10:50

      Já tem 🙂 e eh secreto mesmo rsrsrsrs me manda seu mail q te adiciono

      • #101
        Mary
        20.01.2016 - 17:24

        Também quero! hahahah
        Vou mandar e-mail pedindo 😉

      • #102
        21.01.2016 - 08:17

        Hã? Cuma? A portuga aqui não tá dentro??? : )))

      • #103
        Lus
        21.01.2016 - 08:40

        oooooooxe!! eu também quero \o/

      • #104
        Raissa
        21.01.2016 - 18:37

        Conyyy, como assim vc também tem um grupo secreto e nunca disse??
        Me coloca lá também!
        Já faço parte desse outro e AMO, trouxe mais graça ao meus facebook!
        Louca pra bater altos papos no seu tbm!

      • #105
        Natalie
        22.01.2016 - 14:21

        Também quero!

  71. #106
    Ana Paula Leão
    20.01.2016 - 03:16

    CASO 3

    Olha, Deus está ajudando VOCE tirando esse machista de perto de voce!!

    É daqueles que só tem papo, mas atitudes não tem nenhuma!
    Se ele fosse verdadeiro aos sentimentos dele não teria traido o combinado DELE com a igreja! Pq falar é facil!!
    E agora vc não serve mais pra namorar? Mas serve pra transar?
    Este não é um homem de Deus!

    “Nos beijamos, transamos, tudo foi feito como se realmente estivéssemos juntos. Só que ele não quer voltar, disse q vai ficar com vergonha se alguém souber e perguntar pra ele. Vai ficar com vergonha de andar comigo na rua.”

    Quem é ele pra ter vergonha de voce?
    Voce é quem deveria ter vergonha dele!
    E Vergonha de voce por qual motivo? Pq vc beijou o primo da amiga enquanto vcs estavam TERMINADOS??

    Ele está querendo te colocar como culpada, não acredite nisso!
    E impor uma religião a outra pessoa já demonstra que ele não pensa no casal, e sim somente nele!!
    Isso deve ser resolvido a 2

    Fiquei revoltada, me desculpe, mas pra mim é o lobo na pele de cordeiro!
    Sai fora e vai ser feliz com alguém que transe com voce a noite inteira sem sentir culpa no dia seguinte, e que tenha prazer de dizer: essa é a minha mulher!
    este é o homem pra voce!

  72. #107
    Mariane Moreira
    20.01.2016 - 04:07

    Cony é a melhor blogueira!!!! Concordo em número, gênero e grau com cada conselho!!!
    E me vi no caso da Fernanda, com algumas coisas diferentes, pois não morávamos juntos e eu tinha um carinho enorme pela mãe dele, mas o namoro não passava de amizade e a distância ainda por cima. Tinha muito medo do que pensariam de mim e como seria a reação dos outros. Mas sabe aquilo que dizem, se der medo, vai com medo mesmo. Foi o que fiz. E foi a melhor coisa que fiz por mim, me joguei no Tinder kkkkkkk, conheci pessoas novas, não só peguetes, fiz amigos novos, conheci novos lugares e hoje sou muito mais feliz e leve. E a minha família que eu tinha tanto medo de não me entender, me apoiou pra caramba e a mãe dele que gosto muito, continua minha amiga. Não faço o tipo de pessoa que não quer sair de perto, com ele não tenho mais contato, mas a mãe dele, viramos amigas e não quero perder isso. Conseguimos separar as coisas.
    Bjs e se joguem meninas.
    P.s: graças à você Cony, hoje sou uma pessoa de SIM. 😀

    • #108
      Constanza
      20.01.2016 - 10:49

      ÊEEEEEE

  73. #109
    Giovana
    20.01.2016 - 07:28

    CASO 1: Fico chocada em como as pessoas são tão sem noção! O que seu chefe e o mundo têm a ver com as vontades de vocês? Que falta de educação! Podia ser minha melhor amiga, se a vontade é ir pra Marte e casar e não convidar ninguém, seja feliz!!! Tá faltando mais amor no coração das pessoas em se alegrar com a felicidade alheia! Só avise os familiares mais próximos de vocês (pais, irmãos) e vão ser felizes! O resto, é resto!
    CASO 2: Amiga, termina logo esse namoro porque senão quem vai acabar doente é você! Não pense que é desumano por conta dos problemas que ele está enfrentando…a gente ama os pais, os irmãos, os amigos, mas sabe qual deve ser sempre o maior amor? AMOR-PRÓPRIO! É normal, sua mãe vai chorar, seu pai vai ficar bravo, mas depois de uns dias passa! Força e vai logo em busca da sua felicidade porque a vida é muito curta pra ficar esperando todos os os problemas se resolverem!
    CASO 3: Cilada total! Esse cara tem maior jeito de machista ignorante! E quer dizer que, na igreja ele é o SR Perfeito e fora dela ele é do “mundo”??? Muito conveniente pro bonitão! Isso aí é uma luz divina dizendo: amiga, cai fora porque tô te mostrando todos os caminhos! Voc~e ter ficado com um cara do qual nem estava tão a fim, foi só o destino colaborando pra terminar um relacionamento tóxico! Daqui algum tempo você vai ver como foi melhor tudo acontecer dessa forma! Seja feliz!

  74. #110
    20.01.2016 - 07:32

    Bruna, se nem os seus pais vão comparecer e vocês querem algo íntimo, sugiro que não envie “convites por educação” para ninguém, porque alguém pode acabar indo e “estragando” tudo…
    Se você quiser muito dar uma satisfação, pode mandar fazer um cartão, tipo um convite, mas apenas informando às pessoas que vocês vão se casar fora do país, que estão muito felizes e que apesar de terem escolhido uma cerimônia diferente e íntima, todos fazem parte desse momento da vida de vocês, etc. Isso é relativamente comum. Se gostar da ideia, posso procurar alguns modelos pra você 😉
    Me manda um e-mail, se quiser… contato@casoeucase.com.br

    Ps. Cony, não pare com o chora!!

  75. #111
    20.01.2016 - 07:34

    Ah, sobre ideias de vestido para casar na praia, você me deu uma ÓTIMA ideia para um post, vou ver se consigo colocar no ar hoje pra te ajudar 😉

  76. #112
    Bruna Costa
    20.01.2016 - 08:37

    Fernanda
    Passei por algo parecido recentemente (claro que em menores proporções).
    Estava em um namoro de dois anos e ele tem muitas qualidades. Como namorado é perfeito. Mas comecei a não nos ver juntos no futuro. E ele a mesma coisa. Viramos mais amigos que tudo, nem beijavamos mais.
    Foi bem dificil, conversamos várias vezes, tentamos varias vezes, mas decidimos terminar.
    A questão é que ele me deu muito apoio ano passado com uns problemas que eu tive. E, agora, ele está desempregado.
    Já estava. E isso me impedia de terminar tambem e tal. Não é um cancer, mas tambem e uma situação dificil.
    Bom, acabamos conversando e nós dois vimos que a situação nao estava boa. Nenhum de nós estava feliz. E é melhor terminar bem, tendo carinho, do que ir levando algo ruim e acabar a relação brigados.
    Ai terminamos.
    Com certeza foi a melhor opção. Tem dias que eu choro me sentindo mal. Ele me deu tanto apoio ano passado e, agora que ele ta num momento dificil, eu nao estou ao lado dele. Estou trabalhando isso na terapia. Ja até falei com ele sobre isso e ele fala para eu nao me sentir assim.

    Enfim, com certeza foi a melhor decisao para nós dois. Acho que vc deveria ser sincera e se abrir com seu namorado. Falar tudo. Sabe pq? às vezes ele está igual você: se sentindo assim, mas com medo de terminar tudo, igual voce. Quem sabe vcs conseguem se tornar grandes amigos?

    E quanto ao resto das pessoas, fuck them! A vida é sua! Não viva a vida que os outros querem para voce. Viva a vida que vc quer! (e vc já fez isso antes, quando saiu de casa, mudou de cidade, passou a morar com ele).
    Coragem!

  77. #113
    Bruna
    20.01.2016 - 09:29

    Sobre o segundo caso só queria dizer que meu ex namorado terminou comigo qdo minha mae morreu, terminou uns meses depois do falecimento, e eu não morri por isso (tanto q to aqui pra contar). Nunca misturei as coisas, ele não era obrigado a ficar cmg, ele não tem culpa se eu perdi minha mae… nunca me coloquei no papel de vítima. Se vc quer terminar vá em frente.

  78. #114
    Fer
    20.01.2016 - 09:31

    Fernanda!
    Oi chará! hahaha
    Seguinte, vou te mostrar minha situação pra entenderes mais ou menos onde quero chegar: sou a filha caçula de 3. A mais velha incomodou um pouco quando era adolescente, mas casou cedo, de certo modo sempre dependeu financeiramente dos meus pais e começou faculdade só aos 40 anos. O do meio incomodou (dependente químico) desde os 15, e até hoje incomoda, além de ser totalmente dependente financeiramente dos meus pais.

    Eu, nunca dei grande incômodo aos meus pais e, aos 26 anos tenho 2 faculdades, trabalho em uma multinacional e moro sozinha/namorido.

    Eu tenho irmãos e você não… mas vê como a cobrança recai sobre nós duas de uma forma semelhante?
    Principalmente por sempre termos agido da melhor forma que eles esperavam.
    Sim, eu sou aquela que não discute com parentes, que é estudiosa e trabalha, que visita os pais com frequencia e que sempre atende ou supera as expectativas dos pais.

    Conversando com minha psicóloga, sobre coisas que eu já não concordo em relação a família, coisas que faço por obrigação, ela me alertou sobre isso:
    NÓS NÃO PRECISAMOS SER SEMPRE O QUE OS OUTROS QUEREM.
    Se escolhemos terminar o namoro com o cara que a mãe adora, se resolvemos passar o natal em NY com amigas, se escolhemos visitar os pais 1x por mês, isso não nos torna monstros! Isso nos torna o que realmente somos, nos torna pessoas que respeitam seus próprios sentimentos, acima de tudo!
    Tudo bem que tudo tem que ter um bom senso.
    Mas no seu caso, não vejo te faltar bom senso!
    Se respeitas ele, se os dois meio que sabem que a situação não está das melhores, por que insistir nesse relacionamento?
    Tinhas uma vida, amigos e família antes dele. Vocês provavelmente viveram anos maravilhosos juntos, mas chegou ao fim. Se o relacionamento dos familiares com vocês vai além do namoro, ele pode existir quando o namoro acabar!
    Não é por terminares um namoro, que tua mãe nunca mais verá teu ex namorado na vida.
    Tua escolha é terminar um relacionamento que já não te faz bem. Mas o menino vai continuar existindo. Os relacionamentos que ele tem com todas as outras pessoas, são fortalecidos por causa do namoro de vocês, mas não depende disso para existir!
    Meus pais se separaram depois de 35 anos de casados. Já pensou se eles tivessem ficado juntos por aparencia? Provavelmente não seriam felizes e isso refletiria até nos filhos, carreira e etc.
    E uma dica: também namorei outras vezes e sempre fui muito prática, do tipo que quando já não estava feliz, simplesmente colocava um fim; mas quando o cara certo aparecer, tu vais pensar em vocês daqui 5, 10, 15 anos, teu coração vai disparar várias vezes que estiverem juntos, tu não vais conseguir imaginar tua vida sem ele, tu vai ter planos que jamais teve com os outros.

    Egoísmo seria se estivesses desrespeitando ele por causa das tuas vontades e sentimentos. Caso contrário, é amor próprio.

    Beijos

  79. #115
    Bruna
    20.01.2016 - 10:17

    OLá, Bom dia!
    Muito obrigada Cony você é sensacional, foi a primeira vez que participei e gostei muuuuiiittto, você é demais. Hoje acordei mais leve, parece que tirei um peso do meu ombro, e vou seguir todos os conselhos.
    Por favor não termine com o Chora…….adoro os seus conselhos…..
    E para as meninas que participaram muito obrigada, li todas as opiniões e achei maravilhosas, inclusive com dicas de vestido, pois ainda não escolhi. Bjos,

    • #116
      Aline
      22.01.2016 - 00:14

      Bruna, depois conta p gente como foi o casamento no Tahiti por favor! seria um ótimo post das dicas de viagens das leitoras q a Cony publica! Bjs e td de bom!

  80. #117
    Bárbara
    20.01.2016 - 10:32

    Gabriela, foge desse povo todo!
    Ele tem todo jeito de ser controlador e mandão! Quer dizer, vcs terminam e vc não pode beijar outro? E ele ainda diz que vai ter vergonha de andar com vc?
    E essa amiga? Muito estranho uma msg sua com o primo dela ter chegado até o seu ex.
    Meu conselho é o mesmo da Cony, sai dessa! Vai esfriar a cabeça, pensar em outras coisas e conhecer gente nova! Uma viagem ou um curso seria otimo pra respirar novos ares! Digo isso com propriedade viu!A pouco tempo terminei um relacionamento com um homem totalmente controlador e sair pra conhecer gente nova tem sido essencial pra eu me recuperar! Boa sorte! Bjão!

  81. #118
    Carol
    20.01.2016 - 11:50

    Gente, que estranho esse noivo da Gabriela!!
    Termina pq não pode transar mas depois acompanha na viagem e transa??? E ainda quer impor a religiao dele e vem com esse de ter vergonha de andar na rua pq ela ficou com outro enquanto estavam terminados??
    Desculpa a sinceridade, mas pra mim esse cara é um machista, falso moralista e pau mandado do pastor!
    Miga, cai fora e vai ser feliz!

  82. #119
    Jaqueline Lima
    20.01.2016 - 12:06

    Adoro o Chora que eu te escuto!!! Amo o blog em geral…
    No desabafo da Gabriela, na parte que ela fala que emagreceu, de diarreia, dor de cabeça… Me desculpa, mas foi engraçado!rsrs
    Saí dessa Gabi, vc merece algo melhor, vc que tem q ter vergonha deste “cristao”….

    Bjus

  83. #120
    Glaucia
    20.01.2016 - 12:36

    Constanza, escreve um livro, sério! Tu é demais, direta, limpa, clara, com o humor vascilante e cuidadoso hahahahahaha igual a todas nós! Adoro essa “imperfeição” perfeita.

    Passei por um caso semelhante – quem nunca né… e cheguei a conclusão que a gente vive num estado de torpor, quase como uma doença… a gente cresce com a ideia de que o amor romântico deve ser sofrido, que precisamos praticamente ser mártires do amor, travando batalhas diárias para provar (e na maioria das vezes pros outros) que o amor que se vive é o verdadeiro e o mais sólido… tô amarga ainda e desacreditada hahahahaha Mas a gente sobrevive, pelo menos é o que todo mundo fala!

    Beijos gurias, tudo vai ficar bem! E casa no Tahiti e manda fotos pra cá Bruna!!!

    • #121
      Constanza
      20.01.2016 - 12:45

      Obrigada Glaucia!

  84. #122
    Michele
    20.01.2016 - 12:41

    Cony,
    Coincidência demais!!! Eu passei pelas três situações. Cada um tem sua forma de ver as coisas, então lá vai a minha!!!
    Caso Bruna:Me casei no Civil não chamei absolutamente ninguém além de amigos íntimos e família. Foi durante a semana e depois fomos almoçar no boteco mais descolado da cidade. Não teve nada de mais, casei de vermelho no civil e minha mãe me enche até hoje por isso. Mas naquela época eu queria ficar junto com ele e a cerimônia nunca me importou. Hoje, me esforçaria para uma mini wedding, ou mini festa só com 30, 35 pessoas. E quanto ao trabalho, a minha chefe foi superdiscreta e eu só falei para duas pessoas e nem sequer convidei, afinal era dia de semana mesmo. Mas foi a minha opção. E tem que peitar mesmo se for a sua…só achei chato nem os pais irem, afinal pai tem o direto de ver o filho se casando. Só acho também, a decisão é sua Bruna.
    Caso Fernanda: eu te entendo às vezes a gente se acostuma com as pessoas, gosta, tem carinho afeição mas falta algo…eu sempre coloquei na minha cabeça que queria estar apaixonada pelo meu marido quando casasse. E tinha umas condições também, o cara tinha que ter um bom coração. O exercício e se ver casada com o cara, você se vê? Eu não me via casada com o meu ex, apesar dele ser um cara bacana a minha família gostava da persona dele, era um cara legal, bem companheiro daquele tipo que tirava meu prato em uma reunião com os amigos, sabe? Cuidava das coisas dele, era bem limpinho mas as qualidades paravam por aí…eu queria AMOR, mas também tinha medo de trocar o certo pelo duvidoso. Ele tinha uma mãe doente também, com aneurisma e tinha muito dó daquela senhora. Bom eu orava e pedia para Deus renovar meu relacionamento, se fosse para ele sair da minha vida, seria por ele. Senão o meu sentimento mudaria por ele. Ele pediu pra sair, mas antes me decepcionei demais com as atitudes dele em relação a dinheiro, vi um cara extremamente egoísta que não queria saber de casamento. Ele disse que queria se livrar de mim e da sua mãe, iria morar sozinho sei lá. Três meses depois a mãe dele morreu e ele queria voltar, mas a fila anda, ah se anda…
    A terceira menina engatou o lance da religião. Me desculpe Gabriela, eu entendo que quando ele quis parar fazer sexo, você tinha duas opções: ou aceitava ou se retirava. Ficar fazendo drama para transar não foi legal. Todo mundo diz que respeita religião, até bater nas suas vontades. Eu entendo que você se sentiu abalada, deve até ter balançado a sua auto estima, mas não era algo contra você. Vocês não pensavam em se casar? Vontade todo mundo tem e não deve ser fácil para ele também, mas é algo entre Deus e a pessoa. Se você não respeitar isso, nem deve pensar em voltar pra ele. Eu passei pela situação reversa, eu fiz isso com meu ex, mas poxa ou o cristão obedece a Deus ou agrada seu companheiro. Eu decidi obedecer a Deus e tenho certeza que isso incomodou meu ex, mas também vi coisas nele que com sexo não via, como o comportamento egoísta dele em relação a dinheiro e a sua relação com a mãe. O sexo faz uma capa de que tudo está bem quando na verdade não está, ele cega as pessoas. Eu entendo que ele ficou decepcionado com você mas se há amor ele vai superar isso. Perdão também é um dom de Deus, lembra isso a ele. Meu marido foi na igreja comigo, se segurou bem depois do nosso noivado, eu disse que queria fazer as coisas certo e ele concordou. Quando nos conhecemos eu estava super arredia em ter contato com outra pessoa mas ele dizia sempre que não queria só me pegar. Não quero abrir aqui muito sobre religião pois cada um acredita na sua, mas se ele quer voltar para a dele eu acho que deve apoiá-lo. Se vocês ficarem juntos ou não já é outra história. Mas sempre pedindo a Deus para renovar o relacionamento dos dois sejam juntos ou separados. E deixa ele te perdoar pelo acontecido com o primo da sua amiga, ele te pegou quando estava sensibilizada e o calhorda foi o primo.
    Um grande beijo para as três meninas, conselho é algo chato que tem que pisar em ovos para saber se dar e a pessoa tem que pedir. As vezes vemos as coisas de uma forma e aqui não cabe ter a razão em um determinado assunto e sim abrir a perspectiva sobre as situações. Quis colocar meu ponto de vista e pode não ser o das meninas. Aí se agradece por ouvir (ou ler), se importar e perder um tempo para aconselhar. Pensei muito em não escrever afinal dá sempre um barraco nesses comentários. Mas pensei que são meninas que querem ser abraçadas, serem ouvidas e querem compartilhar uma aflição. Depois querem voltar para as suas vidas e decidir o que fazer. Desejo sucessos a todas e um grande beijo Cony pela sua boa vontade em ajudar as meninas. Sucesso sempre!!!

    • #123
      Thais
      21.01.2016 - 18:54

      Puxa, ia escrever um textão e vi que você falou realmente tudo.
      Concordo com o lance da religião.

    • #124
      Marcela Fonseca
      21.01.2016 - 20:48

      Poxa concordei também !
      No 3 caso ela teve a opção de deixar as coisas como estavam mas decidiu que iria a igreja também (pelos motivos errados).
      Ser cristão e decidir seguir os padrões que você considera o certo é realmente difícil e esse foi o desejo dele.
      Vejo que eles estavam muito envolvidos e cada um queria levar o outro para o lado que queria, enfim, não da certo quando os dois querem coisas totalmente opostas.

  85. #125
    Danielle
    20.01.2016 - 13:45

    Conyyy, você é muito boa em tudo que faz!!!!
    E obrigada sempre em responder meus emails :*
    Mais sucesso

  86. #126
    Thais
    20.01.2016 - 14:39

    Cony, adoro o “Chora”! Voto pelo retorno e as “mimizentas” que se controlem!
    Só vou comentar sobre o caso da BRUNA: Que chefe metido e sem noção! Casamento é pra celebrar o amor, desde quando temos a obrigação de fazer festa e convidar todo mundo?? Faça o que vc quiser, não deve satisfação pra ninguém!

  87. #127
    Camila
    20.01.2016 - 14:52

    Vamos la:
    1- teu chefe é um mala.
    2- gata, nem Jesus conseguiu agradar a todos, vai ser feliz q ninguém pode fazer isso por vc
    3- saia dessa q tá cheio de cara legal por aí. Quem ter muita regra é futebol, não amor.

  88. #128
    Bethania
    20.01.2016 - 16:52

    Gabriela, querida!
    Vem cá que eu quero te abraçar!!!… Como assim, seu ex recebeu a conversa que voce teve com o primo da sua amiga?!?!
    Ah, eu ia a “caça as bruxas”! Eu ia apertar ele até descobrir quem mandou!!!… Hahahahaha! Brincadeira!
    Menina, sai fora desse homem. Odeio esse povo evangélico que fala que regulamentar as coisas com Deus mas no escurinho são o pior de todos!
    Se ele é falso até com Deus, imagina com você! Não acredito na santidade desse homem não!
    Sai fora!!! Parte pra outra!!!

  89. #129
    Lillian Araújo
    20.01.2016 - 16:53

    Num criditu 😮 me adc Conyyyy araujolcn@gmail.com que feliz! <3

  90. #130
    Mari
    20.01.2016 - 18:27

    Gabriela, você viveu um relacionamento abusivo. Eu vi seus comentários e a situação era pior do que o que está no post: ele tentava controlar a maneira de você se vestir e se portar. Eu vi que algumas meninas falaram da importância da religião dele e que você deveria respeitar mas gente, neste caso ele usava a religião como uma desculpa para o comportamento abusivo e controlador. Acho importante você entender que a culpa não é sua pois quando estamos em uma situação dessas não conseguimos ver a cilada em que estamos caindo. Mas também acho importante ficar um aprendizado disso!! Acho importante você ver quais foram as suas fraquezas e debilidades que permitiram a entrada de alguém tão abusivo na sua vida e trabalhá-las antes de embarcar em um novo relacionamento. Achei de certa forma “perigoso” quando vc disse que bateu o pé quando ele quis terminar o relacionamento pq “afinal eram 6 anos”. Olha, o que define o grau de importância de uma pessoa na sua vida ou de um relacionamento não é o tempo. É o sentimento.

  91. #131
    Lulu
    20.01.2016 - 20:03

    Bruna: vai fundo e realize seu sonho de se casar no Tahiti, só vc e seu marido. Não é egoísta é simplesmente muito sincero e maduro. Quem gosta de vocês dois vai entender e desejar toda a felicidade do mundo para o casal!

    Fernanada: sua vida amorosa é para te satisfazer ou para agradar os familiares? Se você não correr atrás de sua felicidade, ninguém mais o fará por você. Nem pai, nem mãe, nem ninguém. Os únicos responsáveis pela nossa felidade somos nós mesmos.

    Gabriela: melhor conselho que o da Cony não tem. Aproveite esse momento e reveja seu círculo de amizades. Amplie seus horizontes. E pelo amor de Deus, saia fora desse relacionamento e coloque um ponto final, definitivo. Fanatismo religioso é doença. Até parece que Deus vai ficar vigiando quem faz sexo antes do casamento, quem usa legging, quem vai ou não à igreja.

    Meninas, pensar em sua felicidade não é egoísmo, é amor próprio e maturidade. Assumam seus desejos e objetivos para a vida, quem gosta de vocês de verdade vai apoiar e vibrar com vocês. Quem censurar, criticar ou se afastar não vale a pena. Felicidade não cai do céu, gente! Mas sermos verdadeiros com a gente mesmo já é um grande passo e garante que estejamos em paz intimamente.

  92. #132
    Francine Santana
    20.01.2016 - 21:42

    Cony, como estava sentindo falta da tag! Acaba com ela não!
    Sempre tem algum comentário negativo, mas na sua maioria, as leitoras são super coerentes e “amigas”! Acho super “do bem” a ideia!
    Fora que ler seus conselhos é sempre ótimo, ainda que não estejamos passando por situação igual, sempre tem algo que conseguimos tirar de legal pra nossa vida.
    Beijão!
    E me adiciona no grupo do face, please!! Francinerj@hotmail.com

  93. #133
    Marcia
    20.01.2016 - 21:48

    Cony, volta com a tag “Chora”… é muito bacana ver seu posicionamento, vc é muito sensata! 😀

  94. #134
    Luna Cavalcante
    21.01.2016 - 02:01

    Sobre o casamento… Bruna, achei linda a ideia do casamento bem intimo, só os dois! Se é o sonho do casal nada mais importa, se a questão da festa para familiares e amigos intimos for TÃO importante assim para vocês, porque não fazer um jantar, ou uma reunião entre os mais próximos ao casal? só para que eles também possam fazer parte desse momento tão importante na vida de vocês.

    Fernanda, me identifiquei com você demais! Já deixei de gostar de alguém e esses poréns ficaram na minha cabeça uns bons meses (6 meses) “mas ele é tão bom pra mim, mas a família dele me adora, mas é tão dificil conhecer alguém legal hoje” e nenhum desses “mas” vale a nossa felicidade!! NENHUM! Eu só acho que você deve ter 100% de certeza, ver se o que está acontecendo não é só rotina, costume, ausência de novidades… Eu vejo casais que chegam a este ponto de desgaste, terminam e percebem que na verdade as coisas só precisavam de uma sacudida, talvez esse seja o seu caso, talvez não. De qualquer forma, pense mais em você, na sua felicidade! Espero que tome a decisão certa e que seja feliz 🙂

    Gabriela, relacionamento abusivo não!! Não entendi se sua religião é a mesma do seu ex, mas percebi que vocês são bem diferentes!! Estou com a Cony, ele não parece ser boa pessoa. E depois de ouvir “teria vergonha de andar com você” você não deveria sequer olhar na cara dele, como assim?!?! por algo que você fez durante o término?? E só queria voltar de você se converter de verdade?! Não. não. Não dá. Ele parece ser controlador demais, extremamente conservador no pior sentido e até machista. E muito estranha essa história de ter lido a conversa, no minimo sua “amiga” (se afasta) mostrou ou foi fofocar algo e ele jogou a verde para você… Você merece mais. Você merece alguém melhor.

  95. #135
    Carol
    21.01.2016 - 02:57

    acho que qualquer pessoa que tente impor a religião dela a você, não é uma boa pessoa.
    Se ELE quer ir em cultos, orar, falar com pastor, ótimo, direito dele! Mas também é direito da namorada não querer seguir isso.
    E fora que pelo comentário ridículo sobre “sentir vergonha” já dá pra ver que se trata de um machista religioso. FUJA, CORRA.

  96. #136
    Siena
    21.01.2016 - 17:24

    Meu recado é pra Gabriela.
    Corre desse cara e dessa igreja dele. Frequento uma igreja evangélica há 4 anos e esse papo de sexo proibido e relacionamento da mesma religião é muito retrógrado e pouco coerente com a palavra da bíblia em um sentido amplo.Jesus, que veio para nos salvar e morreu por nós, só queria q fossemos bons uns com os outros e não que cuidemos um da vida dos outros, entende? Vcs não deviam sob hipótese alguma se sentirem culpados por estarem exercendo o amor de vcs através do sexo, isso é muito ruim.
    Agora, saindo do papo sobre religião… Acho que esse cara ta te destruindo pq vc faz tudo q ele quer e ele nunca fica satisfeito. Terminou com vc nas festas de final de ano e depois quis voltar? O irmão de uma amiga fez isso e pegou várias no revelion, depois quis voltar com a trouxa da (ex) namorada. Vc já ficou com outro cara, bola pra frente. É normal não sentir nada qdo vc fica com outra pessoa depois do termino de um relacionamento bom e estável, aconteceu comigo. Vc tem que pensar mais em vc e em construir sua vida com alguém que seja seu companheiro e queria ficar com vc independente de religião ou qualquer outra coisa. E outra, acho q ele ta usando a religião como desculpa pra te manipular. Acontece muito no meio evangélico.

  97. #137
    Ana
    22.01.2016 - 04:02

    Conyyyy, essa é pra você: “não deixe o Chora morrer, não deixe o Chora acabar, o Fufu também é feito de Chora, Chora pra gente Chorar”. kkkkkkkk
    Eu amo essa coluna e toda quinta ficava no aguardo, rolava plantão esperando e depois comentário com as amigas e tudo mais. Fiquei realmente triste quando acabou, principalmente porque sei que foi por conta de uma minoria CHATA. Ainda tenho esperanças de que a coluna vai voltar, a esperança é a última que morre, hein? 😀
    Conyy, me adiciona no grupo do Facebook, please!
    Beijos, sou sua fã.

    • #138
      Constanza
      22.01.2016 - 11:49

      Hahahahahahahahahahahahahaha eternooooooo me manda mail q te adiciono!

  98. #139
    Martha
    22.01.2016 - 11:29

    Cony, sério, parabéns pelo seu trabalho! E continua postando suas dicas valiosas. Hoje em dia é tão difícil que as pessoas sejam simplesmente sinceras e objetivas, que isso causa um certo espanto nos demais! Mas mimimi vai ter sempre! Seus comentários já dizem tudo – os universitários não precisam ajudar!! kkkkk Parabéns pelo blog e pela sua postura tão coerente e sensata! Nunca comento, mas você merece sempre!

  99. #142
    Martha
    22.01.2016 - 11:29

    E ahhh tenho uma Hunter preta de cano alto e uso MUITO em sp! é a melhor coisa para show! Vale o investimento!

  100. #143
    Kamilla Moraes
    22.01.2016 - 14:14

    Meninas, que histórias!!!!!

    Eu acho que a gente precisa aprender a ouvir aquela nossa voz interior e a segui-la. Se o seu sonho, Bruna, é se casar em uma cerimônia exclusiva, no Thaiti, só com seu noivo, faça isso!!! É isso que nutrirá a sua alma, que florirá a sua espera, que satisfará o seu coração. Se alguém não entende isso, paciência, pois nem sempre seremos compreendidos mesmo. Sempre tentarão temperar as nossas escolhas com aromas que não são do nosso agrado. Se alguém falar “nossa, você nos excluiu”, apenas sorria e diga que não exluiu ninguém, mas que apenas esta vivendo o seu sonho e indo em busca do que te faz bem.
    Por outro lado, releve, todos nós temos uma necessidade de pertencer (pertencer ao momento feliz, ao happy hour do escritório, ao grupo de amigos do vinho…etc) e essa reação é, muitas vezes, inconsciente e as pessoas não se dão conta que causam um constrangimento. Então, releve e vá ser feliz, porque a vida passa rápido e a felicidade está em pequenos momentos de descuido, já dizia o poeta.
    Quanto ao caso da Fernanda…mulher, que dilema, hein??
    Durante muito tempo eu pensei muito antes de tomar as decisões que acalmariam e aconchegariam o meu coração. Eu sempre tentava poupar o sofrimento do outro, mesmo que isso custasse o meu próprio sofrimento, mas a verdade é que isso não poupa nada, sofrem as duas partes.
    O seu namorado já percebeu que essa história já está fria, acabada, sem recursos, ele só permaneceu acomodado. Seus pais também já sabem (intimamente eles sempre sabem, acredite).
    Sabe, na vida, temos o hábito de querer tomar a dor do outro, para que esse outro não sofra. É uma espécie de amor inocente, no qual não medimos as consequências, só queremos livrar o outro daquele fardo. Todavia, as dores do outro são sempre dele, você jamais vai conseguir aliviar.
    Por mais que a história familiar dele esteja delicada, é a família que ele tem, é a realidade que o cerca e terminar o relacionamento não significa que não existe amor, mas que esse amor mudou de feição. Antes era carnal, agora é fraternal.
    No amor, não se ama, apenas. No amor, amamos tudo aquilo que nos conduz àquela pessoa. Amamos aquilo que nos fez começar a ama-la, entende?
    Você não ama alguém porque ele tem olhos verdes, você ama porque tem um sorriso que te cativa, tem um jeito que te agrada, tem uma personalidade que casa com a sua, tem um “molde” que se encaixa no seu. Nós amamos aquilo que nos conduz àquela pessoa. Se algo não te conduz ao seu companheiro, o amor pode até existir, mas ele fica no campo das “coisas boas que aconteceram e nos fizeram super bem”.
    Seja sincera com ele (e com o seu coração) e fale que não quer mais, que agradece por todos o momentos que viveu com ele e que o amor mudou de feição. Será difícil, mas será honesto…com todos.
    Gabriela, ao ler a sua história eu tive a sensação de que o peixe se encantou com o pássaro e eles começaram a namorar. Mas o pássaro queria que o peixe voasse e o peixe se esforçava, dava saltos imensos fora da água, mas, em todas as vezes, permanecia um peixe fora d’água.
    Em outras palavras, eu tive a sensação de que você não se sente PERTENCENTE a esse relacionamento. Quando pertencemos a algo, as coisas são naturais, temos conforto, temos paz. Quando não pertencemos, tentamos mudar nossa essência para que possamos nos encaixar naquela situação.
    Se você não é evangélica (e está sendo obrigada a ser), se você acha difícil ter que abrir de mão de certas coisas, se você se sente culpada por tudo o que desagrada esse moço que você namorou, você não pertence a esse relacionamento, pois ele não te dá paz.
    Respeite as suas angústias, respeite aquele sinal de alerta que temos, mas que insistimos em ignorar, se não está dando certo hoje, não dará daqui a 1 ano. Você vai sofrer pelo término, talvez se arrependa, mas no final, verá que tirou a pedrinha do sapato.
    Não se puna por não ser do jeito que ele gostaria que você fosse. Se ame por ser da forma que você é, porque do seu jeito, vai aparecer alguém que olhe e pense: que pessoa sensacional!!!
    Se você ficou com alguém enquanto estava terminada, ele não tem nada com isso e se ele não respeita isso, não há como sair bons frutos de uma história em que as cobranças são maiores que o limite!!

  101. #144
    Débora
    22.01.2016 - 17:09

    Nossa, gostei muito dos comentários e mesmo não concordando com alguns, achei que foram escritos de forma muito coerente e com respeito.
    Como uma das colegas falou, ler outras opiniões ajuda muito a abrir perspectivas e pensar por um outro ponto de vista!
    Assim como tem o pessoal imaturo do mimimi, também tem gente legal que realmente quer trocar e crescer com as situações!
    Beijos Cony!!

    • #145
      Constanza
      23.01.2016 - 12:17

      Sim, hoje os comentários estão de parabens!

  102. #146
    Monique
    22.01.2016 - 23:06

    Cony, sou muito sua fã, adorei a volta da tag! Não sabia do grupo secreto no FB! Por favor, me adiciona mvieiraf@globo.com pleeease bjs

  103. #147
    Pitty
    25.01.2016 - 10:56

    Li todos os comentários mas o da Kamilla Moraes arrasou!!!! Uma mistura de coerência, delicadeza, respeito e sinceridade!!!! Parabéns!!!!

  104. #148
    Cris
    27.01.2016 - 22:13

    Fernandaaa…
    Me li no seu texto!!
    Namorei 6 anos e estou há 1 ano solteira… Os dois primeiros foram ótimos, cheios de paixão e planejamento.. No terceiro as coisas estagnaram e a graça foi se perdendo. Chegamos até a terminar, ficamos 3 meses separados mas a carência e a ideia de que a “família dele era legal”, “meus pais gostavam dele”, “os planos de casamento estavam feitos”, me fizeram voltar depois de um encontro no aniversário de um colega em comum…
    Pra minha “surpresa”, o sentimento não mudou.. Continuei achando tudo meio sem graça, fui empurrando com a barriga até ter coragem de colocar um fim definitivo sem achar que eu era megera e hoje vejo quanto tempo foi perdido… Ele é um amor, digo que quem casar com ele terá sorte mas eu não estava feliz!!! Posso até morrer sozinha mas estou melhor hoje que com aquela angústia…
    BORA SER FELIZ!!!! BOLA PRA FRENTE!!!

  105. #149
    Helenna
    01.02.2016 - 08:58

    Conyyyy quero ser do grupo o/////

Comente