08
May 2015
Chora Que Eu Te Escuto
Chora Que Eu Te Escuto

Hoje acordei conselheira, quem me ajuda?

Caso 1 – Vanessa

¨Oi Cony! Antes de mais nada, o seu blog é sem dúvidas o melhor e mais completo ever. Agora, posso chorar? rs

Namorei por 4 anos com Fábio, tudo sempre foi incrível até que no ano passado passamos por uma crise, sem brigas, mas ficamos distantes. Eu conversei com ele diversas vezes dizendo que me sentia sozinha e carente e ele não levou muito a sério. Infelizmente me envolvi com um rapaz do trabalho, que me prometia mundos e fundos e me ouvia como se fosse a pessoa mais atenciosa do planeta. Doce ilusão. Me arrependo amargamente disso ter acontecido.. Me afastei do rapaz e no carnaval tive uma conversa importante com Fábio onde decidimos que lutaríamos pelo nosso amor, independente do que acontecesse.1 mês depois da nossa conversa ele descobriu tudo o que tinha acontecido.. E ficou arrasado, claro. Com toda a razão. Fiz uma coisa terrível e me arrependo a cada segundo por isso, não fujo da minha culpa e estou arcando com as conseqüências.Mas tá doendo! Depois disso tudo eu percebi o quanto amei o Fábio, o quanto foi importante e o quanto a saudade me dói.Ele pediu que eu me afastasse pois quer seguir sua vida, e eu fiquei desesperada. Fui atrás, chorei, falei, mas nada adiantou. Ele me trata friamente e já está seguindo como disse que faria. A culpa é toda minha e isso piora ainda mais o meu estado emocional. Eu não consigo aceitar o fim. Parece que a dor não vai passar nunca!E pra piorar.. eu perdi todos os amigos que tínhamos em comum, minhas amigas namoram ou são casadas, minha mãe falecida. Eu queria um colo sabe? Eu não sou um monstro… Apesar de todos os julgamentos que fizeram. Eu cometi um erro terrível, mas isso não me torna uma pessoa ruim. E o amor que eu sinto não acabou.

Eu sei que muitas meninas vão julgar e dizer que se eu amasse não teria feito isso, mas o amor é complicado. Só quem está dentro da situação pode dizer e saber o que sente. Eu escrevi porque estou perdida, sozinha e achei que talvez pudesse ser um exemplo do que NÃO fazer. 🙁 Beijo!!¨

Ô minha linda… imagino seu sofrimento. E não, você não é um monstro. Às vezes a gente faz umas burradas na vida, mas senti que você se arrependeu e aprendeu desse erro. É diferente quando uma pessoa sabe que está fazendo algo errado, que está fazendo mal para alguém, mas continua por vaidade e ego. Você estava num momento de fraqueza, carente, e achou alguém que naquele momento te dava o que você estava precisando. Infelizmente não temos como entrar na cabeça das pessoas que amamos e passar um borracha na burrada que fizemos, porque é isso que dá vontade de fazer né? Não dá para ¨zerar¨ a mágoa do outro e continuar a felicidade de onde achamos que nos convém e será bom. Você não pode fazer mais nada. O que tinha que ser feito, você já fez. Já mostrou seu arrependimento, sua dor, seu amor… Deixe-o ir. Dói, mas se for pra ser seu, será. Frase mega clichê mas é isso mesmo. Talvez ele não volte, mas você aprendeu. Seja sempre pura e transparente nos seus sentimentos e não se preocupe com o julgamento alheio. Ninguém sabe o que realmente acontece na sua vida. Se você já foi atrás, chorou e pediu desculpas, agora resta a ele pensar. Não pressione mais, deixe livre, e você… reflita muito e cuidado com suas ações. Tente encontrar ¨paz¨ no seu dia a dia e alivie seu coração. Fica bem tá?

 

ee7b6a93e50748d8d4e799762946d316

 

Caso 2 – Giovana

¨Oi, Cony! Minha história é a seguinte. Me chamo Giovana. Eu me casei em Outubro de 2013. Quando meu (na época noivo) atual marido, me pediu em casamento, fiquei nas nuvens – claro. Sendo assim, liguei imediatamente para minha melhor amiga. Aquela amiga de infância, que você conta para todas as horas, mas que já te deu vários motivos que nem é tanto sua amiga assim. Parece que é mais amiga de festa do que amiga de vida.
Logo que chamei essa minha amiga para ser madrinha começaram a aparecer alguns problemas. Ela não demonstrava interesse algum no meu casamento. Eu não fui uma daquelas noivas neuróticas, que só tem um assunto. Mas eu gostaria, SIM, que ela tivesse perguntado algumas vezes como estavam os preparativos para o grande dia. Só que isso NUNCA ocorreu. Fiz dois jantares em minha casa para conversarmos dos preparativos, e ela ficava no “whatsapp” enquanto eu falava sozinha. Me martirizava por dentro, e alugava meu marido para falar o quão triste eu havia ficado com aquela situação.
Eu tinha mais 5 madrinhas, e só essa madrinha morava em minha Cidade. As outras 4 moravam na Cidade dos meus Pais, BH. E eu casei em Poa-RS. Então, eu não tinha como contar com elas. Meu noivo mora em outra Cidade também, e era só eu e minha mãe para organizarmos tudo.  Gostaria muito que essa minha madrinha tivesse tirado um dia de sua agenda para sair comigo e me ajudar nos preparativos, mas isso nunca ocorreu. Três dias antes do casamento ela perguntou se eu precisava de alguma ajuda, sendo que eu já havia resolvido tudo, afinal, foram 10 meses de correria.
Bom, essa minha amiga vive finaceiramente muito bem, é médico, tem sua própria clinica. E como mora com os pais não tem quase nenhuma despesa.
O momento final foi quando eu convidei toda a família dela; Os tios, avós, pais, cerca de 25 pessoas na festa. E simplesmente ninguém me deu nada, quando digo nada é nada mesmo. Ela ensaiou me presentear com um liquidificador. Disse no dia do meu casamento que ia comprar um para mim, pois sabia que eu ainda não tinha, mas simplesmente não disse mais nada depois.
Eu não quero parecer mesquinha. Eu tive uma madrinha que tem dois filhos para criar e no momento encontra-se sem emprego, e é uma das pessoas que mais amo na vida. Então, se ela me desse algo, se fizesse algum esforço, eu ficaria até triste por saber que ela estava gastando em um momento difícil. Mas ela se fez presente mesmo morando em outro país, sempre mostrava interesse.
O problema não é o presente em si, e sim o fato de você saber que a pessoa não faz esforço para te agradar. Continuo sendo amiga dela, mas algo não me deixa mais tão à vontade, sabe?
O que você acha disso, acha que devo ignorar esse fato, deixar para lá, já que isso tudo passou?  Será que é exagero meu ter ficado magoada?
Obrigada por ler meu relato, Cony.¨

Deixa eu ver se entendi direito… você chamou para ser sua madrinha de casamento, uma amiga que você mesmo disse que nem era tão amiga assim e já tinha provado isso antes? Pediu pra apanhar né fia? Outra coisa, porque não conversou com ela sobre essa falta de interesse dela NA ÉPOCA DO CASAMENTO? Deveria ter chegado na lata: ¨amiga¨ noto que você não está muito interessada e eu gostaria da sua ajuda. Você prefere que eu chame outra pessoa em seu lugar? Pronto, isso já seria o suficiente! Se a gente não expor os problemas e por pra fora, as vezes o outro nem entende que ESTÁ TENDO um problema sabe? Outra coisinha… a pessoa não te ajudou nem um pouco e você convidou 25 pessoas da família dela? Ok, você deve ser muito educada e tal, mas pera lá né… acho que para tudo tem limites e se ela já não estava merecendo muita coisa, você ainda a premiou com uma festa quase que exclusiva para a família dela (exagerei, mas o recado é perto disso). Sobre os presentes, não esperava nada diferente, tá bem claro que ela não está nem aí pra você. O que me surpreende é você ter engolido isso tudo a seco, ainda ser amiga da mulé e ficar remoendo isso. Já perdeu o timing de ter feito o ¨barraco¨ necessário. Agora já era, mas eu, no seu lugar, nem consideraria mais essa pessoa como amiga e muito menos a incluiria em qualquer atividade da vida atual. E nem tente endenter o que se passa/passou pela cabeça dela. É fácil falar que é inveja, mas as vezes essa pessoa nem te considera amiga mesmo e você não tem importância nenhuma pra ela (eu fico com essa última opção). Não se contente com migalhas. Amizade a gente escolhe e não implora por ela.

639e8200d13797b7c2d612cdd23fd356

Caso 03 – Katia

¨Cony, depois de ler o post da Carol, achei que era hora certa de te mandar esse “Sorria”. Minha história começa quando eu tinha 21 anos (hoje tenho 28) e conheci meu ex nos EUA. Era tudo lindo, flores, até eu ter que voltar as pressas para o Brasil por meu avô estar com câncer terminal. Foram 4 meses juntos.

Depois de eu chegar no Brasil, ele enlouqueceu e disse que viria morar comigo em Lima, Peru (ele é peruano). Eu no auge do meu amor topei e arrumei trabalho antes de ir, cheguei la com tudo certinho, casa, emprego, din din.

Lá que as coisas desandaram de vez, ele tinha problema com drogas e normalmente saia sexta para “comprar comida” e voltava somente no domingo, sem dar nenhuma explicação. Quando descobri o problema da droga, eu me ofereci para ajudar, ele disse que ia mudar que iria fazer o que fosse preciso. Depois de 1 ano morando com ele desse jeito, desisti e voltei ao Brasil. Deixei ele com uma simples frase: Quando tu amadurecer, me procura. (idiota eu, depois de tudo ainda apaixonada).

No Brasil, eu já com minha vida de volta aos eixos (depois de muito sofrimento, chorando até dormir por 2 meses), ele coloca fotos que eu tinha feito “especialmente para ele” em perfil fake do Face, Twitter, Gmail, e mandou e-mail para todos meus amigos com as fotos e um texto me chamando de tudo o que era possível.

Eu liguei para todas redes sociais possíveis dizendo que não era nos perfis, consegui tirar 90% da net em 1 dia, o resto ele mesmo tirou 3 dias depois e pediu mil desculpas, dizendo que estava medicado com remédios fortes e não era ele no momento que fez aquilo.

Depois desse episodio ele veio para o Brasil atrás de mim, porém não conseguiu contato comigo. Ele ficou morando na mesma cidade que eu por 4 anos, fiquei sabendo no dia que ele me convidou p sair (depois de 4 anos) e a burra aqui aceitou.

Não gosto de guardar rancor de ninguém, perdoo muito fácil.

Depois de 4 anos sem nos falar, voltamos a sair juntos e dai eu pedi ele em namoro (isso mesmo, euzinha, a das fotos) UGRRRR comiga mesma. Namoramos por 5 meses quando ele começou a desaparecer de novo, dizia que ia em um churras de amigos e só voltava no outro dia, após o trabalho. Até hoje acho que tinham drogas na jogada de novo. Disse para ele que isso eu não iria aguentar de novo, ele prometeu mundos e fundos, mas não passou de mais 1 mês para eu tocar ele fora de casa. Fiquei arrasada, meu mundo desabou, e percebi que precisava de ajuda profissional, pois como poderia ainda gostar tanto de alguém que só me fez mal. Não conseguia me concentrar na faculdade, no trabalho, não tinha vontade de nada mais, pensei que seria mais fácil dormir e não acordar mais.

Fiz 2 meses de terapia (muito pouco) mas me ajudou muitooooo. Não continuei, pois agora meti a cara nos livros e me formo esse ano, estou fazendo todas cadeiras possíveis. E meu presente de formatura em 2016 será um mochilão pela Europa (isso se o euro ajudar né). E para 2017 vou para Austrália fazer um curso. Isso tudo solita, by myself!! 😀 Mal posso esperar para pegar meu diploma e sair por esse mundão a fora. Hoje estou muito bem comigo mesma, sei que tudo tem seu tempo, estou feliz por ter conseguido enxergar tudo o que passei e como ver isso como um aprendizado e não uma punição de alguém.

Meninas, hoje só posso dizer que sou uma versão muito melhor de mim, do que quando ainda “tentava”  dar certo. Hoje dá certo, pois aprendi a me aceitar e ver que tenho defeitos assim como todas as outras pessoas e que tudo nessa vida tem uma razão, nós só não sabemos qual é ainda. PS: Até hoje ainda tenho dívidas dele no meu cartão de crédito.¨

Em que plano espiritual mora uma pessoa que o namorado/marido some na sexta e aparece na segunda, ou ainda, some um dia e aparece no outro E AINDA CONTINUA COM A PESSOA? Por God, na primeira ocorrência disso eu derrubava o prédio na porrada. Sim,não sou muito calma e nem evoluída espiritualmente. Mas olha só, após erro atrás de erro (o lance das fotos foi tenso e você namorar ele novamente depois disso é algo quase inexplicável. Fosse amiga minha eu mandava internar.) graças a Deus você abriu os olhinhos e se livrou dessa. Só me promete que nunca mais vai cair na graça dessa pessoa tá? E aproveite MUITO a Europa e a Austrália. Foco nisso, não desista!

fef24774932846d071a1d89e9ab3dfdc

  • Por hoje é só! Três mocinhas que erraram nas suas escolhas, tanto na amizade quanto no amor. Mas se não fossem os erros, como aprenderíamos?
39 Comentários
  1. #1
    Luciana
    08.05.2015 - 13:22

    Giovana, aprenda uma coisa nessa vida: NÃO CRIE EXPECTATIVAS NO OUTRO! Sua amiga/madrinha ou quase amiga/quase madrinha fez, na época, o que ela foi capaz de fazer, mesmo que tenha sido NADA! O outro não tem a menor obrigação em nos agradar em nada, NADA! Então esquece o que aconteceu e vida que segue. As pessoas só oferecem aquilo que elas são capazes de oferecer, sempre foi assim, e sempre será!

    * obs. com relação ao chora da Vanessa: só espero que a mulherada não caia matando como fizeram com aquela coitada de um outro chora,que tinha traído o marido e tava precisando de uma luz e um colo (independente do que havia feito), assim como essa Vanessa, e foi linchada virtualmente pela grande maioria aqui.

    • #2
      Constanza
      08.05.2015 - 13:33

      Luciana, sao casos BEM DIFERENTES. Aquela outra não estava em nada arrependida e queria conselhos sobre a relação com o amante dela e ainda teve a cara de pau de falar que o marido era ótimo, maravilhoso etc. Não tem como defender um caso desses. A vanessa errou, se arrependeu e aprendeu. Nada a ver.

      • #3
        Luciana
        08.05.2015 - 13:34

        Não justifica Cony, sinto muito.

        • #4
          Constanza
          08.05.2015 - 13:44

          A atitude das leitoras pode não justificar, mas os casos são COMPLETAMENTE diferentes. Não tem nem como comparar.

          • #5
            Ana
            08.05.2015 - 15:51

            Achei fundamental o fato de que ao contrário do caso anterior, nesse parece que o namorado estava frio e distante e ela falou com ele antes que estava carente. Ainda é traição, sim, mas isso é um atenuante. Trair um marido maravilhoso é dose.

          • #6
            Jéssica
            08.05.2015 - 16:18

            Concordo com a Cony.

    • #7
      Marina
      11.05.2015 - 00:01

      Tb não achei justo o tratamento que dispensaram à outra menina. Não somos absolutamente ninguém para julgarmos os erros dos outros, muito menos apontar o dedo pro que é mais ou menos errado. Ainda mais por se tratar de um momento vulnerável em que a pessoa está pedindo ajuda. Acho que o “toque” poderia ter sido feito no privado. Daquele jeito pareceu linchamento em praça pública, sinceramente.

  2. #8
    Aline
    08.05.2015 - 13:29

    Adoro ler seu blog, entro todos os dias, mas comento pouco. Curto muito os relatos, mas o que mais gosto são os “posters” com os dizeres perfeitos para as gurias que mandam as mensagens (e que servem muito pra todas nós)! Vc arrasa!!! 🙂

  3. #9
    Laura
    08.05.2015 - 13:41

    Eu juro que só terminei de ler o post da KATIA porque tinha escrito que era um SORRIA, eu já tava “meu deeeeus, como que piora essa história???”

    Eu também não gosto de guardar rancor, mas a Kátia levou isso pra outro nível, só Dalai Lama e ela kkkkk que bom que tá bem agora e se livrou desse encosto!

    Quanto ao da amiga, eu aprendi que tem gente que você precisa cortar da sua vida…as pessoas focam muito em namoros que fazem mal, mas existem amizades que não levam ninguém a lugar nenhum, aliás, ainda te leva pra baixo!

    Desapega da “amiga”.

  4. #10
    Erika Souza
    08.05.2015 - 13:43

    Vanessa, acho q o maior erro q vc cometeu não foi nem trair, mas ter tido uma conversa importante sobre o relacionamento e não ter contado esse “detalhe”. Concordo com a Cony, pediu perdão, fez tudo q podia, agora segue, se ele for seu ele volta, pelo menos vc aprende com os erros.

    Giovana, pelo amor de Deus, para de deixar essas ” amigas ” te fazerem de besta. Eu demorei muito pra aprender, mas tem gente q simplesmente não quer ser nossa amiga. Deixa, segue e aproveite as amizades verdadeiras q vc tem!!!!

    Kátia, parabéns, aproveita muito sua nova vida, e nunca mais olhe na direção do outro não… Rsrs

  5. #11
    camila brito
    08.05.2015 - 13:56

    Giovana, sim, eu acho que você exagerou…logo no inicio, disse que a pessoa já havia provado que não era tão amiga…não reclame do que você permite!i

  6. #12
    Maira
    08.05.2015 - 14:26

    Ei Cony…hoje o Chora tá menos punk…graças…rs

    Vanessa lindona, dosinha que fiquei de você menina, fica assim não viu, as coisas com o passar do tempo vão entrando nos eixos, essa dor que parece que vai te matar vai passar, tenha paciência e acredite; você vai superar essa tá, você já tentou de tudo com o Fábio e ele não quer te ver nem pintada de ouro, então lindona, bola pra frente, o que é seu tá guardado tá….torço pra que vc melhore logo.

    Giovanaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…fia do céu, me ajuda aí, cê tá remoendo isso ainda mulher????? Páraaaaa, essa menina nunca foi a sua amiga e a prova disso foi o comportamento dela no seu casamento, nem tô falando sobre o presente, pq acho que ela nem é obrigada a te dar nada, tô falando de como ela é voltada pra ela mesma e nem teve o tato de perguntar se poderia te ajudar em alguma coisa nos preparativos…acorda tá…uma amiga dessa eu corro léguas…faça o mesmo e esquece.

    Kátia lindona, feliz por ver que você deu a volta por cima e deu um basta nesse parasita que você chamava de namorado, só promete uma coisa heim, esse cabra não merece nem a sua amizade…ponto final.

    Bjossss

  7. #13
    Carine Kayser
    08.05.2015 - 14:36

    Segundo caso:
    Te digo que tenho / tinha uma amiga assim, são 18 anos de “amizade”. Depois de muito tempo tentando manter essa amizade eu desisti, não é mais como era, tanto que fazem 3 meses que não procuro mais, desisti, o negocio é se importar com quem se importa com a gente. Faz que bem eu, segue em frente, isso não é amizade não. Antigamente colocaria ela como madrinha de casamento e filho, hoje em dia nem em sonho! Não sei se era o teu caso, mas é que eu corro/ corria muito atrás, agora se isso não ocorria, fica complicado pedir algo em troca que você mesmo não faz. Beijos

  8. #14
    Amanda
    08.05.2015 - 15:03

    Acho que o caso da Vanessa serve de exemplo mesmo. As vezes quando estamos passando por uma fase ruim no relacionamento,aparece uma pessoa que parece ser exatamente o que gostaríamos que o marido (namorado) fosse. Temos que cuidar muito isso para não acabar fazendo besteira. Vanessa, com o tempo talvez ele te perdoe, mas caso não perdoe, serviu de lição e você vai encontrar alguém que te faça feliz. Bjao

  9. #15
    Diene
    08.05.2015 - 15:07

    É tão complicado quando temos uma “amiga” que só é amiga quando quer, ou quando convém. Tenho uma amiga de infância que pisa MUITO na bola comigo, me deixa com raiva, pra baixo, desanimada. Mas daí, do nada ela aparece, muitas vezes quando eu necessitava e me ajuda muito.

    Tão complicado entender as pessoas né? Concordo com a moça que comentou sobre criar expectativas, todas nós sabemos que não devemos, mas pra mim, isso é quase impossível, rsrs.

  10. #16
    Ana Souza
    08.05.2015 - 16:01

    Giovana, que estória mal contada. Você não confia na garota e ainda convida para ser madrinha de seu casamento e não satisfeita convida a família dela inteira?

  11. #17
    Fernanda B.
    08.05.2015 - 16:11

    Olá meninas.
    Caso n. 1:
    Bola para frente. Você errou, isso é fato! Agora que sirva de aprendizado para a próxima. Se estiver muito difícil, procure um psicólogo que com certeza vai te ajudar muito, inclusive para os próximos relacionamentos.

    Caso 2:
    Super te entendo, então não te julgo. Já passei por uma situação assim com amizade tb. Simplesmente vc tem uma consideração por ela e pela família que ela não tem com vc. Sei que é difícil, mas o caso é mesmo abrir mão dessa “amizade” (que na verdade não é amizade pq é unilateral). Às vezes criamos muita expectativa em relação à pessoa e ela não corresponde. Isso não acontece só em namoro não!
    Caso n.3
    Uau! Isso que é capacidade de perdoar. Mas ainda bem que você está ok agora. Quem sabe nos encontramos na Austrália?

    Beijos

  12. #18
    Ana Luiza
    08.05.2015 - 16:15

    Vanessa, já estive no papel do seu ex. Tive um ex namorado que foi muito especial pra mim, e tivemos uma fase de distanciamento também. Ele me traiu nessa época e eu fui descobrir meses depois, numa época em que estávamos bem de novo.

    Por essa atitude desrespeitosa dele, eu simplesmente perdi toda e qualquer vontade de continuar do lado dele. Tinha amor, mas não tinha mais vontade de ficar com ele. Eu perdoei a traição dele dentro do meu coração, não guardo mágoa nem rancor, mas simplesmente a relação acabou e eu não quis mais.

    Meu ex ficou uns 8 meses no meu pé, foi horrível, ele me mandava mensagens quilometricas, me seguia nos lugares que eu gostava de ir. Ele insistiu tanto, mas tanto, que no fim das contas eu peguei nojo dele. Não por ele ter me traído, mas por ele ter insistido tanto, a um ponto que esgotou minha paciência e eu não teria nada com ele nem se ele fosse o último homem da face da terra. Então, Vanessa, faço das palavras da Cony as minhas. Vc já se arrependeu, tentou, pediu, insistiu. Se ele não quer… bola pra frente!

    Fica bem, qualquer coisa podes me escrever e conversamos!

    Beijos

  13. #19
    Eveline
    08.05.2015 - 16:26

    Vanessa lindona…. te escrevo com muito carinho.
    Me identifiquei muito com sua história, tive um relacionamento como o seu e te digo uma coisa: um dia passa. Por mais difícil que possa parecer é pura verdade.
    Um relacionamento que te dá brechas para uma outra pessoa entrar e pq não está bom e se isso aconteceu foi pq tinha um proposito em sua vida. Eu acredito muito numa frase que diz: se não era pra ser é pq não era. kkkkkkk
    Levanta a cabeça , bola pra frente, que assim como eu, tenho certeza que você vai encontrar alguém muito especial para acrescentar algo na sua vida.

  14. #20
    Thais
    08.05.2015 - 16:42

    Vanessa: Todo mundo erra, tente não se culpar tanto. Com o tempo a dor vai passando e daqui a pouco você encontra outra pessoa. Não permita que os outros te julguem porque só quem está na sua pele sabe dos motivos pelos quais você fez o que fez.

    Katia: Fico feliz que você tenha desapegado do ex e tenha planos para sua vida sem depender dele. Sugiro fortemente que você faça terapia para tentar entender pq se submeteu a todo esse sofrimento e humilhação. Com certeza isso vai ajudar você no futuro!

  15. #21
    Anelise
    08.05.2015 - 16:48

    Olha só…eu nunca trai…mas também se um dia acontecer…ninguém está livre de uma paixão enlouquecera, de um tesão incontrolável, sei lá..parece que nós mesmo mulheres achamos que essa história é mais fácil pra homens do que para nós. Nos criticamos por ceder aos nossos desejos como se isso fosse proibido…relax meninas…é só sexo…

    • #22
      Ana
      08.05.2015 - 18:29

      Eu tbm consigo separar bem amor de tesao, mas traição mesmo que só sexo é traição, desrespeito, nao dá. A não ser que a relação seja aberta e os dois concordem.

  16. #23
    Taynara
    08.05.2015 - 17:11

    Vanessa, to com vontade de te abraçar!
    Acho que todo mundo já errou na vida, eu mesma já errei muito feio! acredite, eu sei muito bem o que vc está sentindo e passei por algo semelhante
    mas sabe o que eu aprendi:
    os nossos erros só nos definem se a gente deixa. e a gente pode deixar de duas formas: ou permanecendo no erro ou se punindo muito radicalmente e remoendo esse erro por mais tempo do que necessario.
    Eu quase deixei da segunda maneira e parece que vc está deixando também
    Mas, querida, você é um ser humano! e ser humanos cometem erros… e, acredite, os maiores erros que cometemos são com quem mais amamos..
    Voce está arrependida e sei que jamais se deixaria levar por uma ilusão dessas de novo.. então bola pra frente.. vai fazer uma coisa que vc goste, fique perto de quem te ama.. e saiba que você é uma pessoa boa sim, que reconhece seu erro e se arrepende!
    Beijos de luz! Eu sei que é MUITOOOO difícil.. mas JURO que passa e que vc vai amadurecer muito com isso

  17. #24
    Ana
    08.05.2015 - 18:31

    A amiga é péssima mesmo, mas só eu achei feio a Giovana logo depois de falar que a amiga tem condiçõe$ reclamar que ela ia dar um liquidificador? Tá q no fim não deu nada, mas no relato deu a entender que o liquidificador seria pouco. Posso ter entendido errado.

  18. #25
    Priscila Lima
    08.05.2015 - 23:11

    E nenhuma das 25 pessoas da familia da “amiga” teve a educaçao/gentileza de dar uma lembrança pelo casamento? Povinho mal educado viu! rsrs Nao é pelo presente em si, é o gesto, a etiqueta, a cortesia, o simbolismo, mostrar que esta feliz pelos noivos, querer deixar uma lembrança deles para o grande dia dos noivos… Parece até que todos foram orientados pela falsa amiga a não presentear. Eu me afastaria dessa mulher e toda a familia dela!

  19. #26
    kely
    08.05.2015 - 23:27

    um absurdo o caso da Giovana, uma amiga madrinha que nao deu nem um jogo de copo, ela n tem obrigaçao, mas tinha que ter consideraçao, precisamos desapegar de algumas amigas.

  20. #27
    Fran
    09.05.2015 - 01:46

    Já fui convidada para ser madrinha de um casamento onde conheci a noiva na noite do convite, não fiquei contente com o convite não. Achei a coisa mais deselegante do mundo. Um porre ainda mais que eu estava com viagem marcada, tive que desmarcar a minha viagem para ir só pq o meu namorado é amigo do marido da mulher, e quer saber ela só convidou para pedir coisas como: geladeira,fogão com timer,microondas,maquina de lavar etc, eram todos presentes caros, a cerimônia foi em outro estado, ela não disponibilizou uma lista de hoteis,salões, nada! Tive que me virar e toda hora mudava de ideia sobre a cor do vestido das madrinhas. Conclusão, eu já tava PUTA, deixei de passar meu niver e ano novo em Punta Cana pra ficar ouvindo blá blá blá. Então hoje eu falo não! Por isso digo, aceitei por educação e só me ferrei. Não tenho paciÊncia pra essa coisa mulherzinha, ainda mais que ela tava grávida e já queria me dar a criança pra batizar, dai falei: ó não gosto de criança. Se fui rude, fui mas ela transformou a minha vida num inferno. é isso, muitas vezes não sabemos o que aperta o sapato alheio.

  21. #28
    Jessica
    09.05.2015 - 06:29

    Alguem já parou para pensar se essa amiga da Giovana nao acha que ela é “interesseira”, já que é uma pessoa conhecida há muito tempo mas que só convive em festas não teria nenhum motivo para ser convidada como madrinha, e ainda por cima convidou a familia dela só pra ganhar bons presentes? #vaique
    Ela falou que a dita cuja é médica, ou seja, não tempo para nada em horário comercial e nem a noiva solicitou ajuda nem pediu para fazer nada.
    Independente da atenção ou não, é deselegante não dar nem um guardanapo de papel quando se é convidado a um casamento.
    Giovana acho que tem que mudar sua visão em relação à amigos….

  22. #29
    Samanta
    09.05.2015 - 12:42

    Nunca tinha lido essa coluna! Adorei suas respostas!

  23. #30
    pat
    09.05.2015 - 14:05

    No 1º caso, eu acho que a moça tem que fazer o mesmo que o ex: partir pra outra. Por mais que vc não seja um monstro, não dá pra tirar a razão dele. Se acabou a confiança, acabou tudo. E cuidado com os cafa (regra que vale pra todas nós).
    No 2º caso, eu achei a postura da noiva mais estranha que a da madrinha. Se a garota não era assim tão sua amiga, porque foi convidada pra ser madrinha? Se a postura dela como madrinha te chateou tanto, pq convidar toda a família da menina pra festa? Tem alguma coisa bem estranha aí.
    No 3º caso, que bom que vc conseguiu se livrar do “peso morto”. Antes tarde do que nunca, rs.

  24. #31
    luiza
    09.05.2015 - 14:11

    Vanessa,

    Você não é a única culpada pela traição, pois quem não dá assistência abre a concorrência! Ele também é culpado, pois se distanciou. O fato de você ter traído não faz de você um monstro. Analisando só com o seu relato e de fora, parece que a relação não estava lá essas coisas a ponto de vocês terem um DR sério sobre continuar ou não.

    Agora é vida que segue (como diz o chico pinheiro do bom dia brasil, rs). Essa dor vai passar e você vai ter a oportunidade de conhecer alguém legal e que te complete!

    Beijos e se cuide!

    • #32
      pat
      09.05.2015 - 21:42

      “Quem não dá assistência abre concorrência”. Dureza pegar uma das desculpas mas esfarrapadas que os homens dão e querer validar, hein?
      Vamos ter caráter, mulherada, e não nos nivelarmos por baixo com o pior lado dos homens.

  25. #33
    Vanessa
    09.05.2015 - 18:13

    Ai, essa coluna tá bem mais legal agora com esses casos diferentes de pouco amor próprio + homem indiferente! Hehe.

  26. #34
    Sabrina
    09.05.2015 - 19:49

    No caso da madrinha de casamento, fiquei realmente surpresa, pra não dizer estupefata… não ser amiga, não se preocupar com o casamento, ok, prova que não dava importância pra noiva. Mas quando se é madrinha de um casamento ou mesmo convidado o mínimo de etiqueta / educação é levar um presente… eu hein! Não é pelo bem material em si, mas demonstra uma consideração pelos noivos, ainda que fingida.

  27. #35
    Dárika
    09.05.2015 - 22:15

    Tive uma amiga e madrinha de casamento parecida com o caso 2. Não tenho raiva nenhuma mas não somos mais amigas (parei de sair com ela, de responder) simplesmente pq não quero amizade assim. Nao me acrescenta em nada…

  28. #36
    Iara
    11.05.2015 - 10:07

    Só eu achei a Giovana bem interesseira? Jamais iria convidar uma pessoa que nem é minha amiga de verdade pra ser minha madrinha de casamento. QQISSO.
    Casei há dois meses e vários padrinhos meus e muitos convidados não me deram presentes. E eu não xinguei nenhum por causa disso. Alguns não tinham condições, outras organizaram a melhor despedida de solteira e eu considerei isso um super presente, e outros simplesmente não quiseram dar. Vida que segue…Pra mim ver o sorriso no rosto e as lagrimas de pessoas que eu amo quando tava entrando na igreja valeram mais que qualquer presente.
    Agora todo mundo que casa sabe o quanto é dificil encaixar convidados numa lista, aí a moça convida 25 pessoas que nem são intimas dela e depois reclama que não ganhou nada? Acho que foi só pra convidar a familia rica pra ganhar coisas boas. O casamento é seu e você só convida quem você quer.
    E outra, isso aconteceu em 2013!!!!!! e a omulher ainda tá remoendo?
    Uma demoiselle minha atrasou pra se arrumar, entrou na igreja e deu um beijinho no ombro quando chegou no altar, saiu literalmente na minha frente em 99% das fotos que estou dançando com meu marido e eu iria esperar dois anos pra falar mal dela num chora? Obvio que não, reclamei no dia seguinte do casório e deixei bem claro o quanto ela me magoou com a falta de educação.
    Esquece esse forninho Giovana!

    • #37
      Iraci
      11.05.2015 - 10:08

      Who’s Iara? hauhauha

    • #38
      Iraci
      11.05.2015 - 11:32

      Não consigo parar de pensar nesse post! hahaha.
      E a versão da amiga? A Giovana pediu ajuda ou só chamava a moça pra casa dela pra ficar falando sozinha sobre o casamento? As vezes a gente é chata e nem percebe.
      Ela tava feliz em algum relacionamento ou na fossa? Pq por mais que você goste de alguém é dificil mostrar empolgação sobre um assunto que parte seu coração.
      afff…

  29. #39
    Eduarda
    18.05.2015 - 17:40

    Vanessa… seguinte… vc errou… sim… Mas na boa… vc avisou para ele q vcs estavam distantes e o cara nao fez nada e agora da uma de vítima??? Eu acho que vc ta inflando a bola dele demais. Se vc falasse: Olha, errei sim, me perdoa, mas quem nao da assistencia, abre a concorrencia (nao nessas palavras, mas vc entendeu…) ele teria pensado que ele tbem nao foi legal com vc e que assim como vc, ele tambem comete erros…. e sinceramente, acho que o erro dos dois sao igualmente graves… nao tem essa de que o meu erro foi pior…
    O problema eh que ficamos nos sentindo tao culpadas que o outro se sente no direito de nos punir mais do que a conta… e nos permitimos isso por estarmos tao mal com nos mesmas…
    Entao, bola pra frente, vc errou, mas quem nao erra????
    Segue a sua vida, nao procure ele e deixe que se for para ser ele volta… se nao voltar, entenda que isso pode ter acontecido para te abrir para coisas melhores…
    Segue a sua vida, aprenda com os seus erros e acredite que eles te fazem uma pessoa melhor e nao pior, como as vezes acreditamos.
    bjo

Comente