07
Jan 2015
SORRIA Que Eu Te Escuto!
Chora Que Eu Te Escuto

Nada de começar 2015 com choradeira! Esta semana será só de coisas lindas e felizes para trazer boas energias pro restante do ano. Hoje teremos 2 casos de superação, felicidade e muito amor, para a gente se encher de esperanças e encarar o ano novo lindamente!

Vamos coma primeiro e DUVIDO que alguém termine o texto dela sem dar um sorrisinho no final. Eu tô com carinha feliz até agora rsrs.

Oi Cony, tudo bem? Comigo tudo ótimo! Acabo de voltar ao início do email para dizer que tem upgrade no fim, e siiim, meu caso estava escrito só esperando você autorizar o envio de novos casos para essa coluna. Ainda fiquei me perguntando se enviava, mas após ler o caso lindo da Dani, percebi que além de conselhos, ver o caso de superação de outras pessoas nos dá força para tentar superar os nossos problemas. Então, vamos a minha história?

Tenho 25 anos, e um ex relacionamento que durou 8 anos, morávamos em cidades diferentes, mas nos víamos todo fim de semana. Meu ex foi o meu primeiro namorado, aquele da adolescência, com quem dei meu primeiro beijo; sempre muito carinhoso, e eu o amava absurdamente demais, nesse tempo ele me traiu 3 vezes, perdoei todas, e me convenci com o passar do tempo que tudo não passou de curiosidade de menino novo. Depois de 8 anos as coisas se desgastaram, e eu já não reconhecia o homem com quem eu estava. Grosso, convencido que me tinha nas mãos (e tinha mesmo rs), cheio de palavras duras. Uma noite, enquanto discutíamos por telefone ele terminou comigo, me disse que eu era muito convencida que valia muita coisa, mas que mulher como eu ele encontraria em qualquer esquina. Nessa hora já era para eu ter dado um fim em tudo, afinal o respeito estava definitivamente acabado; mas sabe como é né? Eu o amava, muito, mais a ele que a mim. Tentei insistir, liguei pedindo volta, e na minha última ligação ele disse: “Não vou voltar pra você, para de andar atrás de mim feito uma cachorra”. E PAREI! Pensei que fosse morrer, aquele homem era tudo na minha vida, emagreci horrores, não saía de casa, e tinha vergonha de assumir para todos que tudo tinha acabado. Depois desse dia, passaram-se dois meses, até que ️então teve um show na minha cidade, o qual resolvi ir, depois de dois meses de cama, e fossa já tava na hora de acabar meu luto. Me arrumei maravilhosamente linda, e fui finalmente perder a dignidade mas não o Open Bar daquele dia. Enquanto eu esperava meu táxi, o telefone tocou, e adivinha quem era? O EX! Que me ligou única e exclusivamente para dizer que não era pra eu ir pro show, pois ele tinha acordado pra vida e descoberto que eu era a mulher da vida dele, e precisávamos nos entender. Adivinha o que a boba fez? Desliguei o cel, guardei na gaveta e fui curtir o show. E nesse show finalmente beijei outra boca, foi estranho, me senti a pior das mulheres, como se ainda devesse consideração ao meu ex. O rapaz viu meu constrangimento, e me add no face para pedir desculpa, pois não sabia que eu não gostava dessa vida de “pega e não se apega”. Até hoje não sei explicar o que aconteceu, pois nunca havia beijado alguém sem compromisso, e qd vi, já estava garrada haha. Pois bem, desde então passamos a papear, e só paramos quando pensei em dar uma última chance pro meu ex que não saía do meu pé. Pois é ele não parou na ligação do show, inclusive descobriu do beijo do show, e teve a capacidade de espalhar pra Deus, o mundo, todos os amigos e família que ia terminar comigo pq eu havia traído ele. Adivinha o que aconteceu? Me senti culpada, pensei que deveria ter esperado mais, e fui na cidade do ex para tentar me reconciliar, mas então, o tal do show não me saía da cabeça. Voltei para minha cidade, avisei o ex que não dava mais mesmo; afinal todo aquele amor doido e roxo já tinha acabado, quando? Não sei! Mas acho que a verdade é que o desgosto tomou conta de mim. E tomou mesmo, principalmente depois de descobrir que eu tinha mais ponta que maxixe e todos sabiam; o fim de semana era meu, a semana era das outras, 8 anos assim. Preciso dizer o quanto fui exposta, humilhada, e me senti a pior das mulheres? Pois é, mas fui superando dia a dia, enquanto isso, Eu e o rapazinho viramos amigos, papeávamos todos os dias pelo chat do face(durante 8 meses), até que ele veio visitar o irmão e aproveitou para me ver; dessa vez beijei sem culpa rs, já estava totalmente envolvida, ficamos dois dias grudadinhos, e na hora da despedida, foi choro, choro, choro. Mas a volta não demorou nada, 1 mês depois ele voltou, dessa vez apenas para me ver, e já me pediu em namoro; eu que não sou boba aceitei, e estamos juntos e felizes a 1 ano e meio. 1 ano e meio de lua de mel, ele é um verdadeiro príncipe, me trata a pão de ló, um gentleman; lindo e apaixonado; o amor da minha vida! sabe todos nossos sonhos de homem ideal? Eu não sonhava apenas, eu também orava, e contava para Deus tudo que esperava, e Ele me deu, melhor do que eu pedi. Estou nas nuvens até hoje. Ainda na vida de namorar a distância, mas talvez esse seja meu carma. Agora vem o UPGRADE: Enquanto essa história estava guardadinha esperando sua autorização para enviá-la, fui pedida em casamento. E só de escrever me emociono mais uma vez. O pedido foi surpresa, lindo, cheio de cuidados e detalhes, digno de um roteiro de filme. Então agora sou mais que a moça superada; sou a noiva mais feliz do mundo!
O que eu quero contando minha história? Sinceramente que todas entendam que devemos acima de tudo nos amar em primeiro lugar. A pessoa certa vai amar tudo aquilo que a pessoa errada achou que era defeito. Não aceitem migalhas, o homem perfeito não existe, mas existe nosso “perfeito imperfeito” que vamos amar até os defeitos. Um amor bonito e cheio de cumplicidade é possível e mesmo tantos apostando que homens são todos iguais, acreditem: todos os outros são, mas o meu, o seu, aquele que Deus fez para você, é diferente de todos os outros. E ele existe!
Beijos a todas, e deixa eu correr que falta menos de um ano para o meu casamento rs.
03278d5ea6cff60bd2be86300ae5d616
 

O outro caso é de uma moça que se chama Constanza hahahahaha. Ai ai ai, o que não faço aqui né? Vocês pediram e eu pensei muito, mas muito mesmo, se deveria falar de mim novamente em assuntos do coração. Perguntei pro Rafa o que ele achava e tá tudo ok!

Bom, como vocês sabem eu terminei no final de 2012 um namoro de quase 15 anos (e cada vez gosto menos de falar disso. É algo tão distante de mim que parece uma história que vejo de fora e que não me pertence) Enfim, sofri, chorei mas nem tanto como imaginam. Só me permiti cerca de um mês de sofrimento intenso e depois fui pra vida. Exatamente no dia 1 de Janeiro de 2013, resolvi deixar tudo o que tinha me feito mal para trás. Querem saber de mais uma bruxaria minha? hahaha lá vai… escrevi num papelzinho tudo de ruim o que tinha acontecido em 2012 e as pessoas que não queria mais na minha vida e botei fogo no papel. Queimei aquilo como se fosse um ritual do fim de todo meu sofrimento. Em outro papelzinho escrevi tudo o que queria para 2013 e o tipo de pessoa que eu gostaria de encontrar, as qualidades e até características físicas. Guardei o papel do bem na carteira. Comecei o ano ouvindo músicas felizes (ai gzuis, a playlist da felicidade… tenho que atualizar né?), fazendo caminhadas e paquerando os gatinhos que apareciam no caminho, andei muito de bike, resolvi cuidar do corpo e decidi fazer do meu aniversário do ano, o melhor da minha vida. Arrumei vários “paquerinhas”. Até julho de 2013 tive uns 4 e revezava (não me julguem) e nenhum deles conheci em baladas. Mentira, um sim. Os outros eram amigos de amigas, conhecidos, etc. Na verdade nunca tive dificuldade em conhecer pessoas e me relacionar, sempre foi questão de querer mesmo e claro, um bom papo. Saí muito. Topava de aniversário de tia de amiga, festa junina de bairro até show de banda que não conhecia. Mas quando não dava para sair, nem achava ruim. Tomava um vinho em casa e comia um japa assistindo The Voice gringo, American Horror Story ou Girls. Fui atrás de amizades que me fizessem cia REAL, não queria mais coisas virtuais na vida. Claro que ajudam, mas as vezes a gente precisa de gente perto, de olhar no olho, de dar abraço, de sair de casa. Chamava para sair na cara de pau. Mandei mensagem para todos meus contatos, amigos antigos, novos, conhecidos e até gente que eu apenas simpatizava pela internet, simples e direta: “oi, tô solteira e quero sair, quando fizer algo me chama?” E chamavam. Numa dessas, uma “leitora” me mandou um inbox contando que tinha acabado de separar do marido e estava mal… O que eu falei? “Vamos sair?” E fomos no pior bar de BH hahahaha, sem papo, afinal nem nos conhecíamos, nunca a tinha visto e ela só me conhecia pelo blog, bebemos um pouco e fomos embora. Hoje é uma das minhas grandes amigas! Ah, fui passar meu aniversário na Europa, bem estilo Paris Hilton comemorei em Londres, Dublin e Paris. Entrei em contato com todas as pessoas que conhecia nos lugares onde ia passar, eu queria ver gente, queria me divertir! Em Londres conheci outra leitora, que já era muito especial mas que eu só conhecia virtualmente e é minha paixãozinha… Uma menina maravilhosa de energia tão positiva que vicia! Também encontrei um querido amigo das antigas e conheci outra querida leitora. Em Dublin, outra amizade virtual virou real (e na Irlanda foram as 3 noites mais divertidas da minha vida). Em Paris, meu melhor amigo que na época morava na Itália, foi encontrar comigo e foi fantástico. Tudo perfeito, tudo redondo, tudo feliz. Na volta, recebi a proposta de entrar no F*Hits e obviamente encarei. Me tornei uma pessoa de SIM e deixei todos os NÃOs para trás. Se desse errado, pelo menos teria tentado e não teria um “e se…” na minha cabeça. Esse foi meu mantra durante todo o ano. 2013 estava sendo tão bom que não poderia melhorar, mas ficou ainda melhor! No final de outubro conheci uma pessoa, assim do nada, quando menos se espera e ele me convidou para jantar. Topei, afinal, eu tinha me transformado em um pessoa de SIM, lembram? Poderia ser horrível? Poderia. Mas também poderia ser muito bom. E não foi bom, foi ótimo! Conversamos muito, ele não entendia o que era um blog e eu estava com muita vergonha de mostrar. Imagina, ele abrir o Futilish e cair num post onde falo de onça pobre? Iria me achar A louca né kkkk Enfim, combinamos de nos ver no final de semana e assim foi. Não demorou muito (quase nada) e me apresentou aos amigos, me pediu em namoro e marcamos a primeira viagem juntos. Tudo muito rápido porém firme. Eu que não sou boba, avisei logo no início: viajo muito e sou chata. O lance de viajar ele tirou de letra, já que também ama e me acompanha muito. Sobre eu ser chata ele não acreditava, hoje já pode confirmar com conhecimento de causa rs. Lembram do papelzinho do bem que tinha feito no começo do ano com o tipo de pessoa que eu queria para mim? Era exatamente o que tinha escrito. Em novembro do ano passado fizemos um ano de namoro e tem sido maravilhoso. Somos muito parceiros, viajamos bastante, ele me apoia e incentiva e temos gostos parecidos. Claro que brigamos… por semos mais velhos temos nossas manias e teimosias e passamos constantemente por ajustes e adaptações, mas no final das contas só temos acrescentado um ao outro. A cada dia ele me ensina a ser uma pessoa melhor e acredito que eu a ele também.

E é isso! Não digo que minha vida sentimental será perfeita eternamente (quem me dera) mas se o destino me der outra rasteira, sei muito bem como me levantar. Quando paro para pensar na virada que minha vida deu, vejo que tudo foi fruto somente das minhas atitudes! Eu poderia ter me deixado dominar pela tristeza, reclamar da vida, achar defeitos em todos, ficar estática e ver o tempo passar mas não, eu me fiz o mais leve possível e deixei ser levada por todos os ventos que passaram por mim. Não rejeitei nenhum. Uma pessoa de SIM. E hoje me encontro tão bem que como disse no início do meu texto, o “drama” que passei, parece nunca ter me pertencido.

bbf963744d6b2c521f8814eb5185f63f

 

  • Então amigues, menos choro, mais atitude, mais amor próprio e mais SIM em 2015!
124 Comentários
  1. #1
    Jessica Pamella Alves Lopes
    07.01.2015 - 19:40

    Cony, que historias lindas.
    Tudo o que eu mais precisava para um coração partido.
    Ou para um coração que tem um vazio imenso (meu caso, ha 6 anos).

    Mas 2015 ta ai pra gente recomeçar, se jogar na vida e ver que o maximo que pode acontecer é dar errado.

    Vcs me encheram de esperança!
    Espero MUITO voltar aqui pra contar a história de como irei conhecer o homem da minha vida em 2015.

    😉

  2. #2
    07.01.2015 - 19:41

    Gente, como não fiz essa bruxaria ainda? hahahahaha! Decidi que 2015 será o meu ano! E será. Vamos lá! Vc é maravilhosa Coni. Gosto de textos assim, leves e bem humorados! Beijos

  3. #3
    Emily
    07.01.2015 - 19:42

    Que post mais lindo! Nunca comento aqui, mas me senti na obrigação! Lindas histórias, lindos finais!
    Beijos!
    Emily( a do post da missoni e tjmaxx….rsrs)

  4. #4
    lais
    07.01.2015 - 19:44

    Ai gente chorei com as duas historias da Re e da sua…Adoro a felicidade alheia hahaha mas e tao bom estarmos de bem com a vida e resolvidos.Preciso me tornar uma pessoa do SIM.Beijos adoro seu blog e você…desejo todas as alegrias do mundo para vc…

  5. #5
    Fernanda
    07.01.2015 - 19:44

    Cony do céu… Pensei que ia revelar que também ia casar! Kkkkk

    • #6
      Ana
      08.01.2015 - 13:28

      Eu tb achei!

  6. #7
    Luciana Simões
    07.01.2015 - 19:45

    Que delícia conhecer histórias assim em pleno 7º dia do ano.=D
    Deu um super gás nas minhas vontades e metas rss!
    Confesso que em 2015 espero ser uma pessoa do SIM, me permitir mais, me jogar, conhecer gente nova,viver \o/
    Lendo tudo isso me senti mais capaz e decidida!
    Essa história do papelzinho do bem é incrível, tenho também uma experiência super positiva!
    Enfim, esperanças renovadas!
    Um 2015 MARAVILHOSO pra você e todas as leitoras!
    MUITO AMOOOR,SAÚDE,FÉ,CONQUISTAS, DINHEIRO, E HISTÓRIAS FELIZES, para todas nós!

  7. #8
    Priscila
    07.01.2015 - 19:49

    Cony sua bruxa, leu meus pensamentos!!!; Eu estou muito mal com o fim do meu namoro e ainda tentando entender pq isso aconteceu e as duas histórias me tocaram demais!
    Muito, muito agradecida por iniciar o ano com tão boas histórias de superação do coração!
    Beijos

  8. #9
    Gleice
    07.01.2015 - 19:51

    Que leitura gostosa, me emocionei! Vou levar pra vida, isso só nos mostra como vale a pena dizer não para o passado e sim para o futuro. Bjs

  9. #10
    07.01.2015 - 19:52

    Cony, onde/como vc acha essas frases lindas que você sempre coloca aqui?
    Acho tão pontuais.

    Adorei sua história e a da outra mocinha tb. Porque também vivemos de histórias felizes, né? Elas que nos motivam a seguir em frente!
    Muito feliz por você, espero um dia também esbarrar no seu caminho… acho que seríamos boas companheiras! hehe!

    http://nathquerfalar.wordpress.com/

    • #11
      Constanza
      07.01.2015 - 19:55

      Pinterest!

  10. #12
    Milena Neto
    07.01.2015 - 19:52

    Adorei! Gostei mais da superação do que da choração kkk embora sempre achasse bacana o “Chora que eu te escuto”. Acredito que lutar mais e se vitimizar menos traz mais e melhores resultados!

    • #13
      Alessandra
      09.01.2015 - 21:59

      Concordo, Milena!

      O negócio é levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima!

      Adoro superação motivada por “eu mereço ser feliz”.

      Que venham mais leituras gostosas como esta em 2015!

  11. #14
    Victoria
    07.01.2015 - 19:54

    Ahhh sorri muito quando li os dois casos ,principalmente o seu Costanza… pra falar de amor não sou a melhor pessoa ,tenho só 20 anos ..focada na vida profissional e acabo de passar por umas poucas e boas na vida familiar e financeira, mas esse ano de 2015 vou tomar o seu conselho de só dizer “sim” p/ as oportunidades..uma vez escutei em algum lugar que quando a gente tem alguma oportunidade na vida o não já é garantido já o sim é uma questão de risco..desde então quando tenho medo de alguma coisa ou fico nervosa com alguma situação penso nessa frase!!
    Enfim amo seu blog de paixão desde do comecinho ..acho vc chique e de muito conteúdo,fico feliz por vc estar feliz ,de coração mesmo. Muito sucesso p/ vc em 2015 e bora dizer mais sim haha.
    Bjo!

    • #15
      Bárbara Miranda
      08.01.2015 - 15:32

      Victoria, anos atras tbm me falaram essa frase e foi a melhor coisa que podia ouvir!
      A gente não pode desistir sem antes tentar 🙂
      Bjs flor!

  12. #16
    Joseane
    07.01.2015 - 19:56

    Adorei as histórias. Na primeira, tava sorrindo no final, como você disse. E na segunda também 🙂
    E essa mandinga do papelzinho eu não conhecia, vale fazer no sétimo dia do ano ou tem que ser na virada, hehehe

    Beijos Cony!

  13. #17
    Laís V.
    07.01.2015 - 19:58

    AMEI Cony, mas o melhor foi ‘explicar para o namorado o q é onça pobre’ hahahah

  14. #18
    Ana..
    07.01.2015 - 20:05

    Não é?!

  15. #19
    Clarice
    07.01.2015 - 20:15

    Amei os textos! Parabéns pras duas pela reviravolta que deram! Desejo que sejam muito felizes!
    P.S.: Adoro o “Chora”, mas o “Sorria que eu te escuto” eu achei MIL VEZES melhor! Leitura leve! Arrasou!
    Beijos!

  16. #20
    Andressa
    07.01.2015 - 20:27

    Cony, eu chorei! Rssss Também sorri no final da primeira história do jeito que vc previu! “A pessoa certa vai amar tudo aquilo que a pessoa errada achou que era defeito”. Poxa, essa frase é tão sábia! Sempre acreditei que Deus tem reservado algo muito especial para nós. Obrigada por ter criado esta tag. Bjs, Cony, e obrigada por compartilhar sua história!

  17. #21
    Caroline Neri
    07.01.2015 - 20:35

    Tô tão emocionada em ler a história da Rê e a sua Cony! Fico tão feliz por vcs terem encontrado e acreditado no amor mesmo depois de tudo isso que aconteceu!
    Prometi pra mim mesma que esse ano vou me dedicar mais à minha vida,cuidar mais de mim e ficar perto de quem me faz bem e,se Deus quiser,encontrar o amor! (:
    Parabéns pelo noivado Rê,que Deus abençoe a vida de vcs e que traga muita felicidade e alegrias pra essa união…obrigada pelo sorriso que me proporcionou nessa noite!
    Um ano cheio de momentos que tirem o nosso fôlego,que faça a nossa barriga doer de tanto rir e cheio de abraços carinhosos…e mais SIM!!!
    Um beijo.

  18. #22
    Jessica
    07.01.2015 - 20:35

    Mais um motivo para quem se sente na pior, levantar a cabeça, deixar a preguiça de lado, não procrastinar e seguir em frente!!!

  19. #23
    Fernanda
    07.01.2015 - 20:36

    “Quem nunca” encontrou um príncipe logo depois de um sapo, hein? Conheci meu atual marido meio que assim, cansei do sapo e dei um basta de repente (depois de ter sido muito enrolada, vcs sabem como é, a gente finge que não tá vendo que o cara tá nos enrolando), no dia seguinte tava lá conversando com meu futuro marido… kkkk;. Então, obrigado sapo, sem vc não teria encontrado meu príncipe, beijos.

  20. #24
    Sara
    07.01.2015 - 20:40

    Nossa, que lindo! Sim, estou sorrindo! Obrigada por se abrirem e partilharem com a gente. O mais engraçado é que eu tinha mesmo resolvido viver a vida amorosa de forma mais leve, como você dise Cony. Feliz pela felicidade de vocês. Bjs.

  21. #25
    paula
    07.01.2015 - 20:46

    Cony….a história dela e sua….muito sorriso no fim e olhos cheios de lágrimas!lindas lições e incentivos….muito sucesso para as duas!beijos

  22. #26
    Amanda Figueredo
    07.01.2015 - 20:47

    Uma palavra: obrigada por existir Cony!
    Estou com depressão, e posts assim me fazem adreditar que no final tudo vai dar certo! Bju

  23. #27
    Paula
    07.01.2015 - 20:55

    Aiii que lindoooo!!!!! Amei tudo, to sorrindo até agora! Parabéns mulheres fortes e bem resolvidas! :)))

  24. #28
    07.01.2015 - 20:55

    Genteeeee, quando vocês forem casar me chamem para celebrar!

    E felicidades!

    https://www.facebook.com/pages/Juliana-Freitas-Celebrante/521507277900262

  25. #29
    Laura
    07.01.2015 - 21:04

    Ai, ameeeeeeei sua superação, Cony. Tenho uma amiga q terminou um namoro de uns 11 anos quase na msm época q vc, tento ser cupido (fui da minha irmã e ela se casou há menos de um mês), ela até sai bastante comigo e meu marido, falo q vou tentar encontrar pessoas pra ela, mas vendo sua história tenho a impressão q ela se fechou… 🙁 E não tem mais amiga solteira… 🙁

  26. #30
    Raissa
    07.01.2015 - 21:18

    Cony, que post lindo. Amei. Simples assim! Encantador. Terminei com lágrima nos olhos! Que seu 2015 seja tao especial e encantador quanto 2014! Um beijão

  27. #31
    Adriana
    07.01.2015 - 21:32

    Ai gente! Sempre choro nessa seção do blog.

  28. #32
    Carla
    07.01.2015 - 21:34

    Cony, que legais as histórias! Coisas ruins acontecem, mas passam e no final nós no mínimo aprendemos a ficar bem conosco.

  29. #33
    07.01.2015 - 21:45

    Ai… o que dizer? Lindo! Me identifiquei demais. Também passei por perrengues na vida amorosa e as coisas só melhoraram depois que eu assumi as rédeas da minha vida e busquei a minha felicidade, sozinha ou acompanhada. Hoje encontrei o meu amor “perfeito imperfeito”e vou casar com ele. E olhe que cheguei a acreditar piamente que ia ficar pra titia e já estava até feliz sozinha. Mas a verdade é que qua do queremos muito uma coisa, seja lá qual for, e corremos atrás e nos abrimos para o mundo, simplesmente acontece.

    http://www.blogamorreal.com.br

  30. #34
    Andrea
    07.01.2015 - 21:49

    Oi Cony, nunca comentei aqui, mas preciso comentar que eu tb tive um sapo antes do meu amor vir. E sim, tb escrevi em um papel todas as características que queria do meu futuro namorado (coloquei até que queria que fizesse faculdade pública, vê se pode…) e deu suuuuuuuuper certo!! Só que essa cartinha foi colocada na igreja de santo antônio no dia dele (junho) e em novembro do mesmo ano conheci meu atual marido!! Num lugar onde eu NUNCA imaginaria encontrar alguém para passar o resto da vida. Enfim, fazendo coro com as suas demais leitoras, super curti o Sorria q eu escuto!! Se já não existe, podia ter um espaço cativo, não? =) Dá força para seguir em frente e saber que depois da tempestade vem a bonança! Bjs

  31. #35
    Gisella Quirino
    07.01.2015 - 21:52

    Conyta, que saudade que eu tava ducê!! rsrsrs (senti saudade dos seus posts como sinto dazamiga de vez em quando – não me julgue eu juro q sou normal kkkkk). Adorei os causos de hj, e dizer q vc merece toda felicidade do mundo é chover no molhado, mas né….. Vc merece mesmo <3
    Felizzz 2015 pra vc e pra todas as leitoras do Fufu \o/

  32. #36
    07.01.2015 - 21:55

    Menos choro?! Depois de duas histórias dessas?! Aff.. Só choro de tão lindas!

  33. #37
    Carla
    07.01.2015 - 22:21

    Cony ameeeei!
    Tb fiz isso de escrever no papel com as características do amor que quero pra mim ( tinha lido em um livro). Espero de verdade que o universo me presentei também.
    No final do ano tinha me proposto que uma das coisas que busco neste ano é dizer mais sim pra vida também. Vou lembrar sempre do seu caso quando a vontade de dizer não vier.
    Amei as duas histórias e que sorria que eu te escuto vire rotina pra todas nos!

  34. #38
    Camila
    07.01.2015 - 22:21

    Tudo acontece na hora certa, gente! Se permitam!
    Constanza, te amooooo! Esse é o blog mais real.

    • #39
      Constanza
      07.01.2015 - 22:22

      ❤️❤️❤️

  35. #40
    Aline
    07.01.2015 - 22:43

    Conyyyy, a louca da onça pobre/rica!

    Amei seu depoimento! Muito amor para vcs!

    Beijos

  36. #41
    Ariane
    07.01.2015 - 23:02

    Você acertou, Cony: sorri ao final da primeira estória!
    Parabéns, Rê! Que você e seu amor tenham um casamento muuito feliz e abençoado!
    E parabéns prá você também, Cony, por se permitir sofrer quando foi preciso, mas depois se reerguer com essa positividade toda! E parabéns pelo namoro também! =)
    Acho que essa coluna poderia ser fixa, hein? Seria legal se as meninas do “Chora” escrevessem para nos contar como estão, mesmo que ainda não tenha dado “certo”. Gostaria de saber como elas estão e o que fizeram para resolver os problemas!
    Beeijo

  37. #42
    Roberta
    07.01.2015 - 23:07

    Cony,

    Tive que comentar nessa seção.
    Casei muito nova, com 21 anos (hoje tenho 28), provavelmente para fugir de uma família conturbada -meu pai tinha problemas com bebida.
    Me mudei para outro Estado, pois ele passou em um concurso público.
    Abdiquei de muitas coisas em prol dele, para ver o crescimento dele e hoje vejo como fui tola e fiz besteira.
    E qual foi o resultado disso após 6 anos de casamento? Ele me traiu com a secretária dele, apesar de negar veementemente (detalhe que pouco mais de 1 mês de eu ter voltado para a minha cidade, a outra estava morando com ele).
    Fiquei super mal,deprê, emagreci 14kgs( isso não foi de todo ruim, apesar de eu já ter reencontrado alguns quilinhos rsrsrsr)…. enfim… fiquei na m@$&…
    Acabei falando com um amigo (q tb é amigo dele) q tava solteira e tal e ele me apresentou um amigo.
    Começamos a conversar e estamos juntos há 9 meses!
    Hoje eu vejo como foi bom isso ter acontecido, como a minha relação anterior não estava legal (só que ele não tentou resolver a situação, foi logo me chifrando) e como pode haver algo especial esperando por nós!
    Hoje sou/estou muito mais feliz que antes, pois é uma relação mais madura e ele é super carinhoso, atencioso, dentre outras muitas qualidades.
    Desculpa pelo texto enorme, mas tentei mostrar que não devemos nós desesperar se uma relação não der certo. Outra melhor estará esperando por você.

    beijos

  38. #43
    07.01.2015 - 23:10

    Ai gente, lindas histórias. O ano de 2014 também foi muito especial pra mim, consegui fazer uma pessoa muito feliz, que é minha tia. Imagina, ela está com 29 anos, e NUNCA tinha namorado na vida, malemá uns beijinhos em uns moços, ela é linda, não é porque é minha tia não, mas é muito bonita mesmo, mas ela se achava feia, não se cuidava muito, andava meio desleixada e vivia super triste de ver todo mundo arrumando namorado menos ela. Minha vó me disse esses dias que certo dia entrou no quarto dela, e ela tava chorando, perguntando o que tinha de errado com ela, porque todas as amigas namoravam, e ela estava sozinha e ninguém gostava dela. Enfim, eu estava fazendo estágio e tinha um mocinho muito bonzinho lá, achei que tinha tudo a ver com ela, e fiz tudo pra eles se conhecerem, até que um dia ele chamou ela pra sair, e no terceiro encontro ela já foi pedida em namoro. Eles estão juntos há uns 3 meses, e estão muitoooooo felizes, tanto que ele veio me agradecer esses dias por eu ter feito ele conhecer minha tia rsrsrsrs. É tão bom poder fazer duas pessoas felizes, com certeza meu final de ano foi muito mais legal por isso. Bjão Cony!!

    • #44
      lu
      08.01.2015 - 00:22

      quer ser meu cupido, não? rsrsrs

    • #45
      08.01.2015 - 01:56

      O máximo essa história. Quem tem uma sobrinha dessas não precisa de sorte kkkkk. Parabéns, Manuela, por proporcionar felicidade a duas pessoas que provavelmente nunca se encontrariam.

  39. #46
    Lidiani
    08.01.2015 - 00:07

    Sim, terminei o primeiro caso com um sorriso no rosto!
    E sim Cony, você desperta a admiração de quem lê o blog e acompanha seu trabalho (nossa fonte de alívio, EMOÇÃO, distração, informação útil e fútil no dia a dia … rss) . Não queremos saber mais da sua vida com o intuito de sermos invasivas, mas sim com a vontade de conhecer mais, de vibrar mais, de torcer por uma pessoa que se mostra real nesse mundo virtual. Sabemos que o blog é também seu trabalho mas acredito não sirva só pra atrair visualizações, dinheiro … mas pra atrair e emanar energia positiva e bem estar a que lê e a quem escreve!Uma troca. E acredito que uma troca só é verdadeira quando nos sentimos mais próximas, tipo “amigas” : )
    Desculpa a “viagem” mas é assim que me sinto quando acesso o blog, entre amigas.
    Felicidades e sucesso sempre!!!

    • #47
      Constanza
      08.01.2015 - 11:03

      Ah que legal Lidiani! Sabe, eu gosto MUITO de escrever, por mim escreveria o dia inteiro. Sempre estou “escrevendo” mentalmente, passam tantas coisas na minha cabeça e o blog me da um alívio para por essas coisas pra fora… Claro que nem tudo se encaixa no tema do futilish. o resto, deixarei para um livro rsrsrs. bjos e obrigada por estar aqui.

    • #48
      Lidiani
      09.01.2015 - 18:27

      Que linda!
      Estarei sempre por aqui : )
      E se lançar o livro, irei comprar com certeza!!!
      Bjos

  40. #49
    Luciane
    08.01.2015 - 00:24

    Desejando mto um amor em 2015… Um principe <3 Chega de sapos!! Tô aqui emocionada com os depoimentos, Cony! Se conhecer mais alguma bruxaria, conta pra gente pls

  41. #50
    Luana
    08.01.2015 - 08:15

    Tudo que precisa ler nesse início de ano!!!
    Adorei as histórias e deu um ânimo pra sair dessa foça de uma vez por todas!!

    Beijos!!!!!

  42. #51
    Claudia
    08.01.2015 - 08:27

    Lindas histórias!! Grande inspiração para todas e a vdd é essa mesmo: somos nós que fazemos a nossa história! Se nos amarmos e nos respeitarmos antes de tudo, sempre atrairemos gente e coisas boas!
    Muito amor prá vcs e viva 2015!!

  43. #52
    Luciana
    08.01.2015 - 08:33

    SIM SIM SIM!!!!!!!! <3 <3 <3

  44. #53
    Marília
    08.01.2015 - 09:05

    Muito amor por esse post.
    Perfeito. Deixou meu coração quentinho!

    Conyta, obrigada pelo post mais lindo de todos os tempos! Amei!
    E que venha felicidade pra gente! Porque a gente precisa mesmo passar por alguns momentos delicados na vida, pra entendermos a delicadeza dela. Que todas as pedras se transformem em diamantes, e mais que isso, que possamos nos lapidar para receber a felicidade.
    Que nenhum – eu digo NENHUM – momento de tristeza nos tranforme para o mal.
    Que possamos receber os golpesa da vida, e continuar lutando, tipo Rocky Balboa.

    “Se as nuvens estão bloquendo o sol, sempre tendo ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e me lembro de continuar tentando.”

    (retirado do livro O lado bom das coisas, de Matthew Quick)

    E mais uma citação, a mais importante:

    “O mundo é um lugar sujo e cínico. E não importa o quão forte você seja, ele vai te bater até te deixar de joelhos – se você deixar.
    Mas não se trata de bater de volta no mundo.
    Trata-se do quanto você pode apanhar…e continuar lutando.
    Trata-se de quanto você recebe…e continua indo em frente.

    É assim que se faz um vencedor.”

    Keep moving forward, ladies! <3

    A felicidade está na próxima esquina, podem acreditar! Eu acredito!

    Beijo pra todas! <3

    Conyta…você hein…especial demais! <3

    • #54
      Constanza
      08.01.2015 - 11:00

      Que lindo isso! “Se as nuvens estão bloquendo o sol, sempre tendo ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e me lembro de continuar tentando” Amei!

  45. #55
    Tetet
    08.01.2015 - 09:13

    Cony, fiquei feliz em ler as duas histórias, mas principalmente a sua!!! Como é legal ver essa positividade, em se tornar uma pessoa de SIM, de querer coisas novas, resgatar velhas amizades e se abrir para novas!! Acho que serve de exemplo para muitas pessoas!! Continue sempre assim!! Um excelente 2015 para você!! Beijos.

  46. #56
    08.01.2015 - 09:38

    Cony, amei o post!
    Eu passei por uma situação semelhante.. comecei a namorar com um cara bem mais velho que eu em 2009. Eu cursava o ensino médio e ele tava formando na faculdade, eu no Rio e ele em SP. Foi meu primeiro e eu era louca apaixonada.. Ele me deu um pé na bunda em outubro de 2010, ano do meu vestibular em que eu estava muito tensa e estudando muito. Além disso, foi um mês depois de eu ter perdido um parente muito próximo. Tava destruída e faltava só um mês para a prova mais importante da minha vida (até então). Minha mãe e minha melhor amiga foram meu chão! Não me deixavam chegar perto do computador ou celular pra não ter recaída e tiveram muuuuuuuita paciência. Pra superar a dor, me enfurnei nos estudos e passei em todas as federais que prestei, inclusive em primeiro lugar em uma delas. O ex lógico, começou a correr atrás, mas ai eu já estava ansiosa para a esbórnia que só uma faculdade pode oferecer. Peguei asco dele, aproveitei muito o primeiro ano da facul e em janeiro de 2012 comecei a namorar meu atual. O companheiro que pedi a Deus 🙂 Há males na vida que vem para bem e hoje sei que sou forte e posso superar qualquer coisa.

    Parabéns pela sua sensibilidade. Beijo!

  47. #57
    Elaine
    08.01.2015 - 09:38

    Apesar de não ser um post de choração, eu chorei! É tão lindo ver estórias de superação, só dá ânimo pra gente do lado de cá rs. Bjs, adorei!

  48. #58
    Fernanda
    08.01.2015 - 10:16

    Genteeee….que historias lindas de superação!
    Rê, tive vontade de chorar de alegria como choro nos filmes românticos, quando a mocinha encontra o príncipe e se casa! Fiquei muitooooo feliz por você Deus te abençoe imensamente nesta nova fase.
    Cony, a sua também é linda! adorei sua historia me deu um gaz pra este ano me deu vontade de viver mesmo e conhecer pessoas novas, me permitir muitas vezes não me permito a nada porque namoro, e depois me sento triste por isso. Obrigada por compartilhar conosco essas lindas historias. Espero que assim como me deu “up” para 2015 dê a outras leitoras. Estou muito feliz por vocês!

    Ps: descobri como ao ler isso como é bom ser feliz, pelos outros também! Se todos tivessem essa sensibilidade de escutar, se colocar no lugar do outro e torcer pelas alegrias, compartilhar das tristezas. Com toda certeza serias pessoas muito melhoras!

    VIVA 2015!

    Bjos Cony! agora vou correr atras do “preju” rsrs…

  49. #59
    Paula
    08.01.2015 - 10:24

    Cony,
    Ameeeei o seu depoimento!!! Como vc disse, ver os casos de superação de outras pessoas realmente nos dá um super reforço no ânimo para encarar a vida!!! Vc tem uma energia positiva tão grande, que nem sei se você se dá conta!:) Tô só esperando você resolver escrever um livro, heim??? Rsrsrs Compro na msm horaaa!!!:) Bjs, Paula.

    • #60
      Constanza
      08.01.2015 - 10:55

      hahahahaha, ai meu livro… quero taaaanto escrever!

  50. #61
    Clarissa
    08.01.2015 - 10:28

    Oi, Cony… me animei a contar a minha história então… kkk…
    Pra resumir: meu ex-noivo engravidou outra e botou no nosso futuro apartamento a 3 meses do casamento… sem eu saber… encontrei a dita-cuja lá dentro… foi SURREAL… Passei 7 meses em la vida loka, e em muitos momentos sofrendo horrores… nunca tinha ficado solteira na minha vida adulta… Conheci meu marido no trabalho,ele era meu chefe, em 1 mês estávamos apaixonados, em seguida morando juntos e agora somos casados há 14 anos e temos 2 meninas… Um dia eu te conto os perrengues do meio da história, mas, te digo, quando se quer, se consegue qualquer coisa… com ou sem magia 😉 bjo grande! FELIZ 2015!!

    • #62
      Constanza
      08.01.2015 - 10:55

      WHAAAAAT! Que bizarro o que seu ex fez? gente, como pode???

      • #63
        Fernanda B.
        08.01.2015 - 15:02

        Nossa! Quero saber dessa sua história já!!! Como assim que vc encontrou com ela dentro de casa?

    • #64
      Juliana
      09.01.2015 - 11:58

      Clarissa, conta por favor !
      Meu noivo terminou comigo, em um mês do nosso término uma menina se mudou de outro estado para morar com ele. Ou seja, ele casou.
      Depois de quase um ano me abri sentimentalmente para alguém. Adivinha? Meu chefe ! hahahahahaha
      Então conta mais pq to vendo a luz no fim do túnel.

    • #65
      Cacá
      09.01.2015 - 14:11

      Que história bizarraaaaa!!!!

  51. #66
    Gabriele
    08.01.2015 - 10:31

    Conyyyy, sai de um relacionamento de 2 anos ha menos de 1 semana. Obvio que fiquei triste, mas não dava mais… As brigas eram constantes e sempre pelos mesmos motivos. Tenho carinho por ele, mas sei que nao daríamos certo juntos…

    Ler esses posts me deu ainda mais força pra ter uma vida diferente esse ano e encontrar alguém com as características que EU busco e nao me acomodar ou aceitar o que aparecer.

    Obrigada!!!

  52. #67
    Maira
    08.01.2015 - 10:35

    Ahhhhhhhhhhhhhh…esse eu tenho que comentar (até parece que não comento muito aqui..rsrsrsrsrs)

    Reeeeeeeeeeeeeeeeeeeee…ódio mortal do seu ex…como assim te chamar de cachorra…oh gente, xinguei ele horrores mentalmente..FDP foi um dos publicáveis…kkkkkkkkkk

    Menina, sua história é linda e a sua superação é um soco bem dado na cara dessa coisa chamada de “ex namorado”…amei sua história e meus olhos encheram de lágrimas com o seu final feliz; é como sempre eu falo, nada como o tempo pra curar tudo nessa vida, tá aí a minha certeza…parabéns viu e que venham muitas outras superações e alegrias..rs

    Agora essa muié lindona chamada Conyta…precisa dizer de novo que tb xinguei seu ex mentalmente na época que vcs terminaram? Precisa não né, acho que até escrevi sobre isso aqui na época…rsrsrsrsrs (foda, povo já acha que á amiga de infância e fica tomando as dores…kkkkkkkkkk)

    Lindona…feliz d+ tb pela reviravolta que a sua vida deu e eu fico mais feliz ainda pq de certa forma fiz parte de todo esse trajeto, mesmo que virtual…ehhh isso aí Conyta, mostra pra vida quem é que manda nesapôrra…rs

    Uma vez comentei aqui, nem lembro se foi na época do seu término; de que na vida a gente tinha certeza do não, então pq não lutar pelo sim, fico feliz que você aderiu lutar pelo sim.

    Parabéns pelas suas escolhas e sucesso sempre viu..bjossss

  53. #68
    Fernanda
    08.01.2015 - 10:36

    Amei o sorria que eu te escuto! Acho que devia ser uma coluna fixa. O chora é legal também, mas histórias de superação são sempre mais inspiradoras e encorajadoras.

  54. #69
    Tayrine
    08.01.2015 - 10:49

    Ai que legal ler um post desse logo de manhã! Me identifico muito com as duas histórias, 2014 foi um ano de um término do meu relacionamento mais longo e começo de outro.

    Me identifiquei sobre você nem gostar de falar sobre isso, que parece uma história que não te pertence; Estou num momento tão zen, que nesse reveillon eu nem escrevi sobre o ano que passou, como sempre fiz, pois conclui que já tinha passado por todo um “velório” durante, a mudança no calendário só iria enterrar o “defunto” de vez, nem escrever mais sobre isso eu quis.

    Também me identifiquei muito com isso de mentalizar sobre a pessoa que a gente quer, nem acreditei quando conheci alguém como tinha exatamente imaginado e quando estávamos nos conhecendo ainda, orei muito uma noite para que Deus me desse maturidade e sabedoria para agir da melhor forma, seja lá qual fosse o melhor caminho (eu tinha duvidas se seria uma boa começar logo outro relacionamento) e no e justo no dia seguinte nós conversamos e decidimos assumir um compromisso . Estamos ha 8 meses juntos 🙂

    Contudo acho interessante a gente refletir, é que talvez o relacionamento atual seja tão bom também porque passamos por outro ruim e assim aprendemos a dar valor ao que temos agora, aprendemos a lidar melhor com algumas situações, amadurecemos. Não estou dizendo que vocês não foram boas namoradas no passado, eu tive meus erros, mas sei que fui um boa namorada, contudo, apesar de ter sido muito difícil passar por tudo que passei, hoje concluo que cuido muuuito da pessoa que tenho do meu lado, procuro preservar ao máximo nossa relação, sei que o que encontrei é muito raro… e ter essa “certeza” hoje faz toda a diferença!

    Feliz ano novo para vocês!

    • #70
      Lory
      08.01.2015 - 11:02

      O que você falou é a mais pura verdade. Hoje reflito e percebo meus erros, que com certeza ficarão como lição para o próximo.

  55. #71
    Lory
    08.01.2015 - 10:55

    Nossa, veio num momento perfeito este post, Cony!Meu ex-namorado de 5 anos terminou comigo do nada, sendo que já estava com outra, a qual tive o desprazer de falar ao telefone quando ela atendeu o telefone dele. Mas isso sem eu saber de nada! Enfim, agora ele diz que quer dar um tempo, que cansou. Fiquei muito mal e agora estou começando a olhar a situação com outros olhos. As duas histórias me emocionaram, pois percebi que há esperanças! E com certeza, quando eu encontrar a minha metade da laranja CERTA, farei questão de compartilhar aqui para ajudar outras meninas. Muito Obrigada!!!!!! =D

  56. #72
    Carol
    08.01.2015 - 11:17

    Quando vi o DUVIDO que vc não dê um sorrisinho no fim, imaginei que ia gargalhar, maaaas CHOREI HORRORES!!! Me vi na história da Rê, só que infelizmente, ainda amo o nojento e não encontrei um pricípe novo. Um dia eu também vou estar aqui se Deus quiser contando a minha superação. Quanto a você Cony… Parabéns!!! Que Deus continue te abençoando e que vc continue assim! Beeem Constanza. Beijooo

  57. #73
    LUCIANA PEREIRA
    08.01.2015 - 12:09

    Chorei…

  58. #74
    andrea
    08.01.2015 - 12:17

    Parabéns pela confiança e carinho com nas suas leitoras, por isso que que o blog é um sucesso!! <3

  59. #75
    Carolina Carvalho
    08.01.2015 - 12:46

    Cony, muito legal este post de superação. Eu passei tanto sufoco no fim do ano passado e trabalhei que nem uma workaholic que cheguei a descuidar do meu visual. Percebi que não estava olhando mais no espelho e me reparando mais, estava longe dos meus amigos e não arrumava nenhum paquerinha. Estava descrente do meu potencial como mulher. Resolvi esquecer tudo de ruim que aconteceu em 2014, passei 5 dias num sítio com meus amigos e fiz coisas que não fazia há muito tempo, sem pensar em horarios, obrigações ou compromissos. E quer saber? To doida pra fazer isso de novo, me desligar. Desde o Natal, voltei a me alimentar bem, a correr na praia, a ser mais gentil com as pessoas e estou percebendo olhares de um gatinho lá na academia. E meus amigos já estão querendo me apresentar um pretendente também ( opa, kkkkk). Acredito que todo mundo gosta de estar perto de pessoas bem resolvidas em seu interior. E parei de ficar pensando em possíveis “não”. Afinal, se a gente não tentar, não evolui em nada. Algumas coisas podem ser amenizadas se a gente for positiva e pensar que nem sempre são impossíveis de se resolver.

  60. #76
    Andreza Celina
    08.01.2015 - 13:01

    Adoro histórias lindas e felizes! Dá ânimo, dá inspiração, dá vontade! A sua então, inspiradora demaaais! Bjos!!

  61. #77
    Vivi Araújo
    08.01.2015 - 14:26

    Muitos risos para você e para a Rê! Lindas! Super merecem ser felizes!
    Eu e meu marido estamos juntos desde o dia que nos conhecemos e nos pegamos (no baile funk)! Amor a 1ª vista de verdade! São 13 anos de história… Passamos por muitos perrengues, mas as coisas boas de todos esses anos foram e são tão boas, que a cada dia vale mais a pena. Um 2015 cheio de cheio de maravilhas pra nós! Vê se aparece no RJ Cony! Bjão 🙂

  62. #78
    Re
    08.01.2015 - 14:33

    Cony!!! Estou aqui arrumando a mala pra primeira viagem do ano, entro aqui e SURPRESAAAA, minha história aqui. Quantos comentários lindos, obrigada a todas. … Menina, acredita que tb fiz a lista? A minha foi misturada, guardei num canto, mudei de casa, esqueci dela e ano passado encontrei enquanto vasculhava a procura de um documento, e olha, tudo de ruim ficou no passado que não me pertence mais, e as coisas boas chegaram. Meninas, façam essa bruxaria, descobri que é batata hahaha! Feliz 2015, um ano cheio de realizações e muuuuita paz e amor!

  63. #79
    Jaqueline Corrêa
    08.01.2015 - 15:02

    Oi Cony!

    Adorei !!!! Faltou só uma foto sua com o love rsrsrs

    beijo!!

    • #80
      Constanza
      08.01.2015 - 15:25

      ja tem vaaaarias no insta!

  64. #81
    Taccy Faria
    08.01.2015 - 15:03

    Cony e Rê que histórias lindas.
    Para quem é sentimental igual eu chora de emoção… Histórias comoventes com final feliz igual conto de fadas.
    A minha história é um pouco parecida com a sua Cony, mas no final também encontrei uma pessoa especial que entende das minhas chatices e hj estamos casados há 1 ano felizes da vida.
    Te adoro muito! Bjool

  65. #82
    08.01.2015 - 15:05

    Também já fiz essa bruxaria hahahha!Foi numa vivência xamanica que fiz ano passado… era exatamente assim, escrever num papel tudo que não queria mais e que me fazia mal e jogar na fogueira falando umas palavras que eu não lembro mais… depois escrever uma mensagem pra mim com tudo que queria de bom e guardar para ler depois. Quando eu li foi muito bom porque eu não lembrava o que tinha escrito. Desde então, graças a Deus, consegui realizar muitas metas que defini naquele papel.
    Muito bom ouvir a história de vocês, acredito que estamos aqui nesse mundo pra sermos felizes!!
    Beijo grande!

  66. #83
    Manu
    08.01.2015 - 15:06

    Simplesmente encantada com as histórias de vcs
    Tão bom ver as pessoas dando a volta por cima e sendo muito mais felizes do que se podia imaginar
    Confesso que preciso ser uma pessoa mais de SIM!
    Beijo

  67. #84
    Fernanda B.
    08.01.2015 - 15:09

    Sorria que eu te escuto podia virar a nova tag do blog! Ler depoimentos são sempre bons! Amei as duas histórias. Tudo na vida depende de nossas atitudes. Em um ano desses aí para trás coloquei na minha lista de desejos para a vida que eu queria fazer uma viagem de 1 mês para um país de língua espanhola porque queria aprender espanhol de verdade. Passaram-se 3 meses depois que eu escrevi, recebi uma proposta na empresa para morar no México e depois passei uma época no Chile. Resultado? 3 anos morando em países de língua espanhola, conhecendo pessoas, culturas, idioma e tudo mais. Essa “magia” de escrever os desejos da vida é nada mais que canalizar pensamentos e atitudes para aquilo que queremos, pois na correria da vida, desfocar dos objetivos é muito fácil. Já fiz minha lista para 2015, pois esse ano quero fazer muita coisa bacana, ano passado foi o ano da reclamação, procrastinação e acomodação para mim, mas este será diferente. Não vou deixar o dia-a-dia me desviar dos macros (e micros tb) objetivos. Beijos a todas, energias positivas e um ano de luz e amor!

  68. #85
    Bárbara Miranda
    08.01.2015 - 16:10

    Amei o post, chorei com o da Re rs
    Olha Cony, preciso ser essa pessoa do SIM e melhorar meu 2015 que já começou muito doido.
    Sua historia com o Rafa foi ótima!Que vocês possam ser ainda mais felizes!
    Quero fazer essa sua bruxaria! Ainda da tempo ou tenho que esperar o próximo ano?
    Bjão!

  69. #86
    Simone
    08.01.2015 - 16:15

    Constanza, Você é surreal!
    Com apenas 02 textos conseguiu transformar não só o meu dia, minha semana, mas me encorajar a fazer de 2015 o ano do Meu Sim!
    Muito obrigada por modificar a minha visão de mundo neste momento.
    Definitivamente você é uma pessoa MUITO iluminada!!!!

  70. #87
    Cristine
    08.01.2015 - 16:47

    AMEI, AMEI, AMEI as duas histórias! Me identifiquei muito: tive um relacionamento HORRÍVEL por oito anos, saí ferida, magoada, humilhada, cansada, traída e falida! Mas resolvi que aquilo não era prá mim, estudei feito maluca, consegui um emprego maravilhoso, conheci um homem maravilhoso (fiz a simpatia da Lua Azul, e o danado veio do jeitinho que eu pedi prá lua!). Estamos juntos faz 14 anos e continuo tão apaixonada quanto antes, mesmo agora quando conheço os defeitos dele e a paixão acalmou.
    Então é isso mulherada: sem medo de largar o que nos faz mal, coragem, pensamento positivo e bola prá frente!

  71. #88
    Diva Glaucia
    08.01.2015 - 17:45

    Oi Coni, amo seu blog suas dicas e seu jeito de explicar tudo.
    Me vi inteira no primeiro caso e também estou dando a volta por cima. Muito bom ver casos de superação, isso faz com que nossa luta tenha um “upgrade”. Obrigado por abrir este espaço. Beijos

  72. #89
    Gabriela
    08.01.2015 - 17:48

    Ai, finalmente umas histórias boas. Esse lance de só sessão “Marcia Goldschmidt” estava enervante. Também fiz mandinga e funcionou: escrevi o nome de várias pessoas que sempre perturbavam em uns papéis, embrulhei e coloquei no freezer. Pararam de perturbar. Só fico com medo de um racionamento ou apagão descongelar meu freezer! Mas já comprei um gerador, só para garantir.

  73. #90
    Claudia Izabella
    08.01.2015 - 18:07

    Que histórias lindas!!! Ótimas inspirações pra começar 2015! Amo o blog, Cony! Como uma leitora já comentou, é real, é de gente de verdade que tem sonhos, conflitos, superações, angustias, decepções, mas acima de tudo, gente feliz!!

  74. #91
    Carol Morsi
    08.01.2015 - 18:19

    Rê, antes de ler um terço do seu e-mail eu já queria te bater…
    Mas q lindo td q aconteceu com vc recentemente, q vc abriu seus olhos e coração e apareceu esse menino lindo na sua vida! Parabéns pelo upgrade e que Deus abençoe vc, ele e a união de vcs. Bjs

  75. #92
    silvia hahne
    08.01.2015 - 19:51

    Nossa, que coisa boa começar o ano com alegria!!!!
    Para a RÊ, muitas felicidades e sucesso em tudo na sua vida.
    Para Constanza, que só nos dá prova do quanto é fora de série, amor, amor, amor ao infinito e…o quanto o Rafa é um rapaz sortudo.
    Beijos à todas.

  76. #93
    Bianca
    08.01.2015 - 19:52

    Lindos, lindos, lindos!!!! É só o que eu tenho para dizer dos dois relatos!!! O depoimento da Rê me fez até chorar um pouquinho, mas aquele choro bom tipo assistindo uma cena muito linda de uma comédia romântica!!! Cony, o seu blog é vida!!!rs Bjooos

  77. #94
    Simone
    08.01.2015 - 19:55


    UAU!!!!!!
    Eu não sonhava apenas, eu também orava, e contava para Deus tudo que esperava, e Ele me deu.

  78. #95
    Simone
    08.01.2015 - 19:57

    Cony Parabéns !!!!
    Vc merece!!!!

  79. #96
    Aline
    08.01.2015 - 20:12

    Que histórias maravilhosas, tudo que precisava ler hj!
    De tanto bater cabeça, aprendi tb que não existe homem perfeito e sim o que melhor se adequa ao nosso jeitinho. Eu sigo aquela velha frase “antes só do que mal acompanhada”. E enquanto ele não vem, vou aproveitando a vida e viajando por aí, rs…

    Beijos!

  80. #97
    Ana
    08.01.2015 - 23:02

    Cony, que histórias maravilhosas! Muito feliz mesmo, chega a gente cria aquela pontinha de esperança de que um dia uma pessoa que valha a pena vai aparecer! 🙂
    obrigada por dividir sua história conosco! Parece que a gente fica mais próxima e seu blog se torna melhor por nós sabermos mais sobre você! beijinhos, Feliz 2015!

  81. #98
    09.01.2015 - 10:29

    Conyyyy, eu fui a leitora que sugeriu que você contasse sua história rsrsrs! Que bom que você nos contou, adoreeei que você perdeu a vergonha! haha E obrigada ao Rafa tb por deixar contar essa história tão linda! 🙂
    A história da Rê também é a coisa mais linda, né! Adorei como ela colocou no final que a gente deve se amar SEMPRE em primeiro lugar! Acho que é isso que as duas histórias tiveram em comum: mulheres que não abaixaram a cabeça diante das dificuldades! Coisa linda!

    E que venha 2015!!! Tô sentindo que vai ser o ano!!

    P.S.: Agora tô curiosa pra saber onde você e o Rafa se conheceram hahahahaha #indiscreta
    P.S.2: Tô AMANDO o grupo do faceeee, me divertindo horrores kkkkk

  82. #99
    Leticia
    09.01.2015 - 11:20

    Gente amei! MAS PRECISO DE AJUDA MENINAS!!
    Tem um cara que sempre troco olhares. Ele fez a msm facul que eu (cursos diferentes) e mora perto de mim.
    Nessa virada de ano fiz uma reflexão e disse que ia ter mais atitude. Bom, na 2ª Feira achei ele no facebook e dei uma “cutucada” esperando q ele me adicionasse e começasse uma conversa…
    Mas ele só me cutucou de volta (!!!!). Pensa? Aí lembrando que eu tinha que ter atitude, mandei uma mensagem para ele assim: “Hahah Desculpa a cutucada! Foi super sem querer”.
    Mandei pensando que seria o início de uma conversa, mas ele leu e nada falou. Meninas, o que eu fiz de errado? Nunca adicionei ninguém no facebook, morro de vergonha!
    Me senti um lixo depois dessa! Tô bad! Como reverter? Ou deixa quieto??

    • #100
      Constanza
      09.01.2015 - 12:42

      E cutucar no facebook é atitude moça??? Atitude é chegar nele ao vivo e puxar papo!!!

    • #101
      Cacá
      09.01.2015 - 14:58

      Eu também acho “cutucar” bobagem, não sei nem pq existe isso. Sou dessas de sorrir quando encontrar com ele, puxar conversa, cumprimentar e etc. Isso é ter atitude! Que em 2015 vc tenha mais coragem para atingir seus objetivos! 😉

      • #102
        Leticia
        12.01.2015 - 09:55

        Pois é! Vacilei! Mas valeu o aprendizado, né! Vou respirar fundo e tomar coragem! Preciso ser menos “mole”!

  83. #103
    Juliana
    09.01.2015 - 11:54

    AINDA HÁ ESPERANÇA !!!!!! HAHAHAHAHAHAH
    Compartilhar os problemas é um alívio, mas ouvir as vitórias é melhor ainda.
    Que a felicidade e o amor estejam sempre presentes para vocês duas e que transborde para nós. 🙂

  84. #104
    Dani
    09.01.2015 - 12:08

    Oi meninas, tô passando por um problema parecido com os relatos de vcs. São 16 anos de relação, um filho de 8 meses, 2 traições descobertas (com direito a barraco com a outra), e 1 olho roxo que aconteceu sábado passado 03/01/15 após uma ligação da amante (barraco terrível). Por incrível que pareça meu coração pensa que ele irá mudar, mas, na minha cabeça tenho a certeza que já acabou, não sobrou nada, admiração, respeito, fidelidade, carinho, foram para o espaço. Tô rezando pra conseguir sair dessa e rezando para que eu me interesse por alguém,sim, porque eu não vejo graça em ninguém. Mas, lendo essas histórias, vejo que existe luz no fim do túnel, eu só não consigo enxergar, pelo menos por enquanto.

    • #105
      Constanza
      09.01.2015 - 12:45

      Qdo o respeito acaba, a relacao acaba. Respira fundo e sai dessa relacao!

    • #106
      Berenice
      10.01.2015 - 18:00

      Olha desculpe invadir e comentar assim,creio que vc nao pode perder a fe,nesse momento cuide de vc,e deixa o tempo acalmar as coisas nao alimente de nada que possa te ferir,irar ou te fazer mal…Nao sou psicologa mas minha vida dava um livro e hoje encontrei o amor da minha vida..e sei que nao poderia ter encontrado e valorizado se nao tivesse passado tudo que passei..Abraço..e muita força..

    • #107
      Cy
      11.01.2015 - 02:33

      Dani, sei que não é nada fácil tomar essa decisão, ainda mais com um bebê, mas vc precisa encontrar forças pra voltar pra si mesma e perceber que vc, como todo mundo, merece amor. Todo tipo de violência é imperdoável, e não, ele não vai mudar. Por favor leia o livro do Pe. Fábio de Melo “Quem me roubou de mim”, ele explica como as pessoas mesmo inconscientemente têm sua subjetividade roubada, sua vida não é mais sua, mas de um “ladrão”. Se nao puder comprá-lo, vc encontra facilmente em pdf. Fique bem.

  85. #108
    Pat
    09.01.2015 - 14:18

    Para Rê e Contanza, uma só palavra: OBRIGADA!

    (a essência do que vocês escreveram era tudo o que eu precisava ler)
    Bjus Feliz 2015!

  86. #109
    Amanda
    09.01.2015 - 15:03

    O post que veio na hora certa! Uma palavra pra Rê e pra Cony: OBRIGADA!

  87. #110
    marcia
    09.01.2015 - 15:17

    Anota ai: 2015, meu ano de voar!!!!!!!!!!!!!

  88. #111
    Juliana Afonso
    09.01.2015 - 16:22

    Historias inspiradoras!!! Estou aqui, com o sorrisinho nos lábios… Ai ai!!! estou passando pelo menos sufoco, Cony. Término de namoro, voltando a viver e a respirar. Tentando fazer novas amizades, sair de casa(menos que seja programas horríveis, aceito convite de velório, cha de panela, shopping, tudo. Promessa de 2015!!! Voltar a viver e ser feliz!!! Obrigada por me ajudarem a acreditar, que tudo vai ficar bem…..

  89. #112
    Juliana
    09.01.2015 - 17:40

    Oiiiiii

    bom… um dia estava mal, e resolvi deixar um comentário falando da minha antiga situação (namorava, 6 anos, comprei ape, cara pirou, comecou a sair e nao sabia o que fazer) ouvi muitos conselhos incríveis!
    Tentei e tentei até que dia 28 de Dezembro percebi que nao dava…. dia 29 comprei minha passagem pro Rio e fui sozinha (SIM SOZINHA). Cheguei em pleno rio de janeiro dia 01 em um hostel muito legal… quer saber? MELHOR coisa que fiz na vida… percebi que nao preciso de alguem… que minha vida ´TEM vida sabe!!! enfim rs era só um desabafo!!!!

    • #113
      Berenice
      10.01.2015 - 17:55

      Nao conheço tua historia por completo mas vc esta certa em escolher seguir e viver..feliz 2015

  90. #114
    daniela borghi
    09.01.2015 - 21:24

    Cony eu simplesmente ameeeeeei as histórias de superaçãoo!!! tão gostoso pq vivi tudo isso…é bom demais!!
    Fiquei muito feliz de ler um pouco sobre vc, somos curiosinhas kkkk mas tenho certeza q a grande maioria aqui torce pro bem pra vc sempre!!
    Parabéns pra Rê pela super superação, curta muito esse momento….é bom demais!!
    E Cony parabéns por tantos “sim” que vc deu e virou o jogo!!!

    E obrigada por ter contado minha história de superação aqui no blog, me senti muito honrada e feliz…obrigada!! bjussssss

  91. #115
    Berenice
    10.01.2015 - 17:53

    Penso que por mais dificil que chega a situaçao nao devemos perder a fe e esperança nunca..eu ja passei por muitas coisas dificieis e hoje encontrei o meu verdadeiro amor…isso vale para tudo..persistir sempre e desistir jamais..

  92. #116
    Paulinha
    10.01.2015 - 20:34

    Duas histórias inspiradoras!! Por um 2015 com mais sim para vida e criação de oportunidades!

  93. #117
    Marcele
    12.01.2015 - 17:06

    Geeeeente, que histórias lindas! Tudo que eu precisava ler nesse momento. Obrigada as duas por dividirem conosco. <3 Agora é criar coragem e seguir o exemplo de vocês. Meu relacionamento acabou há 4 meses e eu ainda não consegui superar totalmente. Um dia acho que to bem, no outro ainda sinto vontade de chorar. Já passou da hora de virar essa página e ser feliz de novo. Se Deus quiser 2015 será O ano.

  94. #118
    Scheyla
    12.01.2015 - 23:54

    Cony, que post lindo! Amei!
    Sempre comentava aqui no blog, mas ano passado tive uma desilusão amorosa tão grande q por um tempo perdi a vontade até mesmo para ler blogs e tal, passei alguns meses chorando direto… mas isso foi só uma parte de 2014, pq apesar dessa desilusão, tb foi o ano do SIM, e grande parte disso foi por causa de um outro post seu super positivo, que vc colocou uma frase “vá, e se der medo, vá com medo mesmo”, ou algo assim. Resolvi seguir isso e olha, tive mtas surpresas boas, fiz mta coisa legal saindo da minha zona de conforto. (Sério, aquele post me deu mta motivação pra seguir em frente no momento que eu vivia!) Quanto ao amor… bom, ainda não apareceu ninguém na minha vida depois, mas to confiante! Vou fazer essa bruxaria pra já, que 2015 seja O ano, para todas nós! Obrigada a vc e a Rê pelas histórias lindas e que deram um gás para mtas leitoras 😉
    bjus

  95. #119
    Amanda Demetrio
    13.01.2015 - 13:58

    Adorei Cony! É mto bom ler histórias de superação… e o mais importante, nunca desistir de nós mesmo! Nunca perdemos a fé…Deus tem sempre algo melhor reservado para nós! Tudo é aprendizado!!

  96. #120
    Dressa
    14.01.2015 - 19:53

    Que alivio foi ler aqui.
    Terminei em dezembro um relacionamento de 7 anos, me sinto
    Acabada, triste e sem foco, mas agora vejo que existe um futuro, e que pode ser perfeito. 😉

  97. #121
    14.01.2015 - 22:36

    Adorei as histórias!!!! Amo “finais” felizes!!!
    Amei suas dicas pra superar o sofrimento pós termino!!
    E achei bem feito pro ex que ficou atrás da Rê… AMO quando esses caras sofrem!!!

    http://www.agentecurte.com

  98. #122
    Mari
    19.01.2015 - 00:14

    Cony, mandei minha história, tô com vergonha mas mandei. Até dei uma choradinha de emoção quando li de novo antes de apertar o enviar! kkkkkk
    Sou dessas, que vive chorrindo (mistura de chorando com sorrindo!)

  99. #123
    Cibele Porto
    23.01.2015 - 12:07

    Eu acho que esse post esta entre os meus favoritos. Adorei os dois depoimentos com finais felizes.

  100. #124
    Cami
    23.07.2016 - 15:12

    Oiiiii, Cony ! Estou vivendo o “luto” de um término de namoro de 3 anos e 7 meses que eu tinha certeza que seria pra sempre. Precisava de um choque de ânimo e foi quando ao acordar hoje, lembrei dos seus posts. Procurei e reli TODOS! ahhhhh e como a vida da voltas … espero que isso não demore acontecer comigo! Um grande beijo !

Comente