LifestyleLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
01 maio 2022, 16 comentários

Mi Casa, Su Casa – Ambientes Integrados

Bonjour Fufulândia! Tudo bem por aí?

Posso aparecer depois de um mês jogando confete no meu escritório?

Esse mês tivemos oportunidades legais de fotografar e filmar 3 obras em que trabalhamos e gostaria de mostrar uma delas para vocês hoje, e caso gostem posso vir no futuro com outras obras.

A residência de hoje, que chamamos de Casa 3, é um imóvel de uma incorporadora que constrói casas e personaliza apartamentos com uma atenção e dedicação inigualáveis. Tudo é selecionado e empregado com os critérios que os proprietários teriam como se fosse para eles morarem. E de fato, acontece deles às vezes morarem um tempo nos empreendimentos antes de venderem.

Veremos estar, jantar, cozinha, varanda e lavabo hoje, que é basicamente toda a área social que dispomos. A casa ainda tem mais 3 suítes, sendo uma térrea e duas no superior e uma suíte master, com 2 closets e 2 banheiros. A casa ainda dispõe de adega, copa íntima, rouparia, três depósitos (garagem, piscina e interno), despensa, lavanderia e área técnica. Com área construída de 550,93 m2, fizemos a previsão de uso de elevador, então caso necessário, é possível converter a rouparia e a adega em um elevador. Pode parecer exagero, mas ninguém está ficando mais xófen com o passar dos anos, não sabemos se alguém que vá morar na casa tenha alguma restrição de mobilidade. Se você estiver em fase de projeto e seu imóvel contempla mais de um pavimento, vale a pena pensar em um lugarzinho que possa ser um elevador algum dia.

Diria que falta muito pouco de decoração na casa, que tem uma estética muito atual e se fosse se encaixar em um estilo, eu chamaria de modernismo minimalista.

Ao acessar a casa, temos uma ampla sala que engloba jantar e estar. Com brandes aberturas, é possível integrá-la com varanda e cozinha, tornando-se um ambiente único que comporta confortavelmente de 45 a 50 pessoas (vacinadas, obviamente).

A mesa de jantar para 10 pessoas tem linhas simples é revestida em lâmina de madeira natural muito elegante, que traz aconchego ao espaço com sua textura suave. Todo o espaço tem base em tons cinzas, é pontuado por itens em preto. As luminárias são pendentes diferentes que se distribuem em linha al longo da mesa, uma brincadeira com os diferentes formatos. As dimensões permitem a inclusão de um buffet entre estar e jantar, mas ainda não encontramos a peça correta.

A área de estar equipada com um home completo, tem um generoso estofado em couro, poltronas contemporâneas e uma poltrona azul que é a mais confortável que já existiu na Terra. O paisagismo ainda está sendo definido, visto que essa construção foi entregue há apenas três meses, mas o muro lateral que se comunica diretamente com esse cômodo será coberto por um jardim vertical.

O home tem um painel de marcenaria com recortes geométricos com espessuras e ângulos diferentes – o pavor do marceneiro – além disso, o equipamos com gavetas para esconder a baguncinha de controles, manuais e etc, além de nichos para decoração e uma estante com fechamento em vidro. Incluímos embaixo das gavetas uma barra de iluminação para “calibrar” a luminosidade do ambiente quando for assistir algum programa. Eu brinco que é a luz para achar o pote de pipoca, porém realmente faz diferença no conforto, se tiver como incluir, pode ser derivando de uma tomada, invista nisso.

Vamos pro coração da casa?

Talvez esteja estranhando a churrasqueira aqui dentro da cozinha. Já tem muito tempo que deixamos de fazer dois espaços distintos de cozinha e churrasqueira quando a distância entre eles é pouca ou nenhuma. Se a cozinha e o gourmet estão muito próximos, é melhor uni-los e ter um cômodo mais versátil. Aqui temos uma ilha de refeições rápidas para quatro pessoas, churrasqueira e todas as facilidades da vida moderna.

Nessa área “vazia” teremos um lounge, um espaço para relaxar, tomar um chá, petiscar com amigos enquanto a mágica acontece, visto que logo na entrada da cozinha há uma mesa de 10 lugares, e logo no acesso da varanda temos uma mesa externa de 6 lugares faz sentido ter onde acomodar as visitas próximas ao chef da vez.

A varanda com sua riqueza de texturas é um convite ao dolce far niente. A piscina essencialmente tem 7×3 na área mais profunda e 4×4 no espaço de prainha.

Abraçada por um grande volume com cascata, onde temos neste detalhe uma grande jardineira que receberá plantas que ficarão emolduradas pelo revestimento tipo hijau, que tem esses tons de azuis e verdes que fazem alusão ao mar e é o mais pedido do momento.

Antes de irmos pro lavabo, me diga nos comentários: Você percebeu que toda a iluminação da sala é indireta? Temos muito orgulho dessa iluminação, pois conseguimos deixar o teto muito limpo, e temos fontes de luz diferenciadas, em móveis, em perfis suspensos e arandelas na parte externa.

Para o lavabo queríamos algo com volume, então as paredes receberam um produto cimentício com ondas:

A composição se deu com uma cuba escultórica, a bancada feita como um grande bloco de mármore e o espelho com desenho orgânico coroou esse espaço que temos muito carinho em criar, pois é o que transmite o carinho e o estilo dos moradores para quem está sendo recebido.

E por hoje é só pessoal! Qualquer dúvida, pede nos comentários que eu respondo você.

#Bença!

LifestyleLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
20 jun 2021, 45 comentários

Mi casa, su casa – Lava, lava, lava louças!

Cêis lembram de mim fufús? Passei por um período muito louco e não estava em condições de trazer para vocês conteúdo de qualidade. Estou bem, eu e todos que me cercam, não se preocupem. Porém, gosto de vir aqui pra fazer bem pra vocês. O post de hoje vai ajudar muita gente, e quem inspirou foi nosso patrão, sr. Leonardo.

Faz muitos (6) anos que já decidi também que queria uma lava louças, mas o auge foi agora na última sexta-feira santa que precisei fazer uma comilança no almoço. Nada fora do normal, arroz, feijão, legumes na manteiga e linguiça assada e resolvi já adiantar o almoço do sábado de aleluia (uma lasanha). Sério, eu levei 2 ou 3 horas pra cozinhar, e umas 4 lavando, secando e guardando louça. Basicamente eu passei o dia na cozinha, pra fazer 2 refeições pra 4 pessoas.

Quatro horas é muito tempo. E tempo no mundo atual é o bem mais valioso que temos. Então na lista de compras do apto novo por prioridade de aquisição tenho a minha lava louças.

Tão comum fora do Brasil, esse eletrodoméstico está em ascensão em nosso país. Quero falar sobre algumas categorias e a maior dúvida: como encontrar a ideal?

Existem modelos de bancada, de embutir, de chão, e até os que ficam mimetizados no móvel, usando uma porta em mdf. Em questão de tamanho as lavadoras são medidas em “serviços” 6,8,10,12,14… isso quer dizer que ela tem capacidade de lavar o conjunto de louça de 6 / 8 / 10 / 12 /14 pessoas. e o que as pessoas fazem de errado? compram a maior. Até porque o preço da 10 e da 14 serviços são muito parecidos.

Porém para ser vantajoso precisamos usar esse eletrodoméstico com pelo menos 75% da sua capacidade. Para irmos ao caso extremo de consumo, peguei o manual da Electrolux (não é publi, mas queria) de 14 serviços.

No ciclo de lavagem normal ela gasta 12 litros de água, 30 gramas de detergente, 1kwh de energia. Eu du-vi-do que você gaste somente isso pra 14 pratos/ copos/ garfos / facas / colheres mais as travessas e uma ou outra panela.

Um mito sobre esse brinquedo de adultos é: tem que limpar a louça pra daí colocar pra lavar. É o mesmo cuidado de dar aquela raspadinha no arroz colado nas bordas do prato, nada além disso. A maioria dos modelos também oferece um botão que se chama “spray” que já tira o excesso de molho e gordura por exemplo, e aí vc retira um cestinho lá no fundo e bate no lixeiro, quando aparece algum sólido que não foi raspado.

Algo a se ter em mente, é que existe uma forma correta de distribuir as coisas lá dentro, pois a água vem de baixo pra cima então tudo tem que ficar virado para baixo, evitando acumular água e resquícios de sujeira.

Me perdi no caminho, pra explicar que o correto é você adequar a capacidade a sua rotina diária. Eu não sei quantificar as vezes que tivemos que refazer projeto porque o cliente resolveu na ultima hora comprar a lava louças maior. E a desculpa? “No natal eu recebo a família toda!” e aí não usa nos outros 364 dias do ano, porque não consegue encher para valer a pena. Então compre aquela que é mais adequada para todos os dias do ano, e no natal é só acioná-la 2 ou 3 vezes.

O ideal seria acionar apenas uma vez ao dia, então eu indico para um casal um modelo de 8 serviços. Assim temos espaço para café + almoço + jantar e um espacinho extra, para já colocar as panelas junto também. É só ir acomodando as coisas dentro dela ao longo do dia e usando aquela função “spray” para já tirar o grosso e evitar mau cheiro. Depois do jantar, aciona a máquina e amanhã de manhã tá tudo limpo, seco e brilhante.

O sabão deste eletro é diferente e o motivo é que lá dentro não nosso muque e nem palha de aço, então toda a retirada de resíduos acontece quimicamente, não na base da força. Por este fato alguns itens mais delicados não podem ser lavados na lava louças como taças de cristal, algumas porcelanas e itens de madeira, como tábuas de corte. Os modelos recém lançados trazem uma função nova: higienizar, sendo usado para limpar e desinfetar frutas, legumes e até compras.

Na hora de instalar, dependemos do espaço que você tem mas o aparelho em si não exige muita coisa: uma tomada 20 amperes, aquela pro plug mais gordinho, que teoricamente tem o fio mais grosso e forte, 1 alimentação de água e 1 saída para esgoto.

Pode-se derivar do que já tem na pia ali por dentro no móvel ou até mesmo colocar modelos de bancada acima da lavadora de roupas, isso mesmo, na lavanderia. Não é o ideal, porque o certo é que a louça que tem um certo nível de gordura, deve ser direcionado para a caixa de gordura, então o esgoto correto é o da pia da cozinha. MAS sua consciência é seu guia.

Tenho certeza que vão surgir dúvidas, então pode deixar nos comentários que eu respondo você.

Um abraço virtual quentinho!

#Bença!