Moda
Fashion News
11 fev 2020, 13 comentários

O Salto da Amina

Provavelmente vocês já viram as versões nacionais, mas nada custa falar um pouquinho de onde veio a nova moda do salto “taça” não é? Adoro esse tipo de “cultura fashion” para conversar na mesa do bar com as amigas hahahaha.

Então, até eu fiquei impressionada com a história desta designer. Ela é Amina Muaddi, que foi criada metade na Jordania e metade na Romenia, cresceu na Itália e hoje mora em Paris.

Com 20 e poucos anos lançou sua primeira marca e hoje, aos 33 (novinhaaaa) está a frente da Amina Muaddi (que começou em 2018) e é a estilista de sapatos mais cool do momento. Rihanna, Kendall Jenner e Rosie HuntingtonWhiteley são verdadeiras fãs de Amina, só pra vocês terem ideia do estilo!

Gata, inteligente AND empreendedora. Amo.

A assinatura de Amina é o salto que como ela mesmo diz é algo entre o stiletto (o salto fino) e o flare, mais aberto na base. Além disso, os modelos são exuberantes e ela queria que fossem confortáveis a ponto de serem usados o dia inteiro. O povo amou TANTO que agora os sapatos de Amina serviram de “inspiração” para várias outras marcas. Aqui no Brasil vemos na Schutz, Luiza Barcellos e Arezzo.

Vamos dar uma olhada nos sapatinhos da nossa nova BFF Amina Muaddi?

Queria por um no pé, porque olhando pelas fotos, parece realmente ser confortável! Será que é??? Não consigo ainda me acostumar esteticamente com o salto, mas sei que é questão de tempo até o olho aceitar e começar a achar lindo hahaha.

Ah e a pergunta que todo mundo deve estar se fazendo né? Quanto será que custa um papatim desse? Entre US$ 600 e US$ 1000 e poucos trumps.

Achei esse video bem legal, mostra um pouquinho do apartamento dela em Paris e o estilo da moça (que diz não ter um estilo definido, ela se acha eclética).

  • Bora ficar de olho na Amina, garota esperta e cheia de talento! Vocês curtiram os sapatos?
Moda
Fashion Emergency
29 out 2019, 15 comentários

Copia, Mas Faz Diferente

Que na moda NADA se cria, tudo se copia, estamos carecas de saber né? Primeiro que a moda é cíclica, ou seja, vai e volta. Segundo que é inspiracional, tudo é inspirado em alguma coisa.

Daí vem os grandes nomes, os grandes estilistas, as cabeças pensantes e criativas e transformam aquela inspiração em algo fashion. Aparece a moda, a tendência, o inconsciente coletivo e de repente, várias marcas com coisas parecidas.

Parecidas.

Parecidas.

Muito parecidas.

Algumas, iguais.

Cópia.

Mas cópia mesmo. Ou nem tanto. Muda um detalhezinho aqui, outro ali e pronto, as marcas se apropriam da criatividade alheia e batem pé jurando que são elas que lançaram tal “modinha”.

E onde vemos MUITO isso? Na indústria dos calçados. Gente, como o povo copia sapato. Curuzes. Mas é muito. E acho graça quando aqui no Brasil, as marcas “criadoras” se sentem ofendidas porque as lojas populares começam a vender suas “criações copiadas”.

Sim, porque uma marca chique lança, copiada de alguém de fora, vem uma marca pequena, faz igual e pronto, a cópia acusa os outros de estar sendo copiada.

Mas só acreditamos vendo né? De onde surgem as inspirações para as marcas brasileiras?

Aqui ó:

  • Ou seja, nada é MERA coincidência. E cá entre nós, já que é tudo cópia e estando a original fora do alcance, melhor comprar a cópia mais em conta né nom? Afinal, trocentas marcas farão igual. Ou parecidinha. Reconheceram várias aí?