Moda
Fashion News
31 jan 2024, 0 comentários

Balmain: Qual o Segredo Para Permanercer no Topo Após Décadas?

Você já se perguntou como algumas marcas de moda resistem ao teste do tempo, mantendo-se relevantes e desejadas por décadas? Uma dessas marcas é a Balmain. Continue lendo e entenda como tudo aconteceu, desde a visão de seu fundador, Pierre Balmain, até as estratégias inovadoras de hoje, que mantêm a empresa como um ícone no universo da moda de luxo.

Pierre Balmain e sua história de sucesso

O Início de Pierre Balmain

No mundo da moda, poucos nomes são tão ressonantes quanto Balmain. Fundada em 1945 por Pierre, a marca começou após o então jovem perceber que poderia usar o seu dom para criar algo muito maior.

Pierre Alexandre Claudius Balmain nasceu em maio de 1914, na região de Saboia, França. Seu pai era proprietário de uma tecelagem, mas faleceu com Pierre ainda pequeno, e sua mãe seguiu com o empreendedorismo, comandando uma modesta loja de roupas femininas. Crescer neste meio pode ter sido um dos fatores importantes para Balmain desenvolver o seu talento criativo na moda feminina e emplacar o seu negócio.

Ele ficou conhecido por seu estilo opulento e elegante, que revolucionou o pós-guerra com designs femininos e glamourosos. Mas, o que realmente impulsionou a Balmain no início?

Estratégia de Vendas e Expansão

Em meio ao pós-guerra, Pierre foi perspicaz em entender o desejo por frescor e a leveza feminina, assim conquistou destaque. O boom foi tão forte que até Chanel fez o seguinte comentário para alfinetar Pierre: “Até as mulheres provincianas precisam de alguém para vesti-las”. Ahh, a França, o berço da moda, revelou nas décadas de 40 e 50 boa parte das marcas que amamos e consumimos até hoje!

Uma curiosidade: Pierre Balmain trabalhou no atelier de Lelong, onde dividia tarefas com Christian Dior. Dizem que os dois até chegaram a cogitar uma sociedade, mas acabaram seguindo caminhos diferentes.

Talvez pela sua vivência comercial no atelier da mãe, Pierre trabalhou de forma estratégica em vendas. Foi assim que ele expandiu a marca globalmente com estratégias de marketing e vendas que colocaram a Balmain no look e desejo de grandes artistas de Hollywood. Segundo estudiosos, a Balmain foi uma das primeiras casas de moda a entender a importância de uma presença internacional, estabelecendo lojas em diversos países. Mas, como essa visão inicial moldou o futuro da marca?

 Brigitte Bardot e Pierre Balmain
Brigitte Bardot e Pierre Balmain
Audrey Hepburn veste Balmain
Audrey Hepburn veste Balmain
Sirikit Rainha mãe na  Tailândia
Sirikit Rainha mãe na Tailândia

Três Características Marcantes da Balmain

  1. Luxo e Qualidade Excepcional: A Balmain é sinônimo de luxo. Cada peça é confeccionada com materiais da mais alta qualidade, como tecidos finos, couro de primeira linha e detalhes elaborados. Esta dedicação à qualidade garante não só a durabilidade, mas também uma experiência de luxo perceptível em cada item.
  2. Design Inovador e Estética Distinta: A marca é conhecida por seu estilo ousado e inovador. Sob a liderança de designers como Olivier Rousteing, a Balmain incorporou uma mistura de opulência clássica com tendências contemporâneas, criando peças que são simultaneamente atemporais e vanguardistas. Dessa forma, essa combinação de tradição com inovação é uma marca registrada da Balmain, refletindo uma estética única que é imediatamente reconhecível.
  3. Enfoque no Artesanato e Detalhes Intrincados: A Balmain presta grande atenção aos detalhes em suas criações. Isto inclui bordados intrincados, padrões complexos e uma mistura de texturas que dão às peças um toque de individualidade e sofisticação. Este foco no artesanato eleva cada peça a um nível de arte, destacando o trabalho manual e a habilidade técnica envolvida na sua criação.

A Era do Progresso

Lilian Pacce, renomada jornalista de moda brasileira, conta que um dos pontos de virada para o sucesso na trajetória de Pierre foi quando um proprietário de casa de show comprou em um brechó (quem acompanha o Instagram do Futilish já viu algumas visitas da Constanza nos brechós de Santiago e daqui de BH também. Desde sempre, é possível encontrar tesouros em brechó), um vestido Balmain, ainda na época do estilo Jolie Madame, e o entregou para a então cantora que se apresentaria na casa: a gigante cantora e atriz francesa Juliette Gréco, que customizou o vestido e o usou na apresentação, colocando o nome de Balmain em evidência como o novo desejo de consumo das mulheres da época.

Dos brechós para os looks de grandes nomes do cenário da fama, na época Balmain foi crescendo rápido e a sua linha de sucesso fez com que esse legado continuasse.

Kim Cattral , kim kardashian e Anitta
Kim Cattral , Kim Kardashian e Anitta

De Jolie Madame à mulher sexy e confiante, Christophe Decarnin atualizou à marca e, em uma virada surpreendente, Olivier Rousteing, que assumiu como diretor-criativo em 2011, trouxe uma nova era de inovação e diversidade. Assim, Rousteing, com seu estilo ousado e inclusivo, redefiniu a imagem da Balmain, tornando-a mais acessível e relevante para um público mais jovem. Qual é o segredo por trás dessa transição bem-sucedida?

Olivier Rousteing e Beyonce
Olivier Rousteing e Beyonce

Permanecendo no Topo: O Segredo da Balmain

A longevidade da Balmain pode ser atribuída a vários fatores: a habilidade de se adaptar às mudanças do mercado, a constante inovação em design e uma forte presença nas redes sociais. Como uma marca consegue se reinventar constantemente, mantendo-se fiel à sua essência?

A história da Balmain é um testemunho da força do legado, da visão estratégica e da capacidade de adaptação. Em um mundo em constante mudança, como a Balmain consegue manter seu status de ícone da moda? Talvez a resposta esteja na combinação perfeita entre honrar o passado e abraçar o futuro.

  • Por aqui achamos muito inspirador conhecer a história por trás das marcas. Conta nos comentários o que você achou da história da Balmain e qual é a próxima marca que você quer ver por aqui!
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui