28
May 2018
Traz Um Vinho Pra Mim???
Cotidiano, Rapidinhas

Ahhhh como eu escuto esse pedido… Aliás, todo mundo que vai pro Chile né? Quando a gente viaja para lugares que tem bons vinhos, uma boa parte dos dólares fica com as bebidas. É impressionante como lá fora eles são beeeem mais baratos. Tem um vinho chileno que amo, o Marques de Casa y Concha, que no Chile custa uns 60 reais e aqui mais de 100 reais! E por aí vai… então na volta, a mala vem cheia de vinhos pra gente e um ou outro pra algum amigo.

Mas deixa contar uma coisa: eu ODEIO trazer vinhos. Seja pra mim, seja pros outros. É chato, pesa, tem que ter cuidado. Geralmente trago uns 3 no máximo e na mala de mão. Enrolo uma roupa e rezo pra não quebrar mas tenho amigos que LOTAM as malas grandes, as que despacham mesmo, de vinhos. Eu não ficaria tranquila mas muita gente se arrisca e até dá certo.

DAÊ que hoje, conferindo meus emails, vi esse release da Bagaggio:

“O vinho é uma das bebidas favoritas dos brasileiros. Viagens às vinícolas nacionais e no exterior crescem, impulsionadas por quem deseja apreciar rótulos, ampliar a cultura enófila, bem como, trazer bons vinhos para degustar ou presentear. Neste momento, surge a dúvida, como transportar as garrafas sem se preocupar? Para atender esse público, a Bagaggio está lançando uma mala para vinhos que pode acondicionar até oito garrafas.

Feita em policarbonato, a mala possui abertura central e cadeado TSA. Além de alça dupla para equilibrar o peso e rodinha com giro 360º. A parte interna foi produzida com espuma especial para o transporte de vinhos, além de cintas transversais para ajuste e segurança. A mala tem o valor de R$ 799,90 e está disponível na cor preta. Pode ser comprada no e-commerce da marca ou em uma das 140 lojas físicas espalhadas pelo Brasil.

Informações técnicas:

Altura – 48cm
Largura – 35cm
Profundidade – 22
Peso – 3.770kg”

Vamos por partes:

É uma mala de mão ou de despachar? De mão (ou de bordo) já que as medidas oficiais para passar naquele maldito gabarito das cias aéreas (quem não fica tenso hein? rs) são as seguintes:

 

Cabe 8 garrafas. Mas daí esquece levar qualquer outra coisa na mala de mão né. E detalhe, quantas garrafas pode trazer? 

Por exemplo, na Latam: “As bebidas alcoólicas podem ser transportadas como (bagagem de mão quando permitido pelas Autoridades locais ou despachadas) não excedendo 70% de álcool por garrafa e que não ultrapasse 5 litros por pessoa.” Considerando que uma garrafa de vinho tem 750 ml, 5 litros corresponde a 6 garrafas e meias. Vish… Não adianta encher a mala :-(. Nas outras linhas aéreas é bom dar uma pesquisada.

  • Confesso que fiquei feliz e fiquei triste com essa mala de vinhos. Achei fofa, num primeiro instante achei que era uma mala grande, dessas de despachar e que tinha mais uma “corrida” de garrafas abaixo dessas (nem sei se tem limite de garrafas despachadas) mas mesmo quando percebi que era mala pequena fiquei tentada… sério, acabariam os problemas para trazer vinho. Mas daí… só pode trazer 6 garrafas e como viajo mais de Latam, não daria. E se a Bagaggio me permite a intromissão, que tal lançar UM COMPARTIMENTO DE MALA, para proteger vinhos??? Aí sim hein!! Faz a mala grande, a de despachar mesmo, e vende a parte um protetor de vinhos tipo esse da mala pequena, só que grande para encaixar e usar quando bem entender. Aí sim, achei top. Se fizer, a ideia foi minha e tenho testemunhas hahaha.

 

22
Dec 2017
Fala Que Eu Te Escuto – Mala Para CUBA! (E Caribe Em Geral!)
Fala que eu te escuto!

Vamos ajudar uma migue que tá indo pra Cuba e quer montar uma mala funcional e chique?

“Olá Cony! Tudo bem? Sou Daniele e acompanho seu blog faz tempo, mas não sou uma participante ativa! O seu blog também me trouxe o que hoje considero um grande amigo, o Lelo! Eu o contratei pra ajudar-me com a minha casa nova e fui muito feliz na escolha! Aliás, seu blog é o único que acompanho e acho demais! Parabéns pelo seu trabalho! Bom, o negócio é o seguinte: tenho 38 anos e dois filhos (o caçula completou um aninho) e depois da maternidade me perdi um pouco em vários aspectos kkk, inclusive o do meu guarda roupa. Em janeiro completarei 10 anos de casada e viajaremos por 7 dias, só os dois, para Cuba! Gostaria de estar linda e produzida todos os dias para passear e comemorar essa data especial! Ficaremos 3 dias em Havana e 4 num resort em Xvaradero. Será que você consegue me ajudar a montar minha mala!?”

Só ajudo se prometer ser mais ativa no blog hein!!!

Vamos lá, que delícia Havana, que delícia Cuba! Ainda não conheço e morro de vontade viu? A sua mala servirá de guia para muita gente, afinal o destino caribenho não tem muito segredo e é bem fácil montar produções condizentes com a beleza do lugar. Vamos listar algumas coisas, entre elas, as cores para dar preferência.

Seja você loira, morena, negra, asiática, ao ir pro Caribe pense sempre em:

  • Branco
  • Laranja
  • Turquesa
  • Dourado

Essas 4 cores são perfeitas para curtir o paraíso e ficar linda nas fotos! EU, particularmente EU, optaria por peças lisas nesses tons, pouca estampa, porque o lugar já é a estampa né? Penso na chiqueza de um caftã branco, chapéu de palha e brincos turquesas com aquele marzão e verde ao fundo.

Bom, vamos aos looks!

Vestidos brancos, TEM QUE LEVAR! Curto, longo, como for. E repare no tom dos acessórios: camel! Riqueza né?

Mais vestidos brancos. Surtei no segundo. DETALHE: salto, só se for UMA anabela ou UMA espadrilha. Nem salto bloco eu levaria…

Mais duas coisas que são a cara do Caribe Mode Chic: blusas ombro a ombro e a combinação azul e branco.

Quer ficar Onassis???? Camel e branco. Ou bege e branco. Ou cáqui e branco. E obviamente, um chapéu de palha.

Se me perguntar sobre estampas, eu sempre citarei listras. A mais elegante de todas.

Mas se quer estampa MESMO, escolha folhagens grandes! Pantalonas devinhas e fresquinhas também são um boa pedida para levar ao Caribe.

Vestidos longos e midis, em cores fortes, para o jantar ou o passeio a tardezinha. Nos pés, rasteiras nude, camel ou douradas!

No resort ou na praia, abuse de uma saída de praia bem linda. Acho lindo saídas brancas, longas e esvoaçantes.

O comprimento longo sempre fica mais elegante, além de emagrecer e alongar!

E acima, algumas opções de saídas curtas, naquelas cores que citei láaaaa no começo do post: turquesa, branco e dourado. A bolsa, de palha. E não se esqueça do chapéu!

 

Agora que tal um checklist básico?

Vestidinhos brancos e listrados

Blusas ombro a ombro

Shorts

Regatas

Camisetas

Camisa branca

Pantalona estampada

Vestidos midi e longos

 

Tênis branco

Rasteiras camel e douradas

Bolsa camel e de palha

Chinelo

Alpargata

Espadrilha

Óculos (um moderno espelhado e um de madame)

Acessórios turquesa, laranja e dourado e…

Um chapéu de palha. O Panamá fica lindo!!

  • Além dos itens acima, considerar maiô, biquini, saídas de praia! Arrase Dani, mande fotos dos looks e traga uma lembrancinha pra mim rsrsrs.
  • (Esse é o tipo de post que vocês amam e que me dá um TRABALHO DANADO, então valorizem. Comentem. Compartilhem. Mostrem pras migas. Brigada, de nada.)
18
Sep 2017
A Mala do Atacama
Diario de Viagem, Dicas de Viagem

Agora sim, o post final da série ATACAMA. Muuuuuita gente perguntando sobre a mala, o que levar, o que usar, o que é dispensável, o que é obrigatório. Enfim, hoje vou contar aqui o que realmente faz diferença para passar alguns dias no deserto.

Vamos a algumas considerações:

  • A temperatura varia muito. Fomos no final de agosto e durante o dia pode chegar a 30ºC e a noite uns 5ºC. Em alguns passeios, pode até rolar uma temperatura negativa, tipo nos Géiseres Del Tatio, teve gente que falou em -12ºC! O que isso quer dizer? Tem que levar roupa de calor calor e de frio frio.
  • O tempo é seco, bem seco. E ainda por cima tem o fator altitude, o que dificulta a respiração. Tem considerar isso na hora de montar a necessaire.
  • Lá a gente anda muito e, claro, muita terra. Tudo suja rápido.
  • A franquia de bagagem pro Chile (Brasil – Chile) é de 23kg. Complicado né?

 

Agora vamos montar a mala?

  • Blusas térmicas: pode considerar uma por dia. E pelo menos uma extra… As minhas são da Uniqlo (comprei fora, em NY e em Tokyo, são as melhores do mundo!), mas a Decathlon aqui no Brasil também vende.
  • Calça térmica: eu fiquei 4 dias e meio e usei duas calças térmicas. Levei dois tipos: legging, e calça calça mesmo, de tactel por fora e térmica por dentro. Essa última foi bem útil quando os passeios eram para lugares muito frios.
  • Meia calça térmicas: super necessário. São ótimas porque você coloca a meia calça e uma legging por cima. Daí quando começa a fazer calor, tira a meia calça e guarda na mochila. São leves e não ocupam muito espaço.
  • Meia térmica: também bem necessária, mas não precisa uma por dia… acho que umas duas só, para quando for passeio de muito frio.
  • Luvas: as comuns mesmo.
  • Gorro: nem precisa ser térmico e se não tiver, pode comprar um de lã na feirinha de San Pedro. Bom que faz um estilo né?
  • Cachecol ou golas: cachecol (de lã, grossos, ou estilo pashmina). Golas também são bem vindas.
  • Fleece: ou aquele casaco/moletom de soft… Para por por baixo da jaqueta!
  • Short de corrida: daqueles levinhos, que dá para dobrar e ficar pequenininho sabe??? Tem que pensar em trocar de roupa durante o dia, talvez até durante um passeio e as coisas para levar na mochila não podem pesar ou fazer volume!
  • Legging: VÁRIAS! Todas as que você tiver no armário hahahaha. Eu pequei e levei só duas. Passei necessidade pois achei que duas estariam ok, afinal estava levando calça jeans também. Jeans é o que menos se usa lá! É ruim para fazer os passeios, incomoda, não é nada confortável. SE FOR LEVAR, leve apenas um. O mais básico de todos. Sobre as leggings, pode ser aquelas da Zara, mais grossinhas, ou de ginástica mesmo, até o pé, para cobrir com meia, com a botinha ou com polaina. Melhor não deixar o tornozelo livre por causa do frio ou para não se machucar nos passeios. Vi várias mulheres com calça de ginástica, eu nem tinha pensado nisso. E por que levar várias? Porque suja MUITO! Acho que dá para repetir um dia só, isso se não sujar muito… Mas ó, pra foto ficar bonita, melhor levar legging sem estampa e cor neutra. Tem que pensar no álbum da viagem né?
  • Camisetas: várias também. Básicas e lisas (ou listradinhas rs). Pode levar regatas de malha também.
  • Casacos de nylon fofinho: eu levei dois e usei os dois. Um mais comprido e arrumadinho, cobrindo o bumbum e um mais curto, desses esportivos mesmo. Dá para ser só um, o curto esportivo…
  • Polainas: nossa, usei demais. Dei sorte que minha mãe tinha várias e peguei emprestadas com ela. Mas aqui entra o fator blogueira preocupada com as fotos… como a maioria das minhas roupas eram pretas, para dar uma variada, eu trocava a polaina. Faz toda a diferença! Daí pode se jogar em cores, estampas, o que for.
  • Top de ginástica: mais confortável que sutiã. Pense em atividade esportiva, muita!
  • Tênis de ginástica: Eu praticamente só usei minha botinha, mas um tênis é bom levar. E um sem muito apego, pois tudo volta muito sujo e acabado.
  • Botinha de trekking: o item MAIS NECESSÁRIO para a mala do Atacama! Gente, não sei o que seria de mim sem essa botinha. Comprei um dia antes de ir e foi a coisa mais inteligente que fiz na vida. Dá firmeza, aguenta o tranco, é segura (para não torcer o pé) e é confortável. Comprei a minha na Centauro, por R$ 300 e alguma coisa, da marca Bull Terrier e amei!
  • Biquíni: ou maiô. Tem o passeio das termas que é uma delícia. Além disso, tem as lagoas escondidas (aquelas que tem mais sal que o Mar Morto) que TEM QUE ENTRAR. É algo único. Então roupa de banho é necessária sim!
  • Lingerie confortável: daquelas sem costura, sem nada que arranhe, machuque, irrite.
  • Chinelo: sempre né? De borracha, o mais básico  mesmo.
  • Óculos de sol: um só tá ok, eu levei um Ray Ban modelo Wayfarer.
  • Boné: bom também para proteger do sol durante os trekkings.
  • Protetor solar: litros, apenas litros rs. Ok, exagerei, mas tem que usar protetor solar todo santo dia, no rosto e corpo! O sol é forte, então tem que cuidar!
  • Protetor labial: o tempo seco pode ressecar os lábios. Também tem que andar sempre com um balm labial na mochila.
  • Descongestionante/Lubrificante nasal: para ajudar na respiração e o nariz também resseca muito!
  • Bota salto baixo: tipo motorcycle boot. Eu levei aquela minha que amo, da Santa Lolla. Tipo, se for sair um dia a noite em San Pedro, para jantar, ir num barzinho e não quiser ir de tênis ou botinha de trekking, que usou o dia todo sabe?
  • Mochila: Super master necessário também. Leve uma básica, leve, de tamanho ok (nem pequena nem muito grande). De preferencia com bolsinhos nas laterais para por a garrafa de água.
  • Garrafa de água: todo passeio é bom levar uma garrafa com água, mas Ó, encha com água mineral! Jamais com água da torneira,
  • Chocolates: para dar energia durante os passeios!
  • Câmera fotográfica: eu levei câmera, Go Pro e celular (tenho um iPhone) e fiz praticamente todas as fotos de celular! E ficaram lindas… mas é bom levar uma câmera sim…
  • Carregador de celular: daqueles portáteis sabe? Eu chegava no hotel a noite e já deixava carregando pro dia seguinte. Não dá para ficar sem bateria no deserto! Tem que registrar tudo.
  • Lanterna: uma mini lanterninha é bom ter na mochila. A noite é bem escuro (usam pouca luz para manter aquela visão maravilhosa do céu), então uma lanterna pode ser necessária em algum momento.

 

Mochila (a minha é mais causal, indico uma mais esportiva!), casaco fofinho da Olympikus, botinha de trekking da Bull Terrier, polaina preta e legging Zara.

Mudando o visual com uma polaina colorida!

Camisetas de malha, várias! Usei um top de tirinhas por baixo.

Colete fofinho também é bom… mas confesso que só usei um dia.

Esse é meu casaco matelassado mais comprido e acinturado. Minha mãe que comprou pra mim no Chile, em Falabella. Essa calça, mais larguinha, é da Uniqlo e comprei em Tokyo. Por fora é de tactel e por dentro de flanela.

Gola que serve como faixa pra cabeça e esquentador de orelha também rs. Comprei na feirinha artesanal de San Pedro, coisa de R$ 20.

Roupa de banho pras termas.

E essa foi a botinha salvadora! Comprei na Centauro, achei o preço bem bom e fez lindo na viagem. Sem ela eu nada seria rs. Essa é EXATAMENTE a minha! Ah, e comprei um número maior por causa das meias mais grossas (calço 37 e comprei 38). Mega confortável, não machucou nunca em nenhum segundo. Segue o LINK

  • Bom, e aqui acaba a saga do deserto. Uma viagem linda que acredito que todo mundo deveria fazer na vida!!!! Ah, uma dica importante, se quiser ver o céu mais estrelado do mundo, escolha ir em semana de lua nova. Se tiver lua cheia (ou algo de lua), nada de estrelas no céu!
Página 1 de 3123