21
Jun 2016
10 Erros Comuns Ao Comprar!
Shopping Time

Que tenho as leitoras mais antenadas e espertas quando o assunto é consumo, não tenho dúvidas. Ô mulherada que sabe fazer um achado, essas Fufus hein? Com os posts sobre tendências, os Como Usar e as classificações sócio econômicas das roupas, aprendemos a apurar o olhar e no Dica Da Leitora, colocamos tudo o que aprendemos em prática e mostramos nosso trabalho eficientemente. Tão vendo? Acham que o Futilish é apenas mais um blog? Não miga, é uma escola com exercícios práticos, teoria, provas e tudo mais de como se vestir bem e quando dá, gastando bem pouquinho.

E hoje vou abordar um tema super importante e que vai fazer A diferença em nossas vidas: onde é que mais erramos quando vamos às compras? 

39e5abbbc4ca0b16928271547ef0f8a3

Eu, que sou PhD em bater perna em shopping com amigas, mãe, namorado, sozinha, sei bem quais são os perigos e os cuidados que temos ter ao pensar em comprar aquela “brusinha” tão baratinha que está na promo e que tá usando e que não tenho igual e que… Bom, justificativas pra uma blusinha nova são infinitas né? rs Mas prestem BEM atenção nesses errinhos super comuns e que devemos evitar!

  • A roupa está apertando, MAS VOU EMAGRECER – Miga, não vai. Pode até ser que emagreça mesmo, mas e se acontecer o contrário? E se não perder os kgs extras que a roupa precisa para poder vestir confortavelmente? Esse é um dos maiores erros! Temos que comprar a roupa que serve NO DIA DA COMPRA. Tudo bem que se comeu um pratão de feijoada e sobremesa e está estufada, dê esse desconto, mas se você sabe que veste 40 e só tem calça 36, melhor não comprar, mesmo que o preço esteja super convidativo!
  • Vou levar na costureira para arrumar isso – A não ser que você seja uma pessoa super disciplinada e não vai esquecer a compra no fundo do armário esperando o dia de ir pra costureira, não compre. Eu mesma, sei que vou demorar MESES pra levar algo para consertar, então nem compro. As vendedoras sempre falam: ah mas a costureira dá um jeitinho nessa barra de 5 metros rapidinho. Se não for um serviço da loja e que eu possa buscar no dia seguinte, ou que entreguem em casa, esquece. Prefiro levar o que já me veste bem no momento.
  • Amei essa roupa, só tem essa “coisinha” aqui que não gosto… – Se não der para tirar a “coisinha” imediatamente, melhor não levar. Quantas vezes a gente compra algo que achou bacana, com preço legal, mas que tem um mini detalhe que não agrada e quando chega em casa, esse mini detalhe vira um DETALHÃO? Quase certo da roupa ficar encostada ou ir pra troca no dia seguinte. Tudo tem que te agradar, caso contrário, nunca será uma peça que você vai amar pra valer.
  • Não é muito meu estilo, mas tá usando então vou levar – Nananinanão. Eu comprei aquele body com o decote trançado porque achei lindo nos outros mas desde que comprei (e paguei caro porque estava difícil de achar) não usei. Por que? Porque não faz muito meu estilo. A gente tem que ser forte, ter consciência do estilo próprio e ser fiel a ele. Cabem variações, mas sempre dentro do que você SABE que vai usar e que reflete sua personalidade. Pense assim: eu usaria essa roupa HOJE A NOITE? Se sim, pode levar, mas se outra roupa veio a mente, melhor deixar pra lá.
  • Não estou precisando, mas o preço está ótimo – Esse erro a gente comete todos os dias né? Se não está precisando, pra que mais? A não ser que o dinheiro esteja sobrando com força, melhor focar nas prioridades!
  • Vou comprar e guardar pra um evento especial – Nisso, eu tenho vestidos guardados há mais de 2 anos ainda esperando o evento especial. Compre se for pra usar já, hoje, amanhã, neste final de semana, no casamento que você foi convidada. Comprar para guardar, só serve para acabar com nosso dinheiro, ocupar espaço no armário e outra, a moda se reinventa muito rápido. Provavelmente durante o tempo que ficar guardado, vão aparecer outros muito melhores e modernos e o seu vai ficar com cara de ultrapassado.
  • Vou levar duas para garantir se uma acabar – Eu sou mestra em fazer isso, confesso. Às vezes gosto TANTO de uma roupa que dá vontade de comprar mais de uma só pra garantir a vida – quase – eterna. Faz sentido eu sei, mas é um pouco “fominha” demais. Você pode enjoar da roupa, aparecer uma melhor e mais bonita, e vamos combinar né… economia pra quê??? Una basta y sobra (como diz mami!)
  • Não tenho tempo de provar, em casa experimento – ERRO MASTER! Gente, tem que provar na loja. A roupa pode ser linda no cabide e ficar um horror no corpo. Pense no tempo perdido de ter que voltar pra trocar, e pior, se voltar e não tiver nada pra trocar e virar crédito, lá se foi um dinheirinho que poderia ser útil pra outra coisa. Até a mais singela camiseta branca, tem que provar SIM!
  • Não é beeeeem o que quero, mas pode ser essa mesmo – Não, não pode não. Novamente bato na tecla que a roupa/sapato tem que servir perfeitamente e ser exatamente o que você procura. Qualquer detalhe que não seja do seu agrado, vai se tornar gigante quando você for vestir a roupa. Ninguém merece vestir algo que não curtiu totalmente né? E outra, existe 99% de chance de logo após você comprar algo que te agradou mais ou menos, você ver a peça perfeita na vitrine ao lado. Batata. Sempre acontece. E não escute sua amiga quando ela disser: É bem parecida com aquela que você quer. Parecida NÃO é igual.
  • Acho que tenho uma dessas em casa… Vou levar, qualquer coisa eu troco – Gente, compra NÃO É FEITA PARA SER TROCADA! A gente troca presentes, aqueles que as pessoas compram sem saber nosso gosto, nosso tamanho, sem saber o que temos. Nós não temos que comprar nada para trocar depois! Se a gente pensasse bem antes de fazer qualquer compra, as trocas diminuiriam muito. E quer coisa mais chata que ter que voltar na loja e rezar para achar outra coisa para levar?? A não ser que seja por defeito ou compra virtual, toda troca é burra e consequência de compra por impulso. Se não se lembra se tem em casa ou não, volte pra casa e confirme oras! Ouviu Dona Constanza (as loca que conversa com ela mesma)?

 

Esses são os dez erros mais comuns que cometemos ao consumir. Em contrapartida, admiro DEMAIS que consegue gostar de uma peça e esperar ela entrar na liquidação. Nem considero um erro fazer uma compra sabendo que na outra semana tudo estará remarcado, pois aí estamos falando de ansiedade rs. Isso, ainda, não consigo fazer e nem aconselho, vai que acaba?

E vocês, acham que tem mais algum erro que esqueci de mencionar?

76 Comentários
  1. #1
    Thais
    21.06.2016 - 14:14

    Se eu fosse dar uma única dica, seria: Na dúvida, não compre! Quando eu fico eu dúvida (por qualquer motivo) deixo a peça na loja e só volto pra comprar se eu ficar pensando muito nela nos próximos dias! Se eu voltar e não tiver mais na loja, eu penso que “foi o destino”! hehehe Assim a gente evita as compras por impulso e fica mais fácil não errar.

    • #2
      Constanza
      21.06.2016 - 14:26

      Tb jogo a culpa no destino hahahahahahahahah

    • #3
      Monique
      21.06.2016 - 17:43

      Nossa, Thais, eu faço muuuuuito isso. Ultimamente só compro se cair de amores completamente ou se for uma peça que eu estou super querendo e precisando, se não, faço como você, e se ficar pensando muito na peça volto pra comprar, senão não compro.

    • #4
      Ligia
      22.06.2016 - 11:26

      Eu me despeço da peça, dou abraço e desejo que, se eu não voltar, ela encontre uma nova dona que a ame MUITO DE VERDADE. As vendedoras me acham louca, mas eu não ligo, hihi 🙂
      Realmente, essa dica de “na dúvida, não compre” é OURO!

    • #5
      Sandra Luz
      22.06.2016 - 11:52

      Tb sou dessas!
      Mas aprendi essa técnica dps de perder muito dinheiro comprando coisas na dúvida e dps arrependendo e nunca usando!

    • #6
      Fernanda
      22.06.2016 - 14:03

      SEMPRE faço isso hahahaha! O ruim é quando vc decide que precisa sim daquela peça, chega na loja toda feliz pra comprar e cadê? Não tem mais… ://// destino cruel rsrsrs

    • #7
      Mah
      23.06.2016 - 08:41

      Nessa onda aí, eu deixei de comprar a ÚNICA mochila que amei até hoje, por não ~querer gastar, e um perfume da Body shop que vinha com o creme junto, por um preço só, por também não ~querer gastar.

      Nunca mais vi a mochila;
      A promo do perfume acabou, bem como o estoque;

      Eu sou MUITO controlada, então já percebi que, se eu amei, mas to na duvida por qualquer outro motivo, o negócio é giletar o cartão, que o resto eu dou um jeito depois
      =/

  2. #8
    Lívia
    21.06.2016 - 14:20

    Adorei o post!

    Um erro muito comum que cometia muito mas corrigi, é não pensar no seu estilo de vida pra comprar.
    Exemplo, eu vivia comprando roupa de balada, mas só saia pra night em um fim de semana a cada 10. Resultado: monte de roupa brilhosa encostada, e sem roupa pra fazer as coisas que faço constantemente, como trabalhar, ficar em casa, visitar a família.

    O fato é que é muito mais legal comprar roupa de balada do que roupa pro dia a dia, mas a não ser que vc seja uma promoter de boate, vc vai precisar muito mais do segundo tipo!

    E sobre comprar roupa pra emagrecer… kkkkk quem nunca né?

    Ah! E quando vc falou sobre troca.. cara, eu troco demais! isso porque minha mãe é a louca das compras, meu CPF foi até “bloqueado” pra troca sem nota fiscal na renner de tanto que eu precisava trocar (eu só gosto do que eu mesma compro e olhe lá). Fico com vales e vales de lá rezando pra aparecer algo legal que eu goste. As lojas daqui deveriam possibilitar a devolução igual nos EUA 🙁

    Bjs Cony!

  3. #9
    Myla
    21.06.2016 - 14:25

    Sempre lembro das suas dicas! Sempre quando visto algo e tem algum detalhe que me incomoda, nem penso duas vezes e deixo a roupa na loja. Melhor coisa!
    Agora comprar porque tá barato… ahahahha
    Também não compro nada que eu tenha que ajustar depois, só barra de calça mesmo. Se bem que uma calça linda que tenho ajustei o cós na própria loja e é das minhas favoritas

  4. #10
    Helisa
    21.06.2016 - 14:25

    Eu só compro realmente o que estou precisando. Se é algo que eu vi e gostei, volto uns dias depois pra ver se o coração ainda bate mais forte pela peça, porque antes eu olhava, comprava e encostava! Agora quando é algum desejo master eu me dou a regalia de comprar, mas só quando acho do jeitinho que eu quero. Tive que achar dentro de mim a boa vontade de analisar cada compra, mas cada dia mais eu defino meu estilo e gosto de tudo que tenho.

  5. #11
    joseane
    21.06.2016 - 14:35

    vc nos ensina e nos diverte ao mesmo tempo =)

  6. #12
    Pri
    21.06.2016 - 14:47

    Sou igual a Thais.. “na dúvida, não compre”. Mas ainda sim me identifiquei com os erros, sempre tem aquele deslize por puro consumismo (depois qdo a situação aperta sempre vem o arrependimento “mas se eu não tivesse comprado aquela blusinha naquele dia em 1900 e bolinha” rsrs).

    Mas mudando de assunto… Cony, seu blog é um dos poucos que acompanho religiosamente e gostaria de te dar os parabéns por ele.
    Além de ser um “refresh” na rotina pesada com assuntos interessantes, bem úteis e leves (mesmo com os choras e os assuntos sérios que surgem esporadicamente), parece que estamos todas entre amigas de gostos parecidos, assuntos em comum, trocando experiências e aprendendo umas com as outras..
    O carinho e transparência que você passa pras suas leitoras também é muito legal **inclusive os momentos mais espontâneos ever de birinights no snap kkk** (e vc não sabe, mas já somos amigas de infância rs).
    Continue sempre assim. Vida longa ao Futilish!
    Beijo grande!

    • #13
      Constanza
      21.06.2016 - 14:57

      hahahahaha preciso parar de fazer snaps quando bebo hahahahahaha, obrigada pelo carinho! Isso mostra que estou indo na direcao correta <3

  7. #14
    Neita
    21.06.2016 - 14:56

    Quando me mudei de SP para SC, trouxe para minha nova casa só o que coube no carro… ou seja, quase nada! Aí me dei conta que conseguiria viver muito bem com 5 pares de sapatos (contando com a bota e o chinelo) e algumas peças de roupas. Como aqui tudo mofa MUITO, até roupa guardada limpinha, então comecei a me desapegar ainda mais do pouco que havia trazido. Resumindo: tenho 20% das roupas que tinha antes e quando PRECISO de alguma peça, eu pego uma roupa que não estou usando tanto, vendo no brechó ou faço uma doação. E só depois compro o que realmente preciso. Parece impossível, mas tá dando certo pra mim! Amo esse blog, é o meu momento delícia do dia espiar as matérias que são publicadas aqui! 😉

    • #15
      30.06.2016 - 15:15

      Vc tem minha admiração 🙂

      Ainda chego lá! Mas cada vez mais tenho percebido que é bem melhor viver com menos!

  8. #16
    Monica
    21.06.2016 - 15:00

    Outra dica valiosa (que eu adoraria seguir, mas infelizmente não sigo) é nunca comprar peças que não combinem com o que você já tem no armário. Você acaba obrigada a comprar mais uma peça para combinar ou desiste de usar e encosta no fundo do armário.

  9. #17
    Monique
    21.06.2016 - 15:03

    Conyyy já que o tópico é propício, então me ajuda! hahahhahaa Estou mega na dúvida se compro um new balance (desses mais casuais, o modelo q eu quero está 349,90) ou uma bota de cano curto com salto grosso confortável da Luiza Barcelos q entrou na promo e está o mesmo preço do tênis!
    Heeelp!
    Qual eu devo investir? Já que infelizmente não estou podendo gastar comprando os dois 🙁

    • #18
      Constanza
      21.06.2016 - 15:05

      Depende da finalidade! São itens bem diferentes e com propostas diferentes tb!

  10. #19
    Jéssica Diane
    21.06.2016 - 15:04

    Muito boas suas dicas, apesar que eu compro MUITO pouco (comparado com as pessoas em geral rsrs) e sempre penso um zilhão de vezes antes de comprar (não lembro de ter trocado peça nenhuma), mas claro que lembro de compras que me arrependi…é sempre bom repensar. rs

    Beijos

  11. #20
    Maira
    21.06.2016 - 15:09

    Nossa Cony e o tal de comprar uma roupa porque uma amiga achou que ficou linda em você e você mesma nem gostou tanto assim mas acaba levando e depois odiando a roupa? Levanta a mão…EU…resultado…R$300,00 temer a menos no meu bolso, vestido usado uma vez e odiado desde então.

    Bjocas

  12. #21
    Karoline
    21.06.2016 - 15:09

    Uma outra coisa que acho que acaba influenciando o consumismo frenético e acontece direto comigo, é a grande quantidade de informação disponível hoje em dia na internet, principalmente em blogs. É muita publicidade hoje em dia, muito das vezes não são identificadas e você fica com a impressão que aquela pessoa usa mesmo o produto e quer ir na loja e comprar porque aquilo deve ser demais. E muito das vezes, o produto nem é tudo isso. Entao a receita é saber filtrar blogs e informações. Por isso que o Futilish é um dos poucos que eu acompanho.

  13. #22
    Isa
    21.06.2016 - 15:11

    Eu sou dessas que gostou muito e espera uma liquidação, mesmo sendo muito ansiosa kkkkk Compro bastante online, então quando gosto muito de algo salvo na barra de favoritos e todos os dias de manhã abro o link, a promoção é sempre certa! kkkkk As vezes demoram meses, mas sempre rola promoção. Outra coisa que faço é buscar cupons de desconto na internet, mesmo que seja 10%, já é uma economia.

    • #23
      Jéssica Diane
      21.06.2016 - 15:51

      Eu fico muito frustrada com isso pq meu número de sapato por exemplo sempre acaba rápido 🙁

  14. #24
    21.06.2016 - 15:26

    Cony, só pra te atualizar sobre a página estar dando erro, não sei se alguém já te atualizou… mas agora está normal, não está travando nem aparecendo a mensagem de erro.

    • #25
      Constanza
      21.06.2016 - 15:52

      Jura? To uma equipe enorme olhando isso rs! Vai me atualizando pfv!

      • #26
        Jéssica Diane
        21.06.2016 - 16:14

        Aqui ainda demora muuuuuito pra carregar.

      • #27
        21.06.2016 - 16:43

        Sim, já entrei umas 3 vezes no seu blog hoje, tô faz um tempão com a aba aberta aqui e não ficou lento nem apareceu msg de erro. Meu navegador é o Firefox.

    • #28
      celia
      21.06.2016 - 16:46

      Poxa, pensei que fosse o meu computador com virus… ontem estava horrível, hoje está melhor..

    • #29
      Marcela
      22.06.2016 - 11:23

      Ah sim, Cony! Também não estou mais recebendo a msg de “erro de scrit”! Ponto para sua equipe, tudo normalizado!

      • #30
        Constanza
        22.06.2016 - 15:49

        UFAAAA!!!! Obrigada por avisar!

  15. #31
    maria
    21.06.2016 - 15:27

    Vou levar 2 ja fiz isso com uma blusinha basica cinza que vestiu bem e o tecido era bem macio. Axo que se for assim basica que a gente sabe que vai usar muiiiiito vale a pena, ai pra diferenciar coloquei uns detalhinhos minimos em 1 delas.
    .
    ja jeans eu nem compro mais, falo pra mim mesma, preciso emagrecer e usar as 500 (numero ficticio) calça jeans que ja tenho kkkkkk
    .
    .
    Fui no Catarina e vi uma bota schutz linda salto grosso, de 580 por 300 , me empolguei mas passou de 5 cms eu uso tão pouco que nem vale a pena

    #criandojuizo kkkk

  16. #32
    Eliane Silveira
    21.06.2016 - 15:36

    Tudo verdade, assino embaixo! Hoje em dia, se não for exatamente o que quero, ou se não me apaixonar pela peça, não compro de jeito nenhum. Agora, tem algumas coisas que me apaixono sem estar precisando…rsrsrs

  17. #33
    Alesandra
    21.06.2016 - 15:45

    Essa questão de modo de comprar é engraçada. Um exemplo disso é eu e minha irmã temos estilos, corpos -ok ela é um pouco mais alta, compramos nos mesmos lugares e gastamos mais ou menos a mesma coisa, mas ela por fazer escolhas melhores tem um guarda roupa bem melhor. Enquanto que ela compra uma blusa boa, super versátil e duradoura eu escolho comprar 3 brusinhas com uma qualidade inferior e que será aproveitada muito menos.

  18. #34
    Carine
    21.06.2016 - 15:54

    Muito legal o posto. Identifico-me no erro ‘Não estou precisando, mas o preço está ótimo”. Faço isso sempre. E o “Vou comprar e guardar pra um evento especial” tb já fiz algumas vezes… Outro erro é comprar algo que gostei – mas não amei – só pq o vendedor(a) foi super atencioso e eu fico com dó de sair sem comprar a peça… :/

  19. #35
    Gabriela
    21.06.2016 - 15:57

    Só compro o que é amor a primeira vista (amor a poucos segundos, no caso). Se preciso olhar no espelho durante muito tempo para “me convencer”, e para analisar a peça nem levo para casa, porque sei que depois vou odiar – mesmo que na hora que goste hahaha.

  20. #36
    Renata
    21.06.2016 - 16:03

    Um erro que ainda cometo:” Linda peça. Levo para um dia usar….” Como assim??? Isso já é dizer “sei não”. Mas faço ainda bastante…

  21. #37
    Jana Honório
    21.06.2016 - 16:15

    ADOREIIIII
    Me vi em quase todas as situações
    Kkkkkk
    Confesso que tenho me esforçado mtooo pra mudar e acho que já melhorei bem!
    Ps: eu tbm SEMPREEE coloco a culpa no destino
    Rsrsrs

    Bjosss Cony Linda

  22. #38
    Márcia
    21.06.2016 - 16:19

    Tenho tentado muito trabalhar isso, mas infelizmente, me identifico em muitos erros citados. Preciso conseguir economizar, meu armário está abarrotado de coisas que as vezes nem lembro que tenho. Fico deprê quando percebo isso. Muito legal o post, ainda chego lá.

  23. #39
    Marilyn Barros
    21.06.2016 - 16:59

    Olá Cony! Amei as dicas, vibro quando tem post de “10 coisas”. O único item que discordo é da peça repetida… é muito difícil achar calça jeans que vista (muito) bem, então quando encontro já aproveito e compro mais de uma rsrs! Outras coisas que penso antes de gastar: se fosse um item de uma marca menos famosa, eu compraria? Irei usar essa peça com mais de 3 combinações diferentes, e 3 ocasiões diferentes? Terei que abrir mão de alguma coisa para comprar esse item? Pra mim sempre funciona pra diminuir meus surtos consumistas haha

    • #40
      Renata
      22.06.2016 - 11:23

      Amei suas perguntas, MATADORAS DE COMPRAS MAL FEITAS!!!! Realmente, tudo o que eu precisava ouvir hoje. Obrigada!!

  24. #41
    Kaa
    21.06.2016 - 17:07

    Ótimo post! Caprichou hein?!

    Quando era vendedora ouvia direto essas expressões aí!
    Fui lendo uma a uma faceira porque não me identificava com nenhuma, até tava na esperança de passar com nota 10! Mas daí chegou na “Não estou precisando, mas o preço está ótimo!” Putz! Pra uma mão de vaca como eu, esse chapéu serviu perfeitamente! kkk Preciso trabalhar em cima desse ponto fraco. Vlw!

    Bjos

  25. #42
    21.06.2016 - 17:23

    Cometo todos os erros! Como lidar? rs

  26. #43
    Barbara
    21.06.2016 - 17:47

    “VOU EMAGRECER”, sqn. Tem mais um erro que já cometi: “só tem essa cor, vou levar e mando tingir.” (Roupa nunca tingida). hahahahahah
    Quantas coisas já coloquei pra vender no Enjoei, a grande maioria ocupava pelo menos um slot dos 10 itens acima… Senão todos…rs
    Confesso que faço estoque daqueles casaquinhos de 89,00 da Zara, todo ano. Mas ainda não enjoei deles, ufa! :p
    Excelente post, Conny! Beijo!
    PS: Bem que você podia dar um curso de Styling, hein? Aqui no RJ de preferência.

    • #44
      Constanza
      21.06.2016 - 19:15

      Podia mesmo hein!

      • #45
        Barbara
        22.06.2016 - 09:23

        Te ajudo com a divulgação, Conny! Vem pro RJ!!!

  27. #46
    Karla
    21.06.2016 - 19:09

    Me ajudou hoje. Estava pensando em ir no sale da Animale. Tem uma “brusinha” específica que eu queria, mas deixei pra lá… Queria saber de compras mais caras, como bolsas de LV, Fendi, Prada (não vamos falar de Chanel, porque néam…). Como se programar pra comprar esses itens? Eu pesquiso muito. Queria saber como é seu processo… Beijos.

    • #47
      Constanza
      21.06.2016 - 19:15

      nao entendi, processo pra comprar uma bolsa grifada? Eu geralmente cismo e compro ou acho alguma com preço bom e compro…

  28. #48
    Karla
    21.06.2016 - 19:54

    É…Porque é uma peça cara. Queria saber o que você leva em conta… Se economiza pra comprar, se pesquisa se por exemplo o couro risca facilmente, se pensa em vantagens e desvantagens quando tem alça longa, curta…Sei lá, vai ver só eu sou louca. Eu penso bastante. Até no potencial de revenda mais tarde. Bjo.

    • #49
      Constanza
      21.06.2016 - 20:14

      Menina não penso em mt coisa não. Se me agrada, compro!

  29. #50
    Pri
    21.06.2016 - 20:52

    Oi Coni, ótima reflexão, ainda mais em tempos de crise em que a mulherada precisa refletir da necessidade de consumo mesmo 🙂 mas já que estamos falando de compras (não resisto) que tal um post sobre casacos pesados e que esquentem mesmo pro inverno aqui do Sul do Brasil? Estão muito caros 🙁

  30. #51
    Angela
    21.06.2016 - 21:02

    Post perfeito! Vou imprimir e colar na porta do guarda-roupa…hahahaha

  31. #52
    Liza
    21.06.2016 - 21:42

    A roupa está apertando, MAS VOU EMAGRECER – Cony! hahaha eu ri dessa viu, 1ª vez q fui nos USA usava, lá, 10 ou 12, fiz o q? comprei 2 malas de roupa número 6, provava no número certo e pegava o 6 kkkkk imagina qdo voltei pro Brasil, só na Levi’s comprei 8, e agora? emagreci e até hj o q ainda existe me serve e muita coisa tive q doar, deveria ter pego 4 rs… só eu viu, loucura do dólar a menos de 2 reais… nunca mais engordei. Mas hj com o dólar como esta ñ faria isso.

    Um erro q eu continuo fazendo, ñ resisto é comprar um de cada cor, pq hj só compro se gosto mesmo, se vai me fazer feliz, nunca compro na primeira vez q vejo, então se depois de tanta análise eu resolvo comprar pego um de cada cor :/

  32. #53
    Sylvia
    21.06.2016 - 22:01

    Adorei as dicas,o difícil é por em prática!!!!Vc está sabendo da nova Zara e Zara Home em BH? Será no Boulevard!!!

    • #54
      Chris
      22.06.2016 - 08:27

      Jura??? Amei!!!! Mais uma Zara em BH!!!!
      Agora só falta a Sephora,né?! Queria tanto essa loja por aqui …..

    • #55
      Milena
      22.06.2016 - 08:44

      Mentiraaaaaaa! Tava doida pra saber quais lojas entrariam lá, já que tem várias fechadas!
      Amei a novidade! :*

  33. #56
    Ana Carolina
    22.06.2016 - 08:13

    Esse lance de provar a roupa é interessante. Já viu roupas caras na vitrine, mas amei e queria muito. Entrei na loja pra provar e ficou uóóó, feia, terrível. Saí da loja feliz e saltitante. Se não tivesse provado, passaria dias achando que era a peça perfeita e choramingando por não pode pagar.

  34. #57
    Carine
    22.06.2016 - 08:14

    Eu não tenho opção, preciso ir na costureira sempreeee! Meço 1,52, se for comprar algo que não precise de ajuste vou andar sempre de bermuda(morando no RS não da né), as calças são feitas para mulheres que medem acima de 1,65.

  35. #58
    Ana Carolina
    22.06.2016 - 08:17

    A Karla está certa, deveríamos avaliar todos os detalhes. Gastaríamos menos, teríamos menos roupas paradas no guarda-roupas e estaríamos treinando a sustentabilidade. Não sou como ela, mas gostaria de ser. Melhorei muito com os anos, mas ainda tenho muito pra aprender.

  36. #59
    Camila
    22.06.2016 - 08:36

    Zara e Zara Home no Boulevard, pertinho da minha casaa? Não posso acreditar!!!!!!!!!!!!!

  37. #60
    elisangela
    22.06.2016 - 08:43

    Adroreiiiii as dicas ..
    É desse jeito mesmo….achamos muitos motivos pra levar ..o que não vamos usar..

  38. #61
    Vanessa
    22.06.2016 - 09:53

    Cony,

    Ótimas dicas.

    Tem uma dica do meu pai:

    Não pergunte se a roupa ficou boa pra vendedora, elas mentem muito. Cuidado também com opinião da mãe, amigas, namorados, etc. Não são eles que vão usar.

  39. #62
    Paty Matos
    22.06.2016 - 10:08

    Excelente Post!
    Você nos ensina a montar os melhores looks, a fazer as melhores compras, a fazer escolhas inteligentes e evitar cair em ciladas consumistas…É muito amor pelo Fufu.

  40. #63
    Amanda
    22.06.2016 - 11:20

    Cony, amei as dicas! Eu sou muito consumista, mas tenho procurado focar no que está faltando no armário e isso o tornou muito mais versátil. Eu era a rainha de comprar uma calça estampada ou de cores fortes e não ter uma blusa branca básica para colocar! Hoje isso já mudou e fico feliz de conseguir coordenar pelo menos a maioria das coisas! rs
    Uma dica que me ajudou muito tbm, acho que já comentaram acima, foi pensar em pelo menos três combinações diferentes com as coisas que tenho. Se é uma calça, pensava em três blusas/ camisas do meu armário, e assim vai. Claro que ainda compro coisas que só combino com calça branca/ preta mas o todo já melhorou bastante! kkkkkk
    Beijão!

  41. #64
    Maria Celia
    22.06.2016 - 14:28

    Bem interessante ….bom para refletir. Eu cometo vários erros destes ( camisetas brancas e cinzas com ou sem mangas longas compro aos montes inclusive sem experimentar ) mas o mais grave é este: vou à Europa uma vez ao ano e compro quase tudo o que gosto porque: ” quando é que vou voltar? não posso me arrepender por não ter comprado pois o Brasil fica muito longe daqui!”

  42. #65
    Alessandra
    22.06.2016 - 15:42

    Precisava ler isso.
    Queria tanto saber fazer compra consciente. Já melhorei muito, mas ainda não cheguei lá.
    Sapato então… tem alguns com etiqueta há mais de 2 anos e nada de usar.
    Acabo, de vez em quando, me arrumando muito pra fazer tarefas triviais só pra tirar alguma peça do armário e depois fico fazendo as contas do que poderia converter esses gatos. Bate aquela culpa terrível.

    Ando convertendo, mentalmente, em viagens e isso tem ajudado a segurar a carteira na bolsa.

  43. #66
    SHEILA
    22.06.2016 - 18:41

    adorei as dicas,hoje em dia melhorei muito a minha forma de consumir graças as dicas do blog, se experimentei e me achei linda compro,está dando muito certo sempre que comprava algo na duvida chegava em casa e já batia o arrependimento no final acabava sempre voltando pra trocar.

  44. #67
    thereza gama
    22.06.2016 - 18:54

    toda troca é burra e consequência de compra por impulso:TATUEI kkkkkkkkkkkkkkkkk
    me identifico com vários erros acima e estou me policiando com a seguinte frase: vou usar onde essa roupa?
    sempre compro por impulso,me arrependo e acabo indo trocar.
    recentemente fiz uma troca 10 min após a compra,eu ainda na loja!sou impulsiva e sofro por isso.
    beijos doces

  45. #68
    Cris
    22.06.2016 - 21:49

    Meu problema (além de quase todos os listados haha) é a internet. Trabalho em casa, então o computador é a casa do capiroto rsrs. Sendo designer, eu de-ve-ria não me encantar com fotos bonitas de produtos, mas às vezes a promoção fala mais alto, penso em mil combinações com aquela peça e acabo comprando. Deu certo muitas vezes, mas houve muitas outras em que a expectativa x realidade foi frustrante e eu caio nessas de “depois levo pra costureira” ou “não gostei tanto assim mas vou ficar com ela”. Ainda por cima a gente vai ficando experiente e exigente com o tempo, e algumas peças acabam ficando encostadas com pouco ou nenhum uso. Já me arrependi muito de promoções do tipo “3 pares de tênis por R$150,00”, porque no fim não têm muita qualidade e fazem um baita volume no armário. Desculpe o comentário enorme, sou leitora das antigas e me identifiquei demais com esse post, porque fazer compras úteis, com sentido e não impulsivas tem sido um exercício e tanto! Agora, lendo os demais comentários (e eu me incluo nisso), é ver que por mais delícia que seja comprar, há muita gente descontando questões pessoais nas compras. Acho que isso valeria um post, Cony! 🙂
    Talvez eu concorde com um meme que diz: “R$200,00 em uma consulta com o psiquiatra? Vou continuar doida e ir ao shopping!” Hehehehe

  46. #69
    camille
    23.06.2016 - 07:11

    concordo com a Pri, já somos amigas desde há muito tempo!!!!Amei o post como sempre!!! na época da tentativa do retorno das mangas bufantes comprei um vestido para um possível casamento que nunca fui nem usei (2 erros, uma só compra) Bjs!!! e não deixa de tomar umas com a gente não!!!

  47. #70
    Vanessa Maria
    23.06.2016 - 09:04

    Sou dessas que apesar de gostar de uma peça espero ela entrar em liquidação ou pelo menos reduzir o preço para comprar. Isso por que já comprei muitas vezes assim que vi por que me apaixonei pela roupa e tipo uma semana depois a mesma estava bem mais barata ( passei raiva )…
    Quando realmente estou precisando do item ou gostei muito e sei que não pesará em meu orçamento eu compro mesmo e não me arrependo. Hoje posso dizer que tenho maturidade suficiente para não me deixar emocionar nas compras depois de muitas compras por impulso que já fiz…

  48. #71
    Nath
    24.06.2016 - 12:03

    Coisas que aprendi com a Cony:
    – Olhar o salto da sapato para ver se é do mesmo material
    – Olhar se a parte de trás da saia tem os mesmos detalhes/tecido da frente (faço isso até com as blusinhas)

    Agora para eu até que sou muito controlada, uma coisa que faço é pensar no custo/beneficio da peça: um casaco de 400 pode parecer caro, mas quantos invernos ele irá aguentar? Se for bom, vai durar e vou usar muitas vezes. Agora uma vestido que eu pague 100, mas acabe usando umas duas vezes no máximo, não vale a pena (100/2 = 50 por uso). Sim, sou da área de finanças…rsrsrs

  49. #72
    Eleonora
    24.06.2016 - 12:59

    Meu maior erro era rodar a loja inteira e comprar o que de mais bonito tinha naquela loja. O problema é que se a loja só tinha coisa feia eu levava a menos feia. Graaaaaaaaaaaande ideia! Resultado: parei de entrar em loja feia e tentar garimpar uma coisa legal, pq eu não sei fazer isso. hahahaha E hoje presto atenção em t-u-d-o que pode “enfeiar” uma roupa: botão, zíper, bolso, cós…
    Outra coisa que desanima muita gente, mas pra mim tem efeito contrário: fila grande de provador. Se eu não posso esperar 20 min na fila pra provar aquela peça, eu não quero ela de verdade. =)

  50. #73
    Paula
    27.06.2016 - 11:35

    Conyta, me identifiquei um TANTO com esse post! Hahahahaha 😀
    Tem um livro ótimo que se chama “Gaste com Estilo e Inteligência”. É um livro de finanças pessoais voltado para as mulheres e ele dá várias dicas sobre como e quando comprar. Uma das coisas que eu me lembro que ele falava (eu o li há um bom tempo), é que nunca devemos deixar para comprar uma roupa para alguma ocasião de última hora. Nós acabamos, na correria, correndo o risco de comprar algo com um preço não muito bom e que não amamos de verdade. Então precisamos de um certo planejamento para esses casos. 🙂 Dá uma lida nele, acho que você vai gostar! I love you and Fufu!!! 🙂 Beijos!!! Paula.

  51. #74
    Pam
    28.06.2016 - 01:02

    Menina Constanza não para de ser maravilhosa.

  52. #75
    Tatiana
    29.06.2016 - 13:44

    Se não vai usar venda pras amigas!!! ou melhor faz um brechó online tenho certeza que vc tem coisas incríveis.

  53. #76
    Raquel
    13.09.2016 - 17:52

    Faltou um item… Comprar uma peça linda, mas que não tem NADA que combine com aquela peça no seu armário. Já fiz isso muitas vezes.
    Hoje olho p peça e penso: com o que vou usar isso?
    Ou se não, já compro a peça que vai combinar na mesma loja. Rs…
    Bjs!!

Comente