17
Feb 2016
Nas Alturas – Machu Picchu Parte I
Dicas de Viagem

Vou começar dando a real: nunca na vida tive vontade de conhecer o Peru ou mesmo Machu Picchu. Achava legal aquelas ruínas, misteriosas e tal, mas vontade de ir mesmo, nunca tive. Daí que o meu namorado viu uma super promoção para lá e perguntou se eu não topava ir. Eu, que não recuso viagem, topei. Fomos.

Saímos de BH para SP e de SP para Lima. Em Lima fizemos a conexão para Cusco e lá é onde tudo começa, o ponto de partida para quem quer conhecer Machu Picchu. E é longe viu… De SP para Lima são cerca de 4 horas e meia e de Lima para Cusco mais uma hora. Fora o tempo das conexões, passamos quase um dia inteiro viajando.

Deixa contar como foi a distribuição dos dias: saímos sexta a tarde de BH, chegamos em Cusco sábado de manhã. Dormimos uma noite em Cusco, uma noite em Aguas Calientes (no pé de Machu Picchu) e depois mais duas noites em Cusco. Foi a conta do carnaval mesmo. Ah, e fomos com muito medo de ser uma furada pois nessa época chove MUITO, inclusive soubemos de casos de gente que ficou ilhada em Machu Picchu ou do aeroporto de Cusco ficar fechado por dias. Faz frio nesses meses, por incrível que pareça, a noite a temperatura era cerca de 8 graus e durante o dia chegava a 18. Tive que refazer minha mala as pressas um dia antes, pois so fui checar o clima em cima da hora. Ainda bem que deu tempo!

Nosso roteiro, para facilitar o entendimentos dos posts, ficou assim:

Dia 1

  • Check in no hotel Best Western de manhã
  • Compra do ticket de Machu Picchu
  • Troca de dólares
  • Compra do Boleto Turísitico e do pacote dos passeios com agência
  • City tour
  • Jantar no Chicha

Dia 2

  • Passeio para Valle Sagrado saindo de Cusco as 8 da manhã
  • Pegar o trem em Ollantaytambo para Águas Calientes (trem às 19h de Ollanta)
  • Passar a noite em Águas Calientes no Hotel Waman

Dia 3

  • Subir Machu Picchu as 5:30 da manhã
  • Pegar o trem de volta para Cusco às 16:22
  • Check In no hotel Quintas de San Blas

Dia 4

  • Passeio para Maras Moray
  • Passear em Cusco

Dia 5

  • Volta para o Brasil

Vamos para a chegada em Cusco: escolhemos o hotel Best Western pois tinha um preço ótimo e parecia bem localizado mas… a localização era mais que perfeita! Pertinho da Plaza de Armas (a praça principal de Cusco) e em frente está a agencia que vende os ingress para Machu Picchu e também várias agências de turismo que vendem os passeios mais tradicionais. Na rua muita gente oferece os passeios (Valle Sagrado, Maras Morais, Chinchinero) mas o bom mesmo é ir de agencia, mais seguro e mais garantido. Não recomendo comprar passeios na rua. E eles vão insistir hein!

resize_IMG_0166 resize_IMG_0167

Plaza de Armas, Cusco

Voltemos ao hotel novamente. Além da localização MARA, no hall do hotel tinha sempre uma garrafa de água quente e folhinhas de coca para os hóspedes. Cusco fica a cerca de 3400 metros de altitude e é comum o mal de altura, ou como eles chamam, o Soroche. Logo que fizemos o check in nos aconselharam a tomar um chazinho. Também aconselharam a não comer nada pesado no primeiro dia e pegar leve nas atividades.

421988_161_z

hotel-best-western-los-andes-de-am-a-rica-lobby-casona-colonial-4.jpg.950x537_default

(Foto: Reprodução. Esqueci de tirar foto do hotel. Os quartos são grandes e o chuveiro ótimooo!)

resize_IMG_0247

Chá de coca

Para ir para Machu Picchu já tinhamos comprado a passagem de trem para Aguas Calientes pela internet (falarei sobre isso mais pra frente) e bookado uma noite de hotel lá, mas ainda não tinhamos o ticket. Pelo site oficial dá para ver quantos tickets tem disponível, já que eles liberam 2500 visitantes por dia. Como estava ok, deixamos para comprar lá em Cusco mesmo e foi bem simples e rápido. O valor é de 128 soles (uns 40 dólares) e você tem que informar o dia exato que vai. Nesse momento você escolhe se vai apenas para Machu Picchu ou se também vai enfrentar Wayna Picchu, uma montanha que fica em frente a Machu mas que só sobem 400 pessoas por dia e em dois grupos de 200, com horário agendado. A subida é super íngreme, coisa de 90 graus, muitos degraus e muito fôlego. Como exigia um pouco de experiência e soube que tem muitos acidentes (não tem muita segurança e os degraus, de cerca de 8 centímetros, forçam a descida de ladinho), preferimos comprar só Machu Picchu mesmo.

Bom, comprado o ticket da nossa atração especial, passamos em uma agência em frente ao hotel, a Amadeus para saber dos valores dos passeios. Tínhamos interesse no City Tour, Valle Sagrado, Maras Moray e Chichinero. Comprando todos esses tinha um desconto bacana e optamos ir em grupo que é mais econômico porque né, isso de fazer as coisas em dólar não tá fácil não.

Os passeios ficaram por 120 soles (todos eles) e o preço das outras agências estava bem parecido. Optamos pela Amadeus pois o atendimento foi bom e numa parada do Valle Sagrado, o almoco estava incluído num restaurant que, pelas fotos, parecia bem bom. Tambem falarei sobre isso mais adiante.

Bom, momento de trocar dim dim. Existem varias casas de câmbio por la, mas fomos numa que parecia melhorzinha, na Av. Del Sol, uma das principais de Cusco. O valor de 1 dólar estava 3,48 soles. Sim, o sol peruano vale mais que o Real. Aconselho a trocar os dolares em Cusco pois nas cidades ao redor e quanto mais perto de Machu Picchu, menos eles pagam.

Na mesma Avenida, na Municipalidad de Cusco (Prefeitura) compramos o Boleto Turístico. Não é barato (custa 130 soles) mas com ele você pode entrar em várias atrações e sítios arqueológico, inclusive algumas que o City Tour inclui. Achei bom comprar esse boleto pois você não precisa ficar comprando os ingressos separados em cada canto que for, com ele dá pra fazer muita coisa. Esse boleto dura por 10 dias.

btci

Boleto Turístico. Guarde com carinho, você vai precisar dele várias vezes durante a viagem.

Na hora do almoco fomos tomar uma sopinha, bem leve, já que estavamos sentindo um pouco de falta de ar rsrs. Sim, o ar lá é pesado, tem que puxar muito pra entrar oxigênio. Vendem uns comprimidinhos que se chamam Sorojchi Pills. Custam cerca de 20 dólares mas achei desnecessário comprar já que é um analgésico comum e a fórmula contém cafeína, ácido acetilsalicílico e salófeno. Achamos que o chá de coca deu bem conta do recado. Você pode mascar a folha também ou chupar balinha de coca, mas esta última acho que é mais psicológico do que faz efeito de verdade.

resize_IMG_0278

Almoço super leve no primeiro dia! Sopinha de frango 🙂

Logo depois do almoço, encontramos o grupo do City Tour na Catedral da Plaza de Armas e ficamos a tarde toda passeando nos lugares turisticos de Cusco. O city tour durou cerca de 4 horas, começou na CatedralQorikancha (o Templo do Sol), Sacsayhuaman (ou como eles chamam, brincando claro, Sexy Woman), Q’enqo, Tambomachay e Pukapukara.

resize_IMG_0286

Catedral de Cusco

resize_IMG_0292 resize_IMG_0297

resize_IMG_0296

Templo do Sol (Qorikancha) e onde ouvimos falar pela primeira vez na Pacha Mama, que é a deidade MÁXIMA dos Andes peruano. Eles veneravam a mãe terra e assim a chamavam!

resize_IMG_0298 resize_IMG_0304

Templo do Sol

resize_IMG_0312

resize_IMG_0306

Templo do Sol

resize_IMG_0323

Tambomachay, a 3800 metros de altitude! O ônibus deixa a gente num ponto e temos que subir mais um pouco a pé. Quase MORRI rs. Esse templo era dedicado às águas e dizem que beber água desse templo dá juventude e fertilidade. Antes o povo ficava doido bebendo água, daí cercaram o local. Agora só pode olhar rs.

resize_IMG_0342

Sacsayhuaman, MEGA interessante e misterioso! Foi o maior templo Inca de Cusco e também capital do Império. Os muros foram feitos de pedras ENORMES, perfeitamente ENCAIXADAS uma nas outras. Aham, apenas encaixadas, não usavam nada para ¨colar¨ as pedras! E o encaixe é perfeito. Chega a ser assustador e incompreensível entender como conseguiram carregar pedras tão enormes e fazer esses muros apenas no encaixe delas. 

resize_IMG_0326

resize_IMG_0330

Cusco vista do alto. Mais alto ainda rs. Ah, o guia foi em espanhol mas demos sorte que ele falava devagar e dava para entender bem. Ou seja, eu entendia bem porque sei espanhol né mas o meu namorado entendeu bem também.

À noite, fomos jantar no restaurante mais indicado da cidade, o Chicha, do famoso chef peruano Gaston Acurio. Fizemos a reserva antes de partir pro City Tour e quando chegamos estava tudo ok. Acho bom reservar pois o restaurant LOTA. A comida é realmente muito boa. Pedimos um ceviche de entrada (pedimos com pouca pimenta mas parece que o pouca pimenta deles é a muita pimenta nossa rs), o Rafa pediu um cordeiro e eu um prato típico peruano e que me apaixonei, lomo saltado.

resize_IMG_0724 resize_IMG_0721 resize_IMG_0725 resize_IMG_0729

O lomo saltado é um picadinho de carne de boi, com cebola roxa, pimentão, batatas, arroz e ovo frito. DELÍCIA! O jantar não ficou muito caro, coisa de 200 soles (uns 24o reais) sendo uma entrada, dois pratos principais e dois pisco sour.

Tomamos uns pisco sour e voltamos pro hotel. Para ser o primeiro dia a 3400 metros de altitude, tinhamos exagerado.

Ah, para os passeios em geral, aconselho levar na bolsa gel higienizador de mãos, papel higiênico, bateria extra pro celular, balas (ou folhas) de coca, capa de chuva, barrinha de cereal ou alguma fruta no caso de sentir fome, água e blusa de frio. Troque dinheiro assim que chegar em Cusco e evite tentar trocar no caminho ou comprar em dólares já que a cotação fica bem desfavorável!

resize_IMG_0253

Menininha na porta da catedral fazendo graça com uma lhama bebê. A cada foto, uma ¨propinita¨. Ai de você se não der gorjeta ou se der pouco… elas reclamam muito rs. Com dois soles por foto elas ficam tranquilas, então tenha sempre troco!

  • Assim foi nosso primeiro dia. No segundo dia fizemos Valle Sagrado e pegamos o trem para Águas Calientes. Assunto para o próximo post!
54 Comentários
  1. #1
    Priscila
    17.02.2016 - 12:55

    Coni o jantar ficou 24 ou 240,00? Fiquei sem entender 😐
    Adorei o post, aguardo a segunda parte.
    Beijos

    • #2
      Constanza
      17.02.2016 - 14:39

      240!

  2. #3
    Lu
    17.02.2016 - 13:57

    Essa viagem foi uma das minhas favoritas! Subi Wayna Picchu e não achei assim tão perigoso, não. É cansativo, mas pra quem gosta de um trekking vale muito, muito a pena.

  3. #4
    Pri
    17.02.2016 - 14:10

    Cony, vc falou um tempo atrás no snap sobre um barzinho descolado em BH.. esqueci o nome e como vou pra lá queria saber pra poder conhecer…
    obrigada

    • #5
      Constanza
      17.02.2016 - 14:36

      Bombshell!

  4. #6
    Cibele Porto
    17.02.2016 - 14:13

    Adoro posts detalhados sobre viagem. Sei que dão trabalho, mas são super úteis. Acho o máximo quando vamos para um destino sem grandes expectativas e acabamos nos surpreendendo…

    Mais uma vez, parabéns pela viagem Cony!!!

  5. #7
    Mariana
    17.02.2016 - 14:22

    Conny como você foi de Cuzco à Macchu Picchu? Pelos sites que procurei eles passam 2 alternativas: ir direto de cuzco à Aguas Calientes de trem, ou ônibus até Ollanta e de Ollanta à àguas Calientes de trem.
    Você chegou a pesquisar qual dos dois vale mais a pena?
    Quero marcar uma viagem, mas estou na dúvida sobre qual escolher…
    Bjs

    • #8
      Constanza
      17.02.2016 - 14:36

      Pegamos o tour pro Valle Sagrado e ficamos em Ollanta e de lá pegamos o trem. No próximo post explicarei tudo direitinho!

    • #9
      Isa SV
      17.02.2016 - 16:10

      Mariana, se estiver pensando em economizar, fica mais barato ir de bus até Ollanta e de lá pegar o trem para Aguas Calientes. O trem que sai de Cuzco é da PeruRail, a viagem dura umas 4, 5h e é bem mais caro do que o trem que sai de Ollanta que é da IncaRail. Eu já usei as duas alternativas mas gostei muito mais quando fui para Ollanta! 😉

  6. #10
    daniela borghi
    17.02.2016 - 14:42

    Q delícia…amo os posts de viagem!! a gente viaja junto!!

  7. #11
    Camilla
    17.02.2016 - 15:06

    Nossa, tudo lindo! Nunca tinha pensado em conhecer o Peru e bateu uma super vontade agora!

    Essas obras de engenharia ancestrais faz a gente pensar que existe uma magia por trás de tudo, né?

  8. #12
    Adriana
    17.02.2016 - 15:13

    Constanza, estou indo em março para o Cusco, vc sabe se dá pra levar reais em espécie para tentar trocar por soles nas casas de câmbio? E vc sabe se tem daqueles caixas eletrônicos que fazem saques com cartão de débito dos bancos daqui do Brasil?
    Desde já agradeço pela atenção.
    Bjos

    • #13
      Isa SV
      19.02.2016 - 09:54

      Adriana, desculpe a intromissão! Mas respondendo a sua pergunta: sim, pode trocar de real soles mas desvaloriza muito! Recomendo muito que leve dolares. Sobre caixa eletrônico para sacar com os cartões de bancos daqui do Brasil, não vi… Mas tem caixas que aceitam cartões pre pagos, tipo da confidence. Vc abastece ele com dólar aqui no brasil e saca lá em soles, mas as taxas são muito altas!! Creio que a melhor opção mesmo é levar dolar! 😉 Espero ter ajudado!

      • #14
        Adriana
        24.02.2016 - 11:24

        Isa, muito obrigada pela ajuda!

  9. #15
    17.02.2016 - 15:59

    Amei o post e as fotos!!! E essas comidas me deixaram com água na boca!!!

    Tenho um blog sobre emagrecimento, perdi 25 quilos depois de um pé na bunda e de perder o emprego, uma mudança radical na minha vida, sem remédio, sem dietas radicais, quem quiser visitar é http://www.marilianaopodeparar.wordpress.com

  10. #16
    Luiza
    17.02.2016 - 16:13

    Adorei, Cony! Quero muito fazer essa viagem e o roteiro vai ajudar muito! Só tive a sensação que vocês ficaram poucos dias. Achou suficiente ou ficaria mais? Bjs! Adoro o blog 🙂

    • #17
      Constanza
      17.02.2016 - 20:56

      Ficamos só o feriado do carnaval! Um dia a mais seria o ideal!

  11. #18
    Isa SV
    17.02.2016 - 16:13

    Eu amo Peru! Fiz a trilha inca de 5 dias e foi mesmo a realização de um sonho conhecer MaPi. E a subida de Wayna nem é tão perigosa não, Cony… da próxima vez não deixe de ir pq vale muito a pena, de verdade! Minhas fotos mais lindas foram lá de cima! E eu AMEI a comida! Tbm comi muito lomo saltado e sopa de Quinoa 🙂

  12. #19
    17.02.2016 - 16:51

    Muito obrigada por ser tão detalhista, inclusive sem ficar de mimimi sobre quanto gastou. Minha irmã vai em junho e vou repassar tudo pra ela!
    Beijos

  13. #20
    Karly
    17.02.2016 - 17:06

    Oi Cony! Sempre leio o blog. Ano passado fiz essa viagem com meu namorado. Pra nós, foi mágico. Só acrescentaria uma dicazinha para os passeios: Filtro solar, minha gente! Muito! Eu, como não estou acostumada ao frio, que na minha terra nunca faz (moro em Rondônia!), tratei de me encapotar inteira, mas esqueci de filtro solar no colo e no pescoço. Resultado: Virei um tomate! hahahaha. Fora isso, super indico a viagem. Nós fomos de carro, pelo Acre! Super tranquilo e uma paisagem linda! Em outubro, chegamos a pegar -2ºC! Em terras de 38ºC muuuito úmidos sempre, isso é o paraíso! Acreditem!

  14. #21
    Marcela
    17.02.2016 - 17:09

    Vou pra lá em Maio, to a-m-a-n-d-o as dicas!

  15. #22
    Maria saleti
    17.02.2016 - 17:27

    Adoro os teus posts sobre viagens, quando fui pro Chile segui teus conselhos e deu tudo certo. Obrigada!!!

  16. #23
    Paula
    17.02.2016 - 17:49

    Em 2013 fiquei 15 dias no Peru, e em Machu picchu aproveitei P subir Wayna Picchu. É puxado sim, e perigoso, mas vale a pena demais, a vista lá de cima é incrível, vc se sente o dono do mundo rsrss. Cony, eu tive soroche e tomei uma sopinha com franguinho idêntica à sua foto! Só n lembro o nome do restaurante.

  17. #24
    Pri
    17.02.2016 - 18:53

    Guardarei esses posts sobre Macchu Picchu com carinho para as férias! Obrigada, bjos.

  18. #25
    Liza
    17.02.2016 - 19:01

    Peru é lindo demais, o norte é muito lindo tb e a cidade de Arequipa é mais linda ainda, pra mim na América do Sul o Peru só perde para o Chile… só me falta conhecer a Colombia e a Venezuela… a América do Sul vale a pena ser conhecida.

  19. #26
    Ju
    17.02.2016 - 19:20

    Também estou pensando em fazer Machu Picchu no feriado de 15 de novembro, minha duvida é se é pouco tempo p conhecer, mas pelo jeito não.. vou continuar acompnhando aqui pra saber tudo!
    Ahh, você disse que conseguiu promoção nas passagens, pode dizer quanto foi cada? E qual sites vc recomenda p acompanhar as promos!

    Beijos,
    Nunca comento, mas tô sempre por aqui hahahahaha 😉

  20. #27
    17.02.2016 - 22:50

    Eu até dei um gritinho em casa sozinha qnd vi uma foto sua em Machu Picchu!!! Amei o Peru – conheci no ano passado! Ainda não terminei, mas estou escrevendo sobre lá no meu blog de viagens: http://www.taindopraonde.com.br/search/label/Peru.

  21. #28
    Marcela
    17.02.2016 - 23:12

    Maravilha de posts! Extremamente útil porque está tudo bem detalhado. Parabéns!

  22. #29
    Dani Depi
    18.02.2016 - 10:58

    [comentário off]

    Acho que seu namorado combina tanto com você, Cony 🙂

    • #30
      Constanza
      19.02.2016 - 17:03

      hhahahahaha que bom né?

      • #31
        Dani Depi
        21.02.2016 - 10:45

        Muito feliz por vc!!! 😀 :* <3
        De verdade… vc merece!

  23. #32
    Jéssica Diane
    18.02.2016 - 11:04

    Que lugar lindo…quero ir um dia! Beijos

  24. #33
    Natália Albino
    18.02.2016 - 11:05

    Cony, você está mais linda do que nunca!!! Adoro todo o conteúdo daqui. parabéns !!!

  25. #34
    Francisca Gonçalves
    18.02.2016 - 11:20

    Nossa Cony vc é bem detalhista e explica tudo perfeitamente Adoro!!!
    Nunca tive vontade de ir, mas vou rever meus conceitos. Parabéns pelo blog, como sempre tá demais. bjos

  26. #35
    Márcia
    18.02.2016 - 11:42

    Adorei o post, super detalhado, muito útil. Deu uma vontade de conhecer o Peru. Bjusss

  27. #36
    dani
    18.02.2016 - 12:39

    cony!
    me conta sobre esse city tour. É tipo aqueles que vc vai dentro de um onibs/van e eles vao falando sobre os lugares que vc vai passando mas vc n desce do veiculo?? ou vcs davam uma paradinha em cada lugar para visitar, tirar umas fotos…??

    • #37
      Constanza
      19.02.2016 - 17:02

      Desce sim!

  28. #38
    Natalia
    18.02.2016 - 12:42

    Amo seus posts sobre viagem! Eles são sempre tão detalhistas e cheios de dicas boas! Esse ano como meu plano são férias na América do Sul (obrigada, dólar a 4,20) tô relendo tudo que você já escreveu sobre Chile, que eu morro de vontade de conhecer, e agora ainda tenho como comparar com o Peru. 🙂
    Ah, eu AMEI seus óculos, mas não consegui ter certeza do modelo? É um wayfarer?
    beijo

  29. #39
    Sabrina
    18.02.2016 - 12:57

    Sou suspeita pra comentar pq, além de ter sido minha primeira viagem internacional, comecei a namorar meu marido eu Cusco (que foi na viagem como meu amigo e voltou namorado rs). Mas foi uma viagem super curta, eu tinha congresso em Lima, então ficamos só o fds entre Cusco e Machu Picchu. Agora quero voltar pra fazer os passeios que saem de Cusco, por isto estes seus posts serão muito úteis, além de me fazer reviver um momento tão inesquecível. Obrigada, Cony! <3

  30. #40
    regina
    18.02.2016 - 13:34

    Oi Cony! estava esperando ansiosa por esse post! estou pensando em ir em junho agora para lá… estou pesquisando passagens, valores, etc…
    vc poderia, se vc não se incomodar (claro), em me passar uma estimativa de valores que vcs gastaram a viagem toda?
    muito obrigada!

  31. #41
    Bruna Costa
    18.02.2016 - 14:46

    Cony,
    E vc curtiu? Nao te senti tão empolgada como em outras viagens

    • #42
      Constanza
      19.02.2016 - 17:01

      AMEI!

  32. #43
    Gisele
    19.02.2016 - 07:47

    Cony to amando os detalhes! Eu vou passar 4 dias la + 4 dias em Lima, em março. Levarei meus dois filhos (2 e 4 anos) e eles estao super animados com a aventura!!! Alguma dica especifica pras criancas? Bjocas e ja ansiosa pela continuacao!!!

    • #44
      Constanza
      19.02.2016 - 17:00

      Menina, se eu fosse vc não levaria crianças nao… alias, nem vi crianças la. Tem que andar MUITO e é bem dificil de respirar!

      • #45
        Gisele
        19.02.2016 - 18:06

        Ih, tem jeito não! Onde eu vou, eles vao juntinhos!!! Prometo que depois da viagem volto aqui pra contar as cenas dos próximos capítulos! Os perrengues e as vitórias!

  33. #46
    Nícia
    19.02.2016 - 14:46

    Estive lá ano passado e não consegui comprar em nenhuma cidade soro para nariz (aqueles de criança mesmo). Lá não existe! Passei o maior sufoco pq o ar é muito poluído (carros muito velhos sem catalizador) e sou alérgica. Então é melhor levar daqui, assim como os remédios que tem costume.

    • #47
      Constanza
      19.02.2016 - 16:53

      Existe sim! O Rafa comprou!

  34. #48
    Clara
    19.02.2016 - 15:19

    Preciso de uma lhama bebê na minha vida.

  35. #49
    Simone
    19.02.2016 - 15:40

    Olá, gostaria de saber se você comprou o pacote com a agência citada (amadeus) aqui no Brasil ou lá quando chegou? Sabe nome de outras agências confiáveis de lá? As do Brasil são MUITO caras!!!

    Obrigada!

  36. #50
    Pri
    20.02.2016 - 22:39

    Cony, lenço umedecido, esses de bebê, melhor coisa nessas aventuras! Até em hotéis onde não tem bidê nem ducha.

  37. #51
    Tassia
    01.03.2016 - 08:11

    Ola Cony!Obrigada pelas dicas de viagem. Voce tem ideia de quanto gastou no total da sua vaigem?

    • #52
      Constanza
      01.03.2016 - 11:26

      Tirando passagem e hotel, uns 500 dolares 🙂

  38. #53
    Ana Claudia
    21.04.2016 - 16:45

    Onde vc comprou os ingressos pra Machu Picchu? Alguma loja especial ou agência? Estou tendo dificuldades para comprar pela Internet e como a quantidade está ok, deixarei pra comprar em Cusco.

  39. #54
    Polly
    24.04.2016 - 16:14

    Oi, Cony!
    Primeiro, preciso dizer que amo seu blog e a sua linguagem. Me sinto sua amiga! 🙂
    e segundo, em julho vou fazer uma viagem a Machu Picchu e estou pegando TODAS as dicas daqui do Futilish. Será quase meu guia particular!
    Beijo! :*

Comente