08
Nov 2012
Brechó Sem Dor!
Publieditorial

Gente, vocês sabiam que a Advil tem uma websérie chamada Pensando Bem??? É muito divertida! São mini episódios super bem humorados com As Olívias que ajudam a aliviar as tensões do dia a dia.

Um dos capítulos mais legais, é o Brechó e a Neurose da Energia. Dá uma olhada.

Ri muito e realmente já pensei nisso, da roupa trazer a energia da dona anterior! Não só roupas, mas casas, carros, até namorados hahaha. Nada que um bom banho com sal grosso não resolva (todas colocando o bofe novo na banheira). Por outro lado, que bacana fazer achado em brechós heim? Confesso que há muitos anos não vou a um, geralmente o visual “poluído” com roupas dos mais diferentes tipos juntas e misturadas me assusta um pouco, mas adoraria saber de algumas diquinhas de como enfrentar esse tipo de loja!

Pensei na hora na Naiá, aquela moça que tem um blog ótimo com looks 100% garimpados em brechós, o Moda Possível! Já falei dela aqui, lembram? E ela gentilmente me passou alguns macetes para sair toda vitoriosa de um brechó.

  • A primeira e mais importante dica é ter paciência. Brechós são lugares bem diferentes das lojas e, por isso, tudo é bem mais barato. Existem dos mais chiques aos mais simples. O que ajuda é não julgar o local pela aparência ou falta de organização. Já fiz grandes achados em lugares que eram uma verdadeira bagunça e não aparentavam ter nada de interessante.
  • Vá com tempo para olhar tudo com calma. Se não encanar com a questão da energia das roupas, corra para o provador. É bom experimentar para não ter surpresas quando chegar em casa.
  • Fique de olho nas etiquetas. Não é difícil achar roupas e acessórios grifados nas lojas de segunda mão. Já encontrei bolsa Louis Vuitton, Victor Hugo, óculos Valentino e peças de marcas como Reinaldo Lourenço, Daslu, Maria Bonita Extra e tantas outras. Se gostar de tecidos mais sofisticados também pode encontrar nestes locais ótimas opções. É possível comprar camisas de seda por uma bagatela.
  • Antes de pagar, procure com atenção por manchas ou defeitos. Existe também o que chamo de “potencial” de cada peça. Um conserto, higienização ou costureira pode deixar a sua roupa como nova. Fique atenta porque nem todos os brechós aceitam cartões de crédito e débito e é bom levar uma quantia em dinheiro sempre que for garimpar 😉
  • Lembre-se que comprar em brechós é uma atitude sustentável e muito consciente. E tem coisa melhor do que sair por aí cheia de peças “novas” – pelo menos no seu armário – sem estourar seu orçamento?

Hummmm, entendi Naiá! Agora só falta eu descobrir alguns brechós bacanas para por em prática suas dicas!

  • E vocês?? São frequentadoras de brechós? Tem mais diquinhas para fazer uma compra certeira?
  • E assistam os demais capítulos da websérie Pensando Bem! Para não perder nenhuma atualização, curtam a Fan Page da Advil no Facebook!
63 Comentários
  1. #1
    Marcella
    08.11.2012 - 16:31

    Acho super bacana comprar em brechó! Mas vou lhe confessar que me falta coragem rsrs

    Bjiiiinhos;*

  2. #2
    Gabi
    08.11.2012 - 16:32

    Cony, na Savassi tem uns brechós lindos! Tem uns com decoração vintage, bem gracinha mesmo, e com roupas bacanas! Outro dia comprei um vestido da Daslu por 80 REAIS! Achadão kkk

  3. #3
    Bruna Cunha
    08.11.2012 - 16:34

    Legal!

  4. #4
    08.11.2012 - 16:40

    […] e a Neurose da Energia. Dá uma olhada. Ri muito e realmente já […] Leia diretamente na fonte: Futilish window.location = […]

  5. #5
    Loli
    08.11.2012 - 16:43

    Já comprei muito em brechó pela internet, mas por ter me decepcionado algumas vezes e tbm porque o preço não é tão diferente assim da peça nova, como deveria ser, parei. Prefiro comprar no Privalia e companhia uma roupa nova.

  6. #6
    Paolla
    08.11.2012 - 16:44

    Constanza, eu sou frenquentadora assídua, adoro! E olha q minha cidade é pequena, então é um pouco mais trbalhoso encontrar coisas legais. Mas vou te mandar umas fotos, tem muita coisa bacana.

  7. #7
    Fernanda
    08.11.2012 - 16:46

    Acho bem interessante comprar em brechó, além de ser bem mais econômico!
    Não sei de muitos bons em minha cidade, mas sempre dou uma passadinha em frente a um que tem aqui perto de casa, pra ver se algo da vitrine me fisga!!
    Confesso que roupas nunca comprei, até por preguiça de procurar, pelo cheiro de “coisas velhas e mofadas”, e porque algumas vezes fui atrás de jaquetas e camisas jeans e o que eu encontrava estava, tipo, 20 reais a menos que numa c&a e riachuelo da vida… acabava optando por dar uma passadinha na c&a e comprar uma novinha né.
    Mas outro dia fiz uma compra esperta, achei uma botinha, caninho baixo, meio estilo coturno, da arezzo, meu tamanho e tudo, por 39 reais!! Analisei ela todinha antes de passar o cartão e chegando em casa, limpei bem, passei álcool, e botei no uso =D

    Mas acredito que com tempo, e quando o preço não tá muito perto do das lojas de departamento, dá de fazer bons achados 😉
    Beeeijos

  8. #8
    Taís Rocha Velloso
    08.11.2012 - 16:47

    Adoro brechó, mas não vejo muitos em BH… Conheço dois aqui na Savassi; um na Contorno e outro na Tomé de Souza! Alguém sabe de mais algum pra indicar?

  9. #9
    Suellen Pinho
    08.11.2012 - 16:51

    Brechó… Eu curto mas não nego que é bem difícl achar coisas bacanas, tem que ter MUITA paciência.

    Dos poucos achados que realmente tive em brechó foi uma bolsa da kipling preta, essas de mão, maravilhosa para sair a noite, é pequena, discreta e cabe o mundo! Por 40 dilmas… pela qualidade valeu muito o preço, uso ela horrores.

    Realmente pra comprar em brechó esqueça cartão, o bom de dinheiro é que você pode negociar, sim sempre tem como conversar sobre preço nessas lojas. Também é bom perguntar sobre a procedência das roupas, um dos brechós que mais gosto sempre tem roupas de marcas e a dona cuida tão bem das roupas que você pode sair de lá usando!

    Ficar linda e pagar pouco é tudo de BÃO!!!!

  10. #10
    08.11.2012 - 16:56

    Acho super tentador, mas sempre tive essa coisa da energia do ex dono da peça, já cheguei a comprar pouquíssimas vezes, mas coincidentemente conhecia os donos e gostava deles. hahahaha
    Bjs!!!

    Maratona Cabelística e a Salvação da Pátria com Natura Ekos Andiroba
    http://coisaphynna.blogspot.com.br/2012/11/maratona-cabelistica.html

  11. #11
    Alessandra Caldeira
    08.11.2012 - 16:58

    adoooooro o blog da Naiá! ela super me inspirou pra comprar em brechó… se bem que aqui em sp, os brechós mais fáceis pra eu ir (de caminho) são os mais famosinhos e mega caros… a C&A ta tão barata que ta compensando mais hahahahaha

    meu melhor achado de brechó (um brechó de igreja) foi um trench coat azul bebê paguei 2 reais… eu disse 2 REAIS manoooo (a marca era United Colors of Benetton… acho que era esse o nome)

    minha dica é: vá em brechós de igreja… esses tem achados!

  12. #12
    Aline de Castro Alves
    08.11.2012 - 17:02

    Bacana, nunca comprei em brechó!!! Mas um dia ainda vou experimentar. Vc conhece algum bom pra indicar em BH, Constanza?
    Bjos

  13. #13
    luciana
    08.11.2012 - 17:05

    vou aproveitar o post pra deixar o link do blog que criei, que é um brechó virtual. já tive um tempos atrás, por uns dois anos, deu super certo, vendia peças que nao usava mais, trocava outras. mas daí a falta de tempo fez com que eu encerrasse o blog. mas essa semana, resolvi voltar para o mundo virtual dos brechós online! já comprei e troquei muitas peças de qualidade, mas claro que tem sempre o receio da peça nao ser o que aparenta na foto né!

    mas pra quem tiver curiosidade, façam uma visita. já têm algumas peças anunciadas, de marcas variadas. por exemplo, tem sapatilha e rasteira da arezzo, da coleção nova, usadas uma única vez, por um valor bem abaixo do que paguei. o blog é o seguinte:

    http://www.enjoeidoquecomprei.blogspot.com.br

    beijos!

    • #14
      luciana
      08.11.2012 - 17:10

      olha só a coincidência! fui ver o blog da naiá, e nao é que achei um look dela, usando uma rasteira que comprou no meu ex-blog??? era o Guarda Roupa da Lu! naia, eu to de volta!!!! rsrsrs o blog agora é o Enjoei do Que Comprei! me visita!!

      • #15
        08.11.2012 - 20:02

        ioahsioshs mega coincidência mesmo, Luciana! Pq AMO aquela rasteirinha que você me vendeu…e adoro suas peças! heheheeh que bom saber que voltou! beeeijo

    • #16
      luciana
      08.11.2012 - 17:24

      ai, olha q doida, passei o link errado…o correto é:

      http://www.blogenjoeidoquecomprei.blogspot.com.br

      beijos!

    • #17
      luciana
      08.11.2012 - 17:25

      esqueci de colocar a palavra blog na frente….o correto é:

      http://www.blogenjoeidoquecomprei.blogspot.com.br

      beijos!

  14. #18
    Briza
    08.11.2012 - 17:10

    E se ao invés de chamar de energia, a gente chamar de história? É uma roupa vivida, que já fez companhia pra alguém em um momento alegre ou quem sabe num momento triste. É uma roupa única portanto, ninguém pode ter uma exatamente igual a sua. Você tem a chance de continuar a história daquela peça, pense como ela deve estar se sentindo, ela fazia parte da vida de alguém, foi abandonada e agora está ali quietinha sozinha no cabide, doida para que alguém a descubra e queira levá-la para casa, devolvendo sentido a sua existência!
    (ah vai, dá pra fazer um vídeo bonitinho com uma historinha dessas…)

    • #19
      Renata
      08.11.2012 - 18:36

      Adorei a visão, Briza! E Contstanza, fiquei super, super feliz por um post desse em seu blog 🙂 Parabéns pela iniciativa! Gente, brechó é tudo de ótimo! Preços ótimos, reaproveitamento, possibilidade de ter peças de ótima qualidade… já fiz achados maravilhosos e você pega gosto pelo garimpo! Um passatempo ótimo e saudável, viu? hehe

    • #20
      Renata
      08.11.2012 - 18:36

      Adorei a visão, Briza! E Constanza, fiquei super, super feliz por um post desse em seu blog 🙂 Parabéns pela iniciativa! Gente, brechó é tudo de ótimo! Preços ótimos, reaproveitamento, possibilidade de ter peças de ótima qualidade… já fiz achados maravilhosos e você pega gosto pelo garimpo! Um passatempo ótimo e saudável, viu? hehe

    • #21
      Cecília
      08.11.2012 - 21:50

      Oi, Briza!
      Já existe mais que “um vídeo bonitinho com uma historinha dessas”…
      Lembrou-me muito o filme Toy Story, só que, nele, ao invés de roupas, são brinquedos…
      Tão lindo; chega a ser “poético”!
      Constanza,
      Também ri muito do vídeo, e “amei” como você “linkou” as coisas!
      Beijo.

  15. #22
    renata
    08.11.2012 - 17:30

    eu queria saber é se em BH tem brechó bom e realmente barato
    pq lembro uma vez q entrei na santíssima e era preço de loja de shopping
    por esse preço compro em shopping e sem carma e sem procurar mancha e etc

  16. #23
    Gabrielly Ferreira
    08.11.2012 - 17:53

    Adoro, mas confesso que só comprei umas 5 peças até hoje em algum. O melhor que eu fui foi o da festa junina da escola do meu irmão, o Santo Antônio, aqui em Brasília. tinha muita roupa da zara. Comprei uma blusinha de camurça com rebite que NINGUEM diz que é de brechó, uma bolsa de couro dessas de atravessar que eu vou encher de tachas e um cinto de couro bem escuro com uma fivelona com cara de antiga que fica lindo com saia longa. O preço que foi o melhor, 5, 3 e 5 reais respectivamente! Quando eu terminar a bolsa eu mando fotos 😀

  17. #24
    Briza
    08.11.2012 - 17:55

    Fiquei divagando e esqueci dos comentários práticos.

    Eu sempre comprei em bazar, brechó e tal. Acho que gosto mesmo é de roupa barata! Quando morava na França descobri uns ótimos e peguei gosto mesmo. Os de bairro ou então feirinhas eram os melhores!

    Engraçado que em Londres nenhum me encantou,e olha que os brechós londrinos são dos mais badalados. Mas era tudo demais, cheio demais, hype demais, quase sempre retrô demais e muitas vezes até caro demais. To falando disso porque sei que a Naiá tá morando em Londres agora e tenho certeza que ela vai conseguir descobrir uns endereços diferentes, menos brechozão e mais achadinhos bacanas. Adoro o estilo dela.

    Eu, Briza, gosto de brechó pela chance de achar peças de qualidade por um precinho-inho, peças diferentes das que a gente vê se repetir em todas as vitrines do shopping (tá muito padronizado né gente),estampas únicas e tecidos de qualidade (que também tá ficando raro). Já anotei o endereço de vários brechós famosinhos de BH, já passei em frente de alguns, ai mas eles me dão muita preguiça. São muito “ai gente olha como eu tenho cabelo curto, uso vestidinho com sapatinho boneca e chapéu” (ai gente, eu uso todas essas coisas, mas acho que deu pra entender o estilo típico que eu estou descrevendo).

    Um que eu gosto muito, já comprei muitas vezes, é a/o Euroblazer. Tem alguns endereços,mas o meu preferido era (porque tem tempo que não vou) na . É muito brechó de velha! Haha Sabe aqueles casacões sem forma e aquelas camisas florais masculinas gigantes??? Então! E isso na verdade é uma grande virtude, porque não atrai gente jovem, então os tesouros ficam escondidos lá no fundo das araras! Já comprei cada camisa linda, na faixa de 15 a 30 reais. E sobre o potencial de roupas que a Naiá citou,é verdade: lá também dá pra achar umas saias de vó facilmente reformáveis. Comprei uma plissada linda que cortei curtinha e tcharan, ficou um charme e uso até não poder mais. Me arrependo de não ter comprado várias do tipo. Também já comprei uma saia enorme de crepe só por causa da estampa maravilhosa, aí transformei (sorte de ter mãe costureira) em um vestido com a modelagem mais simples do mundo: largo, dois furos pro braço, um pra cabeça, põe um cinto por cima e de repente tá lindo!

    Agora chega que já escrevi demais, mas é que adoro o assunto! Larguem o preconceito!

    • #25
      Briza
      08.11.2012 - 19:14

      Eita comi uma parte. Tava falando da Euroblazer que fica na Tomé de Souza com Pernambuco. Mas já comprei em outras também.

  18. #26
    Karina Dantas
    08.11.2012 - 18:39

    Podíamos aproveitar o post e indicar brechós legais nas cidades Brasil afora né??? Alguém indica em Recife????

    • #27
      08.11.2012 - 20:00

      KArina, já ouviu falar no Brechó da Dona Quitinha, em Recife? hehe ja me falaram super bem dele! Bjs

      • #28
        Cecilia S
        09.11.2012 - 23:47

        Nossa, nunca soube de brecho em Recife que valesse a pena!!!!! Na minha proxima visita a minha terra natal eu vou com tudo nesse brecho! Adoro!!!!! Obrigada pela Dica Naia. Seu blog eh otimo!!!

  19. #29
    gabriella buzzi
    08.11.2012 - 19:11

    Ah eu tenho um blog brechó!
    Fiz um bazar sábado passado e um vai ser nesse aqui em BsB 🙂
    O blog estaá um pouco desfalcadinho devido aos bazares mas essa segunda já começo postar roupas da Zara.MBE, H&M, All Saints, Farm, Patachou, Zoomp, Forum, jeans da john john, maria filo etc…
    Para as pessoas que se interessarem:
    http://gabriellabuzzi.blogspot.com.br

    ;*

  20. #30
    Rejane/Betim
    08.11.2012 - 20:02

    Oi Cony!!!não tem nada a ver com a matéria,mas graças à vc me inspirei a fazer muay thai rsrsr vou fazer no Marcondes também,mas no horário 7:30 da manhã.
    Também quero ficar Diva como vc!!!!!!!!!!bjos

    • #31
      Constanza
      08.11.2012 - 20:11

      hahaha que bom! Vai fazer com o Leandro ne? Se prepara que ele é puxaaaaaaaado!

  21. #32
    Rejane/Betim
    08.11.2012 - 20:31

    Vou marcar a aula experimental para ver se aguento,vou continuar fazendo a musculação e spinning rsrsrs alguma coisa vai acontecer né? ou morro ou viro diva rsrsr bjos

  22. #33
    Ingrid
    08.11.2012 - 21:32

    Nossa, nunca me liguei nesse lance de energia… rs Deus é mais!
    Já comprei alguma coisas… mas o que me afasta mesmo é a bagunça e o cheiro!

  23. #34
    Ju
    08.11.2012 - 22:40

    Outra dica que eu acho legal é sempre reparar nos tecidos. Focar em tecido bom mesmo, seda, linho, algodao de verdade e talz. Poliester pra mim nao rola!!! Tem baratex em qualquer esquina.
    Gosto de procurar peças mais classicas e atemporais, terninho, camisas, saia lápis, calca de alfaiataria. Já achei um conjunto calca e terninho DIOR simplesmente incrível.
    Coisas de couro sao opçoes ótimas também – tenho saia lápis, calça, vestido, tudo por preços que nao chegam a um milesimo desses que a gente ve nas lojas.
    E se, puder, já chegar no brecho com um foco – preciso de tal ou tais peças e focar na busca por elas. Senao já viu né, começa a achar tudo bonito e barato e faz estrago no orçamento hahaha
    A moda é muito cíclica né, as coisas que estão no brechó podem ser de uma moda que acabou de voltar.
    Sou brecholenta MESMO!

    • #35
      09.11.2012 - 15:22

      Xará (rs),

      Concordo com você plenamente! O que vale procurar em brechós são peças com bons tecidos, cortes e modelagens. Comprei muita seda, linho e couro (de verdade) pelo preços que aqui são praticados para poliéster e poliuretano!

      Sapatos e bolsa, desde que não muito usados, também podem ser um grande achado!

      Tenho um brechó online também (http://www.aurevoirbrecho.wordpress.com) e às vezes coloco coisas no site do Enjoei.com.br

      Abraços!

  24. #36
    08.11.2012 - 22:53

    Eu adoro achados de brechó! Pra mim, lavou tá novo! Não acredito em energia dos outros na roupa! Tenho peças super legais garimpadas por aí. Bjs!

  25. #37
    Luciana
    08.11.2012 - 23:45

    Adorooo brechós, e já achei cada achado que se colocar aqui ninguem acreditaria!!

  26. #38
    Camila Alonso
    09.11.2012 - 00:35

    Fiquei mega feliz quando vi a Naia por aqui. Adoro o blog dela e graças a ela perdi meu preconceito. Sempre tem alguém que me pergunta se não acho estranho usar coisas de quem eu nem conheço. Bom, eu tenho uma teoria pra isso. Se for pra pegar energia ruim, zica ou alguma perebinha eu vou pegar até na loja. Sabe lá quem provou antes de mim. Nada que água, sabão e uma rezinha extra não resolvam.

    Eu acho os brechós de igreja os melhores, sempre tem coisa muito barata. Uma vez comprei uma blusa 100% seda da Le Lis Blanc por 5 reais \o/. Além do que acho mega divertido, apesar da bagunça. O último que visitei foi na Aparecida do Norte, que fica embaixo da igreja. Tem até vestido de noiva – lindos por sinal- nesse dia tinha uma mulher escolhendo o dela p/ casamento. Agora você imagina se ela acredita nessa coisa de energia, não ia querer comprar né. Enfim é isso. Bjs Cony e Naia

    • #39
      09.11.2012 - 10:51

      Camila, que coisa BOAAA vc falar que te ajudei a perder o preconceito. É o objetivo do blog e ler isso me deixa muito muito feliz. Obrigada! Concordo em gênero, número e grau com você na questão da energia. Acho que é uma coisa particular a pessoa não gostar de brechó mas acho pura besteira e sempre uso de exemplo o que você disse: não sabemos quantas pessoas experimentaram a roupa na loja e qual energia elas tinham. O mesmo vale pro brechó, lavou tá novo MESMO! hehehe =)
      Um comentário ali em cima falou uma coisa muito bacana: em vez de pensarmos na energia como uma coisa negativa, tentarmos pensar como a ‘história’ da roupa…por onde essa roupa passeou, como a pessoa foi feliz quando usava, como ela se sentiu bem com ela…enfim, achei muito válido e adorei pensar assim. Um beijao!

  27. #40
    Lívia
    09.11.2012 - 08:30

    Oi!!! Frequento o seu blog ha um tempinho porque estou com viagem marcada para Santiago em dezembro e fico até o começo de janeiro. Acho que li todos os posts sobre o lugar, mas tenho uma dúvida: qual melhor lugar para passar o ano novo em Santiago? Algumas pessoas vão para Viña del Mar, mas para falar a verdade não gosto muito de muvuca, prefiro um restaurante ou uma boate bacanas, com comida boa, gente bonita e um ambiente agradável (vou com meu namorado). A única pessoa que senti confiança para tirar essa dúvida foi você, rs. Gostaria muito da sua ajudinha. Obrigada e parabéns pelo blog… um dos poucos que visito! Beijsss

  28. #41
    Laura
    09.11.2012 - 09:33

    Eu já comprei em brechó e é aquela coisa, tem que ter paciência para procurar peças boas. E muitas vezes você encontra um vestido ou uma blusa que gosta e não é o seu tamanho, aí bate aquela frustração.
    Só que aqui onde moro não acho tão barato comprar em brechó, já vi em blogs pessoas comprando peça de 10 reais, 5 reais.
    E sapato eu não compro, além de vir com a energia da pessoa vai que vem com chulé também!

    Bj!

  29. #42
    Daniela Andreuni
    09.11.2012 - 09:43

    Conheço dois brechós aqui em BH, um é o Euroblazer da Av. Alvares Cabral, perto da trincheira com a Raja, como trabalho lá perto sempre entro e fico olhando, tem coisas ótimas por lá, já comprei várias camisas de seda por 30 reais, blazer coloridos. E na Alvares Cabral mesmo perto da Rua Santa Catarina tem outro uma portinha, mas esqueci o nome, é fácil de visualizar quando se passa na porta. Eu acho que tem muita coisa boa nesses brechos.
    Beijos Conny

  30. #43
    09.11.2012 - 09:45

    […] Futilish.com […]

  31. #44
    Isabella Felix
    09.11.2012 - 10:37

    Essa linda da Naiá abriu os meus olhos para o mundo dos brechós e agora eu sou uma verdadeira caçadora de achados, mudei de cidade a pouco tempo e já corri pra achar pelo menos um brechó bacaninha! Comprei quarta feita uma camisa Lenny na cor menta por 5 reis ou seja já sei que nesse brechó posso achar umas coisas legais! A dica que dou é perguntar o dia de chegada das mercadorias, geralmente quem costuma frequentar o brechó vai nesses dias e garimpa as melhores coisas então não fique para trás!

  32. #45
    09.11.2012 - 10:47

    Nem preciso dizer a felicidade que é estar no meu blog favorito do mundo, né? Parece até mentira. Não é ser puxa-saco, é que simplesmente o Futilish é minha inspiração em blogs. Pela transparência, pelo profissionalismo, pela energia boa e sem frescura. Admiro demais a Cony por ser tão bacana com suas leitoras e ser tão dedicada. Muito obrigada por ter me convidado pra fazer parte do post e por ser tão gentil comigo. Beijo enorme Cony!!!

    • #46
      Amanda
      09.11.2012 - 11:29

      Naia, gostei muito do seu blog.. Parabens! penso o mesmo que vc em relaçao aos Brechos… Sucesso na terra da rainha! bj bj
      Beijo Cony!

  33. #47
    Michele
    09.11.2012 - 10:48

    Meninas, vocês conhecem o Enjoei? É um site super sério e que tem muita coisa legal! Fica a dica:

    http://www.enjoei.com.br/

    Beijos!

  34. #48
    Carol
    09.11.2012 - 11:42

    Em SP sempre lembro desse pos da Lívia do Glamour Paraguaio, muito ilustrativo com vários endereços de brechós!
    http://glamourparaguaio.com.br/2009/06/utilidade-publica-brechos-que-eu-frequento-em-sao-paulo/

  35. #49
    Lydiane
    09.11.2012 - 11:56

    Puxa, nunca fui a um brechó…
    Alguém conhece algum aqui em Vitória/ES?!

  36. #50
    Nikki
    09.11.2012 - 13:16

    Adoro (bons) brechós! Nunca acreditei nesse negócio de energia, roupa é roupa e pronto. Lavou, tá novo!
    Aqui em Brasília tem um que eu adoro e até levo minhas clientes, é bem organizado, limpinho e tem uma seleção legal de roupas… Já achei até uma bota novíssima da miu miu por 200 reais.
    Acho que vale a pena vencer o preconceito!

  37. #51
    Ana Carolina Castro
    09.11.2012 - 13:35

    Toda vida fui a prima mais nova da família, então estou super acostumada a usar roupa usada desde muito nova. Agora, já crescidinha e com o mesmo corpo das primas, nem ganho muita coisa mais, mas garimpo em brechós sempre que possível. Comecei em um de uma entidade que ajuda animais e que eu ajudo (Grupo Hammã) e não parei mais. Já achei calça jeans boca de sino da M. Officer por 15,00, camisa goiaba linda por 10,00, blusa de cetim ma-ra-vi-lho-sa por bagatelinha, e por aí vai. Até já estive em um post do blog da Naiá! Dia desses fui também no brechó do Hospital do Câncer e achei uma sapatilha nude, com um medalhão dourado, super bem cuidadinha, por 5 dilmas! Só não frequento tanto brechós por falta de tempo mesmo, como a Naiá diz, tem que ter tempo e paciência! E sim, os beneficentes/de igreja são os melhores!
    Ah, moro em Goiânia e aqui tem bastante oferta.

  38. #52
    Flavinha
    09.11.2012 - 13:36

    Eu não gosto, tenho implicancia com roupa que foi usada, até mesmo roupa/ fantasia alugada…

  39. #53
    Andrea Mota
    09.11.2012 - 14:24

    Existe um brechó muito bom aqui em brasília que eu super recomendo. Eu não lembro o nome agora, mas fica na comercial da 315 SUL, ao lado de uma loja de roupas esportivas.
    Brechó super bem cuidado, a proprietária manda as roupas para uma lavanderia antes de expor, as peças são selecionadas antes de ir para expositor, e a loja nem tem cara de brechó de tão organizado (não é preconceito, só para ressaltar que brechó não precisa ser bagunçado).
    Comprei uma camisa branca trabalhada lindíssima, usei no meu aniversário e todo mundo ficou perguntando onde eu tinha comprado. Vale a pena tirar o preconceito e ser mais consciente quanto ao consumismo exagerado!!

  40. #54
    Arinalva
    09.11.2012 - 14:30

    Realmente nem todo mundo tem paciência para garimpar em brechó, acho que é válido conhecer brechós virtuais, ali você compra com conforto, preço baixo, encontra peças de grife e tem muitos produtos que são novos, sem uso.
    Eu tenho um brechó virtual, conheçam: http://www.brechodesapego.loja2.com.br

  41. #55
    09.11.2012 - 15:13

    Como eu sou da parte da customização eu AMO/ADORO brechos e bazares.
    Sempre faço inúmeras compras, você volta de sacola cheia, e de bolso cheio também, porque não se gasta muito.
    E quando se meche com customização você infelizmente erra as vezes então você não deve comprar uma peça de 80 reais e correr esse risco.
    Nem todos tem coisas realmente boas, gosto muito dos que são promovidos por igreja, ou beneficente, pois eles presam o lucro para ajudar, então eles cobram o que realmente vale.
    Boa sorte;

  42. #56
    09.11.2012 - 15:36

    cony, nada a ver com o post….mas conta pra gnt depois o que vc achou dos produtos cabelísticos que comprou! já conseguiu testar todos??

    beijos!

    http://www.blogenjoeidoquecomprei.blogspot.com.br

  43. #57
    Laura
    09.11.2012 - 16:01

    Conyyy, desculpa que nao tem a ver com o post mas queria saber se anda usando o seu Infiniti da Conair pra fazer cachos, se é bom, etc! Vi no Instagram q vc comprou faz um tempinho mas não mencionou nada! To querendo comprar um e queria saber! Agradeço demaaaais se me ajudar! Beijinho!

    • #58
      Constanza
      09.11.2012 - 16:21

      É muito ruim! Tenho q lembrar de fazer a resenha deles…

  44. #59
    09.11.2012 - 16:57

    Oi, Cony.

    Sempre acompanho o “Fufu” , só que nunca havia comentado. Mas, desta vez não tive como resistir. Tenho um Bazar virtual desde 2008 e já vendi bastante coisa e também já comprei em outros bazares (além de algumas troquinhas, é claro). Não acredito que as roupas tragam a energia do dono (sou do time do “lavou, tá novo”). Em relação aos bazares físicos, gosto daqueles em que você não sabe se a roupa é nova ou usada de tão arrumadinhos. Aqui no RJ tem alguns assim. bjs, Carol. (www.bazarcarol.blogspot.com)

  45. #60
    Cecilia S
    09.11.2012 - 23:51

    Cony, eu leio o blog extrapetite.com e a Jean compra bastante em brecho e ela faz alteracoes e as roupas ficam super lindas! Geralmente, saia lapis e blusas de seda. Ela ja deu ate dicas de como comprar em brecho, de como proceder com as roupas usadas. Ela sempre leva as pecas no dry clean para desinfetar hehehehe. Mas acha cada coisaaaaaa! Bom vale mais pelas dicas de como comprar e como alterar, ja que ela mora em Boston e os brechos daqui dos eua tem coisas absurdamente baratas.

    Da para encontrar bolsas, lencos de seda, cachecol, bijoux… Com limpeza propria sao otimos achados. Eu so tenho NOJO de comprar sapato, por causa de fungo, essas coisas de pe sujo… hahahaha

    Beijossssss AMOOOOOOOOOOO o Fufu!

  46. #61
    Malu B
    10.11.2012 - 13:38

    Eu amo brechó!!
    Moro em Campinas e faço vários achados ótimos, minhas últimas aquisições foram um vestido da Le lis Blanc por R$ 5, uma calça jeans da diesel por R$ 5, e um sapato da schutz por R$10.
    Pra ir em brechó você tem que se despir totalmente de preconceitos, tem que ter disposição e criatividade, mas vale muito a pena. Você monta looks inteiros por 10, 20 reais e sai linda por aí, matando todos de inveja!!! Hahaha

  47. #62
    10.11.2012 - 16:20

    Adoro brechó. Aqui no Rio, tem muita feira livre, como a do Lavradio ou o mercado das pulgas em Santa Tereza e sempre tem uma banca de roupas de brechó, acho que dá pra achar coisas super legais e mais baratas que alguns brechós, aliás acho que tem que tomar alguns cuidados, existem brechós que não valem muito a pena, tem um em Ipanema, que o povo surta com os preços.Mas é sempre legal!!!

  48. #63
    Zeli Silva
    11.11.2012 - 14:34

    Eu tbm amo comprar em brechó. Nem ligo pra esse lance de energia por que pra mim lavou ta novo! hahahha

    No facebook tem um tanto de “lojinhas brecho/bazar” com otimos preços. Tem os exageros, mas mais das meninas adoradoras da Farm. Entao se procurar bem vai achar coisa bem legal e baratinha. Tipo o meu.

    https://www.facebook.com/BazarDaZeli

Comente