25
Sep 2012
Dez Coisas Que Odeio Em: Shopping!
Becky Bloom Who?, Cotidiano

Quem me acompanha a mais tempo sabe que eu gosto de escrever algumas coisas sobre o cotidiano feminino. Já tem algumas na série “Dez Coisas Que Odeio Em…” e tenho outras aqui guardadas que não publico por… vergonha! hahaha Sério, as vezes leio, morro de rir de mim mesma, mas fico inibida de compartilhar meus pensamentos por aqui. Acontece que são situações que realmente fazem parte do nosso dia a dia e muitas vezes nem comentamos nada com ninguém, simplesmente deixamos passar já que estamos habituadas a tais acontecimentos. Mas como acho engraçado, vou vencer a timidez da minha escrita e dividir com vocês mais um texto dessa série.

A de hoje é sobre shopping! E eu, que sou amante desse templo de consumo, que sonho em ficar presa uma noite podendo pegar tudo o que quero (sonho isso desde criança kkkk), que é meu lugar para desestressar onde sempre saio feliz (porém mais pobre), consegui achar algumas coisas que eu ODEIO!

Com vocês… DEZ COISAS QUE ODEIO EM SHOPPING!

becky-bloom-shopping-mall

1 – Pessoa pensando, na hora de pagar (depois de enfrentar uma fila de meia hora) se vai dividir, se vai pagar com dinheiro, se vai no débito, se aceita cheque… Gzuisssss, teve a fila inteira pra pensar e fica na dúvida na hora H?

2 – Se não é a pessoa pensando como vai efetuar o pagamento é o caixa oferecendo o cartão da loja: Mas tem 10% de desconto nessa compra se fizer o cartão agora! Não, obrigada. Vamos aproveitar! Não, obrigada. É rapidinho! Não, obrigada. Tem certeza? Vai economizar R$ X! Não, obrigada. E por aí vai… Por isso eu já aprendi e digo sempre que já tenho o cartão mas quero usar outro. Fazeroquê.

3 – Continuo sem paciência com pessoas indecisas, tipo aquelas que saem da escada rolante e ficam pensando para que lado vão. E eu atrás, chegando minha vez de sair e sem saber como empurrar a pessoa, pior quando é idoso ou tem carrinho de bebê. Saia da escada rolante e dê espaço para quem vem atrás. Simples e educado.

4 – Essa me irrita, na verdade me deixa mais nervosa que tudo. Ao chegar no shopping, eu fico LOUCA se vejo muita gente com a sacola de alguma determinada loja. O que significa? Que tem alguma promoção muito boa, ou a coleção está linda e estão comprando tudo! Calma, espera eu chegaaaaaaaar! Ninguém compra mais nada até eu ver tudo! E quando é sacolinha da Zara? Meu estômago até revira.

becky-bloom-shopping-mall

5 – Sabe aquela blusa linda que você se apaixonou de cara, que é tudo o que você precisa, preço perfeito mas na arara só tem tamanho XS (e digamos que você é M)? E você vê uma moça com a blusa na mão, disfarçadamente (ou não) olha o tamanho e é o SEU? E para piorar não tem mais na loja? Começa o ritual da caça que consiste em seguir a pessoa por todos os cantos esperando que ela solte aquela peça. Existem 3 alternativas: a) a pessoa desiste e você voa na roupa sem discrição nenhuma e ainda solta um YESSSSS!, b) a pessoa vai para o caixa consumar o ato da compra e você fica de longe olhando a cena com os olhos cheios d’água pensando porque o mundo é tão injusto com os necessitados ou c) você chega perto dela, explica sua situação e espera que ela seja uma pessoa do bem, iluminada, um espírito altamente evoluído que vai te entender e ceder a roupa. E vou te contar… o mundo está em falta de seres evoluídos.

6 – Pronto, você achou o que estava procurando no shopping mas aí bate aquela dúvida: E se eu achar mais barato ou mais bonito em outra loja? A loja não reserva (morram) e então nesse momento você vira aquele ser obscuro, que olha para os lados, analisa o ambiente, repara nas pessoas e percebe um cantinho sem fluxo nenhum e resolve esconder lá seu achado para dar tempo de procurar mais no templo. Obviamente, nunca achamos nada melhor e voltamos correndo buscar o ouro no esconderijo secreto. Três alternativas novamente: a) seu tesouro está lá te esperando, você solta um suspiro de alívio e corre pagar; b)Algum vendedor estava de olho em você, pegou as peças e as deixou no lugar correspondente ou c) alguma sortuda fuçando sem querer se deparou com seu achado, era o tamanho dela e bye bye tesouro escondido. Eu sou ótima para achar esconderijos alheios rs, não me odeiem.

7 – Então você resolveu gastar aquela pequena fortuna naquela sandália-desejo. Vai até a loja e a vendedora toca a musiquinha da vitória, afinal: Que bom que você resolveu! É o último par no seu número!!! Nossa, você começa a pensar que deve ser a mesma sensação de ganhar na mega sena e sai com um sorriso de orelha a orelha pensando nos possíveis looks com o sapato e como vai ficar maravilhosa. Tudo seria perfeito se uma semana depois, quando você passa por acaso na frente da loja, vê sua sandália com 30% de desconto, em todas as numerações e uma cor mais linda que a sua (que já está usada). Triste, muy triste.

becky-bloom-shopping-mall

8 – O tal provador que só deixa entrar com pouquíssimas peças (tipo 9 rs) e você tem umas 20 para experimentar. Detesto ficar naquela de trocar as peças toda hora pelas que ficaram “gentilmente” te esperando com a mocinha do setor.

9 – Falando em provador, ta aí uma coisa que me orgulho. Sou dessas que experimenta super rápido e se gostei, saio, pago e me vou (ok, dou uma olhadinha final na loja antes de dizer adeus). Tem gente que leva uma camiseta de malha branca e fica 20 minutos se olhando, chama mãe, namorado, pai, filho, vendedor, ainda desfila e fica empatando a cabine que tem enorme fila de espera. Bom senso não faz mal…

10 – O dia que a gente está super apressada e só passou no shopping para pagar uma conta ou para comer alguma coisa rapidinho é o dia que ele está melhor! Cheio de novidades, lojas abastecidas, preços bons! Daí você volta depois com calma e… cadê?

E é assim que grande parte das mulheres se sente em relação ao shopping. E nem vou falar para comprar menos ou dar qualquer tipo de conselho anti-consumo porque né… quem sou eu. A única coisa que me atrevo a dizer é para tentar fazer compras inteligentes, aquela que independente do preço será super útil e você irá usar MUITO. Se for assim, tá liberado!

  • E vocês, tem algo que ODEIAM em shopping e não listei?

Para quem quiser ler os outros textos da série…