29
Jul 2016
Chora Que Eu Te Escuto!
Chora Que Eu Te Escuto

Falei que esta semana ainda teríamos Choras Choras né?

Caso o1 – Oprah

No finzinho do ano passado, conheci um rapazinho no Tinder. Nossa conversa rendeu pra caramba, e como eu sou meio carentona, logo me apaixonei. Eu era bem correspondida, ele gostava muito de mim sim, ficava óbvio. Nunca nos vimos porque ele mora em outro estado, estuda em período integral e enfim… já sabe. Eu já fui na cidade dele uma vez, mas ele não conseguiu me ver. Tivemos um relacionamento a distância, se é que podemos chamar algo que só se alimenta de whatsapp de relacionamento. Mas foi algo forte. Conversávamos até sobre formar uma famíia juntos.

Mas aí… há dois meses ele pediu o término. Eu protestei, me humilhei, fiz o possível pra ele mudar de ideia mas ele foi irredutível. Disse que não aguentava mais “namorar” a distância. O que eu fiz? Chorei por uns dias, fiquei malzona, mas logo decidi seguir em frente.

Lá fui eu baixar apps de paquera de novo. Logo no primeiro dia já achei um outro rapazinho com papo legal e fiquei conversando bastante com ele. Esse rapaz é da minha cidade. Trocamos whatsapp e dois dias depois marcamos nosso primeiro encontro. O que posso dizer sobre o encontro? Foi muito bom. Foi incrível. Senti tudo o que eu imaginava sentir com o outro rapaz que eu “namorava” a distância, e esse rapazinho novo é muito fofo. Extremamente fofo. Tudo o que eu sempre quis quando me imaginava em um relacionamento. A gente sai pela cidade toda, fazemos muita coisa legal e a amizade com ele bate forte. Tudo tá bem com ele, mas obviamente, eu ainda não deixei de gostar do outro cara 100%. Sentia falta dele e ficava na bad. Mas eu tentava seguir com esse segundo rapazinho, porque eu gostava dele um pouco e ele me faz feliz, sabe?

Masss… Porémm… Entretanto….

Adivinha quem voltou a me chamar dias atrás? O cara do relacionamento a distância. Ele disse que tinha ficado super arrependido, que sentiu muito a minha falta, que talvez vai vir morar na minha cidade daqui um tempo e quer que eu volte com ele e continue tendo um relacionamento a distância por enquanto, até ele vir pra cá definitivamente. 

O que eu fiz? Voltei com ele. Sim, super errado, eu sei. Eu sempre procurei ser certinha e justa e sei que tô errando com isso, porque tem o outro rapaz lá que eu tô me relacionando também. 

E é aí que tá o meu dilema, Cony: estou com os dois rapazes agora e não sei quem eu escolho ficar definitivamente. Sei que estou em uma situação muito errada, mas não consigo pensar direito. Não sei me decidir. Pelo amor de Deus, Cony, me dê uma luz! Eu não consigo conversar com ninguém sobre isso.

Pera pera pera, você está ¨namorando¨ com uma pessoa que NUNCA viu na vida? Trocou um de ¨verdade¨ por um virtual??? É isso mesmo? Tá me parecendo aquele filme Her… Se for isso mesmo, menina, desce daí. Para de voar e sonhar. Primeiro que você tá cheia de suposições e desculpas pro carinha que está apaixonada: ¨Eu era bem correspondida, ele gostava muito de mim sim, ficava óbvio.¨ Falar, até papagaio fala. Se era tão óbvio que ele gostava de você, porque nunca fez um esforço pra te encontrar? ¨Nunca nos vimos porque ele mora em outro estado, estuda em período integral e enfim… já sabe.¨ Já sabe o quê? Só vejo um grande descaso da parte dele. ¨Eu já fui na cidade dele uma vez, mas ele não conseguiu me ver.¨ JURA QUE VOCÊ AINDA ACHA QUE ELE GOSTA DE VOCÊ? ¨Tivemos um relacionamento a distância, se é que podemos chamar algo que só se alimenta de whatsapp de relacionamento. Mas foi algo forte. Conversávamos até sobre formar uma famíia juntos.¨ Sem querer te ofender… mas quanto anos você tem para acreditar que isso era um relacionamento ¨forte? Eu só consigo imaginar o quanto esse cara deve ter rido de você quando te pediu pra ¨voltar¨ e fazer você terminar seu affair real. Sério mesmo, não faça isso. Se ele mudar pra sua cidade, ótimo. Se ele for te ver pelo menos de 15 em 15 dias, uma vez por mês que seja, ok, mas ficar sem se ver, tipo NUNCA, isso não é namoro e muito menos deve ser levado a sério!

b29f6cb5b81f55f92b6e0c79b96594c6

 

Caso 02 – Ellen

Namoro há 10 anos e não conheço a família do meu namorado.

Esse ano completamos 10 anos de namoro, nos conhecemos a pelo menos 15 já que antes erámos amigos, sempre fui apaixonada mas nunca havia me declarado por medo de estragar a amizade, até que um dia conversando descobri que ele estava de rolo com uma menina da facul. Nessa hora foi um balde de água fria mas me mantive como amiga confidente e mesmo sofrendo fiquei dando apoio e conselhos até que um dia ele disse que na verdade a menina estava em crise com o namorado e só o estava usando pra fazer ciúmes. Nessa hora ofereci ombro amigo e ficavamos horas e horas no msn (dps da meia noite q era pulso único kkkk) conversando até que um dia na casa de uma amiga em comum começou a pintar um clima e depois de algum tempo e pressão dos amigos começamos a sair.

No início ele mesmo disse que achou muito estranho pois só me via como amiga mesmo,  mas depois começamos a namorar e senti que ele começou a gostar mesmo de mim.  Fomos o primeiro tudo um do outro e ele foi o 1° a dizer que me amava.

Nossa relação é ótima porém tem esse detalhe de não conhecer a família dele. No início também ficava receosa e nem forçava já que ele dizia não gostar de falar de sua intimidade com a família, mas depois de um tempo isso começou a me incomodar pq as pessoas perguntavam se me dava bem com a família dele , se a sogra era legal e eu respondia, não sei pq não os conheço.

Ele conhece toda minha família, já foi em diversos eventos familiares meus mas eu nunca fui nem na casa dele. Quanto aos amigos e colegas de trabalho, conheço todos e já fui em festas e encontros, o problema mesmo é em relação a família

Daí eu penso e se um dia acontecer alguma coisa como me apresento? Como amiga ou o quê?

Não temos idéia de casar mas já conversamos sobre morar juntos. Minha mãe já tem uma idade bem avançada e problemas visuais e como meus irmãos moram fora do país acabei ficando responsável por ela, acho que não conseguiria deixá-la só. Também já deixei claro que não tenho pretensão de ter filhos e ele concorda mas não sei se isso também infui no fato dele não me apresentar a familia. Na verdade ele é bem fechado e acho que não é de ficar conversando muito. Daí não sei se ele acha que a familia iria ficar questionando e ele prefere ficar sem dar satisfação da vida, sei lá.  Somos de famílias orientais, então talvez a família dele seja mais rígida mas como também sou descendente mesmo que de províncias diferentes não sei se isso influiria, apesar de ter amigas que até hoje nunca apresentaram namorados para família pq os pais não aceitariam um relacionamento com um não descendente.

Tenho amigas que acham  ótima minha relação pq nao precisam fazer a social nos eventos familiares, bajular a sogra mas não sei…natal e ano novo nunca passamos juntos devido a isso. Será que devo ficar encanada ou continuar como está e deixar a vida levar?

Gente, que loucura isso! Tenho que confessar que achei muito esquisito sim. Até entendo se for um fator cultural, de tradição, mas acho que em 10 anos de namoro ele já deveria ter te falado o motivo de não te apresentar à família dele. Você já perguntou isso pra ele? A gente não pode ficar no ¨achismo¨, se tem algo estranho, pergunte mesmo!!! E outra coisa, você já deu uma fuçada nas redes sociais da família? Existem irmãos, primos, tios???? Eu fiquei muito curiosa para saber o porque disso! Nem na casa dele você nunca foi em 10 anos! Mas acho que só vamos descobrir se você abrir o jogo e colocar sua situação, que é bem válida e merecedora de satisfação sim! Pergunte, diga que gostaria de conhecer os sogros e que a família dele é sua família também! Depois volta pra contar pra gente?

 

916b08533f2a0f4bdcaeccaba3d8686a

 

Caso 03 – Chelsea

Oi Cony! Aprecio muito seu blog! Parabéns pela forma como você conduz esse trabalho e pelo tratamento às suas leitoras, sendo, ao mesmo tempo, amável e realista, quando é necessário. Meu chora é um misto de desabafo e alerta para outras pessoas que sofrem do mesmo mal que eu. Descobrir a MISOFONIA (ou Síndrome de Sensibilidade Seletiva do Som) foi um alívio, pois representava ao menos um nome para tudo que venho passando há quase 25 anos! Por outro lado, é desestimulante porque ainda é algo que não tem estudos aprofundados e que alguns médicos nem sabe do que se trata, a exemplo do meu psiquiatra. Há muito custo, no ano passado, perdi a vergonha e medo de ser julgada erroneamente, e falei sobre a angústia, aflição e mesmo ira que alguns sons do cotidiano (no meu caso a mastigação, principalmente) provocam em mim; e ele desconversou. Isso mesmo, o que para algumas pessoas são barulhos “imperceptíveis”, no meu caso funcionam como uma verdadeira tortura. Hoje, tenho 37 anos, mas lembro que aos 13 anos os sintomas apareceram da pior forma possível… Passei a evitar comer junto do meu pai, a pessoa que mais admirava, me afastando sem nem entender o porquê, e fazendo-o sofrer com esse distanciamento e sinais de irritação, pois também não sabia explicar a ele o que estava acontecendo… Só não sei se é pior do que o julgamento das pessoas, que acham isso uma frescura ou chatice de quem quer controlar a educação alheia. Mas, sério, o momento da refeição que para muitos servem para confraternizar, relaxar ou interagir, para mim funciona como um martírio: se é em lugar público, escolho minunciosamente um lugar afastado ou próximo a pessoas que não estejam comendo; se é em casa, como rapidamente ou invento uma desculpa para fazer a refeição sozinha. No dia-a-dia, costumo usar fones e escutar músicas em volume alto para camuflar os sons desagradáveis, principalmente em transportes públicos; e essa é a única saída que uso, até mesmo no trabalho. Sei que isso pode acarretar um outro problema de saúde sem contar as questões de relacionamento, mas, o drama não acaba aí… Com o passar do tempo, além do barulho da mastigação outros sons estão ingressando nesse rol… É algo INCONTROLÁVEL… A vontade que dá é de voar no pescoço de quem está fazendo o ruído ou implorar misericordiosamente que pare de mastigar daquele jeito. Claro que não faço nem uma coisa nem outra; acabo lançando, institivamente, um olhar fulminante que não resolve nada, ao contrário, só passa uma imagem de arrogância. Meu esposo é bastante compreensível comigo, mas tem momentos que se aborrece quando temos que trocar de lugar várias vezes, durante uma refeição. Por favor, peço às leitoras que, por acaso, achem absurda, exagerada ou coisa pior desse Chora, que pesquisem sobre a MISOFONIA na internet. E para quem sofre desse mal ou conhece alguém nessa situação que compartilhe uma solução ou alternativa. Conheci através da internet um Centro Médico especializado em São Paulo; estou me organizando para realizar uma consulta lá. Mas, sinceramente, sem querer ser pessimista (mas já sendo!), acho que vai servir apenas como um paliativo…
LINK DA MATÉRIA DO FANTÁSTICO, ATRAVÉS DA QUAL DESCOBRIR A MISOFONIA (quando assistir a essa matéria, literalmente gritei “Tá vendo que eu não sou louca!!!!!”)

 

Gente, eu sou TÃO grata por aprender TANTO com vocês! Semana passada aprendi um pouco sobre vaginismo, agora sobre misofonia, coisas que até então eu nem sabia que existiam! E o melhor é a troca de experiências nos comentários e a informação sendo divulgada! Chelsea, obrigada por dividir com a gente o seu caso, ele é muito valioso!

 

27366d5f310b07a491b62909cd11ffaa

 

  • Choras ainda suspensos!
28
Jul 2016
Fala Que Eu Te Escuto – Eurotrip da Mami!
Fala que eu te escuto!

Amo mails pedindo ajuda para as mamis! Acho que elas merecem toda a atenção e carinho DO MUNDO! Se eu pudesse, emperiquitava minha véia todos os dias, pena que moramos longe… Mas sempre que posso adoro maquiar e montar minha pequerrucha. Hoje o pedido de socorro é da Rebeca e diz assim:

¨Oi Conyyyy! 🙂

Desculpa a intimidade, te acompanho há anos mas esse é meu primeiro email pra você! Eu sei que você está cansada de ouvir elogios, mas preciso dizer que o seu blog é o ÚNICO que entro diariamente, e A-DO-RO. E olha que acompanho blogs de moda desde 2009~2010…

Imagino que você não tenha muito tempo para dedicar a cada email, então serei mais direta ao ponto: ano que vem, mais precisamente em Junho, farei uma viagem super especial com a minha mãe para a Europa! É a primeira vez dela no velho continente, e estamos super felizes e ansiosas! Já estive algumas vezes na Europa e queria ajudar minha velhinha nas escolhas das roupas e acessórios para levar. Você poderia me ajudar com algumas ideias sobre o que ela deve levar na mala para se sentir confortável, bonita e quentinha??

Minha mãezinha tem 66 anos, 1,65m de altura e pesa aproximadamente 72kg (um cadinho acima do peso). A questão do conforto é muito importante pois ela tem problemas nos pés e não pode usar saltos muito altos nem sapatos muito baixinhos, precisa mesmo ser tênis, anabelas mais baixas ou sapatos do estilo “comfort” ou “usaflex”, sabe como é? Além disso, sei que em Junho as temperaturas estão mais agradáveis, mas ela é bastante friorenta….

Toda e qualquer ideia que você puder dar será muito bem vinda. Não temos muita folga financeira então precisamos começar a comprar o que for necessário desde agora…

Desde já, muito obrigada por sua ajuda!!! Muito obrigada pelo seu trabalho! Beijos!¨

Menina, você está falando em manter sua mãe quentinha e que ela é friorenta mas acho que em Junho na Europa tá é bem quente viu? Bom, não sei para que país vocês vão, mas eu morri de calor no verão da Itália!  De qualquer maneira, vou considerar a sua informação de temperatura mais agradável então ok?

Dei uma pesquisa e vi alguns looks bem bacanas para deixar sua mami chic e confortável:

looksmami1

Camisão branco e jeans é um must em qualquer idade!!! Pode ser com jeans de modelagem reta ou jeans boyfriend para não apertar nada… Apenas tenha o cuidado de dar aquela viradinha na barra da calça para deixar o look mais moderninho. Nos pés, use o sapato que ela achar confortável desde que seja em tons neutros e de preferência com o solado da mesma cor do sapato. Falo isso porque visualmente é melhor e combina mais fácil. Não vamos ousar muito, afinal teremos um álbum de fotos lindo para recordar!

looksmami3

Olha como fica chic! E leve lenços para ela poder repetir o look e dar uma mudada apenas com um lenço ou cinto diferente. 

looksmami2

Branco e nude fica a coisa mais linda do mundo, já falei isso por aqui esses dias! Ela pode levar uma calça cigarrete branca (Zara tem, Renner também) e um tricô cor caramelo para por por cima da camisa branca ou de uma camiseta. Quer glamourizar? Lenços!

looksmami4

Um vestido soltinho é necessário, desses de malha mesmo e você vai achar na Forever 21 ou na Riachuelo. Vi vários nessas lojas! Bem confortável e se ela sentir frio pode por uma jaqueta jeans ou uma jaqueta cargo. Leva a sua e empresta pra ela!

looksmami5

Tênis minha amiga! Taca-lhe tênis na mami!!!! Pede para ela já ir amaciando ele aqui para não sofrer na viagem. Pode ser um desses da moda (titia Costanza Pascolato vive usando o Stan Smith dela!) que pode ser com uma uma palmilha com saltinho para resolver o problema de dor nos pés.

looksmami6

Look monocromático com manga 3/4 alonga um MONTE! E olha como fica chique!!! Calças de linho com blusas soltas e coloridas também fazem sucesso.

looksmami7

O exemplo da elegância na terceira idade. Anota: calça cigarrete de alfaiataria preta, moletom com pouco detalhes, casacos minimalistas e a ousadia pode ficar com uma jaqueta moderna!

looksmami8

 

  • Para os acessórios pense em óculos grande (repare nos usados nas fotos, principalmente nos de Costanza), bolsa grande e confortável, tipo shopping bag, lenços para mudar a cara dos looks e um brinco clássico. Os sapatos, como falei acima, pode ser os que são os mais confortáveis para ela mas cuide que sejam de cores neutras e sem detalhes! Ela vai ficar linda tenho certeza, quero ver fotos!!! Beijos pra você, pra mami, aproveitem MUITO essa viagem (esses momentos de mãe e filha são inesquecíveis) e espero que tenha gostado das dicas!
28
Jul 2016
O Preço CAIU!!!
Publieditorial, Shopping Time

E caiu de verdade viu gente! É nesses momentos que aproveitamos para fazer compras inteligentes, aquelas que o custo x benefício vai compensar um MONTE! Já falei aqui no blog de alguns erros que cometemos ao comprar e nas liquidações a gente tende a errar mais, afinal, fica tudo mais barato e meio que irresistível né?

Então hoje vou dar uma dica AND uma ajuda.

A dica é a primeira Final Sale da Opte+! Aquele marketplace que sempre falo aqui no blog que reúne marcas super bacanas num verdadeiro shopping virtual. Acontece que eles estão inaugurando a primeira super promoção da seção de moda com descontos de até 80%! Oitentão!!! Tipo promo na gringa sabe? E a ajuda é que para facilitar a vida de vocês, escolhi os itens que mais curti e acho que seriam ótimas compras. Tem coisa muito barata, vem ver!

promooptemais1

Blusa Shoulder Preta, com detalhe lindo, básica porém modernosa, R$ 64,50 LINK

Bata Shoulder Estampada, a cara do verão R$ 79,99 LINK

Camisa Shoulder Verde Militar, tendência que já falei aqui no blog, R$ 119,99 LINK

Regata Soltinha Shoulder, com detalhes fofos pra look arrumadinha e confortável, R$ 69,50 LINK

promooptemais2

Bolsa Preta Shoulder, linda e super prática, R$ 199,50 LINK

Clutch La Spezia, MARAVILHOSA, essa faz o look todo! E com mega desconto, R$ 485,80 LINK

Bolsa Caramelo AMARO, linda, leve, diferente R$ 69,90 LINK

Bolsa Geométrica Shoulder, amei esse desenho e parece caber o mundo né? R$ 99,90 LINK

promooptemais3

Calça Estampada AMARO, levinha, voltinha bem daquele estilo que gostamos e já falamos aqui no blog também. R$ 59,90 LINK

Calça P&B TVZ, chiquéeeeerrima! Essa grita ¨EU SOU RYCAH¨ e custa só R$ 99,90 LINK

Jeans boyfriend Shoulder, com rasgadinhos discretos, R$ 99,90 LINK

Macacão azul Shoulder para finar elegantérrima e fugir do preto! R$ 149,99 LINK

promooptemais4

optemais1

Regata AMARO, outra peça ótima pro verão e por apenas R$ 39,90 LINK

Lenço Rycoh Shoulder, farei post sobre lenços em breve! R$ 64,50 LINK

Regata Carina Duek levinha e chiquezinha por R$ 264 LINK

Trico DEUSO Carina Duek, R$ 275 LINK

  • Descontos de verdade, viram! Agora corre na Opte+ aproveitar antes que acabe tudo!
Página 1 de 99512345Última »