08
Nov 2012
Brechó Sem Dor!
Publieditorial

Gente, vocês sabiam que a Advil tem uma websérie chamada Pensando Bem??? É muito divertida! São mini episódios super bem humorados com As Olívias que ajudam a aliviar as tensões do dia a dia.

Um dos capítulos mais legais, é o Brechó e a Neurose da Energia. Dá uma olhada.

Ri muito e realmente já pensei nisso, da roupa trazer a energia da dona anterior! Não só roupas, mas casas, carros, até namorados hahaha. Nada que um bom banho com sal grosso não resolva (todas colocando o bofe novo na banheira). Por outro lado, que bacana fazer achado em brechós heim? Confesso que há muitos anos não vou a um, geralmente o visual “poluído” com roupas dos mais diferentes tipos juntas e misturadas me assusta um pouco, mas adoraria saber de algumas diquinhas de como enfrentar esse tipo de loja!

Pensei na hora na Naiá, aquela moça que tem um blog ótimo com looks 100% garimpados em brechós, o Moda Possível! Já falei dela aqui, lembram? E ela gentilmente me passou alguns macetes para sair toda vitoriosa de um brechó.

  • A primeira e mais importante dica é ter paciência. Brechós são lugares bem diferentes das lojas e, por isso, tudo é bem mais barato. Existem dos mais chiques aos mais simples. O que ajuda é não julgar o local pela aparência ou falta de organização. Já fiz grandes achados em lugares que eram uma verdadeira bagunça e não aparentavam ter nada de interessante.
  • Vá com tempo para olhar tudo com calma. Se não encanar com a questão da energia das roupas, corra para o provador. É bom experimentar para não ter surpresas quando chegar em casa.
  • Fique de olho nas etiquetas. Não é difícil achar roupas e acessórios grifados nas lojas de segunda mão. Já encontrei bolsa Louis Vuitton, Victor Hugo, óculos Valentino e peças de marcas como Reinaldo Lourenço, Daslu, Maria Bonita Extra e tantas outras. Se gostar de tecidos mais sofisticados também pode encontrar nestes locais ótimas opções. É possível comprar camisas de seda por uma bagatela.
  • Antes de pagar, procure com atenção por manchas ou defeitos. Existe também o que chamo de “potencial” de cada peça. Um conserto, higienização ou costureira pode deixar a sua roupa como nova. Fique atenta porque nem todos os brechós aceitam cartões de crédito e débito e é bom levar uma quantia em dinheiro sempre que for garimpar 😉
  • Lembre-se que comprar em brechós é uma atitude sustentável e muito consciente. E tem coisa melhor do que sair por aí cheia de peças “novas” – pelo menos no seu armário – sem estourar seu orçamento?

Hummmm, entendi Naiá! Agora só falta eu descobrir alguns brechós bacanas para por em prática suas dicas!

  • E vocês?? São frequentadoras de brechós? Tem mais diquinhas para fazer uma compra certeira?
  • E assistam os demais capítulos da websérie Pensando Bem! Para não perder nenhuma atualização, curtam a Fan Page da Advil no Facebook!