Beleza
Eu Testei!, Novidades de Beleza
03 maio 2014, 75 comentários

Eu Testei: Biore UV Aqua Rich

Ta aí um produto que TODO mundo tem que usar, sim ou sim, com melasma ou sem melasma, com pele de porcelana ou pele já castigada. Protetor solar é todo dia, se possível até mais de uma vez (coisa que eu não faço mas sei que deveria). Já usei vários, de diferentes marcas, dos mais caros aos mais baratos e nessa minha longa jornada de protetores, dois se destacam: o Heliocare Gel FPS 90 e o Biore UV Aqua Rich.

Hoje vou falar deste último, super indicado pela turma que curte um produtinho asiático (e muito bem comentado pelo Pedro do Cosme Asia) e tanto falaram dele que eu trouxe um belo estoque do Japão!

Biore-UV-Aqua-Rich-Watery-Essence-SPF-50

Facílimo de achar em qualquer farmácia japonesa, o preço é ótimo, coisa de 8 dólares! Ele tem fator 50+, o que significa que vai além do 50 (atualmente em vários países não é mais permitido classificar o FPS acima de 50, não sei direito o porque. No Chile me explicaram que acima de 50 protege praticamente a mesma coisa, então um produto não poderia se ¨gabar¨ de ter FPS 100 por exemplo, pois faria a mesma coisa que um de 50. Tipo isso, corrijam-me se eu estiver errada rs).

10168180_10151975890796534_6186025709915656634_n

O que a gente procura em um protetor solar? Que ele não seja grudento, que não tenha cheiro forte, que não deixe a pele esbranquiçada, que seja de rápida absorção e claro, que proteja do sol!

10277522_10151975890771534_9102383743714321531_n

E esse da Biore é TUDO ISSO! Conseguiram ler na foto acima? rsrsrs. Mas sério, ele é MUITO bom, a textura é uma delícia! Já já vou falar disso.

10254018_10151975896401534_5313035045177099580_n

A embalagem é simplesinha, bem comum e sem firula nenhuma, mas atende perfeitamente.

10171303_10151975894936534_316087319751082504_n

Voltando a falar da textura: é super maxi mega leve, aquosa mesmo. Tem um leve cheirinho gostoso, nada que atrapalhe ou incomode. Eu até sinto ele meio geladinho, mas não sei se é o meu amor por esse protetor ou se é assim mesmo.

10245475_10151975890806534_3820030114457793465_n

O Biore UV Aqua Rich quando espalhado parece estar ¨talhado¨ e estragado mas é assim mesmo tá? Não se assustem. É tão, mas tão leve, que é absorvido bem rápido pela pele e pasmem, não deixa vestígio NENHUM! Ele tipo refresca a princípio e logo some, deixando a pele macia e seca. Hidratada, diria eu, e nada melequenta.

 pontuacaobioreuvaquarich

A pontuação não poderia ser outra né? 5 loubies dourados!

  • É como passar água no rosto mesmo, não deixa a pele grudenta mas também não resseca. É um protetor para quem gosta da sensação de nada na pele. Diferente até de protetores em gel que dão um repuxada, o Biore UV Aqua Rich não deixa sensação nenhuma na pele MESMO. Não é a toa que é o protetor solar número 1 no Japão desde 2011. APROVADÍSSIMO!
LifestyleBeleza
Dicas de Viagem, Novidades de Beleza
10 jan 2014, 122 comentários

Maluquices Japonesas!

Ahhhh, vou precisa da ajuda de vocês para este post!!!! Um dos meus maiores desesperos aqui no Japão e ir nas lojas de cosméticos (são MUITAS e ENORMES), ver milhões de produtos diferentes e não entender nada. A maioria não tem tradução pro inglês então fico imaginando para que servem e tentando adivinhar pelos desenhos. Já teve vez que entrei, olhei algumas coisas e saí da loja quase chorando, pois queria explicações e ninguém me ajudava kkkkk Sério! Imaginem uma criança numa loja de brinquedos e sem poder brincar com nada? Tipo isso.

Daí que fotografei tudo o que achava interessante para mostrar para vocês e naqueles que não dá pra sacar o que são, tentarmos adivinhar a finalidade. Acho que vamos dar boas risadas!

produtojapa12

PRODUTO 01 – Esse tá fácil, é um molde para desenhar sobrancelhas. Mostrei pro meu irmão como usava (ele achava que era uma máscara rs) e me soltou essa: ¨se isso for o certo, sua sobrancelha tá toda errada¨ kkkk

produtojapa11

PRODUTO 02 – Tem ZILHÕOOOOES de máscaras para os cílios aqui!!! Acho que todas prometem cílios longos e volumosos. Acho.

produtojapa10

PRODUTO 03 – Esse deduzi pelo desenho, para tirar cravos. Legal…

produtojapa9

PRODUTO 04 – Um pente. O quê ele faz além de pentear eu não sei… Seca o cabelo mais rápido??? O que vocês acham?

produtojapa8

PRODUTO 05 – Ahhhh deixei pra comprar depois e esqueci!!! Também foi por dedução, mas quase certeza que é pra massagear o couro cabeludo ao lavar a juba. Deve ser delícia. Se achar por aí eu compro.

produtojapa7

PRODUTO 06 – Uma escova com uma coisa no meio. Luz??? Sei lá! Alguém traduz???

produtojapa6

PRODUTO 07 – Escova para alisar o cabelo ao usar o secador. Acertei?

produtojapa5

PRODUTO 08 – Easy, massageador facial.

produtojapa4

PRODUTO 09 – Outro massageador facial? Só não entendi qual o diferencial deste…

produtojapa3

PRODUTO 10 – Massageador de papada. Acho…

produtojapa2

PRODUTO 11 – Clip para afinar o nariz! Esse eu já comprei no Ebay kkkkkk Mas não uso porque dá desespero rs.

produtojapa1

PRODUTO 12 – Até hoje a tarde eu não sabia para o que era mas vi em outra loja com instruções em inglês! É para fazer ginástica facial e tonificar os músculos do rosto! Tem uma molinha nesse negócio, a gente põe na boca e faz movimento de abrir e fechar, tipo biquinho. É como se fosse uma musculação com pesinho nas bochechas kkkk COMPREEEEI hahahaha

produtojapa14

PRODUTO 13 – Não faço idéia…

produtojapa15

PRODUTO 14 – Ahhh esse é só pra mostrar o preço! Nosso querido Shuzinho por uns 13 dólares. Levarei estoque.

produtojapa16

PRODUTO 15 – Morri com esse. Uma haste de plástico (?) para fazer pálpebra nas orientais! Procede?

produtojapa17

PRODUTO 16 – Maluquice deliciosa made in Japan! Esse pincel da Shiseido é TUDO! Também vou levar estoque. Aliás, tem tudo de marca Shiseido por aqui… Em qualquer lugar.

produtojapa18

PRODUTO 17 – Sei que é aparelho para depilar, mas não entendi porquê é grandão assim… De qualquer forma, parece ser bom.

produtosjapa19

PRODUTO 18 – Esse eu entendi. Aparelho para fazer ginástica facial e suavizar as linhas de expressão, tipo bigode chinês. Deve dar resultado, já vi esse tipo de estímulo ser recomendado por fisioterapeutas, mas no caso, usando pirulito…

produtosjapa31

PRODUTO 19 – Outro bizarro… Lente de contato para ocidentalizar os olhos. Gente, vi MUITAS japinhas usando. Fica igual mangá. E é barato, vi até de 8 dólares.

produtosjapa26

PRODUTO 20 – Parece que é um pó para limpeza facial. Mas como usa? Por que vem em potinhos pequenos??

produtosjapa28

PRODUTO 21 – Outro massageador facial, suponho eu.

produtosjapa20

PRODUTO 22 – Morri com esse kkkk É para treinar o sorriso!!! Será que entendi certo? kkkk

produtosjapa21

PRODUTO 23 – Jurava que era um corretivo mas me contaram que é para criar BOLSAS NOS OLHOS! Gzuis, a gente querendo acabar com elas e as orientais desejando as maleditas? Por quêeeeeee???

produtosjapa22

PRODUTO 24 – As japonesas são loucas por colágeno e tem muitos tipos para consumo: pó, bala, bebida… Vende até em maquininhas nas ruas.

produtosjapa23

PRODUTO 25 – Também amam meia calça e olha o naipe… Lanvin, Givenchy, Burberry… e BARATAS! Até que enfim algo barato por aqui. Uns 10 dólares.

produtosajapa30

PRODUTO 26 – E existem vários modelos de meia calça. O mais bizarro que achei foi esse com bordadinho no tornozelo rs.

produtosjapa29

PRODUTO 27 – Tenso…

produtojapa13

PRODUTO 28 – E o que mais desejo no momento! 9 entre 10 pessoas que eu via correndo em Tokyo estavam usando essa calça. Parece que são vários tipos e com diferentes finalidades. Cara, uns 150 dólares. Quero dar uma estudada nela rs.

  • E então, será que errei muito?
Lifestyle
Dicas de Viagem
08 jan 2014, 79 comentários

Hotel ou Hostel??

Se me perguntassem um tempo atrás, eu responderia HOTEL com toda a certeza do mundo. Hotel tem cama com lençóis macios, toalhas felpudas brancas, banheiro dentro do quarto, chuveiro quentinho, tv tela plana, poltroninha pra deixar a bolsa, espelhão de corpo inteiro, kit higiene no banheiro, abajour com luz amarela, cortinas pesadas, quarto escuro, café da manhã na cama se assim desejar… Ai que delícia né? Mas não tem a alegria, a diversidade e a aventura que é se hospedar em um hostel. Nem o preço.

Vou contar minha experiência… Eu nunca tinha ficado em hostel até esta viagem pro Japão. Meu irmão mora aqui, mas em Sapporo, Hokkaido, bem ao norte do país e antes de vir passar uns dias na casa dele queria conhecer Tokyo, claro, e outras cidades perto.

O Japão é absurdamente caro, mas para falar a verdade nem foi o preço o motivo que nos levou a escolher ficar em hostel. Na verdade, não tive escolha kkkk, meu irmão é bem mais novo, mochileiro e gosta de juntar dinheiro. Ele impôs: pode vir, mas vamos ficar em albergues. Eu que amo viajar, topei na hora e além de tudo seria uma experiência nova. Dizer mais sim para as coisas da vida, lembram? Pois é. Outra condição: nada de táxis. Só metrô e ônibus. Uhuuuu, tô me sentindo tão aventureira kkkkk A minha única exigência era que todos tivessem internet grátis, e assim foi.

Bom, assim que cheguei em Tokyo, depois de 2 dias viajando (eita lugar longe esse tal da Japão viu), lá estava meu lil bro me esperando com sua mochila para o começo de nossa aventura. Quase que ele caiu pra trás quando me viu com uma big mala, uma mala de mão e claro, minha mochilinha, afinal sou mochileira agora kkkkkk. Pegamos o metrô e graças a Deus que todas as estações daqui (bom, pelo menos as que usei) tem elevador. Zero problema para carregar minha bagagem.

Chegamos no primeiro hostel, o Palace Japan. Eu não sabia das manhas desse tipo de hospedagem então tudo foi muito novo pra mim. O valor era inacreditável, cerca de 35 dólares por noite. Escolhemos um quarto para duas pessoas, reservado com antecedência.

palacejapan

Este albergue é super bem indicado pelo Tripadvisor e bem japonesinho. Tinha uma sala com dois computadores ótimos (tudo Apple), uma cozinha que poderíamos usar a qualquer momento, lavanderia, e banheiros separados para homens e mulheres. Lição 1 de hostel: ou você leva uma toalha ou aluga uma lá.  No Palace Japan, era emprestada, de graça mesmo. Nosso quarto era do tamanho de uma cela e logo apelidamos de Bangu 1 kkkk. Era uma beliche e mal tínhamos espaço para deixar as coisas. Minhas coisas, diga-se de passagem. No quarto tinha um locker para cada um, mas nem de brincadeira que minhas malas caberiam lá. Lição 2 de hostel: leve pouca bagagem. Ninguém limpa seu quarto ou arruma sua cama, então se for ficar vários dias é bom – lição 3 de hostel – manter a organização. Nesse lugar ficamos 12 dias! MUITO tempo e daqui sai a lição 4 do hostel: ficar no máximo 5 dias.

palacejapan2

A parte que mais me preocupava era o banheiro, afinal é coletivo né? Mas nesse hostel é tudo muito limpinho. Tem secador de cabelo, shampoo, condicionador e sabonete líquido pro corpo nos chuveiros em embalagens higiênicas. Você vai com suas coisinhas (eu ia com meus cosméticos e com a roupa que ia vestir) e toma banho tranquilamente. Neste albergue especificamente tinha banheiro só para mulheres e outro só para homens. Achei uma bobagem mas no decorrer da viagem acabei dando a devida importância. Lição 5 de hostel, se tiver banheiro separado para meninos e meninas, ganha ponto e minha preferência.

palacejapan1

Ah, no Palace Japan tem TV tela plana no quarto, aquecedor, frigobar e cobertor quentinho. Muito bom, quer for a Tokyo e não quiser gastar muito com hospedagem, pode seguir essa dica. E lição 6 de hostel: que seja bem localizado. Esse estava perto do metrô e supermercado.

Depois fomos para Kanazawa e passamos apenas uma noite no hostel mais simples porém o mais fofo de todos, o Pongyi! Confesso que quando chegamos lá eu pensei mentalmente em matar meu irmão. Gente, uma casinha mega mega simples, toda de madeira, bem japonesinha, com um hall de entrada que não cabia nem minha mala.

ponguy

Nesse hostel eu dividi o quarto com mais 3 moças, achei tenso mas era isso o que eu queria, me sentir realmente uma mochileira kkk. Como contei, a casa é tipicamente japonesa então os sapatos ficam na entrada e tudo é bem pequeno. Para tomar banho é no japan style, de chuveirinho e sentada. Tem chá e café a disposição. Apenas dois quartos com 4 camas cada um sendo um misto e um só para meninas. Estavam todas as camas ocupadas por australianos, chineses, japoneses e nós, os chileninhos. No meu quarto tudo correu bem, eram duas beliches e cada cama tinha uma cortininha para dar mais privacidade. Ficou tipo cabaninha de criança rs.

ponguy1

A roupa de cama limpinha tem que ser devolvida no outro dia e a toalha é alugada, mas coisa de um dólar. Turma boa, animada, de noite ficaram treinando como escrever o nome em japonês. O dono de lá é um querido e ficou um tempão batendo papo com a gente (ele já morou no Brasil, era executivo do banco de Toquio na Av. Paulista, largou tudo e virou monge! Depois desistiu e montou esse pequeno hostel que está entre os 10 melhores lugares para se ficar em Kanazawa).

ponguy2

Quando fomos embora, às 6 da manhã, a moça que trabalha lá se levantou, fez sopinha pra gente e ainda nos levou de carro pra estação de trem pois estava chovendo. Deu uma mini tristeza, mesmo tendo passado pouco tempo lá. Me senti em casa e rodeada de amigos, uma energia bem boa. Lição 7 de hostel: se puder, divida o quarto com desconhecidos. É ótimo para fazer amizades. Ah e lição 8: respeite os outros e não seja barulhento ou desorganizado.

Chegamos em Kyoto no Bangu III. Esse era Bangu mesmo. O KS House parece uma prisão escolar, mas claro que ao comparar com os outros lugares que tínhamos passado. Eu ainda estava suspirando pela hospitalidade do pessoal do Pongyi e chegar num prédio frio, de vários andares e cheio de gringos foi bem diferente. Este albergue já é mais ¨profissional¨ digamos assim. Muitos muitos gringos e cheguei à conclusão que gosto mais dos hosteis frequentados por asiáticos: são mais silenciosos, educados, organizados e infinitamente mais limpos.

kshouse

A vantagem foi o quarto enorme, novamente não dividimos e finalmente tivemos espaço para arrumar as coisas. Problemas: o banheiro. Além de ser shared, o albergue estava cheio. Me acostumei a usar banheiro sempre limpo, o que não aconteceu no KS. Tinha muito gringo porco que deixava tudo molhado e a pia cheia de cabelo. E também mal educados, nada de bom dia. Não curti.

kshouse3

Parte boa desse hostel: um bar que servia cerveja à noite, bem agitadinho. Além disso, tem café da manhã por 6 dólares o que ajudava muito já que não precisávamos ir pra rua comprar comida. E breakfast bem bom com frutas, iogurte, sucos, pães, ovos mexidos, salsicha, café, chá, cereal, queijo, geléia… monte de coisa. Lição 9 de hostel: se servir café da manhã economiza tempo e dinheiro!

kshouse1

E o último Bangu, o IV, foi em Osaka, o J Hoppers. Mega bem localizado, numa rua cheia de restaurantes, bares e metrô do lado! Lição… ah, ja dei essa, a da localização. Esse hostel é uma mistura de casa da gente com albergue mesmo. Também tem cozinha a disposição, staff super bem humorado com recadinhos por todos os cantos, convites para sair para beber em turma com os outros hóspedes (Lição 10 de hostel: socializar!), tudo coloridão estilo reggae, porém foi o único lugar onde sofri com a mala, não tinha elevador e ficamos no 3 andar!!! Novamente em quarto só pra nós dois. Lição 11 de hostel: se tiver muita bagagem, pergunte se tem elevador.

jhoppers

E essa foi minha primeira, e intensa, experiência em hostel! Ontem perdemos o vôo para Sapporo e tivemos que passar a noite num hotel perto do aeroporto. Gente, a cama de um bom hotel não tem comparação, banheiro dentro do quarto também não, tenho que ser sincera.

hotelnikkokansai

Hotel Nikko Kansai, em Osaka, muito bom.

Se você for cheia de frescurinhas ou nojinhos, esqueça ficar em hostel. Não vou generalizar pois fiquei em uns muito bons e limpos, mas pode ser que nem sempre seja assim e não tem jeito, quem tá na chuva é pra se molhar. Mas se for desencanada, quiser aproveitar bem, fazer amizades e economizar dinheiro, hostel é um ÓTIMA! Sobre a segurança não sei se posso opinar muito, pois o Japão é bem seguro e como na maioria das vezes ficamos em quarto só pra duas pessoas, era só trancar a porta e ninguém mexia em nada. Pesquisem bastante antes de escolher em qual ficar e lembrem-se das lições! Ah, e uma dica boa para quem vai ficar muito tempo viajando e pulando de cidade em cidade é alternar hotel com hostel. Dá para descansar bem e se ajeitar no hotel até a próxima aventura!

  • E vocês, tem o costume de ficar em albergues? Deixem aqui suas dicas e lições!