02
Apr 2015
Melasma: Quais Suas Dúvidas?
Novidades de Beleza

Vocês sabem o tanto que pesquiso e testo tudo o que existe para melasma né? Um dia desses, vasculhando a internet em busca de novidades, me deparei com um tal de Portal do Melasma. Opa, existe um site que só fala de melasma???

Sim, existe.

Esse portal de assunto único, foi criado pelo Dr. Bruno Vargas – graduado em Medicina pela UFMG e especialista em Dermatologia Clínica, Cirúrgica e Cosmiatria – visto a quantidade de pessoas que lutam para se livrar do melasma. É a queixa número 1 em consultórios de dermatologia! Achei super bacana e gostei ainda mais quando vi que ele, o Dr. Bruno, atende em Belo Horizonte!!!!! Liguei na hora e um pouco mais tarde lá estava eu para minha primeira consulta.

portaldomelasma

O papo foi longo, afinal discutir melasma é algo sem fim e com uma única certeza: ele é muito difícil de tratar. Como existem várias dúvidas em relação a essa manchinha chata que cresce e se multiplica, perguntei para o Dr. Bruno, que é especialista na área, se ele topava responder algumas perguntinhas para a gente e ele gentilmente respondeu ao meu mini questionário melasmático. Vejamos

Futilish Pergunta: É verdade que se tomar sol em qualquer parte do corpo, ativa o melasma?

Dr. Bruno Responde: Segundo estudos sobre o melasma, não há evidências de que a exposição de uma parte do corpo ao sol acarrete no desenvolvimento do melasma noutro local. No entanto, é importante salientar que a radiação ultravioleta é capaz de estimular a síntese do hormônio alfa-melanoestimulante (alfa-MSH) e adrenocorticotropina (ACTH). Em última análise, isso aumentaria a proliferação dos melanócitos e, consequentemente, da produção de melanina, o que poderia agravar o melasma. Entretanto, isso ocorre apenas no local exposto.O que pode passar a falsa impressão de que a exposição de uma parte do corpo agrava o melasma da face, por exemplo, é o fato de que, se o indivíduo estiver em um ambiente com muito sol, a probabilidade de que sua face também receba todas as radiações (UVA, UVB, luz visível e radiação infravermelha) é grande, ainda que na sombra.

Sobre os laser (Spectra, luz pulsada), isso realmente adianta?

Hoje é sabido que a maioria dos tratamentos a laser podem piorar o melasma devido ao grande processo inflamatório (calor) que geram. Tal processo ativa os melanócitos a produzirem mais pigmento (melanina). O laser Spectra é o única tecnologia aprovada pelo FDA (americano) e Anvisa (brasileiro) para o tratamento do melasma. O laser é indicado para os pacientes com resposta ruim (refratários) aos tratamentos convencionais. Os resultados são variáveis e dependem de alguns fatores: profundidade do melasma; energia usada; correto manuseio da tecnologia pelo operador-no caso, o dermatologista-; tom de pele; dentre outros. A luz pulsada e os lasers fracionados (por exemplo, o laser de Co2) são contra-indicados no tratamento do melasma.

É verdade que a hidroquinona faz mal? Quais os prós e contras dela?

É consenso que a hidroquinona é o mais potente agente despigmentante (clareador) existente no mercado, mas seu uso a longo prazo pode desencadear alguns efeitos indesejáveis. O uso em concentrações altas e prolongado pode acarretar: hipocromia em confete (são aquelas manchas arredondadas brancas dentro da mancha marrom); sensibilização da pele => dermatite de contato => processo inflamatório => piora do melasma (isto que ocorre quando a pele começa a ficar avermelhada/sensível com o uso do creme….). A nova tendência é a diminuição do uso da hidroquinona (principalmente por longos períodos) e a sua substituição por clareadores menos irritativos.

O que acha do famoso Cosmelan?

O Cosmelan é um produto existente no mercado que foi muito divulgado na internet… Existe um consenso entre os dermatologistas que todo ácido/clareador usado na pele deve ter a composição/concentração conhecida. O Cosmelan por não ter a fórmula aberta não deve ser usado indiscriminadamente. Acredito que exista altas concentrações de hidroquinona na composição e por isso não o indico.

Peeling melhora ou piora? Existe algum tipo de peeling mais recomendado?

Sempre falo que o peeling químico funciona muito bem nos pacientes que possuem um melasma inicial, que geralmemnte são epidérmicos (o pigmento está mais superficialmente na pele). O melasma dérmico (mais profundo) não responde bem ao peeling.

O protetor solar precisa ser em qual fator? Quanto maior melhor?

O protetor solar precisa bloquear todas as radiações que estimulam o melanócito e causam a piora do melasma e o envelhecimento da pele. Aquele número que aparece no rótulo chamado FPS confere proteção a apenas a radiação ultravioleta B (UVB) e este deve ser no mínimo 30. A proteção contra a radiaçãoo ultravioleta A (UVA) é dada pelo PPD e este deve ser 1/3 do FPS (geralmente esta informação não esta exposta de forma tão clara; existe uma nova regulamentação que obriga os laboratórios a dar esta informação de forma objetiva). O spectro da luz visível é protegido pela filtro físico (daí a importância dada hoje em dia aos filtros com base, uma vez que o pigmento funciona como uma barreira física na pele). E por último o espectro do infravermelho (que nada mais é que o calor) não é protegido pelo protetor … (isto explica o motivo pelo qual em dias quentes o melasma pode piorar mesmo que você não esteja diretamente exposto a luz..).

Qual a diferença de protetor solar físico e químico?

O filtro solar químico requer uma reação química entre a pele, o produto e a radiação para agir … enquanto o filtro físico não necessita de reação para agir sua / a proteção ocorre pela própria barreira física (película) que se forma acima da pele.

O que acha do óxido de zinco (a famosa pasta d’água), ser utilizada como protetor solar?

A pasta d’água comporta-se como um filtro solar físico, fazendo uma barreira/película na pele. Sabe-se hoje em dia que a proteção física é essencial para a proteção contra a luz visível (um espectro de luz presente tanto na luz solar quanto nas fontes artificiais). A luz visível pode agravar o melasma além de acelerar o envelhecimento da pele. O grande problema da pasta d’água é a cosmética que não é muito agradável. Hoje existem filtros solares somente físicos e com textura/cosmética excelente, o que não justifica usar a pasta d’água na face.

Quem tem melasma não pode NUNCA tomar sol? Se a pessoa não quer abrir mão de férias na praia ou piscina, quais cuidados deve tomar?

Não digo que quem tem melasma nunca possa ir a praia. Os cuidados devem ser redobrados nessas situações.

Anticoncepcional faz aparecer melasma? Em caso afirmativo, então enquanto eu estiver tomando pílula terei melasma? E os anticoncepcionais mais novos, aquele que tem pouco hormônio, ainda assim há risco de ter melasma?

É sabido que os hormônios femininos estimulam a pigmentação de um modo geral. Os anticoncepcionais orais e injetáveis possuem em sua composição tais hormônios em diferentes concentrações. Existem anticoncepcionais no mercado com níveis de hormônios reduzidos. É preciso avaliar o risco-benefício individualmente.

Existe algum anticoncepcional mais recomendado para evitar o aparecimento de melasmas?

Dar preferência para os com doses de hormônio menores.

Para as grávidas, mesmo usando protetor solar ainda há risco de melasma?

Sim. Se a paciente tiver uma predisposição ao melasma, esta é uma fase que a mancha pode aparecer. Existe um pico hormonal muito grande na gestação.

O melasma é resultado de algum fator hereditário? Algum estilo de vida aumenta as chances de ter melasma?

Existe uma predisposição genética. Os latinos, negros e asiáticos possuem maior tendência ao desenvolvimento das manchas.

Os cremes depilatórios para rosto podem estimular o aparecimento do melasma?

Os cremes depilatórios por si só não. Caso haja alguma queimadura/irritação no local depilado existe a probabilidade de estímulo do melanócito e consequentemente maior produção de melanina.

Qual tipo de depilação é a menos pior para quem tem melasma?

Qualquer método depilatório não deve irritar o local. Uma dica é interromper o uso de quaisquer ácidos no local que será depilado.

Afinal, tem cura? Ou apenas controle?

O melasma possui controle, uma vez que ainda não identificou-se o motivo pelo qual a célula que produz o pigmento (melanócito) na face comporta-se de maneira diferente do resto do corpo.

Gostei muito do que vi, li e ouvi. É bem o que tenho pesquisado por aí e apesar de não ter sido apresentada a nenhuma cura milagrosa, sinto que quanto mais a gente aprende sobre melasma, mais perto está o controle dos maleditos. No Portal do Melasma tem várias informações e até o donwload de um livro desmistificando a doença, de graça! Vale a visita e se informar super para visitar os dermatologistas com conhecimento!

Update: fiquei curiosa com o protetor solar físico, para não ter que passar a pasta d’água no rosto e sair fantasminha por aí (ela deixa branco) e vi que os da Skinceuticals são bem indicados. Tem o Sheer Physical que é branco e sem cor e outro com cor translúcida, o Physical Fusion, ambos fator 50. Este último parece ser seco! Vou dar uma olhadinha na farmácia rs.