07
Nov 2017
Desejos de Rycah – Muranos!
Decoração

Lá pra 2015, quando estava morando na Itália e fui passear em Veneza, um MONTE de leitoras me falou para eu aproveitar e comprar MURANOS.

Nem liguei, afinal, nem sabia o que era! Sério mesmo, nunca tinha me atentado pro tal do murano, já tinha escutado falar mas era ZERO desejo até que… comecei a decorar minha casa.

Pronto, era tudo o que eu mais queria e como me arrependi de não ter ido a Murano, cidadezinha (na verdade uma ilha) que fica colada em Veneza. Daí você sabe né, quando a gente quer muito uma coisa, ela começa a nos perseguir e para onde eu olhava, lá tinha um murano me encarando e rindo da minha cara.

O arrependimento foi maior quando vi quanto custa uma peça dessa. Joga milão pra cima para algo maiorzinho. Mas por que tão caro? Porque é uma técnica artesanal, com mais de 800 anos, onde o vidro é trabalhado numa massa a mais de 1250 graus e com movimentos manuais e sopro vai ganhando forma. Tem o Murano de Murano e tem o Murano com técnicas de Murano que é feito fora da cidade de origem. Aqui no Brasil, por exemplo, tem fábricas de muranos. E como é coisa chique, saiba que pode ficar mais chique ainda, ganhando pó de ouro em sua composição. O murano originalzão, é feito com areias do Mar Adriático. Que fino.

Então… tem muranos gigantes, médios e pequenos. Tem com pó de ouro e sem ouro. Tem de vários formatos. E várias cores. Dizem que é bonito combinar várias peças, mas claro, isso ou leva tempo ou dinheiro.

Vejamos alguns:

E quando ficam sobre Coffee Table Books (que já falei aqui), ficam mais lindos ainda. Eu comprei um, esse da última foto, na verdade eles chamam de cinzeiro mas é bem maior, e sem ouro. O meu, custou cerca de R$ 6o0 e achei ter feito um bom negócio mas pelo que andei olhando por aí, tem alguns mais baratos. É meu filho único e GRAÇAS A DEUS que não tenho mais espaço em casa para por mais, caso contrários estava ferrada!

  • Farei um Onde Comprar, vai que alguém anima né? São lindos e realmente fazem toda a diferença na decoração! Agora reconheço lindamente um murano rss. Um pouco tarde talvez, mas ainda é válido. Se alguém tiver dicas de onde comprar, conta aí nos comentários que colocarei no próximo post!
29
Oct 2017
Tem Jeito Decor 42 – O Edu cresceu!
Decoração, Mi Casa Su Casa

Olá Fufu,

Hoje a dinâmica do Tem Jeito Decor vai ser um pouco diferente, porque até eu conseguir tirar todas as informações do Eduardo, foi uma troca imensa de emails.

O que é interessante, é que o Eduardo foi aos poucos se “desfazendo” nas coisas do quarto de criança/adolescente.

Tanto que ele até doou a própria cama, e está dormindo no chão.

Os desejos dele são:

Colchão no chão;

Uma mesa, de preferência de cavalete, com algo de reaproveitamento, como o tampo feito com uma porta antiga;

Não quer guarda roupa;

Quer um sofá pequeno;

Tons de Cinza e Branco;

Estante para os livros;

Tapete.

A paixão pela mesa de cavalete surgiu quando o Eduardo, que estuda jornalismo e trabalha em um canal de TV, foi fazer uma matéria em uma loja de decoração e se encantou por uma peça dessas.

Agora, com licença dos enamorados pelo cavalete (eu já fiz uma mesa assim, e por isso mesmo me sinto capacitado para falar de todos os defeitos dela) vamos assassinar essa base.

Os formato de “A” que é o original, tem um grande problema: como os pezinhos estão abertos – que é o que estabiliza a mesa, a distância entre eles fica muito menor do que as pontinhas de cima, e para que caiba um humano, com o mínimo de conforto algo em torno de 80cm, a tampa fica imensa…

Neste exemplo acima, eu rezo a Deus para que o tampo ter sido fixado nos cavaletes, porque é muito perigoso tudo isso desabar. E o outro problema – que aumenta ainda mais o tamanho do tampo é o dispositivo que a grande maioria dos humanos tem:

E se o tampo não for ainda maior que a base… o detector de móveis vai ter bastante trabalho.

E falando em dedinho, gostaria de lembrar vocês que estamos chegando em Novembro e apesar de ser um assunto sério, sempre vale a piadinha pra conscientizar os amigos:

( manda a imagem nos grupos do WhatsApp)

Por fim, recebi as medidas, e aí seguimos com o desenvolvimento.

Na primeira opção, eu segui o máximo das vontades do Eduardo, porque afinal, é o que ele quer que o profissional deve fazer.

Na parede maior, fiz um revestimento vertical, que pode ser uma aplicação de forro de PVC, ou até de um forro em madeira pra criar uma superfície interessante com um investimento baixo.

Logo alinhado com a entrada, a mesa de cavaletes, ao lado de uma estante para qual precisamos dar multifunções.

Eduardo (sem a Mônica) tem 20 anos, e talvez nesse ponto da vyda, ele ache desnecessário um guarda roupa. Mas menino, onde você vai esconder as cuecas? E as meias?

Não tem jeito guri, pelo menos algumas gavetas é necessário que você tenha, então a parte debaixo apoia as roupas – não acho que será o suficiente – mas é você quem manda. Eu faria essa estante um híbrido de guarda roupa com estante.

Do outro lado, sugiro que use uma base para seu colchão, porque a umidade é implacável, e vai apodrecer ele por baixo.

Como você é adepto da linha sustentável e do DIY, seria legal usar pallets – é necessário reforçar eles para aguentar o peso de um humano. Como você pediu um espaço para os livros, acredito ser importante uma luz de apoio para leitura, e também um espaço para deixar o livro, o qual coloquei nos pés da cama, assim você gira o corpo enquanto for ler… contudo durante a noite, não dorme com a cabeça no corredor. Incluí um cabideiro porque aquela mochila no chão tá me dando nos nervos. E dois quadros grandes, já que jornalismo e fotografia estão interligados.

Não cabe um sofá, a não ser que opte por dormir em um sofá cama, o que eu desaconselho totalmente. É desconfortável, nada prático e você vai acabar se sentindo um “hóspede” em sua própria casa.

Como provavelmente a função do sofá é pra receber mais gente, possivelmente amigos pra uma conversa ou algo assim, eu coloquei 2 puffezinhos, que também podem passear pelo quarto como mesinhas de apoio.

Agora Edu, eu fui obrigado a fazer uma outra opção.

Por mais jovem e desapegado que você seja, já é um adulto, está num relacionamento sério faz 2 anos (Facebook te delatou) e – mais cedo ou mais tarde – vai precisar se comportar como gente grande. Então já fiz uma versão de quarto pra quando essa não te atender mais.

Minha ideia é um guarda roupa, uma cabeceira para uma cama de casal, e uma boa mesa com prateleira para livros.

Mantendo o ar condicionado como você pediu, dividi o espaço para uma cabeceira em madeira.

E para aproveitar bem o espaço da mesa, fiz uma junção de mesa com gaveteiros e com o cavalete que você deseja, assim continua com elementos joviais.

Em ambas as opções, usei a cor Crômio da Suvinil, com uma composição de Nanquim – também da suvinil.

Espero que goste das opções, especialmente da primeira, que é o que você me pediu.

Qualquer dúvida, me grita!

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

 

22
Oct 2017
Mi casa su casa – Importante na Decoração: Cor da parede
Decoração, Mi Casa Su Casa

Fufu-terráquias e Fufu-extraterrestres, tuto pom cocêis? Estão arrasando na decoração?

O dia tá cinza por aqui e eu fico im-pres-tá-vel neste clima. Alguém mais é influenciável pelo que acontece lá fora?

Eu jamais poderia viver em um clima Londrino, por motivos de: me enforco com a correia do guarda chuva.

, dá desespero só de pensar em viver em um mundo nublado.

Mas vamos seguir com nosso trabalho de hoje. Muita gente me pede “dica” de cor pra pintar a parede. É aqui nos comentários, é via instagram, é no buffet do almoço, no salão de beleza… o dia que alguém me pedir isso no trânsito vai ser o auge. Já imaginou? Tô eu lá ouvindo “Trash Brasil” a playlist maravilhosa de Constanza Fernandez no Spotify, alguém bate no vidro e me pede uma cor pra parede.

Lusho, poder e reconhecimento.

Paredes, a não ser que você more numa caixa de vidro (também conhecida como estufa), representa MUITO da decoração.

Então vamos para algumas dicas, porque nada é regra.

Aqui em Terra Brasilis a tendência é: Parede Branca. Por que? Não sei. Acredito que pela nossa mania de “limpeza”, pelo fato de tanta gente morar de aluguel, e as casas de aluguel geralmente são pintadas de branco… será que é também porque a tinta branca é mais barata?

Sim, a tinta branca custa menos e quanto mais escura maior é o preço… e maior é a quantidade de demãos para deixar uniforme então uma parede escura é a ryqueza sobre a rykeza.

Eu já deixei por aqui  bem claro meu desamor por paredes brancas e o trauma de infância causado pelos berros de uma mãe que tinha que controlar as patas sujas dos filhos nas paredes (brancas) das casas alugados. Sério, não traumatizem seus mini humanos.

Obviamente a cor da parede vai ser uma base para o restante da decoração. Se você é uma pessoa colorida eu sempre acho interessante enlouquecer na cor da parede e manter os móveis neutros. Por maior que seja a “bagunça” de pintar um imóvel, o custo é relativamente baixo. É muito mais barato pintar uma sala do que trocar um sofá.

Ao invés de sair caçando imagens na internet, optei por um exercício diferente. Vou mostrar para você como a cor da parede muda a “aura” de um mesmo ambiente.

Peguei o projeto do Joy 106D e apliquei uma série de cores pra gente analisar juntos, então pega uma rolo de pintura BEM grande e  #vemkoito!

PS: Não vale pintar com broxa.

Lá no Joy 106D o tema é industrial, então permite uma certa ousadia e um “peso” na cor das paredes. Sempre pensamos em um cinza escuro, por isso na pré seleção de cores entraram:

Coral Cinza Profundo

Coral Soldado de Chumbo

Suvinil Elefante

Suvinil Nanquim

E olha, por mais assustada que possa estar, a cor que eu mais gosto é a Cinza profundo, que é a mais gótica-não-suave das quatro opções.

Sempre fazemos uma seleção que começa na cor que imaginamos e engloba tons mais claros porque quando você põe na parede a tinta “escurece” um ou dois tons.

Como isso não é uma ciência exata sempre pedimos pro pintor fazer testes de cor. Então quando entrar numa obra e se deparar com isso:

Não é uma zoeira de um pintor revoltado, é um caso muito sério de estudo de cor, HAHAHAHA.

Nós lá na NEST Interiores sempre pedimos para o pintor fazer testes de mais ou menos 1 metro quadrado em dois pontos da casa o mais iluminado e o mais escuro, para vermos como as tintas se comportam conforme a incidência de luz. Tem pintor que não quer fazer, porque eles esquecem de contabilizar isso no orçamento e cada teste de cor custa +- R$ 70,00 então é prudente ver com ele se você compra a tinta e ele arca com os demais materiais ou se ele já incluiu pelo menos 3 tons para teste.

Aqui na maquete virtual as cores não ficam “perfeitas” até mesmo porque cada tela tem uma definição de cor diferente então o que eu estou vendo aqui provavelmente não é o que você está enxergando aí do outro lado, contudo defendo que é um exercício válido.

Assim sendo, temos:

Cinza Profundo:

Achei muito preto… não que seja feio, entretanto é muito moderno. Vamos pra próxima que é:

Soldado de Chumbo:

Parede até a mesma de tão preta, mas eu juro que não é! Ainda está muito escuro, vamos pro…

Elefante:

melhor, mas acho que ficou um pouco claro e um pouco “bege”. Vamos pra quarta opção que é a…

Nanquim:

Agora sim! Um cinza bem puro, sem subtom aparente…

Vamos ver mais imagens na cor Nanquim:

Esse é o ponto onde mais terá parede aparecendo, atrás do sofá. o restante terá muito painel, espelho ou cortinas, então foi nessas vistas que eu gerei as imagens.

Deste ponto em diante, quero deixar claro que alterei apenas a cor no projeto, para não influenciar com itens, decorações ou iluminação diferente.

Um jeito muito legal de usar as cores é pra “sensação” de conforto. Se sua casa é numa região mais quente, tons mais frios vão psicologicamente fazer você se sentir melhor, então os cinzas, azuis e verdes vão bem. Rosados com fundo acinzentado também funcionam bem.

Suvinil Boneca de Pano:

Suvinil Água Fresca:

Coral Cheiro de Chuva:

Agora se a sua região é fria e o que queremos é um “calorzinho” usar um tom mais amarelo ou mais marrom-avermelhado vai suprir psicologicamente essa falta de uma mantinha:

Coral Branco Restaurador:

Coral Vestido de Moça:

Eu vou ter que dar o meu braço a torcer e admitir que mesmo eu sendo uma pessoa que odeia o “bege+bérgin+bérjão” Adorei esse bege médio, super neutro, com cara de Toddy…

Suvinil Creme Escocês:

Não obstante, fufu do meu coração, eu sinto que o ponto mais esperado deste post é:

Qual a cor que você indica pra minha parede?

Tudo depende, porque como vimos acima muita coisa influencia: O clima, o gosto pessoal, o estilo da decoração mas existe uma cor coringa que eu não tenho medo de indicar.

Que rufem os tambores:

A cor é a Suvinil Broto de Feijão:

Essa cor é o “bege acinzentado” mais versátil que eu já vi. Quando combinado com tons mais marrons ele se adapta mais para o bege, e quando agrupado com tons mais frios, como azuis ou preto ele se reflete mais para o cinza. Podem usar sem moderação.

Sim a pessoa louca aqui passou o domingo mudando a cor do projeto e criando imagens. Quando eu vi já tinha 78 imagens e tive que peneirar e deixar apenas as mais importantes

Espero que tenha ficado claro a diferença que a cor faz no nosso exercício de viver.

Digam pra mim nos comentários quais as dúvidas de vocês que eu respondo.

Sigam a patroa mais badalada dessa blogsfera no Instagram como @futilish e euzin como @tiolelofoz.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

Página 2 de 2512345Última »