Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
14 out 2018, 16 comentários

Mi Casa Su Casa – Joy 106 – Espertinho!

Olá habitantes da Fufulândia!

Desculpe o desaparecimento. Toda essa tensão política me deixou perturbado demais na semana passada e eu que gosto de escrever para vocês perto do dia de publicar as matérias fiquei completamente sem cabeça para me concentrar e fazer algo legal para vocês.

Muito boas as sugestões que vocês tem mandado para temas! já tenho uma listinha renovada. mas podem continuar mandando PLIS, nunca é demais.

Hoje resolvi trazer um respiro sobre o Joy, esse projeto de apartamento adquirido em planta que estamos acompanhando, e que já foi oficialmente atrasado pela construtora em 20 meses. Sim, VIN-TE meses de atraso confirmado. Este é um dos contras de se optar por fazer essas aquisições de algo que ainda não existe. Em defesa da construtora, eles ofereceram a oportunidade de trocar essa unidade  que será construída no último bloco (no caso o bloco 4) por um que já está bem avançado, no bloco 3.

Contudo, como vocês sabem, estamos cuidando para que esse apartamento, apesar de simples, de dimensões reduzidas (52,66m2 de área privativa e 40,12m2 de jardim provado), seja algo muito agradável, e aí tenho que explicar o porque desta unidade ser tão específica. E isso se dá pela posição dele no terreno, em relação ao sol.

Fiz um desenho daqueles de pré escola para explicar melhor:

Estamos falando do 106D que eu circulei em azul no desenho. O sol nasce no Leste ( aquela mancha amarela da sua direita) e vai atravessando o céu durante e ficando mais quente ao longo das horas até se por no oeste ( aquela bola vermelha na sua esquerda).

Lembrando que o sol oeste é muito mais longo e muito mais quente, elevando o calor dentro das nossas viviendas.

Isso cria uma linha que no caso do residencial Joy deixa algumas unidades privilegiadas, que sãs as de cara para o leste  = Solzinho da manhã, gostosinho.

Depois temos as unidades de frente para o norte, que recebem muita luz, e tbm são agraciadas com o solzinho dos teletubbies durante o inverno, que para nós que vivemos no hemisfério sul é  considerada uma das melhores opções de posição para quartos e salas.

Como  nesse empreendimento o bloco 4 tem uma posição diferente dos 3 anteriores ele está magicamente voltado para o melhor sol da vida. E como diz o ditado: “Em casa onde entra sol não entra médico.”

Outros fatores, como a distância da portaria, salão de festas, quadra poliesportiva e playground também garante que o 106D esteja abrigadinho das principais fontes de grito-correria-e-slime.

Desculpe a introdução gigante, agora vamos falar do tema que realmente quero propor. A ideia é fazer deste cantinho um apartamento com tecnologia Smart Home (Casa Inteligente).

Talvez você tenha ouvido o termo, e não tenha parado para entender melhor como é, o que faz, quais as vantagens e porque é tão legal. Então liga o wifi e #vemkotio!

Sabe quanto a gente ( que foi criança nos anos 80/90) asistíamos Os Jetson´s e ficava encantado com o mundo do futuro? Ele não é exatamente daquele jeito, entretanto já está muito mais legal do que quando a gente só tinha telefone fixo ou orelhão.

Atualmente várias grandes marcas tem lançado opções tecnológicas para aumentar a segurança, praticidade e conforto das casas.

Dentre as mais famosas estão o Google Home e a Alexa, criadas pela Google e pela Amazon, respectivamente. Existem outros como uma versão da Siri (Apple) para casa e o robô que roubou meu coração Jibo (fruto de criadores autônomos financiado por vaquinha eletrônica).

Jibo, lançado em 2016, na verdade é um robô social, não um assistente de casa inteligente, mas estão criando versões novas combinando as duas funções.

Os mais avançados no quesito funcionalidade são o Google e a Alexa. Que tem formatos de console principais:

E também repetidores menores, para usar espalhados pela casa:

 

Pelo youtube da vida é fácil encontrar diversos testes e opiniões sobre os dois modelos líderes de mercado, tanto em inglês quanto em português.

Agora, o que é importante é: O que podemos fazer com essas belezinhas?

Muitos dos vídeos que se encontram disponíveis mostram coisas que eu chamo de 333 (meio besta), tipo perguntas sobre matemática, mudar cor de lâmpadas e informações sobre clima. Mudar canais de tevê e tocar uma música são as coisas mais comuns nas resenhas disponíveis.

Não sei você Fufu aí do outro lado, mas euzinho se fosse tirar o escorpião do bolso e investir num sistema desses ponderaria minha qualidade de vida x gasto.

Então vou dizer sobre as coisas legais que já podemos fazer usando tecnologia Smart Home.

Sistema de abertura de portões por controle de voz, bem como o de fechaduras de portas;

Sistema de câmeras com monitoramento via celular / vigilância profissional;

Controle de ar-condicionado / calefação;

Controle por voz de itens eletrônicos (TV, telefone, video games, cafeteiras… qualquer um com conexão wifi);

Alertas via telefone móvel;

Gerenciamento de energia ( tomadas que podem ser desativadas pelo aplicativo celular);

Controle de iluminação ( liga, desliga, muda cor e/ou intensidade);

Sensores de movimento e de quebra de vidros;

Abertura e fechamento de cortinas / venezianas;

Irrigação de jardins;

Controle de agenda pessoal…

Hipoteticamente falando, tudo que tenha conexão wifi pode ser controlado com os assistentes, então já temos algumas geladeiras e máquinas de lavar roupas com essa tecnologia.

Como eu não vejo a reladeira picando minhas cebolas sozinha, nem compreendo como a máquina de lavar iria até o cesto buscar e separar as roupas sujas eu acho essas funções razoáveis.

Claro que podemos usar o comando a distância para iniciar um ciclo de lavagem a tarde, deixando já tudo preparado de manhã, e chegar em casa já na hora de estender e não ficar com as roupas cagadas depois de muito tempo molhadas na máquina.

A função da geladeira eu gostaria que vocês comentassem aqui o que poderia ser comandado a distância porque eu acho que perdi essa aula.

Voltando sobre os produtos que “comandam tudo” o Google está disponível no Brasil, nem custa tão caro, em torno de R$ 750,00 o grande ( que tem um som muito bom, pode usar para spotify) e o pequeno, mais simples a partir de R$ 185,00.

A Alexa é um pouco controversa. Já vi videos de casas automatizadas com ela aqui no Brasil, que tem uma personalidade mais engraçada que o Google, porém quando pesquisamos o sistema dela NÃO é compativel para a América do Sul. Logo, para o Joy estamos pensando em usar o Google – que também tem um valor mais amigo.

 

No apartamento Joy a ideia é controlar: fechadura/olho mágico, ar condicionado da sala e quarto, iluminação de todos os ambientes, TV e som e provavelmtente 2 câmeras de segurança no jardim.iste

Agora que esse post ficou enorme eu vou deixar com vocês a decisão, querem saber mais sobre cada um desses smas que serão aplicados?

#Bença!

BelezaPublieditorial
Novidades de Beleza
12 out 2018, 0 comentários

Novidade de Beleza – Creme Lumière!

Esse final de ano tá que tá de lançamentos de beleza hein? Cada semana tem uma coisa nova para encher nossos olhos de alegria!

Eu sou SUPER ligada em cosméticos, desde sempre escuto falar em colágeno, em botox, em ácido hialurônico e sempre tô de olho nas novidades e lançamentos. A notícia de hoje é sobre uma linha de produtos que já faz muito sucesso na Europa e que ACABA de chegar no Brasil, a Lumière D’Or.

O que a Lumiere D’Or tem de diferente? Várias coisas, vamos lá.

Primeiramente, é uma marca focada nos problemas de pele de mulheres acima de 30 anos. O grupo de referência para as pesquisas foi de 30+, 45+ e 55+ e utilizou partículas de ouro (nano gold) e caviar nos ensaios das fórmulas, pois esses dois ingredientes são os que mais dão efeitos visíveis graças ao poder de penetração deles, chegam na derme e não ficam apenas na superfície da pele. O ouro age como um lifting, dando aquela “repuxada” que a gente ama. Já o caviar hidrata e firma, mas além desses dois poderosos, tem outros ingredientes que eu amo.

A linha é composta de 3 produtos: o creme diurno, o noturno e o creme para a região dos olhos. Vou falar sobre cada um deles.

O Creme Lumiere D’Or Diurno promete rejuvenescer, modelar o contorno facial, iluminar a pele e reduzir rugas. A composição dele é maravilhosa: nano gold (regenera e retarda o processo de envelhecimento), caviar (hidrata e nutre a pele), complexo de peptideos (para a firmeza e elasticidade), óleo de sésamo (super hidratante), pro vitamina D (aumenta a resistência das fibras de colágeno), niacinamida (reduz a oleosidade, o tamanho dos poros e ainda clareia a pele) e extrato de aloe vera (melhora a elasticidade e firmeza).

O Creme Lumiere D’Or Noturno possui nano gold, complexo de peptideos, óleo de macadâmia (hidrata e regenera), biominerais (energiza e tonifica), extrato de arnica montana (ação adstringente) e acantona (produz proliferação celular)

Já o Creme Lumiere D’Or para a região dos olhos tem tanta coisa maravilhosa que nem sei por onde começar: novamente, nano gold (ingrediente principal dos produtos da Lumiere), complexo de peptideos, ácido hialuronico (meu queridinho da vida, que protege a pele e ajuda a conservar a maciez, elasticidade e tonicidade além de fixar a umidade da pele impedindo o ressecamento), óleo de rosa canina (ou minha querida rosa mosqueta, dos Andes, que tem ação super regeneradora) e óleo de jojoba (lubrificante e emoliente para peles secas e que previne o aparecimento de linhas finas).

E o que me dizem dessa combinação de ingredientes ESTRELAS? Todos os mais maravilhosos do mundo estão presentes nos cremes da Lumiere D’Or!

Já comecei a usar e estou gostando bastante. Tô fazendo certinho, usando de manhã, a noite e passando creminho na região dos olhos. Sinto a pele mais firme, mais tonificada, mais gostosa sabe?

Ah, e pode começar a usar em qualquer idade viu? Não é porque foi testado em mulheres mais velhas que é especifico para essas idades, tá liberado para todo mundo e sempre é bom PREVENIR, e não remediar!

  • Se gostou, segue o LINK do site e do ecommerce. Com esse monte de ingrediente estrela, impossível não fazer efeito!
Hey leitora! Este post é um publieditorial.
Comportamento
Chora Que Eu Te Escuto
11 out 2018, 41 comentários

Chora Que Eu Te Escuto!

Ontem fiquei o dia todo em SP e não consegui postar, mas hoje temos Chora!

Chora 01 – Itaim

Oi Cony! Como quase todas que te escrevem, sou só fãzoca de carteirinha, leio há anos e não largo por nada o Fufu.

Meu chora não é nada extremamente dramático, mas queria uma opiniões, pois possuo zero experiência nesse quesito. Tenho 22 anos,  sou advogada recém-formada, me mudei pra capital do meu estado pra trabalhar num escritório em uma área que gosto muito, tudo certinho. Faz umas semanas conheci um moço muito querido, tem seus 26 anos, profissão, trabalha e tem suas coisas. A questão é: ele demorou uns dias pra me contar, mas tem um filho de 2 anos! Segundo ele, foi caso de uma noite só, e ficou sabendo um ano atrás que o filho era dele, disse que mantém boa relação com a mãe da criança, etc. O menino é uma graça e ele é muito apegado, pega toda a semana, cuida e tudo mais. 

Pois bem, eu gosto dele, mesmo, nos damos super bem, só que tenho medo de não segurar essa barra de ser “madrasta” tão jovem. Sofri na pele o que uma madrasta enciumada é capaz, e jurei pra mim mesma não repetir essa história. Só que eu tô sozinha aqui na cidade, quero estar sempre com ele, mas ele é pai, né. É muita responsa, tem mais alguém pra pensar nessa história. Tenho receio de não ter jogo de cintura pra lidar com a situação. Vale a pena investir num relacionamento com alguém que tem filho pequeno na minha idade? Pode dar certo? Devo tentar me aproximar da criança? Ou devo cortar o mal pela raiz e me envolver em alguém livre, leve e solto? 

Beijos, obrigada pela oportunidade. 

 

Menina que que tem a ver o cara ter um filho??? Me assustaria se tivesse um filho e fosse negligente, não cuidasse do menino, não comparecesse… Mas justamente o fato dele ser paizão e tão novo, acho que só conta ponto a favor. Deixa de neura, seja madura. Um cara livre, leve e solto não é sinônimo de cara bacana ou que será melhor do que um que tem filho. ÓBVIO que você deve tentar se aproximar da criança, não crie barreiras. Seja legal com eles.

 

 

Chora 02 – Jardins

Oi Cony, tudo bom? Antes de mais nada, saiba que te acompanho há décadas e adoro tudo. Então…

Escrevo aqui pois acredito fortemente nessa rede de apoio que o seu blog proporciona entre as leitoras. E eu preciso de uma luz de vocês, que são super sinceras.
Estou em um relacionamento há muitos anos e já passamos por várias fases, namoramos 5 anos, eu terminei e depois de alguns meses reatamos, e desde então já se passaram mais 8 anos. O ponto dessa relação que sempre lutei contra foi em relação ao baixo astral e certa tristeza que ele sempre carregou e eu como ‘copo meio cheio’ sempre tentava e reclamava disso com ele. Passa 70% do tempo de mau humor, sempre falta alguma coisa, sempre tem uma sombra obscura pairando sobre a cabeça dele (não é depressão). Nisso o tempo foi passando e fomos vivendo, mas no fundo eu sempre senti que ele tinha algum problema em relação a mim, no começo do namoro se alguém dissesse que ele tinha sorte de ter conhecido uma pessoa como eu, ao invés de ficar feliz ele ficava chateado afinal ninguém havia falado que eu é quem tinha sorte em tê-lo (ele mesmo me dizia isso) e por ai vai. Ele nunca realmente vibrou com as minhas conquistas da forma que eu esperava, em certas situações as minhas amigas pareciam ficar mais felizes por mim do que ele, tudo isso de forma sutil aqui e ali no passar dos anos. Recentemente encontrei um curso de pós que realmente fiquei super animada em fazer, ele precisou viajar para resolver algumas coisas e quando voltou eu fui contar toda animada, ele ficou com cara emburrada, disse que estava passando por um momento difícil e por isso teve aquela reação (ele foi desligado da empresa em que trabalha, mas ainda assim não acho que seja motivo para não ficar feliz por mim, afinal desde que aconteceu isso eu super coloco ele pra cima, de que é um bom profissional e logo vai aparecer algo, para fazer alguns cursos enquanto isso, fazer coisas que antes não podia…). Depois disso, eu não sei explicar, mas parece que acendeu, ou melhor, apagou uma luz em mim, parei para pensar em todas as situações parecidas que aconteceram, desabafei com ele disse que não sabia se queria mais a gente, essas coisas. Ele mudou, está todo gentil comigo. E eu estou numa confusão interna que nunca passei, eu já conversei com amigas e nem com elas eu consigo chegar em um veredito, às vezes penso que não quero assumir que acabou, que não gosto mais, em outros momentos penso que isso é apenas uma fase, sei lá, exotérica que estou passando… Não sei o que fazer, na verdade estou toda confusa em relação aos meus sentimentos. Faço planos futuros na minha cabeça sozinha, seguindo minha vida, me imaginando em outros relacionamentos (ninguém específico). Pareço louca, eu sei, mas como eu sei se gosto ainda dele ou não?

 

Caramba, parece eu escrevendo alguns (vários) anos atrás. Sei EXATAMENTE o que você está passando. Eu sempre fui copo meio cheio (engraçado aparecer isso aqui no Chora agora, porque é uma coisa que tenho falando muito ultimamente), sempre fui meio Poliana (quem é mais velha sabe o que estou falando rs), e tento ver o lado bom das coisas. Também sempre fui de ficar feliz por coisas pequenas, de aproveitar, de curtir e tive um relacionamento que meu ex era a pessoa mais emburrada e triste do mundo. Tudo tava ruim, tudo faltava algo, e isso me deixava muito triste. As vezes eu tinha que segurar minha felicidade porque sabia que ele não iria “acompanhar” minha vibe e sei o quanto isso é ruim e angustiante. Lembro da primeira vez que fui pra NY que era meu sonho (fui sozinha) e quando voltei toda animada e cheia de fotos, ele nem quis ver, nem deu bola e isso me doeu até o dia que terminamos. Ainda mais eu sendo canceriana, guardo cada pequena mágoa e no final vira um magoãozão. Olha só, eu vendo de fora e sendo uma pessoa que já passou por isso, não vejo muito futuro. Ok que no meu caso teve agravantes (traição) mas sendo bem sincera, essa parte do baixo astral, da cara fechada, me incomodava todo santo dia. Esse tipo de pessoa acaba com nossa energia, a gente fica triste também, se poda e perde o brilho. Pensa com carinho em você, no que te faz feliz mas já te adianto: se você já faz planos para você sozinha, se se imagina em outros relacionamentos, miga, seu namoro já era. Vai pra vida LOGO e não perca mais tempo. Conselho de quem já passou por isso.

 

 

Chora 03 – Moema

Ei Cony, sempre leio os choras e todas as outras postagens no blog, nunca tive muito problema para me relacionar, mas em 2014 engravidei e casei com meu namorado de 3 anos, não deu certo e não quero entrar nesse assunto porque não sinto nada por ele.
Hoje tenho 25 anos, em 2015 eu tive minha filha, fui para o meu apartamento quando ela fez 3 meses (antes estava na casa da minha mãe) e toquei a vida, estava na faculdade de Direito, me formei esse ano, hoje trabalho e faço pós graduação, mas o que me incomoda é que nesses 3 anos e meio nunca consegui refazer minha vida amorosa, eu saio de vez em quando sozinha, saio toda semana com amigos ou com a família e minha filha junto, conheço pessoas novas, mas parece que sempre que começo a falar da minha filha ou explico que eu estou todos os dias com ela e não vou largar nas costas dos outros para ficar em rock os homens correm, não sei se é coisa da minha cabeça, mas são 3 anos e meio sozinha! Eu sinto falta de ter uma companhia, de namorar, além disso todos os meus amigos e primos namoram ou são casado, então sempre saio com vários casais e eu e minha filha, queria uma dica sua e também das mamães solteiras que te seguem.

 

PRA QUÊ dar a real e falar pros boys que não vai largar a filha com os outros ou fica falando dela??? PRA QUE??? Isso que você tá fazendo é sim algo que assusta os homens! Não estou falando que você não deva dar atenção a sua filha, mas certas coisas a gente não precisa dizer e escancarar de cara, deixa acontecer, deixa as pessoas te conhecerem primeiro, deixa ELAS sacarem que você é assim. Tem coisas que não precisam ser ditas e isso vale pra MUITA coisa. Exemplo, eu sou chata (extremamente sistemática e tenho meus momentos mimizentos) e viajo muito… coisas que não precisam ser ditas nos primeiro encontros. Às vezes minhas “vantagens” são maiores e a pessoa vai ficar pelas qualidade mas se eu falar dos meus “defeitos” antes, nem darei a chance de alguém se aproximar mais. Novamente, não tô falando que sua filha é defeito, pelamor, nem se compara com algo menor, tô falando que tem coisas que não precisam ser ditas num primeiro momento. Deixa acontecer, deixa rolar, deixa que te conheçam ANTES. Imagina o contrario: pensa você conhecendo um cara que logo no início te diz “tenho um filho estou todos os dias com ele e não vou largar ele com outras pessoas pra sair”, o que isso quer dizer? O que você entenderia? “Ele não terá tempo para mim e nem atenção ou prioridade em alguns momentos”. Óbvio, até eu sairia fora.

 

 

  • Choras ainda fechados! Caixa de mail cheia de choronas!