LifestyleLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
08 set 2019, 14 comentários

Tem Jeito Decor 54 – Na sala com a Pamy

Olá Fufuland! como vocês estão?

Por aqui, graças a God, o frio está se despedindo e eu não vejo a hora de ter que me endividar na Mastercard com um ar novo por motivos de: tava véio mandei arrancá.

Hoje é dia de vermos a sala de estar da Pamy. ela estava bastante ansiosa, e como quando eu abri o email eu descobri o motivo.

Basicamente ela não tem sala. #VemKoTio:

“Oi, bom dia!

Eu me chamo Pamy Corrêa e conversei com vc pelo insta, eu disse que desde que me mudei não consigo planejar a decoração da minha sala.
Já tive prestes a comprar alguns móveis mas sempre fico na indecisão por conta do espaço.
Eu gostaria que fosse uma entrada bem convidativa e que desse gosto aos olhos, mas o que tenho até então são móveis que foram colocados aleatoriamente.
A sala possui 2,90m de largura
Tem o pé direito de 3,00m
Comprimento de 5,50m
O sofá menor possui 1,80mx 0,94m
O maior possui 2,30m x 0,94m
A mesinha de centro foi um
DIY que fizemos e a outra poltroninha já rodou pela casa toda e parou aqui.
Espero que possa me ajudar,
Um grande abraço!”

Meu bem… entendo agora porque você estava aguardando tanto. Vamos falar de cada coisa por aqui, tentando aproveitar o máximo, contudo, já aviso que haverão sacrifícios.

Seu espaço é generoso, uma sala com 16m2 hoje em dia é incomum. Pé direito maior que 270cm então, é a glória!

Como diria meu amigo Jack, vamos por partes. Eu acredito que sua sala precise ser reorientada. Chegar e ver uma parede nudista não é lá muito convidativo.

Assim como em um dormitório, é muito mais gostoso chegarmos e ver o lugar onde vamos nos jogar. Então minha proposta é colocar o sofá maior de frente para quem chega.

Reaproveitei o sofá estilo Chesterfield, desejo dos modernistas todos, porém com uma nova estofaria. Aproveite e inclua uma cor, pode ser oliva como fiz, ou azul, laranja, vermelho, couro caramelo… permita-se. Todo o restante estará neutro ele pode ser até roxo com bolinhas amarelas – não que eu concorde- mas poderia.

Porém, as peças são grandes e visualmente pesadas demais para serem duas. Então eu sacrifiquei o sofá menor. Você pode levar para outro cômodo ou reveder, porque ele vale uma boa grana. O maior, sugiro um linhão mesclado com um tom médio. No projeto foi um verde militar, mas azul petróleo, bordô ou um abóbora ficariam lindos também. Veja qual cor faz o seu coração e o da sua família sorrir e se joga.

Nunca pensou num sofá clássico em cor de abóbora?

Não sei se ficou explícito, mas na imagem do sofá você percebeu que tudo vai aumentando de tamanho? Do pufe baixinho (40-45cm), para a mesa de apoio (70cm) o sofá (80-85cm) a luminária (165cm) …
Tudo isso tirando partido de que você exibe um item de design (o sofá Chesterfield), precisei desapegar da poltrona existente e incluoptei por incluir uma poltrona mais alta e também consagrada, a “Egg” que tem uma pegada mais feminina devido as curvas com um revestimento em couro bem escuro, um tom café. Como hoje em dia tem muita gente replicando esses objetos, é legal dar uma olhada na história e no desenho original, para não comprar um pequeno Frankenstein. A que eu achei bem fidedigna, ainda que com um preço maior, foi essa AQUI. De modo geral essa loja comercializa produtos com preço justo e design bem próximo ao verdadeiro.

Essa disposição automaticamente faz com que tenhamos de frente para ele, um móvel para televisão, com um pequeno apoio. Sua casa tem elementos arquitetônicos marcantes, como a porta e a janela com arcos e madeira, então me permiti a trazer modernidade criando um home revestido em um porcelanato que imite uma pedra, pode ser uma versão de carrara, calacata ou outro, que tenha um fundo branco e por favor, acabamento acetinado. Nada de brilho nele. Achei um incrível para revestir teu móvel, da marca Biancogress, Calacata Altíssimo:

No projeto eu tinha desenhado com 60×120 que é um um apelo mais comercial (leia-se: mais barato) entretanto qualquer um acima desse tamanho também ficará excelente.

O móvel ficou com 240 de largura, centralizado com o sofá, 4 portinhas e profundidade de 35cm apenas para guardar a bagunça da sala, já a parte revestida em porcelanato, tem apenas os 7cm necessários para passar os cabos do televisor mesmo.

Nessa mesma parede do móvel eu propus um papel de parede, com uma textura aconchegante tipo linho, nas outras apliquei a tinta da Suvinil na cor Espaço Lunar. é lega testar e ver se fica um bege ryco, e compatibilizar a tinta com o papel (papel tem menos opções, então escolha ele primeiro). Aproveite que você tem alimentação de arandelas na parede e use para criar foco de luz diferentes nesse ponto (esqueci de colocar no projeto), mas pode usar algo que forme um desenho de luz diferente:

Luz é muito importante para trazer personalidade e conforto. Pelas fotos, além das duas arandelas, só notei um ponto no teto e para evitarmos o custo de fazer gesso e recabear tudo, o pobrezinho do trilho iluminado é a opção mais acertada. Não achem que estou ficando repetitivo, a culpa é ele ser tão versátil. Calculei aqui, e você pode distribuir da seguinte forma:

1 trilho de 2m com 4 spots de 9W (720 lumens cada) 4000k ou menos

2 arandelas com 5W (400 lumens cada) 3000k ou menos

1 luminária de coluna com 9W (720 lumens) 3000k ou menos… com um ângulo de abertura de 30º ou menos.

Tá perdida nas especificações da luz? Vem entender melhor aqui no post sobre LED. Mas na loja de produtos de iluminação o vendedor pode te mostrar tudo isso na caixinha do produto.

Por falar na luminária de coluna… Tijolin de vidro, não tem jeito. Esses estão confinados aos anos 90 e não tem como melhorar o aspecto de lugar nenhum onde eles estejam. Desculpe. Pode pedir para o marceneiro revestí-los com uma chapa crua de mdf, e depois aplicar papel de parede por cima, é menos trabalhoso do que fazer com gesso acartonado e também não vejo necessidade de removê-los. Só esconde, vai que um via eles voltam ser fashion. Mas se a sua casa for alugada, aceita que dói menos, pois não vale a pena investir tanto se o dono do imóvel não aceitar ressarcir você bem plena.

Então, se quiser me fazer um tiozão feliz, peço que adquira uma luminária de coluna (de pé) que seja direcionável, para mirar a looooooz dela logo na parede acima da poltrona, onde ela vai estourar e fazer um chuá de uma iluminação propícia para… safadezas. Isso memo, bora criar um clima. Mira no X:

Outras peças menores entraram na festa, um pufe (85x42cm)  para ampliar a capacidade de assentos, uma mesa de apoio (D:60cm h:70) com decoração e quadros (80×80 cada).

O tapete, mais uma vez e fiz uso do redondo (D:200cm) deslocado do centro do sofá, mais próximo a poltrona. Assim ele não fica muito magrelinho, nem avança na passagem perto da tevê, pois isso o faria sujar demais, até porque a ideia é usar um tom bege claro e cinza para destacar sobre esse piso de madeira maravilindo.

Se ficou alguma dúvida, pegunta que titio responde 🙂

Quem tiver seus casos de Tem Jeito Decor pode mandar no email azuosexclusive@gmail.com

E por favor, deixem suas sugestões nos comentários.

#Bença!

LifestyleLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
25 ago 2019, 22 comentários

Tem Jeito Decor 53 – Living la vida no ripado com Tatiana

Olá Fufu!

Todo mundo marcando salão pra tosá as madeixas e ficarem plenas e belas igual a Fufumãe desse espaço?

Eu achei lushuoso, Quem não segue a Cony conta muita coisa no stories do @futilish. Mas não sofram, sempre tem a mesma informação por aqui sem validade, podem voltar e ler quando precisar e quando quiserem. Blogueira que tem conteúdo de verdade tem blog mes amis.

O Tem jeito Decor de hoje tá tão gostoso que chega a ser um pudim. Pega a prancheta e vem sentar aqui no sofá da Tatiana comigo.

“Oi Lelo!

Primeiramente gostaria de dizer que gosto muito do seu trabalho! 

Gostaria de uma ajuda para acabar de decorar a minha sala. Moro em um apartamento alugado de 50 metros quadrados. 

Sinto que falta aquele toque final para ficar mais aconchegante e com mais cara de casa. Penso em acrescentar um tapete, uma iluminação (provavelmente um trilho) e uma cor na parede do sofá ou um quadro. Tenho dúvidas sobre como escolher um tapete.

O painel foi feito dessa forma, pq foi a maneira que eu encontrei de centralizar a TV com o sofá. Sim, a porta não abre totalmente.

O sofá foi o primeiro item que comprei, por isso tive que adequar o painel dessa forma. Pensei no painel ripado porque posso utilizar em outro ap.


As medidas da sala são 4,80 x 3,20, sendo que a parede atrás do sofá mede 2,50.

Adoro suas dicas e ficaria muito feliz com a sua ajuda!

Beijos,

Tatiana”

Fufu-habitantes, eu tenho que aproveitar para dizer uma coisa: Vocês tem muito, mas MUITO bom gosto mesmo. Real Oficial. Eu não lembro de um TJD que eu tenha pensado:

“Putz, deu putz.”

E Tatiana, a base da sua sala está muito boa. Parabéns para você em criar algo que eu percebo pelas fotos que foi muito bem escolhido, investimentos certeiros. Eu sei olhando que esse sofá é de excelente qualidade, a mesa é de qualidade, investir num painel ripado como esse é uma compra muito acertiva e o seu parece ter sido muito bem executado. Um óde a estas cadeiras que apesar de parecerem simples são divinas. Tenho absoluta consciência de que são muito confortáveis e serão duradouras. Amo a combinação madeira+camuça+palhinha.

Agora vamos para as minhas sugestões 🙂

Primeiro: Eu super condordo que um trilho de iluminação seria incrível. Para quem não conhece veja nesta sala:

Nas fotos não consegui identificar se vc tem 1 ou 2 pontos da sala. Se tiver 1 ok, trabalha com o trilho fica muito lindo. O que eu tenho gostado ultimamente para salas é usar menos potência e mais pontos com o foco bem fechado.

Sabe aquelas lâmpadas que marcam uma bolinha para onde são apontadas (como a luz aparece bem forte na prateleira da foto acima)?  É disso que eu estou falando.

Aqui em casa por exemplo, optei pelo trilho, com 2 lâmpadas bem fortes e 2 mais fracas . As duas mais potentes deixei uma focada ma parede sobre a TV, e a outra num quadro que são paredes uma de frente para a outra. As duas mais amenas virei direto pro chão (que é branco, porque sim, eu gosto de piso branco) e ficou um espetáculo.

Calculei aqui, e você precisa de 5650 lúmens para iluminar a sala toda. Quando for comprar a iluminação tem essa informação de LUM nas caixas das lâmpadas, e o vendedor poderá te ajudar. Outro item a levar em consideração é a cor, para sala de estar e jantar use uma temperatura igual ou menor a 4000K ok? Essa é a luz igual a do sol e quanto menor, mais amarelinha vai ficando, o que também é interessante, mas depende de você se sentir confortável em luz mais “quente”. Evite as maiores de 4000K porque são mais azuladas e dão um ar de “escritório/consultório” para os ambientes.

Caso tenha dois pontos vale a pena colocar um pendente para a sua mesa de jantar. Se o ponto estiver fora do centro, não sofra! Fica super moderno deslocar o ponto com um ganchinho, assim:

Nesse caso, por favor, deixe o fio ou a corrente assim, sobrando. Quanto ela fica esticada me dá impressão de enforcamento, agradecido.

Outra opção é um pendente articulado, adoro, acho mega atual. O modelo mais fácil de achar é a famosa Tolomeu, versão de teto:

Uma opção que me ocorreu agora, é o uso de uma luminária de coluna, vou colocar no 3D 🙂

AQUI tem um link para uma igual a do projeto com preço uótchemo.

Sobre o tapete, lááááá em 2015 eu fiz um post somente sobre eles, AQUI. Porém vejo que é algo que a maioria das pessoas tem dúvida. Até porque não é uma peça de decoração exatamente barata. Tem quem goste apenas de uma textura diferente, usando um cor próxima a do piso, tem quem goste dos altos, dos baixos…. é um item com inúmeras variáveis. Eu acho que tapete serve para: trazer aconchego, melhorar a acústica e acrescentar contraste, de preferência cor também. Contudo eu gosto dos mais baixos (fininhos no caso).

Como seu apto é alugado, a parte gostosa da notícia é que 250cm é uma medida padrão então é fácil encontrar com um bom valor. Caso opte por um retangular, sugiro 250×200 deixando uma passagem livre logo a frente do Home, pois dificilmente encontrará um modelo que não prenda embaixo da porta da sala. No caso ficaria assim:

Particularmente essa “ponta solta” no meio do caminho me irrita. Tenho certeza absoluta que vou começar a passar e chutar, com o tempo ela vai arrebitar para cima e eu vou ter 4 tipo de ataque por cada olhada. Nestes casos, onde a ponta ficaria desamparada, e no meio de um fluxo intenso, prefiro usar um tapete redondo e deixar a forma brincar com todas as outras coisas “quadradíssimas”. Acredito que funciona melhor:

Esse redondo está com 200×200 e também é versátil para um próximo imóvel. Agora vamos dar um carinho nas paredes!

Gostaria que você testasse um espelho na parede da porta (o do projeto está com 180x90cm). Digo isso porque na foto que mandou mostrando o sofá tem uma luz natural maravilhosa chegando lá, então se refletirmos, ficará chiquérrimo. Pode ser um espelhão apoiado, como a Cony tem na sala dela. Também acho legal adquirir uma daquelas mesas de apoio que se encaixam no sofá. Assim fica mais confortável apoiar um copo, a pipoca e controles. São bem levinhos e podemos jogar eles para lá e para cá conforme quiser.

Defendo que quadros serão uma boa opção para animar o espaço de estar, coloquei dois de 60×80, e o resultado foi luxuoso. Para não furar pardes, pode usar aqueles ganchos da 3M Command mas tem que prestar atenção no peso que eles suportam.

Eu evitaria papel de parede, pois pode competir com o ripado. Porém, se você for uma pessoa mais ousada, fiz uma opção com uma pintura em degradê de azul petróleo, verde oliva e bege que ficou magnífico. Porém… é para poucos. Fique a vontade para odiar. Não acho que seja necessário alterar a cor da parede com as inclusões de tapete, quadros, espelho e iluminação.

Aliás, apesar de eu ser um assassino oficial de platíneas, sinto um pouco de falta de verde. Incluir um vaso ou alguns verdinhos no apadador ajudaria, gostei da versão vaso no chão com uma planta maior, o contraste do verde contra o ripado de madeira ficou decór gourmet.

Segue a versão sem pintura:

E com pintura:

Com toda a certeza do mundo eu faria a pintura, HAHAHAH

Tatiana, desculpe não representar o ripadinho, entretanto tive dois problemas:

1º que o computador que eu tenho em casa não é assim, uma ferrari, então ia ser difícil ele dar conta;

2º Eu ia passar o domingo desenhando ripa, e a escravidão já acabou.

Muito obrigado pelo carinho, um super beijo!

Agora é a vez de contribuirem Fufus!

Pamy, você é a próxima 🙂

#Bença!

LifestyleEditorialLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
11 ago 2019, 25 comentários

Tem Jeito Decor 52 – A Espera da dra. Carol

Olá Fufulândia!

Cêis tão boas? Cêis tão bons? Um uppa apertado para os pais que nos lêem, e também para as mães que acumulam tarefas e funções de pai e mãe, independente do motivo, vocês são PHoda. O cantinho de vocês no céu está garantido.

Seguindo com os Tem Jeito Decor temos mais uma doutora que foi muito paciente (que trocadilho péssimo Marcelo Roberto) e ficou um tempão na caixa de emails.

“Oi Lelo, tudo bem? Sou leitora do Futilish ha anos e amo suas colunas. 

E eu preciso muito da sua ajuda, e agora.. senta um ‘cadim e escuta, rs.
Sou dentista e tinha meu consultório num imóvel alugado. Há dois anos sai do aluguel e construi meu próprio espaço (em sociedade).
E sou uma negação em decor, e minha arquiteta (que também é designer) não me ajudou em muita coisa (tivemos vários problemas durante a obra); enfim, não vem ao caso agora, né non???
A ajuda que preciso e escrevo para o tem jeito decor é a minha recepção/sala de espera (são juntas).
Desde que mudei fiquei de melhorar e nada. Os móveis queria mexer o mínimo possível (são novos e planejados), mas aceito sugestões. Em anexo as fotos do ambiente e do
projeto.
Ah, na parede onde esta o aparador tem um papel de parede estilo linho, ok? 
Desde já agradeço muito!! 😘
Como antecipei, tem muito tempo que a dra. Carol mandou o email, e nesse meio tempo ela já alterou umas coisinhas:
“Hoje ja mudei. Onde estava o aparador coloquei 2 poltronas e mudei o aparador pra parede proxima ao vidro. No canto entre os dois vidros, uma mesinha verde mar.”
Dóc, acho que essa mudança do aparador ali para as “costas” da parede de quem entra foram bem acertivas, assim como a inclusão de uma mesa de apoio no canto.
Pelo que li na assinatura do seu email (periodontia, ortodontia, saúde coletiva e da família) e os gibis na sala de espera, entendo que uma boa porção das pessoas que coabitam o espaço são crianças. Obviamente elas não chegam ali sozinhas, então temos que pensar nos adultos também.
Resumidamente está tudo muito bom, porém está chato e sem personalidade.
A primeira coisa que vou te pedir é para ensinar a recepcionista que o guarda chuva e a bolsa dela tem que morar em um lugar fora do campo de visão das pessoas.
Se ela não for a Mary Poppins, ninguém precisa ver os apetrechos dela, obrigado.
Vamos por partes, como diria Jack. Logo na entrada podemos colocar um quadro para preencher aquela parede sem tomar muito espaço trazendo já um pouquinho de cor no momento das boas vindas. Nada exagerado, pelo tamanho da parede, 80x80cm se quiser trazer algo com o tom esverdeado para conversar com a mesinha nova também faz alusão a área da saúde. Eu gosto de ser sutil, e investiria em algo com mais cores alé do verdin, e nada complexo, para que as crianças apreciem e não seja intimidante.
Temos duas poltronas aqui no antigo local do aparador, ótimo! Gosto inclusive que isso altera o fluxo e faz as pessoas darem uma “passeada” pelo espaço, não fica parecendo um corredor. Mais uma vez, acho que é hora de quebrar a seriedade recapando essas duas peças e se você encontrar um tapete beeeeeeem fininho, criando um mini ambiente:
Tenha em mente um material de fácil manutenção, como o sisal, que também trará uma textura diferente e para a cor eu apostaria em algo em tom médio, pode ser um tom de “nescau forte” sabe? Para ser fácil de manter. Não vejo necessidade de mesinha ali, contudo, que tal testar duas almofadinhas nos tons da decoração? Gostaria também de pegar 2 ou 3  “mantas ” que são as faixas do papel de parede – provavelmente são na largura de 53cm então seria algo como 159cm de um detalhe diferente do restante da parede, posicionados atrás desses assentos e colocar um modelo diferenciado, com um tom mais escuro, ou algo com mais informação, listras seriam uma boa opção.
No local que está o aparador com o bebedouro, vou propor um móvel diferente. Sei que você gastou com ele e talz, entretanto um aparador é uma peça coringa que pode ser reaproveitada em zilhares de locais, ou revendida/doada. Desapega chuchu.
Acho que alguém que tem tantas especializações como você, mestre em saúde pública, harmonização facial (tô colando aqui do email mais recente) precisa deixar essa “atualidade” explícita também no espaço. Desconsidera a a iluminação que tem nessa foto e veja a possibilidade deste móvel para substituir seu aparador:
Na sua ambientação, os gibis poderiam vir aqui para a prateleira mais baixa, ao alcance dos pequenos. No local onde a 2ª prateleira tem mais espaço você pode deixar o bebedouro e os folhetos das atividades que oferecem, e na porção mais alta, decorações. Se optarem por rever o aparador e fazer a estante que sugeri, eu acredito que seria legal tirar aquela prateleira do móvel da tv, onde estão os quadrinhos hoje, para dar acabamento onde estão os furos de fixação agora, você pode por 1 barrinha metálica igual essa da estante, mas como uma só eu acho que possa ficar “sem sentido” sugiro usar mais uma barrinha dessa alinhada com o marco (vista/alisar/batente) superior da porta.
Por fim, mas não menos importante, o cantinho da secretina. Não que ela seja cretina, as eu acho o termo engraçado, já chamei a pobre de Mary Poppins, tá bom de zoeira para um post.
Vamos colocar o nome do espaço, ou dos profissionais de trabalham aí nessa parede pelada e tristonha?
Antes de tudo, façamos uma pintura com textura de cimento queimado:
Depois, eu sugiro usarem um vidro com distanciador e adesivarem o nome da clínica ou dos associados, assim fica chique e econômico. O efeito é esse:
Eu faria esta placa centralizada com o ar condicionado, uns 60cm ou 80cm mais larga que ele para dar presença.
Falei ali em cima de “cores da decoração” e não vou deixar você com essa pergunta ecoando na cabeça. Separei 3 paletas para que possa, juntamente com as outras pessoas que trabalham aí, selecionar uma e aplicar sem medo.
Paleta com mistura de tons quentes:
Paleta com mistura de tons frios:
Paleta com frios AND quentes: Seria uma paleta morna?
O bom de selecionar uma paleta é que a partir daí você pode comprar qualquer coisa que tenha uma dessas cores. Pode desenvolver toda a identidade visual, material de marketing, posts para redes sociais, tudo sendo trabalhado para fortalecer a marca. Não vou dizer qual das três é minha preferida, caso eu tenha errado no tom do verde mar (que é o tom comum nas 3 paletas) você pode selecionar um mais adequado nesse site que eu amo que tem as paletas o Design Seeds .
Ah! Estou aqui fingindo que não vi aquela capinha di frô no galão d´água, e você usa a mesma tática de discrição na hora de incinerá-la, agradecido.
E por hoje é só, né pessoal? Alguém mais tem sugestões, deixem nos comentários pra gente.
E se tiver algo para redecorar, é um ambiente por pessoa, é só encaminhar no meu email fotos e o que você gostaria no teu espaço…
se possível me mandar algumas medidas ajuda muito!
#Bença!