LifestyleEditorialLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
11 ago 2019, 11 comentários

Tem Jeito Decor 52 – A Espera da dra. Carol

Olá Fufulândia!

Cêis tão boas? Cêis tão bons? Um uppa apertado para os pais que nos lêem, e também para as mães que acumulam tarefas e funções de pai e mãe, independente do motivo, vocês são PHoda. O cantinho de vocês no céu está garantido.

Seguindo com os Tem Jeito Decor temos mais uma doutora que foi muito paciente (que trocadilho péssimo Marcelo Roberto) e ficou um tempão na caixa de emails.

“Oi Lelo, tudo bem? Sou leitora do Futilish ha anos e amo suas colunas. 

E eu preciso muito da sua ajuda, e agora.. senta um ‘cadim e escuta, rs.
Sou dentista e tinha meu consultório num imóvel alugado. Há dois anos sai do aluguel e construi meu próprio espaço (em sociedade).
E sou uma negação em decor, e minha arquiteta (que também é designer) não me ajudou em muita coisa (tivemos vários problemas durante a obra); enfim, não vem ao caso agora, né non???
A ajuda que preciso e escrevo para o tem jeito decor é a minha recepção/sala de espera (são juntas).
Desde que mudei fiquei de melhorar e nada. Os móveis queria mexer o mínimo possível (são novos e planejados), mas aceito sugestões. Em anexo as fotos do ambiente e do
projeto.
Ah, na parede onde esta o aparador tem um papel de parede estilo linho, ok? 
Desde já agradeço muito!! 😘
Como antecipei, tem muito tempo que a dra. Carol mandou o email, e nesse meio tempo ela já alterou umas coisinhas:
“Hoje ja mudei. Onde estava o aparador coloquei 2 poltronas e mudei o aparador pra parede proxima ao vidro. No canto entre os dois vidros, uma mesinha verde mar.”
Dóc, acho que essa mudança do aparador ali para as “costas” da parede de quem entra foram bem acertivas, assim como a inclusão de uma mesa de apoio no canto.
Pelo que li na assinatura do seu email (periodontia, ortodontia, saúde coletiva e da família) e os gibis na sala de espera, entendo que uma boa porção das pessoas que coabitam o espaço são crianças. Obviamente elas não chegam ali sozinhas, então temos que pensar nos adultos também.
Resumidamente está tudo muito bom, porém está chato e sem personalidade.
A primeira coisa que vou te pedir é para ensinar a recepcionista que o guarda chuva e a bolsa dela tem que morar em um lugar fora do campo de visão das pessoas.
Se ela não for a Mary Poppins, ninguém precisa ver os apetrechos dela, obrigado.
Vamos por partes, como diria Jack. Logo na entrada podemos colocar um quadro para preencher aquela parede sem tomar muito espaço trazendo já um pouquinho de cor no momento das boas vindas. Nada exagerado, pelo tamanho da parede, 80x80cm se quiser trazer algo com o tom esverdeado para conversar com a mesinha nova também faz alusão a área da saúde. Eu gosto de ser sutil, e investiria em algo com mais cores alé do verdin, e nada complexo, para que as crianças apreciem e não seja intimidante.
Temos duas poltronas aqui no antigo local do aparador, ótimo! Gosto inclusive que isso altera o fluxo e faz as pessoas darem uma “passeada” pelo espaço, não fica parecendo um corredor. Mais uma vez, acho que é hora de quebrar a seriedade recapando essas duas peças e se você encontrar um tapete beeeeeeem fininho, criando um mini ambiente:
Tenha em mente um material de fácil manutenção, como o sisal, que também trará uma textura diferente e para a cor eu apostaria em algo em tom médio, pode ser um tom de “nescau forte” sabe? Para ser fácil de manter. Não vejo necessidade de mesinha ali, contudo, que tal testar duas almofadinhas nos tons da decoração? Gostaria também de pegar 2 ou 3  “mantas ” que são as faixas do papel de parede – provavelmente são na largura de 53cm então seria algo como 159cm de um detalhe diferente do restante da parede, posicionados atrás desses assentos e colocar um modelo diferenciado, com um tom mais escuro, ou algo com mais informação, listras seriam uma boa opção.
No local que está o aparador com o bebedouro, vou propor um móvel diferente. Sei que você gastou com ele e talz, entretanto um aparador é uma peça coringa que pode ser reaproveitada em zilhares de locais, ou revendida/doada. Desapega chuchu.
Acho que alguém que tem tantas especializações como você, mestre em saúde pública, harmonização facial (tô colando aqui do email mais recente) precisa deixar essa “atualidade” explícita também no espaço. Desconsidera a a iluminação que tem nessa foto e veja a possibilidade deste móvel para substituir seu aparador:
Na sua ambientação, os gibis poderiam vir aqui para a prateleira mais baixa, ao alcance dos pequenos. No local onde a 2ª prateleira tem mais espaço você pode deixar o bebedouro e os folhetos das atividades que oferecem, e na porção mais alta, decorações. Se optarem por rever o aparador e fazer a estante que sugeri, eu acredito que seria legal tirar aquela prateleira do móvel da tv, onde estão os quadrinhos hoje, para dar acabamento onde estão os furos de fixação agora, você pode por 1 barrinha metálica igual essa da estante, mas como uma só eu acho que possa ficar “sem sentido” sugiro usar mais uma barrinha dessa alinhada com o marco (vista/alisar/batente) superior da porta.
Por fim, mas não menos importante, o cantinho da secretina. Não que ela seja cretina, as eu acho o termo engraçado, já chamei a pobre de Mary Poppins, tá bom de zoeira para um post.
Vamos colocar o nome do espaço, ou dos profissionais de trabalham aí nessa parede pelada e tristonha?
Antes de tudo, façamos uma pintura com textura de cimento queimado:
Depois, eu sugiro usarem um vidro com distanciador e adesivarem o nome da clínica ou dos associados, assim fica chique e econômico. O efeito é esse:
Eu faria esta placa centralizada com o ar condicionado, uns 60cm ou 80cm mais larga que ele para dar presença.
Falei ali em cima de “cores da decoração” e não vou deixar você com essa pergunta ecoando na cabeça. Separei 3 paletas para que possa, juntamente com as outras pessoas que trabalham aí, selecionar uma e aplicar sem medo.
Paleta com mistura de tons quentes:
Paleta com mistura de tons frios:
Paleta com frios AND quentes: Seria uma paleta morna?
O bom de selecionar uma paleta é que a partir daí você pode comprar qualquer coisa que tenha uma dessas cores. Pode desenvolver toda a identidade visual, material de marketing, posts para redes sociais, tudo sendo trabalhado para fortalecer a marca. Não vou dizer qual das três é minha preferida, caso eu tenha errado no tom do verde mar (que é o tom comum nas 3 paletas) você pode selecionar um mais adequado nesse site que eu amo que tem as paletas o Design Seeds .
Ah! Estou aqui fingindo que não vi aquela capinha di frô no galão d´água, e você usa a mesma tática de discrição na hora de incinerá-la, agradecido.
E por hoje é só, né pessoal? Alguém mais tem sugestões, deixem nos comentários pra gente.
E se tiver algo para redecorar, é um ambiente por pessoa, é só encaminhar no meu email fotos e o que você gostaria no teu espaço…
se possível me mandar algumas medidas ajuda muito!
#Bença!