13
Jun 2016
Do Cabelo Preto, Pretinho!
Beleza, Cabelo

Mais um post que vocês tem pedido com certa frequência e que eu fui enrolando… Vamos falar sobre meu cabelo. O preto, pretinho.

Bom, meu cabelo é dessa cor que vocês vêem mesmo, escurão. É bem cabelo de índio: preto, liso, pesado e grosso. Era para ser mais liso, era para ser mais pesado e mais grosso, mas como a gente apronta várias coisas nas madeixas durante a vida, elas vão perdendo força e vitalidade.

12804715_10153278964746534_2708477332317995179_n

Já fui loira (e acreditem, não fica nada bonito rs), ruiva, já tive cabelo roxo, e já fiz luzes também. Aliás, ter o cabelo com luzes é meu sonho não realizado e que já me conformei. Justamente por meu cabelo ser muito grosso e muito escuro, quando tento clarear, ele puxa para o laranja (coisa que odeio) e para chegar num tom de mel bacana, precisa ficar muito tempo descolorindo, o que destrói os fios. A última vez que tentei fazer luzes foi há uns 3 anos, paguei quase 1000 reais e meu cabelo ficou péssimo. O cabeleireiro deixou o descolorante por muito muito tempo e quando tirou o papel aluminio, a mecha saiu junto. Desde então tento recuperar a saúde da minha cabeleira e acho que estou conseguindo. O único problema que tenho atualmente é a queda, assustadora (cai muito muito, tenho até vergonha de tanto cabelo que deixo pelo caminho!), mas já fui na dermato que me contou que tenho Eflúvio Telogeno, ou seja, meu cabelo não completa o ciclo de crescimento e cai antes. Para isso, tomo um remédio manipulado, mas ainda não vi grandes resultados…

Falando sobre a cor, por não conseguir clarear como sempre quis, resolvi assumir minha tonalidade natural. Mas eis outro probleminha… Tenho MUITOS cabelos brancos, mas muitos mesmo. Eles apareceram já algum tempo, mas eram pouquinhos e há uns 2 anos, vieram para valer.

Preciso pintar a raiz de 15 em 15 dias, ou 20 em 20, caso contrário fica aquela linha branca na cabeça. Eu mesma costumo retocar a raiz, faço tipo duas vezes em casa e uma no salão.

Uso a cor 4.0, que pode ser da Richesse (4.0 Castanho Profundo) ou Color Touch (4.0 Castanho Médio), que são tonalizantes sem amônia. Usava Majirel antes (tinta mesmo), mas os tonalizantes não agridem tanto os fios e cumprem bem seu trabalho.

tintas1

 

Minha cor é exatamente essa (4.0), um castanho bem escuro que em mim fica quase preto e dá uma boa cobertura aos brancos. Como contei, eu mesma aplico em casa e é uma bela economia. Imagina pagar salão semana sim, semana não, só pra pintar a raiz? Ah, deixa que eu faço hahaha. O material que uso é uma bisnaga de tinta, ativador da cor, passo um gel na testa e orelhas para a tinta não manchar muito a pele, luvas, tigela para fazer a mistura, pente de cabo fino para separar as mechas, pincel e várias piranhas daquelas baratinhas.

 

tintas2 tintas3

 

Primeiro penteio bem o cabelo e desembaraço tudo. Preparo a tinta, geralmente é uma bisgana para uma embalagem de ativador, jogo umas gotinhas de óleo (MoroccanOil, Shu Uemura, L’Oreal, o que tiver), separo cabelo ao meio, passo o gel protetor na pele ao redor do cabelo e começo a aplicação pelo alto da cabeça mesmo. Depois vou descendo pro lado esquerdo, separando as mechas (não muito grossas) com o cabo do pente fino, depois faço do lado direito e por último atrás, sem olhar mesmo, só na base da experiência. Depois, penteio o cabelo todo pra trás, se sobrou tinta besunto mais a parte de cima, prendo com uma piranha, deixo por meia hora e depois lavo no chuveiro. Pronto! Raiz retocada e novamente, cabelo preto pretinho!

 

  • Sempre compro TUDO na Lojas Rede  mas TUDO mesmo, aliás, adoro ir lá e ficar olhando todos os produtos. Acho que é a loja que mais se aproxima das farmácias gringas né? Parece que só tem em BH e região metropolitana, mas vendem online também! Não é jabá hein, realmente compro tudo lá. Alguém mais também pinta o cabelo em casa?