Moda
Como Usar
09 jul 2014, 114 comentários

A Classificação Socioeconômica do Short Jeans

Muita gente me pergunta de onde tiro inspiração para postar e sempre respondo: do dia a dia. Olho as pessoas na rua, o que estão vestindo, os comportamentos, os assuntos, e em cima disso sempre surge a vontade de comentar sobre algo.

O post de hoje não é diferente… Durante a Copa frequentei alguns bares, alguns churrascos, e reparei num look em comum das meninas: short jeans e bota. Interessante. A mulher mineira adora se arrumar e o short jeans ganhou um status que até então eu não dava para ele.

Eu AMO um shortim mas sempre uso para ficar em casa ou ir para praia, clube, sítio coisa assim. Pra ir pra rua RUA mesmo, não. Mas comecei a olhar para ele com outros olhos. Dei valor ao bichinho que sempre foi tão mulambo em minha vida e só vê informalidade pela frente. Curti vários looks nas ruas de BH durante os jogos e resolvi homenageá-lo com um post.

Sim, o short jeans pode ser arrumadinho!

short jans com bota 1

Primeiro vamos falar do short com botas: prefiro com botas claras para não encurtar muito as pernas apesar de ter visto muita baixinha usando ankle boot preta e arrasando! Vale tentar e se olhar no espelho. Se curtiu, vá em frente!

short jans com bota

Gente, não é lindo? Ao final do post vou falar como é um short jeans rico tá?

short jans com rasteiras

Esta combinação é mais óbvia e tranquila. Shortim com rasteira. Curto muito quando a sandália tem um ziriguidum a mais.

short jans com sapatilhas

Com sapatilhas também é terreno firme e seguro. Esses looks são bons para turistar!

short jans com tenis

Com tênis continuamos na nossa zona de conforto. Tudo fácil até agora. Vamos complicar?

short jans com salto

Na hora de escolher um sapato de salto para usar com short, acredito que uma sandália nude pode minimizar algum possível erro. Pode ser de salto fino caso você tenha mais coragem, ou uma anabela para quem não quer arriscar muito.

short jans com sandalia

Agora, se você gosta de jogar no modo HARD, vai de sandália de tiras preta (ou cor contrastante com a pele). ATENÇÃO: estas produções exigem pernas em dia, tanto na cor quanto no shape.

short jans com scarpin

Se você é assim como eu, e tende a scarpinizar tudo para ficar mais chique e elegante, tá liberado seu sapatinho com o short jeans, mas novamente, pernas em dia.

Mas como é o short jeans bacana?

  • Modelo de jeans tradicional (tipo 5 pocket da Levi’s)
  • Lavagem estonada (jeans bem usado) e com alguns rasgos se possível
  • Folgadinho, tipo boyfriend (CORRA DE SHORT JUSTO! Esqueça essa de definir o bumbum, mostrar curvas)
  • Não muito curto (se não gostar dos comprimentos exibidos nas fotos, pode ser um mais comprido)
  • Barra desfiada ou virada
  • Eu, particularmente, não gosto dos que tem o forro do bolso aparecendo
  • Ah, e um cinto sempre arremata bem o look e finaliza a produção.

Lembrem-se que o short é uma peça simples e que não tem muito poder de glamourizar uma produção. Por isso preste atenção aos sapatos, ao cinto, aos acessórios para dar o UP necessário e não parecer que está indo apenas na padaria. sim short

Os dois primeiro estão ok, já os outros…

  • Super fácil né? Eu vou é malhar BEM as pernas pra poder usar um short jeans tranquila!
ComportamentoModa
Cotidiano, Fashion News
22 out 2013, 215 comentários

O Vermelho Que Eu Gosto

Ó, já vou avisando: se não tiver senso de humor ou não souber levar as coisas com leveza e sem mimimi, melhor não ler este post. Já falei da onça rica e onça pobre e algumas pessoas ficaram ofendidinhas, mas é questão de GOSTO, apenas isso! Eu divido as coisas em feias e bonitas com humor (às vezes um pouco ácido), e quando baixa o Caco Antibes, classifico como ricas e pobres. Alguma coisas que passam por essa minha seleção são estampas (a onça é uma delas e acho que a mais famosa), jeans, tipos de salto, rasteirinhas e a cor vermelha.

Já tem um tempo que estou pra fazer o post falando sobre vermelho rico, e dia desses, passeando na Zara vi muito esse tom que tanto me agrada. Mostrei no Instagram e várias pessoas me pediram para explicar bem a classe econômica do vermelho.

E assim chegamos na minha definição do que seria um vermelho bonito, chique, rico e elegante e um feinho, que não gosto e remete à coisas baratas. Fútil, bobagem? Pode ser, afinal o vermelho é seu e cada um usa o que mais gostar, mas eu prefiro assim ó:

vermelho-rico1

RYYYYYCOOOHHHHHHHH!

O meu vermelho classe AAA é esse acima: fechado, com um toque azulado, um quê aveludado (na cor, será que deu pra entender?), que faz sombra escura, bravo, poderoso, intenso, a cor do sangue!

vermelho-rico2

Tem uma cor batizada como Vermelho Valentino e digo que é quase isso, um tico mais escura talvez. Agora tá na hora de lançar o Laranja Valentino né? hehehehe

Ok, esse é o vermelho fino. E o marromeno?

vermelho-feio

Tipo isso. Vermelho estranho, que puxa pro rosa ou pro laranja, muito aceso, muito aberto. Eu não gosto. Deixa tentar explicar melhor…

vermelho-rico-skyfall

Acredito que agora não ficarão dúvidas: o vermelho da esquerda é maravilhoso (esmalte Skyfall da OPI), já o da direita… hummm…. não.

mac-riri-woo-viva-glam-i-ruffian-red-russian-red-charmed-im-sure-lipstick-swatch-comparison

Nos batons minha regrinha também se aplica! Até conhecer o Viva Glam I, o Russian Red (ambos da MAC) era o vermelho mais lindo de todos. Perdeu pro VGI… não é belo? (Swatch do site Make Up For Life)

  • Simples não é? As vezes derrapo um pouco e fico num vermelho classe média, que também me agrada dependendo da situação e da peça. Mas se tiver opção de escolha, vou no Valentino mais intenso que tiver 😉