Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
14 out 2018, 16 comentários

Mi Casa Su Casa – Joy 106 – Espertinho!

Olá habitantes da Fufulândia!

Desculpe o desaparecimento. Toda essa tensão política me deixou perturbado demais na semana passada e eu que gosto de escrever para vocês perto do dia de publicar as matérias fiquei completamente sem cabeça para me concentrar e fazer algo legal para vocês.

Muito boas as sugestões que vocês tem mandado para temas! já tenho uma listinha renovada. mas podem continuar mandando PLIS, nunca é demais.

Hoje resolvi trazer um respiro sobre o Joy, esse projeto de apartamento adquirido em planta que estamos acompanhando, e que já foi oficialmente atrasado pela construtora em 20 meses. Sim, VIN-TE meses de atraso confirmado. Este é um dos contras de se optar por fazer essas aquisições de algo que ainda não existe. Em defesa da construtora, eles ofereceram a oportunidade de trocar essa unidade  que será construída no último bloco (no caso o bloco 4) por um que já está bem avançado, no bloco 3.

Contudo, como vocês sabem, estamos cuidando para que esse apartamento, apesar de simples, de dimensões reduzidas (52,66m2 de área privativa e 40,12m2 de jardim provado), seja algo muito agradável, e aí tenho que explicar o porque desta unidade ser tão específica. E isso se dá pela posição dele no terreno, em relação ao sol.

Fiz um desenho daqueles de pré escola para explicar melhor:

Estamos falando do 106D que eu circulei em azul no desenho. O sol nasce no Leste ( aquela mancha amarela da sua direita) e vai atravessando o céu durante e ficando mais quente ao longo das horas até se por no oeste ( aquela bola vermelha na sua esquerda).

Lembrando que o sol oeste é muito mais longo e muito mais quente, elevando o calor dentro das nossas viviendas.

Isso cria uma linha que no caso do residencial Joy deixa algumas unidades privilegiadas, que sãs as de cara para o leste  = Solzinho da manhã, gostosinho.

Depois temos as unidades de frente para o norte, que recebem muita luz, e tbm são agraciadas com o solzinho dos teletubbies durante o inverno, que para nós que vivemos no hemisfério sul é  considerada uma das melhores opções de posição para quartos e salas.

Como  nesse empreendimento o bloco 4 tem uma posição diferente dos 3 anteriores ele está magicamente voltado para o melhor sol da vida. E como diz o ditado: “Em casa onde entra sol não entra médico.”

Outros fatores, como a distância da portaria, salão de festas, quadra poliesportiva e playground também garante que o 106D esteja abrigadinho das principais fontes de grito-correria-e-slime.

Desculpe a introdução gigante, agora vamos falar do tema que realmente quero propor. A ideia é fazer deste cantinho um apartamento com tecnologia Smart Home (Casa Inteligente).

Talvez você tenha ouvido o termo, e não tenha parado para entender melhor como é, o que faz, quais as vantagens e porque é tão legal. Então liga o wifi e #vemkotio!

Sabe quanto a gente ( que foi criança nos anos 80/90) asistíamos Os Jetson´s e ficava encantado com o mundo do futuro? Ele não é exatamente daquele jeito, entretanto já está muito mais legal do que quando a gente só tinha telefone fixo ou orelhão.

Atualmente várias grandes marcas tem lançado opções tecnológicas para aumentar a segurança, praticidade e conforto das casas.

Dentre as mais famosas estão o Google Home e a Alexa, criadas pela Google e pela Amazon, respectivamente. Existem outros como uma versão da Siri (Apple) para casa e o robô que roubou meu coração Jibo (fruto de criadores autônomos financiado por vaquinha eletrônica).

Jibo, lançado em 2016, na verdade é um robô social, não um assistente de casa inteligente, mas estão criando versões novas combinando as duas funções.

Os mais avançados no quesito funcionalidade são o Google e a Alexa. Que tem formatos de console principais:

E também repetidores menores, para usar espalhados pela casa:

 

Pelo youtube da vida é fácil encontrar diversos testes e opiniões sobre os dois modelos líderes de mercado, tanto em inglês quanto em português.

Agora, o que é importante é: O que podemos fazer com essas belezinhas?

Muitos dos vídeos que se encontram disponíveis mostram coisas que eu chamo de 333 (meio besta), tipo perguntas sobre matemática, mudar cor de lâmpadas e informações sobre clima. Mudar canais de tevê e tocar uma música são as coisas mais comuns nas resenhas disponíveis.

Não sei você Fufu aí do outro lado, mas euzinho se fosse tirar o escorpião do bolso e investir num sistema desses ponderaria minha qualidade de vida x gasto.

Então vou dizer sobre as coisas legais que já podemos fazer usando tecnologia Smart Home.

Sistema de abertura de portões por controle de voz, bem como o de fechaduras de portas;

Sistema de câmeras com monitoramento via celular / vigilância profissional;

Controle de ar-condicionado / calefação;

Controle por voz de itens eletrônicos (TV, telefone, video games, cafeteiras… qualquer um com conexão wifi);

Alertas via telefone móvel;

Gerenciamento de energia ( tomadas que podem ser desativadas pelo aplicativo celular);

Controle de iluminação ( liga, desliga, muda cor e/ou intensidade);

Sensores de movimento e de quebra de vidros;

Abertura e fechamento de cortinas / venezianas;

Irrigação de jardins;

Controle de agenda pessoal…

Hipoteticamente falando, tudo que tenha conexão wifi pode ser controlado com os assistentes, então já temos algumas geladeiras e máquinas de lavar roupas com essa tecnologia.

Como eu não vejo a reladeira picando minhas cebolas sozinha, nem compreendo como a máquina de lavar iria até o cesto buscar e separar as roupas sujas eu acho essas funções razoáveis.

Claro que podemos usar o comando a distância para iniciar um ciclo de lavagem a tarde, deixando já tudo preparado de manhã, e chegar em casa já na hora de estender e não ficar com as roupas cagadas depois de muito tempo molhadas na máquina.

A função da geladeira eu gostaria que vocês comentassem aqui o que poderia ser comandado a distância porque eu acho que perdi essa aula.

Voltando sobre os produtos que “comandam tudo” o Google está disponível no Brasil, nem custa tão caro, em torno de R$ 750,00 o grande ( que tem um som muito bom, pode usar para spotify) e o pequeno, mais simples a partir de R$ 185,00.

A Alexa é um pouco controversa. Já vi videos de casas automatizadas com ela aqui no Brasil, que tem uma personalidade mais engraçada que o Google, porém quando pesquisamos o sistema dela NÃO é compativel para a América do Sul. Logo, para o Joy estamos pensando em usar o Google – que também tem um valor mais amigo.

 

No apartamento Joy a ideia é controlar: fechadura/olho mágico, ar condicionado da sala e quarto, iluminação de todos os ambientes, TV e som e provavelmtente 2 câmeras de segurança no jardim.iste

Agora que esse post ficou enorme eu vou deixar com vocês a decisão, querem saber mais sobre cada um desses smas que serão aplicados?

#Bença!

Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
12 nov 2017, 5 comentários

Mi Casa Su Casa – Joy 106 D Dormitório

Olá habitantes do planeta Futilish!

Deixa eu começar explicando: Eu me cadastrei para trabalhar durante a aplicação de provas do Enem, e semana passada não me organizei em tempo de preparar o post pra vocês, me desculpem! Essa semana eu comecei mais cedo e já preparei todas as imagens do “Diário de Obra” da reforma do banheiro… mas eu demorei muito mais do que imaginei e sei que o texto será complexo pra escrever.

Então eu resolvi mostrar pra vocês o quarto do Joy 106 D. Houveram grandes desistências nas alterações da planta oficial, então o apartamento que perderia todas as paredes acabará ficando com praticamente todas. Os meninos vão modificar uma parede da sala/cozinha basicamente.

E conforme as referências que a gente viu AQUI, vamos seguir pro quarto… pega o pinico e #vemkotio!

O quarto menor vai ser usado como closet e terá um sofá cama pra receber dignamente eventuais visitas, então pude pensar no dormitório sem a necessidade de um armário. Contudo, foi necessário incluir uma bancada para computador. Graças a Deus não haverá televisão. Eu acho que televisor não deveria estar no quarto. Na minha opinião ela interfere na atenção que as pessoas dão ao cônjuge. Quando alguém concorda comigo nisso eu fico tão feliz!

Como a cor das paredes será mais escura e o piso terá um tom de cimento queimado, sugeri investir numa parede revestida em madeira freijó (a queridinha do momento) para que o ambiente tenha uma atmosfera convidativa. Esse tipo de revestimento é muito presente no estilo industrial e na verdade é bem típica da época da arquitetura contemporânea brasileira.  As arandelas Jacobsen são direcionáveis e como são peças de design e com um impacto relevante devido a escala exagerada, preferi deixar elas serem a “decoração da parede” sem incluir quadros ou outros itens.

Para trazer um pouco de textura e elegância, a cabeceira estofada em linho, que também é a textura que se apresenta na parede da direita tem um belo desenho em taxas. Na lateral direita da cama, vai morar a coruja que vocês conheceram no Instagram do JOY106D:

Também incluí uma mesa de cabeceira exagerada no lado esquerdo (um metrode largura) , que já fará a estruturação para a bancada de estudos. Para aliviar o peso visual de um tampo tão grande, sugeri uma mesa em vidro incolor, afastado 15cm da parede do fundo, para que a cortina possa descer até o chão e filtrar o sol, já que sol na cara de quem está estudando não é confortável.

A cadeira é mais um item com design de personalidade, criada por Philippe Stark é a Master Chair (2009) que é uma incrível homenagem a três designs consagrados de Arne Jacobsen, Eero Saarinen and Charles Eames, o encosto dela tem o desenho das três cadeiras combinados:

Lá na civilização, ela é uma cadeira “cara” na Inglaterra, por exemplo, ela custa 159 libras. Mas no Brasil… ahhhh no nosso país uma original custa abusivos R$ 1.724,00 então por mais “contra” que eu seja de réplicas, vamos ter bom senso e comprar a brasileiríssima ALLEGRA MASTERS

Aah, a cadeira também é dourada.

Na parede de frente, inseri uma pintura, com tons calmos, porque eu acredito que quando você vai pro quarto ou quando acorda de manhã o ideal é ter algo bonito e tranquilo para observar, concorda?

Dormitórios com bancada e sem armários costumam ficar com uma sensação de hotel, talvez pela escassez de peças grandes. Senti isso ao finalizar essas imagens de estudo.

Esse foi um post de update do Joy, com algumas dicas distribuídas pelo texto. Provavelmente enquanto vocês leem aqui eu estarei semi-morto depois de muitas horas sendo Fiscal do Enem. E olha, muito orgulho da organização desse evento. Dá até pra ter um pouco de em nosso país quando vemos a seriedade desta imensa operação que é aplicar essas provas.

Sigam a patroa mais maravilhosa dessa blogsfera no Instagram como @futilish e euzin como @tiolelofoz.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

LifestyleEditorial
Decoração, Mi Casa Su Casa
01 out 2017, 35 comentários

Mi Casa, su casa – Butler´s Pantry e Joy 106D

Quase coloquei um amém no final do título, porque virou uma oração. HAHAHA

Cêis tão delícia? Tudo hidratada? Tudo fisicamente ativas/os? Assim que queremos a Fufulândia. Um bando de gente feliz.

Semana passada não teve post por um motivo muito nobre: FA XI NA.

Uma faxina daquelas de colar as ponta do papel de parede, de limpar as lombadas das revistas e organizar por data.

Levando em consideração que eu assinei Casa Vogue durante 10 anos (enquanto eram editadas pela Carta Editorial, porque depois da Globo Condé Nast a revista ficou uma MERDA) você pode ter uma leve noção da trabalheira que deu.

Porém a faxina vai ser melhor explicada no final do diário de obra que tá QUASE no ponto de publicar.

Ok, vou parar de devanear porque se eu não começar logo a falar do assunto do dia vou perder a audiência dos TDAH.

Falei no Instagram do Joy106D ( Já seguiu minha obra? ) sobre a “despensa do mordomo” que é muito comum lá naquele canto do mundo que eu amo: Austrália, e a Marina deixou comentário aqui pro titio falar mais. Bêxo Marina!

A tradução literal da Butler´s Pantry, como eu já usei no texto préviamente, é “despensa do mordomo” e ela tem – obviamente- uma história própria, que como a gente tá vindo da Oceania pra cá, começa assim:

” O nome PANTRY, é oriunda do francês arcaico PANETERIE que significava: panificar/pão. Nas eras medievais as comidas e utensílios eram armazenadas em cômodos específicos. Carnes eram guardadas na copa (larder), bebidas num cômodo chamado bar (buttery) e os pães na despensa (pantry).

Nota do Tio: Essas traduções são aproximadas, porque na verdade os nomes originais todos se traduziriam para português como despensa.

DAE chegamos na Butler´s Pantry, onde se guardava a prataria, os itens de cozinha mais caros e mais delicados. Como os itens eram de valor esse ambiente era mantido trancado e a chave ficava em poder do mordomo que geralmente  (pasmem) dormia nesse local pois era responsabilidade total dele proteger a prata contra roubo.

As despensas estavam desaparecidas até 2006 quando os empreendimentos começaram a voltar os olhos para o problema que as cozinhas integradas causam que é: casa inteira bagunçada só pra fazer um lanche.

Então vamos falar da Despensa moderna. No caso dos sortudos que pagam 445 dinheiros numa lava louças, na Oceania eles aconselham a ter no quartinho do mordomo:

Uma segunda lava-louças;

Um segundo refrigerador;

Uma segunda pia;

Um segundo cooktop;

Uma segunda torre de eletros.

Resumindo, é uma cozinha. A diferença é que será fechada e consideravelmente menor. Nela serão estocadas as coisas em prateleiras abertas e de profundidade menor, algo como 40 centímetros:

Para que serve?

Sabe aquele domingo, que você vai só fazer um macarrão? Faz ali dentro.

Sabe aquele peixinho frito que fede a casa toda? Faz ali dentro.

Sabe aquela reuniãozinha de amigos que você serve um aperitivo e vai acumulando louça já antes de servir o jantar, depois tem que dar um jeito na louça do jantar pra poder servir uma sobremesa/café/licor… SOCA TUDO NA DESPENSA e amanhã a faxineira arruma, ou então já sai da mesa pra lava louça. E na hora de se despedir dos convidados já está tudo limpo.

Sabe aquela receita de natal que tem ZILHARES de coisinhas pra picar, separar, pré cozer… deixa a sogra fazendo na despensa, e prepara teu peru ali do ladinho, na cozinha.

O que é importante? Que ela seja discreta e que interaja com a cozinha diretamente. No casa de uma das Butler´s Pantry mais lindas que eu já vi, está a versão do The Block Austrália 11ª Temporada do apartamento de cobertura, desenhado pelo casal Dean e Shay:

Essa é a cozinha:

E ali, lindamente oculta está a despensa:

Aqui tem um vídeo (em inglês) curtinho que mostra  como eles pensaram e decidiram todos os detalhes da cozinha:

E essa é a carinha de quem ganhou a temporada + AU$ 755.000,00

Voltando ao post, ao pesquisar por esse ambiente a gente encontra umas despensa muito gourmetizadas, que eu acho que perdem a funcionalidade.

Obviamente é legal que seja bem decorada e agradável de se ver e usar. Mas a função dela é abraçar os tapaué e não ser miss-cozinha.

A não ser que quem está me lendo aí do outro lado seja RYCAH nível Trussardi Rudge, aí é só me contratar que eu já sei o nível de despensa que vamos fazer para sua casa:

Agora eu gostaria de propor a despensa do mordomo alinhada com o nosso Brasil.

E vou até me dar o direito de chamar de Despensa Funcional.

Eu acredito que para nós, que gastamos 2000 reais numa lava louças, 5000 em um bom refrigerador podemos otimizar estes produtos.

Minha dica é que a entrada seja perto da torre de fornos e do refrigerador. Assim, esses eletrodomésticos são compartilhados pelos dois ambientes.

Caso sua familia seja grande, eu sugiro incluir um freezer, aí sim é um bom negócio:

Mas tio, quanto espaço eu preciso?

Quase nada Fufu, quase nada.

Para a brasileiríssima despensa funcional da família moderna tipinikin, eu diria que você deva equipar com:

1 cuba pequena/média;

1 cooktop 2 bocas/queimadores;

1 coifa poderosa ( alí será o canto da fritura/de fazer  o bifão de brontossauro)

1 lava louças (e deixar a cozinha sem)

Esse é o espaço de bancada que você terá pra trabalhar, dois metros.

Teremos que ter uma janelinha (legislação brasileira renovação de ar e luz natural) então eu faria ela no fundo do ambiente;

Na outra parede prateleiras com 40cm de profundidade;

Então estamos falando de 200 x 200 pra ter um MEGA espaço confortável. E isso representa muito pouco numa construção. Vou ilustrar, porque eu tô MUITO animado com isso:

Viu que simples? Pia, bancada, fogãozinho:

Se a torre de fornos e geladeira estiver ali do ladinho da porta, tá tudo dominado.

Dependendo do seu nível de transtorno, ou caso a região onde você morar é válido analisar o uso de portas na despensa. Eu acho desnecessário, mas se por exemplo for um lugar onde tem muito pó, pode ser interessante gastar um cadin mais e colocar portas em toda ou em parte desse móvel.

Dae você pensa: Ah Lelo, só tenho 150cm por 300cm aquele espaço estranho debaixo da escada, tem como fazer outro jeito?

Claro meu amô!

Pode usar a bancada em L sem problema nenhum.

Se você não costuma fazer fritura, ou se faz muito pouco – como aqui em casa – a despensa funcional pode até ser aberta também e ser usada para sujar um espaço que representa 1/4 da cozinha, simplesmente colocando uma parede divisória:

E esse formato é ótimo para apartamentos, especialmente os tipo jardim, como o JOY106D que estou mostrando para vocês em primeiríssima mão.

No caso dessa unidade a despensa não vai ser só despensa, mas também vai acomodar a lavadora de roupas.

Em cidades grandes como São Paulo é bem comum a lavanderia e a cozinha se fundirem em uma coisa só, aqui pro lado do interioRRR, ainda é estranho, confesso. Contudo funciona, que é o que buscamos.

A cozinha formal, será construída e terá acesso por essa porta ao lado do refrigerador e ambos espaços vão compartilhar destes eletrodomésticos.

Ela ficará oculta da parte social pela parede que vai amparar o estofado, assim não haverá visibilidade a partir da porta de entrada:

E quem estiver na sala, verá apenas geladeira/torre de fornos:

A área com a mesa de jantar também ficará nessa área que os clientes vão construir, essa mesa da imagem é aquela de apoio onde você deixa chave, carteira, bolsa, os boletos… é pequenininha mesmo.

Muita gente não entende planta baixa, mas para os que entendem, vou deixar aqui para vocês aproveitarem:

O post de hoje foi tenso! Muita imagem, muita conversa. Aos que não gostam de post com muito falatório me desculpe, contudo foi o necessário.

E por hoje é só pessoal. BÊJO!

Não esqueçam de aproveitar as dicas da patroa no Instagram Futilish, e euzinho no #Tiolelofoz

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.