12
Nov 2017
Mi Casa Su Casa – Joy 106 D Dormitório
Decoração, Mi Casa Su Casa

Olá habitantes do planeta Futilish!

Deixa eu começar explicando: Eu me cadastrei para trabalhar durante a aplicação de provas do Enem, e semana passada não me organizei em tempo de preparar o post pra vocês, me desculpem! Essa semana eu comecei mais cedo e já preparei todas as imagens do “Diário de Obra” da reforma do banheiro… mas eu demorei muito mais do que imaginei e sei que o texto será complexo pra escrever.

Então eu resolvi mostrar pra vocês o quarto do Joy 106 D. Houveram grandes desistências nas alterações da planta oficial, então o apartamento que perderia todas as paredes acabará ficando com praticamente todas. Os meninos vão modificar uma parede da sala/cozinha basicamente.

E conforme as referências que a gente viu AQUI, vamos seguir pro quarto… pega o pinico e #vemkotio!

O quarto menor vai ser usado como closet e terá um sofá cama pra receber dignamente eventuais visitas, então pude pensar no dormitório sem a necessidade de um armário. Contudo, foi necessário incluir uma bancada para computador. Graças a Deus não haverá televisão. Eu acho que televisor não deveria estar no quarto. Na minha opinião ela interfere na atenção que as pessoas dão ao cônjuge. Quando alguém concorda comigo nisso eu fico tão feliz!

Como a cor das paredes será mais escura e o piso terá um tom de cimento queimado, sugeri investir numa parede revestida em madeira freijó (a queridinha do momento) para que o ambiente tenha uma atmosfera convidativa. Esse tipo de revestimento é muito presente no estilo industrial e na verdade é bem típica da época da arquitetura contemporânea brasileira.  As arandelas Jacobsen são direcionáveis e como são peças de design e com um impacto relevante devido a escala exagerada, preferi deixar elas serem a “decoração da parede” sem incluir quadros ou outros itens.

Para trazer um pouco de textura e elegância, a cabeceira estofada em linho, que também é a textura que se apresenta na parede da direita tem um belo desenho em taxas. Na lateral direita da cama, vai morar a coruja que vocês conheceram no Instagram do JOY106D:

Também incluí uma mesa de cabeceira exagerada no lado esquerdo (um metrode largura) , que já fará a estruturação para a bancada de estudos. Para aliviar o peso visual de um tampo tão grande, sugeri uma mesa em vidro incolor, afastado 15cm da parede do fundo, para que a cortina possa descer até o chão e filtrar o sol, já que sol na cara de quem está estudando não é confortável.

A cadeira é mais um item com design de personalidade, criada por Philippe Stark é a Master Chair (2009) que é uma incrível homenagem a três designs consagrados de Arne Jacobsen, Eero Saarinen and Charles Eames, o encosto dela tem o desenho das três cadeiras combinados:

Lá na civilização, ela é uma cadeira “cara” na Inglaterra, por exemplo, ela custa 159 libras. Mas no Brasil… ahhhh no nosso país uma original custa abusivos R$ 1.724,00 então por mais “contra” que eu seja de réplicas, vamos ter bom senso e comprar a brasileiríssima ALLEGRA MASTERS

Aah, a cadeira também é dourada.

Na parede de frente, inseri uma pintura, com tons calmos, porque eu acredito que quando você vai pro quarto ou quando acorda de manhã o ideal é ter algo bonito e tranquilo para observar, concorda?

Dormitórios com bancada e sem armários costumam ficar com uma sensação de hotel, talvez pela escassez de peças grandes. Senti isso ao finalizar essas imagens de estudo.

Esse foi um post de update do Joy, com algumas dicas distribuídas pelo texto. Provavelmente enquanto vocês leem aqui eu estarei semi-morto depois de muitas horas sendo Fiscal do Enem. E olha, muito orgulho da organização desse evento. Dá até pra ter um pouco de em nosso país quando vemos a seriedade desta imensa operação que é aplicar essas provas.

Sigam a patroa mais maravilhosa dessa blogsfera no Instagram como @futilish e euzin como @tiolelofoz.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

22
Oct 2017
Mi casa su casa – Importante na Decoração: Cor da parede
Decoração, Mi Casa Su Casa

Fufu-terráquias e Fufu-extraterrestres, tuto pom cocêis? Estão arrasando na decoração?

O dia tá cinza por aqui e eu fico im-pres-tá-vel neste clima. Alguém mais é influenciável pelo que acontece lá fora?

Eu jamais poderia viver em um clima Londrino, por motivos de: me enforco com a correia do guarda chuva.

, dá desespero só de pensar em viver em um mundo nublado.

Mas vamos seguir com nosso trabalho de hoje. Muita gente me pede “dica” de cor pra pintar a parede. É aqui nos comentários, é via instagram, é no buffet do almoço, no salão de beleza… o dia que alguém me pedir isso no trânsito vai ser o auge. Já imaginou? Tô eu lá ouvindo “Trash Brasil” a playlist maravilhosa de Constanza Fernandez no Spotify, alguém bate no vidro e me pede uma cor pra parede.

Lusho, poder e reconhecimento.

Paredes, a não ser que você more numa caixa de vidro (também conhecida como estufa), representa MUITO da decoração.

Então vamos para algumas dicas, porque nada é regra.

Aqui em Terra Brasilis a tendência é: Parede Branca. Por que? Não sei. Acredito que pela nossa mania de “limpeza”, pelo fato de tanta gente morar de aluguel, e as casas de aluguel geralmente são pintadas de branco… será que é também porque a tinta branca é mais barata?

Sim, a tinta branca custa menos e quanto mais escura maior é o preço… e maior é a quantidade de demãos para deixar uniforme então uma parede escura é a ryqueza sobre a rykeza.

Eu já deixei por aqui  bem claro meu desamor por paredes brancas e o trauma de infância causado pelos berros de uma mãe que tinha que controlar as patas sujas dos filhos nas paredes (brancas) das casas alugados. Sério, não traumatizem seus mini humanos.

Obviamente a cor da parede vai ser uma base para o restante da decoração. Se você é uma pessoa colorida eu sempre acho interessante enlouquecer na cor da parede e manter os móveis neutros. Por maior que seja a “bagunça” de pintar um imóvel, o custo é relativamente baixo. É muito mais barato pintar uma sala do que trocar um sofá.

Ao invés de sair caçando imagens na internet, optei por um exercício diferente. Vou mostrar para você como a cor da parede muda a “aura” de um mesmo ambiente.

Peguei o projeto do Joy 106D e apliquei uma série de cores pra gente analisar juntos, então pega uma rolo de pintura BEM grande e  #vemkoito!

PS: Não vale pintar com broxa.

Lá no Joy 106D o tema é industrial, então permite uma certa ousadia e um “peso” na cor das paredes. Sempre pensamos em um cinza escuro, por isso na pré seleção de cores entraram:

Coral Cinza Profundo

Coral Soldado de Chumbo

Suvinil Elefante

Suvinil Nanquim

E olha, por mais assustada que possa estar, a cor que eu mais gosto é a Cinza profundo, que é a mais gótica-não-suave das quatro opções.

Sempre fazemos uma seleção que começa na cor que imaginamos e engloba tons mais claros porque quando você põe na parede a tinta “escurece” um ou dois tons.

Como isso não é uma ciência exata sempre pedimos pro pintor fazer testes de cor. Então quando entrar numa obra e se deparar com isso:

Não é uma zoeira de um pintor revoltado, é um caso muito sério de estudo de cor, HAHAHAHA.

Nós lá na NEST Interiores sempre pedimos para o pintor fazer testes de mais ou menos 1 metro quadrado em dois pontos da casa o mais iluminado e o mais escuro, para vermos como as tintas se comportam conforme a incidência de luz. Tem pintor que não quer fazer, porque eles esquecem de contabilizar isso no orçamento e cada teste de cor custa +- R$ 70,00 então é prudente ver com ele se você compra a tinta e ele arca com os demais materiais ou se ele já incluiu pelo menos 3 tons para teste.

Aqui na maquete virtual as cores não ficam “perfeitas” até mesmo porque cada tela tem uma definição de cor diferente então o que eu estou vendo aqui provavelmente não é o que você está enxergando aí do outro lado, contudo defendo que é um exercício válido.

Assim sendo, temos:

Cinza Profundo:

Achei muito preto… não que seja feio, entretanto é muito moderno. Vamos pra próxima que é:

Soldado de Chumbo:

Parede até a mesma de tão preta, mas eu juro que não é! Ainda está muito escuro, vamos pro…

Elefante:

melhor, mas acho que ficou um pouco claro e um pouco “bege”. Vamos pra quarta opção que é a…

Nanquim:

Agora sim! Um cinza bem puro, sem subtom aparente…

Vamos ver mais imagens na cor Nanquim:

Esse é o ponto onde mais terá parede aparecendo, atrás do sofá. o restante terá muito painel, espelho ou cortinas, então foi nessas vistas que eu gerei as imagens.

Deste ponto em diante, quero deixar claro que alterei apenas a cor no projeto, para não influenciar com itens, decorações ou iluminação diferente.

Um jeito muito legal de usar as cores é pra “sensação” de conforto. Se sua casa é numa região mais quente, tons mais frios vão psicologicamente fazer você se sentir melhor, então os cinzas, azuis e verdes vão bem. Rosados com fundo acinzentado também funcionam bem.

Suvinil Boneca de Pano:

Suvinil Água Fresca:

Coral Cheiro de Chuva:

Agora se a sua região é fria e o que queremos é um “calorzinho” usar um tom mais amarelo ou mais marrom-avermelhado vai suprir psicologicamente essa falta de uma mantinha:

Coral Branco Restaurador:

Coral Vestido de Moça:

Eu vou ter que dar o meu braço a torcer e admitir que mesmo eu sendo uma pessoa que odeia o “bege+bérgin+bérjão” Adorei esse bege médio, super neutro, com cara de Toddy…

Suvinil Creme Escocês:

Não obstante, fufu do meu coração, eu sinto que o ponto mais esperado deste post é:

Qual a cor que você indica pra minha parede?

Tudo depende, porque como vimos acima muita coisa influencia: O clima, o gosto pessoal, o estilo da decoração mas existe uma cor coringa que eu não tenho medo de indicar.

Que rufem os tambores:

A cor é a Suvinil Broto de Feijão:

Essa cor é o “bege acinzentado” mais versátil que eu já vi. Quando combinado com tons mais marrons ele se adapta mais para o bege, e quando agrupado com tons mais frios, como azuis ou preto ele se reflete mais para o cinza. Podem usar sem moderação.

Sim a pessoa louca aqui passou o domingo mudando a cor do projeto e criando imagens. Quando eu vi já tinha 78 imagens e tive que peneirar e deixar apenas as mais importantes

Espero que tenha ficado claro a diferença que a cor faz no nosso exercício de viver.

Digam pra mim nos comentários quais as dúvidas de vocês que eu respondo.

Sigam a patroa mais badalada dessa blogsfera no Instagram como @futilish e euzin como @tiolelofoz.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram coletadas da internet e os 3D foram feitos por mim, imagens que só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus, se quiser que eu identifique a autoria me deixa nos comentários. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

10
Sep 2017
Tem Jeito Decor 40 – Emily e a Integração
Decoração, Mi Casa Su Casa

Tão boas Fufuzelas?

Adorei a interação das últimas semanas 😀

E no FDS do feriadão, vamos de #TJD rápido e rasteiro. Porém… vamos dar uma conversada sobre os ambientes integradosantes?

Hoje em dia aqui por Terra Brasilis, o “must have” é ter ambientes integrados. E antes que vocês comecem a coçar o mega hair: Eu sou A FAVOR dos ambientes integrados, não briguem com o titio.

Eu apenas acho que esse layout não é sempre o mais adequado, isso depende do estilo de vida de cada um.

Para quem eu acho que não funciona:

Pessoas que costumam fazer frituras por exemplo, vão precisar de um aparelho de exaustão excelente para não sofrer as consequências do ficar cheirando banha por dois ou três dias.

Gente que não são um exemplo de organização – me incluindo nessa categoria – podem se irritar com  o “excesso de cuidados” para não viver em uma casa revirada.

Quem não tem cômodos extras para criar um espaço de TV e/ou escritório/estudos separado da área social – limitando os usos.

Para quem eu acho essencial:

Famílias que tem crianças com menos de 10 anos – e assim poderá manter o olho nos furacõezinhos enquanto limpa/trabalha/cozinha.

Quem costuma receber amigos/família mais de uma vez por semana, e gosta de comandar o show das panelas.

Ideal mesmo, mas isso só funciona para quem for construir, seria ter a “despensa do mordomo” tão comum na Austrália e Nova Zelândia, que é uma mini-mini-mini-cozinha, que você usa no dia dia, conjugada com a maior e integrada, economizando em grandes aparelhos e também tendo a chance de otimizar tempo de trabalho e manutenção.

Mas vamos voltar para a Emily?

Vejamos o que aflige esse coraçãozin:

Olá Lelo, tudo bom?!

 Primeiro me desculpe se não estou seguindo alguma regra de envio de “Tem Jeito Decor”, tentei achar no Futilish mas o máximo que vi foi seu contato e como sou nova nesta tag…
O problema é o seguinte Lelo, envio em anexo 2 fotos do meu apartamento (ALUGADO),
a divisão entre a sala e a cozinha é esta bendita “mesa” de mármore…ela é horrível, não separa os ambiente, quem entra em casa vê minha cozinha toda e até a máquina de lavar!
Queria uma solução para fechar esta parte, sem danificar ou ter que tirar a bancada, já que o apto é alugado. Pensei em mandar fazer um armário de madeira, em que um lado fosse pra cozinha e o outro de decoração pra sala, será que é possível? 
Desde já agradeço sua atenção.
Beijos!”
Emily meu bem, você se incomoda com a máquina de lavar recepcionista acredite, eu sei bem como é, aqui em casa era a lixeira da cozinha que dava um HELLO nada digno de Val Marcchiori pras visita tudo.
Contudo, se você quiser descontrair sua área de serviço…
 Chega de #brinks, desculpe, mas eu hoje acordei no modo Ave Maria (cheio de graça) …
Vou mostrar para você duas opções de melhorar essa agonia. uma mais cara e uma mais barata. A mais cara eu sugiro que você faça um móvel com gavetões que se encaixe abaixo da bancada, aumentando a armazenagem para o lado da sala, e feche a parte superior com painéis de MDF (vazados ou não, eu prefiro vazados, como na imagem abaixo) e instalando o televisor na parede. Alinhei os painéis com a parede da Sala, assim você mantém uma profundidade legal para quem for fazer refeições e também para apoio de quem estiver cozinhando.
Na segunda opção temos algo com valor mais amigo, acho excelente por esse motivo e por outro também: Você pode ter o ambiente integrado ou não.
Coloquei um móvel mais simples, com portinhas de vidro e a TV sobre ele. Por trás deste móvel vem um painelzinho que fecha a parte debaixo da bancada, você pode usar esse espaço para decorar, com dois vasos, com baú, com uma banqueta ou o que o teu coração mandar. Sobre a bancada eu coloquei uma cortina do tipo romana (que sobe formando dobras) então quando você tiver com vontade de deixar tudo livre é só subir o tecido:
Fica meio que como se tivesse uma janela quando está abaixado, o legal é que esse material dela “interaja” com as outras cortinas que você tiver. Optando por uma tela solar, por exemplo, a manutenção é simples e não precisa se preocupar com a limpeza especializada do tecido.
E a TAG tem apenas uma regra: é um ambiente por pessoa 😀 afinal é meu trabalho né? Assim vocês ganham uma assessoria e eu me exercito com casos reais aprendendo cada vez mais.
Obrigado pelo carinho e aquele já corriqueiro: “desculpe pela demora”.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts foram enviadas pela proprietária e os 3D foram feitos por mim,trabalhamos também com fotos coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BEIJOS DE LOOOZ.

Página 3 de 2912345Última »