12
Sep 2015
Mi casa, Su casa – Quatro Questões
Mi Casa Su Casa

Olá Fufús!

Fiquei super feliz com a maneira que vocês receberam o post sobre as cores! Vocês não sabem, mas eu fico com o coração hipertenso apertadin até que começam a vir os comentários, as perguntas, as sugestões… Deve ser herança de quando eu dava aula, eu sempre acho que poderia ter exposto mais! Acho que eu não iria conseguir fazer topless eu teria que ser nudista mesmo. O “quase” realmente não me satisfaz.

E esta semana, durante uma negociação ferrenha com uma arquiteta de SC (para quem estou orçando um projeto) eu me vi respondendo uma série de perguntas tão comuns (tanto da cliente quanto da profissional) e isso me fez refletir: Como eu ainda não falei disso por aqui no Futilish, já que são tão recorrentes.

Então pega o óculos fashionista, pede um Latte Macchiato…

latte macchiato

 

…senta comigo e vamos conversar sobre o profissional: Por que, pra quê, como e quanto?

Por que? Bom, muita gente tem facilidade em combinar coisas, e tem tempo e paciência pra pesquisar e acompanhar uma obra. É perfeitamente decorar uma casa all by yourself. Vai ficar com um resultado de casa de novela? Depende do seu budget. Mas o que eu quero dizer, é que dificilmente, as pessoas que não trabalham diretamente com algo relacionado à construção ou decoração saberá a ordem que as coisas devem ser feitas, as quantidades – sem muito desperdício – e todos os detalhes técnicos de materiais. Isso falando de interiores né, porque se partimos para construção, não tem jeito, você precisará de um arquiteto ou um engenheiro. Pois além deles terem estudado pra saber detalhes de – como sua casa não cair igual a casa de palha do porquinho número um – também estudaram conforto térmico, acústico, ergonomia.

 

palha

Bônus informativo: Muita gente tem dúvidas também sobre a diferença de Engenheiro Civil e Arquiteto. Essa é uma guerra antiga, pois as habilitações segundo a definição de leis brasileira é a mesma. De diferença MESMO, arquitetos não podem assinar responsabilidade técnica para construir rodovias e aeroportos – mas podem projetar. Entretanto a brigalheira é complexa porque nas grades de faculdade (varia um pouquinho conforme instituição, mas basicamente é assim)

Engenharia – tem 06 meses de estudo de projeto arquitetônico e 60 meses de engenharias.

Arquitetura – tem 60 meses de estudo de projeto arquitetônico ( + 60 de projeto urbanístico) e 48 meses de estudo de engenharias.

Quando falamos de “instalações” que são os estudos de projeto da parte hidráulica e elétrica, Arquitetura em 12 meses e engenharia tem 24 meses.

Arquitetura tem estudos aprofundados em teoria da arte, história da arte, composições de formas, e toda essa viadagem pra fazer projetos diferenciados. Engenharia recebe uma breve visão sobre isso, mas, em contrapartida, tem estudos aprofundados de cálculo de estruturas, resistência de materiais.

E para as leis brasileiras ambos podem fazer as mesmas coisas. Na prática, um não vive sem o outro. Eu tinha uma professora maravilhosa – Beijo Leila! – que dizia que o engenheiro é o pai da construção. Ele não se importa em colocar a placa lá na frente, se o filho tá bem vestido, ou se tá limpinho. Pro engenheiro o filho tem que ser forte, resistir à vida e manter-se firme e descomplicado. Dae vem a arquiteta, toda mãe, se preocupando com o calor, com o frio, com a roupa bonita, com os cursos complementares, querendo notas mais altas e que seu filho seja SIM, melhor que o coleguinha #sorryavidaéassim.

Chega ser irônico, mas é muito comum engenheiros e arquitetos casados. Em qualquer formação de gêneros aliás! I mean: (banana+figo , banana+banana ou figo+figo)

Eu acho realmente que as duas profissões se complementam. Um bom projeto arquitetônico tem muitos detalhes que tem que ser pensados com uma sensibilidade que o engenheiro não foi ensinado a ter, eles são programados para ser técnicos e práticos.

suite filhos

Tanto que eles raciocinam mais em metros quadrados, enquanto os arquitetos pensam mais nas medidas lineares. Por exemplo, a medida mínima para um quarto é 7,5 m2 ok, mas esse quarto pode ter 2,5 x 3,00 que seria confortável para um casal, mas também poderia ter 2,0 x 3,75 que só comportaria solteiros.

Eu tenho um primo que se formou recentemente, com menção honrosa, palmas pro meu primo lindo (louro, novinho e solteiro meninas! #vemgent) e ele numa ocasião me passou um briefing de uma casa… tudo em m2! Não dá, assim não dá.

dormitorio_planta_baixa

Mas não é porque eu sou um arquiteto quase-arquiteto (loading 87%) que eu não vou falar dos perrengues. Cálculo de estrutura, detalhes de fundação, hidráulica, elétrica são muito importantes e são muito difíceis. E o pior, metaforizando: uma mãe se apega aos defeitos dos filhos, não importa ela sempre vai fazer uma curva pra que o filho não sofra. Então, na minha opinião, o melhor formato é um profissional de arquitetura que trabalha no projeto arquitetônico e em parceria desenvolve com um profissional de engenharia os detalhes de estrutura, de racionalização de construção e aí adequam os detalhes.

E com isso seguimos pra próxima pergunta: Pra quê?

Existem diversas esferas de trabalho destes profissionais, desde te ajudar a encontrar o terreno perfeito pro que você pretende construir, até para preparar seu ambiente pra que o seu cliente se comporte do jeito que você quer.

De uma forma geral, cada um vai se identificando com a parte desse leque de trabalhos que mais se identifica, por exemplo, conheci uma arquiteta espetacular (Beijo Daniela!), que tem um escritório que só cria ambientes de hospedagem, hotéis, pousadas… Tem outros que se especializam em ambientes de saúde, e por assim vai. O importante é procurar alguém que faça o que você precisa. Pode ser um cronograma, pode ser um orçamento prévio, pode ser uma documentação pra regularizar uma obra que foi feita sem autorização da prefeitura… Mas por exemplo, um profissional que gosta de fazer projeto arquitetônico e executar obra, não necessariamente convive com detalhes da arquitetura de interiores. Hoje mesmo ( sim, sábado 12 de setembro ) eu apresentei um projeto onde os pontos hidráulicos foram deixados fora do padrão, e resultamos com 5 banheiros onde não dá pra fazer o mobiliário que a dona da casa quer.

#arquitetaFAIL e o que mais me dói no corassaum: A cliente disse: “eu não fui questionada sobre os pontos”. Ou seja: “FAZ AÍ sr. PEDREIRO, DEPOIS RESOLVEMOS”. Não queridinha, dinheiro de ninguém é capim. Ta aí Eike Batcheeesta falido pra nos lembrar disso.

Eike.jpg

Se você estiver construindo, uma dica FREE: Começou a fundação, corre definir o mobiliário. A maioria das lojas de móveis sob medida ou modulados se dispõe a te passar os pontos corretos de água, gás, tomadas, esgoto… às vezes a gente naquele interrogatório que eu já contei aqui, te facilitamos a evitar quebra-quebra lá na frente…

Como?

Geralmente esse tipo de profissional (Arquiteto / Designer / Engenheiro) vem pela indicação de alguém, ou pela notoriedade dos trabalhos na região em que ele atua. Todo mundo deve, puxando pela memória lembrar do nome de algum destes. O designer é mais comum em cidades um pouco maiores, mas eles fazem as coisas meio que iguais, porém com uma grande diferença: Designers não constroem nada – só se for de gesso. Podem mudar revestimentos, alocar pontos de tomada e hidráulicos, dividir ambientes e tal. Como o designer, como diz uma amiga “faz a casquinha” às vezes ele é menosprezado. Mas atualmente grandes escritórios já incluíram esse profissional em seu quadro fixo de funcionários, pois geralmente nós estamos muito a campo, e conhecemos as novidades de materiais e serviços antes que os demais.

Agora, não importa o que na sua vida for escolher: arquiteto, designer, gineco, dentista, cabelereiro, depiladora… o que tem que estar mais alinhado no mundo, é o seu gosto pessoal com o estilo do profissional. Não contrate o profissional X porque ele é famoso, se o estilo dele é clássico, e o seu é moderno. Não vai dar certo, provavelmente vocês vão se desgastar e vai ter desquite no meio do caminho.

Lembre a praga do profissional de outra coisa: Quem vai morar lá é você, não ele. Claro que ele está alí pra te orientar, dizer que tal coisa funciona bem, tal coisa está em desuso… Mas se você quer um porta pano de prato na sua cozinha, tem que ter sim. A casa tem que estar adequada pra você e sua família, não importa que ele não gosta do porta pano.

porta pano

 

 

Pros que ficaram em dúvida: EU ODEIO PORTA PANO (mas eu sugiro colocar o acessório aramado pra isso dentro da porta da pia) .

Lembre-se também de que vc está construindo e reformando pra uma família… mas que a gente nunca sabe o futuro (o governo está aí pra nos lembrar disso) então por mais peculiar que um imóvel seja, ele não pode ser uma coisa esdrúxula que no caso de necessidade você não consiga reaver o dinheiro que investiu.

Tipo: uma casa num condomínio RYKO sem suíte. Ou pior, com dois quartos e um banheirin pra todo mundo. Adeque o imóvel ao público da vizinhança, afinal você escolheu morar ali porque se identificou.

Quanto?

Pensa numa pergunta difícil! Na faculdade de arquitetura mesmo eles não sabem explicar. Mas é que projeto é muito variável, o preço pra projetar um galpão pra armazenar ferramentas não é o mesmo preço de se projetar um hospital, né… a complexidade é outra. Então antes de tudo, é necessário uma conversa, pra ambas as partes combinarem o que será feito.

No caso de interiores, existem variantes mas assim, aqui, na minha região paga-se desde R$ 15,00 o metro quadrado de um projeto até R$ 120,00 viu que loucura!?

Existem outras formas de cobrança, como os 10% do valor da obra. Eu acho arriscado, e só faço pra pessoas muito amigas.

Existe também valor para acompanhamento de obra, que é fora do projeto, tem pagamento por visita… enfim, firmem um contrato com seu elegido. Nem que seja sua irmã. Não achem que é uma formalidade ofensiva de “achar que você não vai pagar” é também uma forma de dizer: “temos um acordo e eu vou te entregar tudo que eu prometi”. É segurança pra todo mundo, tá? Confia no tio.

Então Fufus do meu rebel heart, já são 22h e eu vou publicar tipo, LIVE!

rebel heart

Porque eu fui promovido pela Cony.

Não esqueça de seguir o Futilish e o Tiolelofoz no Snapchat e Instagram.

resize_Snapchat

Não comporte-se!

Bença.

assilelo

08
Sep 2015
Arrasei
Decoração

Gente, tô TÃO orgulhosa de mim mesma!!! Emoji de palminhas eterno pra mim! Calma que vou contar o que me deixou assim, tão entusiasmada.

Já contei por aqui que sou um 0 à esquerda em assuntos decorativos, tanto é que para isso temos o Lelo para nos orientar. Eu sou super desligada com coisas de casa, até gosto, compro um objeto de decoração aqui, uma vela ali, um porta retrato acolá, mas nunca passa disso. DAÊ que resolvemos (eu e minha miga) fazer um jantar para uns amigos (cof cof cof, 3 casais, informação aos poucos rs) e eu falei: vamos fazer mesa igual a de Instagram? Que nem criança quando tem uma idéia mirabolante e quer por em prática.

Eu tinha recebido um tempo atrás uns sousplat bem bonitos (durinhos, de MDF com uma capa de tecido estampada) com uns guardanapos e jogos americano de richelieu riquíssimos (tudo da Home by Bia) e claro, não queria usar se não fosse uma ocasião especial. E neste momento, novamente me lembro do Lelo falando que a gente NÃO deve guardar as coisas bonitas pras visitas mas sim abusar das nossas riquezas para uso próprio. Tentarei mudar isso, tá Tio?

Minha amiga também é desligada e geralmente colocamos só os petiscos na mesa e os pratos do jeito que dá, somente no Natal que enfeitamos mais a mesa mas… desta vez caprichamos! Abrimos as fotos do Instagram e do Pinterest para tentar copiar as mesas lindas e fiquei CHOCADA com o resultado. Olha só:

decor5 decor3 decor1

Primeiro que a estampa do sousplat é minha cara, preto e branco! O porta guardanapos de mini rosas off white quebrou a seriedade do sousplat e deu o toque romântico. Usei as taças verdes que mami me deu <3

decor10 decor8

Não dá vontade nem de jantar para não desfazer a mesa rs

decor17 decor2 decor20

  • Ficou lindo, sim ou sim? Passei na prova da mesa linda para receber visitas? E é meio viciante, dá vontade de ter vários kits para diferentes tipos de decoração. Tô aprendendo ainda, espero caprichar ainda mais nos próximos! Se alguém tiver dicas de itens, peças, tipos de arranjos que enriquecem a mesa, me contem!
  • PS: Se curtiram minha decor, as peças (sousplat, guardanapos, porta guardanapo e jogo americano) são da Home by Bia! O whatsapp dela é  (11) 99167-8015 e o e-mail para contato encomendas@homebybia.com.br
06
Sep 2015
Mi Casa, Su Casa – Cores!
Mi Casa Su Casa

Antes de dar a palavra ao Lelo, queria falar algo. Tô com ciúmes. Que babaçãaaaao é essa em cima dele hein! Humpf… Tudo bem que ele escreve bem, é bem humorado, alto astral, gente boa, divertido, simpático, tem um coração bom, paciência e boa vontade para responder uma a uma, conhecedor do assunto, tem bom gosto… Ok, podem continuar babando ovo. Me convenceram rsrs.

Fala Lelinho!

Oi Fufu! Chegou a hora do tão pedido post sobre cores. Gente é muita informação, mas eu vou tentar englobar o máximo de informações. Então pega a aquarela e #vemkotio!

resize_Camaleao

A gente tá tudo peludo, depilada (brazilian wax) de saber que as cores influenciam nossas vidas, e que sabe se lá por que, no Brasil temos medo de usar cores na decoração, especialmente nas paredes. Eu tive algum trauma e vou aproveitar e economizar a analista e falar pra vocês sobre o meu problema com parede branca: quando eu era criança pequena lá em Três Coqueiros – SC (em Joinville e em Foz do Iguaçu) nós morávamos de aluguel. E se alguém aqui também passou por isso deve ter ouvido muito grito de mãe:

TIRA-SSAS-MÃO-DAÍ-MULEKE!

Feat.:

Não-pode-sujar-as-paredes! Depois-eu-e-teu-pai-vamo-tê-que-pintá!

E nos dias de tpm (agora eu sei disso) : Se você sujar essas paredes eu vou esfregar a sua cara nela até limpar.

Obrigado mãe, pelo menos eu sei me comportar na casa dos outros até hoje.

E eu comecei com esse conto NTSC/Pal-M, porque piso e parede são 2/3 da decoração. Exatamente: dois terços, e isso é muita coisa! E aí às vezes eu vejo gente que não tem lá uma conta corrente muito abastada comprando mobiliário caro, que vai durar muito tempo, em cores que talvez daqui a 4 ou 5 anos vão dar asco. Alguém se lembra dos conjuntos de sofá dois e três lugares marrons? Isso não te transporta pra 1995? Têm lugares, casa de vó indeed, aonde você entra e parece que passou por um túnel do tempo.

Acho que eu tô me perdendo no tema. HAHAHA mas o que eu quero expor, é que se você não vai se dispor a ficar trocando móveis a cada 2 ou 5 anos, opte por mobiliário neutro e coloque as cores na parede. #prontofalei

E antes de começarmos a casar as cores, vamos falar brevemente sobre elas. Na verdade as cores são luz, porque se não existir luz, não tem cor, mas isso é uma questão pra vocês discutirem com aquela analista que eu burlei no começo da conversa. Igual lá na quinta série, ainda temos, 3 cores primárias- ou seja, se você não tiver nenhuma delas não consegue as outras – elas são azul, amarelo e vermelho.

Partindo destas três, podemos fazer misturebas legais e conseguir as cores secundárias, e aí chegamos ao verde, laranja e o lilás. Daí a festa continua e vamos misturando secundária e tercearias praticamente ao infinito, eu li, não lembro onde, que o branco é a mistura de todas as cores… mas também lembro que na aula de educação artística que misturas todas as cores dava preto. #criseexistencial 

Então a verdade que eu guardei pra mim, é que branco é ausência de cor, e preto é tudas-cor junto na luz.

Achei uma imagem bem legal sobre a festa das cores:

resize_TEORIA AS CORES

Existem efeitos que as cores causam no nosso psicológico e isso é muito empregado em ambientes comerciais. Por exemplo, laranjas e vermelhos, abrem o apetite, então buffets por quilo tendem a ter essas cores na decoração. Já os buffets livres já usam mais verdes e azuis, que acalmam e deixam as pessoas menos consumistas. Sim, é nóis na fita manipulando vocês.

Para o emprego de cores em marketing, existe uma diretriz de guia emocional, que eu achei super legal, pois ele inclusive traz exemplos de marcas de sucesso e suas logomarcas:

resize_Guia Emocional

Eu não vou falar de cada efeito, porque senão teremos um novo tratado de Tordesilhas, então, convido vocês a saber mais de cada uma das cores, nesse link que é ótimo: SIGNIFICADO DAS CORES, é só selecionar a cor no menu lá em cima e vê o que ela estimula nas pessoas.

Vale lembrar que esse efeito pode variar. Tem gente que considera o preto fúnebre, azarento, e prenúncio de coisa ruim. Mas quando você quer ficar poderosa, é num little black dress que você se enfia, quando quer provocar um homi, lingerie preta. Quando um homem quer parecer mais maduro e poderoso, um belo carro preto. Então o preto também pode conferir uma atmosfera de elegância e até de um espaço sexy. Não sejamos xiitas nas convenções dos estudiosos.

Para compor uma decoração (ou até um look) você pode empregar diversas fórmulas, misturar quantas cores achar que deve, pois podemos ir desde o monocromático até um mergulho no mundo da Faber Castel.

resize_Bisnaga

Não ache que é mais fácil ou mais difícil usar um número maior ou menor de cores, tá. Fazer um apartamento todinho branco é tão complexo quanto fazer um inspirado na Parada Gay.

resize_APTO BRANCO

Para um resultado satisfatório num ambiente com uma ou duas cores, é muito importante que se trabalhe texturas diferentes. Piso, parede, tapete, cortina, mesas, poltronas, cadeiras, almofadas, tudo interagindo na mesma cor mas com diferentes materiais.

Se fosse outra cor, o segredo é o mesmo: quanto menos variedade de cor, mais variedade de texturas. É assim que obtemos interesse:

resize_APTO BEGE

Como comecei falando… eu acho mais fácil e mais barato mudar a cor de uma parede, do que todo um mobiliário, mas gostaria de mostrar a diferença entre os dois pra vocês:

resize_Colorido 01

resize_colorido 02

O que vocês acham? Isso é questão de percepção, mas analisem outra vez as duas fotos, na que tem a parede turquesa temos muito menos móveis (em números de peças) do que na também belíssima foto com a parede branca. Entretanto, eu vejo o ambiente com a parede com cor mais “completo”. O que você me diz? A impressão que eu tenho é que se trabalhou muito mais no ambiente com parede pintada. Mas eu ensinando dos dois jeitos, pra vocês escolherem o melhor para si.

Nestes exemplos que citei, foi empregado “saturação” da cor, ou seja vários brancos e vários beges muito próximos, variando para mais claro ou mais escuro. E cores complementares que são cores que são: PÁ! Totalmente contrastantes, mas que se harmonizam lindamente. Além destas, temos as cores “análogas”. Lembram que amarelo e azul dá verde?

E que verde e mais um pouco de amarelo, vira verde amarelado? Estas são cores análogas. Vou mostrar a rodinha (ui!) para vocês visualizarem essas duas:

resize_Complementares Analogas

Bem legal e mais fácil de entender né? Agora vejamos uma sala onde se usou uma decoração com cores análogas:

resize_sala analoga

Brasilidade pura, eu sei. Mas foi o exemplo mais legal que eu achei. Notaram que eu usei um monte de círculos para ilustrar a matéria? A culpa é do famoso “Círculo Cromático” olha ele:

resize_circulo cromatico

Apesar de eu praticamente não usar mais, eu tenho um físico, exatamente igual esse da imagem. É uma rodinha com as-flechinha-tudo que te passam cola sobre as cores que podem e devem ser combinadas em diferentes níveis de complexidade, pelo menos até sentir mais segurança no emprego das cores. Pra qualquer pessoa que trabalha com arte, moda, maquiagem, eu acho über-válido e muito útil inicialmente. Se você conhece alguém que está iniciando os estudos em alguma destas áreas, é um excelente presente.

Mas como disse, uso pouco essa ferramenta, ainda mais que existem sites hoje em dia que substituem o pobre papelzinho, mas que são tão eficazes quanto.

Existe outra ferramenta que muito se fala, mas pouco se explica: A paleta de cores. A paleta de cores é, na mais simples das formas de se explicar, o resultado do que a gente conseguiu no círculo cromático. É a composição de cores que será usada, sejam uma, duas, três, quatro ou mil diferentes.

Muitos profissionais trabalham com o cliente a partir de uma cor preferida, depois partem para o círculo e propõem uma paleta assim:

resize_paleta padrao

Sim, eu escolhi essa paleta inspirada na Cony, por causa das listras navy. E com certeza essa composição ficará lindíssima. Imaginemos o emprego desta paleta (da Cony):

Piso em madeira…

resize_PLANTAO GLOBO

Só eu que vejo essa imagem e ouço a musiquinha na cabeça? #continuemos !

Você Fufu antenada olhou a paleta e viu que tem listras marinho, rosa e três tons de azul me entrevista:

Fufu: Porque piso de madeira?

Tio: Também poderia ser cinza!

Fufu: Não tá na paleta, você não me confunda!

Então, acontece que, além do branco e do preto, cinzas e beges não contam como cor, pois eles são coringas e criam aquele fundo neutro que não vai interferir no restante. Basicamente, o que eu quero dizer, é que bege e cinza não são cores.

Então teremos parede azul marinho com molduras (boisserie para os mais técnicos) – vamos por uma moldura e deixar uma porção superior da parede branca.

Um belo piso em madeira (que é um bege)

Teto branco,

Rodapé e portas brancas,

Uma cama branca, com composição de almofadas e travesseiros em azul e rosa – insira aqui as listras navy .

Um tapete com geometria branco,

Uma mesa lateral branca e dourada,

Abajour branquinho,

Um lustre romântico,

Uma bela poltrona rosa,

Cortinas brancas com uma super barra ruósa!

Agora vamos colocar decoração nessa parede pelada, quadrinhos e etc…

Como essa paleta estava meio triste, eu acabei inserindo um tom dourado… porque bling #trabalhamos

Difícil de visualizar? É, eu sei que não é fácil… Eu pretendia fazer um ambiente virtual e colocar aqui, mas isso leva horas e horas… dae eu adaptei esse projeto virtual para o que encontrei que me agradava.

E como o que eu encontrei e gostei, era um quarto de criança – Cony tem uma filha agora! (paaaara com isso Lelo rs)

resize_BABY CONY

Estilosa essa Baby Cony né?

Mas eu disse que alguns profissionais trabalham assim. Eu não. Nem todo mundo consegue saber com propriedade se quando a gente aplicar aquelas cinco bolinhas de cor da paleta num ambiente da casa o resultado vai ser aconchegante ou agradável. Porque né, são cinco amostras de cor independente se são quadrados ou bolas.

Então eu comecei a trabalhar com paletas inspiradas em imagens, eu uso quase sempre o site Design Seeds A partir dele eu discuto com meus clientes a cor principal. No caso, usamos de exemplo o marinho. E então buscamos uma imagem de inspiração:

resize_marinho 01

resize_marinho 02

resize_marinho 03

resize_marinho 04

resize_marinho 05

Mais fácil de compreender o futuro da sua casa assim? Por experiência, acabei adotando este método. Então eu a partir da cor principal, defino umas 4 ou 5 paletas e solicito para a pessoa ou para a família analisar e ver qual é a imagem que faz com que eles se sintam bem, independente da composição de cores, ou de quantas são. A eles não é necessário compreender cores análogas, complementares ou saturação, o que importa é acharem a imagem “gostosa”. Então mesmo que a imagem exiba a foto de algo feio, a “aura” dela transmite coisas boas, e essa é a paleta que devemos adotar.

CASO, o cliente chato, muito especial, não se identifique com nenhuma das paletas, eu peço uma foto que ele goste, pois existe o Colour Lovers que cria a paleta desde uma foto.

UFFA!

Chateei vocês? Ficou confuso? Querem mais?

Bueno, antes de partir, agradecendo o pessoal que adicionou no Snapchat =D Se você ainda não adicionou, eu tô lá:

resize_Snapchat

E a Cony tbm está lá como Futilish =D

E pros bons drinks de hoje, eu vou deixar vocês escolherem o que te faz mais feliz, e não sejam gulosas/os!

resize_drink 01

resize_Drink 02

resize_drink 03

resize_drink 04

resize_drink 05

Bença!

assilelo

Página 20 de 27« Primeira1819202122Última »