06
Sep 2015
Mi Casa, Su Casa – Cores!
Mi Casa Su Casa

Antes de dar a palavra ao Lelo, queria falar algo. Tô com ciúmes. Que babaçãaaaao é essa em cima dele hein! Humpf… Tudo bem que ele escreve bem, é bem humorado, alto astral, gente boa, divertido, simpático, tem um coração bom, paciência e boa vontade para responder uma a uma, conhecedor do assunto, tem bom gosto… Ok, podem continuar babando ovo. Me convenceram rsrs.

Fala Lelinho!

Oi Fufu! Chegou a hora do tão pedido post sobre cores. Gente é muita informação, mas eu vou tentar englobar o máximo de informações. Então pega a aquarela e #vemkotio!

resize_Camaleao

A gente tá tudo peludo, depilada (brazilian wax) de saber que as cores influenciam nossas vidas, e que sabe se lá por que, no Brasil temos medo de usar cores na decoração, especialmente nas paredes. Eu tive algum trauma e vou aproveitar e economizar a analista e falar pra vocês sobre o meu problema com parede branca: quando eu era criança pequena lá em Três Coqueiros – SC (em Joinville e em Foz do Iguaçu) nós morávamos de aluguel. E se alguém aqui também passou por isso deve ter ouvido muito grito de mãe:

TIRA-SSAS-MÃO-DAÍ-MULEKE!

Feat.:

Não-pode-sujar-as-paredes! Depois-eu-e-teu-pai-vamo-tê-que-pintá!

E nos dias de tpm (agora eu sei disso) : Se você sujar essas paredes eu vou esfregar a sua cara nela até limpar.

Obrigado mãe, pelo menos eu sei me comportar na casa dos outros até hoje.

E eu comecei com esse conto NTSC/Pal-M, porque piso e parede são 2/3 da decoração. Exatamente: dois terços, e isso é muita coisa! E aí às vezes eu vejo gente que não tem lá uma conta corrente muito abastada comprando mobiliário caro, que vai durar muito tempo, em cores que talvez daqui a 4 ou 5 anos vão dar asco. Alguém se lembra dos conjuntos de sofá dois e três lugares marrons? Isso não te transporta pra 1995? Têm lugares, casa de vó indeed, aonde você entra e parece que passou por um túnel do tempo.

Acho que eu tô me perdendo no tema. HAHAHA mas o que eu quero expor, é que se você não vai se dispor a ficar trocando móveis a cada 2 ou 5 anos, opte por mobiliário neutro e coloque as cores na parede. #prontofalei

E antes de começarmos a casar as cores, vamos falar brevemente sobre elas. Na verdade as cores são luz, porque se não existir luz, não tem cor, mas isso é uma questão pra vocês discutirem com aquela analista que eu burlei no começo da conversa. Igual lá na quinta série, ainda temos, 3 cores primárias- ou seja, se você não tiver nenhuma delas não consegue as outras – elas são azul, amarelo e vermelho.

Partindo destas três, podemos fazer misturebas legais e conseguir as cores secundárias, e aí chegamos ao verde, laranja e o lilás. Daí a festa continua e vamos misturando secundária e tercearias praticamente ao infinito, eu li, não lembro onde, que o branco é a mistura de todas as cores… mas também lembro que na aula de educação artística que misturas todas as cores dava preto. #criseexistencial 

Então a verdade que eu guardei pra mim, é que branco é ausência de cor, e preto é tudas-cor junto na luz.

Achei uma imagem bem legal sobre a festa das cores:

resize_TEORIA AS CORES

Existem efeitos que as cores causam no nosso psicológico e isso é muito empregado em ambientes comerciais. Por exemplo, laranjas e vermelhos, abrem o apetite, então buffets por quilo tendem a ter essas cores na decoração. Já os buffets livres já usam mais verdes e azuis, que acalmam e deixam as pessoas menos consumistas. Sim, é nóis na fita manipulando vocês.

Para o emprego de cores em marketing, existe uma diretriz de guia emocional, que eu achei super legal, pois ele inclusive traz exemplos de marcas de sucesso e suas logomarcas:

resize_Guia Emocional

Eu não vou falar de cada efeito, porque senão teremos um novo tratado de Tordesilhas, então, convido vocês a saber mais de cada uma das cores, nesse link que é ótimo: SIGNIFICADO DAS CORES, é só selecionar a cor no menu lá em cima e vê o que ela estimula nas pessoas.

Vale lembrar que esse efeito pode variar. Tem gente que considera o preto fúnebre, azarento, e prenúncio de coisa ruim. Mas quando você quer ficar poderosa, é num little black dress que você se enfia, quando quer provocar um homi, lingerie preta. Quando um homem quer parecer mais maduro e poderoso, um belo carro preto. Então o preto também pode conferir uma atmosfera de elegância e até de um espaço sexy. Não sejamos xiitas nas convenções dos estudiosos.

Para compor uma decoração (ou até um look) você pode empregar diversas fórmulas, misturar quantas cores achar que deve, pois podemos ir desde o monocromático até um mergulho no mundo da Faber Castel.

resize_Bisnaga

Não ache que é mais fácil ou mais difícil usar um número maior ou menor de cores, tá. Fazer um apartamento todinho branco é tão complexo quanto fazer um inspirado na Parada Gay.

resize_APTO BRANCO

Para um resultado satisfatório num ambiente com uma ou duas cores, é muito importante que se trabalhe texturas diferentes. Piso, parede, tapete, cortina, mesas, poltronas, cadeiras, almofadas, tudo interagindo na mesma cor mas com diferentes materiais.

Se fosse outra cor, o segredo é o mesmo: quanto menos variedade de cor, mais variedade de texturas. É assim que obtemos interesse:

resize_APTO BEGE

Como comecei falando… eu acho mais fácil e mais barato mudar a cor de uma parede, do que todo um mobiliário, mas gostaria de mostrar a diferença entre os dois pra vocês:

resize_Colorido 01

resize_colorido 02

O que vocês acham? Isso é questão de percepção, mas analisem outra vez as duas fotos, na que tem a parede turquesa temos muito menos móveis (em números de peças) do que na também belíssima foto com a parede branca. Entretanto, eu vejo o ambiente com a parede com cor mais “completo”. O que você me diz? A impressão que eu tenho é que se trabalhou muito mais no ambiente com parede pintada. Mas eu ensinando dos dois jeitos, pra vocês escolherem o melhor para si.

Nestes exemplos que citei, foi empregado “saturação” da cor, ou seja vários brancos e vários beges muito próximos, variando para mais claro ou mais escuro. E cores complementares que são cores que são: PÁ! Totalmente contrastantes, mas que se harmonizam lindamente. Além destas, temos as cores “análogas”. Lembram que amarelo e azul dá verde?

E que verde e mais um pouco de amarelo, vira verde amarelado? Estas são cores análogas. Vou mostrar a rodinha (ui!) para vocês visualizarem essas duas:

resize_Complementares Analogas

Bem legal e mais fácil de entender né? Agora vejamos uma sala onde se usou uma decoração com cores análogas:

resize_sala analoga

Brasilidade pura, eu sei. Mas foi o exemplo mais legal que eu achei. Notaram que eu usei um monte de círculos para ilustrar a matéria? A culpa é do famoso “Círculo Cromático” olha ele:

resize_circulo cromatico

Apesar de eu praticamente não usar mais, eu tenho um físico, exatamente igual esse da imagem. É uma rodinha com as-flechinha-tudo que te passam cola sobre as cores que podem e devem ser combinadas em diferentes níveis de complexidade, pelo menos até sentir mais segurança no emprego das cores. Pra qualquer pessoa que trabalha com arte, moda, maquiagem, eu acho über-válido e muito útil inicialmente. Se você conhece alguém que está iniciando os estudos em alguma destas áreas, é um excelente presente.

Mas como disse, uso pouco essa ferramenta, ainda mais que existem sites hoje em dia que substituem o pobre papelzinho, mas que são tão eficazes quanto.

Existe outra ferramenta que muito se fala, mas pouco se explica: A paleta de cores. A paleta de cores é, na mais simples das formas de se explicar, o resultado do que a gente conseguiu no círculo cromático. É a composição de cores que será usada, sejam uma, duas, três, quatro ou mil diferentes.

Muitos profissionais trabalham com o cliente a partir de uma cor preferida, depois partem para o círculo e propõem uma paleta assim:

resize_paleta padrao

Sim, eu escolhi essa paleta inspirada na Cony, por causa das listras navy. E com certeza essa composição ficará lindíssima. Imaginemos o emprego desta paleta (da Cony):

Piso em madeira…

resize_PLANTAO GLOBO

Só eu que vejo essa imagem e ouço a musiquinha na cabeça? #continuemos !

Você Fufu antenada olhou a paleta e viu que tem listras marinho, rosa e três tons de azul me entrevista:

Fufu: Porque piso de madeira?

Tio: Também poderia ser cinza!

Fufu: Não tá na paleta, você não me confunda!

Então, acontece que, além do branco e do preto, cinzas e beges não contam como cor, pois eles são coringas e criam aquele fundo neutro que não vai interferir no restante. Basicamente, o que eu quero dizer, é que bege e cinza não são cores.

Então teremos parede azul marinho com molduras (boisserie para os mais técnicos) – vamos por uma moldura e deixar uma porção superior da parede branca.

Um belo piso em madeira (que é um bege)

Teto branco,

Rodapé e portas brancas,

Uma cama branca, com composição de almofadas e travesseiros em azul e rosa – insira aqui as listras navy .

Um tapete com geometria branco,

Uma mesa lateral branca e dourada,

Abajour branquinho,

Um lustre romântico,

Uma bela poltrona rosa,

Cortinas brancas com uma super barra ruósa!

Agora vamos colocar decoração nessa parede pelada, quadrinhos e etc…

Como essa paleta estava meio triste, eu acabei inserindo um tom dourado… porque bling #trabalhamos

Difícil de visualizar? É, eu sei que não é fácil… Eu pretendia fazer um ambiente virtual e colocar aqui, mas isso leva horas e horas… dae eu adaptei esse projeto virtual para o que encontrei que me agradava.

E como o que eu encontrei e gostei, era um quarto de criança – Cony tem uma filha agora! (paaaara com isso Lelo rs)

resize_BABY CONY

Estilosa essa Baby Cony né?

Mas eu disse que alguns profissionais trabalham assim. Eu não. Nem todo mundo consegue saber com propriedade se quando a gente aplicar aquelas cinco bolinhas de cor da paleta num ambiente da casa o resultado vai ser aconchegante ou agradável. Porque né, são cinco amostras de cor independente se são quadrados ou bolas.

Então eu comecei a trabalhar com paletas inspiradas em imagens, eu uso quase sempre o site Design Seeds A partir dele eu discuto com meus clientes a cor principal. No caso, usamos de exemplo o marinho. E então buscamos uma imagem de inspiração:

resize_marinho 01

resize_marinho 02

resize_marinho 03

resize_marinho 04

resize_marinho 05

Mais fácil de compreender o futuro da sua casa assim? Por experiência, acabei adotando este método. Então eu a partir da cor principal, defino umas 4 ou 5 paletas e solicito para a pessoa ou para a família analisar e ver qual é a imagem que faz com que eles se sintam bem, independente da composição de cores, ou de quantas são. A eles não é necessário compreender cores análogas, complementares ou saturação, o que importa é acharem a imagem “gostosa”. Então mesmo que a imagem exiba a foto de algo feio, a “aura” dela transmite coisas boas, e essa é a paleta que devemos adotar.

CASO, o cliente chato, muito especial, não se identifique com nenhuma das paletas, eu peço uma foto que ele goste, pois existe o Colour Lovers que cria a paleta desde uma foto.

UFFA!

Chateei vocês? Ficou confuso? Querem mais?

Bueno, antes de partir, agradecendo o pessoal que adicionou no Snapchat =D Se você ainda não adicionou, eu tô lá:

resize_Snapchat

E a Cony tbm está lá como Futilish =D

E pros bons drinks de hoje, eu vou deixar vocês escolherem o que te faz mais feliz, e não sejam gulosas/os!

resize_drink 01

resize_Drink 02

resize_drink 03

resize_drink 04

resize_drink 05

Bença!

assilelo

30
Aug 2015
Mi Casa, Su Casa – Renovar ou Manter?
Mi Casa Su Casa

Oi Fufus!

É sexta DINOITCHE e eu tô aqui iniciando os trabalho de falar de algum tema de decoração de interiores pra vocês! Eu amo demais o que eu faço, mas gente, a vida tá em sexta marcha, eu não tô conseguindo acompanhar. Nos meus sonhos mais lindos eu mandava esse post pronto e lindo pra Srta. Cony-maravilha na quinta feira, pra ela ter tempo de se programar e colocar no ar no sábado como eu e ela tínhamos combinado. Mas eu PRO ME TO que eu vou melhorar! Aliás, muito obrigado pessoal que começou a seguir no SNAPCHAT (tiolelofoz) eu e a Cony (Futilish) sempre estamos por lá deixando alguma mensagem pra vocês.

Agora pega a caderneta e #vemkotio porque o assunto de hoje é super pedido: Como LHE DAR lidar com acabamentos existentes.

Não é um post sobre cores ou sobre texturas exatamente, mas ainda falaremos disso, é um ponto de partida muito comum na vida da gente (profissionais de decoração ou não) trata-se do seguinte: comprei (ou aluguei) meu imóvel (independente se comercial ou residencial) mas ele está pronto e tem coisas que eu quero mudar e outras que eu quero manter.

Acreditem, é muito comum! Iniciei essa coluna, com matérias super fofas: piso, parede e teto. Que como eu metaforizay formam a tríade da decoração um “fundo permanente” que são a base de um bom projeto de interiores. Se você vai construir, eXXXcelente! Vamos poder definir coisas lindas e sermos felizes para sempre. Agora, e quando a coisa já existe? Como encaixar aquele piso de madeira caríssimo, que não vamos arrancar nunca, no nosso gosto? E aquele banheiro com azulejo duvidoso? Ou até com a cor da parede do imóvel que você não quer ter que pintar duas vezes pra devolver igual?

Como diria Jack (o estripador): Vamos por partes baby!

resize_piso madeira

Bom, apesar desse tom de madeira ser super anos 80 (até escuto as pulseiras da Porcina olhando pra esse piso) ele não é um piso horrendo. Como a madeira confere um aconchego, caso você goste do tom, eu inclinaria o restante da decoração pra uns tons de bege claros, com um bela parede de efeito decorativo, com um papel de parede, com quem sabe um mosaico em 3D.

Se você não AMA o tom dessa madeira, mas também não odeia, um belo tapete poderia cobrir grande parte dele, deixando o ambiente mais leve.

Agora, se você comprou e quer suavizar o efeito, precisa lixar tudo, tratar com um produto que o deixe mais claro ou mais escuro, e então reaplicar um verniz protetor – de preferência fosco.

resize_piso ceramico

O piso cerâmico (ou até de porcelanato) quando é puxado, é puxado.

Se o imóvel não é seu, vale analisar pois, geralmente, reaplicar o rejunte dá uma cara novíssima pro ambiente. Vão te dizer que é facinho, que você mesmo pode fazer, e eu vou dizer por experiência própria: CORRA PARA AS MONTANHAS! Eu quase morri tentando e desisti. Não fiz três carreiras de rejunte. O resto eu pintei com epóxi #BEIGOZ #FIKDIK .

Se você comprou e não quer quebradeira mas também não quer o piso como está, vale aplicar piso sobre piso com a argamassa específica, ou até o laminado vinílico.

Se o imóvel não é seu, e o proprietário não aceitar que você fala a alteração, tapete vai ser uma das opções mais viáveis.

resize_banheiro

Olha, eu queria dizer que tem jeito de fazer esse banheiro ficar bom. Mas é só na marretada mesmo.

CASO o imóvel não seja seu, temos algumas opções:

  • Pintar tudo com tinta epóxi (não vai durar anos e anos, mas vai ficar mais agradável) lembrando que caso o azulejo tenha relevos eles vão aparecer mesmo pintados.
  • Só use o banheiro com vendas, pingue limão na retina antes de usar o banheiro ou fure seus olhos.
  • Não recebe visitas nunca, jamais, nem sua própria mãe. Aliás, nem a sogra!

Agora sério: qualquer pessoa com um mínimo de atividade cognitiva vai aceitar que o inquilino melhore esse tipo de ambiente. Os donos de imóveis sabem que atualizar um banheiro tornará o imóvel dele mais valorizado até pra um aluguel. Agora prepare-se para a facada, dificilmente uma reforma de banheiro padrão (1,20 x 2,40) custa menos de R$ 4.500,00

Não, não é barato reformar, os novos programas de financiamento brasileiros só aceitam imóveis “virgens” e talvez você queira perguntar: mas porque então comprar um imóvel antigo?

Antigamente as coisas eram feitas para durar. Os espaços, ainda que compartimentados, eram maiores, mais confortáveis.

A cozinha gourmet integrada com jantar e estar de hoje, provavelmente é do tamanho da cozinha – apenas – de antigamente. Paredes eram de verdade (e não de gesso acartonado) te permitem conforto térmico, acústico e toda aquela privacidade de não ouvir os vizinhos praticando… esportes.

resize_grades

Imóveis têm alma! Seus cantos nos lembram de coisas vividas há tempos, quem sabe você ganhou (ou herdou) um imóvel de um ente querido, e não, não é errado renová-lo. Esse imóvel com certeza terá uma infinidade de alegrias pra você, novo dono, e ele só será seu quando você se dedicar a ele, fazê-lo ser extensão de seus estilo, desejos e energias.

Semana que vem estou pensando em mostrar pra você como formular um ambiente em harmonia de cores, o que vocês acham?

O friozinho voltou (ontem eu dormi de conchinha, mas hoje não tem) então bora tomar um chá!

resize_chazin

Bença!

assilelo

22
Aug 2015
Mi Casa, Su Casa – Luxo e Alto Padrão
Mi Casa Su Casa

Hey Fufu!

Eu quero falar hoje sobre uma coisa que eu demorei a… deglutir. Eu quero falar sobre luxo, alto padrão e o que pode ser luxuoso sem precisar ser caro. Tenho um problema com isso. E eu quero a sua ajuda, então me diga: O que você entende como luxo?

Eu vou te mostrar o que o Google Images entende como luxo:
resize_joia

E obviamente…

resize_marca-de-luxo

Aqui na nossa terra bonita por natureza, temos impressão que o alto padrão e o luxo são a mesma coisa. E na faculdade de arquitetura tentaram fazer descer goela abaixo que não. E no curso de Design reafirmaram que não, mas foi só a vida mesmo, essa carrasca abusada, que me fez levar uns tapas na fuça e enxergar a realidade.

Então eu quero compartilhar com vocês o luxo de se viver. Novamente, para o Google Images, quando perguntando sobre luxury home eu vi:

resize_frances

Não Google… o tio não consegue conviver com todo esse frufru de gesso. Me veja uma dose de lujo Joaquin Torres:

resize_luxo moderno

Ahhhh bom, agora sim. O español Joaquin Torres em seu Studio A-Cero, é um dos meus favoritos. E vocês vão achar tudo muito igual, muito frio, muito liso, muito vazio e muito chato. Eu concordo tá? Uma das maiores dificuldades que existe é manter-se fiel a sua estética e não se tornar repetitivo.

Seguindo, pra gente não fugir demais ao tema, você pode morar lindamente num apartamento de 50m2 (que é a metragem mais comum desses imóveis populares “pré-aprovados” pelo projeto de financiamento Minha Casa Minha Vida) e ter um imóvel de alto padrão.

O que manda no tal do imóvel de alto padrão, é o tipo de acabamento empregado. O papel de parede de 3000 reais o rolo. Aquele piso aquecido, a cozinha magnífica com geladeira de 20 mil… sabe, eu atendo com certa frequência sim um público com um budget mais alto do que a maioria da população. Mas eu também atendo o humano “classe média” e eu acredito que essa cultura de apartamentos de alto padrão com uma suíte e beliche pras crianças – porque pra caber os filhos só empilhando, é um falso luxo.

Certa vez eu li uma entrevista numa revista e as celebridades tinham que responder: “O que é luxo pra você?” A maioria disse TEMPO.

Eu já acho que não adianta ter tempo e não ter conforto. E o conforto não é necessariamente caro. Existem pequenos luxos no “morar bem” e é nessa viagem que eu quero que vocês embarquem comigo. Então pega a prancheta pra ideias e #vemkotio!

Banho de banheira é gostoso? É. Mas aí você me diz: “Não cabe uma banheira na minha casa tio.” Benhê, põe de pé!

resize_HIDRO VERT

Tudo bem que a gente não vai ficar lá mergulhado esperando cozinhar tipo um ovo pochê, mas existem várias opções no mercado desse “mimo” que massageia pontos específicos do corpo e ajudam a relaxar. E consomem menos que os 300 litros de água que em média enchem uma banheira, porque a gente cansa de ficar de pé, HAHAHA existem opções com banco também. Este tipo de produto pode ser instalado facilmente, peça ajuda para o vendedô da loja pois eles variam bastante na forma de alimentação que a água precisa chegar, então ele visita sua casa/obra e já mostra as opções viáveis.

Agora que a gente tomou um banho delicioso, precisamos seguir a linha do eu me amo, tirar o bicho da seda do bolso e adquirir um belo jogo de toalhas (e lençóis também).

resize_toalha

Uma boa toalha te faz aquele carinho assim que você sai do banho e não precisa penhorar o anel de noivado pra ter toalhas. Você sabe como se classificam os tolhas? Por peso! Peso relacionado ao metro quadrado. Então procure uma intermediária, geralmente elas variam entre 300 e 800 gramas por M2 e uma toalha de uns 500 já vai te fazer sentir-se em um hotel de luxo.

Eu sempre relaciono tomar banho com dormir, porque meus hábitos são de tomar banho para dormir e para acordar. Como ninguém relaxa indo para o trabalho já emendei o assunto com o dormir:

resize_cama

Eu sou BEM pão duro sabe e, por anos eu achei desperdício investir dinheiros em lençol. Porque né, é um pano gente! Mas é nesse pano que você recarrega as energias, pensa na vida, pratica aquele esporte que cria novos humanos (hihihi).

Aí um dia eu saí de casa sem o tio Patinhas que habita meu ser e comprei um jogo de cama de algodão 200 fios, que nem é tão caro assim, foi mais ou menos 250 dinheirinhos brasileiros. Cinza clarinho, altamente combinante com meu humilde dormitório (que é uma composição de bronze, azul denin e grafite) cheguei a mi casa, estiquei o bicho na cama (sem lavar, porque cria anticorpos) e dormi uma das melhores noites da minha vida. Talvez seja psicológico, totalmente placebo, mas eu “sabia” que aquilo não era percal.

A gente (eu) consome esses lençóis que esfoliam a gente (R$39,90), toalhas de banho anoréxicas (R$ 12,90) que fazem a gente secar “de verdade” ao vento… então eu me convenci de que eu finalmente tinha me dado algo bom. Imagine como deve ser 400? 600 fios? Deve ser incrível. Aqui na fronteira eu vi 1500 e 2000 fios de algodão egípcio disponível num shopping… parecia manteiga Fufu! Eu alisei aquela maravilha, olhei a etiqueta de U$ 470,00… Mas não tem jeito, não tenho renda – ainda – pra esse mimo.

Se você tem essa relação de desejo de casa bem decorada, em breve teremos novidades tá! Quem viver verá.

Que mais que pode te dar um prazer luxuoso sem custar uma parte da buxada da gente?

Uma bela mesa. Agora eu tô falando de esmero meu bem, esmero.

resize_Mesa

Antes de tudo eu vou deixar uma coisa bem clara: eu tenho aversão ao “item X de visita”. Sabe aquele jogo de louça que só usa pra visita? Ou o jogo de copos de visita (extensível para toalhas, faqueiros e tudo mais)? Me diga: Pra quê? Se você não vai usar, tira uma foto e guarda no email. Doa pra paróquia ou pra um grego quebrar no casamento.

resize_grego

Agora os adendos: se você tem um item tipo “relíquia”, destes tesouros de família, eu entendo a carga emocional e acho válido eles habitarem uma cristaleira lindíssima. MAS, se você trabalhou e comprou algo que te faz sentir melhor, pra que guardar pra usar com gente de fora? Quem suou o corpinho? Não sejamos egoístas conosco mesmos. Vamos nos permitir!

Eu indico pra vocês que tem pouco espaço (como eu) a escolher dois jogos que sejam combináveis, pra poder atender tanto a família na função diária, quanto o número de convidados que geralmente recebe. Tô falando de um mix como por exemplo, um aparelho listrado e um florido:

resize_listra flor

Mas daí talvez você seja um FUFU menino, ou simplesmente não goste de flor, então que tal misturar um grafismo com um modelo com borda? Veja:

resize_geometrico borda

O único cuidado que eu digo pra vocês terem, é fazer um rodízio de tempo em tempo, pra uma louça não ficar mais “usada” que a outra e elas se fundirem bem sempre.

Outros itens fáceis de adquirir e manter que transformam as mesas: vasos, jogo americano, toalhas, sousplat (aquele pratão que a gente quer usar pra colocar nossa comida preferida #gordinhobehavior) e… chegamos numa polêmica: guardanapos de tecido.

resize_guardanapo

Não amigz, não é viadagem extrema, estamos falando de bem viver e por melhor que seja seu guardanapo de papel, ele nunca terá o glamour dos de tecido. É igual o sutiã de renda X o de algodão. #NotGlamorousAtAll

Daí em diante é uma sequencia de coisinhas que a vida vai te fazendo desejar, anéis de guardanapo, castiçais, toalhas diferenciadas, no quesito decorativo mesmo, como as truteiras e boleiras, pense sempre em diferentes alturas na composição da mesa… e destes detalhes de mesa um dos primeiros objetos que você vai precisar é: um belo jogo de taças.

resize_tacas

E aí eu te digo, vai ter quantos? Eu apostaria em um jogo sem muita firula, pra não ser marcante demais e todo mundo ficar te zoando: “Vamos lá na casa da fulaninha, que vai servir a gente com aqueles copos roxos com desenho de dragão alaranjado.” Não pessoa, não. Vai de básico se não puder ter cinco jogos diferentes. Dê preferência um produto que tenha opção de reposição unitária (que é difícil de achar) porque taça + bons drink = quebradeira.

Numa pesquisa rápida achei jogos de 30 taças a partir de R$ 399,90 o que eu acho bem digno. Dae pra você que se espantou, trinta taças são 6 de cada uma das mais comuns. Se estivéssemos no Brazeeeeel colônia, seria muito mais. Caso você realmente seja alguém que AMA receber (é um ato de amor e de paciência) veja quantas variações é possível “acumular”:

resize_tipos de taca

Eu fiz este post empolgado com os acontecimentos dessa semana, a feira Têxtil que eu visitei em São Paulo, um blog de enxoval que eu acompanho e tudo mais. Espero que tenha deixado vocês com vontade de brincar de casinha =D

São luxos pessoais, que segundo os conhecedores e profissionais não são alto padrão. Talvez pra você que está lendo, seja uma bela adega, ou uma TV maravilhosa, comenta aí, o que te faz feliz?

Alguma sugestão pra semana que vem? Me digam!

Ah, também estou em processo de me acostumar a usar mais o Snapchat, pois eu adoro os da patroa (o usuário é Futilish), e quero ser uma pessoa mais sociável assim como ela. Então, me adicionem se quiserem saber das minha maluquices e de projetos nos quais eu ando trabalhando. Tem de tudo um pouco, tá? Café, reclamações do frio e tudo e tal.

resize_Snap

Bença!

assilelo

Página 20 de 26« Primeira1819202122Última »