ConstanzaComportamento
Cotidiano
11 fev 2014, 110 comentários

Papinhos de Amor

Vamos retomar nossas conversinhas sobre relacionamentos? Continuo recebendo mails pedindo ajuda para superar términos de namoro (acho que virei meio conselheira nisso e não sei se isso é bom ou ruim rs) e resolvi contar um pouquinho da minha situação atual, afinal cês tão acompanhando tudo já tem um bom tempo né?

Para quem não sabe da história, leia estes posts que contam um pouco do que vivi, senti e aprendi após terminar um longo relacionamento (Conversinha Sobre o Fim, E Depois do Fim?, Desatando Nós). Resumo da ópera para quem está sem paciência de ler: primeiro a gente sente um alívio, depois a ficha cai, vem o sofrimento, a dor, aquele monte de “por ques?”, depois a tristeza, a raiva, a aceitação e por último, a indiferença. Em alguns casos isso demora anos, e no meu demorou beeeeem menos pelo fato que eu botei na minha cabeça que não iria sofrer mas sim aproveitar minha vida e me abrir pro mundo. E olha que aproveitei viu rs. 2013 para mim foi O ano. Cheio de realizações profissionais, viagens bacanas (ai minha Irlanda…), amizades lindas que resgatei e outras que conquistei e no finalzinho do ano, não é que até um novo amor apareceu?

b196534de9154db4813018c9b219bbc1

E novamente constatei que o que falam é real: quando menos se espera, você é surpreendida pelas tais borboletas no estômago. Tal como o “isso vai passar” o “quando você menos esperar vai aparecer alguém legal” também é verdade. Mas uma coisa tem que ficar bem clara, a gente tem que dar chance ao destino. Sair de casa, frequentar lugares com pessoas bacanas, viajar, aceitar convites para sair, enfim, tudo o que já falei naqueles posts antigos. Eu saí bastante, arrumei vários paquerinhas durante o ano mas nada ia pra frente e pra falar a verdade, eu não me esforçava muito pra isso. Queria mesmo era aproveitar, viver tudo o que eu tinha direito, sem cobranças, poder ir e vir livremente. Acho que nem queria namorar ainda, saía para ouvir meu rock, pra comer meu japinha (a comida, por favor), e claro, dar uma paquerada mas isso não era meu objetivo principal mesmo porque sempre achei que na night a gente não encontra o que procura. E ainda não tinha aparecido alguém que me desse vontade de “frear” toda essa minha agitação.

large

Até que um belo dia… conheci uma pessoa. Ele me chamou para sair, fomos jantar e o papo fluiu super bem, depois saímos de novo, e depois de novo, e depois de novo, e de novo e deixei as coisas desenrolarem sozinhas. Não criei obstáculos (ok, bem no comecinho coloquei algumas minhocas na minha cabeça mas que não faziam sentido então desencanei) e baixei a guarda.

14d915d932f4ec98ac07b42974e903d9

E assim foi, quando menos eu esperava, de onde menos poderia imaginar, conheci alguém que me fez voltar ao mundo das apaixonadas, colocou coraçõezinhos nos meus olhos e as tais borboletas no estômago ♥ ♥ ♥. Não sei o que nos espera no futuro e nem quero pensar muito nisso agora. Mas ficou a lição que a vida é realmente um ciclo, se der errado, saberei enfrentar mais 60 dias. Também aprendi que a verdadeira felicidade está em saber ser feliz sozinha, que ninguém nos completa, mas sim complementa e tomara que chegue a nos transbordar. Entendi que estar bem e satisfeita consigo mesma em todos os aspectos, te torna uma pessoa atraente e interessante. Uma porta se fecha, outra se abre. O que não adianta é ficar sentada fazendo força mental para a porta se abrir, você tem que levantar, ir lá e girar a maçaneta. E sorrir e dar as boas vindas, de coração aberto!

ConstanzaComportamento
Cotidiano
31 dez 2013, 51 comentários

Obrigada 2013!!!!

2013 seu LINDO! Obrigada por tudo! Para mim foi um ano muito bom… de superação, de paz, de realizações, viagens, novas amizades, muitas alegrias, e no finalzinho, até apareceu um novo amor  na minha vida! Fico pensando no quê aconteceu de ruim neste ano… e a resposta é, NADA! Nada de ruim! Alguns probleminhas pequenos mas nada que tenha estragado 2013. Sou eternamente grata por cada dia que se passou mas acho que isso vai muito da atitude… Cês sabem que terminei 2012 num perrengue danado mas me prometi que a partir de 1/1/2013 eu faria todos os dias da minha vida valerem a pena, assim fiz e ó, VALEU! Tirei o stress das minhas costas e pensava: vai adiantar algo eu me preocupar, chorar, brigar? Não, não vai, então pra quê dificultar as coisas? Fiz disso um exercício diário, por exemplo: se estava no trânsito e tudo parado, adianta buzinar, xingar e ficar mal humorada? Os carros vão desaparecer da minha frente se eu me estressar? Não, então bora por uma música boa e cantar bem alto. Tô na fila do supermercado e não anda de jeito nenhum, adianta eu maldizer a pessoa que está na minha frente? Não, às vezes ela esperou o mês inteiro pra fazer essa compra, então paciência. E bora aproveitar pra por o papo em dia com as amigas no telefone. O vôo está atrasado e vou perder a conexão… Meu stress com o pessoal da linha aérea vai resolver algo? Vai fazer o avião decolar antes? Não… então vou ler um livro. E por aí vai! Tenho plena certeza que toda essa minha atitude light frente às pequenas coisas e chateações da vida me fizeram uma pessoa bem mais feliz. Lembram do post que fiz aqui, o Desatando Nós? Pois é… O negócio é aproveitar a vida, se permitir ser feliz com o que se tem, aceitar mais e negar menos. Fiz tudo isso e meu ano foi incrível! Continuarei na mesma vibe e espero que 2014 seja pelo menos tão bom quanto o ano que se vai.

E desejo o mesmo para vocês! Ver a vida com mais alegria, querer o bem SEMPRE, aceitar os pequenos problemas e resolver da melhor forma possível, não magoar as pessoas, pensar antes de falar, ouvidos surdos para a maldade alheia, acredite no que seu coração falar, observem os sinais… Acreditar antes de duvidar... Somos todos merecedores de uma vida feliz e estamos no comando dela. Cabe à gente guiar bem nossos passos.

Happy-New-Year-Greetings-Purpal-2014-Wallpapers-with-Wishes-Messages

Um feliz 2014 para todos nós. Começa logo mais, dia 1/1/2014… exercício diário, só por hoje, vou fazer tudo para ser feliz. E teremos sempre o melhor ano de nossas vidas.

Beijos!

ComportamentoRapidinhas
Cotidiano
12 dez 2013, 58 comentários

Para Pensar…

Gente, sou uma verdadeira MANTEIGA DERRETIDA, dessas que chora até com propaganda de seguro de carro kkk. Quando vi esse vídeo do Boticário deu um apertinho no peito… achei a história linda e me fez pensar muito no quanto a gente faz auto boicote para ser feliz. É tão fácil, tão óbvio, tão simples e não conseguimos exteriorizar isso, muitas vezes por orgulho besta ou picuinhas idiotas que a gente dá uma dimensão enorme e que não existe. Pra quê brigar com quem a gente ama, depois não sabemos pedir desculpas ou voltar atrás e o tempo vai passando, passando e uma pessoa que pode ser muito especial vai se distanciando…

Pra pensar viu? Parabéns pra AlmapBBDO que bolou esse vídeo de Natal pro Boticário, pela tamanha sensibilidade de mostrar em 3 minutos como é fácil alcançar a felicidade. Ela está aí, na nossa frente…

  • Chorei de SOLUÇAR. Canceriana é assim mesmo..