16
Oct 2013
Adriana Barra para C&A, Analisemos
Fashion News, Shopping Time

Mais uma vez, a Lu do Beauté Brazil fez pelo Futilish o que nem eu faria: foi na pré venda da mais nova parceria da C&A, com Adriana Barra, que começou a ser vendida ontem e mandou MUITAS fotos. Todo mundo mandando beijo pra Lu e agradecendo a boa vontade em dividir com a gente toda essa informação. You rock girl.

Olhei as fotos, olhei de novo… tentei formar uma opinião firme mas tô na dúvida. Se a Lu não tivesse me contado que ao vivo a coleção é bem melhor do que nas fotos de divulgação, juro que iria achar tudo feio e com a certeza de que várias peças iriam sobrar para a próxima liquidação da C&A, como tem acontecido frequentemente.

Ninguém precisa mais se matar para conseguir algo dessas parcerias. Em poucas semanas, estará tudo na arara da promoção. Ou pior, a mesma peça na coleção regular da loja por um preço bem mais amigo. Acho que isso todas nós já aprendemos né? Creio que só em coleções com nomes maiores (a.k.a Cavalli que chega dia 5 de novembro às lojas) podemos ficar um pouquinho mais preocupadas, mas pelos preços, talvez nem isso.

Bom, sobre Adriana Barra para C&A nenhuma peças me fez parar para soltar um “wow, essa eu quero” mas olhei com carinho. Muita estampa marcante, modelagens meio estranhas e vi alguns blogs reclamando que as peças não vestiam bem fora a quantidade de poliéster utilizada nas peças. Ó, quanto ao poliéster vou ser BEM sincera: isso é uma coisa que não me incomoda. Uso numa boa, desde que de boa qualidade. Muita gente torce o nariz quando lê “poliéster” mas pra mim, se a peça for bonita, caimento bom e eu gostar, tá ótimo. Talvez seja coisa de clima, dizem que esquenta demais, mas juro que nunca me atrapalhou. Ah, e a Vogue chamou de “policrepe“. Como não entendo nada de tecidos, ou estão tentando amenizar o impacto negativo do poliéster (que várias meninas confirmaram ser), ou realmente é outra coisa e estamos enganadas.

Vejamos as fotinhos que a Lu mandou?

adriana-barra-cea

Achei interessante uma coleção exclusiva de Havaianas com os prints da Adriana Barra (que tem como um dos seus pontos fortes, justamente a estamparia). Só não gostei do preço, R$ 49,90. Também não gostei muito dos desenhos hehehehe

adriana-barra-cea1

Moda praia aos montes! Preço médio de cada peça do biquíni, R$ 59…

adriana-barra-cea2

Aqui já poderia pensar na possibilidade de fazer alguma aquisição. Regatinhas lisas por R$ 69,90. É… tem que pegar na mão pra ver se vale mesmo.

adriana-barra-cea3

Agora a vez das regatas estampadas de alcinha. R$ 89,90 fia!

adriana-barra-cea4

Os prints se repetem nos vários modelos da coleção e com muita dor no coração e alívio no bolso, não gostei de nenhum. Tipo, usaria, mas não me tira de casa para ir correndo comprar não. Ah, e os R$ 129 dos shorts me desanimam ainda mais.

adriana-barra-cea5

Tem calças flare que a Lu contou que vestem bem, mas oi, R$ 199 as estampadas???

adriana-barra-cea11

Tem sainha (R$ 129)…

adriana-barra-cea7

… saião (R$ 199)…

adriana-barra-cea6

… e vestidão! R$ 249!! Ok, aqui gostei de uma peça, o primeiro vestido turquesa. Esse eu seria capaz de levar pro provador e dar uma chance.

adriana-barra-cea8

Gente… deixa pra lá.

adriana-barra-cea9

Agora uma espiada nos acessórios: clutches estampadas por R$ 99 e…

adriana-barra-cea10

…bolsas por R$ 199 a lisa e R$ 399 a de onça kkkkkkkkkk. E esses dias me xingaram porque paguei R$ 129 numa bolsa bem bonita da Renner, eu falei que não estava cara! Não era couro, ok, mas pra comprar bolsa de couro acho que vou em outro lugar… sei lá.

adriana-barra-cea12

E para finalizar, acredito que a única peça que achei fofa! Essas alpargatas por R$ 79. Aí sim! Gostei da azul lá de cima!

  • Não, não estou mal humorada, nem no meu inferno astral e nem briguei com a vida. É coisa de gosto mesmo. Eu sou chatinha com estampas e dessa coleção só gostei do floral das alpargatas e do vestido turquesa. Além disso, achei o preço salgado… Acredito que estão perdendo o sentido de fazer parcerias de grifes com loja de fast fashion. A graça é ter uma peça de nome a preço de fast fashion, ué! Mesmo se a marca for absurda de cara, não justifica vender em lojas populares por esses preços.
  • E Lu, mais uma vez, obrigada pelas fotos. E quem quiser ler a opinião dela, que foi lá, pegou e provou, clique aqui!