05
Mar 2017
Tem Jeito Decor 32 – Turma da Monica
Decoração, Editorial, Mi Casa Su Casa

Eike sucesso essa semana carnavalesca!

Tudo bem com esse povo que nos lê?

A Monica iniciou a turminha dela- parabéns pela baby! E pediu um help na decoração da sala.

O Email é bem longo e eu não consegui dar uma “resumida”. O título de post verborrágico é nosso!

Bom dia Lelo

Primeiro quero dizer que adoro seu estilo e suas dicas, leio tudo e revi toda a tag mas ainda estou com muitas dúvidas em relação à minha sala. Queria sua ajuda! 
Nos mudamos para este apartamento há uns 3 meses depois de 1 ano de obra, moro no interior e aqui é muito difícil encontrar profissionais responsáveis e comprometidos, levamos tanto na cabeça que confesso que minha energia acabou bem agora na hora da decoração. Pudesse voltar no tempo contrataria um decorador ou arquiteto com TODA a certeza do mundo… Amo deco e tenho milhares de fotos salvas, mas não consigo sair do lugar. Fomos comprando os móveis aos poucos e agora não to conseguindo juntar tudo. Detalhe, nos mudamos com um bebê de 2 semanas nos braços, então tá bem difícil correr atrás de qualquer coisa, ela ainda nem completou 4 meses, 110% de dedicação exclusiva…
Estou achando tudo muito nude! A cor da parede ficou mais clara do que imaginei, o sofá não tem como trocar a cor mas posso tirar as almofadas pequenas… comprei 2 poltronas com o mesmo tecido das cadeiras da mesa, é um linho bem grosso cinza mescla.
Lindo o tecido, amo cinza!
A mesa de centro é espelhada e não está no lugar certo nas fotos, vai ficar mais perto do sofá. O pinheirinho só vai até mês que vem né… hehe… quero colocar uma planta bem linda no lugar dele, e a mesa onde ele está pode sair, não gostei muito.
As poltronas vão ficar ali de costas pra janela. As cortinas não gostei da qualidade apesar de ter pago caro, mas por enquanto vão ficar…
O móvel espelho e aparador é herança do meu antigo ape, não gostei dele ali, queria colocar na parede de pedras da entrada mas o marido não quer pois acha que vai esconder muito a pedra. Uma ideia seria girar a mesa e colocar ele ao lado do sofá. Queria um mosaico de espelhos nessa parede onde o espelho está agora.
Esta madeira que está encostada na parede é uma parte do painel da tv, nem vou contar há quanto tempo está parada ali, socorro… o mdf tem um padrão de demolição.
Seguem fotos do projeto que está em execução do home, das poltronas que comprei e…
do espelho e…

quadro que quero.
Quero colocar pendentes em tom de cobre em cima da mesa e em cima do balcão da cozinha, já consegui convencer o marido eeee! 
Enfim, minhas dúvidas são:
– tapete, comprei um de sisal mas não gostei, mudei pra sala de tv e quero comprar um preto e branco geométrico e colocar almofadas em tons de coral ou outros tons pastel, gosta da ideia? Ou um tapete coloridão e almofadas PB? Atrás da tv fica a churrasqueira, ali é uma passagem, não queria que o tapete viesse até o rack, fica muito ruim se ele terminar junto com as poltronas e deixar uns 80cm entre o tapete e o rack para caminhar?
– a parede atrás do sofá está beRge demais, será que mudo a cor? O quadro é bem colorido e ainda vamos ter plantas ali.. Papel de parede ou revestimento não são uma opção pois ela é muito grande ($$$), só dá pra encarar uma pintura no momento hehe.. não gosto de cores fortes, cores primárias… curto neutros, metálicos, tons pastel e estampas bem coloridas. Queria seguir um estilo escandinavo mas com alguns toques de cor, será que o quadro que quero vai ornar com esse estilo? Não quero nada muito datado, será que o cobre vai contra esta ideia? Vai sair de moda logo? Ia comprar as poltronas com tecido colorido mas não consegui achar nada do meu agrado, cor e textura nunca me agradavam juntos, queria linho mas não achei nenhum colorido. 
– O móvel da discórdia, deixo ali ou mudo para a parede de pedras do hall? Giro a mesa de jantar? 
– Sigo com a ideia de pendentes cobre? Se não, queria algo bem moderno, não gosto de cristais. O rebaixo que demarca a área de estar tem iluminação em led, a princípio teria uma luminária no meio mas agora estou achando melhor deixar sem e colocar apenas acima da mesa. 
Espero que possa me ajudar e que meu email seja escolhido, se precisar mais alguma foto me avisa…
Ano passado no início da obra te pedi uma dica nos comentários para a parede do lavabo, você me indicou o porcelanato Arbo e colocamos, ficou maravilhoso!!! Assim que estiver pronto com o espelho colocado te mando uma foto!
 Beijos!
 Ufffa!
E vocês acham que EU que falo muito, né? HAHAHAHA
Vou ser BEM sucinto no post de hoje, até porque as questões são bem pontuais.
O item mais difícil de encontrar será o tapete. Especialmente um em “estilo” scandinavo. A saída mais fácil seria usar um de pele de ovelha ou coelho….
entretanto com uma criança pequena eu acho que a manutenção fica complicada.
O estilo escandinavo imperou pelo mundo nos últimos anos, (já dando lugar ao art-deco) e os tapetes são uma parte importante, porque eles são fortes aliado no quesito aconchego. Para ser bem fiel, o geométrico -especialmente os triângulos- são expressão máxima desse estilo.
 Independente de ser monocromático ou colorido, o movimento da geometria é o que fará toda diferença.
Almofadas coloridas e em padronagens diferentes da do tapete também alegram o espaço. não faça nada muito “combinandinho”.
Deixar o espaço da passagem é possível sim, mas entenda que para isso você terá que “amarrar” o fim do tapete com outros itens, no caso as poltronas poderão ditar esse alinhamento:
Sobre decorar com a cor coral… veja bem, sua casa está extremamente elegante, e o coral vai cagar com força em tudo. O coral é uma cor descontraída, moderna, “effortless” e combinaria com móveis mais despojados, madeiras em tons mais quentes, marrons e fibras mais naturais.
 Sobre as cores para a mega parede atrás do sofá, você precisa decidir se vai manter a atmosfera insipida que pode ser uma característica do escandinavo, mas que é justamente o que está te incomodando –  ou colocar cor ou até uma textura na parede. Como eu disse antes, o mais difícil será achar o tapete, mas uma cor que é muito própria deste estilo é um verde azulado beeeeeeem fechado. O famoso TEAL em inglês.
 ( Sugestões: Coral: Azul porcelana ou Tempestade / Suvinil: Pradaria, azul-aviação).
Eu gosto bastante das luminárias em cobre, porém pro teu espaço eu usaria alumínio ou cromado, não porque ficará datado, entretanto, para ter uma ligação com outras referências, como os pés das cadeiras da sala de jantar e as banquetas estilo bertoia. Caso você queira algo dramático, pendentes pretos para a bancada seriam uma excelente opção:
Na sala de jantar, podemos acrescentar um drama usando não cristais, mas correntes metálicas:
Quem sabe, um lustre de madrepérola? Que traz um “bling” mas foge do convencional :
Ou, algo menos alucinado, mais conciso, como cúpulas pretas, porém tem que ser de tamanho médio ou grande, e provavelmente duas peças:
 Sobre o móvel da discórdia… A parte debaixo, vai lá pro hall com a parede de pedras. E sobre ele, vai o teu quadro colorido. Assim a gente ocupa aquele enorme “nada” e valorizamos tanto a parede quanto o quadro. Este quadro inclusive, pode ser apoiado no aparador, não precisa ser pendurado:
aí pode rolar uns livros, uma bandeja, ou um arranjo de flores como esse aqui de cima =D
Em seguida, eu colocaria o espelho na parede mais escura, e na parede menor (onde ele está hoje) poderia usar um painel ou papel de parede.
 E claro, pra trás do sofá vamos precisar de outro quadro, apenas – se for possível – com a mesma moldura.
E por favor, não gire a mesa de jantar!
Concordo plenamente que não é necessário colocar mais um pendente, plafon ou lustre no rebaixo do gesso. Mantenha apenas a luz indireta e, caso agrade, coloque uma luminária o canto da sala ( de frente pra onde está a árvore de natal hoje. Uma peça alta e bonita ficará ótima toda exibida ali.
Ou uma com contraste de materiais:
Ajudei ou atrapalhei? Tô confuso. São muitas opções pra seguir com a sua sala que está prestes a ficar maravilhosa.
Claro que eu sei que toda a população desse nosso planeta Fufu vai ser solidária e apontar caminhos e complementar minhas ideias.
Parabéns mais uma vez pela tua pequena, e siga com os 110% de atenção porque passa rápido demais, logo você não vai mais aguentar ela no colo e sentirá falta.
A patroa mais delícia do universo está de volta em terras tupinikins, favor acompanhá-la via Instagram onde ela é @futilish, e euzinho via SnapChat ou Instagram @tiolelofoz em ambas.
Sei que estou devendo novidades para vocês mas é que embolou o meio de campo. Já já eu explico tudinho.
Beijo grande!

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

04
Mar 2017
Chora Que Eu Te Escuto!
Chora Que Eu Te Escuto

Que tal um belo sábado de sol para um choradeira básica???

Chora 01 – Emma

Bora lá! Tenho 29 anos, sou casada desde os 19, e antes disso namorei 6 anos. Isso mesmo, tô com a mesma pessoa desde os 14 anos. Um bom marido, com o qual eu planejava filhos e uma casinha no sítio. Tudo bacana demais, da forma que eu imaginava que tinha que ser, Até eu encucar com o fato de não ter conhecido outras pessoas. Isso começou a me agoniar muito.

Sempre fui a bem resolvida das amigas a que dava o conselho pra sair fora quando não tivesse legal. E uma das amigas me relatou a situação dela com um rapaz, que estava angustiada pq ele não queria nada sério. E eu falei pra ela desencanar dessa pessoa.

Mas o mundo gira, e eu me esbarrei com o carinha. Imaginei na minha  cabeça, que poxa, só uma vez que mal faria, ele não era do tipo de se apegar, eu sabia o que queria, seria uma aventura.

Mas o mundo gira, e a amiga veio falar que o carinha tinha encerrado de vez com ela (eu não sabia que ainda continuavam) por que estava apaixonado, ela desesperada. Eu continuei dando conselhos, mas ela continuou correndo atras do rapaz, ele por sua vez disse que queria ficar comigo sério. Eu não aguentei e falei pra ela o que tinha acontecido, levei a maior esculhambação da vida. Agora sinto a necessidade de contar pro marido mesmo que isso acabe nosso casamento, fico angustiada de ele não saber.

Quanto a relação com o rapaz, me sinto muito atraída, mas queria ser livre. Meu chora é maluco demais? Fui muito mal caráter, tipo vilã de novela? Sou aquela pessoa que estraga os relacionamentos? Isso tem me perturbado muito.

Sim amiga, o mundo gira e vai girar pra você também! Lembre-se SEMPRE de uma coisa: nunca faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você. Acho que só com essa frase já respondo a sua dúvida.

Chora 02 – Victoria

Namorei 6 anos… e faz 2 anos que casei. Nunca tive nenhum problema de relação com meu marido.. somos extremamente felizes.. brigamos pouco. Realmente é uma relação muito boa e sou muito feliz. Porque eu choro então?

Eu me casei e mudei para o exterior (moro em San Diego, na California.. e o dia que vc der uma chance ao lado oeste de NYC adoraria te conhecer!). Nos somos felizes aqui no exterior.. temos emprego e uma vida estável… e eu já estou com 33 anos. E ai a idade começa a pesar em relação a ter filhos. A mudança sempre foi pensando na qualidade de vida que nos e nossos futuros filhos poderiam ter. Só que eu ando me questionando muito se quero ter filhos.  Eu ando reparando que todos meus desejos e prioridades não tem NADA relacionando a ter filhos!

Meu marido diz q só teria filhos se eu quiser.. que ele me apoiaria incondicionalmente na decisão que eu tomar.

Fico pensando se vc ou e alguma leitora andam com esse mesmo dilema. Ter ou nao ter filhos? Fico pensando se seu tomar a decisão de não ter eu posso me arrepender no futuro e ser uma pessoa ou um casal muito sozinhos sem filhos, principalmente pois moramos em outro pais longe das nossas familias. Ao mesmo tempo não sei se eu gostaria de deixar meus sonhos de lado e ter filho. (filho exige uma dedicação, preparação e organização financeira gigante e hoje eu nao sei se eu quero ter essa preocupação… na realidade estou na fase de curtir a vida, ir em festivais, trabalhar muito, muito mesmo e aproveitar a vida).

Realmente, eu ando pensando muito nisso.. mas eu nao sei muito bem com quem falar. Meu marido não toma partido e acho que ter essa conversa com a minha mãe seria muito dificil.. porque ela espera netos! Ela e meu pai são completamente fissurados com crianças e contam os dias para ter netos. 

Será que vc consegue me dar uma luz no final desse túnel ensolarado? De qualquer maneira obrigada por toda a dedicação que vc tem ao blog… e obrigada em antecipação por me deixar escrever esse mail e ter a chance de vc ler! Obrigada  🙂 Beijos

Ter filhos é uma decisão totalmente da mulher!!!! E que SORTE que seu marido concorda com isso e te apoia! Eu nunca quis ter filhos e vim sem o tal do relógio biológico de mãe. Fiz um post bem bacana a um tempo atrás que acho que você deveria ler, inclusive os comentários! Pense bem e tome sua decisão! O link do post é este http://www.futilish.com/2014/12/a-geracao-das-mulheres-que-nao-querem-filhos/

Chora 03 – Geri

Olá, Cony!

Adoro seu blog e principalmente seu estilo. Me identifico muito! Bom, eu me formei em Moda e exerço a profissão de Estilista desde que me formei.
Me formei como uma das melhores da turma e consegui meu primeiro emprego em uma empresa bem estruturada e digamos de média a grande. Mas, como tudo não é perfeito, trabalhei muito sobre pressão e às vezes com grito. Isso era muito humilhante. Até que tirei minhas primeiras férias depois de 2 anos e resolvi pedir conta. Por uma sorte enorme me dispensaram 1 dia antes de voltar e o pior; foi por telefone. Me senti muito desnecessária e como se eu não tivesse nenhum vinculo com a empresa. Minhas coisas estavam ainda na minha mesa e mal queriam me deixar retirar. E com todas as pessoas que passaram por lá foi das mesmas maneira. Mas, Deus sempre nos reserva algumas surpresas. No mês seguinte me empreguei em uma outra empresa em outro seguimento e nela já estou a 4 anos.
O pessoal aqui gosta muito do meu trabalho. Dizem a todo momento, mas não ganho nada bem. E de se viver de palavras ninguém vive,né? A promessa era de aumentar meu salário gradativamente, e nunca recebi nenhum aumento que não fosse o reajuste anual. Eu entendo que a crise está terrível e que a empresa não está em um bom momento. Mas eu também não estou. Estou muito desgostosa da minha profissão. Já tentei mudar de emprego, mas na região que estou a crise fez com que muitas empresas fechassem. E como sou casada fica mais difícil mudar de cidade ou estado. Uma coisa que tenho comigo é que nasci para deixar as pessoas mais felizes e bonitas. Tanto que resolvi aprofundar meus conhecimentos na maquiagem com um curso profissionalizante. Estou adorando e está repercutindo muito! Meu marido me apoia integralmente e estamos pensando em montar um espaço em um quarto de nosso apartamento para fazer atendimento. Mas, a minha ansiedade é gigante. E a insegurança maior ainda. Já não durmo direito e tenho crises de ansiedade ! Tenho medo da mudança, de não dar certo! O primeiro passo eu já dei, mas é o primeiro de muitos outros planos que iniciei e que não consegui dar andamento. E isso está me tirando o sono! Se você e as leitoras tem algumas dicas para me dar neste inicio de nova carreira por favor me ajudem. Mais alguém é assim como eu, que quando as coisas não dão resultados imediatos desistem? Alguém superou isso? Acho que falta muito persistência em mim! Bom espero que você e outras fufus possam me ajudar!!! bjos e parabéns pelo seu trabalho que é maravilhoso!!!

 

Parece uma amiga minha falando… ela mal tenta, mal espera as coisas vingarem e já desiste. Fia, não é assim não! Tem que persistir!! Nada vem de graça, rápido e pagando bem. Se viesse, pode saber que era treta. Tem que construir, pedra por pedra, aprender, ajeitar as coisas, se aprimorar… Se desistir no início, de nada vai valer todo o esforço que fez! Pense nisso!! O primeiro passo você já deu, agora mantenha o foco e siga sempre em frente!

 

Chora 04 – Melanie

Oi Cony, Tudo bem? Então, gostaria de dizer primeiramente que amo seu blog e que te acho uma mulher incrível, moderna e forte! Keep going!
Meu chora não é exatamente um chora e sim uma mensagem de força e coragem tendo minha vida como exemplo.
Até 2 meses atrás eu morava no Brasil (amo meu país), mas estava completamente infeliz com minha vida. A faculdade me deixava triste, meu emprego – que era muito bom – me deprimia, meus amigos sempre faziam as mesmas coisas ou seja, não tava dando. Então decidi viajar, vim à Tailândia como turista e acabei me apaixonando pela ilha onde hoje estou morando. Larguei família, amigos, peguetes, faculdade, emprego, tudo pra viver este sonho que estou vivendo agora. Não sou rica, mas sou MUITO feliz. Então digo pras meninas que sempre estão desanimadas com o emprego e com a vida: SE JOGUEM NO MUNDO, não tenham medo de errar, nunca é tarde demais pra ser feliz! Não se prendam a uma vida tediosa por conta de um relacionamento ou de coisas que te fazem infelizes, apenas vivam! Beijos!

Vamos tatuar essa frase na testa? “Não se prendam a uma vida tediosa por conta de um relacionamento ou de coisas que te fazem infelizes, apenas vivam!” Parabéns pela decisão, pela coragem e principalmente por ter conquistado a maior riqueza do mundo, a FELICIDADE! Agora manda o endereço que eu vou aí te visitar hahahahahahahaha!

  • Choras ENCERRADOS! Recebi vários, vou responder os interessantes (os bofe que somem do nada não tá?). Quando liberar a caixa de mail aviso!
03
Mar 2017
Fala Que Eu Te Escuto – Madrinha Esvoaçante
Fala que eu te escuto!

Hoje temos uma dúvida fashion da Caroline, que por sinal, AMEI  responder!

“Oi Cony, tudo bem? Nem vou entrar na balela de elogiar o blog: você é apenas a rainha da blogosfera fashion. Sem mais!

Dito isso, gostaria da sua opinião e palpite: tenho um casamento num domingo (véspera de feriado) em abril. O clima é bom, e o casamento será às 17:30h. Sou madrinha e o traje é passeio completo. Porém, meu marido que é mais amigo do noivo, conheço a noiva e adoro ela, porém não somos amigas, apenas colegas. 

O meu drama começa aqui: não gosto de vestidos bordados/rendadosGostaria de algo com tecido mais esvoaçante, rycoh, com fenda talvez e que mostre os ombros, pois acho essa parte muito feminina. Penso em usar o cabelo preso em um rabo despojado e bonito e um brincão. Sou alta e magra (1,70|60kg).

Também fico na dúvida sobre a cor, sou loira, bem clara, e gosto de azul marinho, não coisa muito colorida, ou uma cor bem fina, talvez vinho…Já conversei com a noiva e ela não tem nenhum problema com nenhuma cor de traje, o que é ótimo, mas quero mostrar que tomei cuidado na minha escolha. 

Cony, confio muito nas suas dicas, será que mesmo com todas essas exigências você pode me ajudar? Um beijo, e muito obrigada!”

Tá fácil, tá lindo, tá rycoh de resolver!

A primeira coisa que me veio a cabeça foram os vestidos esvoaçantes, com decotes profundos, dos tapetes vermelhos da vida. Selecionei alguns, vem ver:

Caroline, como você é loira, madrinha e casamento de tardinha, acho que um tom pastel ficaria lindo em você. Pode ser um rosa quartz, um azul serenity, um lilás… só fuja do nude!

Esse modelo é LINDO e dentro do que você quer! Fluidez e decote! Mas pense comigo, quando tiver decotão, vamos evitar uma super fenda ok?

Mais modelos de vestidos para madrinhas que não gostam de bordados. Apenas cuidado com a cor para não ficar muito apagada.

Outro modelo super interessante, decote e ombros de fora. O verde água da Marina Ruy Barbosa é LINDO! Um forte candidato não acha?

Se estiver achando as cores muito meiguinhas, pode pensar num verde esmeralda ou em variações de roxo!

E burgundy hein? Vestidos maravilhosos e essa cor fica linda em loiras! E olha Blake Lively ensinando sobre decote e fenda. Tem fenda? Tem, mas o decote é bem comportado!

Se mudar de ideia e não quiser mais fluidez, podemos pensar em minimalismo colorido. Mas eu, sinceramente, amei a ideia de vestidos leves e femininos.

  • Caroline, tenho certeza que irá arrasar nesse casamento! Sua escolha foi bem acertada e chique, depois manda foto pra gente ver?
Página 7 de 1,075« Primeira56789Última »