Lifestyle
TV Fufu
08 fev 2015, 16 comentários

Dica de Filme: O Juiz

Cenário de um sábado promissor: fui com o meu namorado em minha casa buscar um presente para o aniversário de uma amiga, pegar uma roupa bacana para a festinha e na volta… PÁH, um ônibus bateu na traseira do nosso carro. Acabou ali toda a vontade de sair. Não posso nem reclamar da chuva que não para (e tomara que não pare) mas é sempre bom dirigir com muita cautela em noites chuvosas. Enfim, o que nos restou foi ficar em casa, tomar um vinho e assistir um filminho.

E é aí que quero chegar. MAS QUE FILME! Escolhemos assistir O Juiz e claro que eu insisti um pouquinho para ser esse ao saber que o Homem de Ferro, também conhecido como Robert Downey Jr estava no elenco.

The-Judge

Os advogados irão gostar deste filme, que eu pensei se tratar de algum julgamento terrível onde um temido juiz teria papel importante e todas as cenas fossem dentro de um tribunal. Bom, é isso mesmo, mas visto de outro ângulo, algo bem mais dramático e sentimental. Visto da esfera de uma família com problemas, com desavenças, com várias coisas para resolver.

Perdi a conta de quantas vezes deixei cair lágrimas ao ver a excelente atuação de Robert Downey Jr – que incorporou um temível e requisitado advogado – e de Robert Duvall, que interpretou impecavelmente O Juiz e pai de Robert. Também fiquei bastante sensibilizada com algumas coincidências do filme com momentos difíceis que passei e constatei o quão reais foram várias cenas.

O Juiz, um filme duro, dramático e sensível ao mesmo tempo. Desses que nos faz repensar a relação que temos com o nosso passado e principalmente com nossa família. Daqueles filmes que nos dá vontade de abraçar na hora nossos irmãos e pais e falar o quanto são importantes para a gente, aconteça o que acontecer.

  • 7.5 no IMDB. As vezes um filme algo parado, mas que vale a pena assistir cada cena até o final.
RapidinhasLifestyle
TV Fufu
15 jan 2015, 61 comentários

Se Assim For, Eu Caso!

Quem casou dia 06 de Dezembro de 2014, em Los Angeles, Califórnia, não sabia do risco que estava correndo.

Nesse bendito, santo e idolatrado dia, Adam Levine, sim, nosso Adam, teve a brilhante ideia de invadir de surpresa casamentos para montar o clipe do mais novo single do Maroon 5, Sugar.

As reações são as mais divertidas e espontâneas possíveis! Fiquei me imaginando na situação… Pensa bem, na sua festa de casamento, do nada montam uma “tenda”. A tenda cai e quem está lá tocando para os noivos?? Ele.

Arrepiem-se

O clipe mais F&%$ de TODOS OS TEMPOS! Eu ri, arrepiei e até chorei kkk. Brilhante sacada Adam!

  • Eu casaria. E vocês? 
Lifestyle
TV Fufu
12 jan 2015, 9 comentários

Dica de Filme!

Quanto tempo sem uma diquinha de filme por aqui! Realmente não tenho assistido muito, na verdade nem tenho ligado a TV! A última coisa que me prendeu frente a telinha foi Game of Thrones que comecei a assistir da metade da terceira temporada pra frente e viciei. Tenho que assistir as primeiras temporadas…

Mas queria contar que assisti um filme no avião que foi um duro soco no estômago. Se chama Homens, Mulheres e Filhos.

men-women-children-poster

Homens, Mulheres e Filhos, com Adam Sandler, Jennifer Garner e Emma Thompson. 

Fiquei meio sem saber se escolhia ou não esse filme para assistir durante o vôo, pois se tinha Adam Sandler. provavelmente seria comédia. Mas por outro lado era do mesmo diretor de Juno, filme que adoro. Assisti o trailer e tive certeza que seria esse meu escolhido.

O filme trata de como a internet tem interferido nas relações pessoais e como as pessoas estão tomando decisões e rumos diferentes pela facilidade da comunicação virtual. Falo que é um soco no estômago pois mostra um ser humano tão aéreo, tão suscetível ao que lê na internet, tão escravo do mundo virtual que é impossível a gente não se ver nesse filme e pensar: “será que sou tão patética assim?¨. São várias óticas diferentes: uma mãe superprotetora que rastreia cada mensagem da sua filha, um casal em crise que começa a trair facilitado pela internet, uma menina anoréxica que encontra apoio para sua doença na net, uma mãe liberal que faz fotos sensuais de sua filha e coloca num site, um menino abandonado pela mãe que é viciado em jogos virtuais. Cada um com sua história e algumas se cruzam durante o filme.

Palmas para Adam Sandler, que não tem nada de engraçado desta vez e me convenceu que é um grande ator. Palmas também para Jennifer Garner, que me fez ficar com ÓDIO de sua personagem e espero não lembrar disso no próximo filme (eu pego birra de alguns atores por causa de seus papéis, vide Samuel L. Jackson em O Vizinho). Realmente um filme que vale muito a pena assistir e que fará você refletir como nunca…