21
May 2017
Tem Jeito Decor – Furando fila Edition
Decoração, Mi Casa Su Casa

JENT, Conylú Fernandez está com dúvidas.

E eu vou fazer uso do nepotismo, tá?

Essa semana nossa patroa maravilhosa postou as dúvidas dela aqui.

E no texto, tivemos vários questionamentos, então pega a agulha de tricô e #vemkotio!

Que almofada usar na cama? Como que distribui? Edredon tem que ter capa??? A moldura dos quadros tem que ser igual pra todos? Pendura arrumadinho ou bagunçado? Luminária de cristal é brega? O que vai numa bandeja de prata??? Um arranjo de flores fake é ok??? Posso encher a casa de velas? O que coloco na bandejinha do banheiro? A vela do banheiro só decora ou acende? As almofadas do sofá tem que ser parecidas? A manta do sofá arruma como? E tem que ter manta?

E como diria JACK, meu amigo estripador: Vamos por partes:

Que almofada usar na cama?”

Existem diversas formas de ter aquela cama Comfy, e quase todas elas estão atreladas a diversas almofadas exibidas serelepeando sobre nossos leitos.

Contudo eu vou falar das que tem uma certa “praticalidade” afinal ter 436 almofadas na cama é legal – desde que vc tenha um escravo ninja afofador de almofadas com T.O.C de organização pra deixá-las impecáveis toda manhã e um local limpo e adequado pra fazer uma trouxa de fugitivo de prisão onde elas vão passar a noite enquato vc horizontaliza o esqueleto no seu sono de beleza.

Como que distribui?”

A maneira mais simples e uma das mais bonitas de se usar, na minha opinião, é:

2 ( pra camas de casal ou queen) ou 3 ( para king e super king) travesseiros europeus (ou almofadas grandes, de 70×70);

depois os seus 2 travesseiros;

E então 1 almofadinha bem dragqueen!

Pode ser peluda, pode ser bordada, pode se jogar.

Fica assim:

Algumas marcas já vendem as “capas de travesseiro” pra vc fazer um cu-juntin com o edredom:

Caso vc não queira, não tenha espaço pra travesseiros ou almofadas grandes, vale fazer o contrário, usar duas almofadas menores que o travesseiro na frente deles:

Veja acima que a almofadinha diferentona tá sempre ali, presente!

Se você quiser, adicionar mais camadas, a cama vai ficando cada vez mais sofazuda:

Eu que sou uma pessoa meio contra-regras, gosto de uma arrumação assimétrica e de riqueza de texturas, gosto assim:

Veja que eles usaram 2 travesseiros de pé, 2 traveseiros deitadinhos (um sobre o outro), uma almofada peluda e uma de veludo mega rykah. ainda combinaram com uma colcha mais rústica e uma mantinha de veludo. #gostomuito

Antes de seguir pra próxima dúvida da Cony, quero falar do body pillow. O “travesseiro acompanhante” é um travesseirão, com mais ou menos 140cm que vc usa de mozão nas noites solitárias. É como se você estivesse abraçando alguém.

Se você tem um desses, ele pode ficar no lugar da almofada travesti, desde que tenha uma capa bem decorativa… mas essas capinhas muito espalhafatosas não são confortáveis de usar, é só pela boniteza mesmo. Então eu sugiro usar uma fronha bem gostosa, com quantos fios seu bolso permitir comprar e colocar ela atrás na arrumação, pra dar volume.

Ainda sobre o body pillow: Ele não paga o jantar, mas também não come, então o custo benefício é um fato verídico.

Seguindo com as perguntas:

Edredon tem que ter capa???”

Essa é uma invenção MA RA VI LHO SA. Ainda não é comum no BRÉSIL. Especialmente no interior. Ele economiza um baita espaço no armário (e quem é que tem e$$$paço pra ter vários edredons hoje em dia?)

Podemos dizer que ele é uma fronha gigante, geralmente fechada com botões, que devem ficar lá no pé daa cama pra evitar machucar os dorminhocos:

O recheio do “duvet” como chamam em inglês, é bem fofuxo e leve, apesar de esquentar bastante. Aqui em Terras Tupinikins vc pode comprar um bom edredom mesmo e usar com capas, que podem ser feitas numa boa costureira ou algumas marcas já iniciaram a – abusiva – venda do produto pronto.

O interessante é que eu fui ver os vídeos sobre como colocar a capa e achei esse super fácil:

OK, NEXT:

“A moldura dos quadros tem que ser igual pra todos? Pendura arrumadinho ou bagunçado?”

Nós não estávamos no quarto? É só um ambiente por cartinha! AHHAHAHAHA

Sobre composições de quadros tem que existir algo que os mantenham unidos. Podem ser as molduras, o tamanho, as cores ou até o tema que exibem.

Por exemplo, 18 quadros, todos do mesmo tamanho e com molduras brancas e pretas. não precisam ser molduras exatamente iguais, mas mantendo as duas cores, tá lindo, tá coerente, tá bagunçado-organizado. Eu tenho em casa e mostrei no : INSTAGRAM.

Ou então uma composição de imagens de flores, em diversos tamanhos com várias molduras diferentes, mas todas em uma mesma cor, já serão algo lindo de se contemplar.

Sobre o bagunçado/organizado, vale o que agrada aos seus olhos. A maneira mais segura é imaginar uma forma geométrica e ir preenchendo com as molduras, assim sempre parece coeso aos nossos olhos. E uma regrinha muito útil é que entre todas as molduras tenha o mesmo espaçamento.

Bagunçadin:

Arrumadin:

Ahhhh mora de aluguel? Sim eu sei que é penso furar parede no aluguel… Mas cola com o tio que vc passa de ano:

Sim, a 3M lançou um velcro pra pendurar coisas nas paredes, eu comprei recentemente o que “segura” 1,5 kilo e paGAY R$ 16,00. Na propaganda diz que não estraga a parede, e a gente finje que acredita. Quero ver depois de 12 meses se não vai manchar, arrancar a tinta, ou ficar a cola. Agora, antes de torcer o nariz, sejamos francos que hoje em dia você sempre precisa pintar o imóvel na hora de devolver, então não tendo furos já facilita muito.

Próxima pergunta:

“Luminária de cristal é brega?”

Tudo fica bem em algum lugar, nem que seja no lixo. HAHAHHA

Luminária de cristal só vai ser brega se ela estiver fora de contexto, por exemplo tudo rústico e a coisa toda bling-bling desorientada lá no meio. Brega mesmo é deixar de ter algo que se gosta por medo de não estar na moda da vez. #sejoga!

Essa semana mesmo eu especifiquei um projeto que terá diversas luminárias de cristal, inclusive essa da foto de cima, que ficará na sala de estar.

“O que vai numa bandeja de prata?”

Que não seja caviar, porque oxida amyga!

Se for uma “bandeja bar” vc deixa os bons drinks principais sempre a mão, com 2 copos adequados para o que está disponível ali pra quem chegar. Se vc receber uma pessoa apenas deve usar estes copos da bandeja pra servir:

Tipo novela que a pessoa chega em casa e fala: Aceita um goró? E já corre pra garrafa e dá um golão.

Incrível que o gelo tá sempre lá disponível.

CASO tenha mais gente, vc deixa os dois decorany a bandeja e pega pra todo mundo onde que que seja que os outros estejam.

“Um arranjo de flores fake é ok?”

Siiiiiiiiim! Mas não aquela que parece de R$ 1,99. E não sou eu que liberei, foi Priscila (maravilhosa) Marques, do Blog Anfitriã. Que tem um bom gosto abusivo.

Ela é pé no chão (ok, em 70% do tempo)e diz que os “verdinhos” dão vida a decoração e que por serem indispensáveis podem ser artificiais, e em momentos especiais você mescla com as naturais e tem esfeitos lindíssimos.

Seguimos para….

“Posso encher a casa de velas? A vela do banheiro só decora ou acende?”

Sobre velas, PRE-CI-SO lembrar vocês de que eu sou o fã nº 3 de Joaquin Torres, então se depender de mim…

Eu adoro velas aromáticas, tenho diversas (5 na verdade) pela metade, por motivos de: Tenho dó de acabar com minhas queridas. Sou completamente apaixonado pelas Voluspa – que são maravilhentas, só que estas safadinhas custam uma fortuna. Já a marca brasileira Avatim tem uma linha com ceras vegetais que podem ser usadas para massagens e cheiros deliciosos. E de bônus, sugiro que testem o “Açúcar em óleo” que é o melhor esfoliante do mundo!

Sobre acender a vela do banheiro, somente em festas, tomando o cuidado com as toalhas… ou quando vc for tomar banho com alguém esfregando suas costas (y todo lo demás que quiera). O imprescindível é não deixar a chama sem atenção.

“O que coloco na bandejinha do banheiro?”

Segundo outra poderosa da recepção, Tânia Bulhões, tem até uma linha de “Gloss para Lavabo” que é aquele gloss incolor que fica o efeito – comi frango – nas beiça sebosa das pessoas. Eu acho que a ANVISA não deveria permitir essas coisas.

Vamos adiante: Para o banheiro social, eu gosto de compor com:

Sabonete líquido;

Hidratante;

Aromatizador de ambiente (tipo vareta);

Vasinho de flor;

Toalhinhas.

Tipo assim:

Ou assim:

“As almofadas do sofá tem que ser parecidas?”

Quanto mais bagunçado, mais me agrada. Mas é um gosto pessoal. Tem gente que vai odiar, mais querer tirar umas coisas e deixar tudo alinhadinho….

Recentemente eu tenho feito arrumações de “Sofá Surpresa”. Eu visito o cliente e desenvolvo uma combinação única e exclusiva (não posso copiar de mim hahaha), sem que a pessoa saiba como será.

Um que eu me encantei foi esse:

Vale lembrar que ele foi criado para: Uma jornalista, viajada, super aventureira (sagitariana indeed) então temos, o lamê super metalizado, temos cetim geométrico, temos preto e branco que se comunicam com os quadros, e flores em um tecido de linho mega aconchegante. Fiquei muito feliz que ela gostou e já indicou pra várias pessoas.

“A manta do sofá arruma como? E tem que ter manta?

Dona Eva está certa! A manta serve sim pra proteger o sofá. Alguém nos comentários do post da patroa comentou:

“Mas para proteger, não teria que cobrir tudo?”

O que acontece é: Sempre tem aquele canto mais usado. Aí você prioriza esse local onte as busanfadas são mais frequentes. Na minha casa eu tenho uma manta gigante, quase um lençol, de um tom cinza bem neutro e parecido com o sofá,  que cobre todo o encosto e os aassentos. Fica quase assim:

Só que a gente ainda “finca” ela lá na dobrinha, para ficar mais com cara de sofá e não tão de cobertinha.

No início era por causa do Othelo, meu gato, mas mesmo depois da partida dele mantivemos, porque é muito mais prático tirar a manta e lavar junto com os lençóis do que  limpar o estofado, que é tipo um veludo cotelê (versão assalariada) mas quando tem visita (sem criança) a gente tira a manta pra ficar mais bonito.

Entretanto a manta pode ser apenas decorativa, que é mais o caso desse modelo que a Cony comprou  e também um maravilhoso recurso pra essa nossa época de outono/inverno quando é ótimo no entardecer ter algo pra cobrir o pé sem ter que ir lá no outro cômodo buscar algo… Então eu sempre penso na manta como algo mimoso pra te dar um carinho. Logo em seguida ela poderia servir um chá, ou um chocolate quente… hehehe

Na questão de arrumá-la, sempre me agrado mais das que caem pelo braço:

Aprecio também usar ela como um cobre leito, na chaise:

E também transformo em rolinhos:

Ou faço umas dobras:

E eu defitivamente não consigo me entender com as de fianco:

Nem com as grandes demais pra um poltrona, parece que alguém gorfou ali:

Mas vamos falar de textura?

Misturar texturas é a parte mais gostosa de ter uma bagunçinha rica de sensações.

Couro+veludo+linho;

Linho+plumas+tafetá;

Suede+Cetim+neoprene;

Seda+algodão;

Chenille++gorgurão…

Podem ser quantas texturas seu coração mandar…

Suede + cobertinha piluda:

Crochê e chenille:

Veludo+lãzinha:

Maxitricot + Linho:

Pausa dramática.

SE ALGUÉM SOUBER ONDE TIVER MAXITRICOT ME CONTA!

/end faniquito.

Contudo, é sério mesmo: Se alguém sabe onde tem esse tricô de Itú, com um preço amygo, me aponte o caminho da looooz nos comentários.

Gorgurão + tricô:

CHESSUS!

Quase 2 mil palavras… incontáveis fotos e quase 3 dias pra terminar um post

E já sei que vai ter mimimi porque deve ter erro de digitação, vírgula fora do lugar, porque a matéria é muito grande…

Ok, lê parcelado, não lê, só olha as fotos… não olha as fotos, só relaxa e deixa a vida seguir.

Não esquençam que a nossa musa está no Instagram como @futilish

E eu estou tanto no instagram quanto no snapchat como Tiolelofoz.

assilelo

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

07
May 2017
Tem Jeito Decor 34 – Juliana nas alturas.
Decoração, Mi Casa Su Casa

Olár Fufurráqueos!

Hoje é aquele domingo do mês que eu tiro pra agradecer dobrado para vocês, para a Cony e para Deus por tantas e tantas pessoas e oportunidades maravilhosas que acontecem na minha vida.

Dia 02/05/2015 eu entrava nesse espaço maravilhoso, assim: Com vocês, Mi casa, su casa.

E são dois anos de muito amor semeado, de muitas conversas, comentários, emails, instagram, snapchat.

E só posso agradecer, do fundo do meu coração canceriano.

 

Mas vamos ao que interessa, né? Picas dicas!

Recebi um pedido de #TJD diferente, pega o travesseirinho de pescoço e #vemkotio!

“Lelo, reformei minha casa e graças a todos os deuses as obras acabaram! porém agora veio a parte que tá sendo muito difícil pra mim, a decoração! Gosto de decoração minimalista, vc diria que minhas paredes são peladas hahaha mas ao mesmo tempo tenho paixão por arabescos, móveis vitorianos e tudo que dê a casa aspecto de castelo de princesa. 

 pois então que mobiliei toda casa e restou a sala, que só possui o meu amado sofá em l e a tv fixada na parede. Resolvi que iria comprar um lustre e o tapete, já que o hack vai ser sob medida e vou ter que dar uma esperada. 

porém lelo de deus, MEU FORRO É DE PVC, e vi lustres, pendentes maravilhosos, porém tudo o que consigo pensar é se não vai ficar demais pra um forro de pvc, se combina, se não combina. to na maior duvida! faz um post pras moças pobrinhas que ainda não adquiriram a casa com gesso e ainda assim querem uma decoração digna! beijocas

— 

Atenciosamente,

Juliana”
Juliana meu bem, vamos falar disso.
A etapa do gesso, chega já mais pro final da obra, e o investimento é substancial.
Aqui no calcanhar do Brésil, enquanto o metro quadrado instalado do PVC vai custar uns R$ 15 > R$ 18 o gesso ( tradicional, liso) vai custar uns R$ 60 > R$80 qué dizê: não está sendo FÁCEO.
O Forro de PVC é um produto eficiente, fácil manutenção, pouca perda e que esteticamente é agradável.
Mas assim, ele não tem cara de rico. E podem enfeitar o quanto quiser, ele vai continuar com cara de assalariado.
Eu fui num restaurante onde pintaram o forro com uma tinta fosca, e eu admito que ele ficou classe-média (baixa) mas deu uma melhorada.
Esse produto permite uma “enfeitada” básica, aquela coisa do jeans+camiseta+colar:
 
veja que o pendente e os plafons usados na foto acima são discretos, e eu acredito que assim funciona bem, mas que de forma geral é mais interessante dar o mínimo de ênfase para o forro, funciona melhor quando ele é de PVC.
Eu te sugiro o seguinte: Faça uma distribuição de luzes discretas e eficientes:
Se você aprecia receber pessoas em casa e quer uma iluminação mais cênica eu indico colocar alguns pontos com dimmerização (controle de intensidade – precisa da lâmpada e de um controle no interruptor, super simples e não é caro) e aí pra você realmente ter algo decorativo, eu colocaria no teu móvel do televisor arandelas lusho poder e rykeza. Elas podem ficar ao lado do aparelho por exemplo:
E aí escolher uma arandela que seja do estilo que você gosta =D
Apenas lembre-se de que a arandela não pode jogas a luz em direção as pessoas sentadas para assistir.
Desculpe a demora para responder…
Super beijo =*
Acompanhem a mulher mais linda desse país no Instagram: @futilish
Eu tenho aparecido mais frequentemente no Snap: TioLeloFoz
#Bença!

assilelo

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

30
Apr 2017
Mi casa, su casa – Iluminação pro teu ninho.
Decoração, Mi Casa Su Casa

Olá  Fufu-delícias!

Chegou aquela época do ano que eu sofro, com temperaturas entre 5 e 15ºC aqui no Sul.

Inverno e inferno não são tão parecidos assim por acaso.

Titio aqui já desmistificou o LED pra vocês nesse post AQUI. E sempre nos comentários recebo pedidos pra falar sobre iluminação. É um assunto complexo, que tem um monte de regras, leis, contas, variantes… então hoje arrumando minha estante eu encontrei um livro muito bom que eu comprei pra ler nas férias de…

2009/2010… Sim, eu sou desse tipo de gente que vai pra Buenos Aires e o livro de cabeceira do hostel (porque eu sou desses terráqueos muquirana) é sobre trabalho. Desculpe-me, mas eu amo meu trabalho. O livro é esse aqui:

Nele o autor, Mauri, usa uma linguagem bem simples. E se você está estudando arquitetura, engenharia ou design de interiores, é uma aquisição ótima, pois vez ou outra é necessário consultá-lo. Não é um livro caro, mas com certeza a biblioteca da sua instituição tem ele disponível para consullta, então você pode conhecê-lo antes de adquirir.

No post anterior falamos de temperatura de cor, de quantidade de iluminação para cada tipo de ambiente e hoje eu vou falar de alguns (os principais) efeitos de luz e onde eu gosto de empregar esses efeitos.

Então pega uma vela e #Vemkotio!

Vamos falar de tipo de luz antes. Basicamente, existem:

Luz Direta: Uma luz não muito brilhante, mas que ilumina de forma efetiva tudo que está no ambiente. Como os Plafons:

Luz Indireta: Uma luz direcionada que bate em uma superfície e então é refletida e ilumina o local de maneira suave. Como as sancas em gesso:

Luz Difusa: Uma luz que atravessa algum material (tecido, vidro, acrílico) e que por isso de distribui sem incomodar os olhos. Como lustres com cúpulas:

Luz Focal: Se projeta em pontos específicos, como quadros, esculturas, bancadas, mesas, como as luminárias direcionáveis:

Para se fazer um projeto de iluminação eficiente, é necessário que se saiba onde estarão os móveis. Mesmo que  você não tenha comprado o mobiliário ainda, é preciso conhecer a posição onde eles vão ficar, para podermos adequar os pontos de luz de forma correta. Nada de facho de luz sobre a cabeça das pessoas na sala de jantar, ou batendo no topo da estante alta.

Agora vamos começar a falar de efeitos.

Todo e qualquer ambiente, pra mim, tem que ter o que chamo de luz plena (tbm conhecida como luz geral). E pra vocês entenderem essa iluminação eu sempre digo que essa é a luz da faxina. É aquela que você ligaria pra limpar a casa a noite, que ilumina tudo de forma uniforme. Quando você precisar arrumar uma mala, ou pregar um botão numa camisa você vai agradecer a mim por ter essa luz.

Ela pode ser um ponto central (funciona bem em ambientes menores):

Ou vários pontos distribuídos (para ambientes amplos):

O importante é enxergar tudo que tem no seu cômodo, compreendido?

Aí vamos para os efeitos com viadagem. Pode ser pra enfatizar um revestimento bonito, um papel de parede, molduras… aí um dos mais comuns é o efeito “washing wall“. Que eu vou me dar o direito de modificar e aportuguesar como “cachoeira”, ninguém merece lavar parede.

Esse efeito vem geralmente do teto e “escorre” pela parede:

Eu adoro de usar esse efeito em Hall de entrada, em corredores, em salas de TV e em banheiros de medidas generosas, afinal porque não?

Aí temos o DownLight, que é a uma luz de cima pra baixo (parece óbvio, mas güenta ae) e que não de distribui muito para os lados, ela fica focada no ponto pra onde é direcionada. Para isso é necessário que tenha uma abertura de facho de luz específica – atualmente tem umas controláveis – e a altura do pé direito também é importante, pois se for muito alto, pode acontecer de se perder o efeito no meio do caminho.

Esse tipo de iluminação cria “bolas” onde ela incide:

Acho muito legal esse tipo de luz em bancadas de cozinha, mesas de refeições e estudo.

Aí vamos pegar a contramão e falar do UpLight. Eu disse que parecia óbvio, mas existe a luz de baixo pra cima também. É um recurso que é comum em paisagismo:

Mas que usamos dentro de casa porque cria a Luz Indireta que a gente ama por ser confortável demais:

Esse efeito pra cima me agrada em quartos, salas de tv e espaços de jantar.

Em questão de efeitos, é quase que essencialmente isso que existe. Podem ser aplicadas de formas diferentes, como uma “cachoeira” de baixo pra cima, ou lateralmente.

Em breve (me cobrem) falaremos de quais luminárias/lâmpadas são usadas para atingir esses efeitos, combinado?

Beijo grande do tio!

Não esqueçam de procurar eu e patroa diva no Instagram: Futilish e Tiolelofoz, e eu também estou no Sanpchat com o mesmo nome de usuário.

assilelo

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

Página 4 de 35« Primeira23456Última »