Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
14 out 2018, 16 comentários

Mi Casa Su Casa – Joy 106 – Espertinho!

Olá habitantes da Fufulândia!

Desculpe o desaparecimento. Toda essa tensão política me deixou perturbado demais na semana passada e eu que gosto de escrever para vocês perto do dia de publicar as matérias fiquei completamente sem cabeça para me concentrar e fazer algo legal para vocês.

Muito boas as sugestões que vocês tem mandado para temas! já tenho uma listinha renovada. mas podem continuar mandando PLIS, nunca é demais.

Hoje resolvi trazer um respiro sobre o Joy, esse projeto de apartamento adquirido em planta que estamos acompanhando, e que já foi oficialmente atrasado pela construtora em 20 meses. Sim, VIN-TE meses de atraso confirmado. Este é um dos contras de se optar por fazer essas aquisições de algo que ainda não existe. Em defesa da construtora, eles ofereceram a oportunidade de trocar essa unidade  que será construída no último bloco (no caso o bloco 4) por um que já está bem avançado, no bloco 3.

Contudo, como vocês sabem, estamos cuidando para que esse apartamento, apesar de simples, de dimensões reduzidas (52,66m2 de área privativa e 40,12m2 de jardim provado), seja algo muito agradável, e aí tenho que explicar o porque desta unidade ser tão específica. E isso se dá pela posição dele no terreno, em relação ao sol.

Fiz um desenho daqueles de pré escola para explicar melhor:

Estamos falando do 106D que eu circulei em azul no desenho. O sol nasce no Leste ( aquela mancha amarela da sua direita) e vai atravessando o céu durante e ficando mais quente ao longo das horas até se por no oeste ( aquela bola vermelha na sua esquerda).

Lembrando que o sol oeste é muito mais longo e muito mais quente, elevando o calor dentro das nossas viviendas.

Isso cria uma linha que no caso do residencial Joy deixa algumas unidades privilegiadas, que sãs as de cara para o leste  = Solzinho da manhã, gostosinho.

Depois temos as unidades de frente para o norte, que recebem muita luz, e tbm são agraciadas com o solzinho dos teletubbies durante o inverno, que para nós que vivemos no hemisfério sul é  considerada uma das melhores opções de posição para quartos e salas.

Como  nesse empreendimento o bloco 4 tem uma posição diferente dos 3 anteriores ele está magicamente voltado para o melhor sol da vida. E como diz o ditado: “Em casa onde entra sol não entra médico.”

Outros fatores, como a distância da portaria, salão de festas, quadra poliesportiva e playground também garante que o 106D esteja abrigadinho das principais fontes de grito-correria-e-slime.

Desculpe a introdução gigante, agora vamos falar do tema que realmente quero propor. A ideia é fazer deste cantinho um apartamento com tecnologia Smart Home (Casa Inteligente).

Talvez você tenha ouvido o termo, e não tenha parado para entender melhor como é, o que faz, quais as vantagens e porque é tão legal. Então liga o wifi e #vemkotio!

Sabe quanto a gente ( que foi criança nos anos 80/90) asistíamos Os Jetson´s e ficava encantado com o mundo do futuro? Ele não é exatamente daquele jeito, entretanto já está muito mais legal do que quando a gente só tinha telefone fixo ou orelhão.

Atualmente várias grandes marcas tem lançado opções tecnológicas para aumentar a segurança, praticidade e conforto das casas.

Dentre as mais famosas estão o Google Home e a Alexa, criadas pela Google e pela Amazon, respectivamente. Existem outros como uma versão da Siri (Apple) para casa e o robô que roubou meu coração Jibo (fruto de criadores autônomos financiado por vaquinha eletrônica).

Jibo, lançado em 2016, na verdade é um robô social, não um assistente de casa inteligente, mas estão criando versões novas combinando as duas funções.

Os mais avançados no quesito funcionalidade são o Google e a Alexa. Que tem formatos de console principais:

E também repetidores menores, para usar espalhados pela casa:

 

Pelo youtube da vida é fácil encontrar diversos testes e opiniões sobre os dois modelos líderes de mercado, tanto em inglês quanto em português.

Agora, o que é importante é: O que podemos fazer com essas belezinhas?

Muitos dos vídeos que se encontram disponíveis mostram coisas que eu chamo de 333 (meio besta), tipo perguntas sobre matemática, mudar cor de lâmpadas e informações sobre clima. Mudar canais de tevê e tocar uma música são as coisas mais comuns nas resenhas disponíveis.

Não sei você Fufu aí do outro lado, mas euzinho se fosse tirar o escorpião do bolso e investir num sistema desses ponderaria minha qualidade de vida x gasto.

Então vou dizer sobre as coisas legais que já podemos fazer usando tecnologia Smart Home.

Sistema de abertura de portões por controle de voz, bem como o de fechaduras de portas;

Sistema de câmeras com monitoramento via celular / vigilância profissional;

Controle de ar-condicionado / calefação;

Controle por voz de itens eletrônicos (TV, telefone, video games, cafeteiras… qualquer um com conexão wifi);

Alertas via telefone móvel;

Gerenciamento de energia ( tomadas que podem ser desativadas pelo aplicativo celular);

Controle de iluminação ( liga, desliga, muda cor e/ou intensidade);

Sensores de movimento e de quebra de vidros;

Abertura e fechamento de cortinas / venezianas;

Irrigação de jardins;

Controle de agenda pessoal…

Hipoteticamente falando, tudo que tenha conexão wifi pode ser controlado com os assistentes, então já temos algumas geladeiras e máquinas de lavar roupas com essa tecnologia.

Como eu não vejo a reladeira picando minhas cebolas sozinha, nem compreendo como a máquina de lavar iria até o cesto buscar e separar as roupas sujas eu acho essas funções razoáveis.

Claro que podemos usar o comando a distância para iniciar um ciclo de lavagem a tarde, deixando já tudo preparado de manhã, e chegar em casa já na hora de estender e não ficar com as roupas cagadas depois de muito tempo molhadas na máquina.

A função da geladeira eu gostaria que vocês comentassem aqui o que poderia ser comandado a distância porque eu acho que perdi essa aula.

Voltando sobre os produtos que “comandam tudo” o Google está disponível no Brasil, nem custa tão caro, em torno de R$ 750,00 o grande ( que tem um som muito bom, pode usar para spotify) e o pequeno, mais simples a partir de R$ 185,00.

A Alexa é um pouco controversa. Já vi videos de casas automatizadas com ela aqui no Brasil, que tem uma personalidade mais engraçada que o Google, porém quando pesquisamos o sistema dela NÃO é compativel para a América do Sul. Logo, para o Joy estamos pensando em usar o Google – que também tem um valor mais amigo.

 

No apartamento Joy a ideia é controlar: fechadura/olho mágico, ar condicionado da sala e quarto, iluminação de todos os ambientes, TV e som e provavelmtente 2 câmeras de segurança no jardim.iste

Agora que esse post ficou enorme eu vou deixar com vocês a decisão, querem saber mais sobre cada um desses smas que serão aplicados?

#Bença!

LifestyleLifestyle
Dicas de Viagem
29 set 2018, 16 comentários

Relax no Rio de Janeiro

Na sexta passada eu e Léo resolveremos fugir pro Rio de Janeiro. Na verdade, eu resolvi fugir porque ele foi trabalhar rs. Já tinha um tempo que eu estava precisando de mar, de praia, aquele clima me acalma e relaxa. Tudo bem que não sou fã de praia (detesto areia e fica melada) mas a brisa e o barulho do mar tem um efeito calmante incrível em mim. Quando ele me disse que tinha uma série de reuniões e eventos no Rio, logo me ofereci para acompanhar e ficar quietinha no hotel aproveitando o tempo.

Só que, sozinha no Rio, tinha que ser um lugar bacana e que me desse várias alternativas de entretenimento e descanso. Logo pensei no Grand Hyatt que fica na Barra. Já tinha conhecido o hotel durante sua inauguração nas Olimpíadas de 2016 e me lembrava exatamente da sua piscina gigante e de um monte de restaurantes que tem lá. Me lembrei do SPA que eu tinha visitado na época e logo pensei que era lá mesmo que iria ficar enquanto o boy estivesse trabalhando.

Lobby do Grand Hyatt Rio de Janeiro

Chegamos na sexta e no primeiro dia fui ao Barra shopping, que é bem perto e eu não conhecia. Gostei de lá, achei grande e com ótima variedade de lojas (tem até Kryolan!). Só não curti que tive que pagar estacionamento pro Uber me levar na porta do shopping, pois durante a semana, de 17h às 20h,  não tem tolerância no estacionamento pois as pessoas estavam usando o shopping para cortar caminho. Tive que pagar a taxa mínima de 4 reais, mas não pro Uber viu gente, na maquininha mesmo, pra liberar o estacionamento e realmente não tinha aquela tolerância básica de 15 minutos.

Enfim, no sábado, fiquei o dia todo na piscina e praia. Logo em frente ao Hyatt, só de atravessar a rua, tem uma praia com o serviço resort do hotel. Tem as espreguiçadeiras, toalhas, água, guarda sol, tudo para os hóspedes do hotel. Achei maraaaaa. E me senti segura. Que triste falar isso de um lugar tão lindo mas realmente temos que redobrar os cuidados no Rio.

Já no domingo tive uma das experiências mais deliciosas do final de semana. Marquei um Mini Day Spa de Primavera que é novidade no hotel porque EU MEREÇO. Sim, mereço e sempre me dou esse presente quando vou pra hotel que tem SPA. E o nome “ Mini Day SPA” chamou muito minha atenção.

O SPA do Hyatt se chama Atiaia, que em indígena significa LUMINOSIDADE. É bem lindo e tem salas de massagens individuais e de casal.  Tem também sauna seca e sauna a vapor além de um vestiário impecável recheado de produtos da Granado (a concept store da Granado fica no Hyatt!).

Sobre o Mini Day Spa de Primavera, são quase duas horas de relax da melhor qualidade. Primeiro um escalda pés, pra começar a ficar relaxada. Em seguida, uma esfoliação corporal super power feita com uma mistura de óleo de coco com sal do Himalaia! E gente, é sal MESMO. E muito sal. O corpo é completamente esfoliado e isso, além de deixar a pele ultra macia e novinha (retira todas as células mortas) ajuda a pegar um bronzeado mais uniforme e bonito.

Depois da esfoliação, a gente toma uma ducha e vai pra uma massagem relaxante.  Eu escolhi pressão mediana, gosto mais forte mesmo. Pra que né? Saí do Atiaia com a pele macia e sedosa e babando de tão relaxada hahahaha.

O SPA atende de segunda a segunda de 11h às 21h e qualquer pessoa pode ir lá. Não precisa estar hospedada no hotel! E outra coisa, tem vale presente então você pode dar esse Mini Spa Day de Primavera de presente pra quem você quiser. Eu logo penso nas amigas stressadas, nas mães (ah gente, que lindo dar um Spa Day pra mãe né? Elas merecem tudo de mais gostoso e relaxante), nos namorados/maridos e até mesmo pra fazer de casal.

Sala de espera do SPA Atiaia

Onde fiz minha massagem!

No banheiro do SPA quanto dos quartos do hotel, os produtos são da Granado.

Essa é a sala de massagem para casal. Na próxima quero levar o Leo rs. 

E no final da massagem, ainda tem um cházinho.

É MUITO bom. E depois de um Mini Spa Day, curtir as piscinas do Hyatt, a praia ou um dos 3 restaurantes (Cantô, Tano e Shiso – um japonês premiadíssimo), curtir o por do sol da lagoa, é pra fechar o final de semana com chave de ouro.

Relaxei. E muito.

Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
23 set 2018, 27 comentários

Mi casa, su casa – O inesperado.

Olá Fufuland!

Turulindo com vocês?

Vou fazer um apelo aqui, para vocês mandarem temas para eu escrever. eu tenho uma listinha mas ela está ficando magrinha, magrinha.

Hoje eu fui inspirado pela mãe de uma amiga que comprou um telefone modernão vermelhudo para decorar a sala. #vemkotio dar uma espiada.

E ao pesquisar o modelo para mostrar para vocês descobri que essa marca aí (não é publieditorial) pode mandar presente para nós aqui no Futilish porque tem vários diferentões. Gostei muito desse:

Será que tem em preto?

O fato é que, algo inesperado na decoração sempre dá aquela sensação de: “ÓIA! que pessoa cheia de personalidade!”

E as vezes pode ser algo muito singelo, como um vaso num formato peculiar, ou até uma poltrona espetaculosa de um estilo “fora” do restante.

E quando eu digo “formato peculiar” não quero dizer nada caricato, ou algo que emula uma figura. Pode simplesmente ser um suporte com desenho diferenciado ou até uma altura que não está dentro dos padrões básicos que encontramos no comércio.

Até mesmo o uso de uma material que comumente se emprega em outras situações já enche o espaço de vida e de interesse.

Já pensou em usar um forro de palha? Débora Aguiar, usou em diversos projetos e o resultado é incrível:

Outra arquiteta luxo poder e glória que trabalhou um gesso de uma maneira contrastante com o restande do ambiente, foi Chris Hamoui para a mostra Artefacto 2016:

Um recurso bastante atual é fazer uma base neo clássica, e preencher com mobiliário contemporâneo, como neste projeto:

Ou simplesmente, brincar com as linhas. Nesta foto abaixo, temos um espaço todo em linhas retas, com um sofá arredondado:

Mas gente, num país abençoado com grandes nomes de design (Sérgio Rodrigues, Irmãos Campana e Jader Almeida, só para citar os 3 mais falados) eu acho que uma poltrona é a forma mais “segura” de trazer algo inesperado para a decoração.

A “Poltrona Chifruda” de Sérgio Rodrigues me faz suspirar (me julguem) mas é que quando você olha ela isolada, ela parece um monstrinho mesmo. Mas quando ela está ambientada, é uma peça TÃO maravilhosa que me faltam palavras para descrever:

Bem aqui em cima ó!

Não sei o que dizer, apenas sentir.

Contudo, compreendo que não é para todos os gostos. Mas temos poltrona Diz, Mole… muitas opções desse grande mestre.

Vamos ver algo de Jader Almeida? Só para por um suspiro no seu dia?

Olha essas mesas de centro! Não dá vontade de encher de leite e sucrilhos? Amor demais. Pode ser um risoto também, ou um papardelli ao pesto…

Acho que preciso almoçar… já são quase 15h.

Agora vamos falar de uma coisa que eu queria muito que brasileiros e brasileiras começassem a fazer. Decorar a fachada usando portas coloridas.

Na américa do norte, por toda a áfrica e Índia é muito comum.

É tão icônico que a Elizabeth Arden transformou um perfume e padrão para seus spas ( Já contei aqui muito tempo atrás essa curiosidade).

E você, tem algo em casa propositalmente descombinando? Conta nos comentários pro titio!

#bença!