LifestyleEditorialLifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
11 ago 2019, 11 comentários

Tem Jeito Decor 52 – A Espera da dra. Carol

Olá Fufulândia!

Cêis tão boas? Cêis tão bons? Um uppa apertado para os pais que nos lêem, e também para as mães que acumulam tarefas e funções de pai e mãe, independente do motivo, vocês são PHoda. O cantinho de vocês no céu está garantido.

Seguindo com os Tem Jeito Decor temos mais uma doutora que foi muito paciente (que trocadilho péssimo Marcelo Roberto) e ficou um tempão na caixa de emails.

“Oi Lelo, tudo bem? Sou leitora do Futilish ha anos e amo suas colunas. 

E eu preciso muito da sua ajuda, e agora.. senta um ‘cadim e escuta, rs.
Sou dentista e tinha meu consultório num imóvel alugado. Há dois anos sai do aluguel e construi meu próprio espaço (em sociedade).
E sou uma negação em decor, e minha arquiteta (que também é designer) não me ajudou em muita coisa (tivemos vários problemas durante a obra); enfim, não vem ao caso agora, né non???
A ajuda que preciso e escrevo para o tem jeito decor é a minha recepção/sala de espera (são juntas).
Desde que mudei fiquei de melhorar e nada. Os móveis queria mexer o mínimo possível (são novos e planejados), mas aceito sugestões. Em anexo as fotos do ambiente e do
projeto.
Ah, na parede onde esta o aparador tem um papel de parede estilo linho, ok? 
Desde já agradeço muito!! 😘
Como antecipei, tem muito tempo que a dra. Carol mandou o email, e nesse meio tempo ela já alterou umas coisinhas:
“Hoje ja mudei. Onde estava o aparador coloquei 2 poltronas e mudei o aparador pra parede proxima ao vidro. No canto entre os dois vidros, uma mesinha verde mar.”
Dóc, acho que essa mudança do aparador ali para as “costas” da parede de quem entra foram bem acertivas, assim como a inclusão de uma mesa de apoio no canto.
Pelo que li na assinatura do seu email (periodontia, ortodontia, saúde coletiva e da família) e os gibis na sala de espera, entendo que uma boa porção das pessoas que coabitam o espaço são crianças. Obviamente elas não chegam ali sozinhas, então temos que pensar nos adultos também.
Resumidamente está tudo muito bom, porém está chato e sem personalidade.
A primeira coisa que vou te pedir é para ensinar a recepcionista que o guarda chuva e a bolsa dela tem que morar em um lugar fora do campo de visão das pessoas.
Se ela não for a Mary Poppins, ninguém precisa ver os apetrechos dela, obrigado.
Vamos por partes, como diria Jack. Logo na entrada podemos colocar um quadro para preencher aquela parede sem tomar muito espaço trazendo já um pouquinho de cor no momento das boas vindas. Nada exagerado, pelo tamanho da parede, 80x80cm se quiser trazer algo com o tom esverdeado para conversar com a mesinha nova também faz alusão a área da saúde. Eu gosto de ser sutil, e investiria em algo com mais cores alé do verdin, e nada complexo, para que as crianças apreciem e não seja intimidante.
Temos duas poltronas aqui no antigo local do aparador, ótimo! Gosto inclusive que isso altera o fluxo e faz as pessoas darem uma “passeada” pelo espaço, não fica parecendo um corredor. Mais uma vez, acho que é hora de quebrar a seriedade recapando essas duas peças e se você encontrar um tapete beeeeeeem fininho, criando um mini ambiente:
Tenha em mente um material de fácil manutenção, como o sisal, que também trará uma textura diferente e para a cor eu apostaria em algo em tom médio, pode ser um tom de “nescau forte” sabe? Para ser fácil de manter. Não vejo necessidade de mesinha ali, contudo, que tal testar duas almofadinhas nos tons da decoração? Gostaria também de pegar 2 ou 3  “mantas ” que são as faixas do papel de parede – provavelmente são na largura de 53cm então seria algo como 159cm de um detalhe diferente do restante da parede, posicionados atrás desses assentos e colocar um modelo diferenciado, com um tom mais escuro, ou algo com mais informação, listras seriam uma boa opção.
No local que está o aparador com o bebedouro, vou propor um móvel diferente. Sei que você gastou com ele e talz, entretanto um aparador é uma peça coringa que pode ser reaproveitada em zilhares de locais, ou revendida/doada. Desapega chuchu.
Acho que alguém que tem tantas especializações como você, mestre em saúde pública, harmonização facial (tô colando aqui do email mais recente) precisa deixar essa “atualidade” explícita também no espaço. Desconsidera a a iluminação que tem nessa foto e veja a possibilidade deste móvel para substituir seu aparador:
Na sua ambientação, os gibis poderiam vir aqui para a prateleira mais baixa, ao alcance dos pequenos. No local onde a 2ª prateleira tem mais espaço você pode deixar o bebedouro e os folhetos das atividades que oferecem, e na porção mais alta, decorações. Se optarem por rever o aparador e fazer a estante que sugeri, eu acredito que seria legal tirar aquela prateleira do móvel da tv, onde estão os quadrinhos hoje, para dar acabamento onde estão os furos de fixação agora, você pode por 1 barrinha metálica igual essa da estante, mas como uma só eu acho que possa ficar “sem sentido” sugiro usar mais uma barrinha dessa alinhada com o marco (vista/alisar/batente) superior da porta.
Por fim, mas não menos importante, o cantinho da secretina. Não que ela seja cretina, as eu acho o termo engraçado, já chamei a pobre de Mary Poppins, tá bom de zoeira para um post.
Vamos colocar o nome do espaço, ou dos profissionais de trabalham aí nessa parede pelada e tristonha?
Antes de tudo, façamos uma pintura com textura de cimento queimado:
Depois, eu sugiro usarem um vidro com distanciador e adesivarem o nome da clínica ou dos associados, assim fica chique e econômico. O efeito é esse:
Eu faria esta placa centralizada com o ar condicionado, uns 60cm ou 80cm mais larga que ele para dar presença.
Falei ali em cima de “cores da decoração” e não vou deixar você com essa pergunta ecoando na cabeça. Separei 3 paletas para que possa, juntamente com as outras pessoas que trabalham aí, selecionar uma e aplicar sem medo.
Paleta com mistura de tons quentes:
Paleta com mistura de tons frios:
Paleta com frios AND quentes: Seria uma paleta morna?
O bom de selecionar uma paleta é que a partir daí você pode comprar qualquer coisa que tenha uma dessas cores. Pode desenvolver toda a identidade visual, material de marketing, posts para redes sociais, tudo sendo trabalhado para fortalecer a marca. Não vou dizer qual das três é minha preferida, caso eu tenha errado no tom do verde mar (que é o tom comum nas 3 paletas) você pode selecionar um mais adequado nesse site que eu amo que tem as paletas o Design Seeds .
Ah! Estou aqui fingindo que não vi aquela capinha di frô no galão d´água, e você usa a mesma tática de discrição na hora de incinerá-la, agradecido.
E por hoje é só, né pessoal? Alguém mais tem sugestões, deixem nos comentários pra gente.
E se tiver algo para redecorar, é um ambiente por pessoa, é só encaminhar no meu email fotos e o que você gostaria no teu espaço…
se possível me mandar algumas medidas ajuda muito!
#Bença!
Editorial
30 maio 2019, 18 comentários

Eu Gosto É De Frio!

Acho que essa é a maior curadoria de inverno que já fiz na AMARO! Sempre tem muita novidade por lá e TODA SANTA NOITE antes de dormir, eu abro o aplicativo e fico olhando o que entrou. Sou macaca velha de e-commerce e fico de olho porque aparecem umas coisas lindas que se piscar, já era. Daí garanto rápido!

Tô num desejo enorme de frio, aqui em BH ainda não veio pra valer, mas tô com fé que logo vem e vou poder abusar da minha estação preferida do ano. O frio é demais gente, a pele fica boa, o cabelo, a maquiagem fica no lugar e não derrete, fico mais disposta… Gosto mesmo!

E claro, as roupas são mais bonitas e elegantes, isso é fato! Me sinto muito mais chique quando o look invernal. Falando nisso, viram a produção que montei todinha com peças da AMARO no Instagram? Tá fazendo sucesso! Então deixa eu mostrar para vocês o que achei de bacana lá e super recomendo comprar para receber os dias mais frios com muito estilo.

01 – Uma seleção de suéter pra ninguém botar defeito! Acho que tem que ter vários, um de cada cor e estilo para ficar sempre arrumadinha. Esse primeiro é off white, com a trama maior e gola alta. Ele com uma skinny fica lindo! R$189 LINK

02 – Um pouco mais curto e com gola mais baixinha. Pensa com um jeans cintura alta? R$209 LINK

03 – Quem disse que no inverno só dá para usar roupa preta, marrom ou cinza? Eu amo misturar uma cor! Esse tricô amarelo tá divino! R$209 LINK

04 – Igual ao número 1, só que vinho. Visualiza ele com uma skinny de couro. Chique! R$189 LINK

05 – Esses felpudinhos são uma delícia  pro inverno. E tem outras cores! R$169 LINK

06 – Uma gola alta preta TEM QUE TER! Essa salva em várias produções! R$169 LINK

07 – Achei mega elegante esse tricô camel. Já pensei num look monocromático (com uma calça que vou mostrar aqui abaixo) ou com uma alfaiataria cinza. R$209 LINK

08 – Tricô geométrico, minha cara! Acho tão lindo! R$229 LINK

09 – Na mesma onda do preto, uma blusa de frio branca de gola alta também tem seu lugar e serve para inúmeras produções! R$169 LINK

10 – OLHA QUE COISA MAIS LINDA ESSE SUETER AMARELO COM DETALHES! Já pensei nele com uma saia de couro preta! Ou com uma jogger preta também! R$209 LINK

11 – Para as menos friorentas, amei essas camisas imitação couro da AMARO. Tem várias cores! R$269 LINK

12 – Mais um tricozinho básico e chique, agora com a gola mais aberta que fica lindo com um lenço colorido no pescoço! R$179 LINK

13 – Daí esfriou um pouco mais. Bora colocar jaquetas? Eu tenho essa e AMO! Super de qualidade e fica linda no corpo! É bem mais bonita ao vivo! R$309 LINK

14 – Essa jaquetinha estilo perfeito em suede é ótima para quando não está muuuuito frio. Super estilosa e a cor dá aquela quebrada no inverno! R$329 LINK

15 – Essa já é para quando o frio apertou. Com pelinhos por dentro para ficar bem quentinha! R$409 LINK

16 – Amei essa de pelúcia para looks mais despojados, tem outras cores também! R$329 LINK

17 – Tô batendo na tecla da cor durante o inverno né? Pra que usar preto se pode usar cores gente! E fica bem mais lindo! R$309 LINK

18 – Jaqueta matelassada para montar um look mais refinado. Pode ser com uma pantalona preta! R$329 LINK

19 – Jaqueta jeans SEMPRE é bom! Eu tenho essa, inclusive é a da foto do Instagram e é linda! Lavagem perfeita e a modelagem é ótima! R$229 LINK

20 – Mais um modelo de jaqueta de couro fake, bem estilosa! R$309 LINK

21 – Não é porque tá frio que tem que usar calça viu? Dá para montar muito look bacana com saia e bota! Se estiver muito frio, taca-lhe uma meia calça! AMEI essa saia com geometrismos. Pensa nela com uma jaqueta preta e bota alta? Look lindo! R$169 LINK

22 – De tecido parecido com couro, modelagem evase, também fica linda com botas! R$199 LINK

23 – Se o frio não estiver muito, pode ser uma mini saia também com textura couro. Olha esse verde agua que lindo? R$169 LINK

24 – E inverno não pode faltar xadrez né? Midi, cintura no lugar, chiquerrima! R$189 LINK

25 – AMO AMO AMO essa saia! Tenho ela também e é uma daquelas peças que não dou, não empresto, não vendo. Fica linda no corpo e a qualidade é demais! Parece couro de verdade! R$249 LINK

26 – Mais um modelo de saia xadrez, agora mais curtinha e girlie! R$169 LINK

27 – Saia lápis com detalhe de nó, em suede! Tem verde militar também! Pros dias não muito frios, com uma camisa branca, look lindo para trabalhar! R$209 LINK

28 – E veludo cotelê? Quem aí curte? Super invernal e na modelagem lápis fica elegantérrimo. R$209 LINK

29 – Agora vamos de calças! Estou  viciada em calças jogger! Uma preta é essencial! E dá para usar com bota também viu? R$179 LINK

30 e 31 – AMEI essas duas inclusive comprei uma hahaha. Auto influenciável total né? Gostei da cor, diferente, e da modelagem! Pensa nessas calças com uma camisa ou jaqueta jeans? R$189 LINK e R$209 LINK

32 – A TEM QUE TER do inverno, calça parecendo couro, de cintura alta! Eu tenho uma da AMARO que comprei há séculos e ainda tá lá firme e forte. Adoro usar ela! R$209 LINK

33 – O xadrez também vai para as calças e em alfaiataria fica muito bonito. Atenção para o detalhe na cintura que modela ainda mais a regiao! R$229 LINK

34 – Pantalona preta, perfeita para sair a noite ou para ir trabalhar. Vale usar com meia calça grossa e bota nos dias mais frios! R$219 LINK

35 – Mais uma jogger, agora verde militar e super tendencia com bolso na perna! R$179 LINK

36 – Essa é a da foto que postei no meu Insta! GENTE COMPRA ESSA CALÇA! Veste maravilhosamente bem e é linda! O tecido é leve porem encorpado e faz uma vista danada! Pra quem não viu minha foto, usei com um tricô amarelo e jaqueta jeans. Ficou show! R$199 LINK

37 – Botinhas para os pés quentinhos… Farei um post sobre as botas tem que ter do inverno e essa com certeza entrará! Cano médio e salto bloco, confortável e linda! Super necessária. R$289 LINK

38 – Coturno também é a cara do inverno, com vestidos longos fica ótimo! R$309 LINK

39 – A bota de cobra rica é um must desta estação e esta da AMARO tá linda! R$269 LINK

40 – Igual a preta, só que vinho! Pode ousar nos pés também! R$289 LINK

41 – Quaaaaase ia me esquecendo deles, mas vestidos para o inverno também são uma boa! Adorei essa chemise em preto e branco, com bota de cano alto fica lindo! R$219 LINK

42 – Vestido de tricô e lurex, para eventos mais chiques e formais. E quentinho! Lindo! R$359 LINK

43 – Para um look mais despojado, esse vestido curto em tricô fica mara com coturno! R$179 LINK

44 – E minha paixão, vestido longo de manga comprida para usar ou com coturno ou com ankle boot. E tem um vermelho dele LINDO que tô super na dúvida entre os dois! R$279 LINK

 

  • Não tem desculpa para falar que não tem roupa pro inverno ou então que inverno é chato porque só dá para usar preto! Nada disso! Ta aí a prova com mais de 40 itens da AMARO para montar looks super estilosos e interessantes. Ah e tem cupom de desconto, mas vale APENAS POR 48H  a partir de agora viu? Use FUTILISH10 e ganhe 10% off! Para qualquer valor de compra porém apenas uma por CPF. Aproveita gente, já faz uma comprona só e garanta seu inverno lindo e elegante!

 

Hey leitora! Este post é um publieditorial.
ComportamentoEditorial
Chora Que Eu Te Escuto
23 maio 2019, 94 comentários

Chora Que Eu Te Escuto

CHORAAAAA COLEGUINHA!

Chora 01 – Gamora

Oi Cony, Claro que sou sua fã e te admiro demais, sou canceriana tbem, mas vou direto a meu chora.

É sobre carreira profissional. Fiz faculdade mais tarde. Estava trabalhando na área administrativa e bem contente, então resolvi fazer Ciências Contábeis. Confesso que nunca gostei do curso e nunca me dediquei a fundo. Depois de dois anos e por questões financeiras tranquei a faculdade por 4 anos. Nesse tempo pensei muito se voltava pra contabilidade e até cheguei a me matricular em Publicidade e Propaganda, mas desisti. Qdo meu marido resolveu fazer a licenciatura de Educação física (ele sempre trabalhou com o bacharelado) resolvi voltar pra Contábeis pra terminar o curso. Nisso ajudei muito o meu marido e amei o curso dele. Ajudava nos trabalhos com o maior prazer e os meus eu empurrava com a barriga. Antes de me formar montei um escritório de contabilidade com dois sócios, trabalhei por 3 anos e estava realizada por ter um negócio meu de sucesso. Sempre gostei da ideia de me arrumar e sair de casa pra trabalhar em um escritório, mas sempre achei o trabalho chato e ia empurrando. Engravidei e acabei saindo da sociedade. Se passaram dois anos sem eu trabalhar e agora tô muito na dúvida se volto pra contabilidade ou se começo outra faculdade. Só que vou fazer 40 anos. Tenho um filho de 2 anos, uma condição financeira muito boa que me permite experimentar outras áreas, um marido que super me apoia no que eu quiser fazer. Mas tô muito na dúvida se deveria fazer educação física e trabalhar na área do meu marido que já é uma facilidade pra mim. Faço arte marcial com ele e sou muito boa nisso. Será que deve mesmo largar a contabilidade? Tô numa dúvida cruel do que eu quero fazer e do que eu acho o certo fazer. Não preciso trabalhar e minha vida é muito boa, porém sofro de ansiedade e sinto falta de estar produzindo algo. Me ajuda!!

Amiga, pra que gastar tempo, energia e dinheiro em algo que você não gosta? Você deixou SUPER claro que não curte contabilidade, pra que continuar batendo nessa tecla? Vai fazer o que gosta, o que ama, o que te faz bem, o que te motiva! Seja na mesma profissão do seu marido ou em outra, mas sempre faça o que gostar!

Chora 02 – Mantis

Oi, Constanza! Gosto muito do seu blog, apesar de nunca comentar.
Bom, estou numa fase muito complicada da minha vida, e não tenho nenhuma amiga para conversar sobre isso, então acho que você e seu blog maravilhoso vão ser de grande ajuda para mim.
Esses últimos anos foram bem complicados, meu pai teve câncer com 66 anos, na época eu prestava vestibular de medicina (meu sonho) e fiquei de novo na lista de espera, e com a morte dele eu sofri muuuito. Eu era muito apegada a ele, o amava e admirava demais. Como sou filha única ficou só eu e minha mãe. Acabei assumindo tudo, as contas, o planejamento da casa, enfim. E com isso perdi um ano de estudos, simplesmente não consegui focar em estudo nenhum nesse processo de luto, mas decidi que precisava sair disso, dessa rotina degradante que é cursinho de medicina e fazer uma faculdade. Prestei, passei e fui cursar odontologia na USP em São Paulo. No começo eu gostei, sai de casa, morei sozinha e comecei a cursar finalmente uma faculdade. Porém, quando começou as disciplinas de fato voltadas para odonto, eu não me identifiquei em nada. Não era o que eu queria, não me imagino como dentista. Resolvi trancar o curso esse ano e tentar de novo Medicina. Porém, as pessoas que sabem disso, que são poucas (não gosto de falar da minha vida), me julgam. E eu tenho medo de falhar de novo esse ano e só ter perdido mais tempo da minha vida. Mas não sei o que fazer se não passar, não consigo me ver em mais nenhum curso. Eu amei as disciplinas gerais do meu curso (patologia, anatomia, fisiologia) e sou apaixonada por medicina. Tenho medo de voltar para odonto e me formar numa dentista frustrada.
Além disso, estou numa fase muito ruim do meu namoro. Ele se formou na cidade que eu morava antes (a gente namorou durante um ano a distância), conseguiu emprego e se mudou para São Paulo para morarmos juntos. O problema foi que esse ano eu resolvi trancar meu curso e voltar a estudar para o vestibular e com isso mudou tudo. Ele trabalhando não me ajuda quase nada nos serviços da casa e eu fiquei totalmente sobrecarregada, e não estava estudando quase nada. Então, ele deu a ideia de eu voltar a morar com a minha mãe no interior, pois além de eu economizar mais (meu pai deixou pensão privada para mim e minha mãe) eu teria muito mais tempo para estudar, e eu poderia passar um final de semana do mês lá com ele em São Paulo. E foi o que fizemos. Só que isso pra mim é péssimo. Meu namorado é bem menos carente que eu, e para ele essa frequência tá ótima, mas eu não consigo entender como ele não sente saudade. Uma coisa é você namorar a distância por forças maiores, como no segundo ano do nosso namoro (cada um fazendo faculdade numa cidade diferente), outra é você propor uma coisa dessas, porque acha que seria melhor para os dois crescerem (ele diz que não trabalha direito comigo lá e eu não estudo). Como vamos casar desse jeito? Eu fico mais carente ainda nessa distância toda, e com a pouca atenção que ele me dá (anda sobrecarregado no trabalho) eu acabo perdendo a cabeça e brigando com ele. Somos muito diferentes no jeito de amar e não sei como fazer isso dar certo. Enquanto eu preciso de presença física, carinho e atenção constante, ele acha tudo isso um drama meu, e em suas próprias palavras “não é para tanto”. E quando a gente briga, porque eu quero mais atenção e não gosto de ficar tanto tempo longe, ele me ignora. Por dias. SEMPRE. É horrível isso, estar longe e ser ignorada toda vez que eu reclamo de algo. Queria saber se estou pensando errado, se um casal jovem como nós (eu 24, ele 26) não precisa de tanta frequência assim, se ele tá certo em pensar desse jeito e em me ignorar por achar que sou dramática.

 

Ora ora ora, vamos lá, senta e me escuta. Quanto ao trabalho, profissão, carreira, não desista do seu sonho! Se você AMA medicina, estude até passar! Isso so NÃO vai acontecer, se você desistir. Mesma coisa do primeiro Chora, tem que fazer o que se ama gente! Parem de ir no mais fácil, no mais conveniente, no mais perto, no mais tranquilo por medo ou falta de coragem de realmente ir atrás do que se ama. Você será medica sim! Mas tem que respirar fundo e continuar até conseguir e você VAI conseguir. Agora quanto ao seu namorado… fia, abre o olho. Como assim vocês moravam juntos e a solução que ele te deu pra você focar nos estudos foi te mandar embora? OI? Se ele te quisesse lá com ele, a solução seria outra! Contratar uma diarista, ele ajudar nos afazeres de casa, qualquer coisa MENOS te mandar pra casa da sua mãe! Você foi boba de ter aceitado isso, eu teria rodado a baiana. E outra, falar que ele não trabalha direito com você lá, junto com ele? Então termina esse namoro ué!!! E MAIS, o cara te ignorar por DIAS quando você reclama por estar longe? Quer que eu desenhe ou já deu pra perceber o que ele tá fazendo??? Enfim, leia novamente seu mail e pense direito.

 

 

Ganhou duas quotes.

 

Chora 03 – Vespa

Oiii Cony!! Sou leitora rex assumida e hoje chegou a minha vez de mandar o meu chora…
Ano passado reencontrei meu primeiro namorado durante uma visita a familiares no exterior. Ja estava insatisfeita com a vida no BR e meu relacionamento morno e moribundo. Éramos amigos dividindo contas e um ape.
Então resolvi terminar, e tentar imigrar pra recomeçar e ver no que dá. Estou aqui há algumas semanas, e tudo está bem. Estou começando a trabalhar e as coisas se encaixando. Moro com familia e fico algumas noites na casa dele.
No entanto, pela primeira vez na vida fuxiquei as coisas de alguém!! Estava arrumando o quarto e achei um diário dele e por pura curiosidade abri pra ver oq ele escrevia. Achei uma lista de “contras” a meu respeito. Dizia as seguintes coisas:
CONTRAS
– não tão classuda (not as classy)
– não tão inteligente (not as smart)
– não tão ambiciosa (not as driven)
– dinâmica familiar (family dynamics)
– gosto incompatível (incompatible taste)
– não tão autoconfiante (not as confident)
– super protegida (sheltered)
Esses contras são em comparação a ele. Meu mundo caiu Cony. Fiquei profundamente machucada ao ler que ele pensa essas coisas a meu respeito. Agora não sei como agir pq realmente nunca fui de invadir a privacidade de ninguém e não sei como lidar com ele depois de ler essas coisas que ele pensa sobre mim.
Essa lista ele fez no final do ano quando voltei pro BR e estava resolvendo papelada de imigração, e ele achava que de repente eu ia mudar de ideia. Não sei oq fazer e como tirar isso a limpo, tendo plena noção de que invadi a privacidade alheia. Estou magoada e sem saber como agir. Devo confrontar? Deixo passar? Termino tudo e vida que segue? Eu sou apaixonada por ele Cony!
Me dói ler essas coisas pq não sou nada burra, sou leitora do futilish há anos, portanto, CLASSUDÍSSIMA e com bom gosto. tenho sorte de ter apoio emocional e financeiro da familia e ainda que a relação seja um pouco complicada, qual família não é?? Mais ainda, largar uma vida feita no país natal pra recomeçar do zero num país novo é um PUTA DRIVE DA PORRA. Comassssimmmm ele pensa desse jeito a meu respeito?
Conto com o teu bom senso e com a ajuda das leitoras

Gata, primeiro, não fique se provando que você não é nada disso que ele escreveu. PARE COM ISSO JÁ! Você tem seu valor, sabe quem é e pronto. O que ele escreveu, essa listinha, é bullshit. Agora vamos por partes, quanto anos ele tem? Isso é exercício de terapia dele? Eu sei que é chato, mas em começo de namoro acho que todo mundo pensa um pouco nos pros e contras, só não escreve e deixa dando sopa por aí né? Isso são coisas que a gente pensa e que não deve verbalizar jamais, porque na maioria das vezes, tudo muda. Mas claro que vendo uma lista dessa, eu esfregaria esse diário na cara dele, imagino bem o que tá sentindo. Mas somos finas e temos outras formas de checar se é realmente isso que ele pensa de você. Vai jantar em algum lugar com ele e pergunta bem classuda: querido, o que você pensa de mim??? Como você me vê? E deixa ele falar… Se quiser botar um terrorzinho na conversa (juro que eu colocaria, meu ascendente é escorpião) falaria assim: Você me acha classuda? Me acha inteligente??? Acha que sou ambiciosa??? Iria perguntando item por item pra ele sacar o que está acontecendo. Daí minha filha, deixa o mundo acabar e ver no que que dá. Se tiver sangue frio, essa ultima parte você pode pular e ficar só nas opiniões espontâneas que ele vai dizer sobre você. Só faça essa ultima tática se estiver pronta pra guerra e terminar o namoro. E como te disse, no inicio de namoro todo mundo faz comparações e avaliações, o ruim é que você achou isso. Não gostei muito do meu conselho, me achei meio bitch (é que tomei as dores) mas tô sendo sincera rsrsrs. Vejamos o que as meninas tem a dizer.

  • Choras abertos pela última semana hein? Depois vou fechar de novo! Corre mandar sua angustia, seu problema, seu desabafo para constanza@futilish.com e no assunto coloque CHORA QUE EU TE ESCUTO!