03
Nov 2016
Lifting Sem Cortes, a Novidade Dermatológica!
Eu Testei!

Chega um momento na nossa vida, que as coisas caem.

Cai o peito, o bumbum, a bochecha… O rosto parece que vai derretendo com o passar dos anos e fica com aquele aspecto literalmente caído, cansado. É nessa perda de gordura facial, de colágeno, de firmeza que a gente começa a reclamar  por exemplo, do bigode chinês. A bochecha fica flácida e surge aquele vinco profundo tão chato de lidar.

Eu tenho um bigode chinês que já foi pior. Um tempo atrás, fiz aquele procedimento, o Skinbooster, que era ácido hialurônico aplicado em vários pontos do rosto e que ¨preenchiam¨ uniformemente (nesse caso o ácido hialurônico presente no produto apenas hidrata o local onde é aplicado e não possui a função de preencher MESMO) . Fiquei bem satisfeita na época, mas o resultado não durou muito e em seguida, a bochecha ¨caiu¨ novamente. Bom, a gente sabe que ela não caiu, mas o vinco apareceu de novo.

Acontece que depois desse tratamento eu engordei um pouco o que naturalmente acabou preenchendo o rosto. Por isso quando alguém me perguntava se eu tinha feito preenchimento, eu sempre respondia que sim, tinha preenchido com comida. E era verdade mesmo.

Bom, deixa eu agilizar a história. Além do bigode chinês eu estava sentindo meu rosto sem viço, estranho, por mais que dormisse várias horas sempre parecia cansado mas não sabia falar exatamente o que estava me incomodando. O botox estava em dia, então não eram rugas na testa nem ao redor dos olhos. O bigode chinês, bom, ele ainda estava lá mas menos profundo. As olheiras que me acompanham desde sempre também continuavam lá… O que faltava???

Assim que cheguei de viagem, além de marcar a nutricionista direto do aeroporto, marquei uma consulta com meu dermatologista, o Dr. Bruno Vargas, não para ver esse problema do meu derretimento facial, mas sim para dar um jeito no melasma, pois voltei com o mapa mundi tatuado no rosto.

Ele conseguiu um horário no dia seguinte e lá fui eu. Logo nesse primeiro encontro já comecei um tratamento para o melasma, que falarei em outro post, e conversa vai, conversa vem, ele me falou de um novo procedimento estético que prometia um efeito lifting porém sem cirurgia.

Fiquei curiosa, afinal, estava bem precisando disso. Algo que ¨levantasse¨ meu rosto mas sem muita agressão, pois acho que ainda estou nova para uma plástica facial rejuvenescedora.

O Dr. Bruno começou a me explicar sobre o MD Codes, um procedimento feito na própria clínica e que deixa o rosto lisinho, com mais tônus, mais definido NA HORA.

COMO ASSIM?

Trata-se de um tipo de preenchimento facial mapeado, ou seja, feito em pontos ESPECÍFICOS para criar o efeito lifting. Ele vai na raiz do problema. Deixa ver se consigo explicar… Como falei anteriormente, com o passar do tempo, nosso corpo vai perdendo firmeza, perde colágeno (que é o que nos mantem esticadinhas e jovens) e com isso surge a flacidez. No rosto, aparecem as bolsas sob os olhos, o bigode chinês, aquele vinco nas laterais do queixo sabe? É como se fosse um saco plástico cheio de água que vai perdendo líquido e ficando ¨murcho¨.

Geralmente os preenchimentos são feitos direto no local a ser preenchido, se for no bigode chinês, o ácido hialurônico é aplicado superficialmente em toda sua extensão para que a região fique lisinha certo? Pois aqui está a diferença do MD Codes (sigla para Códigos Médicos): o produto (no caso ácido hialurônico mesmo) NÃO é aplicado no problema e sim na raiz dele. É aplicado mais profundamente num ponto específico que irá levantar a pele e esticar a região. Tudo isso, de forma super sutil e natural! Eis o tal efeito lifting sem cirurgia! Os pontos são mapeados no rosto da paciente e o ácido aplicado exatamente onde irá levantar a expressão. A naturalidade é o ponto forte dessa técnica, já que leva em conta a anatomia e as proporções de cada paciente.

Bom, depois dessa aula do Dr. Bruno Vargas, eu já estava sentada esperando ansiosamente para fazer o MD Codes.

Ele fez uma foto em 3D (super moderna, mostra o que deve e o que não deve rs) e em seguida aplicou um creme anestésico. Aguardei um pouquinho e começou a aplicação.

Ele mapeou 3 regiões: olheiras, maçã do rosto (para dar aquele efeito de blush bonito sabe?) e bigode chinês/vinco do queixo (como chama isso mesmo? Aquele vinco que faz a gente parecer boneco de ventríloco).

A aplicação é mais profunda, ou seja, dói um pouco, não vou mentir. É suportável e se eu soubesse do efeito que dá, teria feito menos drama hahahahaha.

Gente, o resultado é INSTANTÂNEO mesmo! Fiquei chocada quando ele fez uma olheira e me mostrou no espelho a diferença com a outra! Depois no bigode chinês!!! A cada região eu ficava mais espantada. E nada de ficar vermelho, nada de ficar roxo… estava super normal. Dá para sair do consultório e continuar a vida normalmente. Os pontos onde é feita aplicação ficaram doloridos por uns 2 dias (no meu caso que sou mais sensívelzona), mas nem é dor dor, é tipo um incômodo sabe?

foto-03-11-16-17-32-52

A foto está estranha pois é aquela em 3D e não dá pra reproduzir direitinho no computador sem o programa específico. Tem algumas partes pixeladas pois é foto da foto ok?

Na esquerda o antes (inclusive antes do tratamento do melasma que falarei em outro post), na foto da direita, após o MD Codes. Reparem na definição do rosto e nas olheiras. A diferença é sutil mas repararam que a expressão ficou bem mais descansada?

foto-03-11-16-17-33-47

Agora do outro lado. Nas olheiras é onde se vê maior resultado. No alto da bochecha também!

Gostei DEMAIS. Fico me olhando no espelho e percebo claramente que a pele está mais lisa, o rosto mais definido e com aparência mais descansada. O Dr. Bruno Vargas usou 3ml de ácido hialurônico em mim, o que ele diz ser uma quantidade considerável. Ah, e o efeito dura cerca de um ano, um ano e meio.

Gostei muito do MD Codes, justamente por tratar a flacidez da ¨raiz¨ e não apenas ¨preencher¨ vinco localmente, o que pode deixar o rosto parecendo inchado. O resultado é bem mais natural e suave, com certeza!

  • Fiz com o Dr. Bruno Vargas que atende em Belo Horizonte na Inovatto (LINK) que fica na Rua Fernandes Tourinho 669, Funcionários. O telefone de lá é o (31) 3317 4895 ou 2526 2077. O instagram do Dr. Bruno (LINK) também é bem interessante e sempre tem novidades pra gente que ama uma revolução estética. Ah, e ele é o dono do Portal do Melasma, um site só sobre esse assunto que a gente tanto pesquisa! 
02
Oct 2016
Eu Testei – Dailus Coisas De Quem Ama… CÍLIOS GIGANTES!
Eu Testei!

Vamos falar de Dailus??? Eu ia começar o post falando que este era meu primeiro produto da marca mas me lembrei dos famosos batons líquidos. Foi um auê quando a Dailus lançou e lembro de ter procurado bastante em BH até achar! Confesso que pouco conhecia a marca e durante a semana de moda de Londres, me deram uma máscara de cílios para testar.

Mas não é QUALQUER máscara de cílios, é a da nova linha Coisas de Quem Ama em parceria com a Swarovski. Já são 10 anos de Dailus Color e para comemorar eles lançaram essa linha que tem embalagens bem rycahs com cristal incluído!

Olha só:

foto-01-10-16-11-17-14 foto-01-10-16-11-17-56 foto-01-10-16-11-18-02-1

Olha o cristalzão Swarovski na ponta!

Agora vamos falar do produto? A máscara é a Cílios Gigantes e promete aloooooongaaaaaaar os cílios ad eternum. Para isso, o pincel é todo especial, em espiral, para pegar cada cílio e se encaixar direitinho.

foto-01-10-16-11-18-44 foto-01-10-16-11-18-52 foto-01-10-16-11-19-16

Gostei demais do pincel, achei justamente que ele se encaixa na extensão total dos cílios e pega até os mais pequenininhos. A máscara é resistente a água e nada difícil de retirar. Só observei que ela demora um pouquinho para secar, então é bom passar, repetir a camada e esperar secar caso queira mais uma camada.

foto-17-09-16-09-46-37 foto-17-09-16-09-48-41

  • Alonga mesmo e dá volume para cada cílio além de ter uma embalagem linda. Que venham mais produtos Dailus! Alguém recomenda algum em especial?

fhits_london_01

23
Jul 2016
Cinturinhas!
Eu Testei!, Fashion News

Já fiz um post sobre o tigh lacing, aquela prática antigona para afinar a cintura com o uso constante de corsets. Bom, o tigh lacing é sofrido e não é para qualquer pessoa, mas me conta… quem é que não adoraria dar uma afinada na cintura momentaneamente para usar um vestido justo??

Eu.

Eu amo modeladores, tenho uma gaveta cheia deles, seja para não marcar com roupa justa, para apertar a pochete, para afinar a cintura, e alguns até para definir o bumbum. Mas o que mais amo MESMO são os que me deixam com cinturinha inha inha. O engraçado é que não uso frequentemente, pois alguns me deixam tão fina que fica até estranho e outros são um pouco desconfortáveis mas mesmo assim… amo!

Como tenho vários modeladores, resolvi fazer uma mini resenha com alguns deles:

01 – Yoga (LINK)

3075b2

Firme, bonito, ótima sustentação, acabamento perfeito, ótima qualidade, mas muito grosso. Esse marca muito sob a roupa!!! E é um pouco caro, custa R$ 357.

02 – Elastique da Madame Sher (LINK)

madamesher

Esse era meu sonho de consumo! Mas sempre achei muito caro (R$ 400 agora mas parece que baixou) e só comprei quando teve uma promoção e uma leitora me avisou (muito amor…). É perfeito, acabamento impecável, tão lindo que dá vontade de usar por cima da roupa mesmo mas sinceramente não acho que combina muito com meu estilo rs, mas a peça é LINDA LINDA LINDA. Você percebe que é um material de alta qualidade e outra, é feito sob encomenda. Esse deixa a cintura mais FINA DA VIDA! Quer mini cintura? Tem que ser da Madame Sher mas… é um pouco difícil de colocar, é tão justo que parece que não vai fechar (tudo a gente consegue com prática e assistindo a mini aula no youtube rs), no meu caso eu gostaria que fosse um pouco mais comprido e pegasse um tico do quadril (tenho tronco alto, então fica mais na cintura mesmo). Como todos os de alta compressão, é grosso e se a roupa for muito justa, marca um pouco…  

03 – Waist Trainer da Esbelt (LINK)

esbelt

O dinheiro mais jogado fora da VIDA! R$ 97, literalmente o barato que sai caro. Mal faz compressão, veste super mal, a gente fica parecendo uma linguiça amarrada, não desenha cintura nenhuma, qualidade ruim. Passem longe. 

04 – Plié Corset Estético (LINK)

plie-regata-preto-50320-2_1

Tenho o 50320 que tem compressão média, bom tecido (é o mais confortável), desenha cintura e é o que menos marca sob a roupa, mas se for muito justa não tem jeito né? O preço é bom, R$ 114,90, e acho que é o que tem melhor custo x benefícifio MAS tem um outro da Plié que já está na minha listinha, o 50327, de alta compressão, tem mais barbatanas e um corte que modela mais o quadril! É mais caro (R$ 199, LINK), mas acho que deve ser mara. Quero muito provar.

Considerações sobre os corsets estéticos:

  • Quanto melhor a qualidade e o tecido, melhor a compressão, porém mais grosso ele é, o que pode não ficar ¨invisível¨sob a roupa.
  • Ao comprar um, tenha muita atenção ao tamanho. Melhor ficar mega apertado do que ¨ok¨, pois o tecido cede. Tanto que ao usar um corset novo é sempre bom ¨abotoar¨ ele na corrida de colchetes mais larga para com o tempo ir ajustando. Nunca comece da mais apertada.
  • Eu gosto de corsets que desçam um pouquinho até o quadril, para apertar qualquer gordurinha que cisme em aparecer, ainda mais com a pressão do modelador. Isso é uma das minhas grandes dificuldades, pois como contei, tenho tronco alto e geralmente fico puxando os corsets pra baixo, daí eles descem mas aparece a gordurinha da região do sutiã… tenso, deveriam ter essa medida de tronco como opcional também!
  • Algumas pessoas usam corset preto sobre camisa branca, não amo mas não condeno. Posso pagar língua algum dia rs.
  • Sei que o objetivo é afinar a cintura mas as vezes fica tão fina (oi Madame Sher) que fico com vergonha de usar. Bobeira minha mesmo rs.
  • É ótimo pra quem tem dor na lombar! A postura melhora na hora.
  • Não dá pra usar direto, o tempo todo, bom pelo menos eu não consigo… Só em eventos especiais.
  • Melhor pagar mais e ter um bom do que comprar os baratinhos e não prestar!
Página 6 de 35« Primeira45678Última »