Comportamento
Chora Que Eu Te Escuto
21 ago 2019, 77 comentários

Chora Que Eu Te Escuto

Vamo choráaaa, vamo chorá, vamo chorá vamo choráaaa

Chora 01 – Sandy

“Olá, Cony!! Tudo bem??

Como todo mundo que escreve aqui, vou começar dizendo que seu blog é maravilhoso, acompanho diariamente há alguns anos e vc mantem sempre o mesmo estilo de conquistar as leitoras, todas as suas dicas e posts são fantásticos!!!
O meu Chora é sobre um cara muito legal que eu conheci e estamos nos envolvendo cada vez mais…. Começamos a ficar e nos falamos todos os dias… o papo flui que é uma beleza, o sexo é ótimo, ele é divertido, carinhoso, se importa comigo, se interessa no que acontece no meu dia….. até poema ele já escreveu pra mim. Ainda não estamos namorando, e o que me deixa receosa é que somos de mundo completamente diferentes. Ele é bem mais humilde do que eu, vem de família muito simples, trabalha de porteiro durante a noite e pedreiro durante o dia, assim consegue pagar um terreno e arcar com as dívidas que ele adquiriu anteriormente. Até isso eu gosto nele: trabalha pra caramba, se esforça ao máximo para colocar a vida em dia. Contudo, eu tenho muito medo do julgamento que posso receber e das pessoas que convivem comigo (família e amigos) não o aceitarem por conta da condição social dele, já que eu trabalho como professora em universidade federal e todos eles me colocam num pedestal.
Ele diz que não está preparado para assumir um relacionamento sério agora justamente por estar acertando as próprias finanças, o que me deixa mais na dúvida ainda. Será que é furada ou será que devo investir?
Aaahhh, ia me esquecendo de um agravante: tenho um filho pequeno, sou divorciada do pai dele e já namorei duas pessoas que meu menino conviveu, não quero colocar outra pessoa no convívio dele que logo depois terei que tirar….
Espero que possa me aconselhar sobre esta situação….”

 

Menina esse tipo de coisa é TÃO difícil de aconselhar… eu sempre dou a MINHA opinião, do que EU faria, mas eu não sei o quão apaixonada você está e o que sente. Analiso de outra perspectiva, vendo de fora e em certos casos é a melhor maneira de opinar, em outros nem tanto. Seguinte, as pessoas vão falar sim, vão julgar sim, com certeza. O amor é lindo? É, mas nem só de amor vive uma relação. Que bacana que é um cara trabalhador, super esforçado, que te trata bem, mas você tem que pensar se o fato dele ser bem mais humilde que você é um problema para VOCÊ. Se não for um problema, ok, peita esse relacionamento e vá em frente, mas se já está te deixando com dúvidas talvez seja melhor deixar rolar e ver o que acontece. Principalmente porque ele te disse que não está preparado para um relacionamento agora. Então acho que namorar ou não nem é mais um questão, pra namorar, os dois tem que querer e ele não quer.  Sinceramente? Pensa no seu filho, pensa em você, não romantize muito a situação, pense no que quer para seu futuro, para sua vida… Será que você não tá numa busca desesperada por alguém?? E grandes diferenças sociais podem virar grandes problemas sim.

 

 

Chora 02 – Leah

“Não sei nem como descrever meu relacionamentos. São tantos altos e baixos e acho que é justamente isso que deixa a mulherada mais em dúvida (e eu tbm). Tem um monte de coisa ruim e que sei que vão dizer que é inaceitável, mas e as outras coisas boas, tão difíceis de ignorar que nos fazem acreditar que há uma chance ainda?

Namoramos há 5 anos, mas já levávamos uma vida financeira de casado na época de namoro. Moramos juntos a 6 meses. Me sinto babá e empregada em casa. Ele com duas filhas e uma ex que não tá nem ai pra elas. Moram com a gente. Ela largou elas lá sem avisar praticamente. Eu com 27 anos, criando uma menina de 15 e outra de 10. Nem acho que tenho preparação. Gosto delas e dou meu máximo. Mas é uma relação ingrata, eu faço tudo que a mãe deveria, mas nunca vem nada em troca né, é mais ingrato que papel de mãe. E todo mundo ainda acha que tenho obrigação de criá-las. No fim eu cuido mais que a mãe e o pai juntos. Elas são muito apegadas, tenho dó de largar por isso tbm. Quando brigamos (sempre por whats, SEMPRE) ele é do tipo que xinga, briga, fala coisas absurdas. Já amaldiçoou o dia que me conheceu, já mandou eu voltar pra casa da minha mãe… Eu cresci numa casa que não se falava palavrão nem se gritava em briga. Então pra mim isso é absurdo. E quando passa a raiva ele age como se nada tivesse acontecido. Pq pra ele realmente nada aconteceu! E eu vou guardando e me magoando a cada coisa nova que ouço. Ele tem um ciúme doentio do meu sobrinho de 3 meses e eu sou madrinha, ele diz que não vai nem na igreja no batizado. Nem olha na cara dele, nãopode nem dizer o nome da criança. É contra termo mais um filho, pq ele já tem 2 mas eu ainda não tenho e quero pelo menos 1. Ele já disse que não gosta de bebês. Sexualmente falando sinto um total de 0 vontade de fazer algo. Coloquei diu achando que era o anticoncepcional que fazia isso, mas continua a mesma coisa. Prefiro fazer qualquer coisa a ter relação com ele. Tenho por uma questão de necessidade dele (umas 2x por semana). Temos dinheiro guardado pra comprar um apto, demos entrada em um e vamos vender pra comprar outro. Ele é mão de vaca, nunca me dá presente (niver de namoro, aniversário, dia dos namorados) e odeia que eu compre pros outros tbm (quando tem festa) nunca saímos, nunca gastamos, mal compra roupa pras próprias filhas…

De um lado, toda a mágoa que vai minando esse amor pouco a pouco, as lembranças de palavrões, a falta de alegria que me ronda. Do outro lado, todo dinheiro que juntei na vida, as meninas super apegadas, os planos, a casa, o casamento, o café na cama que ele faz ás vezes, a preocupação que ainda tem comigo…

Acho que ele gosta de mim, ainda tem demonstrações de interesse. Não sei se eu espero demais, se tenho a romantização do casamento perfeito. Não queria realmente terminar… Nem tenho coragem pra isso… É difícil não julgar, eu entendo, já julguei demais estando do outro lado. Mas quando é vc na situação… tudo muda de figura e o inaceitável parece ser só mais uma briga. É como se a visão ficasse deturpada e vc não sabe se aquilo é tão absurdo quanto vc pensa e vc que tá exagerando. E realmente precisamos de ALguém de fora pra fazer essa avaliação.”

 

Parei na parte “Já amaldiçoou o dia que me conheceu, já mandou eu voltar pra casa da minha mãe” AI DE UM HOMEM FALAR ASSIM COMIGO! Deleto NA HORAAAAA! Mulher acorda! Foda-se as filhas dele (desculpa mas tive que falar), elas tem MÃE E PAI! Vira amigas delas e tá tudo certo mas você tem ZERO obrigação de criar essas meninas, ainda mais de um cara escroto que te trata mal, que não quer ter filhos com você, que tem ciúmes de seus familiares! Já ouviu falar em relacionamento abusivo? Pois é, você está em um! E vai vir me falar em café na cama que ele faz de vez em quando??? Ah para né? Ele tinha que te tratar como uma RAINHA e te dar o MUNDO por você cuidar das filhas dele! “Acho que ele gosta de mim”. ACHA? E daíiiiiiii???? Saí dessa logo, você está se afundando. Dinheiro você consegue negociar ou em último caso, larga pra lá mesmo. Sua vida vale muito mais que isso e outra coisa, você tem apenas 27 anos para estar vivendo uma vida tão infeliz assim. Mude agora, pensa na criação que seus pais te deram e se é justo com eles jogar fora todo o amor, educação e dedicação que você teve, porque é isso que você está fazendo.

Chora 03 – Noely

“Hello Cony, sou leitora assídua do blog e amo o jeito leve que transmite a informação!

Vamos ao chora! Vou tentar ser prática haha para contextualizar: me apaixonei, namorei, noivei e casei. Somos novos, trabalhamos em lugares graças a Deus bons e temos um pouco mais de 1 ano de casado.

No começo do ano e não planejado, engravidei. Ficamos super felizes, descobri cedo com 5 semanas, contamos só para os pais e amigos mais próximos. Todos os exames de sangue certinhos, evoluindo bem, até o primeiro ultrassom.

A gravidez evoluiu na trompa (o que é chamado de gravidez ectopica, quando evolui fora do útero), pela minha alta resistência a dor eu não senti nada de diferente, porém já estava com início de hemorragia. Tive que internar as pressas, operar e para a minha tristeza, tirar a trompa direita. Não tinha outra saída.

Estou me recuperando ainda, atormentada com a possibilidade de não conseguir engravidar novamente, o que sempre foi meu sonho. A médica disse que é possível (obvio que com um pouco mais de dificuldade), mas a ansiedade e o medo estão me corroendo. Assim que a médica liberar, tentaremos de vez um baby. Mas parece que nunca vai acontecer, é uma frustração enorme comigo mesma e que nunca mais vou conseguir.

Gostaria de uma luz, aceito de tudo hehe relatos de quem ja passou por isso, indicação médica, dicas. Desde já muito obrigada”

Gata, eu não posso te ajudar porque não sei nada sobre isso, mas deixo aberto aqui para quem já passou por essa situação! Espero que tudo fique bem por aí!

  • Choras FECHADOS! Quem mandou, mandou. Quem não mandou, aguarde a próxima chamada!

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
77 comentários em “Chora Que Eu Te Escuto”
  1. Fernanda21/08/19 • 12h43

    Quanto ao chora 2, COOOOOOOOOOOOORRE MOÇA..como Cony disse, vc está em um relacionamento abusivo. Vc n tem que criar as filhas dele! Elas têm pai e mãe. Valorize-se, encontre seu amor-próprio que aparece alguém a sua altura. Boa sorte

    Quanto ao chora 3, calma moça..essa ansiedade vai te atrapalhar. Conheço amigas que engravidaram com uma trompa só, mas tenta segurar a ansiedade e confie, tanto na medicina, como em Deus, nada é impossível

  2. Carolina Garcia21/08/19 • 13h13

    Mensagem para o chora 2! Menina você precisa sair dessa ! Não é sua obrigação mesmo continuar criando as meninas, eu até imagino o porém pelas amizades que construiu e elo que existe. Mas como a Cony disse diante de tudo você vai afundar cada vez mais e o tempo tá passando pra você. Espero que tudo se reolva da melhor forma. Bjos

  3. Renata Costa21/08/19 • 13h15

    Para o chora 3: Colega tenha fé e acredite, uma amiga tá na segunda gravidez sendo que já na primeira o médico deu 6 meses para ela engravidar ou não poderia ter filhos e ela tinha um trompa totalmente comprometida. Não existe impossível quando se tem fé e 1% de chance!

  4. Jeane21/08/19 • 13h30

    Chora 03, siga a @shantal ! Ela teve o mesmo problema que vc e agora já tem um baby lindo. Não se desespere !

  5. Sônia Macedo21/08/19 • 13h32

    Chora 1 – Sai fora. Mais na frente vai descobrir que essas diferenças culturais e sociais são importantíssimas em um relacionamento. Outra coisa: não quer assumir nada sério. Vc quer isto? Perder tempo na vida.

  6. Priscila21/08/19 • 13h34

    Sobre o caso 3, recomendo que ela veja uns stories salvos da Shantal, que já passou por isso é conseguiu engravidar novamente, tem um bebê lindo. Lá ela conta um pouco sobre o que ela passou.

  7. Amanda21/08/19 • 13h34

    Chora 3 – Uma amiga minha passou exatamente por isso. Dois anos depois ela está com uma nenê, a coisa mais linda, que tem cinco meses. Você é jovem e recém casada, então não fica muito ansiosa que isso atrapalha, vai deixando acontecer.

  8. Roberta21/08/19 • 13h40

    Chora 2: Eu li rindo pq foi quase minha história! Terminei há 1 mês, um namoro de 1 ano e pouco onde fui morar junto e ele tinha duas filhas. Eu não quero ter filhos. Duas meninas criadas pela avó pois me recusei a criar, a mãe é uma perdida na vida e ele dá tudoooo q elas precisam, mas não é presente. Era ciumento doentio comigo, controlava todos os meus passos. Pedi pra ir no psicólogo mil vezes pois via o problema. Há 1 mês juntei minhas coisas em sacos de lixo e voltei pra casa dos meus pais. Eu com 34 anos. O mundo dele caiu e a chave da realidade virou. Hoje ele vai ao psicólogo duas vezes na semana e quer voltar. Nda nem dinheiro nenhum no mundo vale a nossa paz!

  9. Melissa21/08/19 • 13h45

    CHORA 2: Amiga, sai dessa e sai agora. Lê o seu relato, por favor. Você claramente não gosta dele, não gosta de transar com ele, não gosta da companhia dele, não gosta de nada dele. Você é uma pessoa boa, pelo relato parece ser carinhosa, dedicada, amorosa com filhos que nem são seus, tem um sobrinho que ama, uma família, sua carreira. Por que você quer estar com um homem que te trata assim? Já vivi uma situação semelhante e só de lembrar tenho arrepios. Quanto mais tempo demorar, mais difícil vai ser. Vira as costas e vai embora. Corta contato com ele (porque como pra ele é muito cômodo namorar vc, que faz tudo enquanto ele é um péssimo namorado, ele vai te procurar) e segue seu baile. Tem TANTA gente boa no mundo. TANTA gente querendo alguém como você. TANTA gente disposta a te tratar com amor, carinho e respeito. Não se sujeite a uma relação ruim por comodismo, por medo de ficar sozinha, por apego às crianças que eu tenho certeza que são lindas, mas não são suas. Você não quer ter seus filhos? Você não quer ter alguém que te trate tão bem como você trata ele? Isso só vai acontecer se vc sair daí. A gente precisa abrir espaço na nossa vida para bons relacionamentos, se não não adianta! Não aceite menos do que você merece. Sua vida só vai melhorar, você vai ver. A gente PRECISA parar de achar que o outro vai mudar, porque não vai. Não adianta.

    Se você achar que não consegue sair ainda, procure uma terapia URGENTE. É o tipo de coisa que muda a vida. Reúna forças e saia dessa, por favor. Você merece TÃO MAIS do que isso. Não perca mais tempo nesse relacionamento, isso só te faz mal. Abra espaço na sua vida pra viver coisas melhores, conhecer pessoas melhores e ter seus próprios filhos, como você tanto quer.

    • Cristina22/08/19 • 08h01

      “Tem TANTA gente boa no mundo.”, menos colega, não tem tanto assim!

      • Thais22/08/19 • 13h24

        Certamente tem muita gente melhor que o embuste com quem ela tá casada. A gente atrai o que emana…

      • Dani26/08/19 • 20h59

        Que comentário bizarro o da Cristina kkkk!!
        A Melissa super apoiando a Leah e a menina só valorizou a parte que “tem tanta gente boa no mundo “.

      • Marília16/09/19 • 11h36

        Ou seja, o que vc está dizendo é que ela tem que ficar com esse encosto?

    • Leah22/08/19 • 11h16

      Um dos comentários mais lindos e apoiadores que li. Sou eu mesma, do chora… que foi escrito há uns meses atrás mas ainda estou nesse relacionamento. Tenho total consciência que estando dentro dele não tenho a visão correta, maaas também tenho consciência de que não são só momentos ruins. Pelo menos por enquanto (já que é o normal melhorar por um tempo), as coisas estão bem melhores, no convívio, sem brigas, corrigiu alguns erro apontados. Porém outros seguem: continuo criando as meninas mais do que a mãe e o pai juntos, a vontade de ter relações com ele anda abaixo de 0. Não só de relações, mas não sinto vontade dentro de mim de beijar e tal…Talvez consequência das pequenas mágoas que criei ao longo do relacionamento. Mas sei que ele gosta de mim sim, ele tem paixão, desejo e tal… eu que realmente não correspondo e isso é outro problema no casamento. E sei que essas partes boas não “compensam” as ruins. Engraçado como todas falam que sou tão nova e hj já não acho isso… Enfim, obrigada a todas pelo apoio… um dia eu consigo sair sim. Queria mesmo é que na verdade algo mais forte que eu ocorresse e assim esse ciclo se rompesse… Pq realmente faltam forças.
      Mas como é bom ver todo esse apoio mesmo que “distante”. Nunca senti isso! Espero o dia de mandar o sorria! Vcs são lindas! ♥

      • Sabrina24/08/19 • 13h18

        Leah, as meninas falaram quase tudo que eu pensei lendo seu relato, porém, um ponto que não li aqui… Vc diz que quer ter um filho, mas já pensou se esse é o pai que você quer para seu filho? Um pai que não cuida das filhas e terceiriza essa responsabilidade para vc? Que diz que não gosta de bebês e tem ciúme do seu afilhado? Imagina quando for seu filho e vc estiver totalmente dedicada ao bebê, como ele vai reagir a isso.

        Eu te desejo muita força para internalizar todos os comentários daqui e sair desse relacionamento… Vá para a terapia já, isso vai te ajudar a se fortalecer. Pq a sua decisão já está tomada, seu relato e seu comentário já deixam isso mais que claro. Te desejo muita luz e quero ler seu sorria muito em breve!

  10. Maira21/08/19 • 14h00

    Cony, sempre leio os Choras mas já tem um tempo que não comento nessas postagens, termino de ler com a sensação de peso… fia do céu, como que vc consegue? Só a família Lima pra dar conta…rs…mas vamos lá.

    Sandy…não me incomodaria me envolver com uma pessoa com “nível” diferente do meu e se isso tb não te incomodar, o que as pessoas vão dizer ou pensar, é um problema somente delas e não seu; o único problema que vi no seu relacionamento é que o cara não quer nada sério, então fia, sai fora, vai ficar perdendo tempo com quem não quer assumir um compromisso?

    Leah…mulher do céu…sai fora, tá tudo errado, o cara não gosta de você, ele gosta é do que vc proporciona a ele…babá e empregada em tempo integral, sexo nos tempos livres e tudo isso de graça!!!! Acorda, as filhas dele tem MÃE E PAI, se a mãe abandonou aí, cabe a ele que é pai, criá-las; o cara te trata mal pra caramba e vc ainda considera manter esse relacionamento…você já tá sozinha nessa, só não admitiu ainda, então sai fora, pq esse aí fia é um BOSTA e tenho certeza que você é uma pessoa muito gente boa, merece muitooooooooooo mais que esse encosto.

    Noely…muito amor pra você lindona.

  11. Mel Azevedo21/08/19 • 14h03

    Chora 1: Realmente grandes diferenças sociais são um problema, principalmente qdo se pensa na viagem dos sonhos, em programas a dois, em responsabilidades financeiras com o lar.
    Porém deve-se avaliar se ele tem condições e quer melhorar a vida profissional/financeira. Acho q vale a pena uma conversa sincera pois afinal neste momento ele te faz feliz.

    Chora 2: Infelizmente é a repetição de varios casos que estamos vendo na TV. E na grande maioria com finais tristes.
    Moça saia deste relacionamento de forma calma e passiva.

    Chora 3: O universo é sabio… às vezes as experiências servem para analisarmos a hora de esperar ou mudar de rumo.

  12. LORENA21/08/19 • 14h04

    Sobre o CHORA 3: Tenho uma amiga que aconteceu exatamente igual ao você. Ela tem 3 filhos. Só com uma trompa. Fica tranquila. Vai engravidar sim.

    • Ju22/08/19 • 11h57

      Minha mãe também tirou. E teve 3 filhos. Não teve problema. TENTA relaxar… Até pq o problema nem existe ainda (ainda não teve dificuldade em engravidar) e ansiedade sim pode atrapalhar.

  13. Michelle21/08/19 • 14h04

    Chora2: Moça vc é tão nova e age como se não pudesse ter um linda vida pela frente. Não se apegue a filhas que não são suas, e dê graças a Deus de não ter um filho com um traste desse. Vc está em um relacionamento super abusivo e não consegue enxergar isso, corre! Foge enquanto é tempo, esse cara não gosta de vc nem um pouquinho.

  14. Ana Paula21/08/19 • 14h07

    “Mude agora, pensa na criação que seus pais te deram e se é justo com eles jogar fora todo o amor, educação e dedicação que você teve, porque é isso que você está fazendo” – tô arrepiada com esse soco na cara que levei, junto com a moça do chora. Cada vez que aceitamos menos do que merecemos estamos fazendo isso sim… Jogando NO LIXO tudo o que os nossos pais fizeram por nós! Vou escrever isso em letras garrafais e colar na parede, pq serve pra muita coisa!!! Hahaha

  15. Milena21/08/19 • 14h37

    Chora 3 – Noely fica em paz, minha melhor amiga teve que tirar 1 ovário e 1 trompa devido à um problema que teve e depois de um ano sem tratamento para isso ela engravidou naturalmente! Hoje a princesinha já tem 5 anos! E minha amiga esta tentando mais 1 filho! Pode ser que não seja no mesmo mês que vc comece a tentar, mas é totalmente possível, acredite, tenha fé!

  16. Jocasta21/08/19 • 14h40

    Meu Deus! Estou chocada com a história da Leah! Acorda querida, estão todos te fazendo de trouxa. Você está em um relacionamento abusivo!!Outro detalhe, você está sendo literalmente uma babá para essas crianças, que não são suas, o cara só está te usando.. nem filhos com você ele quer! Acorda, acorda mulher. Procure um advogado pra te orientar em relação ao dinheiro que vc “juntou” com ele. E sai fora o mais rápido possível. Me explica como uma pessoa boa pode ter tanta raiva de um bebê ??

    • Anelise22/08/19 • 14h48

      Esse cara tem raiva do bebe, pq tem ciumes de ela amar outra pessoa que nao é ligada a ele; por ela ousar se dedicar e ter outra ligação. Claramente o cara é abusivo, e tem medo de perder a vida boa que ela dá pra ele.

      • Marília16/09/19 • 11h40

        Muito borderline heim?

  17. Camila21/08/19 • 14h44

    Chora 1: além de concordar com a Cony quando ela diz se a diferença social pesa pra você, e não para os outros, também acho que o “não quero namorar sem colocar minha vida financeira em ordem” é uma desculpa. Quem quer dá um jeito! Com dinheiro, sem dinheiro, dá pra namorar sim! Faz programas econômicos/caseiros, presentes criativos… Falta de grana nunca foi motivo pra não ter um relacionamento.

    Chora 2: cai fora! Demorou já… O levar café na cama, se preocupar contigo e tal, é só uma face de um cara abusivo que te prende num relacionamento abusivo. Não se apega no dinheiro, se vocês juntaram juntos parte é sua, e o que não conseguir reaver deixa pra lá, sua paz de espírito e sua felicidade valem muito mais que isso.

  18. Fernanda21/08/19 • 14h50

    Chora 3… amiga, em março tive uma gravidez ectopica com trompa rota, e já tô aqui gravidíssima de 14 semanas!!!!!
    Fiz ultrassom pra saber quando tava ovulando do lado possível e na primeira tentativa já engravidei de novo!!!
    Eu sei que nesse momento a gente fica sem ver luz no fim do túnel mas fica tranquila que vc vai conseguir sim sua sonhada gravidez em breve!!!!

  19. Mel21/08/19 • 14h55

    Para a Noely do Chora 3
    Tenha calma e muita paciência, tenho uma amiga com o mesmo problema que o seu, ela já tem dois filhos super saudáveis e está tentando um terceiro. Não será facil, pois nesse período entre as gestações, ela teve dois abortos mas com persistência e sabedoria você conseguirá.

  20. Vanessa21/08/19 • 15h23

    Chora 2- Leah: Menina, que horror! Esse cara não gosta de bebês e tá fazendo vc criar os dele. A mãe das meninas deve ter feito de propósito: já que vc não gosta, toma! Crie! Aí ele jogou a batata quente na sua mão e vc, boba, assumiu e ainda é maltratada por um cara insensível, que não te ama, faz sexo com vc por necessidade fisiológica (ou seja, te usa), sendo que vc nem quer fazer. E pior: pão-duro-mão-de-vaca-sovina!! Pelo amor de Deus! Ainda dá tempo de vc refazer sua vida, ter seus filhos e ser amada. Não perca seu tempo, não se permita ser explorada, se valorize, se ame, se respeite, ligue o desconfiômetro e boníssima sorte! Vai dar tudo certo!

  21. Tamme21/08/19 • 15h24

    Estou chocada como mulheres se submetem a situações como no chora 2. A moça tem minha idade e eu não me imagino cuidando de 2 filhas que nem minhas são! Ainda por cima pra um cara que não tem o minimo de respeito por tudo que eu abdico pra cuidar das crias dele. Eu fugiria sem pensar 2x, deixava criança, dinheiro, apartamento tudo pra traz. Nada vale a nossa saúde mental.

    Pro 3º chora só tenho um conselho: fica calma que vai dar tudo certo! Uma namorada do meu irmão teve gravidez ectopica e também fez a retirada. Ficou com medo e tals, mas depois de um tempinho ela conseguiu sim engravidar e o bebe é super saudavel.

  22. Thatha21/08/19 • 15h25

    Moça do Chora 3: minha mãe teve uma gravidez de trompa entre a minha gravidez e da minha irmã. Eu tenho 39 e ela 36. Minha irmã também teve uma gravidez de trompa aos 30 anos, um tempinho depois teve o meu sobrinho (com 4 anos hoje) e engravidou esse ano. Não se desespere, vai dar tudo certo 🙂

  23. Vanessa21/08/19 • 15h25

    Chora 3: Pra começar: pensamento positivo! A gente atrai tudo que pensa e fala, portanto, vc está atraindo a derrota pensando assim.

  24. Vanessa21/08/19 • 15h27

    Chora 1: Ele não quer nada sério e ainda dá a desculpa da crise financeira e vc tá preocupada se sua família vai ou não aceitá-lo? Ele nem aceitou vc! Sai dessa! Abre uma skol. 😉

  25. Paula21/08/19 • 15h35

    Para o chora 3:

    Imagino a angústia que vc está sentindo neste momento… ore e entregue a Deus sua preocupação.
    A ansiedade nessa hora atrapalha muito, bagunça todo nosso organismo.
    Tente acompanhar o seu ciclo e use um teste de ovulação (vende na farmácia), dessa forma vc saberá exatamente seus dias férteis.

  26. Vitoria21/08/19 • 15h37

    CHORA 3: Noely, nunca passei por isso e não posso opinar.
    Mas na epoca eu acompanhava uma blogueira chamada Shantal Abreu (acho que é @shantal). Ela fez um relato bem completo e real da gravidez ectópica, o sofrimento, a dificuldade para engravidar e a gravidez depois.
    Dê uma olhadinha e seja forte
    Deus te abençoe

  27. Naty21/08/19 • 15h40

    Chora 1: Siga sua vida muito bem acompanhada.. de você mesma!!rs Ele não quer compromisso!!
    Chora 2: Se ame mais, e deixe esse ser para trás.. Você merece muuuito mais pra sua vida!! Esse relacionamento é totalmente abusivo!!
    Chora 3: Acompanhe o @dr.rodrigorosa , ele que cuidou da @shantal !! Tenha certeza que tudo dará certo!!

  28. Camilla21/08/19 • 15h40

    Chora 3: amiga, se cuida, se recupere e deixa o tempo agir. Minha irmã passou pela mesma situação que você e já engravidou e está com uma bebezinha linda que nasceu há uma semana. Uma outra amiga também perdeu a trompa e está na segunda gravidez. Então, fique tranquila. Quando tiver liberação, faça todos os exames preparatórios e continue tentando que dá certo. Torcendo por você!

  29. Aline Massafera21/08/19 • 16h08

    Olá Noely, li seu chora e quis comentar porque aconteceu com a minha cunhada: gravidez ectópica, retirada de trompa e ela tinha ovário policístico, o médico havia dito que seria muito difícil engravidar, com o agravante que ela tinha feito uma abdominoplastia e não era recomendada a gravidez, não me recordo o porquê. Enfim, alguns anos passaram e com 41 anos ela engravidou sem nenhum tipo de tratamento. Espero que este relato acalme seu coração, tenho dificuldade de engravidar (tento há mais de 03 anos) e quando perco a fé me recordo do caso dela, parece clichê mas para Deus nada é impossível! Boa sorte!!!

  30. Taise21/08/19 • 16h14

    Para a menina da retirada de trompas !

    Também passei por esta situação a pouco mais de 3 meses . No meu caso sofri uma hemorragia fortíssima , precisei de 8 transfusões de sangue , tive 3 paradas cardíacas , 3 dias de CTI… também perdi uma trompa a esquerda .
    Meu médico me disse que é tranquilo engravidar novamente . Existe uma dificuldade ,nada de desesperadora .
    Pesquise , converse com outras pessoas que passaram por situações parecidas . Conheci varias mães de uma trompa só .
    Confie nos planos de Deus para sua vida !!!!

  31. Juliana21/08/19 • 16h19

    Para o Chora 03, eu tinha o diagnostico de obstrução bilateral das trompas, fiz uma cirurgia e retirei a trompa direita, e hoje tenho 02 filhos lindos e saudáveis! Tenha fé e acredite em Deus!

  32. Jana21/08/19 • 16h21

    Chora 1: vc está preocupada em ter um relacionamento… quer um namorado, acredite nele se ele diz que não está preparado pra relacionamento! Ele pode gostar de vc, ele ser uma boa pessoa, mas avalie o quanto pesa pra vc o julgamento social, avalie se precisar manter alguém.. (ou vai ter que abrir mão de coisas que seriam caras pra ele.. isso inclui muitas coisas)
    É vc que pode decidir mas olhe, experiência minha, e de uns 88% dos casos… não dá, a diferença aí é cultural, social e parece ser de projetos futuros.. é muito empenho. Quer aproveitar o momento aproveite, mas não precisa trazer ele pra sua vida ( ao menos que decida e tenha muita certeza disso). Seja leve, mas aceite que essas diferenças vão pesar, nem ele e nem vc vão ficar bem com isso.
    Chora 2: pergunte a vc mesma, pq está com ele? Pq? Pq?

  33. Jana21/08/19 • 16h28

    Continuando o chora 2: não há nenhum motivo plausível!
    Filha, a velha máxima: vc nasceu sozinha e vai morrer sozinha, tem que aproveitar esse meio tempo para ter as melhorias cias que a vida pode lhe proporcionar.
    Pq está nesse martírio… essa vida que vc foi colocada não é sua.
    Chora 3.. não tem a ver com o seu caso, mas tive uma amiga que perdeu seu menino de 2 anos afogado e ela tinha a certeza que nunca mais teria filho, aí chorou, ela respirou, se ergueu, avaliou e hj tem um menino lindo. Acho que perdas envolvendo a maternidade envolvem sofrimento sim, mas envolvem saber que a culpa não é sua e que deve-se persistir e procurar os casos felizes.
    Se estiver precisando de apoio pra sair, procure terapia, procure advogado. Não leve mais prejuízos, mas saia dessa!

    • Jana22/08/19 • 11h18

      Que confusão eu fiz ao digitar rápido..
      A parte ” Se estiver precisando de apoio pra sair, procure terapia, procure advogado. Não leve mais prejuízos, mas saia dessa!” Refere-se ao chora dois.

  34. Flávia Almeida21/08/19 • 17h00

    As meninas Cony falou tudo e muito mais.

    Sobre a gravidez ectópica, tive na minha segunda gravidez, perdi a trompa e o ovário esquerdo, já com hemorragia, passei por uma situação bem delicada, o casal de médicos q me atendeu, minha GO e seu esposo cirurgião falaram q eu engravidaria sim, q esperasse 6 meses, porém o Dr. Me falou q sua mão o teve com 30 anos e apenas uma trompa e 1 ovário! Aquilo me reanimou, 4 meses depois fiz um teste de farmácia e estava grávida, quando falei p minha médica ela ficou super feliz. Hj minha Lis tem 3 anos e 10 meses. Creia é tudo

  35. Flávia Almeida21/08/19 • 17h01

    As meninas Cony falou tudo e muito mais.

    Sobre a gravidez ectópica, tive na minha segunda gravidez, perdi a trompa e o ovário esquerdo, já com hemorragia, passei por uma situação bem delicada, o casal de médicos q me atendeu, minha GO e seu esposo cirurgião falaram q eu engravidaria sim, q esperasse 6 meses, porém o Dr. Me falou q sua mão o teve com 30 anos e apenas uma trompa e 1 ovário! Aquilo me reanimou, 4 meses depois fiz um teste de farmácia e estava grávida, quando falei p minha médica ela ficou super feliz. Hj minha Lis tem 3 anos e 10 meses. Creia e tudo dar certo.

  36. Ilse21/08/19 • 17h04

    Chora 2: FOGE!!! Vivi uma história assim e consegui sair há 6 meses! 6 meses de acordar para mim, sem ser menosprezada, agredida verbalmente e usada. Foi muito muito difícil, porque ficava me apegando a migalhas, ou a vergonha do que os outros iam falar. E falaram, porque ele na frente dos outros era só simpatia e graça. Saí com uma mala, escondida, fui para casa de meus pais. A eles contei tudo o que eu passava. Qdo ele começou a me ligar fui incisiva e disse q nao voltaria jamais. Escutei dos maiores xingamentos até súplicas para voltar. Ameacei expor tudo para os amigos dele. Bloqueei os numeros, e tive crises de ansiedade por medo dele aparecer. Mas passou. E isso vai acontecer com você. Coragem, coragem, porque ele não vai melhorar. Pessoas assim não mudam. Pode ser até que sim por um tempo, mas quando se sentem seguras voltam a carga. Essa é a única vida que vc tem. Não jogue fora. Torcendo muito por vc.

  37. Andreia21/08/19 • 17h06

    Chora número 02: Você é uma pessoa generosa, de bom coração mas exerça o amor-próprio, PELO AMOR DE DEUS! Menina, esse cara é um irresponsável, folgado, não te trata bem, saia fora desse relacionamento! Você com certeza vai encontrar alguém que te trate bem, que pense igual a você, que faça planos de ter filhos, alguém que se preocupe com você, que te trate bem! e as filhas dele com certeza um dia serão gratas ao seu carinho e cuidado com elas!!!

  38. Renata Castro21/08/19 • 17h07

    Cony, amei a mensagem que você usou no caso da Sandy!! Vou levar pra vida!!

  39. Alessandra21/08/19 • 17h51

    CHORA 1
    Em algum momento “os mundos diferentes” vão começar a incomodar. Seja no julgamento das pessoas, mesmo que silencioso, mas que vc pode sentir, seja nos passeios e na vida que fica difícil com uma pessoa que tem a renda tão comprometida. Porém, se vcs se ama isso não é de jeito nenhum impecilho!
    O problema é que esse papo de não estou pronto pra me relacionar é conversa fiada mais velha que minha vó…infelizmente…não existe essa de não quero namorar. Não quer namorar você! Tá cômodo…eu no seu lugar não aproximaria meu filho…nem compensa!

    CHORA 2
    Moça, releia o seu relato e tire suas próprias conclusões. Vc tão nova e se enfiando numa vida tão medíocre por tão pouco! Não se acovarde diante da vida! Nããããão faça isso…e digo isso pq já estive no seu lugar e perdi muito tempo até acordar e descobrir o quanto a vida pode ser bonita, alegre, divertida e gostosa. Não é mar de rosas pra ninguem, mas vc merece mais! Se dê o devido valor e encontre rápido o seu limite! O mundo tá cheio de gente legal e disposta a amar vc sem um fardo tão pesado pra vc ser obrigada a carregar! Boa sorte!

    CHORA 3
    Mana, Deus chega onde o homem nem imagina alcançar…põe nas mãos Dele e confia!

  40. Juliana21/08/19 • 18h00

    Oi Sandy/ Chora 1.
    O maior problema é a falta de interesse dele em assumir um compromisso com você. Sobre a diferença social, tenho uma prima médica casada com um caminhoneiro há mais de dez anos. O casamento deles é extremamente harmônico justamente porque OS DOIS QUEREM e nunca se importaram com falatório de família nem de ninguém.

  41. Eliza21/08/19 • 18h17

    Sobre as dúvidas do chora 3. Tb tive esse mesmo problema, tb perdi uma trompa. Sei bem o q é esse sofrimento. Mas nada disso impede de vc engravidar e ter uma gestação saudável. Se recupere, faça exames para ver como ficou sua outra tromba. Procure ajuda de profissionais capacitados para te dar segurança e tranquilidade para uma nova gestação.

  42. Roberta21/08/19 • 19h47

    Chora 3: Noeli, não pense assim, sempre existe chances de engravidar, confie, faça todos os exames e principalmente tenha fé, eu tenho um filho de 06 anos, quando ele tinha 3 anos e meio, engravidei novamente, mas com 08 semanas descobri que era uma gravidez anembrionaria, ou seja, não tinha embrião, tive que fazer uma curetagem e fiquei arrasada, triste mesmo, com medo, mas ainda assim tinha fé, quando voltei a tentar engravidar, depois de 3 meses peguei meu positivo, mas logo depois de 5 dias menstruei, chorei como criança, fui ao médico e ele me explicou que tive uma gravidez química, ou seja, o embrião não consegue implantar no útero, me passou remédio pra ovular e pediu pra que assim que pegasse o positivo colocasse progesterona pra segurar, peguei o positivo, fiz tudo perfeito, mas novamente tive uma gravidez química, 03 vez que engravidava e não dava certo, me lembro que no dia que menstruei chorei tanto, pensei que jamais conseguiria engravidar novamente, fiquei o mês de dezembro de 2018 sem esperança, arrasada e decidida a não tentar mais nada, nenhum tratamento e me conformar com apenas um filho, fiz uma viagem em abril e decide tentar novamente e rezei muito para Deus, pedindo para ele fazer o melhor para mim, me ajudar, e em junho engravidei novamente, fiquei aflita a cada etapa, mas tudo está perfeito, estou com 09 semanas e meu bebê está crescendo perfeitamente, estou tão feliz, tenho certeza que minha fé foi quem me ajudou a essa dádiva, por isso te digo, confie, vou torcer muito por vc e tenho certeza que você vai ter seu filho! Um bjo enorme

  43. Júlia.21/08/19 • 20h06

    Nunca comento, porque sou péeeessima para dar conselhos. Mas “Leah”, miga, quando li que você ACHA que o boy gosta de você DEPOIS DE 5 ANOS DE NAMORO e de vcs morarem juntos e você cuidar das FILHAS dele, EU TIVE QUE VIR COMENTAR. Sai dessa, agora, sério! Além de todas as outras coisas, acho que, depois de todo esse tempo juntos, vc tinha que ter CERTEZA que ele te ama. Te fazer sentir amada e desejada. Senão, não tem nada aí que vale a pena. Com todos os outros agravantes, apenas uma coisa: larga esse boy !

  44. Sarah21/08/19 • 20h32

    Leah!!! Pelo amor de Deus, menina: volta pra casa da sua mãe! Ele te dá trabalho e mãe te dá carinho, sua doida! Ele te dá despesa, te dá tristeza, te dá preocupações que uma pessoa na sua idade não precisava passar e… não te dá amor e cumplicidade!!! Pra que se relacionar assim? Casamento/namoro servem pra gente ser feliz, ser amada ter alguém que seja seu parceiro – tem seus momentos ruins, claro, mas tem que ser melhor do que ficar sozinha e a parceria DEVE ser bilateral. Você tem 27 anos e está vivendo uma vida que não foi a que você escolheu e nem está tendo chance de fazer suas escolhas (seu sobrinho, seu sonho de ser mãe…)

  45. Adriana21/08/19 • 20h43

    Chora 1: Se ele deixou claro que não quer nada sério, pq vc está se questionando sobre isso? Pensando em apresentar pro filho? Relacionamento assim, em que a pessoa deixa claro que não quer um futuro com vc, pra mim é perda de tempo.

    Chora 2:
    Meu bem, imagino seu sofrimento, tente seguir os seguintes passos:
    1. Terapia urgente. Pra vc se fortalecer, aprender a se amar, e ter coragem de terminar esse relacionamento abusivo;
    2. Se aproxime da sua família, eles te amam e sabem a mulher incrível que vc é. É um absurdo ele ter ciúme de um bebê. Isso demonstra o quão infantil e problemático ele é;
    3. Consulte um advogado. Me parece que vcs tem uma união estável. Antes de sair de casa faça aconselhamento jurídico e tome providências para não perder dinheiro.
    4. Por último e mais importante, vc precisa, quando conseguir, sair dessa relação. Por mais que vc enxergue nele algumas qualidades, nós leitoras, que estamos de fora, ao ler seu relato fica evidente que esse relacionamento é tóxico, te faz mal, te deixa infeliz. Vc é muuuuuito nova para ter uma vida miserável. As vezes a gente perde a fé no amor e acha que tem que se contentar com o que tem, mas te garanto que tem muita gente bacana no mundo, mais madura, sem rolo de ex mulher, e que queira ter filho com vc. Pensa na Vanessa da Mata e no Ben Harper: “there are soooo many special people in the world”.
    Beijos e boa sorte com tudo!

    Chora 3:
    Fique tranquila que vai dar tudo certo. Várias mulheres com a mesma condição que vc conseguiram engravidar. Sugiro vc fazer acupuntura. Vai ajudar com a sua ansiedade, ajuda a “estimular os óvulos”, ajuda na fertilidade. Conheço vários casos piores que o seu que tiveram sucesso com a ajuda da acupuntura. Boa sorte!

    • Jana22/08/19 • 11h23

      Muito bem pontuado os topicos he he

  46. Maria21/08/19 • 20h46

    Sandy, já passei por situação semelhante e é algo que não encaro mais na minha vida. É muito ruim vc não conseguir usufruir de momentos que gostaria pq seu parceiro não tem condições financeiras de fazer o mesmo. É algo que com o tempo, pesa. A amizade com os amigos acaba também ficando mais distante pq vcs terminam não frequentando os mesmos ambientes juntos. E no meu caso, posso ainda dizer que o machismo reinava. De chegar ao ponto de eu colocar o meu dinheiro na carteira dele pra que as pessoas pensassem que ele pagava nossas contas e não eu e ele não se sentisse incomodado com isso. No fim das contas, vc está disposta a diminuir seu padrão de vida, que vc construiu com tanto tempo de dedicação e esforço em nome de uma paixão? Espero que isso não soe um tanto quanto um pensamento mercenário, mas é algo importante a se levar em consideração.

  47. Graziella21/08/19 • 21h53

    Chora 3:
    Eu passei por isso. Tive um cisto, ele subiu na trompa, ela necrosou e tive que tirar. Minha gineco me deixou tranquila. Isso não é problema. Tenho um filho de 3 anos que pode comprovar isso!!!
    Lembre-se de uma coisa: a cabeça manda mto mais do que a trompa que foi embora.
    Relaxa e vai treinando. Sem ansiedade. Seu bb vai chegar na hora dele.
    Estou a disposição se quiser conversar. Deus abençoe vcs!!!!

  48. Mary21/08/19 • 22h12

    Gente eu sei que é errado mas que vontade de pegar essa moça do chora 2 e dar uma sacudida nela pra chacoalhar meeesmo!!? SENHOOOOOOOORRR MULHER ACOOOOORDAAAA! SOME DESSA E NÃO DEIXA RECADO NÃO!
    Não sei de é porque temos a mesma idade mas que agonia me deu ler esse relato. Para de se humilhar mulher. Se valoriza. Valoriza sua família e a criação dos seus pais. Pare de aceitar migalhas quando vc deveria estar se fartando num banquete. Some da vida desse homem, mas some mesmo. Se as crianças envolvidas na história ainda fossem suas eu comseguiria traçar uma linha de raciocínio pra suas desculpas pea ficar. Mas nem isso.
    E se vc não achar que consegue fazer isso sozinha, peça ajuda. Ajuda da família, de amigos, de profissionais. Mas pelo amor de deus para de se desperdiçar. Não existe alor nesse relacionamento, acredita em mim. Amor não machuca assim não. Isso é doença.

    Espero do fundo do coração que vc se livre desse relacionamento doente e consiga seguir com sua vida e ser verdadeiramente FELIZ!!!

  49. Natalie21/08/19 • 23h23

    Chora 3: minha cunhada engravidou em 2016 mas teve um aborto, uns meses depois engravidou de novo e teve gravidez ectopica e precisou tirar uma das trompas…ficou super mal. Mas, ano passado conseguiu engravidar naturalmente e o filho dela já está com 6 meses! Meu conselho: relaxa e tenha fé! Acredita que uma hora vc engravida e vai dar tudo certo! Boa sorte!

  50. Letícia Gimenez22/08/19 • 07h59

    Noely eu sofri duas perdas gestacionais e uma ectópica.
    Sinto muito por sua perda e frustração, pois amamos muito o bebê que está por vir e criamos uma expectativa imensa em relação ao futuro. Sinta-se abraçada e acolhida.
    Descobri minha ectópica no fim de Dezembro, meu médico foi irresponsável e me deixou com hemorragia interna por 15 dias e assim como você não tive dor.
    Fiz minha cirurgia de retirada da trompa no dia 03/01/2019 e também perdi a trompa direita.
    Achei que não ia mais conseguir engravidar.
    Descobri que estava grávida novamente no dia 02/04/2019.
    Foi logo na primeira e agora estou esperando a Majuzinha que chega em Dezembro.
    Estou torcendo e rezando por você. Vai dar tudo certo.
    Beijos ❤️

  51. Annalu22/08/19 • 08h35

    Para a Noely, a perda de um filho nunca é uma situação fácil, principalmente para a mulher. Eu passei por isso, estávamos tentando há 5 meses, quando me descobri grávida. Frio na barriga, muita alegria, planos… A gente já vira mãe! Uma semana depois, um sangramento me apavorou. Corremos para o hospital, no ultrassom está tudo certo, porém a gravidez parecia ter menos semanas do que imaginávamos. Fomos para casa e o sangramento continuou e aumentou por mais dois dias, quando voltamos para o hospital e o médico do ultrassom disse com pesar: é, não tem mais nada… Senti o mundo desabando na minha cabeça, a maior tristeza da minha vida. Nunca imaginei que pudesse ser tão doído. Passei uns meses triste, mas com muito apoio e cuidado do meu marido, fui me fortalecendo. Quatro meses depois, engravidei novamente e o hoje o amor da minha vida já tem quase 2 anos!
    Minha história não é exatamente igual a sua, mas o nosso sofrimento é o mesmo. Na hora a gente não entende, mas depois a gente aceita que as coisas acontecem sempre na hora certa, o melhor possível para nós! Não tem dificuldade que impeça o que tem que ser e na sua hora vc terá o maior presente da sua vida! ❤️

  52. Maria22/08/19 • 09h54

    Chora 01 – você mesma está em dúvidas se vai conseguir lidar com a situação. O cara não quer relacionamento sério. Eu cairia fora…

    Chora 02 – Concordo com tudo que a Cony falou e ainda digo mais, por mais que pintem por aí que casamento é muito difícil, não acho que é verdade. Um casamento pode ser muito bom, feliz e saudável, mas para isso, os dois devem estar dispostos a saber conviver da melhor maneira possível na hora das diferenças. É óbvio que em algum momento vai ter discussão. São dois universos embaixo de um mesmo teto. Mas isso é pra ser exceção, e não regra. E sem xingamentos, sem gritos, sem separação de familiares. Eu sou casada há nove anos e muito feliz no meu casamento.

    Chora 03 – Eu sempre sonhei em ser mãe e sempre tive uma neura que teria dificuldades de engravidar. De fato tive um pouco. Demorei um ano e três meses pra conseguir, mas consegui, naturalmente. Na época das tentativas busquei acompanhamento psicológico e isso me ajudou muito a lidar com a minha ansiedade, que ficou bem exacerbada. Fiz alguns exames para investigar o motivo e sempre dava tudo normal, exceto um que mostrou que uma das trompas estava bem obstruída e a outra estava um pouquinho. A médica disse que essa poderia ser a razão, mas não impediria. E aqui estou eu, com a minha bebê com 1 ano e três meses. Não sei qual o seu estilo de vida, mas eu aproveitei o tempo das tentativas para fazer coisas que são bem difíceis (ou até impossíveis) com bebê e criança: fiz viagens exóticas, saí muito à noite, tomava meu vinho todo fim de semana e isso tudo também ajudou na espera pelo positivo. Então o que eu digo é: acredite, confie. Vão tentando, uma hora há de dar certo. E se não der naturalmente, os tratamentos hoje são bem avançados e nos auxilia a gestar. Boa sorte!

  53. Duda22/08/19 • 10h44

    Oiiii, não costumo comentar… mas sobre o último chora: dá uma acompanhada na @shantal, ela teve uma gravidez ectopica e passou por esses mesmos medos e frustrações, mas acabou de ter um nenem lindão e cheio de saúde. Ela fala como tudo aconteceu, como foi o tratamento pós o trauma e o que fez pra conseguir engravidar novamente, mesmo sem uma das trompas. Não se cobre tanto e nem se martirize, tudo no seu tempo!!!! Torcendo por você! Um beijo

  54. Cintia22/08/19 • 13h32

    Chora 2: Amiga, muita empatia por você! Vivo num relacionamento abusivo, como o seu, há 12 anos, entre namoro e casamento. Temos uma filha de 5 anos, mas somente há 1 ano enxerguei esta situação. Concluí meu doutorado há 1 ano e, desde então, estou desempregada, Cada dia ele me humilha mais porque não ajudo financeiramente. Faço tudo em casa, mas nada é suficiente. Ele paga meu plano de saúde, mas , se não fosse a ajuda de minha mãe, não poderia comprar uma bala. Estou tentando recompor minha carreira pra sair dessa, mas com minha filha não sei como seria, com um ex abusivo. Forças pra nós!

    • Natalia25/08/19 • 19h25

      Cara, Cíntia
      Você já caiu na real que esse relacionamento não tem amor e sabe que até mesmo o poder financeiro está nas mãos da sua mãe. Tenho certeza que sua mãe se sentiria imensamente feliz de sustentar apenas você – filha dela – e a neta, em vez de sustentar vocês duas + esse embuste na sua vida.
      Saia de casa por você, pela sua mãe, mas principalmente pela SUA FILHA. Sua menina está crescendo dentro de uma casa com uma mãe infeliz e um pai abusivo. Será mil vezes melhor pra ela parar de ter esse tipo de contato. Resolva isso na Justiça! Peca a guarda unilateral e que as visitas, se houverem, sejam sempre supervisionadas por uma terceira pessoa como uma babá ou a mãe dele. Esse cara vai fazer drama, prometer de tudo, dizer pra todo mundo que você está tirando a filha dele.. AGUENTE FIRME! Não é amor, é ego ferido, além do que, ele vai ter q virar homem de verdade e arrumar emprego pra se sustentar – em vez de sugar sua mãe – e ainda te pagar pensão. Saia de casa e não olhe pra trás! Você e sua filha merecem MUITO MAIS!

  55. Mariana Marques Soares22/08/19 • 15h42

    em relação ao chora 3 – acalma sue coração que conheço não um mas vários casos identicos que controlaram ovulação e conseguiram naturalmente engravidar!

  56. Juliana22/08/19 • 16h32

    Chora 3. Fique em paz….04.08.2018 tive uma ectopica e perdi a trompa esquerda. Hoje estou com minha Laura de um mês nos braços nasceu dia 20.07.2019! Engravidei na primeira tentativa apos meu medico ter liberado…. foi 3 meses apos a ectopica….importante vc fazer um exame chamado histerossalpingografia…ele vê como está a passagem na trompa que ficou!

  57. Marcela Flores22/08/19 • 16h47

    Chora 1: Cai fora

    Chora 2: Cai fora

    Chora 3: Nada está perdido. Corre atrás dos seus sonhos!!

  58. Priscila22/08/19 • 23h40

    CHORA 3

    Minha querida, acalme seu coração!!!!
    Com a minha cunhada foi A MESMA SITUAÇÃO! Ela engravidou nas trompas, teve hemorragia, fez cirurgia, tirou uma das trompas, o médico falou ao meu irmão que ela não morreu porque Deus não quis. Em menos de um ano, ela engravidou do Augusto, e hoje temos o Guguto, com quase 4 anos, lindoooo, olhos verdões, um trem (como dizemos aqui em Minas!) mais gostoso do mundo! Fique tranquila! Vai dar tudo certo pra você!!!!

  59. Paula Pessoa23/08/19 • 06h45

    Leah, foi lendo choras como o seu, um atras do outro aq no blog, e o tapa de verdade da cony nos comentários que eu vi que estava em relacionamento abusivo e comecei a não aceitar a minha situação, a me revoltar de pensar em como pude deixar que fizessem isso comigo. E mudei minha vida, me separei durante a construção do apartamento, larguei todo dinheiro que tinha gasto, ainda pago empréstimo daquela época, um prejuízo financeiro enorme… mas deixa eu te falar: FOI A MELHOR DECISÃO DA MINHA VIDA. Dinheiro nenhum paga nossa paz! Tome coragem. Tinha a mesma idade que você qdo me separei, hoje estou com um cara maravilhoso que me trata como uma princesa e nem acredito que vivi anos da minha vida aceitando algo diferente. Deus tem o melhor guardado pra nós mas precisamos ter coragem pra dar espaço pra que esse melhor chegue! Força, vc não está sozinha, volta logo pra casa da sua mãe, sofra, chore mas se cuide e vai buscar sua felicidade! Vc merece muito mais que um café na cama as vezes…..

  60. Ana Banana23/08/19 • 11h29

    Cá estou para meus pitacos… rs..

    Caso 1 – Sandy: o problema que eu vejo, seria a falta de vontade dele de assumir um relacionamento… converse com ele a respeito, e, se for o caso, caia fora. Sobre a diferença social, eu não acho que isso seja um problema, pois ele parece ser esforçado para mudar de status. Só pra exemplificar, minha ex chefe era diretora de um departamento da empresa e casada com um caminhoneiro subordinado dela. Tiveram 2 filhos e seguem a vida felizes sem se importar com julgamentos alheios 🙂

    Caso 2- Leah: só reforço o que á disseram, termine djá!!

    CAso 3: Noely: vai dat tudo certo, mas é importante controlar a ansiedade!

  61. Roberta23/08/19 • 11h37

    Noely, dê uma olhada no perfil da Shantal no Instagram ela fala sobre isso do modo muito natural e claro (tem até nos destaques dela) ela teve uma gravidez ectópica também, precisou retirar uma trompa e conseguiu engravidar naturalmente depois e se não rolar naturalmente existem outros meios de terem filhos biológicos.
    Então, não se desespere e deixe a vida rolar, deixe as coisas fluirem naturalmente.
    Boa sorte e luz pra vocês!

  62. Natália23/08/19 • 16h52

    Chora 2:
    Moça, a Cony tem toda a razão: isso que você está vivendo é um relacionamento abusivo. Infelizmente!
    Vi também o seu comentário aqui. Vamos lá:
    Acho que você está esperando que algo realmente grave aconteça ou que alguém te pegue pela mão e termine esse relacionamento por você. Ou que se terminar, você não vai sofrer. Mas nenhuma dessas coisas vai acontecer! É mto difícil, dói, a gente demora a se recuperar, mas o seu AMOR PRÓPRIO deve valer mais que um relacionamento desses!
    O homem ter desejo sexual não é sinônimo de amor. Você nunca se perguntou como ele consegue transar com você sendo que você não tem vontade? É óbvio que a gente sabe se o parceiro está com tesão, se quer de verdade! Fica claro que ele não está nem aí se você quer, se não há tesão da sua parte, se estar gostando. É o prazer dele que importa, apenas. E você já parou pra pensar a violência que você está fazendo consigo mesma ao transar com alguém sem a menor vontade? Isso é pra acabar com qualquer pessoa, pra botar a gente pra baixo. Sexo não deveria nunca ser uma obrigação.
    O cara ter ciúmes, principalmente de um bebê, não é amor. Qual seria o problema de você ser madrinha do menino? Aliás, acho isso um baita elogio, pq claramente os pais te admiram, confiam em você, acreditam que você passará bons valores para seu afilhado! Seu marido deveria ficar orgulhoso de você!
    Acho que você não percebeu realmente que ele também largou as próprias filhas! Só pq as meninas moram com ele, tem a presença física dele na casa, não significa que há amor, companheirismo, q ele saiba da vida delas, o q acontece na escola, sobre seus amigos, etc. É abandono sentimental isso – q ele faz com você tbm!
    Já parou pra pensar que essas brigas por whats tbm são bem estranhas? Pq brigar por um meio virtual se vocês dormem na mesma cama? Qual o problema de resolver as coisas cara a cara? Bem, ele não precisa nem olhar na sua cara pra brigar, não é msm? E ele fala o que quer, se alivia das frustrações que sente, não te respeita numa briga e depois.. tá tudo bem, bora transar!
    Amiga, você está se matando aos poucos! Aceitando migalhas de “amor”.
    Pergunte-se com sinceridade se você está feliz. Quando foi a última vez que você se sentiu feliz nesse relacionamento?

  63. Amandha25/08/19 • 17h04

    Para Noely: a minha irmã passou exatamente o mesmo com a gravidez ectópica dela. Ela engravidou normalmente e agora tem 2 filhos. Isso só com uma trompa.
    Tem casos de sucesso e de infelicidade nesse mundo, tenha esperança! Há riscos, mas pode dar tudo certo!

  64. FATIMA SARAIVA28/08/19 • 22h12

    O meu comentario vai para leah. Minha amiga para tudo, que lance é esse de cuidar de filhos dos outros, eles tem mãe e pai e isso é problema deles.Esse cara ta te usando enquanto convem a ele, relacionamento abusivo total se vc nao consegue enxergar isso que é tao claro procura um psicólogo para te ajudar a sair dessa o quanto antes, você é muito nova e tem muita vida pela frente. Te desejo sorte e forca pra sair dessa o quanto antes.

  65. Marília16/09/19 • 11h30

    Chora 1: ele mesmo não quer namorar né? Olha, diferença de nível cultural, social e financeira podem destruir duas vidas. A menos que vc não ligue de ter que bancá-lo em tudo. a menos que ele vá estudar e arrumar um outro tipo de emprego. Muito complicado.
    Chora 2: sério mesmo que vc ainda está com esse cara? Talvez vc precise se valorizar mais. Ele não te respeita. Se ele ainda tem demonstrações de carinho, sinceramente, não é mais que a obrigação dele. Se valorize. Ele já te mandou sair de casa. Saia e nem olhe para trás. Talvez ele não tenha coragem de terminar, pois está bom ele ter uma babá e empregada em casa.