Moda
Fashion News
11 jun 2019, 29 comentários

Tendência Sim Ou Não? Tie-Dye!

Vamos a um Momento Futilish de Cultura?

“O tie-dye (que em ingles significa amarrar e tingir) surgiu a muuuuuitos e muitos anos atrás e era muito comum na Ásia e África. Lá pelos anos 70, essa técnica de tingimento teve seu auge juntamente com o movimento hippie, quando tudo era colorido e artesanal.”

Eu mesma já tingi várias camisetas quando adolescente. Pegava uma t-shirt branca, amarrava com elástico de dinheiro, e passava corante de cores diferentes em cada “gomo” da amarração. E ficava bonito viu? Mas obviamente, quando eu era adolescente.

Bom, eu acho bonito, gosto das cores, mas sinceramente, não acho chique ou elegante. Acredito que a peça tem que ser MUITO linda para eu gostar e olha só… de tudo que pesquisei e salvei, não curti nenhuma.

Mas isso sou eu, quero saber de vocês!  Vejamos algumas fotos?

O Tie-Dye na passarela dos desfiles de SS 2019.

O Tie-Dye nas ruas. Assim, com jeans e bastante cor, até que eu gosto! Já que é pra ser tie-dye, que seja beeeeem coloridão.

Giovanna Battaglia e Anna Wintour, as donas das modas do mundo todo, já fizeram suas aparições usando tie-dye. Na Wintour achei até ok, mas amar amar, não amei não.

Com certeza essa camisa foi uma das it peças dessa trend. Não sei de quem é não. E também não gostei.

Tiedayzinho mais de boa, do mesmo tom. 

Achei engraçado que as duas escolheram usar suas blusas de tie-dye (olha a camisa aí de novo!) com saias plissadas e botas. E o mesmo óculos. 

E agora um tiedyezão todo espalhado! Também não curto.

  • E aí? Que tal essa tendência? Sim ou não? 
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
29 comentários em “Tendência Sim Ou Não? Tie-Dye!”
  1. Thais11/06/19 • 11h43

    Eu também gostava na adolescência… Acho que não é o caso de trazer de volta essa moda, não!

  2. Ana Bárbara11/06/19 • 11h58

    Sempre achei muito feio! Para mim, não rola! Assim como a calça de cintura baixa e a bota branca rs

  3. Alexandra11/06/19 • 15h19

    Eu acho uó ! Só me lembra roupa de hippie, woodstock e por aí vai.

  4. Érika11/06/19 • 15h27

    Eu amei o vestido branco com a barra azul, usaria!
    Quanto essas duas das saias plissadas, estão parecendo mendigas!

    • Patricia12/06/19 • 17h11

      A morena mesmo… pelamor! Parece que pegou qualquer roupa de olhos fechados, saiu de cara suja (oclinho pra disfarçar) e sem pentear os cabelos.

  5. Cris11/06/19 • 16h30

    Também não curto não, acho over. São cores muito saturadas juntas com formas bem aleatórias, criam uma estampa bem desorganizada. Acho que visualmente bagunça demais o look e a gente fica sem saber pra onde olhar, mesmo com o restante sendo básico.

  6. Ligia11/06/19 • 17h36

    Ameiiii esse vestido da Anna Wintour, mas de todos foi o único que me cativou…
    Acho tye-dye muito praia! Acho aceitável em saída de praia, vestidinhos frescos, bata e shortinho jeans… Aquela coisa bem verão no litoral mesmo, drinks no fim de tarde…
    Acho que a galera hippie vai curtir encontrar pra vender, quando chegar nas lojas!

    • Shirley Santos12/06/19 • 13h30

      Ligia e Cony …
      Inclusive eu tenho uma camisa / saída de praia naquele azul degradê.
      Mas é a única coisa que me permito, mais nada.
      Essa tendência não vai, não pode voltar.
      #ela não, ela nunca# … hahahahah
      Bjs meninas

  7. Ana Carla11/06/19 • 18h22

    Não gosto dessa tendência também não!!!

  8. Karina12/06/19 • 08h15

    Gostei do de vestido branco com barra azul e da jaqueta jeans. Mas sinceramente, gostaria mais se eles fossem numa cor sólida.
    Eu também fazia na adolescência, mas com q-boa.

  9. Ana Carolina12/06/19 • 08h22

    Feio. O vestido xadrez é interessante, pela mistura, mas essa moda não rola para mim.

  10. Denise D .12/06/19 • 08h52

    Cony, desculpe mas me dá nervoso quando o verbo haver não é utilizado quando deveria e sei que você é ótima no português. “Foi utiluzado HÁ muito tempo atrás ” .
    Corrige lá e não precisa publicar meu comentário.
    Bjs

    • Constanza12/06/19 • 18h49

      HÁ muito tempo com H não tem o “atrás” o “a”sem H pode ir com o atras. Sempre aprendi assim…

      • Danusa12/06/19 • 21h27

        Exato, Cony 🙂

      • Re14/06/19 • 13h16

        Aí o “há” é verbo, então é sempre com H mesmo: “Isso aconteceu há muito tempo.” É só pensar: “isso aconteceu tem muito tempo.” O “há” e o “tem” desempenham a mesma função: verbos.
        A questão do atrás é que é uma redundância: não tem como uma coisa ter sido há muito tempo a frente.
        O “a muito tempo” é possível em construções do tipo: “Isso acontecerá daqui a muito tempo.”
        Só uma dica!
        Não precisa publicar, por favor.

  11. Laura12/06/19 • 09h08

    Usei na adolescência. Mas quando olho as fotos acho horrível! Não arruma, não é chique. Essa moda eu passo!
    Só combina mesmo na praia.

  12. Natália pugschitz12/06/19 • 09h52

    Eu participava de uma comunidade no Orkut que chamava tie-dye should die (mantenho minha opinião sobre). Pelo visto morreu e ressuscitou! Haha

    • Constanza12/06/19 • 18h48

      HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  13. Carol12/06/19 • 16h15

    Nunca curti muito tie-dye, mas é questão de gosto pessoal mesmo.

  14. Fernanda12/06/19 • 16h41

    Passo! Tie-day só lembra a minha época de raves a 700 anos atrás!

  15. Cibele Porto13/06/19 • 06h49

    Acho lindo pra quem tem esse estilo hippie/boho. Fora isso, não rola.
    Mas confesso que o blazer da primeira foto me chamou a atenção.

  16. Denise D.13/06/19 • 09h05

    O que acontece é que é uma redundância escrever ” surgiu há muito tempo atras” . Se foi há muito tempo, lógico que é atrás, passado , tempo decorrido.
    Então, o certo seria ” surgiu muito tempo atrás “, sem o verbo.
    Mas, não vamos polemizar. Kkk

    Bjs

  17. ANDREIA BORDIN PASSOS13/06/19 • 13h03

    Socorro! To fora!

  18. Rose Tabaldi13/06/19 • 13h30

    Eu passo, obrigada!

  19. Adelio Brasil13/06/19 • 15h32

    Amo. Adoro e respeito muito o trabalho de quem sabe fazer

  20. Ane M13/06/19 • 16h31

    Pra mim é não, Márcio!

  21. Monalisa Gomes13/06/19 • 21h33

    Agradeço mas passo sem me preocupar

  22. Bruna Santiago14/06/19 • 20h19

    Acho mto cafona.

  23. Izabela17/06/19 • 13h42

    Nas fotos até gostei, mas ao vivo ainda não vi nenhum que não parecesse desengavetado dos anos 2000