Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
02 jun 2019, 3 comentários

Mi casa, su casa – Mais estilos.

Olá Fufu! Estava pensando em postar mais estilos, e olhando os posts aqui vi que falamos de estilos lááááá em 2015. Assim como um idioma, uma cidade, a moda e a arte, a decoração e a arquitetura também são “vivos” e vão evoluindo junto com nosso comportamento e momentos históricos.

Hoje venci o friozinho aqui da fronteira e selecionei três estilos bem americanos para mostrar para vocês. Um que eu descobri recentemente e dois que não entraram na seleção inicial porque não eram comuns (nem fáceis de reproduzir) por aqui, porém que tem sido mais vistos ultimamente. Preparou-se? Então #vemkotio

Tradicional americano.

Esse estilo povoa a maioria dos programas que assistimos. É um estilo que se adequa a qualquer faixa etária e que agrada uma ampla gama de pessoas. É cheio de diretrizes e separei algumas das mais marcantes para ajudar quem tem interesse em viver um american dream, american style.

De forma geral a marcação de linhas desse estilo é vertical, ou seja, estantes, cristaleiras, molduras e papéis de parede reforçam essas marcações de linhas verticais. Curvas gentis e suaves estão presentes nos estofados, acessórios e tapeçaria.

Em comparação a outros estilos as cores nesse são bem amplas, porém nunca são monocromáticas. Os tons geralmente são médios indo até os escuros, frequentemente tendo como base com estamparias florais de onde quase que por regra saem as paletas de cores que priorizam os tons claros nas paredes e os mais escuros no piso, estofados e tapeçaria.

Nesse estilo sempre teremos rodapés, molduras e roda teto pintados em branco brilhoso. As paredes precisam exibir ao menos uma moldura estilo lambri na altura média de 70 até 110cm do chão. Os tetos serão brancos e podem exibir detalhes de vigas aparentes.

A disposição de mobiliário, bem diferente de como fazmos no Brasil, começa do centro e vai se espalhando obrigatoriamente em pares em simetria absoluta. Mesmo luminárias, espelhos, quadros, porcelanas, vasos e livros decorativos serão sempre dispostos em pares.

Tudo é funcional, porém esteticamente bonito, logo peças meramente decorativas não tem vez nessa vertente tão popular dentre os estilos que vamos ver hoje.

Hamptons

A região famosona próxima a Nova Iorque é tão influente que tem um estilo de decoração com seu nome. É para essa região que os multi milho-nários escapam para relaxar e descansar em suas mansões incríveis. Não existe nada tão emblemático quando o Hamptons no Brasil, porém se fosse indicar um local com o mesmo potencial, seria Jurerê em Floripa, nossa ilha da magia.

Contudo estamos aqui para falar dos estilos e esse tem uma base que super se encaixa com o gosto e o clima brasileiro. Pelo menos na minha opinião. A base dessa decoracção é: Piso de madeira e paredes brancas. Não consigo imaginar algo mais comum no nosso Brasilzão. Adoro também que aqui e ali vemos uma ou outra peça em ferro, mantas de lã…

Sobre essa base, camadas e mais camadas de texturas naturais. Tapetes de sisal, sofás de linho, almofadas de algodão, pufes de pêlos e cadeiras em couro… bastante madeira aparende nos móveis e cores muito sutis e naturais, como os beges, azuis e verdes.  Luminárias cromadas, revestimentos cerâmicos e peças em inox também trazem o estilo para uma linguagem atual.

Como esse estilo surgiu numa região de “veraneio” com ar de refúgio do stress, uma das características marcantes é que o mobiliário é generoso e convidativo, são sofás e poltronas grandes, em materiais aconchegantes. Enormes mesas e ilhas de cozinha para cercar-se de gente e compartilhar momentos bons.

Mesmo quando vamos para o exterior, o Hamptons não tem medo das cores clarinhas e de exibir grandes estofados. Coisa de gente ryca e phyna, claramente.

Vocês não acharam que eu iria falar apenas desses estilos tranquilinhos né? por favor me respeitem que eu agora vou falar de um que é um show de ryqueza e opulência.

Hollywood Regency.

Esse estilo surgiu e foi muito comum nas décadas de 1930 e 1940, a era de ouro do cinema de Hollywood, daí o nome. É um estilo que se baseia em grandes contrastes de cores, detalhes em vidro e metalizados cheio de alusão os materiais nobres. O toque sensual da tapeçaria como peles, veludos e shantung são explícitos e a liberdade de expressão também são venerados dessa vertente que se caracteriza pela opulência e conforto.

Para um resultado perfeito é preciso uma base neutra e que dê ênfase a detalhes arquitetônicos do cômodo. Podem sem molduras, divisórias, lareiras, janelas com esquadrias ou formatos diferenciados, mas a arquitetura deve ser celebrada.

A paleta de cores deve ser diminuta. Variações de azul contrastando com preto e branco, como na foto acima é um belo exemplo.

Itens luxuosos com grande apelo decorativo devem ser exibidos de forma dramática.

Iluminação é um ponto onde conseguimos exagerar incluindo metálico e enriquecer o resultado do brilho que quanto mais iluminado, mais reluz.

Para essa atmosfera de opulência, sua peça preferida deve estar inserida em um grande contraste, transformando-a no apelo estético mais importante no ambiente.

Vamos nos lembrar que esse no mio de tantos estilos esse é inspirado no cinema, logo ele deve ter um pouco de exagero, pois é oriundo de espaço criados para serem cenográficos.

Espelhos, móveis com estruturas metálicas, mobiliário em acrílico e tapetes contrastantes com o piso e os estofados também elevam o resultado da decoração quando elegemos esse estilo.

Perceberam que esse último estilo é bem comum em lojas de artigos de luxo e exclusividade? Não? Vou mostrar algumas para ver se eu tô viajando na maionese… me contem nos comentários se eu estiver errado.

E por hoje é só Fufulândia. Obrigado pelo carinho de sempre, titio ama vocês.

#Bença!

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
3 comentários em “Mi casa, su casa – Mais estilos.”
  1. Suyan03/06/19 • 09h51

    Adoro o estilo Hamptons…pq será?!
    Sonho de morar em um mansão decorada nesse estilo, como nos filmes e seriados americanos..rsrs..
    Adoro sua forma divertida e leve de escrever..bjos!

  2. Jane04/06/19 • 13h37

    Eu amei o estilo dos Hamptons… Se eu tivesse uma casa na praia com certeza esse seria o estilo dela!

  3. Marise06/06/19 • 11h30

    Lelo, vou comprar um apartamento e me mudar. Gostaria muito das suas considerações sobre a minha dúvida. Estou entre dois apartamentos em prédios vizinho. Um tem uma divisão melhor, além de ser um pouco maior. Mas está bem antiquado e detonado. O outro é em um prédio um pouco menos agradável, mas ainda assim bastante bom. O apartamento é um pouquinho menor mas está mais atualizado e conservado. Como se tratam de apartamentos de quatro quartos, vão levar toda a minha poupança. Levarei bom tempo para poder fazer qualquer reforma. Muito obrigada. Adoro as suas colunas. Beijo