ComportamentoEditorial
Chora Que Eu Te Escuto
23 maio 2019, 93 comentários

Chora Que Eu Te Escuto

CHORAAAAA COLEGUINHA!

Chora 01 – Gamora

Oi Cony, Claro que sou sua fã e te admiro demais, sou canceriana tbem, mas vou direto a meu chora.

É sobre carreira profissional. Fiz faculdade mais tarde. Estava trabalhando na área administrativa e bem contente, então resolvi fazer Ciências Contábeis. Confesso que nunca gostei do curso e nunca me dediquei a fundo. Depois de dois anos e por questões financeiras tranquei a faculdade por 4 anos. Nesse tempo pensei muito se voltava pra contabilidade e até cheguei a me matricular em Publicidade e Propaganda, mas desisti. Qdo meu marido resolveu fazer a licenciatura de Educação física (ele sempre trabalhou com o bacharelado) resolvi voltar pra Contábeis pra terminar o curso. Nisso ajudei muito o meu marido e amei o curso dele. Ajudava nos trabalhos com o maior prazer e os meus eu empurrava com a barriga. Antes de me formar montei um escritório de contabilidade com dois sócios, trabalhei por 3 anos e estava realizada por ter um negócio meu de sucesso. Sempre gostei da ideia de me arrumar e sair de casa pra trabalhar em um escritório, mas sempre achei o trabalho chato e ia empurrando. Engravidei e acabei saindo da sociedade. Se passaram dois anos sem eu trabalhar e agora tô muito na dúvida se volto pra contabilidade ou se começo outra faculdade. Só que vou fazer 40 anos. Tenho um filho de 2 anos, uma condição financeira muito boa que me permite experimentar outras áreas, um marido que super me apoia no que eu quiser fazer. Mas tô muito na dúvida se deveria fazer educação física e trabalhar na área do meu marido que já é uma facilidade pra mim. Faço arte marcial com ele e sou muito boa nisso. Será que deve mesmo largar a contabilidade? Tô numa dúvida cruel do que eu quero fazer e do que eu acho o certo fazer. Não preciso trabalhar e minha vida é muito boa, porém sofro de ansiedade e sinto falta de estar produzindo algo. Me ajuda!!

Amiga, pra que gastar tempo, energia e dinheiro em algo que você não gosta? Você deixou SUPER claro que não curte contabilidade, pra que continuar batendo nessa tecla? Vai fazer o que gosta, o que ama, o que te faz bem, o que te motiva! Seja na mesma profissão do seu marido ou em outra, mas sempre faça o que gostar!

Chora 02 – Mantis

Oi, Constanza! Gosto muito do seu blog, apesar de nunca comentar.
Bom, estou numa fase muito complicada da minha vida, e não tenho nenhuma amiga para conversar sobre isso, então acho que você e seu blog maravilhoso vão ser de grande ajuda para mim.
Esses últimos anos foram bem complicados, meu pai teve câncer com 66 anos, na época eu prestava vestibular de medicina (meu sonho) e fiquei de novo na lista de espera, e com a morte dele eu sofri muuuito. Eu era muito apegada a ele, o amava e admirava demais. Como sou filha única ficou só eu e minha mãe. Acabei assumindo tudo, as contas, o planejamento da casa, enfim. E com isso perdi um ano de estudos, simplesmente não consegui focar em estudo nenhum nesse processo de luto, mas decidi que precisava sair disso, dessa rotina degradante que é cursinho de medicina e fazer uma faculdade. Prestei, passei e fui cursar odontologia na USP em São Paulo. No começo eu gostei, sai de casa, morei sozinha e comecei a cursar finalmente uma faculdade. Porém, quando começou as disciplinas de fato voltadas para odonto, eu não me identifiquei em nada. Não era o que eu queria, não me imagino como dentista. Resolvi trancar o curso esse ano e tentar de novo Medicina. Porém, as pessoas que sabem disso, que são poucas (não gosto de falar da minha vida), me julgam. E eu tenho medo de falhar de novo esse ano e só ter perdido mais tempo da minha vida. Mas não sei o que fazer se não passar, não consigo me ver em mais nenhum curso. Eu amei as disciplinas gerais do meu curso (patologia, anatomia, fisiologia) e sou apaixonada por medicina. Tenho medo de voltar para odonto e me formar numa dentista frustrada.
Além disso, estou numa fase muito ruim do meu namoro. Ele se formou na cidade que eu morava antes (a gente namorou durante um ano a distância), conseguiu emprego e se mudou para São Paulo para morarmos juntos. O problema foi que esse ano eu resolvi trancar meu curso e voltar a estudar para o vestibular e com isso mudou tudo. Ele trabalhando não me ajuda quase nada nos serviços da casa e eu fiquei totalmente sobrecarregada, e não estava estudando quase nada. Então, ele deu a ideia de eu voltar a morar com a minha mãe no interior, pois além de eu economizar mais (meu pai deixou pensão privada para mim e minha mãe) eu teria muito mais tempo para estudar, e eu poderia passar um final de semana do mês lá com ele em São Paulo. E foi o que fizemos. Só que isso pra mim é péssimo. Meu namorado é bem menos carente que eu, e para ele essa frequência tá ótima, mas eu não consigo entender como ele não sente saudade. Uma coisa é você namorar a distância por forças maiores, como no segundo ano do nosso namoro (cada um fazendo faculdade numa cidade diferente), outra é você propor uma coisa dessas, porque acha que seria melhor para os dois crescerem (ele diz que não trabalha direito comigo lá e eu não estudo). Como vamos casar desse jeito? Eu fico mais carente ainda nessa distância toda, e com a pouca atenção que ele me dá (anda sobrecarregado no trabalho) eu acabo perdendo a cabeça e brigando com ele. Somos muito diferentes no jeito de amar e não sei como fazer isso dar certo. Enquanto eu preciso de presença física, carinho e atenção constante, ele acha tudo isso um drama meu, e em suas próprias palavras “não é para tanto”. E quando a gente briga, porque eu quero mais atenção e não gosto de ficar tanto tempo longe, ele me ignora. Por dias. SEMPRE. É horrível isso, estar longe e ser ignorada toda vez que eu reclamo de algo. Queria saber se estou pensando errado, se um casal jovem como nós (eu 24, ele 26) não precisa de tanta frequência assim, se ele tá certo em pensar desse jeito e em me ignorar por achar que sou dramática.

 

Ora ora ora, vamos lá, senta e me escuta. Quanto ao trabalho, profissão, carreira, não desista do seu sonho! Se você AMA medicina, estude até passar! Isso so NÃO vai acontecer, se você desistir. Mesma coisa do primeiro Chora, tem que fazer o que se ama gente! Parem de ir no mais fácil, no mais conveniente, no mais perto, no mais tranquilo por medo ou falta de coragem de realmente ir atrás do que se ama. Você será medica sim! Mas tem que respirar fundo e continuar até conseguir e você VAI conseguir. Agora quanto ao seu namorado… fia, abre o olho. Como assim vocês moravam juntos e a solução que ele te deu pra você focar nos estudos foi te mandar embora? OI? Se ele te quisesse lá com ele, a solução seria outra! Contratar uma diarista, ele ajudar nos afazeres de casa, qualquer coisa MENOS te mandar pra casa da sua mãe! Você foi boba de ter aceitado isso, eu teria rodado a baiana. E outra, falar que ele não trabalha direito com você lá, junto com ele? Então termina esse namoro ué!!! E MAIS, o cara te ignorar por DIAS quando você reclama por estar longe? Quer que eu desenhe ou já deu pra perceber o que ele tá fazendo??? Enfim, leia novamente seu mail e pense direito.

 

 

Ganhou duas quotes.

 

Chora 03 – Vespa

Oiii Cony!! Sou leitora rex assumida e hoje chegou a minha vez de mandar o meu chora…
Ano passado reencontrei meu primeiro namorado durante uma visita a familiares no exterior. Ja estava insatisfeita com a vida no BR e meu relacionamento morno e moribundo. Éramos amigos dividindo contas e um ape.
Então resolvi terminar, e tentar imigrar pra recomeçar e ver no que dá. Estou aqui há algumas semanas, e tudo está bem. Estou começando a trabalhar e as coisas se encaixando. Moro com familia e fico algumas noites na casa dele.
No entanto, pela primeira vez na vida fuxiquei as coisas de alguém!! Estava arrumando o quarto e achei um diário dele e por pura curiosidade abri pra ver oq ele escrevia. Achei uma lista de “contras” a meu respeito. Dizia as seguintes coisas:
CONTRAS
– não tão classuda (not as classy)
– não tão inteligente (not as smart)
– não tão ambiciosa (not as driven)
– dinâmica familiar (family dynamics)
– gosto incompatível (incompatible taste)
– não tão autoconfiante (not as confident)
– super protegida (sheltered)
Esses contras são em comparação a ele. Meu mundo caiu Cony. Fiquei profundamente machucada ao ler que ele pensa essas coisas a meu respeito. Agora não sei como agir pq realmente nunca fui de invadir a privacidade de ninguém e não sei como lidar com ele depois de ler essas coisas que ele pensa sobre mim.
Essa lista ele fez no final do ano quando voltei pro BR e estava resolvendo papelada de imigração, e ele achava que de repente eu ia mudar de ideia. Não sei oq fazer e como tirar isso a limpo, tendo plena noção de que invadi a privacidade alheia. Estou magoada e sem saber como agir. Devo confrontar? Deixo passar? Termino tudo e vida que segue? Eu sou apaixonada por ele Cony!
Me dói ler essas coisas pq não sou nada burra, sou leitora do futilish há anos, portanto, CLASSUDÍSSIMA e com bom gosto. tenho sorte de ter apoio emocional e financeiro da familia e ainda que a relação seja um pouco complicada, qual família não é?? Mais ainda, largar uma vida feita no país natal pra recomeçar do zero num país novo é um PUTA DRIVE DA PORRA. Comassssimmmm ele pensa desse jeito a meu respeito?
Conto com o teu bom senso e com a ajuda das leitoras

Gata, primeiro, não fique se provando que você não é nada disso que ele escreveu. PARE COM ISSO JÁ! Você tem seu valor, sabe quem é e pronto. O que ele escreveu, essa listinha, é bullshit. Agora vamos por partes, quanto anos ele tem? Isso é exercício de terapia dele? Eu sei que é chato, mas em começo de namoro acho que todo mundo pensa um pouco nos pros e contras, só não escreve e deixa dando sopa por aí né? Isso são coisas que a gente pensa e que não deve verbalizar jamais, porque na maioria das vezes, tudo muda. Mas claro que vendo uma lista dessa, eu esfregaria esse diário na cara dele, imagino bem o que tá sentindo. Mas somos finas e temos outras formas de checar se é realmente isso que ele pensa de você. Vai jantar em algum lugar com ele e pergunta bem classuda: querido, o que você pensa de mim??? Como você me vê? E deixa ele falar… Se quiser botar um terrorzinho na conversa (juro que eu colocaria, meu ascendente é escorpião) falaria assim: Você me acha classuda? Me acha inteligente??? Acha que sou ambiciosa??? Iria perguntando item por item pra ele sacar o que está acontecendo. Daí minha filha, deixa o mundo acabar e ver no que que dá. Se tiver sangue frio, essa ultima parte você pode pular e ficar só nas opiniões espontâneas que ele vai dizer sobre você. Só faça essa ultima tática se estiver pronta pra guerra e terminar o namoro. E como te disse, no inicio de namoro todo mundo faz comparações e avaliações, o ruim é que você achou isso. Não gostei muito do meu conselho, me achei meio bitch (é que tomei as dores) mas tô sendo sincera rsrsrs. Vejamos o que as meninas tem a dizer.

  • Choras abertos pela última semana hein? Depois vou fechar de novo! Corre mandar sua angustia, seu problema, seu desabafo para constanza@futilish.com e no assunto coloque CHORA QUE EU TE ESCUTO!
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
93 comentários em “Chora Que Eu Te Escuto”
  1. Nathalia23/05/19 • 19h02

    Chora 1: vá atrás do que você realmente quer na vida, do seu sonho!! É SEU sonho é de mais ninguém, não fique apegada: já tenho 40 anos… para com isso!!! Se não gosta da contabilidade vai voltar pra que?? SEU SONHO em primeiro lugar, vá para o caminho que te faz feliz, construir a sua história!!

    Chora 2: olha, não é por nada não mas seu relacionamento é só seu, não é mais dele, consegue entender??? Tem muita coisa estranha aí, e não da pra falar que você tá certa e ele errado ou vice e versa vocês estão em caminhos distintos.
    Mulher tem que parar de colocar homem em primeiro lugar nessa vida!! Você é muito mais importante!!! Vá atrás do seu sonho, estude, estude e estude para passar na medicina! Não escute, não fale da sua vida para os outros, principalmente família, que sempre vira a cabecinha e olha pra gente com cara de dó.
    Deixa te falar: eu estudo pra concurso, estudo, choro, penso em desistir mas não faço isso, sabe por quê? Porque homem não vai me dar meu sustento, não vai me dar minha paz, não vai pagar a minha felicidade. A gente é muito emotiva, mas temos que colocar o lado racional pra agir.
    Estude, passe nesse vestibular de medicina e vai ser realmente feliz!!!

    Chora 3: mexer nas coisas dos outros é feio? É feio, mas concorda também que essa lista não vai sair da sua cabeça?? Não tem como apagar aquilo que você leu, e o que está sentindo.
    Não te acha classuda?? Tem gente que acha, não acha que é inteligente? Tem gente que acha sim. A grande pergunta é: você vai conseguir olhar pra ele sem pensar nessa lista? Consegue deletar isso da sua cabeça? Acho que tem que fazer essas perguntas pra você, porque remoer isso tudo só vai te fazer mal.
    Se conseguir superar: que ótimo
    Caso contrário: tem muito homem bacana nesse mundo (tem sim, quando menos a gente espera encontra) e você não tem que provar que é inteligente, classuda, ambiciosa nem nada disso.

    • Marina23/05/19 • 21h20

      Concordo com tudo que você disse, e acrescentaria mais uma coisa para o caso 2:

      Mantis, saí logo dessa barca furada menina!!!
      Esse boy parece não apoiar seu sonho, te mandou embora pra morar com a sua mãe, te IGNORA quando brigam, se VALORIZA mulher, ninguém precisa implorar por amor, por atenção, por nada, se for recíproco é também aparente (ao meu ver), no seu caso eu não acho que seja.
      Siga SEU SONHO, larga esse boy pra lá, sei que você tem muito potencial, foca no seu sonho daqui pra frente…
      Em relação aos familiares e pessoas que fazem/fizeram comentários te julgando, deixa isso pra lá! Não permita que isso te afete, de verdade, família as vezes pode ser nossa maior fraqueza. Pois normalmente levamos em consideração a maioria dos comentários vindo dos parentes (e gente pra te desanimar no mundo já tem de sobra né?!?!).
      No mais te desejo tudo de melhor, muito foco, estudo, disciplina e continue firme no seu sonho que sua vaga em medicina tá te esperando pra preenche-lá!

  2. Ana Luiza23/05/19 • 19h06

    Amei o conselho do último chora! Hahaha mas amiga Vespa, eu tbm no início do namoro com meu namorado atual ficava “pescando” os defeitos dele, até pq nosso relacionamento começou à distância e eu meio que tentava ver o lado ruim pra me dissuadir de entrar em um relacionamento com ele (pq achava relacionamento à distancia uma furada). Enfim, hj moramos juntos há quase 1 ano, quase casando… eu ainda vejo alguns defeitos nele, mas aprendi a lidar e amo ele mesmo com os defeitos. Sempre amei. Eu no seu lugar não levaria tão a ferro e fogo não. Ele escreveu faz tempo, vc nem sabe o momento em que ele estava qdo escreveu isso (o que passava na cabeça dele), pode ter sido só uma bobagem que ele nem pensou muito. Não quer dizer que ele tenha essa opinião formada sobre vc.

  3. Aline23/05/19 • 19h08

    Sobre esse chora só posso dizer: Avengers, Assemble!

  4. Aline23/05/19 • 19h09

    Meu único conselho é: Avengers, assemble!

    • Rê Moraes24/05/19 • 13h14

      O melhor comentário!!!!!

  5. Clarissa23/05/19 • 19h26

    Não desistam nunca do que vocês realmente querem! Não diminuam os seus sonhos por medo de julgamento… Quando eu encontrei um trabalho que realmente amava e estava estabilizada, joguei tudo pro alto e recomecei. Estou recomeçando o mesmo trabalho, porém com mais paixão, com minha identidade e com toda a minha energia. Chora 1 – se dedique de corpo e alma! Uma prima minha tem uma história parecida com a sua… está formando agora. O caminho dela foi difícil, sofrido…mas a medicina é a paixão da vida dela, e se é da sua, você também vai conseguir! Estou na torcida.

  6. Fernanda23/05/19 • 19h31

    Ross escreveu da Rachel também e terminaram juntos, hein?

    • Lais23/05/19 • 23h45

      Que comentário brilhante. Palmas pra essa rainha!!!! Hahahahah

    • M24/05/19 • 07h53

      Eu pensei a mesma coisa ahaahha
      Mas ela ficou brava e rancorosa um tempão, até ele explicar…
      Acho que na vida real não funciona não

  7. Josiane23/05/19 • 19h56

    Caso 1: se sua condição te permite arriscar, vai fundo.

    Caso 2: como já disseram aí em cima, você está namorando sozinha. Então, vá pra casa da sua mãe ou para outro lugar, mas saia de perto de quem não te acrescenta.

    Caso 3: eu seria a classuda das classudas, fingiria não saber de nada e num momento oportuno, simplesmente terminaria o namoro. Bem no estilo, não te quero mais. Deixe ele com a lista pra lá e vá viver sua vida aí… O que ele pensa de você é um problema dele… e quando ele fizer uma lista com os seus prós, provavelmente será tarde demais.

    • Pollyanna24/05/19 • 17h11

      É, mas no caso dele, o defeito mais grave dela era ter “chubby ankles”! kkkkkk
      E na lista de contras daquela chinesa que ele namorava, o único item era “she´s not Rachel”.
      Aí acho que é mais fácil perdoar, né?

  8. Débora23/05/19 • 19h59

    Caso 1: moça, vai fazer o que você ama. Esquece isso de “tenho tantos anos e um filho.” Você está vivíssima. Apenas faça o que te faz feliz!

    Caso 2: Olha, eu e meu noivo estamos namorando a distância há 5 anos. Ele lá em SP e eu no interior do Rio terminando a faculdade. Nos dias que reclamo da distância ou de saudade, ele se preocupa em me deixar bem e ficar bem. E ele SEMPRE reclama também. Uma pessoa que está com você, ainda mais a distância, JAMAIS te ignoraria POR DIAS. Ele apenas está deixando claro que você é zero prioridade na vida dele e zero sente sua falta. Além disso, te despachar pro interior pq trabalha melhor sem você lá só significa que, pra ele, você é um incômodo. No seu lugar, ignoraria ele PRA TODO SEMPRE, daria um pé na bunda épico e gastaria minha energia em correr atrás do meu sonho.

    Caso 3: pois eu faria o que a Cony falou e mais: levaria o diário pro restaurante e ainda faria cena: ESPERA AÍ, deixa eu ver se esqueci alguma coisa. Já que ele não te acha classuda, te motivo e faça ele comer esse diário de bosta com angu.

    • Constanza23/05/19 • 21h07

      Amei seu comentário pro caso 3 kkkkk

    • Izabel24/05/19 • 08h36

      Gente minha parte fria e racional 100% capricorniana não faria isso, mas eu confesso QUE MEU ALTER EGO TIPO sasha fierce da Beyoncé grita querendo muito fazer isso que você falou KKKKKKKKK imaginei toda a cena e eu sairia andando bem linda de salto KKKKKKKKKKKKKKKK

    • Thais24/05/19 • 10h12

      hahahahahaha Imaginei uma cena de filme!

    • Psicóloga de boteco27/05/19 • 16h23

      kkkkkkkkkkkkk boa!

  9. Jessica23/05/19 • 20h22

    Chora 2:
    Meu amorzinho, seu sonho de vida é faxinar ou ser médica?
    Volte pra casa de sua mãe e estude, fique com tempo livre e de uns beijinhos nos gatinhos no final de semana.
    Tenho certeza que vc vai achar alguém mais legal no seu curso em 2020!
    Ademais, você pode voltar pra odonto e tentar transferência interna na faculdade!
    Meu amor, não faltam boas opções pra vc, tirando esse boy aí!

  10. LIza23/05/19 • 20h37

    Caso 1, eu evito ler chora pra não passar raiva rs logo fiquei super feliz de ler o seu, aproveite que tem um marido e uma família que te apoiam e vai fazer o que te feliz, seja o que for.

    Caso 2, eu li o caso 2 vezes, mas só consigo pensar o que tem tanto pra fazer numa casa com 2 pessoas que sobrecarrega tanto que quase não dá pra uma pessoa que fica o dia todo sozinha estudar, não estou sendo má, só penso o que são todos esses afazeres que ocupam quase seu tempo todo e ainda atrapalha seu namorado trabalhar… me parece que o que te sobrecarrega é a falta de atenção dele e isso todo mundo já sabe o que é.

    Caso 3, eu não confrontaria ele não, como disse q Cony isso é lista que todo mundo pensa, eu jamais escreveria, mas se escrevesse e alguém lesse sem minha autorização eu escreveria de novo e deixaria em cima da mesa acrescentando “not as respectful”, a opinião dele é dele, não tem nada a ver com a realidade, confrontá-lo não vai fazer ele mudar de opinião, que imagino que seja seu desejo… mas se ele esta com você ele deve ter uma lista de prós maior do que a cons né, cabe a vc fazer sua listinha também (mentalmente pelo amor de Deus) e decidir se fica ou se vai.

    • Cayssa P Marcondes24/05/19 • 07h34

      Assino embaixo do comentário para o caso 3! Se alguém lesse meu diário eu teria certeza absoluta que não é classy. Você está com o orgulho ferido, espere passar, vai passar. A lista dos “prós” dele é maior, sem dúvidas.
      Bjo, boa sorte.

    • Izabela24/05/19 • 09h30

      Gostei da sua resposta pro caso 3! como já disseram lá em cima, a opinião dele não te faz. E se ele ta com vc a lista de prós superou a de cons!

    • Fernanda24/05/19 • 10h08

      Amei o “not as respectful” hahaha! Eu fiz uma listinha dessas num momento difícil do meu namoro e ela está salva no meu computador, mas beeeem escondidinha, espero que ele nunca veja essa lista.
      Vespa, na minha opinião, acho que isso não é motivo de término, todos temos defeitos, ele também tem os dele e aposto que se fizesse uma lista de prós e contras, você também listaria algumas coisas no contra. No fim, o que importa é a pessoa amar suas qualidades e abraçar seus defeitos, e se, depois de fazer essa lista, ele ainda está com você é pq os seus prós são muito melhores que os contra! E também não quer dizer que essa ainda é a opinião dele, como você disse, ele escreveu isso num momento inicial da relação, enquanto vocês ainda estavam se reconectando, reaprendendo quem são essas novas pessoas que vocês se tornaram e se redescobrindo. Não leve essa lista muito a sério, aparentemente ele não está levando, pois escolheu ficar com você. Foque nas coisas boas da relação!

    • Ana Banana24/05/19 • 10h20

      Melhor comentário para o caso 3 q

    • Ana Banana24/05/19 • 10h20

      Achei que foi o melhor comentário para o caso 3!!

  11. Sandra23/05/19 • 20h45

    Pra menina sheltered…hahaha brincadeirinha… eu odiaria encontrar essa lista sobre mim, fato! mas acho que deveria pensar que como ele é americano (foi o que entendi, fez a lista em ingles) ele pensa diferente, e sim, eles são muito mais pragmaticos do que a gente é, e essas diferenças sempre serão mais gritantes….morei uns anos nos Estados Unidos, e vi muitas meninas que casaram com Americanos contar sobre brigas que com certeza só aconteciam por serem de culturas diferentes…e como a Cony disse, todo mundo faz essa lista no começo ou final de relacionamento…eu tentaria descobrir se essas impressões dele ainda perduram, e pergunte a ele, ele vai ser sincero. E por exemplo, se ele falar que te acha isso ou aquilo peça pra ele dizer porque ele pensa assim, o que vc faz que de essa impressão a ele, então, ou vc explica ou desite do boy. E olha, eu me sinto menos inteligente falando em Ingles, não consigo ser tão engraçada e espirituosa do que em Portugues, pode ser isso tbm.

    • Bruna24/05/19 • 10h46

      Concordo. Você buscou essa situação lendo o diário dele sem autorização. Acho isso super errado.
      Se ele fez essa lista e continua com vc, é pq os defeitos que ele vê em vc (que não necessariamente vc tenha) não incomoda ele.
      Eu não aguentaria e iria falar sim. Mas não confrontar.
      Se vc confrontar, pode acabar perdendo ele. Vc está decidida que quer terminar mesmo? Ou quer ouvir o que ele tem a dizer?
      Se quer ouvir, vai com calma.
      Fala que você acabou vendo por acaso, em uma arrumação. Não sabia o que era e abriu naquela página.
      E pergunte se ele ainda pensa aquilo de vc, o que ele pensa agora e escute.
      Vai que vc tem algo mais para melhorar?
      Ou vai que ele nem pensa isso mais de vc?

      Acho que o conselho da Cony valeria mais para uma traição.
      Para isso, não. Voces vão perder um ao outro e ambos sairão magoados.

  12. Juciléa Santos23/05/19 • 20h57

    Oi eu terminaria essa relação. Não acredito que essa lista que ele fez sobre você no início da relação mudará agora ou em um futuro. Ele vê essas características em você. E lembre o problema é dele não seu. Se ele estivesse observando características que representassem riscos ao seu caráter, sei lá, se ele observasse que você não é uma pessoa gentil com os outros, que você usa do “jeitinho” brasileiro pra sobreviver… Mas o que é ser classuda ou não? O que é ser ambicioso ou não? Ele é classudo? Anda sempre na pompa e na circunstância???? Ele ganhou seu primeiro milhão com que idade? Olha pra mim ele é só mais um babaca infantil, já que prefere se apaixonar por um ideal e não por uma pessoa real. O problema não está em fazer a lista, e sim o que ele vê como características importantes em uma mulher. Me poupe, quer dizer que ele não estará lá para segurar sua mão em um perrengue onde você estará sem maquiagem, vomitando no banheiro. Ou com um soro pendurado no seu braço. Nada classudo né!

  13. Cecília Veloso23/05/19 • 21h26

    Chora 2:
    Sou dentista e só posso te dizer que se você não gosta, não faça. Odontologia é uma profissão que exige muita dedicação e tem que gostar para não desistir, porque os obstáculos são muitos, sem contar que você nunca vai parar de estudar coisas da área, então, se você não gosta cai fora enquanto é tempo

  14. Jaque23/05/19 • 21h27

    Pra 3)
    Se vc quer terminar: barraco, drama e jogar na cara.
    Se vc quer continuar junto: veria essa lista como uma to do list e iria me aperfeiçoando.
    (Ainda q vc esteja achando q está arrasando)

  15. Patrícia Gomes23/05/19 • 21h28

    Chora 1 e 2! Meninas… a vida é curta demais pra se dedicar mais ou menos em uma profissão! Na verdade é p tudo na vida! Seja lá qual for a escolha! Faça o q te faz feliz e pronto! Pelo menos vc tentou! E se tem amor vai conseguir!

    Chora 3! Bom… a merda tá feita! Vc já leu e agora precisa digerir isso… e se não extravasar ou esquecer vai ser algo q vai ficar te incomodando sempre. Eu concordo com a Cony…. joga duro… pergunta o q ele pensa sobre vc… se ele quer realmente vc ao lado. Às vezes ele já mudou de ideia em relação o q escreveu sobre vc. Mas desabafe de alguma forma… pq eu não conseguiria seguir em frente com isso me incomodando. E pare de ler as coisas dele. Quem procura sempre acha!

    Bjo meninas! Tudo de bom!

  16. Fernanda23/05/19 • 21h59

    Para Vespa. Eu faria o que a Cony falou . A vontade é perguntar exatamente na ordem como está no diário , mas eu perguntaria as que mais me incomodou. Quando comecei a namorar meu marido , eu guardava a carteira dele na minha bolsa , um dia abri , tinha uma foto da ex dele na carteira . Eu me segurei semanas , sem saber o que fazer . Até que uma santa me disse : joga a foto fora , se ele reclamar é pq sente falta dela, se não falar nada é pq quer ficar com vc . Fomos no restaurante , na saída fui ao banheiro e joguei a foto fora , ele nunca falou nada !!!!

  17. Raysa23/05/19 • 21h59

    Caso 1: Lembre-se que, se sua nova carreira não der certo, vc já tem uma, a contabilidade vai estar lá pra vc se precisar, mais um motivo para não ter medo de arriscar.

    Caso 2: Olha, eu moro com meu marido e também só estudo, acho que o que estava te sobrecarregando era seu namorado e não os afazeres domésticos. Eu sempre consegui conciliar as duas coisas, principalmente pq meu marido me apoia, me ajuda e não me deixava suprecarregada ou culpada por não cuidar da casa “direito”. Ainda bem que vc já voltou pra casa da sua mãe, foca nos estudos e chuta esse boy. Eu concordo com o que a Cony disse, se ele não te quero por perto é pq aí tem.

    Caso 3: Não sou capaz de opinar.

  18. Leilyane23/05/19 • 22h29

    Dra Mantis (vou colocar nesses termos pra vc já sentir a pressão), sou médica e não aconselho ngm a seguir a profissão, a menos que, como no seu caso (e no meu tbm), não haja outra alternativa. E vc já sabe que não há! É cansativo, desafiador, vc vai ter que abrir mão de muita coisa, mas garanto, nada, NADA, substitui um Deus lhe pague sincero vindo de um paciente. Uma das colegas de faculdade que mais admiro entrou pra medicina após alguns anos já sendo dentista, entrou numa faculdade particular, surgiu uma chance na Federal e ela conseguiu transferir, mas voltou do 3° pro 1° semestre, durante a faculdade casou, teve filho, separou, teve que ir fazer residência em outra cidade, deixando a filha aos cuidados da avó… E hj é uma profissional respeitadíssima e muito realizada. Então, fica o conselho pra vc: A única pessoa que pode te afastar do seu sonho é vc mesma.

  19. Ceci23/05/19 • 22h34

    Chora 1: se joga no sonho!! Aproveita que vc tem esse privilegio de poder fazer o que quiser!! Boa sorte!!
    Chora 2: sinto falar mas a impressão q tive eh que ele tem uma paquera ai em SP e te mandou de volta p o interior. E olha, nem tudo q parece ser ruim, é! De repente essa é sua chance de ficar sozinha, focar nos estudos e ir atras do seu sonho! E tenho certeza que vai conseguir!
    Chora 3: eu sou casada com americano, moro fora do Brasil ha mais de 10 anos e tenho varias brigas (99% bobas) por questões culturais mesmo. POREM… achei essa lista um tapa na cara… eu no seu lugar, encontraria um defeito dele (sei la, por exemplo preguiça) e comentaria “olha, preciso conversar com voce. Tenho percebido q vc tem andado desleixado, eh algo q me incomoda, eu te amo mas preciso ser sincera com voce sobre algo q me incomoda”. Isso vai ser uma oportunidade de voce se abrir com ele sobre sua lista mental de contras, e vai ser a brecha dele falar com voce sobre a sua. Se ele n falar nada, vc pode falar “se vc acha que algo em mim te incomoda me deixa saber”. Enfim, so uma ideia. Eu tenho que ter um relacionamento totalmente focado na comunicação con meu marido para que n tenhamos mal entendimentos. Espero q vcs se resolvam!

  20. Vanessa23/05/19 • 22h35

    Chora 3: Lide de forma inteligente com o boy, faça ele ficar na situação que vc ficou, aí saberá qual é a dele sem se rebaixar ou se expor! quer saber como? Simples, vire e mexe em situações que forem pertinentes demonstre/fale que vc é td o que ele negou, assim como qdo for adequado dê algumas alfinetadas nele nos mesmos aspectos que ele mencionou, tipo “nossa, qualquer pessoa inteligente perceberia isso e vc não viu?!”, vão sair pra jantar manda “amor seja elegante dessa vez tá”, sobre trabalho “vc poderia ir além né, td bem é normal acomodar” fazendo pouco dele rsrs, mas sempre de forma sutil e carinhosa, para não parecer rancor ou despeito. E mais importante que isso é vc ter certeza de vc, da sua capacidade, das suas conquistas e do seu valor, sempre com foco na sua vida e objetivos, se ele não consegue enxergar a mulher rainha que vc é, não te merece!

    • Leticia24/05/19 • 14h02

      Gente, q loucura! Eu respeito a opinião, mas eu ficaria mto chateada se alguém fizesse isso comigo, de verdade.
      Eu estou em um relacionamento mto feliz atualmente e ficaria bem magoada se ele me desse essas “cutucadas”. Relacionamento é para somar, é para gente evoluir, nos esforçarmos para sermos uma melhor versão, isso faria justamente o contrário na minha opinião.
      No seu caso, eu esperaria uma oportunidade e faria algumas perguntas, não falaria q li o diário, e não daria “indiretas diretas”. Eu começaria falando do relacionamento, falando das coisas boas, falando que quer cuidar e zelar o amor de vcs, escute com amor o que ele tem a te dizer… você tem que ser especial para ele, você não precisa ser a mais elegante, a mais inteligente, isso não existe, não é uma competição…
      Não sei, o amor se sente, vc é está apaixonada e isso é maravilhoso!!!! Escute o q ele tem a te dizer, perceba se ele se esforça para manter em paz o relacionamento, ele se esforça para te ver? Ele te mima te dando algo q você goste? Ele na frente das pessoas te valoriza, é carinhoso? Ele olha nos seus olhos e vc consegue ver amor e cumplicidade? Escute seu coração, veja se você se sente bem e melhor perto dele. Nada acontece por acaso, isso aconteceu e agora isso pode ser mto bom ou pode fazer você realizar q ele não é “o cara”, aí nesse caso, ok, bola para frente, melhor agora do que mais tarde.
      Fica bem lindona, escuta seu coração, não faça nada com raiva, seja vc a pessoa que você quer ter por perto. Bjbj

    • Roberta24/05/19 • 14h13

      A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena!

    • Thais27/05/19 • 10h30

      A amiga dando a receita da discórdia… kkkk

  21. Mary23/05/19 • 22h43

    Tenho uma opinião diferente sobre o terceiro caso. Primeiro, eu morei um 1 ano e meio e tenho uma amiga que morou em UK 8 anos que vive me falando para fazer listas quando estou confusa, é comum lá e deve ser em outros países da lingua. Essas listas SEMPRE tem prós e contras. Todos temos defeitos. Portanto acho que o email negligenciou a informação dos prós. Ninguém é perfeito. Tinha mais contras do que prós? Se sim ele teria terminado o namoro, né? Será que ele não estava pensando em defeitos só para preencher? “Not that” parece bem pouco importante. Também quase sempre seremos “not that classy” pra gringos porque nossa cultura é muito mais espontânea. E tirando a coisa da inteligência tudo ali descrito também passa por diferença cultural. Nós brasileiros nos importamos demais com opiniões, em nos relacionarmos, com a nossa família… É verdade ou não é?
    Acho tempestade em copo d’agua e rolou invasão de privacidade. Isso é o fim pra eles.
    Não rodaria a baiana por isso. Já fiz coaching que me pediu pra pedir para amigos fazerem o mesmo. Aposto que ele colocou mil elogios.

    • Marice21/06/19 • 15h08

      Superrr concordo!
      Diferenças culturais e ponto. É um preço que a gente paga quando namora alguém de outra cultura… não quer dizer que vc não é classy, smart e as outras coisas. É só de um ponto de referência diferente que ele está te olhando. E com o tempo, ele vai perceber isso também. E aconselharia a investigar o que é ser classy, smart, e os outros adjetivos aos olhos dele! Se achar que vc se encaixaria ou que ele mudaria de ponto de vista, siga em frente… se for algo que vc precisa mudar sua essência, pule fora…
      Seja sábia 🙂

  22. Georgia23/05/19 • 23h47

    Gamora! Estou lendo “Descubra seus pontos fortes” e seu relato de encaixou perfeitamente em várias situações do livro. Se mesmo depois do relato aqui e comentários não estiver totalmente confiante, leia esse livro que vc não terá dúvidas do seu talento menina!!

  23. Monalisa24/05/19 • 00h07

    Misericórdia! Sou dinossaura por aqui, leio, mas se não me engano é a primeira vez que comento no chora. Já sofri igual latinha chutada no final do Rock in Rio. No geral, para todas as meninas: SE AMEM.
    Infelizmente aprendemos isso apanhando. Mas ergam a cabeça, perdeu o pai, se mudou, recomeçou e ai vem um hominho listar seus contras? O outro te manda voltar a morar com mãe? Maturidade pra sustentar essas mulheres da zorra, temos? Não! Então, grande parte desses idiotas se “defendem” nos jogando pra baixo, para que nós nos sintamos péssimas e por vezes pedimos perdão a eles (Sim! Pq eu ja fui dessas. Amei sozinha e ainda assim, o vangloriava enquanto ele me arrastava para um amor falso e cego). Não! Chega! Basta!
    Eles que se resolvam com a suas inseguranças. Se eles não tem maturidade para conversar ou discutir, apenas vá. Vá voar lindas. Coloquem a música mais triste, chorem, escorram pela parede (igual novela), rasgue e queime o que tiver do embuste. Essa foça é necessaria. Depois, tome um banho, se arrume, aumente o som e solte tudo o que antes lhe fora preso.
    Leve para o jantar do caso 3 – um quadro embrulhado no papel de presente com as anotações do diário e diga: amei essa arte, vi no museu da depressão e trouxe pra você. Gostou? Quer conversar sobre? Ou prefere escrever um livro? Pq quado vc começar a anotar os prós, eu ja estarei bem longe.

    • Paula26/05/19 • 12h22

      Maravilhoso o seu comentário!!

  24. Lari24/05/19 • 00h44

    Chora1: vá atrás do seu sonho, aproveite que vc tem o apoio de sua família !!
    Chora 2: chocada com seu chora, primeiro foca na faculdade de medicina, siga seu sonho.
    Procure saber se tem como vc fazer transferência interna/ prova interna.
    Pelo amor de Deus como assim o cara te manda pra casa da sua mãe de volta ?!?!? Acho q está bem nítido qual é a dele, nao deixe se enganar, às vezes melhor sofrer agora do q mais velha.

  25. Gabriella24/05/19 • 00h44

    Caso 3, Vespa – Olha, felizmente (ou infelizmente, muitas vezes) eu não sou muito do confronto, se eu encontrasse uma lista dessas eu pegava minha bike e ia embora, simplesmente… afinal invadir a privacidade alheia não é bacana, então eu apenas vazaria sem maiores explicações. Mas tenha em mente o que a Cony falou, voce não é essa lista, e todo mundo faz algo parecido com parceiros em potencial, só não costuma escrever. Além disso, a questão cultural deve contribuir muito pra ele achar isso de voce, nos países não-latinos as pessoas são muito mais frias, pragmáticas. Os conceitos de “classuda” tbm variam muito de cada cultura, nós brasileiras somos consideradas muito montadas e exageradas pelo pessoal de fora. Mas é isso, não precisa tentar se provar pra esse cara e nem leve essa lista tão a sério, mas tenha em mente que na gringa as diferenças culturais vão afetar bastante seus relacionamentos, não é facil mesmo.

  26. Lissandra24/05/19 • 02h21

    Caso 3: A gente sabe como é difícil se sentir julgada. Se palavras podem magoar muito ao serem ditas, magoam muito mais ao serem escritas. Principalmente se não conhecemos o contexto ou emoção verdadeira por trás. Por isso os emojis foram criados, porque quando não vemos o rosto, as expressões e a linguagem corporal da pessoa, podemos interpretar mal o sentido texto. E uma carinha feliz muda qualquer frase. Outra questão importante é a seguinte: não existe ninguém perfeito. O segredo de um bom relacionamento não é só estar com alguém que tem qualidades que vc adimira, mas também cujos defeitos sejam aceitáveis pra vc. Por exemplo, infidelidade é um defeito pra mim e é um defeito que eu não aceito. Mas aceito outros defeitos numa boa. Isso vai variar de pessoa pra pessoa, afinal, tem gente que apanha e jura que é feliz. O que sugiro que você faça é ter uma conversa franca e assertiva com ele. Se de fato for uma coisa que vocês dois são capazes de fazer. Se houver maturidade pra isso. Dizer a verdade sobre ter encontrado o diário e ter ficado curiosa. Perdir desculpas. E conversar pra entender qual o impacto desses contras que ele vê em você para o sucesso da relação do ponto de vista dele. Porque amiga, essa é a forma como ele te via quando escreveu. Não necessariamente a forma como você é e nem como ele te vê hoje. E tudo bem. E apesar dele estar fazendo uma comparação entre você e ele, o que nos incomoda no outro é o que a gente vê da gente refletido no outro entende? Converse com calma buscando nessa conversa entendê-lo e também, de forma calma e sem vitimizaçâo, dizer como se sente. Não é para você se justificar em cada item, tipo: mas sou ambiciosa sim, eu tô aqui pra uma vida melhor e tals. Porque pra ele, demonstrar ambição pode ser diferente do que seja pra você. O problema é que a gente costuma interpretar o que outro diz de acordo com o nosso mindset. E, na verdade, temos que primeiro entender qual e o mindset do outro. Pode ser que depois de tudo esclarecido, a lista se torne uma bobagem. Ou pode ser que vc veja que vcs dois pensam tão diferente que é melhor cada um seguir em frente, separados. E tudo bem.

  27. Patricia24/05/19 • 07h41

    Chora 1 = idade esta dentro da cabeca. Lute por seus sonhos e voce vai se dar bem. Voce ja se virou na parte mais dificil de lidar com crianca pequena e manter a familia, agora sera mais um desafio e o sabor da conquista ainda vai te rejuvenescer. So envelhece quem para no tempo e nao se desafia. Acredite, batalhe e venca!

    Chora 2 = batalhe pelo seu sonho, se desistir sera por voce mesma, nao precisa tambem se obrigar a ser medica se depois de anos ver q nao que nao quer. O boy… termine, voce eh jovem e vai conhecer ainda muita gente, esse cara nao merece voce e nao ta pronto para se relacionar ou na real nao quer. Livre-se desse peso que ira atrasar sua vida.

    Chora 3 = he is really stupid, it is not a cultural issue, it his personality. Minha opiniao eh q no minimo ele tem serios problemas, a ponto de escrever contras de uma pessoa, ele deve se achar a ultima bolacha do pacote, alem de que ele deve ser ultra boring. Aproveita q voce esta fora e vai conhecer outros caras, permita-se. Mas se voce super gosta dele, conversa francamente, joga a real, pensa consigo se vale a pena. Eu teria preguica.

  28. Mila24/05/19 • 08h08

    Gamora, também sou contadora, e posso dizer que, se você realmente não AMAR a profissão, nunca será feliz! Por que é estressante, muitos prazos, riscos, além de sermos contadores temos que ser matemáticos, psicólogos, advogados rsrsrsrs, enfim, tem que amar messsssmooooo!!Por isso, se você não está feliz, como disse, vá fazer o que gosta, “ah mas eu já tenho 40 anos”, amiga, vai atrás dos seus sonhos, você fazendo ou não o tempo VAI passar de qualquer forma. Boa sorte!!

  29. Izabel24/05/19 • 08h31

    Vamos láá.
    Posso ajudar no primeiro e no ultimo.
    Do primeito. Olha eu sou contadora, tem mais de 7 anos, já odiei e amei minha profissão, e descobri QUE TODO MUNDO é assim, ama e odeia o que faz, de forma cíclica. O problema mora quando você acorda a maior parte dos dias de bode e querendo se enforcar a ir trabalhar.
    Não sou pleníssima na minha área, meu sonho é um dia, em breve se Deus permitir, migrar para consultoria e ter mais autonomia, mas me tornei uma pessoa mais leve e aberta para qualquer nova oportunidade que surgir que me leve ao estilo de vida que quero. Não estamos embalsamadas afinal, podemos mudar. Eu me especializei na área tributária que é muito ingrata kkkk, mas dá uma certa grana e uma adrenalina kkkkk.
    Eu não entendi muito que bem no seu email o que te faz ainda estar presa a contabilidade, era a dinâmica de escritório? Se arrumar, conversar com as clientes? Mas a mão na massa mesmo era que te enfadava? Bom, se for isso, sugiro que migre para a área do seu esposo e queeeem sabe um dia vocês acabam montando algo juntos e você vai “administrar” ai vai juntar duas coisas boas, terá a dinâmica “de escritório” novamente.
    Mas realmente eu confesso, contabilidade tem algum bichinho, não sei qual, que morde a gente, a gente fala mal fala mal, mas não consegue largar kkkkkkkkkkkkkk

    Ultimo chora. Eu seeeei bem o que você está sentindo, não que eu tenha passado por isso.
    Eu venho de família pobre, mas pais muito imbuídos com a criação dos filhos, então tem gente que de fora me acha protegida, mimada blablabla, mas só eu sei as lutas que tive. A gente fica com ego ferido, e querendo mesmo rodar a baiana e se provar. Para mim é uma luta me pacificar e entender que o que as pessoas pensam é problema delas.
    Maaaas quando se fala de relacionamento, realmente são outros quinhentos, o que posso dizer é que por mais que amemos alguém, a gente pensa sim, lááá no intimo algumas coisinhas, normal. Mas não escreve, ou se escreve esconde melhor kkkkk.
    Mas ler essas coisas feriu seu ego, pois, afinal, você se vê como uma mulher dinâmica e que corre atrás, e isso não foi reconhecido.
    Tuudo que ele escreveu pode ter mudado para ele, mas não vai parar de te incomodar.
    POR ISSO MENINAS não futuquem as coisas, o que foi visto não pode ser desvisto.
    EU não confrontaria, se fosse eu, pois meu marido iria se sentir muito invadido, e a confiança iria ficar seriamente abalada, e sei que eu iria acabar encontrando um jeito no dia a dia de ouvir dele como ela passou a me ver, mas essa sou EU.

  30. Érika24/05/19 • 08h51

    Caso 1: não acho que devemos amar nossa profissão! Dito isso, se você tem uma boa situação financeira, tem o privilégio de tentar fazer o que quiser, mas cuidado, liberdade demais também confunde!
    Caso 2: me parece que seu foco no momento é o namoro e não a medicina. Menina, foque nos estudos. Esqueça esse cara, ele não te quer, cruel mas verdadeiro!
    Caso 3: eu não faria o que a Cony disse, pq vc errou feio, você invadiu a intimidade dele. Isso já aconteceu comigo e fiquei muito puta. Não levaria tão a sério essa lista. Presta atenção aos sinais, ele te trata bem? Parece gostar de você? Se você sente que ele se importa com você, esquece essa lista!

  31. Amandha24/05/19 • 10h31

    Olha, NUNCA comento, mas esse último chora da Vespa eu preciso comentar.
    Concordo que é horrível encontrar uma lista dos seus defeitos (estou curiosa em saber os meus agora, mas rezando pra não encontrar) mas se vc fizer uma lista de defeitos dele não vai ter nada?
    Com ctz vai ter. Com ctz vc tem reclamações dele, mas continua gostando dele e querendo estar com ele. Significa que os prós são muito mais importantes.
    Então aceite que ele tbm têm reclamações sobre vc, ninguém agrada 100% a todos.
    Pense tbm pq vc realmente se incomodou com as coisas que ele falou. Vc se identificou em algo? Faça uma análise de vc em relação a isso.
    Eu, por exemplo, vivo dando bola fora em questão de refinamento. Quando era mais nova eu me importava demais em ser essa perfeição. Nem rir alto eu ria, pq achava a minha risada ‘feia’. Hoje eu vejo como sou 1000 vezes mais feliz e LEVE por não me importar em ser perfeita/agradar em tudo. (E com ctz mais simpática).
    Se vale a pena falar com ele sobre isso, vc é que conhece ele e sabe se ele vai superar essa invasão de privacidade.
    Admitir que leu o diário dele pode por fim ao relacionamento. Mas esse relacionamento é tão importante assim para vc? É? Então, sinto muito, vai ter que sofrer calada (sem admitir que leu o diário. A dica da Cony sobre ir falando sutilmente, como se vc estivesse se analisando e pensando nisso sozinha é ótima).
    Vc vai remoer isso por um tempo e provavelmente aprender com isso.
    Pode esquecer ou lembrar dessa lição (ter os seus defeitos estampados na sua cara) pro resto da vida.
    Isso acontece muito no ambiente de trabalho, por exemplo. Então é algo que vc provavelmente encontraria em algum momento da vida.
    Aprenda com isso.

  32. Thais24/05/19 • 10h37

    Chora 1: não entendi bem porque você não faria aquilo que gosta, já que tem uma condição de vida confortável…
    Chora 2: desculpe a sinceridade, mas entendi o comportamento do seu namorado como um término. Eu, no seu lugar, simplesmente nunca mais procuraria ele (ele diz que não sente falta mesmo) e quando ele me procurasse eu me faria de desentendida (tipo: oiiii, fulano! Quanto tempo! Tudo bem?), não iria mais visitar ele e seguiria minha vida.
    Chora 3: Eu morreria de raiva dessa lista, acho que não ia conseguir olhar pra pessoa sem pensar nas palavras que ele escreveu. Não acho que ele tenha culpa, ele pensou, escreveu, mas não queria que você visse… Por isso que a gente não mexe nas coisas dos outros, porque depois acha alguma coisa (e sempre tem alguma coisa!) que te magoa e daí muda tudo… Mas agora que já está lido, só vejo duas opções:
    a) vc ficar quietinha, esquecer a lista e seguir em frente;
    b) se você não conseguir esquecer a lista, seja sincera, diga que fez algo errado, sente muito, mas que ficou chateada com o que leu. Nesse caso, prepare-se pra ele acrescentar esse outro defeito na lista e querer terminar ou
    pra ele explicar porque escreveu essas coisas e vocês ficarem bem! 🙂

  33. Renata24/05/19 • 11h05

    Assim, sem querer ser chata, mas como você, moça do chora 1, tem uma boa situação financeira sem trabalhar há 2 anos? Fiquei curiosa! Quero o segredo! rsrs. Se o lado financeiro não é um problema, faço o curso que ama. Mas é importante pensar no que fará depois, se é uma área que tem muitas vagas. Enfim…

    • Dani24/05/19 • 12h17

      Também fiquei curiosa hahaha não quis ser indelicada pra perguntar, mas é que realmente não é comum a pessoa ficar numa situação financeira MUITO boa em pouco tempo. As áreas de educação física e de contabilidade geralmente não dão um retorno financeiro tão alto e rápido assim. Mas que bom que ela tem essa situação boa e pode se arriscar!

    • Izabel24/05/19 • 12h52

      Ele teve filho e pelo que entendi combinou com o marido de se dedicar a criança, e ele tem condições financeiras boas o bastante para eles viverem bem sem a parte dela em dinheiro.

    • Renata24/05/19 • 14h58

      No caso 3, eu pagaria na mesma moeda! Faria uma lista dos contras dele e deixaria visível de forma que ele encontrasse. Assim, ele vai sentir um pouco do que você sentiu e, provavelmente, te chamar para conversar…

    • Cibi24/05/19 • 15h55

      Achei desnecessário

    • Cibi24/05/19 • 15h55

      Achei desnecessá

      • Renata27/05/19 • 10h32

        Não foi uma ofensa. Só fiquei curiosa…

  34. Gabriella24/05/19 • 11h07

    Para o caso 1: vai atrás do que te faz feliz.
    Para o caso 2: vai atrás do seu sonho, o que te faz feliz. Larga esse homi.
    Para o caso 3: os defeitos que a gente vê no outro diz muito mais sobre a gente do que sobre o outro. Meu marido vive me criticando, dizendo que quer me ajudar, eu relevo (no começo foi muito difícil e perdi a minha autoestima toda), mas agora aprendi a ter auto estima novamente. Ele tem esse defeito de ser extremamente crítico e dizer na minha cara as coisas que pensa, mas ele tem prós que compensam ficar com ele. Pese os prós. 🙂

  35. Raquel24/05/19 • 11h17

    Caso 2: sou médica e passei por uma situação assim. Namorava há anos e enchi o saco por ele ser muito acomodado, zero ambição. Uma pessoa que não tem sonho é pra lascar… estava estudando pra prova de residência que é super concorrida e decidi acabar. Depois, como eu só estudava e dava poucos plantões para focar nos estudos, bateu a carência e ele não quis mais. Parei e pensei: ou vou ficar perdendo tempo chorando ou continuo a estudar pra passar na prova. Fui muito racional e passei. Tem horas que vai bater saudade? Vai! Mas ai você vai ver um filme, uma série ou um vídeo no youtube. E no final do ano estará aprovada. A decisão é sua. Ou fica remoendo e insistindo num relacionamento que não está bom ou foca e passa. Sabemos que pra passar em medicina não é fácil. Decida e boa sorte!

  36. Rach24/05/19 • 11h18

    Chora 01: Se você tem todas as condições e a vontade dentro de você, se joga!!!
    Chora 02: Some um pouco, cancela as próximas idas para SP e observa. No meu ponto de vista ele já demonstrou o suficiente para você sair fora, mas com essas atitudes as coisas ficarão mais claras pra vc…
    Chora 03: Atitudes valem mais que palavras, observe em algumas situações, você saberá o que ele pensa de verdade sobre você hoje em dia.

  37. Renata24/05/19 • 11h24

    Nossa, que situação chata essa do chora 3. Fiquei pensando no que faria e acho que eu pagaria na mesma moeda. Faria uma lista de contras dele e deixaria visível para que ele achasse. Talvez assim, ele sentisse o que você sentiu! Com certeza, ele iria te procurar para conversar e aí os dois estariam na mesma.

  38. Vespa24/05/19 • 11h41

    Oi pessoal, vespa falando aqui ‍♀️

    To amando ler os feedbacks de vocês, já faz algumas semanas que isso aconteceu e confesso que ainda não me posicionei sobre as coisas que eu li mas dei uma esfriada involuntária com ele. A real questão é que não havia lista de prós, apenas a lista de contras. Ou ele é muito pessimista, ou estava tentando enxergar defeito mesmo. Entendo que todos fazemos isso ainda que mentalmente, enxergar defeitos etc pode ser até uma auto sabotagem pra não se entregar a algo que ainda está incerto etc.. mas não ter lista de prós piorou tudo eu acho. Eu e ele temos 35 anos, e realmente ele é mais pragmático que eu. Pode ser um tanto de diferença cultural com certeza.
    Ainda estou bem magoadinha, pq ele me trata SUPER BEM, super esforçado pra me agradar, nunca deu e nem dá sinais que pensa essas coisas a meu respeito. Sigo confusa pq não digeri ainda mas tbm por muita vergonha de ter invadido a privacidade dele não consegui ainda abordar o assunto. Li esses dias que todo mundo que te conhece, conhece apenas uma versão de ti. A opinião das pessoas não te define e só tu realmente sabe do teu valor. Tenho tentado pensar assim e não acreditar nas coisas que li, pq realmente me machucaram. Queria um estomazil emocional sinceramente. Obrigada pela ajuda, sigo atenta aqui ❤️

    • Anelise27/05/19 • 13h36

      Oi Vespa!

      Olha, eu acredito que tudo o que acontece tem um motivo maior por tras e vc ter achado essa lista, sendo que nao tem o costume de invadir a privacidade do outro, na minha opiniao, nao foi coincidencia. Eu imagino o golpe na autoestima que essa lista deve ter te dado. Mas as pessoas sao projetivas, se ele ve esses defeitos em vc, no fundo ele ve esses defeitos nele mesmo. Essa lista diz mais sobre ele do que sobre vc, e por isso, se vc realmente quer ficar com ele, eu ficaria com o olho bem aberto pro tipo de pessoa que ele e, e como vc vai ter seguranca nesse relacionamento depois dessa lista eu nao sei. Eu no seu lugar nao faria nenhum barraco ou deixaria ele saber que vc chegou a ver essa lista. Eu simplesmente terminaria, dizendo que vc prefere falar as coisas que vc sente sobre ele de frente e que vc veio notando umas atitudes meio shallow nele e por isso quer terminar. Pega a sua bike e vai embora.

    • Carla03/06/19 • 16h33

      Se ele continua com vc e se esforça para dar certo, me surgiu uma dúvida. Essa lista era realmente sobre você? Porque poderia ser sobre outra pessoa na qual ele estava ponderando ao decidir ficar com vc. Sei la né. De qualquer modo, tentaria esclarecer isso com ele. As vezes você entendeu errado.

  39. Raissa24/05/19 • 11h41

    Chora 02: Passei por isso recentemente e em um relacionamento de 06 anos! Tem uma frase que martelava na minha cabeça até eu acabar, “A gente precisa saber se retirar da mesa quando o amor não está mais sendo servido”. Espero que você consiga!

  40. Dani24/05/19 • 12h02

    Chora 1 – o que mais tem no mundo é gente querendo se dedicar ao que gosta, sem poder fazer isso por condições financeiras. Se vc pode, aproveita! Invista no que vc gosta sem precisar se preocupar com dinheiro ou idade. Mas saiba também que a falta de retorno financeiro pode vir a pesar no futuro. É muito desgastante estudar, trabalhar, dedicar-se e continuar ganhando uma merreca de salário…
    2- sobre o namoro: ele já terminou com vc né? Mandar de volta pra morar em outra cidade foi mais fácil do que dizer que não quer mais, que não sente sua falta… desculpa falar assim, mas tá bem claro! E só uma coisa: não tem trabalho doméstico que justifique falta de tempo pra estudar ou se dedicar ao trabalho, nem criança tem aí! Se fosse assim ninguém vivia casado. Sobre a medicina, se é o que vc realmente quer, foque nisso e não fale dos seus planos com ninguém que não mereça (muito) ouvir. Mas pense também se ser médica é algo tão importante pra sua vida! A vida na medicina parece bem glamorosa, mas a realidade é bem diferente, tem muito sofrimento, renúncia e frustrações envolvidos.
    Chora 3 – voltamos pra máxima: “quem procura acha”. Escrever defeitos, ainda mais no começo do namoro, é uma bobagem. Todo mundo faz isso em pensamento, pesando os prós e contras. As coisas mudam muito depois. Mas vc que tem que saber se vai poder perdoar ou não.

  41. Renata Castro24/05/19 • 12h28

    Para o Chora 1.

    Tem uma frase que diz: “Nunca desista de um sonho por causa do tempo que você vai levar para realizá-lo. O tempo vai passar de qualquer forma.” Lute pelo seu sonho!!

  42. Renata24/05/19 • 12h31

    Gamora: Fia, olha a oportunidade que você tem na mão!!! Se dar ao luxo de escolher o que fazer! Pra que ficar numa área que você não ama? Vai executando o que você gosta… Depois avalia se vale a pena fazer faculdade ou não. Hoje em dia, um diploma é só um pedaço de papel. O que conta mesmo é a experiência, o tesão e a paixão por fazer as coisas!
    Mantis: Você tem sua pensão, pode se dar ao luxo (olha aí, de novo, a questão financeira sendo determinante…) de estudar o que você ama! Nem todo mundo sabe o que quer de verdade. Você sabe e tem condições para isso! Foca nos estudos. Te aconselho ler o livro “As 5 linguagens do Amor” para aprender como as pessoas demonstram seus sentimentos e entender se, da forma dele, demonstra que te ama mesmo. Pelo que você contou, não. Mas você pode estar sendo uma chata carente, tem que se avaliar também. Quem vai querer por perto alguém que só reclama? Se você for legal e perceber que tá dando muuuito mais do que recebendo, larga esse namorado e foca em você, nos estudos e nas coisas que te dão prazer.
    Vespa: Será que pode estar havendo uma discrepância entre o que você acha que você é e o que está demonstrando? Ou pode ter sido coisa de início de namoro mesmo, de uma pessoa literalmente racional. (e essas impressões dele podem ter mudado depois de um tempo) Ou ele te enxerga menos do que você é e você tem que botar pra fuder, com bastante classe, assim como a Cony sugeriu!

  43. Marcella24/05/19 • 12h42

    Chora 1- Se dinheiro não é problema…
    Chora 2- Termina esse namoro. Hoje. Agora.
    Chora 3- O cara tem um caderninho? Run away baby

  44. Carolina Garcia24/05/19 • 14h11

    Amei o chora 3 Vespa! Cony super concordo com você, hahahaha sou Capricórnio com ascedente em Escorpião! Essa listinha de up’s e dows rola mesmo no início de namoro e depois nem nos lembramos mais pq nossa visão muda o comportamento e a convivência também mudam tudo. Mas na ClASSE como disse que não era tanto, rola um jantar e de sobremesa umas doces espetadas ( mas homem do jeito que é desligado pode não lembrar desta lista)

  45. C.24/05/19 • 14h20

    Eu já passei por algo parecido da moça do chora 3. Logo que comecei a namorar, meu boy deixou o HD dele comigo pra eu pegar um filme. Quando entrei tinha um milhão de pastas e o nome de uma delas me chamou atenção. Bisbilhotei e era uma “cartão” que ele tinha feito para o aniversário de uma menina que ele gostava antes de namorarmos. Aquilo me matou por dentro 1000 vezes. Eu sabia que ela tinha existido e sabia que eu não deveria ter mexido, mas também sabia que não conseguiria seguir em frente tendo visto e lido o que estava escrito. Não deixei passar nadica de tempo e contei toda a verdade, do jeito que aconteceu: que eu sabia que não deveria ter feito, mas que a pasta estava ali muito à vista, que tinha me chamado atenção e contei tudo que eu senti. A reação dele foi condizente, eu acho. Disse que era uma coisa privada e que não gostaria que eu tivesse visto, mas que esse assunto não era segredo ou proibido, assim como nenhum outro era. Me explicou que ele tinha outros sentimentos na época e que sentia muito que eu tivesse visto. Eu demorei um tanto pra esquecer, mas o dia a dia da relação foi provando que eu podia confiar. Hoje não mexo mais nas coisas, mas se eu notar algo que me incomoda ou que me deixe curiosa, tenho a liberdade de perguntar. No mais, eu tenho mil caderninhos que escrevo as coisas quando estou em crise, espero que nunca caiam em mãos erradas! hehehehe

  46. Beta24/05/19 • 15h21

    Sobre o caso 3.
    Ele escreveu esses “contras” mas vc estão juntos, certo?!
    Ou seja: apesar da lista ele te ama e quer estar junto.
    Eu até iria para o confronto… e perguntaria sobre a lista. Mas de forma mais sutil… pode até ser que ele se sinta ultra violado e use isso a favor dele.
    Aí o caldo engrossa.
    Mas eu “me posicionaria”…

  47. sheila24/05/19 • 15h54

    Pra vespa: Eu já fiz listas assim sobre meu marido e no final fiquei com ele a despeito de muitos “contras”, claro que não deixei ele ver, mas o que quero dizer é que a lista não quer dizer nada,as opiniões e sentimentos da gente mudam o tempo todo. Num dia de raiva ou mágoa vc vai escrever mais “contras”, num dia romantico, só vai ver “prós”. Se ele continuasse pensando tudo isso de vc, porque ainda manteria a relação? Também, se ele achar tudo isso de vc e resolver terminar, ele que se dane, vc sabe que vc não é nada disso e quem melhor pra te conhecer que vc mesma? Desencane da lista e repare nas atitudes dele, isso é o que conta, se ele te trata bem, com respeito e carinho não vejo porque rodar a baiana e terminar. Também vc não tinha nada que mexer nas coisas dele neh, amiga? Vc não ia gostar se fosse contigo. Em resumo, faz de conta que nada aconteceu e foca em como ele te trata e se vc se sente feliz com ele, além disso, se valorize e continue sabendo das suas qualidades.

  48. Gisela24/05/19 • 17h12

    Passada com esse Chora 3 kkkkkkkkkk.. gente, eu ia dar um piti (sou escorpião com lua em escorpião). Eu não conseguiria manter o sangue frio!

  49. Juni24/05/19 • 17h33

    Chora 1: miga, corre atrás do q vc ama!
    Chora 2: miga, corre q é chifre!
    Chora 3: miga, corre pra cima e vê se é pra chutar o balde ou pra ficar juntos e shallow now!

  50. Ana Paula24/05/19 • 18h53

    Chora 3 – não leve tão a sério essa lista… As pessoas fazem lista e não tem como sabermos o que se passa na cabeça delas no momento em que estão escrevendo. Apenas fique mais esperta e atenta para perceber se ele realmente gosta de você.

    Chora 2 – se vc continuar na desse boy é porque seu amor próprio é zero.

    Chora 1 – aproveite sua estabilidade financeira para fazer o que você realmente gosta! Poder arriscar é para poucos e você pode

  51. Mantis24/05/19 • 23h33

    Meninas, muito obrigada pelos conselhos!
    Comecei a fazer terapia e to focando nos meus estudos para passar em Medicina, que é meu sonho!
    Acabou que ele terminou comigo por telefone tem uma semana e ainda largou o apartamento lá pra ir morar com um amigo, deixando todas as contas pra mim…
    enfim, meu aniversário foi ontem e pra mim o conselho de vocês foi um presente, muito obrigada!

    • Thais27/05/19 • 14h17

      Poxa, vida! Que triste… Mas encara isso como livramento! Foi um baita presente vc se livrar desse embuste! Foca na tua vida, teus estudos, que daqui um tempo vai ficar mais claro como foi bom pra sua vida se livrar dele! Força e um abraço!

    • Marina28/05/19 • 23h02

      Oxe, foi tarde esse embuste! Agora fiquei em você, no SEU SONHO, e bora arrasar mulher 😀

  52. Marina24/05/19 • 23h37

    Chora 2:
    Menina, sério! Dê logo um fim nesse seu namoro! Eu jurava que você ia falar que o cara sugeriu que contratassem uma diarista aí ele sugeriu que você fosse embora. Fiquei de cara. A solução dele é tirar você de lá. Resumindo: para ele você é um problema. Olha, você é nova, não perca tempo com ele. Chute esse babaca e foque em medicina que é o que você ama e quer. Você merece isso e o seu namorado não está nem aí para você. Fique esperta, viu? Você já está sozinha nesse namoro e não percebeu

    • Sara25/05/19 • 20h35

      Que livramento! Esse cara é péssimo mesmo, ainda bem que acabou e nem dá para sentir saudades depois de ter tido a coragem de te deixar com as dúvidas. Parabéns atrasado pelo seu aniversário, que marcou uma mudança na sua vida. Parabéns adiantado pelo dia em que você passar para a faculdade de medicina.

  53. Carolina25/05/19 • 08h14

    Chora 3: Eu andava muito confusa sobre um relacionamento, e resolvi fazer anotações sobre o que eu gostava, não gostava, o que me fazia feliz, infeliz, etc, para me ajudar a raciocinar. Escrever me fez refletir sobre muitas coisas, pesar os prós e os contras, ver onde eu poderia melhorar, o que deveria reivindicar, etc. Coloquei em prática, o relacionamento melhorou. Um tempo depois reli essas anotações e algumas achei meio severas demais, outras até absurdas. Enfim, queria dizer que fiz o mesmo que o seu namorado, e isso foi muito importante para poder tomar algumas decisões em busca de uma melhora no relacionamento. A diferença é que eu escondi muito bem escondido. Tenho certeza que meu então namorado ficaria ofendido de ler certas coisas que escrevi em momento de raiva sobre ele. Seria difícil explicar que o que estava ali era um sentimento passageiro e não o que eu pensava sobre ele (ou teria decidido não ficar com ele, não é mesmo?), e que justamente o diário me ajudou a entender isso.

  54. CONRADO P H V LEAL25/05/19 • 23h28

    Caso 3: Eu sei que é sempre mais fácil a gente ver algo assim e pensar em coisas ruins e querer rodar a baiana…mas vc já pensou que ele pode ter feito essa lista como uma forma de “defesa” ? Ele escreveu quando vc estava no Brasil e ele não sabia se vc mudaria de ideia quanto a morar fora, certo? De repente, ele fez a lista pra lembrar dos seus pontos ruins (na visão dele) caso vc o abandonasse….assim seria mais fácil esquecê-la. Pra mim, esta tática de pensar nos defeitos sempre funcionou pra desencanar dos trastes ao longo da vida. Enfim, eu deixaria a história pra lá. Se ele está com vc é pq seus prós bem além de qq contra que possa ter imaginado. bjs

  55. Raquel25/05/19 • 23h30

    Caso 3: Eu sei que é sempre mais fácil a gente ver algo assim e pensar em coisas ruins e querer rodar a baiana…mas vc já pensou que ele pode ter feito essa lista como uma forma de “defesa” ? Ele escreveu quando vc estava no Brasil e ele não sabia se vc mudaria de ideia quanto a morar fora, certo? De repente, ele fez a lista pra lembrar dos seus pontos ruins (na visão dele) caso vc o abandonasse….assim seria mais fácil esquecê-la. Pra mim, esta tática de pensar nos defeitos sempre funcionou pra desencanar dos trastes ao longo da vida. Enfim, eu deixaria a história pra lá. Se ele está com vc é pq seus prós bem além de qq contra que possa ter imaginado. bjs

  56. Raquel25/05/19 • 23h39

    Caso 3: Eu sei que é sempre mais fácil a gente ver algo assim e pensar em coisas ruins e querer rodar a baiana…mas vc já pensou que ele pode ter feito essa lista como uma forma de “defesa” ? Ele escreveu quando vc estava no Brasil e ele não sabia se vc mudaria de ideia quanto a morar fora, certo? De repente, ele fez a lista pra lembrar dos seus pontos ruins (na visão dele) caso vc o abandonasse….assim seria mais fácil esquecê-la. Pra mim, esta tática de pensar nos defeitos sempre funcionou pra desencanar dos trastes ao longo da vida. Enfim, eu deixaria a história pra lá. Se ele está com vc é pq seus prós bem além de qq contra que possa ter imaginado.

  57. Ra26/05/19 • 20h36

    Chora 2: você é a única pra quem posso falar com certeza… sonhei como a medicina como você e lutei diariamente por ela por 3 anos… abri mão de namorado, passeio com a família e muitas outras coisas pra conquistar meu sonho. O namorado achava que era exagero estudar tanto e não acompanhá-lo… e eu optei por mim. Hoje, já pra me formar, digo com todas as letras: foi a melhor coisa ter decidido por mim. Amo fazer o que faço e saber que lutei muito, mas consegui chegar ao meu objetivo. Se a medicina é mesmo seu sonho, lute por ela. Lute por você! Esquece esse homem… outros virão depois e você irá se arrepender de não ter lutado por algo que será seu e ninguém tirará… sua profissão, o dia a dia fazendo a vida das pessoas melhor… Força! Mesmo que se sinta egoísta, é hora de você pensar em você, é só em você! Boa sorte

  58. Carol26/05/19 • 23h50

    Caso 2: acho pra lá de esquisito o seu namorado não sentir saudades, e ainda pedir pra vc voltar pra casa da sua mãe, já que ele não trabalha bem com vc lá. Oi?! Eu namoro à distância, meu namorado mora em SC e eu no RS, nos vemos todos os meses, por pelo menos uma semana toda, e mesmo assim, em alguns dias ele liga dizendo que a saudades está forte, que está triste, que queria a minha presença, meu carinho. Tem dias mtu ocupados que ambos provavelmente sentimos menos, mas finais de semana, por exemplo, eu sinto muita falta dele, e sei que ele tb (sei pq ele expressa, manda mensagem, exterioriza). Ele é menos sentimental do que eu, mas é humano, sente falta, e é normal que sinta. Somente quem não gosta é que não sente. Todo casal tem lá seus problemas morando juntos, mas ele achou melhor morar SEM vc. Desculpa, mas vc não achou isso bizarro?

    Caso 3: difícil dizer “faça um barraco” pq ñ serei eu a aturar as consequências; da mesma forma, difícil dizer “engula isso”, pq, de novo, ñ sou eu a conviver com isso. Mas, ainda assim, só confronte, estilo tirar satisfação cheia de razão, se estiver preparada para terminar, pq ele pode entender que a invasão de privacidade tenha sido demais (a depender da cultura dele, achará um ultraje). Eu sou escorpião com ascendente em áries, ou seja, meu sangue ferve e eu provavelmente falaria. Mas sinceramente, usando a lista dele, o mais classudo e inteligente seria sondar se ele ainda acha isso de vc, de forma velada. Não perguntando item por item, mas sim o que mais te incomodou. Sei que é difícil, mas: o que os outros pensam de nós não nos define.

  59. Daniela27/05/19 • 15h31

    Vespa: Não quero ser rude, e aqui estamos entre mulheres que querem o bem da outra, mas achei tão gay essa lista que ele fez. Achei bem estranho…

  60. Psicóloga de boteco27/05/19 • 16h32

    Gamora – com certeza educação física. Não tem nem o que discutir.

    Mantis – querida! 1. Não insista numa faculdade cara como Odontologia se você não gostou. Pare agora, enquanto tem tempo, e invista na medicina. Você não está perdendo tempo, está USANDO seu tempo da maneira que melhor lhe convém. 2. Aqueles que te “julgam”: manda tnc. Sério. Sem maiores delongas. A vida é sua, não deles. 3. Concordo com a Cony super: esse namorado não tá com nada. Não é o amor da sua vida. Termina esse namoro e foca nos estudos. Melhor coisa DO MUNDO é fazer o cursinho bem feito com a mamãe da gente botando cafezinho na mesa e roupinha dobrada no guarda-roupa (guardarroupa?). Cursinho morando com a mammy não é degradante, é chance e oportunidade. Sua mãe vai fazer tudo pra te ajudar e tenho certeza de que era isso que seu pai gostaria que você fizesse (sou mãe também). Você é muito jovem e tem tudo para realizar seu sonho na medicina. E vai conhecer muitos gatos ao longo da sua carreira. E por gentileza faça dermato pra atender a gente.

    Vespa – sabe que uma vez eu mexi no caderninho sujo do meu namorado e tomei naquele lugar. Mas era o caderninho sujo em que ele despejava os piores pensamentos, feito por recomendação da psicóloga, psicanalista, sei lá. Todo mundo pensa mal do parceiro uma hora ou outra, desabafa com alguém ou em algum caderno… só é mancada deixar por aí pro outro ler. Já tive tanta vontade de sentar o pé no meu marido!!!! Não tenho vontade de me separar, mas de vez em quando fantasio um pé na bunda pra desestressar. Olha, eu no seu lugar não me aborreceria tanto não e principalmente deixaria a coisa esfriar antes de tomar uma atitude.
    Tem mais uma coisa: todas as pessoas obviamente têm defeitos e todos os relacionamentos são imperfeitos. A sacada para um relacionamento durar não é ter mais qualidades que defeitos. O principal é conseguir conviver decentemente com os defeitos do seu namorado e do relacionamento.

  61. MIKA28/05/19 • 11h54

    Mesmo comentário para os três choras.
    Procurem conhecer vocês mesmas e por favor, saiam da quarta camada!!!
    Muita preocupação com o que os outros acham de vcs, atrasam suas vidas!
    Sejam livres para ser únicas!

  62. Tata29/05/19 • 17h52

    01 – Se a tua condição financeira te permite mudar de área, mude. Você ainda tem muita vida para viver.

    02 – Tente medicina novamente. Se a condição financeira permitir, tente até passar. Eu fiz um curso que era minha segunda opção porque não quis tentar mais um ano de vestibular e queria muito viver a vida acadêmica. Hoje sou super insatisfeita e infeliz com essa escolha. Eu ficaria na casa da minha mãe, é mais fácil para estudar sem ter uma rotina de dona de casa. E sobre o namorado, eu consideraria terminar.

    03 – Termina com esse traste gringo, miga. Que coisa mais estranha fazer LISTA de defeitos. Nem quando eu era adolescente eu fazia algo do tipo. Aposto que uma lista com as tuas qualidades ele não fez, né?