LifestyleComportamento
Bem Estar, Cotidiano
06 nov 2018, 66 comentários

Cirurgia de Endometriose – Como Foi

Oieeeee, sumi né? Tive dois motivos: semana passada foi Minas Trend e a semana foi muito intensa! Todos os dias saindo cedo e chegando tarde em casa, sem tempo para escrever… Depois tive um final de semana para descansar e me preparar para a cirurgia de endometriose, que fiz ontem! Sim, estou recém operada e com algumas dores, mas ansiosa para contar como tem sido até agora e ouvir mulheres que já passaram por isso e querem me dar alguma dica.

Fiz um post sobre a doença AQUI e li cada comentário. Endometriose para mim até pouquíssimo tempo era algo totalmente desconhecido e alheio ao meu cotidiano. Nunca senti dor, cólica, NADA, mas meu fluxo menstrual é muuuuito intenso, mas tanto, TANTO, que fui checar e pimba, endometriose e endometriomas (cistos de endométrio) em ambos ovários. Fiz vários exames e todos acusavam a mesma coisa, mas graças a Deus, no meu caso, não havia grandes focos e nem aderências. A única era na trompa esquerda, afetada pelo ovário que tinha um endometrioma de quase 5 cm.

Só para lembrar, os sintomas mais comuns da endometriose são:

• Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação
• Dor pré-menstrual
• Dor durante as relações sexuais
• Dor difusa ou crônica na região pélvica
• Fadiga crônica e exaustão
• Sangramento menstrual intenso ou irregular
• Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação
• Dificuldade para engravidar e infertilidade

Só depois de saber que tinha a doença, assimilei alguns sintomas como fadiga crônica (sempre estou cansada), o sangramento menstrual intenso e alterações intestinais durante a menstruação. Várias vezes me dá diarréia quando menstruo mas nem passava pela minha cabeça que era por causa da endometriose. Achava que era “coincidência”. Ah, e algumas vezes, dor ao fazer xixi.

Bom, fiz videolaparoscopia, 3 buraquinhos na barriga e um monte de gás carbônico para “separar” os órgãos e dar maior mobilidade ao cirurgião. O antes da cirurgia foi bem simples: comida leve um dia antes e jejum de 8 horas, inclusive de água. Internei ontem as 6:30 da manhã ainda com dúvidas se iria rolar a cirurgia ou não pois gripei durante o Minas Trend e ainda tinha um resto de tosse. Vieram 3 anestesistas conversar comigo, mas viram que dava para continuar com os planos. Tomei anestesia geral, e estava um pouco receosa de como iria acordar, mas já tomei geral antes e nunca tinha dado problema.

A cirurgia foi rápida, as 11 da manhã já estava na recuperação. Acordei com MUITO frio, mas isso é o efeito da anestesia passando. A barriga estava super inchada pelo gás e uma dor intensa no ombro. Depois soube que essa dor no ombro é comum, pois o gás sobe! Como o meu lado mais “mexido” foi o lado esquerdo, sinto dores na hora de levantar e sentar. Tudo tem que ser beeeeeem devagar.  E como ainda continuo com um restinho de tosse, na hora de tossir é um sofrimento. Dói, e dói muito.

Mas o resultado da cirurgia foi um sucesso: trompa solta e ovários sem endometriomas. Tinha poucos focos e tiraram tudo, acho que cauteriza né? Posso estar falando bobagem, mas acho que foi isso que o médico disse. Hoje me deram alta, um dia depois e tem sido “tranquilo”. Apenas o desconforto dos gases, a barriga super inchada e a dor no local da incisão do lado esquerdo.

Semana que vem tô liberada para dirigir, sair e etc. Por enquanto não posso levantar peso, tenho que tomar Luftal para eliminar os gases e ficar mais quieta. E dieta normal, posso comer de tudo. Parece que o intestino fica preso e nem quero ir, tô com medo de fazer força e doer rs.

Tenho acompanhado um grupo no Facebook que se chama Endometriose Sem Censura e tem MUITA informação bacana lá. Como é uma doença sem cura, tem que se cuidar para não deixar ela atrapalhar a vida. Tem que comer certo (nem sabia dessa parte, que tem alimentos inflamatórios e pioram o quadro), tem que fazer exercício e em alguns casos, operar. E tem gente que opera várias vezes. Enfim, tô aprendendo ainda.

  • Alguém mais aí já operou de endometriose? Conta como foi! 
Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
66 comentários em “Cirurgia de Endometriose – Como Foi”
  1. Fran vrm06/11/18 • 18h13

    Oi Cony!
    Fiz uma videolaparoscopia há 3 meses.
    Só descobri a endometriose após investigação para infertilidade (1 ano e 8 meses tentando engravidar). Tirei dois pequenos focos de endometriose na fossa ovárica e um no ligamento uterossacro.
    Não sei se eram esses pequenos focos que me impediam de engravidar, mas até o momento foi a única alteração que encontramos. Ainda não engravidei. Muito provavelmente farei uma FIV.
    Mas voltando a videolaparoscopia, minha recuperação até que foi tranquila, senti dores que me incomodaram bastante na primeira semana e logo depois tive uma menstruação monstruosa. Mas em 15 dias estava tudo jóia!

    Boa recuperação!
    Uma abraço.

    • Constanza06/11/18 • 19h35

      Obrigada! Espero q tudo dê certo pra vc tb

  2. Dani06/11/18 • 18h53

    Cony, que bom que deu tudo certo! Espero que traga alívio para seus sintomas. Mas não deixe de ir ao banheiro, senão você resseca, e até lavagem precisa fazer! Não sei se é pelo efeito da anestesia, mas isso acontece muito! Faça seu intestino funcionar, ok! Boa recuperação!

    • Constanza06/11/18 • 19h34

      Vou tentar ir. To c medo rs

      • Marcia Aguiar06/11/18 • 22h40

        A prisão de ventre é efeito da anestesia. Eu tive que fazer um enema no hospital, pois fechou total. E eu também morria de medo de sentir dor, mas eu fiz histerectomia total e meu corte foi como o de uma cesariana.

        • Constanza06/11/18 • 23h09

          Tendi… mas fui ao banheiro… doeu um bocado…

          • Marcia Aguiar06/11/18 • 23h36

            Que bom! Aos poucos volta tudo ao normal. Bom saber que você está bem.

          • Constanza07/11/18 • 00h15

            ❤️❤️❤️

  3. Lena Jéssica06/11/18 • 20h14

    Ooi Cony! Que bom que está se sentindo bem. Há 6 anos fiz essa mesma cirurgia que você fez, eu tinha apenas 19 anos foi um susto, mas hj estou bem, graças a Deus. Minha mãe também tem endometriose, só que a dela é mais profunda e complicada, é uma doença que só Deus mesmo para ter misericórdia da gente, mas com fé nele vamos conseguir ficar cada dia melhor. Se cuida! Admiro muito você e sou sua leitora há anos… Beijinhos! Melhoras!

    • Constanza06/11/18 • 21h19

      Obrigada! ❤️❤️❤️

  4. Ana Luisa06/11/18 • 20h37

    Oi Conita!
    Eu fiz cirurgia quando tinha uns 19 anos, por sorte tinha aderências somente no colo do útero, então foi bem rápido o procedimento e não tive muita dor depois, foi feita a cauterização só com anestesia local. Os sintomas eu tive quase todos, fico com pena d mim quando lembro o quanto eu sofria desde novinha (menstruei com 11 anos e desde então sempre foi super dolorido, fluxo intenso, diarreia e até vomitos). Com 22 anos fui aconselhada a usar o mirena pois cortar a menstruação seria uma grande prevenção da endometriosis surgir novamente. Claro que com hormónios outros problemas surgiram, mas aí já é outra história.
    Torcendo pra você se recuperar logo e ir ao banheiro logo (caca presa não faz bem nesse momento, hehehehehe)
    Beijinhos de Milão: )

    • Constanza06/11/18 • 21h19

      Fui! Hahahahah to mais leve rs

  5. Belisa Müller06/11/18 • 20h49

    Oi Cony! Sou proctologista e atendo muitas mulheres com endometriose que também tem queixas intestinais! Muito legal abordar o assunto! Parabéns!

  6. Tati06/11/18 • 22h39

    Oi Cony, que bom que você fez esse post e tem abordado esse assunto.
    Descobri minha endometriose no início do ano, tenho um endometrioma na bexiga, desde então estou tomando Dienogeste para cortar a menstruação. Semana que vem farei uma ressonância para ver como está tudo e se eu realmente terei que operar.
    No meu caso terei que ficar uns 4 dias no hospital e usar sonda por 15 dias, pois vai mexer na bexiga. Estou com medo, mas pronta para encarar o que vier!
    Boa recuperação!
    Come bastante frutas para o intestino funcionar bem, assim os gases também vão embora! Rs
    Bjo

    • Constanza06/11/18 • 23h09

      Boa sorte pra vc <3

  7. Carla06/11/18 • 23h16

    Constanza querida, desejo a você uma ótima recuperação!

    • Constanza06/11/18 • 23h29

      Obrigada Carla!!!

  8. Kaka07/11/18 • 01h50

    Tente fazer pequenas caminhadas dentro de casa para ajudar a liberar o gás. Tente levantar pelo menos uma vez a cada hora e caminhe um pouco, para mim fez muita diferença. Boa recuperação!

    • Constanza07/11/18 • 12h49

      Obrigada Kaka.

  9. Vivien07/11/18 • 06h42

    Oi Cony
    Fiz há mais de 07 anos…tinha fluxo intenso,cólica e às vezes menstruação fora de época.
    A cirurgia foi tranquila e os pós operatório também… E engravidei logo na sequência, que já era o plano mesmo .
    Boa recuperação para ti!

  10. Mirian Ninaut07/11/18 • 07h45

    Oi, Cony!
    Eu descobri que tinha endometriose na cesária do meu primeiro filho. Meu útero estava cheio de aderências e a cirurgia foi complicada por conta disso. Quando o obstetra confirmou a endometriose, todo o meu histórico fez sentido. Apresentava desde a adolescência todos os sintomas de endometriose. O único que não tive foi a dificuldade para engravidar. 1,5 ano depois da cesária, tive minha caçula de parto normal (no meu caso, por conta da complicação da cirurgia, era a melhor opção) e em seguida coloquei o Mirena. Foi a melhor coisa que fiz!

    Boa sorte na sua recuperação! Beijos.

    • Constanza07/11/18 • 12h48

      Obrigada Mirian. Essa doença é muito maluca, aparece de maneiras diferentes para cada pessoa ne?

  11. Ana Célia Januário07/11/18 • 08h05

    Descobri a endometriose após 09 anos tentando engravidar. Quando me separei e decidi que faria uma produção independente a endometriose apareceu. Tenho FÉ que não era para ser com o ex marido, já que fizemos muitos exames e nunca havia sido diagnosticada.
    Fiz a videolaparoscopia em Maio e ontem tive alta… Estou liberada para poder realizar meu sonho de ser mãe. Tentar de forma natural ou fazer a fertilização.
    Meu médico me disse que tive muita sorte, pois apesar de estar com a endometriose muito avançada ela estava centralizada em uma região do endométrio, não migrando para outros órgãos.
    Essa é minha história…. que desejo é tenho fé que se encerra com uma vida normal, onde irei ter meu filho (a).

    • Constanza07/11/18 • 12h47

      Boa sorte Ana, vai dar tudo certo.

  12. Drielly Moraes07/11/18 • 09h04

    Lindona, que vc tenha uma excelente recuperação ♥.
    (E vê se vai cagar sim, menina!)

    • Constanza07/11/18 • 12h47

      hahahahaha fui, deu certo kkkkk

  13. Lilianne07/11/18 • 09h06

    Cony, em agosto de 2016 decidi parar de tomar anticoncepcional pois queria uma vida sem hormônios. Mesmo parando o remédio, passei 1 ano e 1 mês sem menstruar. Fiz vários exames e descobri a endometriose. Já tinha tomado o ovário esquerdo, o reto e parte do útero. Minha cirurgia foi realizada pelo ginecologista e proctologista ao mesmo tempo. O pré operatório foi terrível, pois precisava beber um líquido para limpar o intestino completamente. Me internei de manhã, me operei à noite. 6 horas de cirurgia, mas conseguiram limpar tudo. Quando acordei na sala de recuperação eu tive uma crise de pânico, mas foi breve e fui tratada com muita grosseria por uma enfermeira. Passei 3 dias no hospital. Não senti grandes dores desde o primeiro dia. Recebi 30 dias de repouso. O furo do meu dreno inflamou, mas percebi a tempo e ficou excelente. Quanto mais você respeitar o processo de cura do seu corpo, melhor. Vai no banheiro, come mais fibras, comidas mais saudáveis. Quando for tossir ou espirrar, abraça uma almofada que ajuda bastante. Desejo uma ótima recuperação pra você!! Abração!

    • Constanza07/11/18 • 12h46

      Boa dica essa de abraçar uma almofada. Porque dói demais!

  14. Juliana07/11/18 • 09h15

    Oi Cony! Ontem não vi vc no Instagram e logo pensei : será que a Cony fez a cirurgia?
    Que bom ter notícias suas hoje. Estou torcendo pra vc se recuperar rápido. Bjs

    • Constanza07/11/18 • 12h45

      Obrigada Ju!

  15. Marcela Dohara07/11/18 • 09h28

    Que você se recupere super bem, Cony!
    Beijo imenso!

    • Constanza07/11/18 • 12h45

      Obrigada Marcela!

  16. Erica Campos07/11/18 • 09h54

    Olá! Espero que esteja melhor! Passei por um perrengue também. Tive duas hemorragias internas em dois meses, os cortes foram tipo cesaria e nenhum médico descobria o que era. Quase morri. Na terceira cirurgia por videolaparoscopia descobriram foco no apêndice e abdômen. Foram 10 meses de luta. Ainda tenho dores difusas na pelve e recentemente foi achado novos pequenos focos. O que posso falar, como experiência, é que precisamos cuidar da mente e do corpo de forma sistemática. Outra dica pós operatória é caminhar um pouco, no corredor de casa mesmo, não tomar nenhuma bebida gasosa e evitar alimentos que provoquem gases. Aos poucos o intestino voltará ao normal. Meu tratamento foi emendar o anticoncepcional e funcionou por 10 anos. Parei o remédio para tentar engravidar e descobri esses focos novos. Lembre-se que essa fase vai passar. Melhoras! Grande beijo

    • Constanza07/11/18 • 12h43

      Obrigada Erica!

  17. Jaiane07/11/18 • 09h58

    Bom dia,descobri a endo por uma dor muito forte numa madrugada,dormi bem e acordei gritando literalmente de dor,nunca tinha sentido nenhum sintoma dela antes,menstruação normal,nenhuma cólica,enfim…..qdo cheguei no hospital que fiz a ultra acusou um cisto no ovário direito,fiquei em observação por alguns meses e em outubro de 2017 fiz a cirurgia para a retirada do mesmo,teve que ser por corte convencional pq o cisto já estava grande,fiquei de molho alguns dias igual repouso de uma cesária,estou no alurax para inibir a mesntruação,mas graças a deus estou bem,mas confesso que sinto muito cansaço as vezes,ah faço musculação pq se parar fico entrevada da coluna srsrsrssr,mas boa recuperação pra vc.

  18. Francisca Gonçalves07/11/18 • 10h31

    Boa recuperação e muita saúde pra vc sua linda!!!

  19. Izabela Grambela Ribeiro07/11/18 • 10h51

    Oi Cony!

    como contei no outro post já operei 2x.. a primeira foi apenas para diagnostico e biopsia, a segunda para retirar os focos e um pedacinho do intestino que estava com aderência. Essa segunda foi mais delicada e um pouco mais desconfortável, mas o é o que você disse.. o maior desconforto é o provocado pelo inchaço e excesso de gases.. eu fazia caminhadinhas de 5 10 minutos BEM devagar só pra ajudar a aliviar os gases também.. e para tossir, espirrar ou rir eu segurava a barriga com mão.. repuxava menos assim!

    Tenha os cuidados que o médico indicar também com a cicatrização dos buraquinhos, os meus nao ficaram marcas nenhuma, mas demoram alguns meses para “apagar”!
    Espero que você tenha uma boa recuperação! E se precisar conversar, estou a disposição!

    abs

    • Constanza07/11/18 • 12h42

      Exatamente! Para tossir tenho q segurar a barriga… ain azuis…

  20. Silvia Duque07/11/18 • 10h54

    Olá, passando para desejar uma ótima recuperação.
    Já deu certo!!!! Bj

    • Constanza07/11/18 • 12h42

      Obrigada Silvia!

  21. Raquel Justus07/11/18 • 12h10

    oi Cony! Também fui diagnosticada quando não conseguia engravidar. O médico queria tirar um pedaço do meu intestino pois era lá que estava o problema. Não aceitei realizar a cirurgia e fui procurar tratamentos alternativos já que é uma doença inflamatória e sem cura definitiva ( e sim com controle). Fiz uma dieta anti-inflamatória, cortei o álcool, açúcar, farinhas refinadas e somente utilizei óleo de coco, Banha de porco ou óleo de oliva para fazer minhas refeições. Exercícios diários foram introduzidos. Após estas mudanças, engravidei em 3 meses ( após 4 anos tentando).
    Minha menstruação após ter minha filha e mudar meu estilo de vida virou outra! Clara, sem coágulos e dores. Nem parecia que estava naqueles dias. Conclusão: vida nova, sem dor e com saúde. Mantive os novos hábitos e é só alegria 😉 Bjos uma maravilhosa recuperação pra ti!

    • Constanza07/11/18 • 12h40

      Ah queria ter força de vontade para fazer esse tipo de dieta! Minha menstruacao vem com coágulos gigantes, mal posso andar! Alguém te acompanhou durante essa dieta (nutricionista) ou fez por conta própria mesmo?

      • Raquel Justus08/11/18 • 09h07

        Realmente não foi fácil! Ainda mais como sommelier e eu tinha meu vinhoeviagem, amava viajar e comer. Porém tive que fazer uma escolha e segui. Inicialmente foi bem difícil e fiz sozinha, alterando a alimentação aos poucos. Depois o corpo já acostumou e ficou mais tranquilo. É claro que tomava meu vinho no final de semana (eu tomava praticamente todo dia um pouco). Com o tempo fui pegando gosto no estilo de vida, sempre com altos e baixos, porém com uma certa disciplina. Sigo muito as orientações do Dr Victor Sorrentino, super pertinentes. Depois achei uma médica na mesma linha aqui em Curitiba e fiz um super acompanhamento. Como disse…esta doença tem controle porém precisa de acompanhamento. De tão “tinindo” que estou , dei uma escapada com meu marido e engravidei novamente, rs. Agora o cuidado é redobrado 🙂
        bjos!!

    • Izabela Grambela Ribeiro07/11/18 • 13h31

      oi Cony e Raquel! Eu também fiz essas mudanças alimentares, mas por cota própria pq tinha lido muitas coisas a respeito dos efeitos desses alimentos no corpo.. além da endometriose, eles desencadeiam outras dores cronicas também, como enxaqueca por exemplo. De imediato senti um desinchaço muito grande, e com algumas semana o cansaço cronico também melhorou muito! Ainda tomo hormônios para controlar a doença, mas a melhora generalizada que senti fazendo essas alterações me faz sentir tão bem, quem cortar esses alimentos nem é sacrifico mais.. é escolha mesmo, sabe? Fora que as poucas vezes que escorrego e como me sinto tao mal fisicamente, que nem vale a pena! Boa sorte pra nós!

      • Raquel Justus08/11/18 • 09h11

        Bem isso Izabela! Hoje não é sacrifício, me faz super bem. Quando saio um pouco fora, meu corpo já sente e responde mal. Nós já sabemos que cai mal de cara né?
        bjos

  22. Érika07/11/18 • 12h35

    Caramba, esse negócio de diarréia na menstruação acontece comigo e sempre achei muito bizarro. Pensei que fosse algo a ver com hormônios, até cheguei a procurar algo na internet mas não achei nada. Será que tenho endometriose? Não sinto nada, não tenho fluxo intenso, não sinto dor.

  23. Tatiana07/11/18 • 12h48

    Oi Cony!! Ontem te vi saindo do elevador do hospital… possivelmente estava recebendo alta…mas jamais em tempo algum teria coragem de “mexer” com vc logo no Pos operatório imediato!
    Tenho 33 anos, e assim como vc nunca senti dor. Meu fluxo menstrual te baixo até, embora sempre ficasse com o abdômen inchado e distendido mesmo seguindo uma alimentação balanceada e com um ritmo de academia bem bom!! Mas só descobri a endometriose 1 ano após tentar incessantemente engravidar sem sucesso… e como não sentia dores os médicos não desconfiaram antes que eu poderia ter endometriose,embora seja mais comum do que se imagina!
    Fiz a minha cirurgia em julho deste ano, eu tinha muitas aderências: bexiga,intestino,ligamento do saco uterino com muitos focos,meus ovário esquerdo aderido ao útero… mas mesmo assim era considerado grau moderado! Meu médico se espantou pelo fato de eu não sentir dor com tantos focos de endometriose!
    A recuperação foi parecida com a sua,dor nos ombros, que no 4o dia Pos operatorio cessaram… barriga muito inchada por causa do gás injetado no abdômen,mas que com 3/4 dias já me sentia melhor.
    Quando me levantava pra fazer “xixi” sempre dava algumas voltinhas de leve dentro de casa pra ajudar na circulação e pra que os gases fossem se soltando…
    Pra levantar e sentar até o 5 dia era mais difícil mesmo,doloroso,mas depois foi melhorando!
    É muito importante fazer o repouso mesmo, beber muito líquido e se alimentar bem pra melhorar o funcionamento intestinal! Mas por volta do 5 dia Pos operatório nos sentimos bem melhor!minha dor não era tão intensa,apenas o buscopam sanava meu problema de dor!
    Meu médico garantiu que me recuperaria bem e que minhas chances de gravidez de forma natural eram grandes… e foram…. 1 mês de “resguardo” sem relação sexual e academia… e no mês seguinte estava grávida!!! Estou com qse 13 semanas!!! E muito feliz! Realmente a endometriose é uma “praga” na vida da mulher moderna!
    Seguia também esse grupo no Facebook que vc falou “endometriose sem censura” aprendi muito lá… antes de descobrir que estava grávida já estava mudando completamente meus hábitos alimentares… cortar glúten e lactose realmente fazem muita diferença… fora outras orientações que a minha nutricionista que é especialista em doenças inflamatórias me passou!
    De fato endometriose não tem cura… infelizmente… ela pode voltar… mas tentar ter uma vida mais equilibrada ajuda bem!!!
    Boa recuperação pra vc!! Já deu certo!!! As dores jaja passam… e vc vai ver como sua vida vai melhorar!!
    Grande beijo!!
    Adoro seu insta e seu blog!! Vc arrasa!!!!!
    Tatiana

    • Constanza07/11/18 • 13h00

      Tati, primeiramente MUITO obrigada pelo bom senso ao me ver saindo do elevador rsrs. Tava bem perrengue, e tive uma experiência não muito bacana enquanto estava internada. Da proxima vez, faço questão que você se apresente viu?? E poderia me passar o nome da sua nutricionista especialista em doenças inflamatórias? Acho que terei que começar a cuidar da alimentação de uma vez por todas. Muito obrigada novamente pelo carinho e pelas dicas!

      • Tatiana07/11/18 • 13h39

        Nossa… não precisa nem agradecer!!! Bom senso é TUDO nessa vida… embora esteja faltando em boa parte dos seres humanos!!
        Eu como profissional da saúde,JAMAIS poderia ter uma conduta dessa mesmo não sendo funcionária do hospital!!!
        Ela se chama Ana Paula Fidélis,tem Instagram e o consultório dela fica perto do Lifecenter!
        Espero que consiga… mudar redicalmente a alimentação no início é difícil,mas aos poucos a gente vai conseguindo!!!
        Teremos outras oportunidades de nos “esbarrar” em BH,afinal… BH é um ovo!!!
        Bjooo!!!!

    • Izabela Grambela Ribeiro07/11/18 • 13h34

      Oi Tati!

      que bom saber que sua recuperação foi ótima e que conseguiu engravidar! Muita saúde para você e seu bebe!

      Se importaria de passar o contato da sua nutricionista?

      Obrigada!

      • Tatiana07/11/18 • 13h58

        Oi Izabela… obrigada… me recuperei mesmo e tive a minha surpresa muita mais rápido do que eu imaginei!!!
        Ela se chama Ana Paula Fidélis… ela tem Instagram!!
        Bjo

  24. Amanda Colli07/11/18 • 13h19

    Oi Cony! Eu operei 2x da endometriose.. No meu caso tive aderências e o intestino estava com focos tb., os médicos diziam que eu não poderia engravidar, fiquei fazendo tratamento clínico depois das cirurgias, pois as cólicas terríveis sempre voltavam. Ia para o hospital todos os meses. Até que sei um tempo nas medicações e acabei engravidando sem nem imaginar! Hahaha mas é sofrido viver com isso. Fui diagnosticada com 18 anos, hoje tenho 35 e na época se falava e sabia menos ainda.. Então foram anos sefrendo em silêncio! Mas ambas as cirurgias foram bem tranquilas e a recuperação tb..
    Boa sorte pra vc!!! Beijos

  25. Cecilia07/11/18 • 17h46

    Oi, Cony! Desejo uma boa recuperação pra você. Queria saber como você obteve o diagnóstico. Eu tenho alguns dos sintomas, mas como não temho cólicas, todos os médicos que fui até hoje não deram importância e disseram que se eu tivesse, apareceria na USG transvaginal.

    • Constanza07/11/18 • 20h22

      Oie! Falei no primeiro post que fiz sobre a doença. Tá linkado no início

  26. Cynthia Oliveira07/11/18 • 18h07

    Oi Cony,espero que hj vc esteja melhor das dores.
    Já operei 3 vezes.Tenho um grau muito avançado de endometriose,inclusive no intestino.Faço exercício físico religiosamente,mesmo morta de preguiça.Melhorei a alimentação e uso o Mirena,que foi excelente no meu caso.Antes já tinha usado todos os tratamentos disponíveis.Mas oq fez a diferença foi o tratamento com um homeopata de BH.Falam que a doença aparece muito em mulheres mais preocupadas,rsrs sou canceriana também.Os medicamentos dele deu uma equilibrada boa,ótima.Ele atende plano,quem tiver interesse é Dr Francisco Celso Rocha Miranda.Hj não sinto dor alguma.Já fui varias vezes antes parar no pronto atendimento.A doença é difícil mas tem controle.Sucesso pra todas!

  27. Lauriany07/11/18 • 20h54

    Olá, Cony! Que pena que você tem essa doença. Aliás, doença nenhuma é legal ter, mas acho que essa é uma das piores, não somente pela questão física, mas psicológica. Tenho 35 anos e fui diagnosticada aos 20 anos. Não tratei devido a desinformação. Não queria ter filhos e, a única coisa que os médicos diziam era que causaria infertilidade. Por mim, Tudo bem. Contudo, com o tenpo, as consequências vieram. Hoje, já passei por 6 cirurgias, usei DIU Mirena, quimioterápicos e parei no Santo Allurene. Achei, finalmente, um médico que me tratasse com dignidade. Muitas mulheres acabam indo no Que tem, já que é única alternativa. Pessoas que se dizem profissionais, mas que não têm o menor tato ou traquejo pra cuidar de alguém. Temos sorte em poder procurar um profissional decente. A comunidade que vc citou é muito bacana.
    Bem, eu espero que vc evolua em seu tratamento, assim como evoluí com o meu. Uma luta diária e a cabecinha a mil rsrsrrs. Abraços

  28. Jessica07/11/18 • 21h48

    Cony, te desejo uma boa recuperação!
    Descanse bastante, nada de estripulias, tome bastante líquido, evite alimentos muito condimentados e com lactose que fermentam demais e aumentam as dores.
    Pergunte a alguém mais simples ou mais antigo sobre “ alimentos carregados” ( são aqueles alimentos com caráter pró-inflamatórios tipo crustáceos) e não coma nada que confirmarem, prejudica demais a cicatrização e as dores.
    Já já você vai estar funcionando a mil por hora!

  29. Renata08/11/18 • 14h30

    Fiquei muito arrasada quando descobri que tinha endometriose, estava com 34 anos. Assim como você nunca senti NADA,mas tinha um fluxo menstrual muito intenso. Descobri num exame de rotina pq estava pensando em tentar engravidar no ano seguinte.
    Depois da descoberta meu maior medo era de ficar estéril, mas graças a Deus consegui engravidar sem fazer a cirurgia (a cirurgia diminuiria em 40% a minha reserva de óvulos e antes era recomendado fazer o procedimento de congelamento de óvulos).
    Hoje meu filho tem um ano,e eu ainda não sei o que vou fazer. Estou tomando pílula sem interrupção, mas não gosto muito desa opção.
    Aqui no Rio a referência em endometriose é a equipe do Dr. Claudio Crispi (Dr. Mauco Aurélio é excelente!).

    beijo e sorte a todas, no final DÁ TUDO CERTO!!!!

  30. Marta Maria Silva09/11/18 • 16h45

    Cony, descobri minha endometriose no parto da minha filha, até minha medica se assustou, pois nunca tinha relatado nenhum sintoma para ela, na verdade eu nao tinha nada mesmo…. E no final ela disse que minha filha é um milagre pq mulheres com endometriose nao constuma engravidar,

  31. Adriana09/11/18 • 17h39

    Cony, fiz também a videolaparoscopia por causa de endometriose e com exatos 4 dias voltei para o meu trabalho, embore tivesse um atestado médico de 20 dias. Não senti nenhuma dor nem incômodo. As cicatrizes ficaram imperceptíveis. Deu tudo certo. Boa recuperação!

  32. Flavinha11/11/18 • 23h43

    Eu operei em fevereiro deste ano. Tinha sangramentos absurdos (de encher 3 ou 4 copinhos no primeiro dia), coágulos de tamanhos bizarros e todo mês que descia a menstruação era como se eu estivesse com infecção urinária (e era só a sensação pq não tinha infecção urinária). Conversei com o médico que pediu exames e foi feita a cirurgia. Tinha focos por tudo menos nos ovários e trompas, aderências e o pior era um foco de adenomiose entre a bexiga e o útero. E esse foi o mais complexo pra tirar e teve que abrir a bexiga. Por isso tive que usar sonda por 15 dias. Foi horrível, nos primeiros dias a sonda entupiu e numa delas foi bem sério, cai no hospital e tive que ser internada novamente. Depois que resolveu a historia da sonda e ela não entupiu mais foi tudo bem tranquilo. ATÉ o dia que foi tirada a sonda. Nesse dia comecei sentir uma dor insuportável por todo o abdômen. O médico me examinou e disse que era uma dor “reflexa” (não lembro a palavra que ele usou) mas ele deu uns analgésicos fortes e passou. Ai sim foi tudo bem. Só tive que esperar um bom tempo pra voltar andar de moto pq doía quando andava.
    Ah… e na cirurgia foi colocado o Mirena e eu continuei tomando o Pietra que eu já tava tomando uns meses antes da cirurgia. Pois bem, 2 meses atrás ele disse que não precisava mais tomar o Pietra, e foi ai que eu voltei a sentir o incomodo de como se estivesse com infecção urinária, bem mais fraco, mas sentia. Ai falei com o médico e ele falou pra eu voltar com o Pietra… vamos ver como fica agora.

    • Constanza12/11/18 • 11h12

      Nossa, que complicado! Boa sorte ai!

  33. Monica Dias Teodósio15/11/18 • 20h25

    Muito bom, ouvir que a cirurgia foi tranquila e que deu tudo certo. Estou com a minha marcada para Março pois como tenho aderências precisei tomar remédio por um período o que pode facilitar ainda mais o processo operatório.
    Quando puder conte-nos mais.
    Beijo