ComportamentoModa
Cotidiano, Personal Stylist
16 jul 2018, 11 comentários

O Dia Que Fiz Análise de Coloração Pessoal

Há uns 12 anos fiz um curso de Consultoria de Imagem no SENAC, daqui de Belo Horizonte. Foi um curso legal, aprendi muito, apesar de discordar de algumas coisas na época. Achava muito cheio de regras, de exceções e eu não lido muito bem com o “NÃO PODE“. Acho que a gente tem que tentar, se ficar bom, se se sentir bem, ok, dá para usar sim. Me lembro claramente quando fiz a minha análise cromática e deu que eu não poderia usar cinza nem acessórios prateados. Evitei a cor por ANOS até que um dia resolvi dar uma chance e vi que não ficava tão ruim assim. Comecei a usar brincos prateados, cinza mescla e estava tudo bem. Até o preto estava fora da minha paleta… imagina eu, sem vestir preto! Enfim, naquela época eram 4 “estações” (primavera, verão, outono e inverno) e hoje existem 12 variantes (Metodo Sazonal Expandido) que considera profundidade, saturação e temperatura das cores.

Um belo dia, uma leitora super ativa nas minhas redes sociais e que é fã da minha marca de camisetas (a Rice And Beans, já conhece?), me mandou uma mensagem e contou que era Consultora de Imagem e que gostaria de fazer minha análise cromática. Bom, eu já sabia um pouco do assunto, mas como parei de me atualizar há um bom tempo, quis ver como funcionava o tal novo método que tinha muito mais possibilidades e informações. Fui na Adriana Gancz (no final do post colocarei o contato dela) e saí surpresa-mas-nem-tanto de lá. Acaba que a gente meio que sabe inconscientemente qual cor fica bem né? Deixa mostrar para vocês o resultado da minha Análise de Coloração Pessoal e também como é o material entregue.

Isso é incrível! Tem cores que te deixam com aparência cansada, realça rugas, manchas, olheiras… Por outro lado, existem cores que te deixam com ar saudável e jovem!

Sou Primavera Intensa/Brilhante! Transmito criatividade, intensidade, sou urbana e sensual ui ui ui 

Olha que engraçado, nunca me gostei com cores clarinhas, tipo Candy Colors!

Gostei disso! Vou usar mais as cores da acessibilidade para tirar minha imagem de mulher brava hahahaha

TÁ EXPLICADO MEU AMOR PELAS LISTRAS!!!

Tá vendo? Por isso nunca consegui manter luzes ou o cabelo mais claro por muito tempo. Quando deixo ele preto (que é a cor natural) aí sim me sinto bem! E é o que todo mundo fala: eu de cabelo preto fico PO DE RO SA. 

Essa é uma das formas de “corrigir” a paleta, disso eu lembro rs. Quando você usa uma cor que não te favorece, pode corrigir com acessórios nas suas cores perto do rosto.

Viu? Sabia que prata não ficava tão ruim assim em mim, apesar de ainda preferir o dourado. Acho que me favorece mais!

Vendo isso, concluo que inconscientemente mantenho distância das pessoas, passo uma imagem mais formal porem credibilidade hahaha. Vivo de preto, quase nada de estampas e sempre com alto contraste. É, preciso colorir mais minha vida para ser mais simpatiquinha rs.

Gente, ela me deu uma paleta de cores mas esqueci de fotografar para mostrar aqui. É bem parecida com essa da foto! Além disso, ganhei um lenço com estampa nas minhas cores e que em cada ponta tem uma combinação diferente, vou mostrar no Instagram (segue lá @futilish).

  • Dri, ARRASOU! Amei muito fazer esse trabalho com você! Gente, é super rápido, coisa de 2 horas e o processo é MUITO legal. Recomendo demais todo mundo a fazer, é auto descobrimento! Procurem um bom profissional e carreguem sempre a paletinha na bolsa. Comprar fica mais certeiro e interessante, além da mudança na imagem e o total controle na impressão que a gente quer passar. É INCRÍVEL! Para quem é de BH, o instagram da Adriana Gancz é @adrianagancz e o site é www.adrianagancz.com.br. Beijos da Primavera Brilhante!