Lifestyle
Decoração, Mi Casa Su Casa
08 abr 2018, 36 comentários

Mi casa, Su casa- Pisos Internos Frios

Fufuléts,

Estamos beirando 3 anos por aqui e hoje eu me dei conta que prometi (lá no comecinho) explicar melhor sobre os pisos, especialmente hoje, pisos internos frios.

Então pega sua ferramenta de limpeza (vassoura, rodo, mop, feiticeira ou aspirador de pó) e #vemkotio!

Eu PRE CI SA VA colocar uma foto da feiticeira aqui. Metade de vocês nunca deve ter ouvido falar dessa maravilha da vida doméstica. A outra metade, assim como eu, nos anos 80 ajudava a mãe com uma dessas pela casa, ouvindo Fagner no rádio. Essa semana eu achei pra comprar no site do Magazine Luiza.

Agora vamos todos pro chão! Começando por…

Produtos cerâmicos:

Os esse tipo de material é produzido a partir de uma combinação de argilas, prensado e queimado a 1.150ºC e geralmente tem o acabamento mais rústico. As bordas “simples” que são bem arredondadas ou “bold” que são um pouco mais uniformes, exigem uma linha de rejunte de 4 até 10mm de espessura. Cada produto tem na sua caixa a medida ideal desse acabamento, e eu indico seguir a instrução para evitar rachaduras. Cerâmicos são um pouco mais frágeis por possuírem uma absorção de água razoavelmente maior que os porcelanatos, e cada vez mais tem sido lançados produtos cerâmicos para parede e menos para pisos por causa disso.

Porcelanato:

O porcelanato é composto por uma mistura de materiais mais nobres e resistentes, prensado e curado a mais de 2.000ºC. Inicialmente eram indicados apenas para locais de alto tráfego, como aeroportos. Com a grande resistência e facilidade de manutenção (e também aumento de oferta) ele foi tomando a dianteira nas vendas e nos desejos dos brasileiros. Produtos polidos recebem ainda uma película protetora, contudo é importante lembrar que um porcelanato tem absorção igual ou menor a 0,1% e por isso ao ser usado em áreas molhadas (cozinha, lavanderia ou banheiros) o ideal é usar modelos antiderrapantes, nunca polidos ou você pode dar um triplo-twist-estendido diretamente pro chão.  As juntas de dilatação desse produto quando são do modelo retificado podem variar entre 1 e 3mm. O que deixa os ambientes mais elegantes e a manutenção mais fácil, afinal o que encarde e vira um karma é o rejunte.

Agora alguns cuidados para uma boa experiência com o cerâmico e o porcelanato.

  • O contrapiso deve estar nivelado ou com as caídas necessárias prontas antes da instalação. Para áreas molhadas, sugiro a impermeabilização do piso e mais 15cm das paredes. No caso de banheiros a área do box pode ser impermeabilizada completamente para evitar a fadiga. O impermeabilizante parece uma lama de cimento:

  • Compre pelo menos 10% mais de produto do que a área a ser revestida, isso supre perdas que acontecem na hora dos recortes e ainda o estoque de 1 caixa para reparos futuros. Lembrando que lotes diferentes podem ter mudança de tonalidades.
  • Escolher a argamassa correta para o tipo de instalação: AC-I para ambientes residenciais internos e banheiros de pequenas áreas; AC-II mais resistência a variação de temperatura, podendo ser usada em ambientes internos e externos com vãos de até 5 metros, piscinas de água fria e fachadas; ou AC-III de grande aderência pode ser usado em grandes espaços, piscinas aquecidas, saunas e para produtos com tamanho superior a 60×60. No escritório temos usado sempre a branca para evitar mudança nas tonalidades do revestimento.
  • Não economize nos espaçadores e niveladores de peças. Esses plastiquinhos e borrachinhas ajudam a evitar desastres. 
  • Esperar a argamassa “curar” antes de passar o rejunte. A maioria das argamassas leva 48 horas para que a água da massa se dissipe, e é imprescindível que se espera o tempo que o manual do fabricante diz pois se por feito o rejuntamento antes dela secar, ficará uma poça d´áhua debaixo do seu piso que pode manchar a peça ou até acabar fazendo com que ela se solte. Quem nunca pisou no chão e sentiu um “créck” ?

  • Rejunte serve para “vedar” a entrada de água, para nivelar as peças, para facilitar a troca de peças no futuro e para esteticamente ficar tudo mais uniforme. São três tipos de rejunte: Cimentício, mais barato, mais rugoso e rústico, é indicado para os produtos cerâmicos, com junta de 3 a 10mm; Acrílico, com resina acrílica, cimento e areia tem uma viscosidade menor e melhor acabamento, é indicado para juntas de 1 a 3mm; Epóxi é um rejunte bicomponente, com resina epóxi e um catalisador que faz a resina endurecer. É o de melhor acabamento, indicado para juntas de 3mm ou menos. Dica estética: Sempre da mesma cor que o produto escolhido ou mais claro. O rejunte escuro e as polainas ficaram lá nos anos 1990.
  • Nunca utilize revestimentos de parede no piso. Eles não tem resistência nem porosidade para esse fim, já o contrário (colocar o piso na parede) é permitido, mas isso não vai transformar você em uma lagartixa, não indico tentar andar pelas paredes.

Antes que alguém pergunte nos comentários, vamos falar da Junta seca. Esse tipo de instalação, onde as peças ficam completamente encostadas, sem rejunte nenhum só funciona em parede, em ambientes secos e com pouca variação climática. No caso as peças de porcelanato retificado que tenham a possibilidade de serem instaladas como junta seca, (Ceusa tem muitos modelos assim) procuramos usar para um detalhe, como um hall, uma parede de uma escadaria, um detalhe em um corredor, mas sempre com poucas peças porque no Brasil uma hora tá 30ºC e na outra tá 12ºC essa variação pode fazer com que as peças quebrem com a dilatação da parede.

O tal do Porcelanato líquido:

O porcelanato líquido não tem quase nada de líquido, e de porcelanato é que ele não tem nadinha da Silva. Esse produto é formado por resinas (epóxi ou poliuretano) e tem característica monolítica. O que isso quer dizer? que você vai criar um único pisão, bem grandão, do tamanho do seu… coração! Ele não tem rejunte nem ementas. Por isso tem sido usada amplamente em clínicas, hospitais e por tem grande resistência também em indústrias, concessionárias e outros locais que se precisa de um piso resistente.

A resina Epóxi pode sofrer rachaduras com variações climáticas, então é mais indicado para áreas pequenas e internas. A resina de Poliuretano é mais flexível então é indicada para grandes ambiente, tanto internos quanto externos.

As resinas podem ser monocolores, ter efeitos como marmorizado ou, caso a breguice habite dentro de você, é possível fazer a plotagem de uma imagem e usar a resina incolor por cima, causando uma catástrofe contra o bom gosto.

As resinas podem mudar de cor conforme incidência solar, sobretudo as mais claras, assim como podem riscar e trincar com as variações de temperatura.

A grande vantagem é que com uma espessura média de 3mm muitas vezes é possível instalar sobre o piso já existente, sem grandes obras.

Eu fiquei até sem palavras depois desse mar debaixo de um sofá. #depreshum

Em breve falamos dos vinílicos, os queridinhos do momento.

Contem pra mim se vocês tem mais dúvidas, se algo estranho aconteceu com você ou com alguém que estava reformando… Juntos aprendemos muito!

#Bença!

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
36 comentários em “Mi casa, Su casa- Pisos Internos Frios”
  1. Jah09/04/18 • 08h42

    Lelo, ansiosa sempre por seus posts!
    Então, eu era apaixonada pelo porcelanatos polidos, mas depois de muita gente reclamando do quanto é difícil de manter limpo e sem manchas vou colocar cimento queimado mesmo.
    Será que ele vai sair de moda muito rápido? E como faz para deixar ele brilhando e liso?

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h24

      Oi Jah,

      Eu não acho que o cimento queimado vai sair de moda rapidamente. Aliás, eu acho que ele já é um “clássico” e que como é muito neutro, dificilmente vai deixar de agradar os olhos. Para deixar ele brilhante, é cera mesmo. O único inconveniente é que se cair algo e quebrar, o cimento não tem emenda. Fica aparecendo a diferença entre novo e velho. Pensou em usar um porcelanato com aparência de cimento?
      Beijo!

  2. Gabi09/04/18 • 09h14

    Post super útil! Quando você ta resolvendo essas coisas, fica meio vendida na mão do pedreiro, porque não sabe efetivamente sobre o assunto. E mano do céu.. quem gasta dinheiro pra fazer uma merda dessa dentro de casa??????

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h25

      Gabi meu bem… eu vejo cada atrocidade nas casas por aí… que uma coisa eu já compreendi e internalizei: dinheiro não compra bom gosto.
      Obrigado por participar.
      Beijo!

  3. Érika09/04/18 • 09h56

    Poxa, até gostei do piso de “mar”, kkkkk

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h27

      Tá amarrada Érika.
      HAHAHAHA
      Assim, ACHO que a ideia serve para trabalhar, especialmente em ambientes comerciais, fazer uma brincadeira… mas um chão de mar na sala de casa, para mim não teria jeito.

      Beijão!

  4. Bárbara09/04/18 • 11h47

    O fato é cada vez q leio algo teu, meu desejo de mudar a minha casa bate forte!!!! Não sei se te amo, se te odeio por isso kkkkkk
    Resumo… Quero quebrar meu lar inteirinho e fazer tudo novo… Só me falta o $$$$$ mesmo
    Amei a última imagem <3

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h28

      Sabe a musiquinha:
      “você tem que me amar, você tem que me amar…”
      Así mismo és =D
      Junda um dinhierin aí e vamos por a casa abaixo Bárbara.

      Beijaum!

  5. Laura09/04/18 • 11h56

    Olá Lelo!
    Adoro tudo que você escreve, leio cada linha com máxima atenção. Pena que você tem escrito apenas a cada duas semanas, bem no momento em que estou com reforma na minha casa. 🙁
    Gostaria de ver um artigo sobre Home Bar. Aqui no Rio Grande do Sul as casas e apartamento todas têm churrasqueira. Queria ver ideias de como transformar aquele local em um home bar/churrasqueira/espaço gourmet se pesar demais no ambiente.
    Bjs e obrigada!

  6. Juliana09/04/18 • 13h27

    Morrrrta com esse mar! Muito brega hahahah
    Post super interessante, gostei

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h33

      HAHAHAHHA eu sei como vc está se sentindo. mas veja bem Juliana, teve gente que gostou.
      E de tanto ouvir isso até que eu nem odeio mais tanto o mar na sala.
      Beijo grande!

  7. sonia09/04/18 • 13h55

    Ola…poderia informar qual o melhor piso para varanda externa em lugar quente e que entra muita agua de chuva?
    seria possível a resina de polieretano? minha varanda anda pigando agua no vizinho debaixo e preciso trocar o piso.
    A impermebializacao liquida segura a agua ?

    • Tio Lelo25/06/18 • 13h50

      Oi Sonia, Assim, a impermeabilização com certeza seria o suficiente para segurar a água, porém, tem que ver se esse problema de gotejar no andar debaixo é por infiltração – no caso a água vai acumulando na laje até encharcar e formar as gotas” se for isso todo o teto dele estaria com aspecto de molhado…. ou se é algum problema pontual, um cano de escoamento danificado por exemplo – nesse segundo caso a mancha de molhado seria mais localizado.
      Piso para sacada onde ele fica muito molhado é legal trabalhar com algo anti derrapante,, já para conter o calor tem alguns revestimentos que se “dizem” atérmicos, na verdade eles esquentam menos- mas ainda aquecem sim. O ideal seria vc ver algum revestimento de borda de piscina.

      Beijo e obrigado por ler o Futilish =)

  8. Suzana09/04/18 • 16h11

    Lelo, mandei um e-mail há semanas pra voce, me confirma se recebeu, please?

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h00

      Oi Suzana,
      Desculpe a demora viu.
      Encontrei ele sim, já vou preparar.

      Beijo!

  9. Nina Bêrde09/04/18 • 16h49

    Vi esse mar embaixo do sofá e saí gritando “my eyes, my eyes…” no melhor estilo Phoebe Buffay hahahahaah

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h02

      HHHAHAHAHAH com esses seus olhos bêrdes marejados?

      Hahahhahaah beijaum Nina.

  10. Tatiana10/04/18 • 12h00

    Lelo,

    você pode me dizer se o piso em resina é adequado para banheiro, cozinha e área de serviço? E o valor dele em comparaçao ao porcelanato, ceramica, vinilicos?

    obrigada

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h13

      Oi Tatiana,
      aqui no calcanhar do Brasil eu não tenho um fornecedor de piso de resina epóxi. Mas nas minhas viagens até a civilização eu conversei com gente instruída AND o que eu sei é que existem alguns pontos para se analisar:
      O piso abaixo tem que estar em bom estado e não pose ser nada com composição plástica;
      o piso esteja bem nivelado;
      EU indicaria tirar o piso debaixo e fazer impermeabilização.
      Ideal mesmo é pedir a avaliação de pelo menos 2 fornecedores, para eles ponderarem a viabilidade.
      Beijo!

  11. Rosangela10/04/18 • 13h30

    Lelo

    Parabéns por estar conosco neste 03 aninhos que se passou muito rapido.
    Você poderia ter mais tempo para nós, com os seus posts maravida.
    Um beijão

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h16

      Oi Rosângela,
      Essa minha vida de próprio-otário de escritório está me drenando as horas… mas eu não abandonarei vocês!

      Beijo enorme.

  12. Jonilza10/04/18 • 15h10

    Descobri que a breguice habita dentro de mim porque AMEI esse mar na sala! kkkkkk… Tenho porcelanato na casa inteira (acetinado, cinza claro),mas estou querendo colocar laminado no quarto do bebê. Tem problema, ou fica muito estranho/feio só esse cômodo com o piso diferente?

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h18

      Jonilza eu não tenho problema com a mudança de piso não, mas é legal ter uma soleira na porta- provavelmente vc já tem nos banheiros (porque muda o nível) – aí fica tudo bonitão.

      Beijo!

  13. Tatiane11/04/18 • 14h38

    Oi Lelo !
    Como estão os banheiros novos da sua mãe ?!?!

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h21

      Oi Tatianeeeee…
      Já terminei de pagar a 10ª parcelaaaaaaaaaaaaaaaa HAHAHAHAHA
      Mas eles ainda não estão 100% prontos. #pobreza
      Traumatizei viu.
      Beijo!

  14. Jessica14/04/18 • 06h18

    Poxa Lê-lo, super amei esse mar estampado no chão! Realmente somos todos bragas! Kkkkk

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h22

      Jéssicany, então… o importante é ser feliz.
      Como eu disse acima, tanta gente gostou, que eu já até estou achando ele mesmo feio.
      Beijo!

  15. Priscila16/04/18 • 18h56

    Poxa, fiquei triste que rejunte escuro é brega pq é tão prático… Vivo em guerra com os meus (e confesso que já joguei a toalha). Só metendo a marreta msm… kkkkk
    Meus banheiros e cozinha são todos brancos, com aquela cerâmica de construtora (uó). Q

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h25

      Exatamente Pri, tem coisas que só mudando, mas veja bem, você muitas vezes pode usar piso sobre piso.
      Verifique a possibilidade de fazer isso.
      Beijão!

  16. Juliana Lira17/04/18 • 03h19

    Ola Lelo, após a aplicação pela segunda vez de cerâmica no quintal (área externa e descoberta), ele continua trincando e criando vazamentos na minha cozinha. Bom queria saber se o porcelanato líquido bem espesso com uma impermeabilização antes talvez resolvesse. Abraços

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h31

      Oi Juliana,

      O negócio é pedir avaliação de um fornecedor deste material. Eu particularmente não indicaria o uso de resina numa área externa por causa do risco de escorregar. Mas se a cerâmica anda rachando, tem que repensar o tipo de produto e de junta que está sendo feita.

      Beijo!

  17. Paula Soares21/04/18 • 01h21

    Quase acordei a Carol a essa hora da madrugada. Tnho sempre que segurar a gargalhada hahahaha
    E ainda consegue ser de ótimo conteúdo! Beijo!

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h33

      Hey Paulaaaaaaaaaaaa…

      Nada de acordar nossa cliente vip. Pega um taça de vinho e lê meu post na sacada.

      Beijão!

  18. Sueli26/04/18 • 14h54

    Lelo, eu não gosto de piso com brilho. Vc poderia explicar sobre porcelanato fosco e/ou opaco?
    Um cheiro!

    • Tio Lelo25/06/18 • 14h41

      Oi Sueli,

      Eu prefiro os acetinados, MAS vez ou outra meu coraçãozinho bate mais forte por um revestimento brilhento. Eu não gosto muito de brilho no piso, especialmente os escuros, porque eles viram espelhos e ngm quer ver o que tem por debaixo da saia das visitas.
      Diz a lenda que o porcelanato polido é mais resistente, eu ouço reclamações de ambos e acho que o importante é você gostar.

      Beijo!