07
Jan 2018
Mi casa, su casa – Do comecin!
Decoração, Mi Casa Su Casa

E hoje no Mi casa, su casa eu resolvi mudar o nome de “First things first” para: Do comecin! Tudo isso porque… não sei, senti que era assim que era para ser.

Como foi a entrada de 2018 para vocês? Conta pra mim, vai! Comenta aqui em baixo.

Eu já comecei em 5ª marcha, temos 4 ninhos para começar obras semana que vem! Uma louca-delícia. E uma grande responsabilidade também.

Então quando #Sextou pela última vez durante nossas férias, eu e minha sócia fomos pro escritório dar uma “adiantada” nos serviços – que oficialmente iniciam segunda feira – E olha…

Foram 13 horas ininterruptas de muito café e bolacha para por em ordem os cronogramas e orçamentos que temos que apresentar aos clientes, e foi então que pensei: Fufurráqueos estão familiarizados com esse tipo de processo? Vamos contar para o mundo como é que se faz.

Quando o projeto que trabalhamos é local e faremos o acompanhamento de obra, gostamos que antes de iniciar a quebradeira ter em mãos um orçamento geral, bem como um cronograma de etapas com quantos dias cada coisa irá levar para ser concluído.

Teoricamente parece fácil, parece fofo, é bastante otimista e com certeza ajuda a gente a prever correrias e ter uma visão macro de como as obras caminharão e seus investimentos.

Na prática, temos que:

  1. Fazer todas as conferências de medidas no local;
  2. Desenvolver todos os projetos;
  3. Apresentar, alterar, aprovar com o cliente;
  4. Preparar declarações e documentações necessárias para legalizar a obra;
  5. Escolher revestimentos e acabamentos;
  6. Paginar tudo isso em desenhos técnicos executivos;
  7. Contatar todos os profissionais envolvidos;
  8.  Visitar a obra com alguns dos fornecedores (que precisam analisar as condições do local);
  9. Juntar todos esses orçamentos, geralmente 2 de cada coisa;
  10. Montar numa planilha e conferir tudo.

Melhor dia das minhas férias!

Mas o incrível mesmo foi termos a oportunidade de preparar tudo isso para amparar quem nos contratou. Muitas vezes quando alguém procura o profissional, ainda sem projeto, já tem uma equipe de construção derrubando tudo. E não que seja errado, porque nos desejos de alguém não existe certo ou errado, mas é um “atropelo” e é neste comportamento que muitas vezes os custos fogem do controle.

Todo mundo, independente se é muito rico ou gente como a gente, pergunta:

“Quanto você acha que vou gastar?”

E nas três obras que estamos finalizando o processo de orçamento, acertamos nossa estimativa. Can I get an Amen up in here?

Então essa conversa toda é para que vocês não se sintam perdidins na hora de procurar alguém para fazer seu projeto. Seja na Nest – fazemos projeto a distância – ou algum profissional na sua cidade. Das 7 obras que estamos trabalhando no momento, 4 nos deram um valor máximo de gastos. Então tudo hoje em dia é facilmente controlável, porém precisa conter a ansiedade e programar tudo certinho.

Um grande vilão de obra é o bom gosto que habita em nós. O meu por exemplo, errou na coordenada do GPS porque era para ele ter nascido dentro de alguém com muito dinheiro, tipo a Regina Casé, que deve ter ficado com o meu, porque aquelas coisas feias dela eu até posso pagar.

E uma dica extra do titio, que deve ser estendida ao profissional que você escolher contratar é:

“Não é só mais R$ 80,00 ou R$ 120,00” porque de 80 em 80, 120 em 120… lá no final, você subiu 10 mil do valor estimado.

Um revestimento bonitaum de 83 contra um revestimento lindo de 139 são apenas 56 reais? Não! São R$ 56,00 multiplicado pela metragem que você precisa…

Digamos que é um detalhe de banheiro, em apenas 6m2  já alcançamos R$ 336,00 que pagariam uma linda torneira e uma boa duchinha higiênica.

Cuidado com essas pequenas escolhas, os itens que a gente vai se apaixonando e dizendo: “é só 200 a mais, é só 60 a mais…” É aí que as coisas se perdem.

assilelo

Não esqueçam de seguir nossa patroa maravilinda no Instagram @Futilish eu também estou por lá como @Tiolelofoz e o meu escritório é @nestinteriores.

Beijo!

9 Comentários
  1. #1
    Aline
    08.01.2018 - 09:34

    Oi Lelo! Adoro seus posts, nem ligo quando são quilométricos, me divirto muito lendo!
    Gostaria de perguntar sobre os diários de obra que seriam postados, como o da reforma do seu banheiro e o do Joy! Estou louca pelos detalhes dessas sagas!
    Bjos!!

  2. #2
    Camila Mendonça
    08.01.2018 - 10:31

    Ótimo post, estou nessa situação de “sem saber por onde começar”, é muito bom ter esse norte. Fale mais sobre essas dicas para quem esta começando do zero. Obrigada.

  3. #3
    Mari
    08.01.2018 - 11:40

    Nossa, a casa da Regina Casé é super fofa!

  4. #4
    Ale
    08.01.2018 - 12:48

    Queria ter lido esse POST 2 anos atrás. Enfim após vários erros estou finalizando essa semana a reforma pesada. Faltam apenas alguns detalhes e limpeza para partir para a decoração, não que eu tenha dinheiro para isso

  5. #5
    Gabi
    08.01.2018 - 15:49

    Ó lá, as coisas que a gente nem faz ideia hahaha.. eu sempre fui da turma do “só custa 30 reais a mais).. mas é isso mesmo, de 30 em 30… Feliz Ano Novo Lelo!!

  6. #6
    Vivi
    08.01.2018 - 17:15

    Lelo, sempre maravilhoso. Que post legal.

  7. #7
    Rosa Maria
    08.01.2018 - 22:51

    Oi Lelo, assim como a Aline, também amo seus posts. E também aguardo o diário da obra de seu banheiro. Preciso de uma luz para reformar os meus. Bjos.

  8. #8
    Hallini
    09.01.2018 - 20:36

    É por isso Q…. Eu t i love youuuuuuuu….bem mamonas mesmo!

  9. #9
    Paula Soares
    18.01.2018 - 09:52

    Lelo, vc é maravilhoso sempre! Ainda te contratarei! <3
    Feliz 2018 e mt sucesso que vc merece demais!!
    :**

Comente