06
Dec 2017
Chora Que Eu Te Escuto
Chora Que Eu Te Escuto

Faaaala mulher, que te aflige hoje??

Chora 01 – Absolut

“Oi, Cony e meninas! Nunca pensei que estaria escrevendo para o chora, sempre sou “espectadora”… mas a situação tá ficando cada vez mais difícil e pode ser que alguém tenha passado pelo mesmo que eu pra me dar uns conselhos!

É o seguinte: tenho 27 anos e namoro há 06 anos um cara de 30 anos. Nosso namoro é quase perfeito… ele eh muito carinhoso, amo muito ele e sinto que ele me ama também! Porém, a nossa vida sexual está cada vez pior… no começo do namoro era tudo ótimo, mas já a partir de uns 02 anos foi dando uma esfriada no sexo, o que é até normal… Só que de uns tempos pra cá ( acho que estamos já há mais ou menos 1 ano e meio, dois anos assim) a gente praticamente não tem feito nada! Se depender dele, só fazemos a cada 03 semanas… ele pode passar até 1 mês facilmente sem fazer nada! Já conversei com ele INÚMERAS vezes sobre isso… ele sempre diz que não tem problema nenhum, mas que simplesmente não sente tanta falta feito eu. Não acredito que ele me traia, a gente passa muito tempo juntos, nunca desconfiei de nada… fico me perguntando se não eh por causa do meu corpo (engordei 15kg do início do relacionamento pra cá), mas ele diz que não tem nada a ver, inclusive sempre me elogia, diz que tou linda, etc. há um tempo atras de vez em quando eu tomava a iniciativa, já cheguei a comprar algumas coisas em sex shop, levei ele pra um motel, sugiro a gente inovar o lugar, mas nada adianta, às vezes ele faz (sei que pra me agradar), às vezes ele se sai discretamente.. Inclusive ele disse que não gostava muito desses brinquedinhos de sex shop. Já não me sinto mais a vontade de tomar a iniciativa.

Sugeri agora que ele procurasse um médico pra ver se não é alguma coisa hormonal. Mas creio que não seja, pois tem um detalhe: ele se masturba algumas vezes na semana. Se fosse hormonal, ele não faria isso, né?

Enfim, não sei mais o que fazer, pois apesar de amar ele demais acho que o sexo é muito importante num relacionamento!!! Estou muito pra baixo com essa história, sem nenhuma auto estima, e me sinto até um pouco humilhada quando falo sobre isso com ele.  Ultimamente temos brigado bastante e estou com medo do rumo que isso pode tomar – ou da gente acabar o namoro por conta disso (não sei se tenho coragem), ou de terminar em traição por alguma das partes!”

Gente tô chocada com a quantidade de Choras de mulheres reclamando falta de sexo. O que está acontecendo com os homens? Acho que farei um post com as respostas de alguns amigos, para saber a opinião deles! O que acham? Porque a gente pensa tanta coisa né…

Chora 02 – Orloff

“Olá Cony! Maravilhoso esse espaço de terapia em grupo e gostaria de compartilhar minha história e receber conselhos. Estou com ele há 11 anos, 1 ano de noivado, e em julho do ano passado compramos uma casa e começamos a morar juntos. O problema foi que ele me excluiu da vida social dele. Não saíamos mais juntos com os amigos, ele saía toda sexta com os amigos e voltava às 5 ou 6 da manhã e achava normal me deixar em casa sozinha. Até que em junho desse ano ele resolveu voltar para a casa dos pais, pois disse que se ficasse acabaríamos terminando e está lá até o momento. Ele passa na nossa casa todo fim de semana para abastecer a despensa, sei que ele se preocupa comigo e conversamos todo dia pelo WhatsApp. Às vezes vamos para a academia juntos e ele dorme em casa, mas não temos nenhum contato físico. Relação estranha, não acha? Ele não quer conversar sobre a gente, fala que se for preciso ficar mais um mês ou 10 anos na casa dos pais para saber o que fazer, ficará. E eu não sei o que faço. Quero conhecer outros rapazes já que ele não se decide, mas me sinto culpada só de conversar e totalmente bloqueada para me abrir, porque nenhum cara vai querer me ouvir lamentando. Penso em passar uns 3 anos fora do país, mas será que adiantaria? Será que é o melhor a fazer?! Conto com sua ajuda!!”

Relação estranha não, ESTRANHÉSESÉSEÉEEEEZIMA, se é que essa palavra existe. Aqui, você percebeu que ele te largou né? Largar, significa, terminar. Ou seja, a relação está estranha porque não existe mais relação miga!!! E cá entre nós, esse homem saiu de casa, te mantém na casa que seria de vocês dois, te dá comida, te controla de longe (whatsapp o dia todo) e você tá achando que ele tá bonitinho dormindo com o pai e a mãe? Fia, toma rédea dessa bagaça aí! Saiu de casa, perdeu domínio nega!!! Vai pra vida, quem sabe assim ele não assusta e vira homem e se comportar como “marido” de verdade? Se ele não ligar, é porque acabou mesmo.

Chora 03 – Smirnoff

“Cony, sou leitora assídua há muito tempo e criei coragem pra mandar meu chora.

Morro de vergonha de falar sobre isso com alguém, tenho medo de ser julgada como uma pessoa ruim, materialista… Minha história é a seguinte:

Eu venho de uma família classe média alta, bem tradicional, conservadora, todos são bem conhecidos onde moramos. Fiz faculdade, me formei, tenho um emprego formal com muita flexibilidade de horários e advogo durante o tempo livre ( acredite, não é pouco tempo livre). Todos aqui tem pós,meu irmão é médico, bem sucedido e bem casado, esposa concursada… Enfim…

Tenho uma vida bem tranquila, e financeiramente bem estável. Conheci um rapaz há algum tempo, começamos a sair, era apenas um passatempo,mas… Ficou sério e virou namoro.

Ele é o oposto de mim, não se formou, teve que começar a trabalhar cedo, super responsável, foi criado sem pai, a mãe é empregada doméstica, mas sempre fez de tudo por ele. Ele trabalha em 2 empregos, se esforça muito pra ter as coisas, adquiriu tudo que tem com sacrifício, mas deslizou quando era mais novo e tem 2 filhos,com mulheres diferentes.

Tô tentando resumir, mas você tem que entender o contexto da coisa… Nunca vi um chora desses pelo blog, sempre acompanho todos.

Começamos a namorar, eu sempre enrolando, ele sempre querendo algo mais sério. Hoje em dia, eu gosto muito dele, de verdade. Mas não consigo assumi-lo, e isso sempre gerou problemas entre nós. Ao longo do tempo ele aceita cada vez menos, e creio que foi a cada dia percebendo, que mesmo não expressando em palavras, é o abismo social que nos separa.

Veja bem, ele quer ter contato com minha família, meus amigos, sonha em conhecer meus pais, quer que eu fique próxima da família dele, mas eu não consigo. Eu morro de medo do julgamento das pessoas, das brigas que isso vai gerar,no tanto que minha família, e digo isso incluindo não só o núcleo de pais e irmãos, mas em geral, no tanto que minha família vai criticar, menosprezar tanto a mim quanto a ele.

Eu tenho vergonha mesmo de falar isso, mas consigo ver como as pessoas vão nos ver: olha o irmão dela casou com uma mulher tão bem sucedida, e ela com esse rapaz que nem formado é…

Atualmente estamos no limite com isso. Eu fico triste,da um nó na garganta quando ele fala: você já falou pros seus pais de mim? Eles falaram alguma coisa? Eles sabem de mim?

As vezes ele se arruma todo, vem todo empolgado, achando que hoje finalmente é o dia que ele vai entrar aqui em casa, mas ele nunca passou da calçada.

Você Constanza, você assumiria alguém com um padrão financeiro e intelectual bem menor que o seu?

P.S.: Não posso terminar esse chora sem contar a pior parte, espero que não peguem tão pesado comigo. O ser humano é muito falho.

Há uns 3 meses eu o traí,com um primo dele.  Que morava com ele (hoje não mora mais, obviamente )

Foi uma vez só,num momento de fúria e me arrependi amargamente por isso. No momento não estamos nem juntos, nem separados. Ele me perdoou, mas em partes. O assunto sempre acaba surgindo, ele surta e para de falar comigo, pra depois de uns dias voltar de novo. Eu sei que nesses 3 meses ele ficou com outras pessoas, e em todas as nossas conversas ele me deu um ultimato: ou namoramos para todo mundo saber, ou encerramos o assunto de vez. O que eu faço? Nesse período separados eu pensei bastante, me arrependi bastante, e me sinto uma pessoa horrível.”

Olha só, você não ama ele. Se amasse, já tinha enfrentado tudo e todos por ele. Outra coisa, você sabe que isso não vai dar certo, por isso que não quer apresentar ele pra ninguém da sua família. Outra coisa, traiu ele, mais uma prova que não o ama. E MAIS, fiquei curiosa em saber onde você o conheceu, afinal, no seu círculo social, ele não se encaixa. E ainda fica com o primo dele que também não deve ser do seu círculo né? Se você quer alguém a “altura” frequente lugares e pessoas do seu nível!!! E deixe ele ir, está sendo mais horrível em manter ele esperançoso do que escondendo ele da sua família. Ah e se eu assumiria alguém com um padrão financeiro e intelectual bem menor que o meu? Não. BEM menor não. Já fiz isso e ouvi meu pai falando que não ia dar certo e dito e feito, uma hora a diferença pesou e nos separamos.

 

Esse é pra ele ok? Tá pequeno, então vou escrever aqui:

 

Que a gente sempre saiba reconhecer a covardia disfarçada de amor. Quem nos quer não complica, quem nos quer tenta, sem armaduras, desculpas ou armações. Quem nos quer tem orgulho de estar com a gente e nunca, nunca mesmo, nos faz sentir insignificantes. O amor se mostra, a covardia esconde.

 

  • Choras fechados! Mais uns dois e abro para novos casos ok?
62 Comentários
  1. #1
    Larissa
    06.12.2017 - 20:45

    1- Chama ele pra uma conversa real. Ele pode estar em um quadro depressivo como não. Pode estar com baixa energia e não ter o suficiente pra uma relação onde é necessária uma troca. Um terapeuta pode ajudar.
    2- É uma cilada, Bino!
    3- Eu assumiria sim. E digo isso pelos meus pais. Minha mãe ganha bem mais que meu pai, é concursada, fez faculdade. Meu pai é autônomo e só tem o ensino fundamental. Eles estão casados há quase 30 anos. Conheço vários casais assim. Vai depender mais do seu jogo de cintura. No entanto, de acordo com o seu relato, concordo com a Cony. Você não o ama, se amasse já teria enfrentado tudo.

  2. #2
    Regiane
    06.12.2017 - 21:43

    Chora 1: será que ele gosta mesmo da fruta??
    Chora 2: seu relacionamento está morto. Só falta fechar o caixão e enterrar.
    Chora 3: concordo que se fosse pra valer, você já teria assunido o boy e encarado as consequências. (Tembem tenho curiosidade em saber onde se conheceram).

  3. #3
    Julia
    06.12.2017 - 21:52

    Sobre mulheres e falta de sexo… estou casada há quase 1 ano, namorei 07 anos antes de casar. Antes desse namoro que virou casamento, namorei outro cara por 6 anos. Passados os anos iniciais de namoro, que tudo pega fogo, a Falta de sexo começou a me encucar. Eu achei primeiro que o problema era comigo, mas quando se repetiu com o meu atual marido fiquei pensando: será que os homens não vendem uma imagem que não existe? Será que eles são como nós, mulheres, tidascomo um pouco mais contidas nessa área? Eu faço em média sexo uma vez por semana com meu marido. As vezes levo não na cara dura quando o procuro. Já tivemos várias discussões sobre isso é também sei que ele se masturba regularmente. De qq forma, todas as vezes que a gente faz é mto bom. Sempre penso que a qualidade compensa quantidade. Não saio com a sensação de que foi meia boca e de que ele ou eu não curtimos. Mas por mim teria beeeeem mais. Eu acho que com o passar do tempo em regra os homens se acomodam mesmo. Eles vendem que são “fodioes”, mas no fundo não são tão diferentes das mulheres. É eu acho que as mulheres, em regra, com mais intimidade é tempo mais se soltam e mais querem sexo. Pelo menos é assim comigo…

    • #4
      Luciane
      07.12.2017 - 13:33

      Penso assim tbm, que eles tiveram por anos essa imagem atrelada a eles e são meros mortais como nós.
      Muitas vezes trocamos fácil o sexo por um brigadeiro.
      Agora o que está mudando é que estamos sabendo mais sobre isso, e dá a impressão que eles estão diferentes… Talvez eles sempre foram assim, mas tinham a fama de sedentos, apenas isso

  4. #5
    Vanessa
    06.12.2017 - 22:32

    1 – Ele que tinha que ler os conselhos aqui: “querido, procure a terapia!” Acredito que ele tem que entender que tem algo errado. Sexo é vontade e em relacionamentos longos deve ser alimentada e estimulada, é válido falar sobre sexo, assistir, ler sobre para manter a “luz” acesa.
    Ah! E não baixe a guarda para sua auto-estima! Sinta-se linda, mulher!

    2- Caia fora , já!

    3- No seu caso, termine. Você não quer, isso ficou muito claro!
    Tem quem consiga manter relacionamentos com essas diferenças culturais/sociais/econômicas, mas é muito difícil sim, para ambos os envolvidos.

  5. #6
    Fernanda
    06.12.2017 - 23:15

    Cony, como eu amo seu blog! Me sinto muito bem lendo seus posts, me sinto parte desse universo e creio que seja pela sua excelência em fazer do seu blog um lugar agradável, real e nada superficial.Parabéns!

    Caso 1- uma conversa franca pode resolver, muitas questões podem estar envolvidas, desde hormonal até emocional. Sem conversa não há solução e sexo é importante numa relação, deve ser prazeroso . Converse com ele, ofereça ajuda ele está precisando.
    Caso 2-concordo com a colega do comentário anterior. Cilada total, fuja dele e seja feliz, vc merece. Cara folgado. Que preguiça.
    Caso 3- se amasse de verdade enfrentaria! Falo com conhecimento de causa. Quando comecei a namorar o meu marido, ele não era graduado e ganhava bem menos do que eu , mas sempre foi muito esforçado. Hoje é dono do próprio negócio e super bem sucedido, ganha bem mais que eu. A situação pode mudar. Mas se não quer apostar, termine, vc só está iludindo o cara e isso não é justo.

  6. #7
    Jackeline Anido
    06.12.2017 - 23:15

    1- Gente também to chocada com o tanto de homem que ta negando fogo.Amiga o problema não é você nem seu peso,seria legal ele ir ao médico e ver a questão hormonal.

    2- Amore esse boy foi viver a vida dele e te deixou de molho.Isso de dormir com você as vezes,te mandar mensagem no whats, não é porque ele se preocupa,é pra te dominar,te manipular,te deixar debaixo das asinhas dele,pra quando ele quiser,você estar ao dispor dele.Concordo com a Cony,não tem mais relacionamento entre vocês,vc ta casada sozinha.

    3-Você não o ama de verdade sinceramente.A maioria das vezes essa diferença brusca de intelecto e padrão financeiro não dão certo,mas quando se está apaixonado,você tenta mesmo assim,mesmo sabendo que vai dar errado.Você não quer nem tentar,tem vergonha dele e ainda o traiu.Deixa esse homem ser feliz

  7. #8
    Ana Ramos
    06.12.2017 - 23:27

    Cony…vc simplesmente falou EXATAMENTE o que eu iria comentar e que já tenho percebido há um BOM tempo e que geralmente é o principal assunto que tenho com amigos (as), inclusive estrangeiros: o que está acontecendo com esses homens minha gente? Porque eles estão querendo cada dia MENOS sexo e a mulherada cada dia MAIS? Seria um reflexo da onda feminista no mundo? (PS: me julgo feminista, então não me entendam mal). Eu mesma as vezes me sinto a louca do sexo porque geralmente gosto mais do que os homens que ando conhecendo (estou solteira há 4 anos), sendo que perdi a virgindade super tarde e tive um relacionamento bem parecido com a menina do primeiro depoimento. Quando terminei com meu ex após quase 7 anos de namoro, reclamei da falta de sexo e ele chegou a me dizer que para ele não fazia falta, que podia ficar sem…”OI????” Isso que eu só descobri o que era sexo de verdade depois que terminei com ele, com quem tive minha primeira vez…enfim, não sei o que rola, mas algo mto sério está rolando nesse mundo e o homem não é mais o ser sexual de antes…

  8. #9
    Luciane
    06.12.2017 - 23:32

    Caso 3
    Já teve um caso similar aqui que lembro de ter lido. E olha, minha humilde opinião continua a mesma… Pule fora!
    Essa pressão de ter que se apresentar, aproximar os familiares quando vc nem tem certeza do que quer não é algo saudável, vc pode gostar do rapazinho, mas daí a se expor tanto por algo incerto?!!
    Melhor esfriar as coisas..
    Relacionamentos precisam ser leves!
    Nem sempre a pessoa que estaw com a gente vai ser o que idealizamos ou combinar em tudo, desde altura, peso, gostos, time he he… Mas assim, projeto de vida, de futuro, ambientes que frequentam, essas coisas tem que combinar menina!
    Não é só por ele não ter curso superior pq a pessoa pode atuar numa área bacana, ter um negócio legal e ter uma estabilidade excelente, estar melhor que pessoas com pós doutorado, até pq a inteligência não se mede apenas por escolaridade.
    Mas vcs não tem nada em comum, exceto essa sua atração suspeita por homens assim…
    Como a cony disse, tem que analisar o que vc está procurando, algum desafio? Está se queimando com fogo he he
    Daqui a pouco vai pesar essa diferença social… Dois filhos com mulheres diferentes por “deslize”…??!!
    Acho que a “vibe” dele é que ele tem internamente o desafio de conquistar uma mulher bom partido, apenas isso. Mesmo que não seja consciente
    Bem, textão… Mas aqui, experiência própria de quem teve relacionamento com essa diferença social e não terminava por dozinha da pessoa…. É pura bucha!
    E olha que fiz isso mais de uma vez.
    Arrependimentos e não vale a pena
    A boa notícia é que tem cura!
    Fique bem e pule foraaa.
    Procure novos ambientes

  9. #10
    Luciane
    06.12.2017 - 23:37

    Uma coisa que gostaria é ter amigas mais realistas e diretas viu. Nós mulheres temos a mania de ser delicada demais com as outras, muito diplomática, cobsolar, anemizar a situação..
    Acho que depois dos casos parecidos que passei do chora 3 passei a ser mais direta com os “conselhos” pras amigas.
    Não tá bom pule fora, pule fora logo antes que piore… Evite a pessoa, viaje, se mantenha ocupada, arrume compromissos, arrume um curso, dê tempo de redes sociais, vá pra academia, faça algo diferente que não inclua a pessoa, treine pra uma corrida, faça ações sociais, não diga o que está fazendo pra pessoa, enfim… O importante é se afastar

  10. #11
    Iraci
    06.12.2017 - 23:37

    1- Cony, eu faria o post mas tambem procuraria a opiniao de uma psicologa e/ou sexologa (algum profissional que fale sobre algumas teorias) pra por no post. A opiniao dos seus amigos, que talvez possam nem falar a verdade pra nao perder a “fama” na turma, pode acabar fazendo a cabeça de muitas meninas aqui pra uma conclusao errada.

    2 e 3- Amei seus conselhos, Cony!

    • #12
      Marta
      07.12.2017 - 13:03

      Concordo Iraci.
      Só vai atrapalhar ter um monte de amigos comentando o tanto que são predadores, loucos por sexo, etc etc. E de nada adianta a opinião de quem está na pixxta (na pegação), é preciso ouvir de alguém casado, convivendo há anos com a mesma periquita rsrsrs
      Voto em alguma terapeuta sexual.

  11. #13
    Denise
    07.12.2017 - 00:35

    1 – Sinceramente, tô na mesma. Mas não posso reclamar: também eu ando com muita coisa na cabeça e cansada. E, como sabemos, cabeça cansada e tarefas demais deixam a libido a zero. Pode ser esse o caso.
    Eu sei que falta mais investimento na criação de clima & romance, mas… vida que segue. projeto férias e 2018, porque nesse ano…. trabalho firme até dia 29.
    2 – puxa vida. nesse relacionamento, o filho da p*&¨% deixou a você a responsabilidade de apagar a luz de uma relação que já acabou.
    Não se faça de rogada, sério. Pula fora. Muito tempo e sentimento investido em uma relação que acabou inclusive oficialmente (porque voltar para a casa dos pais é o quê, afinal?)
    3 – amiga, te entendo. e sinceramente… será que esse lance de estar com ele é amor? Concordo com tudo o que a Cony disse. Isso não é amor.

  12. #14
    C.
    07.12.2017 - 01:29

    3 – Amiga, isso não vai dar certo e você sabe que não vai dar certo. Para de perder o seu tempo e o do menino.
    Eu passei por uma situação um pouco parecida com a sua. Tenho o mesmo background e namorei um tempo um menino que era super esforçado, da mesma faculdade que eu, mas que vinha de uma família MUITO MUITO MUITO humilde.
    Assumi o menino, passei pelas situações complicadinhas que tinha (ele não tinha carro e morava em uma região HORRIVEL, eu o buscava e levava toda a vez que saiamos, pagava conta, comprava roupa pra ele ir nos eventos comigo e por ai vai) e bola pra frente. A minha família o aceitou (mas ele estava se formando na melhor faculdade do país e ia ser contratado em um emprego muito bom, então era simples, mas “tinha futuro”, diferente da sua situação. Sem faculdade e com 2 filhos não ia poder entrar em casa).
    O problema foi: a família dele não me aceitou! Achava que eu não tinha nada a ver com ele, que ele estava tentando mudar quem ele era por mim (por exemplo, pq ele passou a ir em peças de teatro e museus comigo), achava ruim que meus pais davam presentes pra ele e tentavam levá-lo em lugares que ele não tinha acesso antes e me achavam uma metida pq eu tinha empregada em casa e não fazia os trabalhos domésticos.
    Ou seja, foi péssimo, não tinha o menor futuro e eu terminei com ele.
    Você não é uma pessoa ruim por pensar em como as coisas vão ser e que não combinam. É muito difícil superar essas diferenças.
    Agora você não tem desculpa por estar enrolando o rapaz e o traindo, isso é horrível. Deixa ele ser feliz com quem o aceite do jeito que ele é e segue a sua vida.

    • #15
      Moc
      07.12.2017 - 13:40

      Pois é, uma colega minha, tinha namorado de anos, se formou em psicologia e era de família rica, “sustentou” por ubs anos o namorado até ele terminar a residência/especialização. Ele era uma pessoa esforçada e os dois se amavam.
      E hj como estão? Superbem! Ela trabalha como passatempo, pq ele recebe bem mais
      Então é isso, o fato de ser mais pobre e menos qualificado não quer dizer, mas a pessoa não pode ser estagnada ou só saber falar e não fazer.

      • #16
        Ana Luiza
        08.12.2017 - 09:59

        Moc, mas nesse caso ela “sustentou” pq ele tava fazendo faculdade / residência / especialização (médico né?) provavelmente uma carga de estudos Que Não permite que a pessoa trabalhe… ele estava plantando pra colher depois! É que nem ações, sua amiga comprou em baixa sabendo que ia crescer kkk no caso do chora acho que o cara não tem uma perspectiva tão clara… é bem diferente.

        • #17
          Moc
          08.12.2017 - 16:52

          Sim sim, exatamente… O caso que a moça conta o rapaz parece ser estagnado mesmo. Então é outra situação
          Quis dizer que tem casos e casos, cabe avaliar he he

  13. #18
    Juli
    07.12.2017 - 09:01

    Caso 3: deixe o rapaz ir e set feliz. Você não ama. Ele só vai se machucar, pois as diferenças vão pesar e ele vai ficar triste pois na hora você vai defender ele ou não caso a família não aceite ou o tratem de forma diferente? E se traiu já quebrou o cristal. Deixa essa pessoa ir e ser feliz. E se você nao o assume, Entao o libere e tente encontrar alguém com a mesma faixa cultural e econômica, pois as diferenças aparecem e tem que ser enfrentadas com união ou o amor acaba.

  14. #19
    Le
    07.12.2017 - 09:06

    Caso 3 – Smirnoff, estou passando por uma situação parecida. Sou formada e pós graduada e estou namorando com um pedreiro que nem terminou o 3° ano. É inegável que existe um abismo intelectual. Na minha família estudar sempre foi obrigação então morro de vergonha de contar que ele não terminou nem o 3° ano. Minha mãe nunca fala diretamente sobre a profissão dele mas sempre toca no assunto falando algo negativo. Aqui em casa era a mesma situação: minha mãe pós graduada e meu pai mal sabia ler. Ela sempre humilhou ele por isso e tenho tanto medo de me tornar uma pessoa assim. Desde criança vi isso como um modelo a não seguir mas de vez em quando tenho esse sentimento e me sinto péssima por isso.
    Abismo intelectual parece bobagem mas no dia a dia pesa demais na relação.
    Sei que ele gosta muito de mim e eu gosto muito dele e é nisso que eu estou tentando focar.

  15. #20
    Mariana Oliveira
    07.12.2017 - 09:10

    Para a Absolut: Eu também fico boba de ver como existem tantas relações sem sexo. Eu acredito ser super normal não querer fazer por todo esse tempo, por falta de vontade. Vontade é uma coisa que se dá por estímulos também! O casal tem que cuidar disso, ficar atento, pois se pararem para namorar, estimular bastante, beijar mais, trocar mensagens durante o dia, vão conseguir ficar mais unidos sexualmente.
    Digo isso porque já passei por isso e não é nada legal.
    Ele não tem problema hormonal, mas a verdade é que muitas pessoas tem preguiça de fazer sexo, estão cansadas e ficam esperando uma vontade brotar do nada… E isso não existe!
    Aquela vontade que dá quando sentimos adrenalina, não dá em um relacionamento estável. O casal tem que aprender que amoré paciência e cuidado. E cuidado exige que fiquem atentos e tirem sempre um tempo para vcs dois sozinhos.

    Orloff: Seu companheiro quer viver uma vida de casado com responsabilidade de solteiro. Ele quer curtir, mas quer ter vc garantida quando cansar.
    Dá um ultimato nele, senão essa situação nunca vai mudar.
    Se eu estivesse na sua pele, sairia de casa agora mesmo.

    Smirnoff: Eu tb acho que vc não o ama. Gosta muito, mas não ama.
    Mas eu entendo que vc tenha medo da reação da sua família, afinal todos criam muita expectativa.
    Mas se vc for analisar bem, o que vai ficar no final? É o dinheiro dele, a posição social ou o amor, o respeito e companheirismo?
    Um dia tudo acaba, e o que importa é como vcs dois vivem, e não o que os outros pensam.
    Vc pode, inclusive, estimulá-lo a estudar, se formar, caso seja um desejo dele.
    Eu confio bem mais em pessoas que tem que litar para conseguir o que tem do que pessoas que tem muito mais facilmente.

  16. #21
    Ana
    07.12.2017 - 09:34

    Caso três:

    Também penso que se o amasse já teria assumido.

    Muita diferença social também acho que se enfrenta dificuldades, mas tudo depende da forma como vão enfrentar este problema.

    E miga, você nem começou o relacionamento e já tem preconceito e o traiu!? Larga ele e não dê mais esperanças!

  17. #22
    Ju Freitas
    07.12.2017 - 09:38

    Então, pro chora 1, eu acho que o que pode estar acontecendo é que crescemos ouvindo que homem tem que querer sexo sempre. E quando eles não tem todo esse fogo, achamos que tem algum problema.
    Fora a rotina louca que temos vivido, que tem gerado muito mais estresse e cansaço.

  18. #23
    Fabiana Pessoa
    07.12.2017 - 09:51

    Chora 01 – Absolut
    Ele usa remédio pra calvície? As vezes pode estar tomando algum remédio que interfira na libido. Já que ele curte se masturbar, pq você não tenta começar por aí? Chega chegando na hora que ele tiver se curtindo.
    Acho que ele não diria que você está bonita sem realmente achar, então acredito que seu peso não seja fator decisivo.
    Mas se você tá com baixa auto estima, começa a fazer coisas que vão te ajudar. Sugiro você entrar num grupo de corrida, começar a correr, caminhar, é viciante e faz. Mas saiba que peso e beleza não são fatores essenciais pra ser amada e valorizada. Conheço muitos caras que gostam e acham mulheres mais cheinhas atraentes.

    Chora 02 – Orloff
    Concordo com a Cony. Acho que ele desistiu ou não sabe o que quer, mas a vida não para pras pessoas se decidirem. Se a conversa sobre o término não rolou, e você não tem coragem pra tocar no assunto, começa a sair com as amigas, ver o mundo. E uma hora, quando você enxergar que tem um mundo além daquele que giro ao redor do umbigo do seu noivo, você vai criar coragem para seguir em frente.

    Chora 03 – Smirnoff
    Concordo com a Cony. O amor se mostra, sem medo, sem pensar muito.

  19. #24
    Mari
    07.12.2017 - 10:08

    Tô toda brava com o caso 3
    Vc só se relaciona com pessoas em classe inferior pra se sentir melhor q elas, quero ver vc namorar um garoto de classe superior a sua e Ser a inferior do relacionamento, tomara q ele te trate como vc tratou esse garoto batalhador e super digno. Vc amiga tem baixa autoestima e precisa se sentir melhor q o outro.
    Depois volta aqui no chora pra contar sua história casada com um playboy e o arrependimento de ter sido fútil na juventude e trocado alguém legal por vida com dinheiro. Nada se compara a uma pessoa q vai ficar ao teu lado nai importa o q. Vc da muita importância aos bens materiais, meudeus.

    • #25
      Moc
      07.12.2017 - 13:44

      Gente, quanto ódio no coração desejando mal pra moça..

    • #26
      Luana
      07.12.2017 - 16:05

      Calma, amiga. Nao eh bem assim.
      Essas diferencas pesam sim, jah estive no outro lado (namorar pessoas numa situacao financeira bem superior a minha), e nao era facil pra mim tambem. Nem tinha roupa para ir nos lugares. Morria de vergonha quando vinham me levar/buscar em casa, porque era tao longe. Os relacionamentos acabaram mais cedo ou mais tarde. Essas diferencas pesam, talvez mais do que deveria, mas nao adianta achar que nao.
      O errado eh ela ficar enrolando o rapaz. Mas ela nao esta errada por se sentir assim e muito menos por assumir isso.

  20. #27
    Amanda
    07.12.2017 - 10:19

    Chora 3 – Minha condição financeira e realidade da minha família eram totalmente diferentes da do meu marido. Conheci ele com 16 anos, e apesar disso ele nunca se importou com as diferenças, no meu caso ele tinha uma situação muito melhor do que a minha. Hoje somos casados há 6 anos, ele sempre me apoiou, me formei (com bolsa), continuo estudando e tenho um bom emprego. Tenho certeza que tudo que consegui foi com a ajuda dele. Eu acho que o amor supera essas diferenças, meu marido nunca se importou, mas sinceramente, não vi amor no seu relato.

  21. #28
    07.12.2017 - 10:25

    Olá Absolut,
    Acho complicado analisar uma pessoa, sob a ótica de uma outra pessoa, massss,homem é bicho louco por sexo,independentemente de amor, de corpo bonito,de beleza etc.eles adoram transar. Se o sujeito declara não ter nenhum problema, ou seja,não precisa de médico…então, observe melhor, se ele olha para outros homens. Olha só, posso estar extremamente enganada, mas homem que não tem tesão qd está com uma mulher pelada, é pq gosta de homem.Tem muito homem (mulher) que não assume a preferência sexual, e usa outra pessoa para mascarar a falta de coragem.È isso!

  22. #29
    07.12.2017 - 10:28

    Ah! e não adianta ficar perguntado para ter a confissão dele. Se tivesse de se assumir já teria feito. Apenas observe-o, mais, TALVEZ, descubra algo nele que até então não tinha lhe ocorrido.

  23. #30
    GRAZIELA MARTINS
    07.12.2017 - 10:36

    3- Nível social inferior quer dizer o que? grana ou intelectural? grana eu assumiria total, sem problemas, mas intelectualmente mais limitado, tipo não fez faculdade, nem quer fazer, não lê, não gosta de cinema e tal, aí não daria para mim, meu tesão está na cabeça; acho que amor é admiração! bj

  24. #31
    Grace
    07.12.2017 - 10:41

    1-Absolut meu amorrr, esse homem nunca vai ter coragem de fazer sexo se masturbando… è mais prático e menos cansativo se masturbar. Um amigo meu já dizia, homem que se masturba solteiro ou casado, nunca vai atrás de mulher.

    2-Cai fora miguess…

    3- A conta é simples: 1+1 pode ser dois, como também 1+1 pode ser meio.

    Abraços Lindas!

    • #32
      Luciane
      07.12.2017 - 13:28

      Genteee. Mas todo homem se masturba, ou quase todos.
      Considero meio sem sentido essa afirmação do seu amigo he he

    • #33
      Rafaela
      07.12.2017 - 15:40

      Ola! Não acho que masturbação substitua sexo… praticamente todos os homens, solteiros ou casados, mantendo sexo regular ou não, se masturbam, mas isso não significa que parem de procurar um(a) parceiro para sexo… Meu marido se masturba algumas vezes e me procura com MUITA frequencia para sexo! Nunca mais reclamo, rsrs

      • #34
        Ana Ramos
        07.12.2017 - 23:30

        Pois é…nada a ver mesmo essa afirmação…quase todas as pessoas normais (homem ou mulheres) se masturbam (ou pelo menos deveriam)…masturbação é bom pra saúde minha gente! E não tem nada a ver com a quantidade de sexo que se tem…é só uma das várias maneiras de se sentir prazer oras! Cony, é por isso que seria interessante vc encontrar uma sexóloga pra escrever sobre o assunto aqui no Blog como algumas meninas sugeriram…tenho vários amigos homens (mais que mulheres) e sei bem o tanto de besteira que falam sobre o assunto!

  25. #35
    manuela
    07.12.2017 - 10:49

    01 – Passei por essa mesma situação. Ficamos quase dois anos sem relação, eu procurava e cada hora ele me dava uma desculpa.
    Tentava conversar e ele me dizia que não tinha problemas, pedi para que procurasse um médico, e ele ficou furioso.
    Insisti muito, até pedi para ele tentar diminuir na bebida.
    Até que chegou no limite e terminamos, ao invés dele assumir o seu problema, foi capaz de dizer que viramos irmãos.
    Hoje estou num relacionamento maravilhoso com outra pessoa.
    E descobri que o ex continua na mesma, pois a atual dele veio conversar comigo querendo saber se comigo ele tinha relação.
    Fiquei chocada.

  26. #36
    Luiza
    07.12.2017 - 11:09

    Caso 3 – acho q é possível sim ser feliz, mas para isso tem q enfrentar todo o preconceito, que começa por vc.
    O cara cometeu erros ao ter filhos? Já procurou entender o contexto em q isso aconteceu? No meio social dele isso é comum demais, as vezes por falta de informações que vc no seu “mundo de privilégios” sempre teve.
    Agora, traiu o cara com o primo? Fala sério, esse cara é um idiota. Desculpa amiga, mas parece q vc tem é fetiche em caras pobres, ta satisfazendo seus desejos. Não assumiu até hj, nao irá assumir.
    Respeite mais esse cara, e vá viver sua vida.

    • #37
      Luciane
      07.12.2017 - 13:30

      Gente, imaginei que ele e o primo são bem dotados, tratam ela bem no sexo antes e depois e tals e a mulher ficou atraída, só pode.
      Mas não iluda ele, vai que gruda…

  27. #38
    Amiga
    07.12.2017 - 11:17

    Absolut: passei pela mesma situação com relação ao sexo… Sabia que ele não me traía, mas tinha certeza de que algo estava errado. Fiz de tudo, andava sempre linda e cheirosa, comprava lingeries novas, era uma boa namorada, companheira… Por acaso, depois de um certo tempo de namoro descobri que meu ex sofria de depressão, embora não parecesse nem um pouco. Acontece que muitas vezes temos uma ideia pré concebida dessa doença, e ela pode se manifestar de formas diferentes. O problema era que ele não aceitava a doença (tanto que ele sempre escondeu isso de mim), então não se tratava (mesmo já tendo descoberto há anos). Assim como tu, eu também me sentia humilhada e rejeitada cada vez que via ele se esquivando, e fui parando de correr atrás. Aos poucos, fui me sentindo sem energia, cansada, completamente esgotada mesmo, pois via que só eu me esforçava para tentar contornar a situação. Um dia resolvi procurar uma psicóloga para cuidar de MIM e percebi que eu não tinha que carregar tudo nas costas sozinha. Depois de um tempo e de muito pensar, terminei o namoro e hoje estou muito feliz.
    Pra mim a lição que ficou foi que um relacionamento não pode dar certo se só há esforço de uma das partes. Estou torcendo muito por ti!!!

  28. #39
    Gisele
    07.12.2017 - 11:46

    Cony, adorei da idéia de fazer um post com as respostas dos seus amigos para a falta de sexo. Importante pra nós sabermos a opinião deles também sobre o assunto.
    Ansiosa pra saber!!!

  29. #40
    Bruna Gabrielle
    07.12.2017 - 12:10

    3 – Acho que essa sua dúvida sobre assumir ou não, é relativo exatamente como a Cony ponderou. SE você amasse de fato, esses detalhes você nem lembraria mais, você enxergaria ele ALÉM disso e no caso você limitou ele, ele pode ser capaz de muitos mais feitos, mas a sua covardia, faz ele empacar porquê ele fica preocupado/focado nisso e não vai tentar ganhar o resto do mundo que ele já batalha pra ter. Então além de você não estar ajudando, você está atrapalhando.
    Outra coisa, entendo esse seu ponto de vista social.. mas você já deixou claro pra gente de fora que você gosta de aventura, de sair desse seu mundo.. mas no fim vai casar com o rico, estudado. Então agora acredito que você precisa assumir isso pra você mesma, quando assumir, nunca mais você irá prender alguém em você.
    Nem você e nem ele tem tempo pra ficar jogando fora com alguém, deixa ele viver e vai viver a sua vida também, se livra dessas amarras aí.
    Beijos

  30. #41
    Jaque
    07.12.2017 - 12:18

    1- Já passei por uma história muito semelhante e amiga…ele tinha sim outra. Mesmo passando, aparentemente 24hs comigo, ele se relacionava com a estagiária. O que está acontecendo é que ele está acomodado na situação, vocês se dão muito bem mas o fogo está em outra cama ( mesmo que momentaneamente). Ah! Alerto que você engordou pela frieza dele, que reduziu a sua autoconfiança, e não o contrário.Tira essa nóia da cabeça, agora! Talvez, se ele se arrepender de verdade pela traição, você o perdoar de verdade pela traição os dois possam experimentar um recomeço, e a chama reacende. Pode por detetive, ser corajosa e paciente que você vai descobrir o que está rolando. Detalhe: não o acuse, descubra!
    2- Ele te deixou amiga! Só está com preguiça de passar por todo o stress que a separação de vocês vai causar. E o pior: está sendo malicioso por guardar certas regras pra você não tomar a casa para si. Arrisco dizer que tem outra, porque homem que fica 11 anos num relacionamento não sabe lidar com a vida sozinho. Tome as rédeas de sua vida e não sinta culpa em ser egoísta, por que ele está sendo ao extremo.
    3- Eu te entendo totalmente mulher. Você foi vitima do que a sociedade julga bonitinho e romântico. A dama e o vagabundo. Daí ficou na encruzilhada, chegando ao ponto de trai-lo com alguém próximo para sabotar tudo. Você quis testa-lo mas revelou a si mesma que não era amor mesmo. Agora o que está sentindo é culpa. Deixe-o ir. E como a Cony disse, uma hora todas essas diferenças pesam.
    Desejo muita coragem e autoconfiança paras 3!=*

  31. #42
    Carolina
    07.12.2017 - 13:27

    Caso 3
    Flor, ta na cara que isso nao vai dar e ja nao deu certo!
    é muita treta junta, os dois filhos dele, a traiçao com o primo (putz, como que ele vai esquecer essa historia? vai jogar na sua cara o tempo todo) e os problemas que vc citou.
    Se vc quiser levar isso pra frente so vai se desgastar com a sua familia e amigos.

  32. #43
    Mi
    07.12.2017 - 14:45

    Conyyyy, faz um com as respostas dos seus amigos??? Adorei essa ideia, tenho alguns amigos homens e acho super importante saber a opiniao deles em alguns casos!

    Aproveitando… caso 3 – ja passei por coisa parecida e sei bem como e, e olha que a nossa diferenca social nao era assim tao gritante p quem olhasse de fora, ate moravamos no mesmo bairro por exemplo. Minha familia aceitou ele com um pe atras pq ele tinha fama de interesseiro (e era mesmo, dps descobri varias tramoias) e claro que nao deu certo… Segue sua vida e deixe q ele siga a dele em paz.

  33. #44
    Melissa
    07.12.2017 - 15:05

    Chora 1: Procurem ajuda! Nem sempre é porque ele não te ama, ou não se sente atraído por você. Podem ter outras coisas por trás, que talvez nem ele perceba e uma terapia, por exemplo, pode ajudar! Primeiro sugira um endocrinologista, façam exames nele para ver se não é hormonal (acho que mesmo ele se satisfazendo sozinho, pode ser hormonal sim, mas não sou médica! hahaha). Se não for clinico, terapia! Espero que fique tudo bem!

    Chora 2: Chame ele pra conversar e coloque um ponto final. Fale o que sentir vontade, mas encerre esse ciclo que ele não tem coragem de encerrar! Eu já estive numa relação assim – em que o namoro acabou, mas o outro não teve coragem de por um ponto final – e te falo que a sensação de alívio e liberdade que senti quando falei o que tinha que falar foi indescritível. A gente pensa que não, mas se prende muito quando as coisas não estão claras. Converse com ele, ponha um ponto final, vendam a casa se for necessário, mas sugiro que vc corte o vínculo com ele, sabe? Não fique conversando demais, não dê abertura: a postura dele com você nao foi correta! Eu, pelo menos, nunca faria isso com alguém, de ficar “em cima do muro”. Boa sorte e espero que vc sinta o mesmo alivio que senti, logo! Vc merece uma história incrível! hahaha Beijos!

    Chora 3: Termina, por favor! E depois talvez seja uma boa tentar racionalizar o porquê de vc ter ido parar nesse namoro. Vontade de cuidar do outro? Síndrome de Robin Wood? Vontade de “consertar” alguém? Culpa por ter tido oportunidades “demais”? Eu já vivi isso e não recomendo pra ninguém! Você não querer apresenta-lo pros outros é um indicativo de que não tá legal! E eu – minha experiência pessoal, não tô ditando regras – não aceito nunca mais um relacionamento com um desnivel social muito grande! Não falo pelo dinheiro, porque seu muito desapegada com isso, mas com a questão de traquejo, de saber se portar, de se colocar nas situações. Eu preciso de alguém que se coloque, que não se intimide com os meus amigos ou os lugares que gosto, que compartilhe comigo os planos de viagem, casa, vida… enfim. Fique bem! Beijos!

  34. #45
    Dani
    07.12.2017 - 15:11

    Para a menina do caso 03: não se culpe você não é horrível. Como a Cony disse, a diferença social uma hora pesa. Já tá pesando. Se o cara tem dois filhos, pior ainda. Cai fora.

  35. #46
    ju
    07.12.2017 - 15:42

    Chora 3: O que me assusta é a colega falar sobre o intelecto “inferior” do boy… Será que se ele tivesse a mesma condição e oportunidade que você teve ainda assim seu intelecto seria muito diferenciado? Dinheiro não faz ninguém mais inteligente, pois alguns apenas continuam sendo idiotas com boas referências. Dito isto, vamos ao que importa. Quando a gente ama, não pensa em dinheiro, só se quer amar… Sábio Tim Maia. Acho que é esta pseudo-relação já fracassou, procure alguém da sua classe social

  36. #47
    Ariana
    07.12.2017 - 16:34

    3 – sua auto estima é baixa, a minha também é, procuro pessoas inferiores financeiramente e socialmente e não sei como mudar.

  37. #48
    Ana
    07.12.2017 - 17:46

    Caso 1,
    Gente, eu penso às vezes que esta imagem que os homens passam de sempre estar a postos, eh ilusão . E tem muita mulher que diz que o marido quer todo dia pra não se sentir por baixo e em casa a coisa eh outra.
    O sexo com meu noivo eh ótimo, mas ele tem épocas que quer mais, outras menos. Eh difícil pra mim lidar com isso, já conversamos muito, mas ele desde o começo do relacionamento foi assim. Tive mais dois relacionamentos longos, que começaram quente e depois esfriaram. Acho que eles se acomodam e o homem quando eh mais novo, acho que quer mais sexo. Isto me incomoda muito, mas estou resignada, pq não sei mais o que fazer ou conversar e qto mais penso, pior minha auto estima fica, dai vejo pessoas na mesma situação e me sinto menos pior…rs
    Cony, faz um post sobre? .

    • #49
      Juli
      08.12.2017 - 02:04

      Também acho que tem muita fama alguns homens e nem fazem tanto assim. tempo de casados, namoro longo rotina estressante, até o tipo de personalidade vai determinar isso. Alguns homens usam a armadura que fazem muito, mas é papo. A personalidade conta também, existem personalidades que não se atraem muito por sexo. Além disso, sexo é treino anota na agenda uma vez por semana ou até uma quinzenal e vai aumentando. Procura terapeuta. O que não pode é deixar a chama apagar sem tentar se desistir pode acontecer de outro acender…

      • #50
        Juli
        08.12.2017 - 02:05

        caso 1

  38. #51
    F.
    07.12.2017 - 20:25

    Chora 3 – colega, esse relacionamento não parece promissor. Já deu errado, vc traiu ele, ele não superou e joga isso na sua cara. Imagina vc casada com ele, frustrada pq ou vc banca tudo ou rebaixa seu padrão de vida, e o cara te lembrando q vc traiu ele com o primo?
    Meu marido ganha BEM menos que eu até hoje (estamos juntos há mais de 10 anos) mas intelectualmente somos muito parecidos. No começo do relacionamento eu me assustava com o nível da família dele (ninguém trabalhava, só ele, e consequentemente o padrão de vida era baixíssimo – do tipo não ter cadeiras pra gente sentar juntos e fazer uma refeição). Às vezes essa diferença de nível social ainda traz uns probleminhas (como qdo a família dele faz a “Porta da Esperança” na minha casa…hahahaha), mas, como eu tinha dito, intelectualmente somos parecidos. No seu caso, parece um abismo né.
    A gente nunca se envergonha de quem a gente ama de verdade. Eu tenho orgulho do meu marido. Vc vai conseguir se orgulhar desse homem?

  39. #52
    Claudia Micelli
    07.12.2017 - 23:00

    Choro 3

    Vc não ama esse homem. Meu marido era o porteiro do meu prédio! Pra quem conhece o Rio, eu morava no Leblon. Perceberam a diferença?? De TUDO!!! Ele tem
    Dois filhos também. Mudei completam a vida dele, pra melhor. Ele sempre foi inteligente mas humilde. Aquele pessoa q vc vê q não teve mesmo oportunidade na vida sabe? Hj em dia é formado. Trabalha em uma empresa bacana… enfim. Apoiei esse homem totalmente e assumi ele pra família com um meses de relacionamento. Foi um CHOQUE! Preconceito horrores até das minhas amigas. Sou hj dia a ÚNICA casada das amigas e feliz no relacionamos. Pois tem uma casada mas triste. Preciso falar mais alguma coisa?

  40. #53
    Dede
    07.12.2017 - 23:20

    Para o caso 1 e para as mulheres que tem se queixado de pouco sexo: será que a pornografia tem afetado negativamente de maneira geral o desempenho sexual dos boys?
    Tem saído muitos estudos e reportagens sobre isso, vale a pena dar uma googlada. E nem precisa ser viciado em pornografia (já teve até um chora sobre isso) para afetar negativamente a vida sexual.

    Os homens se acostumaram com muitos estímulos (diferentes mulheres, situações mais hardcore) da pornografia e o sexo da vida real pode se tornar menos interessante. Sem contar que a “pegada” da mão na masturbação é mais forte, o que torna o sexo ppkal menos estimulante.
    Alguns homens estão experimentando o “no fap” como uma forma de passar um tempo sem se masturbar e sem pornografia para tentar fazer com que a vida sexual se torne mais interessante.

    Mas aí tem que ter um boy mais desconstruído pra gente conseguir trazer esses assuntos à tona com lucidez, não é não? Falta muita terapia pra esses homens, gzuz!!
    Boa sorte a todas!

  41. #54
    Renata
    08.12.2017 - 06:52

    Uma única frase de Freud responde todos os choras:
    “os homens quando amam, não desejam, e quando desejam, não podem amar.”

    Acho que no caso 1 e 2 os homens amam, caso 3 ela tem desejo e está confundindo os sentimentos.

    Esse texto explica suber bem a teoria http://www.contioutra.com/contribuicoes-de-freud-a-psicologia-do-amor/ o pode ajudar as moças do caso 1 e 2 a descobrir como despertar desejo nos parceiros.

  42. #55
    Iza
    08.12.2017 - 09:04

    O chora 1 já tá meio recorrente por aqui… sugiro terapia! Pra tudo na vida, terapia rs
    O chora 2 tenho que concordar com a Cony. Amiga, “vocês”, no plural, não existem mais. Ele está acomodado e te tem a hora que quiser. Não existe mais relacionamento!
    Chora 3: fiquei triste pq esse chora foi um dos mais pesados que li em todos os choras… você realmente não o ama. Você tá manipulando essa pessoa de uma maneira cruel. O ser humano é falho, é. Mas saber ver os erros e tentar conserta-los, é mais humano ainda. Você é uma pessoa digna de asco. Me desculpe essas palavras, mas não vou ter remorso em dize-las. Pq eu sou a pessoa que você é: sou de família classe alta, bem sucedida, também advogada, viajo, falo línguas e namoro uma pessoa humilde, simples e com uma condição financeira infinitamente inferior a minha; mas ele é esforçado e está se formando em uma faculdade federal. Me incomoda muitas vezes não poder viajar com ele e ir em restaurantes e outros lugares por conta da condição financeira dele? Sim, às vezes desanima. Mas há uma diferença enorme entre nós duas: EU O AMO. Não tenho um pingo de vergonha dele, e pelo contrário, eu tô fazendo o meu possível pra ajuda-lo a crescer profissionalmente e realizar as nossas vontades juntos. E ele é extremamente grato à mim.
    A diferenca foi justamente o que a Cony disse: você não o ama. Trair é feio, independentemente de qualquer situação. Ele não te merece. Liberte ele.

  43. #56
    Érika
    08.12.2017 - 10:17

    Gente, tá difícil arranjar homem hein? Esse negócio de classes sociais muito diferentes não dá certo, FATO!

  44. #57
    Taiza
    08.12.2017 - 16:47

    Smirnoff – Você ficou com o primo, ele fica com outras, ultimatos pra ficar de vez ou terminar de vez. Muito muito estranho. Ele tá ficando com outras pessoas? E vocês continuam juntos? Ficou meio estranho de entender, não estou julgando, apenas não entendi mesmo. Não sei nem o que falar, mas colocando do jeito que foi digo, não tem futuro mesmo…

    Orloff, você foi deixada mas ainda não percebeu. Ou seja, pior ainda, foi deixada de molho por um babaca covarde. Você está em standby, na casa que seria de vocês, e ele está ciscando por aí pra ver se acha algo diferente. Eu te apoio mil por cento a fazer seu intercâmbio, pois vejo você cozinhando e esperando por alguém que pode voltar ou não. Que direito ele tem de fazer você esperar, sozinha e nessa angústia? Já foi tarde! Bora intercâmbio, case com um gringo!

  45. #58
    Monique
    08.12.2017 - 23:34

    As duas primeiras eu já teria saido dessa há muito tempo, pois acho que só falta vcs aceitarem que realmente acabou.
    A última acho que pode ser que ela ame sim porém falta é coragem. Colega vivi uma situação bem parecida e a opinião principalmente dos meus pais pesava muito, eles sempre diziam sobre como era importante a estabilidade financeira, e resumindo realmente é, mas uma vida financeira estabilizada não é tudo. Um casamento precisa de muito mais que apenas dinheiro. Observe as outras qualidades desse rapaz. Se as qualidades se encaixam no que te faz feliz tenha coragem e vá em frente. E se prepare pois fácil não será. Há 6 anos atrás eu tomei uma decisão ao levar a sério um namoro com uma pessoa totalmente diferente de minha vida, meu círculo social, meus gostos… tudo, o que mais ouvi foi que não daria certo, que nossa relação não iria evoluir nem ao menos iríamos durar se casássemos. Minha família, amigos todos contra, inclusive me colocaram na parede e perdi amizades e até mesmo deixei de ser convidada para reuniões em família pela minha escolha. Nós meio que nos fechamos no nosso mundo, saíamos pouco pela falta de grana, eu até podia bancar, mas ele não gostava muito de ser sempre eu, então ficavamos vendo filmes, íamos a praia, e eu fui me apaixonando cada vez mais pelo coração desse homem. Um dia enquanto estávamos vendo um filme, no colchão no chão da sala, que era a única coisa que tinha na casa dele além de uma geladeira velha, ele me pediu em casamento, assim do nada, nem mesmo uma aliança…rs Eu aceitei, e uns dias depois estava lá de mala e cuia na casa dele. Meus pais piraram, e mais ainda pois um tempo depois eu engravidei. Aí botamos uma ordem na casa, compramos uns móveis, e confesso que mts vezes eu precisava me dispor a pagar muitas contas pois ele não ganhava tão bem. Mas entre dificuldades que surgiram percebi ao passar do tempo que essa foi a melhor decisão da minha vida. Hoje meu esposo é um empresário, eu deixei o emprego depois que nossa filha nasceu e trabalho ajudando ele na nossa empresa. Não tivemos ajuda de ninguém, e nosso orgulho em ver nosso negocio crescendo é grande. Agradeço a Deus todos os dias pela decisão que tomei em me casar com esse homem, que sem nenhuma graduação, consegue tocar um negócio que eu com duas graduações e pós e mais cursos não saberia. E somos muito felizes, os amigos, vieram novos, a família hoje o admira e faz questão de estar perto. O amor se constrói a cada dia, a cada dificuldade. O respeito é a base. A fé ajuda muito para quem crê. E no final posso te dizer, lá bem no final você não irá se preocupar com quem vc agradou ou deixou de agradar, com o quanto ganhou ou conquistou… e sim com a história que você mesma construiu para sua vida, as pessoas que a amam e os momentos felizes….

  46. #59
    Jessica
    09.12.2017 - 13:10

    Caso 1:
    Um amigo com mais de 30 anos, separado, contou que a libido diminuiu muito com a idade! Fora que tem muito homem viciado em pornografia viu! Acho que a mulher fica mais dona de si e mais poderosa com a idade, e por tanto com mais libido! Mas dizer que só quer uma vez por mês não tá normal não!

    Caso 2:
    Esse cara tá com enrolada, deve estar querendo alguma coisa com essa casa! E vc perdendo sua vida! Se livra desse boy!

    Caso 3:
    Primeiramente vc não namora com o cara! Quem já se viu um namoro que a família não participa?
    Segundo, vc tem que decidir o que quer da vida, ou um boy magia para pegar ou um candidato a marido? De acordo com seus criterios, vcs nunca vão casar, uma vez que dificilmente vc o verá como provedor!
    Terceiro, quais as reais intenções dele com vc? Nao acredito que um homem dr bem queria viver o padrão de vida da mulher sendo sustentado por ela? Ou ele vai querer que vc viva no padrão de vida dele?
    De todo modo, antes da diferença social, existe uma incompatibilidade de objetivos nesse relacionamento, até pq já o traiu com o cara que divide a casa com ele, não sei quem foi mais errado Aí!
    Vc não está sendo sincera nem com ele e muito menos com você mesma! Você está fazendo o papel do cafageste, nem assume nem larga, e aceita a comodidade! Menina, tome as rédeas de sua vida e procure o que vai te fazer plena!

  47. #60
    Lara
    10.12.2017 - 01:42

    Gente, também estou abismada com essa dificuldade da mulherada com relaçao aos homemns negando sexo!!!!
    Terminei um namoro recenemente pelo mesmo problema. nao dava mais. discutimos varias vezes porque eu nao aguentava mais ficar sem sexo e ele achava normal, nao sentia vontade. falava que eu é que gostava demais. cheguei a comentar com ele pra ir no médico também, mas acabei terminando antes que a coisa ficasse pior, pois eu ja nao aguentava mais implorar por sexo.

    mas acredito que isso é perfil do cara. eu namorei antes por 4 anos e em 4 anos nunca me faltou sexo. nao tenham medo de abrir mao de m relacionamento que nao te satisfaz!!!!

  48. #61
    Juju
    10.12.2017 - 17:14

    Chora 1: se vc já conversou e ele não se importa tanto com sexo,pese antes de morar junto ou casar.
    Quem disse que sexo não é importante?É fundamental e é o que diferencia amizade de relacionamento amoroso.
    Aqui em casa eu gosto MUITO mais que ele, mas sentamos e melhorou muito…agora rola pelo menos 2 vezes por semana e nas férias / feriados aumenta a frequência.

    Chora 2: acabou amiga.Uma coisa é OS DOIS quererem morar separados, outra é um decidir e o outro ficar esperando sozinho.

    Chora 3: já saí com um rapaz bem simples e namorei outro bem simples e com filho,não deu certo.
    Nenhum dos dois tinha interesse em ver um filme melhor,ir em uma exposição, discutir política, aprender, estudar…pode parecer preconceito, mas nível sócio econômico muito diferente só dá certo em novelas e filmes.

  49. #62
    Nay
    10.12.2017 - 18:12

    Chora 3 – Acho que existem 2 tipos de situação: a primeira, quando vocês tem assuntos, ideologias, focos e interesses totalmente diferentes. E isso pode acontecer principalmente quando os níveis de estudo são desiguais. Aí, a coisa complica. Eu simplesmente não teria interesse suficiente nem pra me relacionar. Ah, e isso também se aplica se o homem for rico e estudado: vai que ele é um playboy que não quer fazer nada da vida e viver de herança dos pais, ou um coxinha que vota no dória ou no bolsonaro? DEUS ME DIBRE. Só me relaciono com pessoas com interesses e ideias próximas as minhas, faz parte de mim, não consigo ser diferente.

    A segunda situação é: as vezes cês tem interesses em comum, conversam, se entendem, tem ideias próximas. Ele não tem grana, mas se esforça, vai atrás do que quer e pretende crescer na vida. Nesse caso, eu não veria problema nenhummm em assumir, e acho sim mesquinharia e preconceito, seu e da sua família, caso vocês vejam.

    Eu namoro sério a dois anos, eu e meu namorado nos conhecemos na faculdade federal, temos planos em comum. Ainda falta um tempo pra ele terminar o curso, mas eu me formei agora e pretendo entrar pro mestrado ano que vem. Em resumo, sou ótima kkk. Me dou super bem com a família dele, etc etc. E ele tem condições BEM melhores que as minhas e nunca vimos problema algum nisso. Não é culpa de ninguém as condições da família em que nasceu, e isso não deve ser rótulo pra qualquer pessoa.

    De qualquer forma, diante da história que você trouxe, que envolve desde vergonha, até traição da sua parte, acho que o melhor caminho é você sair fora mesmo. Casa com um rico e segue sua vida. Libera o cara pra ele viver a vida dele, crescer e poder estar com alguém que realmente dá o devido valor e está lá por ele. 🙂

Comente